sexta-feira, 8 de julho de 2016

Um crime, disse Bruno de Carvalho

«É crime assediar um jogador que tem contrato». Estas sábias palavras pertencem ao presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, proferidas em 2013 a propósito de Bruma, que tinha contrato.

Na altura, Bruma estava a ser assediado por outros clubes. Um direito que não assistia a esses clubes, pois era um jogador com contrato com o Sporting. 


E hoje somos surpreendidos pela afirmação do jornal O Jogo, que diz que o Sporting já abordou Helton e que o guarda-redes até já teve conhecimento do salário que lhe seria proposto em Alvalade. 

Podemos citar novamente Bruno de Carvalho: «Eu vou lendo os jornais. Umas coisas devem ser mentira e outras verdade». Mas para os mais esquecidos, cá vai: Helton tem contrato com o FC Porto até 2017. Ainda que não faça parte do plantel, é um profissional com contrato com o FC Porto.

Contrato até 2017
Logo, se o Sporting abordou diretamente Helton sem a autorização devida do FC Porto, então, citando Bruno de Carvalho, cometeu «um crime». 

Não é raro ver jogadores saírem do FC Porto para o Sporting, como foram exemplo Fernando Gomes, Jaime Pacheco ou António Sousa, ou até Rui Jorge ou Hélder Postiga. Em comum, têm todos isto: não tiveram um décimo do sucesso que Augusto Inácio, Paulo Futre ou João Moutinho tiveram após terem trocado o Sporting pelo FC Porto (como Pacheco e Sousa no seu regresso em 86). 

Mas Helton só sai se o FC Porto deixar. A partir do momento em que Helton for um jogador livre, pode jogar onde quiser, de acordo com a sua própria consciência. Mas enquanto está sob contrato com o FC Porto, é o clube quem tem a palavra. 

E se o Sporting quiser, então apresentem lá uma proposta. Certamente que seria uma mais-valia, com muito para ensinar. Afinal Helton foi 7 vezes campeão pelo FC Porto, mais do que o Sporting nas últimas 5 décadas; numa só época ganhou tantos títulos europeus com o Sporting em toda a sua história; e sozinho, tem mais títulos de campeão nacional que todos os jogadores do Sporting juntos. 

Sem dúvida, um poço de experiência... e com contrato com o FC Porto. Se o Sporting contactou Helton sem autorização do FC Porto, cometeu «um crime». Se o quiser, então paguem.

Jornal O Jogo, 08-07-2016

10 comentários:

  1. TdD,

    Fazendo de advogado do Diabo... mas como é que o Sporting está a abordar um jogador com contrato quando o FC Porto fez um comunicado a dizer que e passo a citar "2 - Termina assim uma ligação enquanto jogador profissional de 11 épocas consecutivas em que o capitão representou o FC Porto ao mais alto nível"?

    Como é que o Sporting está a abordar um jogador com contrato quando o FC Porto anunciou que esse contrato foi extinto a 28 de Junho?

    ResponderEliminar
  2. Helton deu muito ao Porto, o Porto se calhar deu mais a Helton. Helton é boa onda, mas Helton é também um bocado intriguista, cabeça dura. Nem vou mencionar o porquê do adjectivo. Não aceita o fim da carreira? Está no seu direito e se quer segui-la noutras paragens que vá, mas p.f. não faça novelas. Por mim estou farto do Helton e das suas diatribes de pré-época. Acertem o que tiverem de acertar e se tiver de ir abrir as galas dos Stromps, be my guest...

    ResponderEliminar
  3. tudo muito bonito mas o que me parece e que nunoi es esta a utilizar os mesmos metodos que utilizou em valencia e no segundo ano ja ninguem o podia ver por la. Tudo o que lhe poissa tirar o protagonismo por isto e aquilo tera problemas, helton, gonçalo, rafa, e mais alguns que aparecerao, ja assim foi no valencia onde tomou de ponta este ou aquele os resultados foram os que se viram uma porcaria. Quando se anda atras dum telles que op galatasaray quer despachar e se tem um lçayun que nunca foi def direito na vida e se dispensa um rafa so porque e da formaçao, começa a estar tudo dito, o relacionamento com a equipa B que ja começa a nao ser bom, enfim o somos porto seria para aparecer , o que me parece e que este inicio de temporada esta a ser pessimo, dou o beneficio da duvida mas pelo caminho que se leva nao se aprendeu , aparentemente, na da com o passado, os mesmos erros continuam antes com espanholitos de 3ª agora com sabe se la quem. Nao estou a gostar.

