quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Não temos de pagar as contas do Benfica

O caríssimo benfiquista Henrique Raposo sofre, tal como muitos simpatizantes do seu clube, de uma grande revolta interior contra a Fundação PortoGaia, criada em 1999 para construir e gerir o centro de treinos do FC Porto. Num texto de opinião, mostra-se escandalizado por esta obra construída com recurso a dinheiros públicos estar à disposição do FC Porto por «500 euros por mês». E esse número está a ser hoje, vá-se lá imaginar porquê, muito repetido por adeptos do Benfica. Vamos então fazer essa coisa extremamente complexa que é abrir os Relatórios e Contas da SAD.

Relatório e Contas da SAD 2012-13

Relatório e Contas da SAD 2013-14
Primeiro foram os pães, depois os peixes, agora o milagre da multiplicação chega à renda pela utilização do centro de treinos. Parece que os 500€ engordaram um bocadinho, oh Henrique e caros demais.

Agora que os chatos dos números desmentem a história dos 500€, vamos lá antecipar a crítica: pagar mais de 36 mil euros de renda é muito pouco por um centro de estágios construído com recurso a dinheiros públicos, não é? Agora cá vai uma perguntinha: para que é que serve um centro de treinos? A resposta não é difícil: para treinar e para desenvolver jogadores. Que é que o FC Porto faz quando desenvolve jogadores até um certo patamar? Vendas milionárias. E sabem quem é que beneficia com essas vendas milionárias? O Estado. Quanto beneficia? Cá vai uma pista.


Isto da matemática nem sempre é simples. Mas vamos tentar acompanhar o raciocínio: o FC Porto consegue meter no Estado 20 milhões de euros de impostos num ano (15M€ da SAD e 5M€ do clube). Sabem de onde é que vem esta tamanha capacidade de receita? Através das transferências de jogadores. E sabem onde é que o FC Porto evolui esses mesmos jogadores? Através do centro de treinos PortoGaia, que custou 16M€. Concluindo, parece que o FC Porto, ao utilizar uma instalação pela qual o Estado pagou 16M€, consegue meter num só ano nesse mesmo Estado 20M€, além da renda prevista para os próximos 50 anos e da manutenção do recinto. Querem fazer as continhas para os anos todos na última década? Uma antecipação: o dinheiro que o FC Porto já meteu no Estado em impostos pagava o centro de treinos PortoGaia, o Centro de Estágios do Seixal e dava uma ajudinha para pagar o Estádio da Luz. É que a CM de Lisboa, coitada, parece estar a carregar o fardo todo.


O FC Porto, esse clube que lesa os contribuintes, é o único que vai acabar de pagar o seu estádio sem necessidade de reestruturação, já em 2018, cumprindo sempre minuciosamente todos os prazos de pagamento e sem um empurrãozinho urbano. Dragão e Centro de Estágios PortoGaia, duas infraestruturas através das quais o FC Porto, além do rendimento e prestígio desportivo que oferece ao País a nível internacional, já ofereceu imensa rentabilidade em termos fiscais. 

E enquanto o FC Porto coloca anualmente milhões de euros em impostos no Estado pelo seu sucesso desportivo, mais do que qualquer outro clube português, acontecem coisas como estas:


Curioso, poucos se insurgiram quando o Estado perdoou uma Fundação PortoGaia, com mais um milhãozito de despesas, a Luís Filipe Vieira. E o presidente do Benfica insurgiu-se, e bem, perante o perdão de dívida - reestruturação, é mais fino - ao Sporting, como podemos recordar:


Para encerrar, uma única questão: será que Luís Filipe Vieira e os demais benfiquistas também se vão insurgir contra este novo perdão de dívida?

19 comentários:

  1. E qual foi a historia dos terrenos do centro do seixal ???

    E a historia dos negócios imobiliários com empresas municipais da cml ???

    ResponderEliminar
  2. totalmente de acordo que o que se passa com o Benfica é uma enorme pouca vergonha. E tem sido assim durante décadas. Mesmo assim, e sabendo que as proporções são diferentes, prefiriria que o Porto não tivesse ajuda nenhuma. Luís F

    ResponderEliminar
  3. Leio este blog diariamente e é o mais assertivo da blogosfera! Uma continuação de bom trabalho.

