terça-feira, 17 de maio de 2016

Uma questão para a France Football e um prémio

Portanto, Pinto da Costa quer Vítor Pereira (perante a eventual indisponibilidade de Jorge Jesus), Antero Henrique quer Marco Silva... e Alexandre Pinto da Costa quer Paulo Sousa. Foi isto que a France Football escreveu. Uma notícia que merece particular curiosidade por ter sido escrita por Nicolas Vilas Boas, um jornalista luso-descendente que tem alguma proximidade com o FC Porto.

E disto, aquilo que mais curiosidade desperta não é saber quem vai ser o treinador do FC Porto para 2016-17. É saber por que raio Alexandre Pinto da Costa teria opinião nesta matéria.


De um lado temos o presidente do FC Porto, que tem sempre a palavra na escolha do treinador. Do outro temos o recentemente promovido a membro do Conselho de Administração e diretor-geral da SAD. E por fim temos um empresário que, de acordo com o próprio Pinto da Costa, é um «agente independente», que exerce a sua função de empresário livremente e sem qualquer ligação ao FC Porto. 

Então, temos que perguntar à France Football: por que haveria de interessar a opinião de Alexandre Pinto da Costa sobre o futuro treinador do FC Porto? Vão perguntar aos restantes 200 e tal empresários do futebol português quem é que eles gostariam de ver no FC Porto? Seria um exercício de rigor. Se a opinião de Alexandre Pinto da Costa é importante, também deveriam perguntar a todos os outros empresários que estão registados na FPF. Uma questão de coerência. 

Neste momento, discutir sobre quem será o futuro treinador do FC Porto não é mais do que especulação. Há dois anos, passou-se o mês de abril a debater a sucessão de Luís Castro, enquanto Lopetegui já andava no Dragão a ver os jogos e a tirar notas. 

Que se repita a história, até porque por esta altura a SAD já tem que saber se José Peseiro fica ou não. Pinto da Costa disse, e bem, que nenhum treinador pode estar dependente de uma final de uma Taça de Portugal, pela imprevisibilidade que 90 minutos podem ter. É verdade. Mas isso serve para o bem e para o mal. Jesualdo Ferreira acabou 2009-10 a ganhar 10 jornadas consecutivas e conquistou a Taça de Portugal, mas a decisão já estava tomada. Que volte a ser o caso com José Peseiro. 

Entretanto, algo que merece a nossa curiosidade. Nuno Vicente está longe de ser um dos melhores árbitros assistentes em Portugal. Na verdade, tem sido dos piores. Depois de ter sido 23º classificado em 2013-14, na última época foi o 38º classificado. 
Nuno Vicente

Mas Nuno Vicente tem sido injustiçado e tem uma visão periférica. Por exemplo, no Benfica B-Freamunde, em que o Benfica B desceria de divisão se não ganhasse, conseguiu ver o que mais ninguém viu: quando o marcador estava 0x0, disse a Bruno Paixão que a falta que ele tinha assinalado fora da grande área era, afinal, penalty. E reparem que ele nem sequer era árbitro auxiliar: era quarto árbitro. O bandeirinha não sugeriu a Bruno Paixão que mudasse a sua decisão, mas o 4º árbitro, que nem sequer acompanhava a jogada, decidiu fazê-lo. Brilhante. 

Hoje recebe o prémio merecido: foi nomeado para a final da Taça da Liga... como árbitro assistente. E adivinhem quem será o 4º árbitro: António Godinho, precisamente um dos assistentes no Benfica B-Freamunde. Mas o árbitro, desta vez, não é Bruno Paixão... mas sim o wonderboy Fábio Veríssimo, um dos internacionais promovidos por Vítor Pereira contra as diretrizes da FIFA.

Vítor Pereira merece deixar o Conselho de Arbitragem em ombros. Há quem diga que merece um lugar no Museu Cosme Damião. Discordemos: merece é que abram o Museu Vítor Pereira, e que metam lá os troféus conquistados pelo Benfica durante o seu mandato no CA. 

15 comentários:

  1. Muito boa a exposição sobre os laureados da arbitragem, complemento perfeito para o que acabei de escrever no blogue.

    Abraço portista,

    LAeB : Do Porto com Amor

    ResponderEliminar
  2. Gostava que fosse alguém para a FPF e para a APAF que regulamentasse as coisas de forma a que estes artistas não tivessem possibilidade de fazer truques destes. Em favor ou desfavor de ninguém. Porque parece-me que sai VP e vem aí mais do mesmo.

    ResponderEliminar
  3. algum comunicado ou um simples comentário de alguém da sad acerca deste assunto???? digo da sad porque o presidente esse ainda nem deve ter dado por ela.........

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. danos colaterais do apito dourado, caladinhos e sossegadinhos ou jaula..

      Eliminar
  4. Fontelas vai ser a sequela...o nosso clube e sad, andam a DORMIR!

