segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Jackson Martínez: um ponto de situação

Jackson Martínez podia fazer juras de amor nas redes sociais, podia bater 50 vezes no peito quando marca golos e beijar o símbolo em todos os festejos. Mas não. Jackson prefere, semana após semana, ser um poço inesgotável de força no ataque do FC Porto, luta como ninguém, leva porrada como nenhum outro ponta-de-lança em Portugal (vejam lá quantas faltas vai sofrendo), faz golos como poucos, bate recordes e lidera uma equipa que, sem ele, talvez estivesse numa situação bem mais complicada.

Isto a propósito da entrevista que Jackson Martínez deu, a admitir pela enésima vez a saída do FC Porto, mas desta vez indo mais longe e dando-a como certa. Nunca é bonito ver um jogador com contrato (renovado) com o FC Porto dizer isto, muito menos tratando-se do capitão, mas este é apenas um exemplo de que não se deve ir pelas letras gordas. 

Jackson diz o que já todos sabem: vai deixar o FC Porto no fim da época. E diz aquilo que tem feito: pretende defender o FC Porto com empenho e profissionalismo até ao final da época. Tomara que todos dessem entrevistas como Jackson mas se portassem como ele em campo. Ele já sabe que se dá uma entrevista vão perguntar-lhe sobre o mercado, e seria bom resguardar-se. Mas a partir do momento em que o CEO da SAD diz numa entrevista internacional que os jogadores no FC Porto têm ciclos de 3 anos para sair, então ninguém se pode escandalizar com tal. Os jogadores, assinando pelo FC Porto, já sabem que em 2 ou 3 anos evoluem no sentido de ir para grandes clubes estrangeiros. São raros os jogadores que sendo titulares indiscutíveis durante 3 épocas não tenham mercado para outros voos.

Por isso, já sabemos que Jackson Martínez vai sair no fim da época. O que é uma faca de dois legumes. O FC Porto, sobretudo para esta época, é refém do próprio prejuízo colossal apresentado em 2013-14 e tem forçosamente que vender. Jackson e o seu empresário também já disseram publicamente que vai haver transferência no fim da época. Então como haver um clube que chegue e faça uma proposta acima dos 30M€ sabendo que o FC Porto tem que vender, quer queira quer não?

Sabendo que Jackson Martínez vai sair, seria bom que a SAD desse ordem para jogadores e empresários fecharem a boca na próxima época. Com as regras do Fair-Play Financeiro, vai ser cada vez mais difícil vender jogadores por grandes quantias. O FC Porto tem conseguido vender jogadores sem haver leilão. Um interessado, uma proposta, uma transferência. Foi assim com Hulk (Zenit), James e Moutinho (Mónaco), Mangala (Manchester City)... 

... e agora com Jackson Martínez? Se houver apenas um único interessado em contratar Jackson Martínez, porque haverá esse clube de chegar perto dos 30M€ sabendo que o FC Porto está obrigado a vender? A posição negocial do FC Porto ficou fragilizada e reduzida com este afirmar público de que no fim da época Jackson Martínez vai sair.

A salvação está num leilão. Será necessário que haja pelo menos 2 clubes a competir por Jackson Martínez, um a puxar pelo outro, de modo a que fiquem perto dos 35M€ da cláusula de rescisão. Mas com o Fair-Play Financeiro, vai ser cada vez mais difícil ver clubes a perderem a cabeça, sobretudo por um ponta-de-lança que faz 29 anos este ano, que já é bem pago no FC Porto e que joga num clube que tem que vender.

É possível que o FC Porto já tenha uma venda idealizada, mas uma coisa é ser Jorge Mendes a intermediar o negócio, outra será alguém que caiu por aí de pára-quedas e que nunca ofereceu um único negócio digno de registo ao FC Porto. Se Jackson Martínez por acaso conseguir sair por uma proposta na ordem dos 30M€, terá que haver muito mérito a atribuir a alguém.

