quinta-feira, 14 de julho de 2016

Velocidade vertiginosa

É mais ou menos consensual que falta um extremo ao plantel do FC Porto para atacar a época 2016-17. Um extremo, ou o extremo. Mas que falta ali alguém, falta. Agora imaginemos que era possível contratar um extremo com as seguintes caraterísticas:

a) Alta velocidade;
b) Dono de assinaláveis recursos técnicos;
c) Muito destemido no momento de arriscar o um-contra-um;
d) Faz habitualmente a diferença;
e) Aparece com sucesso em zonas de finalização.

Parece, sem dúvida, interessante. Agora imaginemos que esse extremo já estava no plantel do FC Porto. E não se trata de Brahimi, Corona ou Varela. Trata-se de Zé Manuel, pois foi com todas estas caraterísticas que o reforço jogador contratado a custo zero foi apresentado no site do FC Porto, com destaque para esta frase: «Se o sistema da carta de condução por pontos se aplicasse nos relvados, Zé Manuel já teria perdido muitos por excesso de velocidade».

Sami  Zé Manuel
Nenhum portista vai poder ver essa velocidade vertiginosa de Zé Manuel no Dragão, pois já foi, sem qualquer tipo de surpresa, dispensado. Desde do primeiro dia que toda a gente sabe que Zé Manuel iria ser dispensado. Não é uma questão de adaptação, de esperar para ver, de afirmação tardia, de utilidade, de oportunidade de negócio... É simplesmente um jogador sem qualidades para jogar no FC Porto. E isso estava aos olhos de toda e qualquer pessoa que visse jogos do Boavista. Ou, pelos vistos, nem de todas. 

Ninguém, ninguém acerta nas análises a todos os jogadores. Mas há casos tão flagrantes, tão claros, que choca que possam ver o contrário. Não é por acaso que nunca ninguém imaginou que o FC Porto tivesse uma dupla de centrais formada por Sérgio Lomba e Alfredo Bóia. 

De todos os aspetos que possam tentar justificar esta contratação, nenhum se enquadra no campo desportivo. É até de questionar o porquê de Felipe e João Carlos Teixeira terem tido direito a apresentação no Dragão, com direito a foto com o presidente. Já Zé Manuel não teve direito ao mesmo tratamento. Apareceu por lá no primeiro treino, discretamente. Indisponibilidade do presidente para se apresentar ao lado de Zé Manuel (neste caso, Alex Telles não teve a companhia do presidente por Pinto da Costa estar de férias)? Ou ninguém se quis mostrar ao lado desta contratação?

Estamos a falar de um jogador que teve um contrato de cinco anos quando até tinha dificuldades para se impor numa equipa cuja concorrência era Luisinho ou Renato Santos. Quem achou que Zé Manuel era jogador para o FC Porto? Só resta uma teoria possível: era um pedido de José Peseiro e, com a saída do treinador, o Zé Manuel ficou ali caído nos braços. Os portistas questionam qual será então o propósito da contratação de Zé Manuel. Ou então o propósito terá sido cumprido no dia da assinatura do seu contrato.


Entretanto o FC Porto confirmou a contratação de Alex Telles. E é interessante ver a forma como o brasileiro se descreveu nas apresentação: um «lateral de vocação ofensiva», que sobressai nas «assistências, cruzamentos e nas bolas paradas». Ou seja, esta descrição é perfeita para... Miguel Layún.

Bom. Necessário?
Como se pode então enquadrar esta compra? É sabido que Nuno Espírito Santo prefere que os seus laterais deem profundidade, em vez de procurarem o jogo interior. Ora um dos pontos fortes de Layún é o jogo interior, o que faz com que Layún nunca vá conseguir exibir à direita a influência, em termos ofensivos, que tem quando joga à esquerda, por ser destro. Alex Telles (cujo custo leva o FC Porto, uma vez mais, a bater recordes - é a 4ª maior venda da história do Galatasaray, que nunca tinha vendido um defesa por tanto dinheiro) representa um perfil diferente, que se enquadra mais no que deseja o treinador.