    ResponderEliminar
  4. Excelente texto a denunciar o badocha. Parabéns.

    ResponderEliminar
  5. "Certamente que seria uma mais-valia, com muito para ensinar. Afinal Helton foi 7 vezes campeão pelo FC Porto" ... "Sem dúvida, um poço de experiência... "

    Sem dúvida umas mais valias que o histórico Helton ainda poderia aportar a um FC Porto que tão necessitado está de referências do que é ser Porto.

    Na verdade o atual Helton não é nada inferior ao atual Casilhas, um outro guardião histórico... mas este do Real de Madrid... que sai bem mais caro aos depauperados cofres da Sad que o "nosso" Helton.

    E assim continua a mística do que é ser hoje em dia Porto.

    João Carvalho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não concordo com isso, casillas é superior entre os postes e não inventa tanto, eu sei que todos eles tem os seus maus momentos como casillas ja teve no Porto, mas a prestação do Helton na final mostra que já não é capaz de ter a mesma concentração e capacidade de antes.

      Ao nível da mística, Helton sempre foi adorado por todos, exemplar mas nunca foi um exemplo da mistica do Porto, é demasiado bom e não tem o carácter de lider, não quero dizer que não sente o Porto porque o sente mas é uma pessoa demasiado boa para transportar a mística do Porto.

      Eliminar
  6. Muito bem visto. Mas vamos por partes, se o Helton é dispensado e nao vai fazer parte do plantel ainda com uma época de contrato parto de principio que continuará a ser pago.
    Logo, se existir acordo para desvinculação sendo do interesse do Helton não vejo depois problema em que vá para os lagartos. Aliás poupamos muito com isso. Seguramente que todos desejavamos que outros jogadores lhe seguissem o exemplo e quisessem resolver o contrato. Ninguém acredita que o clube possa ter algum lucro com uma hipotética venda, logo pelo menos que se poupem em salários.
    Aliás, acredito que lhe devem ter proposto um salário identico senão ficava a tocar bateria e a aguardar pelo fim do contrato.
    Por isso, sem dramas, se quiser ir que vá.
    Um clube agradecido não é nem pode ser um clube parvo.
    Recordo o Drulovic que sempre foi um jogador leal e enorme profissional que depois de sair do nosso clube assinou pelo SLM.
    Ou mesmo o F Gomes, idolo maior be.ma minha meninice e, esse sim, da estupidez e drama que foi a saída do nosso clube por birra do teinador e ciume da famosa "estrutura", curiosamente agora parte dela nos lagartos.

    ResponderEliminar
  7. O Layun já chegou, já treinou e ainda não oficializaram a contratação, nem comunicaram à cmvm. quer dizer que foi por valores mais baixos do que os falados?

    ResponderEliminar
  8. Muito sinceramente, nao me interessa um peido se ele vai para o Sporting ou nao.

    Se for, é porque também nao é o simbolo que fazemos dele. Mas de qualquer das formas, boa viagem e boa sorte a disputar a titularidade.

    Agora muito sinceramente acho que já nao existe (ou deveria existir) espaco para este tipo de artigos. Eu entendo a intencao mas acho que temos que ser superiores a estas "nao-noticias" do que o este disse ou o outro insinuou. Temos é que apoiar a nossa equipa e preparar-nos para a época que se avizinha. Cresci com os clubes de Lisboa a serem os "parvalhoes" que agarravam a coisa mais picuinha do nosso Porto e faziam disso noticia. E também cresci com um FC Porto que nao se incomoda com estas pequenas quezílias e que, de certa forma, se diverte com a atencao que os nossos rivais dao a esses detalhes. Creio que já é altura de deixarmos esse papel para os morcoes do Sul e concentrarmo-nos (Sad, equipa técnica e adeptos) a vencer dentro de campo.

    ResponderEliminar
  9. Desculpem o off-topic, mas PQP, para que foi contratado o Zé Manuel ao Boavista? Para ser logo emprestado? Já vi que as comichões continuam e não têm fim......

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.