Resta saber quão significativa será esta venda quanto ao impacto nas contas. Idealmente, terá que ser feita até 30 de Junho. Luiz Henrique Pompeo já vai levar 5% da transferência, a propósito da renovação, e seria o cúmulo se além destes 5% ainda levasse comissão na ordem dos 10% (a percentagem referência no mercado, nem sempre seguida). Mas não surpreende que assim seja, porque uma renovação e uma transferência no espaço de 1 ano dão muito trabalho. Depois, excluir 2,4M€ para a amortização contabilística pelo último ano de contrato aquando da transferência. Pela renovação, também uma dedução na ordem dos 2M€. Depois resta saber se há prémios de fidelidade no contrato de Jackson.

Considerando uma transferência na ordem dos 30M€, sobrarão 20/21M€ para contabilizar como mais-valias. Num cenário mais optimista como descrito pelo Rogério Almeida nos comentários, com Jackson Martínez saindo pelo preço da cláusula o valor sobe 5M€. Contando com 25M€ de Mangala e Defour, mais pelo menos 20M€ (menos não poderá ser) de Jackson Martínez, ficam a faltar pouco mais de 20M€ em mais-valias para 2014-15 (o valor pode subir pelo investimento em Hernâni). Um objectivo exequível, mas será preciso que alguém abra os cordões à bolsa para a regra do presidente não vender mais do que 2 titulares por época se cumpra.

De recordar que Jackson Martínez, tal como Danilo, serve de garantia no empréstimo com o Novo Banco de 27M€, que foi renegociado e que vence em Setembro. É, a par da renegociação do empréstimo obrigacionista em Maio (para 2019 ou 2020, forçosamente), o grande desafio da SAD para 2015 no que toca ao cumprimento das obrigações financeiras, sabendo-se que a receita a receber da PPTV também está encaminhada para o Novo Banco.

PS: Depois da derrota na Madeira, estávamos a 9 pontos. Duas semanas depois, estamos a 4. Em 2011-12, a 12 jornadas do fim estávamos a 5 pontos do Benfica, tínhamos que ir à Luz, duas vezes à Madeira, a Braga e receber o Sporting. Acabámos por ser campeões com 6 pontos de avanço. Faltam 14 jornadas para o fim de 2014-15. Que ninguém diga que é impossível. 

26 comentários:

  1. No ambito de mais valias, será tambem de esperar algo do Josue e do Carlos Eduardo (não tanto do Andres Fernandes, Bolat, Abdulaye, Lica)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez também do Ghilas e do Kleber. Sinceramente, penso que se devia vender o maior numero de emprestados possível...ou pelo menos tentar.
      Ter 20+ emprestados em que 90% não tem qualquer hipótese de voltar ao clube é ridículo, e com essas pequenas vendas ainda se consegue uns 'milhõezitos'.

      Eliminar
    2. Já chega de sermos irônicos e temos de escrever por nos próprios sou de 81 e ensino qualquer comentador de televisão e jornais até afirmo que deviam ser substituídos eu
      pelo menos não ando as costas de ninguém e é preciso dar trabalho aos mais novos e entendidos por isso e muito mais o meu clube so não é campeão se não tiver categoria para tal:::::::'v

      Eliminar
  2. Não percebi uma coisa, diz que com a transferência de Jackson não podemos arrecadar menos de 20M€ quando nos primeiros parágrafos afirmava que só com mais de um clube na disputa é expectável que a venda fique fechada por valores perto dos 30M€. Em que ficamos afinal?

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. O FCPorto, para além do Danilo e Jackson, poderá, em caso de haver uma boa proposta, vender Herrera. O grande investimento que espero ver na próxima época é nos ativos, já adquiridos pelo clube, no que concerne ao Brahimi e Aboubakar, este último sem muito pressa.