Alex Telles é um lateral bastante razoável, de qualidade, uma boa opção. É muito rápido, sobe bem, apoia bem o extremo, progride com bola e procura a linha. E é um jogador que já está no mapa do FC Porto há 3/4 anos, na altura quando a Juventude, em parceria com o banco BMG, já negociava outros voos para o lateral, referenciado como possível sucessor de Alex Sandro. Ou seja, não é nenhuma descoberta de Nuno Espírito Santo, pois é um jogador já há muito conhecido pelo FC Porto. 

Mas embora que seja um jogador que cruza razoavelmente bem, Alex Telles faz poucas assistências e é um lateral que não tem golo (Layún marcou e assistiu mais esta época do que Alex em toda a sua carreira). Não é muito forte fisicamente e, por vezes, falta-lhe alguma agressividade e maior critério a soltar a bola. Terá capacidade para dar mais do que Layún deu em 2015-16? 

Até porque Alex Telles, quando se apresenta, destaca sobretudo o seu papel no ataque, não defensivamente. E há muitos portistas que consideram que Layún, defensivamente, não dá garantias. Resta torcer para que, no final da época, não estejamos a dizer o mesmo sobre Alex Telles: bom a atacar, inseguro a defender. 

Embora seja uma boa contratação, o timing lança naturalmente dúvidas. Isto porque a posição de lateral-esquerdo era das poucas que não estava carenciada no plantel. O FC Porto já estava servido, e bem, com Layún e Rafa (que sai depois de ter sido garantido, pelo presidente, que faria parte do plantel). Logo, se a SAD ainda vai investir 6,5M€ num lateral-esquerdo, escolham uma das quatro: a) má gestão de recursos; b) precaver uma venda de Layún a curto ou médio prazo; c) falta de confiança em Rafa; d) não falta dinheiro à SAD, por isso até pode começar por gastar 6,5M€ numa posição que não está carenciada. 

O FC Porto decidiu avançar para a compra de Layún no final de maio, numa altura em que já se limavam as arestas para que Nuno Espírito Santo fosse o novo treinador do FC Porto. Logo, comprando nessa altura Layún, o FC Porto já tem que saber que planos Nuno teria para ele no plantel. A contratação de Alex Telles não pode mudar nada.

Rafa era, é, um projeto perfeito para pegar de estaca no FC Porto. Vai jogar um ano no Rio Ave, um bom clube para rodar (mãos à obra, mister Capucho), embora considere que já estaria pronto para integrar e ter responsabilidades no plantel principal.

Só tem 4 meses de primeira liga, sim. É pouco? Bem, imaginemos que em 2009 o FC Porto teria achado o mesmo em relação a Cissokho. Não teria preenchido uma grande carência no plantel (na altura a concorrência era fraca, com Benítez e Lino - havia Fucile para jogar à esquerda); não teria tido um papel importante na luta pelo título; não teria feito jogaços contra Atlético e Manchester na sua estreia na UEFA; e não teria saído por 15M€. 

Com a diferença que Cissokho tinha pouca experiência de futebol sénior, sem grande percurso nos escalões de formação, enquanto Rafa está há anos, época após época, a demonstrar que tem tudo para ser o lateral do futuro. Oxalá que o futuro esteja reservado para o final da época, pois o presente já bateu à porta.

Boas vindas a Alex Telles, boa sorte a Rafa e felicidades a Zé Manuel, que nunca poderá deixar de estar grato o suficiente a quem o levou a assinar pelo FC Porto. Quem o fez viu o que mais ninguém viu e que ninguém chegará a ver. Velocidade vertiginosa, só mesmo na rapidez com que recebeu guia de marcha. 

31 comentários:

  1. bem extremo assim nao estou a ver no futebol mundial ou sera cr7?? o que nao percebo sao dispensas de rafa, gonçalo, e vamos ver quem mais. Layun nao vale 6M nem de perto nem de longe, herrera ainda ca esta, braimi tambem, marcano tambem, angel tambem, bueno tambem, adrian tambem, abou etc etc, os cancros entre aspas estao ainca da todos. So peço uma coisa que nuno nao faça aquilo que fez no valencia com alguns jogadores que segundo ele lhe tiravam a liderança do balneario, com isso pos toda a valencia contra ele, so isso que peço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem observado. Creio que aqueles que referiu, ou estão por teimosia ou ninguém lhes pega. Se nós vimos e não gostamos, haverá muito quem veja e também não goste.
      Ainda não vi nada que me possa aumentar as expectativas para a próxima época.