    E continuem a desmascarar os erros do FC Porto!

    Hoje espera-se uma vitória no Dragão no 1º de quatro jogos de risco elevado.

    Força Porto!

    ResponderEliminar
  4. Olá

    Preto no branco ou azul no encarnado, como queiram!
    São posts destes que demonstram que «nem tudo o que reluz é ouro».

    Já bastava de, constantemente, nos estarem a atirar areia para os olhos.

    Até quando Portugal continuará a ser Lisboa e o resto é.....«entulho»?...

    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  5. Excelente post! Ainda ontem tive de esgrimir argumentos com um amigo mouro que me falava dos tais 500 Euro por mês de renda do Olival.
    1,8 Milhões foi apenas uma pequena migalha e já agora, esqueçam qualquer comparação com o Olival...em matéria de ofertas do Estado o clube do regime bate qualquer um aos Milhões. Nada que cause muito espanto. Se dentro do relvado, com câmaras e luzes ligadas já tem de ser tudo oferecido, só poderia ser pior fora dele, na obscuridade dos corredores da Lisboa-que-se-governa.

    ResponderEliminar
  6. Uma grande palhaçada um gajo andar a trabalhar para andarem a dar perdões fiscais a clubes dessa forma. Uma coisa seria taxas mais baixas para os clubes por estarem a prestar um serviço social e nacional de grande valor, outra coisa é andarem a fazer perdões de dividas a estabelecimentos comerciais do SLB!! A vergonha continua. Ainda querem o Costa para presidente.. ENFIM! Mal por mal, mais vale o mal que eu conheço!
    A nós ninguem nos perdoa os IMI's, os IVA's e os IRS's\IRC's. Chocam-se com rendas "baixas" de centros de estágios e etc? Isso para mim é lógica. Quem paga a manutenção? Quem faz obras que proporcionam mais valias? Quem joga no clube? Na maioria, os putos da terra não? É uma parceria publico privada aonde todos ganhamos. Tudo o resto são hipocrisias demagocas! Lá pros lados dos vermelhos comem sempre o prato cheio. Seja a pagar o estádio, seja o Seixal ou até pelos vistos nos impostos! Haja vergonha, sf!

    Joel

    ResponderEliminar
  7. Mais um grande artigo do Tribunal do Dragão e que já tive o prazer de partilhar nas redes sociais. E como já dizia o outro: "que nunca lhe falte a força nos dedos...".

    ResponderEliminar
  8. Se isto é mesmo assim, seria interessante esfregá-lo (educadamente, é claro) na carinha laroca do Henrique Raposo. E depois pedir-lhe um comentário.

    ResponderEliminar
  9. e por estas e por outras que ser portista e algo de espetacular

    ResponderEliminar
  10. OS clubes todos portugueses estão cheios de evasões fiscais, são todos iguais. anda tudo a aproveitar-se de beneficios dos governos. Anda tudo a mamar à custa do pagode.

    Centros de estagios a preços irrisorios, perdoes de dividas, ajudas de custas, enfim tudo imoral. Está tudo mal e os adeptos do Benfica em vez de mandarem vir com o proprio governo e com o próprio clube não ...atiram-se ao Porto e os adeptos do Porto são EXACTAMENTE a mesma coisa. Em vez de mandarem vir com o proprio governo e com o próprio clube não atiram-se ao Benfica.

    Entretanto os governantes e os dirigentes dos clubes riem-se e continua a mesma coisa.
    E depois os portistas e benfiquistas vêm queixar-se de impostos e de austeridade e de cunhas e tachos etc.

    Tudo hipocritas! Mas enfim desde que o clube rival faça pior então está tudo bem dentro de casa.