    ResponderEliminar
  5. E para substituto imediato? Leonardo Acevedo ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O ponta-de-lança dos Sub-19, que ainda nem na B jogou, para substituir o ponta-de-lança titular da equipa A?

      Aboubakar e Gonçalo, obviamente.

      Eliminar
  6. Péssimo exemplo dado pelo capitão. Já toda a gente sabe isto, não era preciso vir para os jornais dizê-lo mais uma vez. Juntando este ao outro que ainda nem conhecia a cidade do Porto e já falava em querer ir para o PSG, nota-se que temos um balneário cheio de vontade...mas não me parece que seja a de ser campeão...

    ResponderEliminar
  7. TD um bocado off-topic mas como se justifica que o Parma tenha sido comprado por 1 euro????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Simples: quem compra um clube compra também a dívida do clube. Dizer que o clube custou, por si só, 1 euro... Rir.

      Um exemplo, o RPS pagou pouco mais de 400 euros pelo Belenenses, mas a empresa dele também assumiu dívidas de mais de 7M€. O Parma tem dezenas de milhões de euros em dívida.

      Eliminar
    2. vou ali as distritais comprar um clube por 50 centimos...

      Eliminar
  8. http://deportes.elpais.com/deportes/2015/02/08/actualidad/1423426463_014455.html

    Deixo o link duma entrevista ao Lopetegui no jornal el país. A parte em que dizem que o Porto de mourinho era uma equipa de veteranos que se entrincheirava e não queria a bola matou-me. Estes espanholitos ganharam meia dúzia de competições e já se acham os melhores quando há 10 anos nunca tinham ganho coisa nenhuma. Dizem eles que é dificil o trabalho de lopetegui porque é um futebol completamente diferente que ele quer impor, com muita posse. Não viram certamente o Porto de vitor pereira que abusava mais ainda da posse de bola.

    Isto para referir o porquê de eu ter sido contra a escolha deste treinador. Nada contra ele, aliás até gosto de muita coisa no seu modelo de jogo, bem como das suas ideias, mas contiuno a achar que ao contrário de antigamente, qualquer estrangeiro que venha treinar para cá já entra com menos 7 ou 8 pontos por desconhecimento do que é o futebol português. É apenas e só por isso que não vamos isolado em primeiro lugar. Na minha opinião claro.

    Nota-se agora que o treinador está mais identificado com o nosso campeonato e ainda bem, é sinal de inteligência, tem aprendido e tem evoluido e vai bem a tempo de conseguir cumprir todos os objectivos para este ano.

    Portanto deixem-se de tretas, força nas canetas que o melhor é o FC Porto e normalmente os melhores ganham mais vezes. É isso que espero que aconteça até Maio, o verdadeiro mês dos melões.

    Cumprimentos e obrigado mais uma vez pela partilha das suas ideias

    Ps: Jackson será para sempre recordado como um dos melhores com o dragão ao peito, mas mesmo sabendo que ele vai sair é um facto que todos os anos são demasiadas entevistas a dizer que vai sair ou que quer sair... É nisto que o nosso clube se tornou. Culpa não é do Jackson.

    João Reis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que a grande questão não é o modelo de jogo mas sim a falta de objectividade que o porto tem em posse, mãs já foi muito pior...e tambem nota-se mais este problema com equipas mais fechadas.

      Eliminar
  9. E o Pionês? Dinamarquês?
    Com a sorte e os amigos do apito e o pragmatismo...duvido muito que o Fcp não perca pontos!
    Lopetegui conhece pouco o campeonato Pt!
    E nos jogos a doer....temos claudicado