      Eliminar
  2. E o Josué volta a ser emprestado mais um ano... Afinal a mística está em mais jogadores estrangeiros e menos portugueses para lhes passarem o amor ao clube.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Josué não é jogador para o F.C.PORTO me desculpa

      Eliminar
  3. Espero que seja a opção b) precaver uma venda de Layún a curto ou médio prazo, mas não sei se acredito nisso... Mas se me dissessem, em janeiro vamos vender o layun por 10 ou 11 M e o Alex vem já ambientar-se e em janeiro volta o Rafa... E nessa altura quer o Alex, quer o Rafa já estavam num nível similar ou superior ao Layun, achava perfeito.... Mas já estou a romancear a coisa...

    Nesta altura estou muito curioso mas mais vale aguardar tranquilamente, senão é desta que fico totalmente careca ehehe

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Mais uma vez uma boa análise. Concordo com tudo.
    OFF Topic: TDD, já não vão fazer a análise aos emprestados?

    ResponderEliminar
  5. Alex Telles vai ser o extremo com essa carateristicas

    ResponderEliminar
  6. Vejamos que papel Telles terá.
    É muito complicado perceber esta compra.
    Ou Telles, ou Layun deverão de treinar mais a sua componente defensiva, porque, acho que um deles deverá jogar a extremo ou médio.
    Ainda bem que Zé Manuel veio de graça. Ou houve algum tipo de custos na vinda dele, Tribunal do Dragão?

    Abraços.

    ResponderEliminar
  7. Meus queridos portistas, PC e seus comparsas não são recicláveis, pois sabem que o fim está próximo e é necessário aproveitar ao máximo o tempo que resta. Culpa tem os chamados notáveis que não forem capazes de se assumir como alternativa. Zé Manel e apenas mais um dia que rendem ais comissionistas. Fora PC e seus comparsas

    ResponderEliminar
  8. Boas tribunal. Após a ressaca do pior europeu de que há memória cá estamos de novo de regresso ao nosso futebol. Estando nós naltura de compras e vendas, preocupa me muito o andar da carruagem do Porto. Compras no mínimo duvidosas excepção feita ao João Teixeira e vendas nem vê las. A poucas semanas de o Porto disputar o acesso à liga dos campeões o Porto continua com um plantel muito indefinido. Continua com varelas,maregas, coronas, índis, marcamos, brahimis e mais uma panóplia de jogadores que nem sequer tem lugar numa equipa da distrital.com todo o respeito que tenho pelas mesmas. Aquando da eleições do Porto PINTO da costa teve umas entrevistas que deixavam antever mudanças no clube. O que é que eu disse após o tribunal fazer um artigo sobre as mesmas? Que apenas foram promessas de campanha eleitoral. Não mudou nada. Rigorosamente nada. Apenas de treinador. E fraco. Portanto será mais uma época de ganhos zero, humilhações. Continuo a dizer a pior coisa que poderia ter acontecido ao clube foi o pai fazer as pazes com o filho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Corona e Brahimi não tem lugar numa equipa de distrital???? Antes de comentar, talvez fosse melhor tentar ver um ou outro jogo de futebol para tentar perceber esta modalidade. Cumprimentos.

      Eliminar
    2. Cândido COSTA aos 89 minutos do jogo que o Porto realizou hoje na Alemanha: " joguei com jogadores na champions league que provavelmente poderiam ter qualidade para estar lá ou não. Joguei com jogadores da distrital com capacidade para jogar na champions league."

      Eliminar
    3. O pior europeu?!?!?! És tu Pierre ?

      Eliminar

  9. Sobre o Alex Telles, está próximo do Alex Sandro, mas mt longe das caracteristicas do Layun, opinião pessoal, será um reforço. Quanto ao valor da transferencia parece-me um bom negócio os 6,5 M€, tem 23 anos, e três temporadas de experiencia no Futebol Europeu. Recordo que o Alex Sandro custou em 2011 9,6 M€, tinha então 20 anos, e nem conhecia a Europa, Sandro, em 2015 gerou um encaixe de 26 M€. Se o Telles se confrrmar como reforço, comparativamente ao Sandro, será o negócio Telles mais interessante, e com menor risco. Se foi o 4º melhor encaixe do Galatasaray, pode o Telles, tal como o Sandro mais do que triplicar o seu valor no FC Porto!