    Vergonha

    ResponderEliminar
  11. Já no tempo do Salazarismo era assim, só que as dividas eram pequenas, porque o clube da nação benfiquista, só tinha jogadores Portugueses.Helder Silva

    ResponderEliminar

  12. @ tribunal

    és grande. mesmo.
    que nunca te doam esses dedinhos, car@go! :D

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  13. Vale a visita:
    http://www.footballorgin.com/2015/02/tv-show-documentary-greatest-teams-by.html?showComment=1423843203014#c6546398968672086788

    ResponderEliminar
  14. Também se fosse presidente da câmara perdoava dividas ao meu clube e os camelos dos contribuintes pagavam

    Força porto

    ResponderEliminar
  15. Boas, fui redirecionado para este blog desde um facebook relacionado ao Benfica, foi uma boa leitura e, à excepção dos relatórios de contas, tudo o resto já era do meu conhecimento.
    Gostei da vossa quase total imparcialidade, embora não esteja sugerindo desonestidade, faltam uns apoios à vossa leitura para que seja 100% imparcial, porque é disto que precisamos para que a economia e a justiça avance para à frente, como se costuma dizer. Portanto:
    No primeiro ponto, referindo-se à PortoGaia, falta-vos um organograma da dita sociedade/empresa, ou lá o que seja, para garantir que a totalidade daquele valor vai para a Câmara de Gaia. Basta um trabalhador ou outro e o valor que vai para a Câmara desce drasticamente. E também de referir se os custos de manutenção são suportados pelo clube ou a Câmara? Logicamente é do vosso interesse, portistas, saberem a verdade;
    Segundo ponto são os impostos. Obviamente que têm ideia que todas as empresas, às quais incluem-se as SAD's, são obrigadas a pagar impostos, excluindo deduções e isenções. Usualmente está relacionado com os rendimentos obtidos. Maior o rendimento, maior a tributação. Portanto, relacionar impostos com uma renda (ou o investimento feito pela Câmara) é demasiada ginástica financeira e mental. Até porque o dinheiro que entrou nas finanças, certamente, não foi transferido para a Câmara de Gaia na sua totalidade;
    Em relação às dividas relacionadas com o Sr L. F. Vieira o que tenho a dizer é que é uma vergonha o que nós (contribuintes) pagamos pelas asneiradas/falcatruas/branqueamentos por gestores e demais de diversos bancos no passado e presente. O BPN foi a maior vergonha de sempre em Portugal, e o sr inocente Sócrates tirou do povo para pagar ao banco e a investidores do mesmo e ninguém sabe porquê milhares de milhões de euros arderam naquele banco (dos seus cofres e dos cofres do Estado). Na minha óptica ou o banco assumia com o prejuízo e ia a bancarrota prejudicando os seus investidores (investimento tem sempre risco) deixando o Estado em paz, ou o banco procurava liquidez através dos seus devedores. Agora não se agarrar ao estado feito um chato e sugar a vida aos Portugueses. Pior é quem permite este tipo de salvamentos da banca. Mas esta questão transcende qualquer clubismo e é um problema da nossa classe política que é sempre mal gerido.
    E o último ponto relaciona-se com o terceiro, em que a CML isenta o Benfica da TSU para obras feitas pelo clube em Lisboa, e não um perdão como refere a notícia. Mas acho isto repugnante. Embora seja novamente um problema político, não pode haver isenções deste tipo para ninguém. Um estatuto especial em que a mesma taxa é ligeiramente mais baixa, porque ajuda os clubes e potencia a cidade seria aceitável, mas nunca isenção. É gozar com o resto dos Portugueses.
    Como nota, quero reiterar que não estou atacando nem promovendo nenhum ataque a nenhum clube (penso que o leitor mais atento concordará), apenas apontando para algumas lacunas no vosso texto que podem ou não descredibilizar o que aqui foi publicado.
    Saudações Benfiquistas e Bem Hajam.

    ResponderEliminar
  16. Alguém me explica para responder, obrigado

    "O FCP paga 36144 Euros por ano mas paga à Fundação PortoGaia para o Desenvolvimento Desportivo que
    A Fundação PortoGaia para o Desenvolvimento Desportivo tem como principais instituidores o Futebol Clube do Porto, Futebol SAD e o Município de Vila Nova de Gaia. Esta fundação visa, de acordo com os seus estatutos, promover, patrocinar e realizar atividades de fomento desportivo junto da população do concelho de Vila Nova de Gaia.
    ou seja paga a uma PPP da qual é "instituidor"!!!!
    Depois, para quem gosta tanto de relatórios de contas, que vá ver o da PortoGaia onde o estado "enterra" vários milhões por ano e não são isenções."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Um mitómano precisa de tratamento, não de resposta.»

      Eliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.