    ResponderEliminar
  10. nao presisamos de gastar muito no verao, embora ja veja noticias de jogadores as paletes para vir, e podemos vender

    vendia estes:
    andres
    bolat
    danilo
    alex sandro
    marcano
    abdou
    herrera
    carlos eduardo
    josué
    sami
    djalma
    jackson
    kleber
    posso me ter esquecido de alguns

    plantel:
    GR: helton, fabiano
    LD:ricardo e vitor garcia
    LE:angel, (poderia haver rafa mas enfim)
    DC:indi, lichnov, maicon, reyes
    mdf: ruben e campana
    mc: sergio oliveira, andre andre
    mo:evandro, quintero (queria tanto o oliver, podia se tentar uma troca de jogadores com o atl)
    ex: brahimi, quaresma, adrian, hernani, ivo (b)
    pl- aboubakar, gonçalo, andre silva(b), podia haver ghillas
    talvez presisassemos de gastar dinheiro num lateral esquerdo, num outro medio centro, na compra de campana... nada mais

    ResponderEliminar
  11. O mercado dos PL está interessante ao ponto de dar algumas certezas relativas a uma saída de Jackson por +30M. Arrisco me a dizer que a marca dos 35M vai ser o valor do negócio.

    Isto porque o FFP não será um problema para as equipas que vão fazer parte do leilão... Serão todas inglesas.

    Arsenal e Man U vão ser os bidders de peso e creio que Jackson acabará para os lados de Manchester.

    ResponderEliminar
  12. Pegando na noticia de um dos jornais,creio que o record faz, em que tello esta protegido por 5milhoes. Esses 5 milhoes que o porto tem a receber caso o barça venha buscar o tello, entram nas contas das mais valias?

    ResponderEliminar
  13. Esquece as contas e esquece o ciclo de 3 amos. Existe uma coisa chamada trimming ele devis ter usado o mesmo, para dizer isto o Fernando já fez o mêsmo, a,diferença é que foi no final da época. O clube somos nós os adeptos não este bando de jogadores mimados. E depois vai sair para onde mesmo?

    ResponderEliminar
  14. Acho que o Jackson irá sair por no mínimo 30 milhões.
    Agora o que me preocupa é ver um CAPITÃO dar aquele tipo de declarações que quer e vai sair no final da época, será que não podia tar calado até o final da época, afinal é o capitão e tem de ser o exemplo. Próximo ano ou vem Moutinho ou Ricardo Carvalho pra capitão ou então seria o Ruben Neves...se o João Pinto foi capitão aos 18, ele também pode ser.

    ResponderEliminar
  15. A questão Jackson já está resolvida desde o último verão, altura que baixou a clausula de rescisão para ficar mais um ano no clube e a venda deve rondar mesmo os 35M€.

    Em rea«lação ao orçamento da próxima época deve ser coberto com a venda de mais um titular... já se fala de 30M€+Tello a titulo definitivo para o Barcelona, numa transferência agendada para Janeiro de 2016... Seria o ideal mas nada se sabe até estar concretizado.

    Agora penso que ao termos um treinados por mais de um ano e com um peojecto sério, está mesmo na altura de acabarmos com empréstimos de jogadores que andam a rodar só porque sim...

    Aproveitar o mercado para Ghilas, Carlos Eduado, Kleber, Josué, Walter e Djalma.

    Tentarmo-nos ver livres de Licá, Abdoulaye, Rolando, Varela, Opare, Izmailov e Bolat, nem que fosse por meio milhão de euros cada.

    E despachar Pedro Moreira, Sami e Ricardo, nem que seja irem para um outro clube a custo zero com 50% do passe a pertecer-nos, mas sem encargos salariais.

    Ainda na B é despachar Kadu (emp), Andre Caio, Diego Carlos, Siemann, David Bruno, Leandro Silva, Frederic Costa que nunca na vida terão qualidade para chegar à equipa A do FCP e para o ano vem uma nova fornada de juniores/juvenis a precisarem de local para continuarem a evolução, principalmente Ruben Macedo, Rui Pedro, Filipe Ferreira, Diogo Verdasca, Moreto Cassamá, Idrissa Sambú, Rui Moreira e Leandro Ruiz.

    ResponderEliminar
  16. Boa Tarde.