    Layun. Não sei, não sabemos se sera requalificado noutra posição, todavia, a sua polivalencia (na Copa América fez 3 posições distintas), aliado à sua maturidade, pode agradar a algum tubarão na Europa, e eventualmente, ser gerador de um interessante encaixe!

    Rafa Soares, quanto a mim, estava no ponto para regressar, e fazer parte do Plantel principal do FC Porto. Vejam o que fez o NES com o jovem lateral Gaya em Valencia, e opinião pessoal, o Rafa supera o Gaya em termos de qualidade, se acrescentarmos outro "pormaior", o Rafa pode ser inscrito pelo FC Porto nas provas da UEFA na Lista B. Bom, com o Rio Ave na Liga Europa, o Rafa pode aumentar o nível competitivo, subir mais um patamar, para definitivamente regressar ao FC Porto!

    A talhe de foice, o FC Porto, nas ultimas 10 temporadas, balizadas entre 2006/07 e 2015/16, só em laterais, gerou encaixes acima dos 100 M€, valor notável para as laterais, recordo os seus nomes : Bosingway, Cissokho, Alvaro Pereira, Danilo e Alex Sandro!

    Relativamente à lateral esquerda, o Sub 20 do S Paulo Inácio envolvido no negócio Maicon, irá maturar na Equipa B, e caso Layun possa ser transferido, o jovem brasileiro poderá subir (todavia, preferia nesse cenário o Rafa).

    PT

    ResponderEliminar
  10. Já é demais! Este negócio foi apenas mais uma excelente forma de roubar o clube e retirar comissões limpinhas para a corja que agora só pensa em dinheiro e deixou a busca da glória! Pior é, quando um presidente dá a cara a dizer que um jogador fica e depois nem hipóteses tem!

    Quanto à política de empréstimos e saídas, não há palavras. Como não conseguem ganhar dinheiro em comissões a vender a m.... que aqui puseram, compram outros para receber o que querem. Os miúdos, como não têm retorno imediato, são emprestados para arranjar maneira de comprar mais excedentários e receber mais algum!

    Não vai ninguém preso? Só quando nos passarmos a chamar Porto 1893?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o que também me pergunto, nenhum destes criminosos foi ainda detido??

      Eles estão por trás da Doyen, outros são accionistas do BMG mas...qd chegaram ao FC Porto n tinham nem um milésimo.

      Dirigentes milionários e o clube já nem o fair-play financeiro cumpre

      Eliminar
  11. Mais uma contratação que faz pouco sentido... centrais e extremos nem vê-los... arrumar a casa muito menos, não estou a gostar nada desta pré-época e é preciso não esquecer que temos pré eliminatória da champions à porta.

    Gostava de ver um esboço do plantel!

    E como já disseram em cima, gostava também de ler a vossa análise aos emprestados da época passada.

    Obrigado pelo vosso trabalho

    ResponderEliminar
  12. A hipotese de que isto aconteceu porque se espera uma venda de Layun nao "pega" - se tal fosse o caso o Rafa ficava no plantel e passaria a ser o suplente de Telles apos a venda de Layun.

    Uma hipotese que o TDD nao refere e que NES ja esta a espera que Layun va jogar a extremo (que joga mais por dentro no seu modelo) e que pode sempre dar uma ajuda a lateral esquerdo se Telles se lesionar...

    Enfim julgo que a verdadeira razao tem a ver com quanto em comissoes se fez com mais esta compra e quem as recebeu...

    ResponderEliminar
  13. Queria dizer que acho vergonhoso a aquisição de ze manuel, um jogador que TODOS sabiam que não tinha qualidade para jogar no FCP. A descriçao que é feita no site é atirar areia para os olhos dos adeptos....e mostra bem que a direçao não está minimamente incomodada com as críticas apontadas no passado, contratações sem qualquer nexo continuam..

    Quanto ao Alex Telles, concordo que haveria posiçoes mais carenciadas mas não deixa de ser um bom reforço, foi considerado o melhor lateral do brasileirão, tem experiência europeia e é jovem. Penso que Layun poderá ser muito útil como médio ala principalmente em jogos de maior dificuldade assim como permite uma rotação nas laterais mantendo uma qualidade elevada. Recordo que maxi não vai para novo e acabou a época de rastos, além disso o plantel não tinha ninguém para fechar a ala nos jogos grandes, tirando o varela, os extremos pouco defendem. Acho muito bem que se aposte nos jovens mas é preciso deixa Los crescer, Pensar numa defesa com Victor Garcia e rafa, como muitos defendem, diante de um Barcelona, Bayern, Real... Etc é querer continuar no buraco.

    Quanto a rafa, concordo com o seu emprestimo, tem apenas 6 meses de 1'liga e numa equipa que desceu de divisão, acho que irá evoluir muito mais sendo titular numa boa equipa, que jogará a liga Europa do que ficar no Porto a jogar na taça liga.
    O mesmo se aplica ao Gonçalo Paciência.

    O TdD está em condições de comentar a situação do Leonardo Ruiz? Nem é plo rumor Sporting, mas sim pla possível saída de um jogador que apresentou muita qualidade e bons registos

    Cumprimentos
    Neves

    ResponderEliminar
  14. Rua xulos! Obrigado por 87 e 2004 mas o Porto precisa de sangue novo. Antero, Reinaldo, PdC, o Alexandre impedido de entrar num raio de menos de 500m do dragão (incluindo VCI para se lixar no trânsito). Só há uma forma do Porto ser Porto. Com Portugueses e alguns estrangeiros de qualidade inquestionável. Enquanto houver Marega, corona, Brahimi, Adrian, Bueno, Marcano, Indi, Angel, Evandro e Aboubakar não vamos lá. As selecções jovens desde a sub17 à sub20 andam há 5 anos em todas as finais. Os portugueses do plantel são medianos - André André é raçudo mas está ao nível de um Costa 80% dos jogos e de um Moutinho em 20%. Limpeza! Ou fazemos depois desta porcaria de ano ou viramos o benfica do Damásio.

    ResponderEliminar
  15. Bom artigo como é apanágio deste blogue. Vamos saltar por cima destas trapalhadas de início de época e esperar pelo resultado do estágio. Abraço

    ResponderEliminar
  16. Bernard tem um pouco essas características, mas o seu passe deve ser demasiado caro

    ResponderEliminar
  17. Boas !
    Estive a ver as equipas que o Nuno apresentava no Valência e, apesar de na teoria ser um 433, muitas vezes a equipa jogava em 4231, e assim faz sentido as opções até agora tomadas, uma vez que, não me parece ser tão necessário esse extremo com as tais características enunciadas pelo TDD. Se jogarmos com médios alas, e não com extremos puros, até porque o único extremo de 433 que temos é o Hernani ( já nem conto o Varela ). Ora em 4231 com médios alas a flectir para o meio, com um segundo avançado atrás do ponta de lança, tal como o Rodrigo fazia no Valencia, podíamos ter uma equipa deste género.
    Iker, Telles,Reyes,Indi,Maxi,Danilo, Herrera, Layun, Brahmi,Corona, Aboubakar.
    Sá,Indi,Felie,Reyes,Layun,Ruben,André André, João Carlos Teixeira, Otávio, Quintero/Bueno, André Silva

    Jogadores interiores caídos para as alas a fazerem movimentos interiores e passes de rutura, com um médio ofensivo/segundo avançado no apoio ao ponta de lança.
    A qualidade na posição de central, na de médio box to box pode ser aumentada, mas nas outras penso que estamos bem servidos

    ResponderEliminar
  18. Eu cá conheço um extremo assim... o Layun!!
    Se não defende bem, a atacar é um senhor. Para mim era o extremo que faltava. Layun a extremo e tâ feito

    ResponderEliminar
  19. A situação do Rafa e até do Victor Garcia, mas em especial o Rafa roça o absurdo.
    Além do Presidente o ter dado no plantel quando "sabia" que o Peseiro não ia ficar e agora despachar o rapaz para outro clube gastando 6,5M numa posição que "estava bem preenchida" e quando só contratamos ainda um central... Inexplicável. Devemos de facto estar a nadar em dinheiro. Antes que a época comece assumo que estou em total desacordo com a gestão do Plantel e crente que vamos continuar na mesma senda de vícios e negociatas que não colocam o interesse do clube acima de tudo.