    Em relação às declarações se podiam ser evitadas? Sim. Para mais quando também é o nosso capitão.
    Mas isto não é surpresa para ninguém, que o Jackson no final da época vai sair, ele vai seguir o seu caminho, mas até lá como o Jackson diz que está concentrado no FCPorto, a ajudar o clube; tem feito golos, fazer jogar, e às vezes faz mais do que deve :) ( falha uns golitos mas quem não falha), mas o FCPorto continuará, aconteceu quando ficamos sem Falcao, como também com Hulk, e muitos mais.

    Em relação ao Jackson no final da época, se correr normalmente(golos e continuar a jogar bem), penso que haverá facilmente propostas 30M ou +. Os clubes que vejo que se puderam chegar-se à frente são Valência e Liverpool. O Valência já é um "alvo" de inicio da época jogador muito apreciado por aqueles lados e também pelo seu treinador, e Liverpool porque o Balotelli (um jogador de personalidade estranha para ser simpatico) nunca esteve à altura do Suárez, parece me que Liverpool está cá virado para o vir buscar. Estes dois clubes assentava que nem uma luva. Os restantes são Arsenal, Manchester United e Zenit. Arsenal com jeitinho ainda punham o Joel Campbell (aqui já estou a sonhar), e restantes dois como se sabe money.

    Enquanto isso, estarei apoiar o Jackson e restantes jogadores para seremos campeões!!!

    Já chega de colinho que os passarinhos estam a ter desde o ínicio, e contra os lagartos mais um, o jonas a dar umas mãozinhas no lançe de golo.

    Força Porto!!!

    Ps: É verdade que o Porto fez uma abordagem pelo Pione Sisto?

    ResponderEliminar
  17. Sinceramente acho que na prática houve um acordo com o Jackson (na altura da renovação) que ia sair neste ano. Compreende-se perfeitamente pois por um lado não caminha para novo, tendo em conta o desejo dele experimentar outros campeonatos, por outro o Porto precisa de fazer encaixes financeiros.

    Em resumo não me choca nada que ele tenha dito o que toda a gente (com 2 dedos de testa) já sabe tenho sim pena de um talento como o Jackson ter estado perdido tanto tempo pelos Jaguares...pergunto-me quantos jogadores com a situação semelhante ao Jackson andaram perdidos em campeonatos de quinta categoria à espera de uma oportunidade.

    ResponderEliminar
  18. já foi escrito aí acima... o único jogador capaz de gerar um bom encaixe sem comprometer muito a equipa é o Herrera. De Jackson tenho muitas dúvidas, o momento certo foi o verão passado com a chamada ao campeonato do mundo. Agora as luzes já não brilham tão intensamente.

    Há notícias sobre o novo patrocinador?

    ResponderEliminar
  19. "Em 2011-12, a 12 jornadas do fim estávamos a 5 pontos do Benfica (...) Acabámos por ser campeões com 6 pontos de avanço. Faltam 14 jornadas para o fim de 2014-15. Que ninguém diga que é impossível."

    Há só uma pequena diferença em relação a essa época. O Benfica nesse ano ainda estava na Europa. Sei que muitos vão cair na tentação de concordar com o que o Jesus disse hoje, que também já foi campeão a jogar na Europa, mas foi mais um comentário ao lado do Jesus. Como não poderia deixar de ser. Quando ele fala entra mosca e sai aquilo que a gente sabe. O Benfica ou o Porto já foram campeões jogando na Europa com o adversário directo fora da Europa e com quatro pontos de avanço no campeonato? Essa é que é a questão. E que me lembre isso nunca aconteceu. Foi exactamente por isso que o Jesus este ano pelo menos abdicou da Champions. E por aquele episódio este ano na conferencia de imprensa após o penúltimo jogo da Champions em que ele não sabia que o Benfica também já estava fora da Liga Europa, dá para ver que ele também não estava muito interessado nessa prova.

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.