    ResponderEliminar
  20. O Fcp vai atacar o título com este PLANTEL ? Ok, querem enganar quem?
    O problema está numa Sad, dividida e com os responsáveis a dormirem à sombra do passado!

    ResponderEliminar
  21. Talvez eu não perceba nada de futebol, é certo, mas coloco uma questão:
    Tínhamos Maxi, Layun, Vitor Garcia e Rafa. Despachamos Garcia e Rafa, compramos Alex Telles e...adapta-se Varela a def. direito? Mas anda-se a brincar com o clube?

    ResponderEliminar
  22. Se a SAD afirma no ano passado que bateu no fundo e este ano apresenta DUAS contratações, das duas uma: ou mudou de ideias e acha que a época passada afinal até foi razoável ou então não tem capacidade para dar a volta ao bater no fundo e tem de dar lugar a outros. Não podemos continuar a achar que o PdC vai sempre fazer tudo bem pq já se viu que não.

    ResponderEliminar
  23. Estou me a lembrar de 2 extremos com essas características, carrillo e zivkovik!

    O que têm em comum?
    Assinaram com o Benfica mas foram processos muito demorados, porque não se tentou uma jogada de antecipação?
    O carrillo já se sabia que iria sair livre, o zivkovik é um dos extremos mais promissores da Europa e segundo os números conhecidos, não custaram nenhuma fortuna.
    Se a estes 2 juntarmos Sálvio... A diferença nas alas para nós é abismal!
    Já para não falar no cervi e no Alan ruiz que também parecem ter qualidade.

    O que se passa com a prospeção e poder de antecipação do nosso clube? De repente fomos ultrapassados plos nossos rivais.

    Neves

    ResponderEliminar
  24. Olá, sou Sportinguista, mas sigo este blog há algum tempo. Parabéns pela qualidade de análise. É a primeira vez que decido comentar num blog de um rival sem ser para meter nojo :)

    Sigo Rafa desde os sub-19, quando perdemos muito injustamente a meia-final com a Sérvia, vi-o nos Bs contra o Sporting e acompanhei-o em Coimbra, porque tenho laços com a Académica, e acho simplesmente que lutava pela titularidade em qualquer clube do campeonato. Aliás, quem me dera tê-lo no Sporting. Para mim é a posição em que estamos mais carenciados e é um lateral completo e um jogador inteligente e mentalmente forte. Material de seleção.

    SL

    ResponderEliminar
  25. Boas TdD depois de tudo o que foi escrito aqui também concordo com a discordância total da criação deste plantel... Rafa emprestado por amor de deus? Ricardo Pereira ainda em França e ficamos com o Maxi oh vai-me a loja, tudo bem o gajo é raçudo e esforçado mas ve-lo com a nossa camisola e aquele numero enoja-me e mais ele ataca bem mas qd chega a hora de correr para trás ta quieto e isso desiquilibra muito a equipa. Centrais a Porto? é mito, anda um certo Ricardo Ferreira no Minho e preferimos Marcanos, Reyes, E por ai fora.... Varela ainda no plantel?nem nos Unidos ao pé descalço tem lugar. Brahimi é craque mas falta-lhe uma coisa muito util a todos os Seres humanos, cérebro... Aboubakar é bom moço mas não tem personalidade p dar um grito de revolta. E o que mais me enoja é a coleção pornográfica de excedentários que o clube tem a meu ver. Mais valia aceitar a perda de dinheiro e limpar aquilo tudo... ghilas,Marega,Licá, Ricardo Nunes, Fabiana, Abdolaye, J. Angél, Marcano, Mikel, Suk, Evandro e muitos mais que nem sequer me lembro....
    Seja como for continuo a torçer pelo Porto mas com um grande nó na garganta por não ver um plantel a porto e com esses srs por ai a fazer de conta que jogam a bola...

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.