    ResponderEliminar
  5. A censura na imprensa lisboeta não permite relatar e divulgar estas poucas vergonhas. É preciso que o Porto Canal fale abertamente nisto e se deixe de luvas cor de rosa.

    ResponderEliminar
  6. O problema é que a máfia lampiã já tem tantos tentáculos que é quase impossível de derrubar. Porque não é só o futebol, são também as modalidades, viu-se no andebol ou no hóquei, basta atentar às palavras do Tó Neves... Eles têm a imprensa toda, que é o maior poder do mundo. Eles vivem da droga, dos vouchers, de escolher árbitros, de falcatruas com os bancos, de armas no estádio... É nada acontece... O que diz o Jorge Coroado acerca dos árbitros que emanam dos NN nada vale, assim como nada vale o que diz Março Ferreira acerca dos telefonemas que recebia. Isto não se combate com lirismos, malta... Mas eu também não sei o que fazer. Desportivamente sinto-me de pés e mãos atados e nada otimista...

    ResponderEliminar
  7. Enquanto não tirarmos da SAD Antero Henriques (criminoso????) Fernando Gomes (por onde passou deixou sempre marcas de péssima gestão) e Adelino Caldeira (que inundou as empresas do FC Porto com familiares incompetentes) o nosso destino continuará a ser cinzento...

    ResponderEliminar
  8. Eu pessoalmente dando aqui a minha opinião, viria o Vítor Pereira para treinador.

    Quanto aos árbitros, digo que enquanto alguns seres "humanos" estiverem vivos, os esquemas irão continuar.

    ResponderEliminar
  9. Quanto à primeira parte do post, de acordo... já tem que estar decidido, para não dizer que José Peseiro, quando chegou, já sabia que não era por mais tempo.

    Quanto à segunda parte, é mais um escândalo. Se não são vocês a "por a mão na ferida", infelizmente ninguém no nosso clube o faz.
    Somos menos? Estou em paz com isso, "poucos mas bons", como se costuma dizer. Mas ficar em silêncio como se fazia quando o Salazar andava por aí? é mais de meio caminho para a desgraça.... o país anda anestesiado com o suposto sucesso do clube do regime e todos se esquecem de olhar para estes factos demonstrados. Espero que os Portistas agora virem as atenções - ou críticas - para fora e deixem o clube trabalhar em paz. O "aperto" foi feito, agora vamos deixar trabalhar.

    Parabéns pelo blog.

    Ruca

    ResponderEliminar
  10. estas notícias vão aparecer todos os dias até à final da taça, e no próprio dia veremos qual será a portada de abola e record..
    ganhando o FCP a taça, já se sabe que as respectivas portadas serão de uma mega transferência dos papagaios ou contratação de uma mega estrela.
    não sei nem porque estas coisas nos incomodam ainda.

    e alguém fica admirado com estas nomeações da arbitragem?

    ResponderEliminar
  11. 1. Parece-me normal a obtenção de conselhos/opiniões/argumentos antes de uma tomada de decisão.
    2. Também me parece que a decisão já estará tomada.
    2. Peseiro afirma que quer ser campeão no Porto. E se a decisão for ele ficar?

    ResponderEliminar
  12. Exmo TdD,
    gostaria de saber a sua opinião em relação ao fairplay financeiro.
    Que soluções temos em cima da mesa?
    Operação EuroAntas again?

    Excelente blog informativo

    ResponderEliminar
  13. Ouço vezes e vezes sem conta da boca dos lampiões, coisas tipo, "fruta","apito dourado" etc... Não sou ingénuo ao ponto de acreditar que aqui e ali não houve uma "mãozinha", afinal estamos em Portugal onde a corrupção está em todo o lado e em todas as áreas da nossa vida, mas gostaria de saber para quando um "apito encarnado" onde apareçam nos jornais,TVs etc... Os campeonatos dos túneis, os sumaríssimos, os colinhos, que se já não bastassem na A agora TV na B etc...

    ResponderEliminar
  14. Tenho pensado muito neste problema do treinador. Quem não tem?!
    E o problema é mesmo esse, estamos a começar a ter demasiado tempo para pensar. Já devíamos, na minha opinião, ter este processo muito mais adiantado, neste momento, afinal falta apenas um mês para a época começar.
    Mas adiante, o que tenho eu andado a pensar?
    Tenho ouvido falar o pessoal, tenho lido comentários de muita gente e a opinião generalizada é a de que ou contratamos um português, com conhecimento do nosso campeonato, com identificação com o clube, etc, ou estamos arrumados.
    Dei-me ao trabalho de analisar mais a fundo esta teoria, de a analisar à luz do que se passa genericamente no futebol mundial, mas fundamentalmente do europeu, de a analisar à luz da valia dos fazedores de opinião que semana após semana, quais Vendilhões do Templo, procuram nas televisões, rádios, jornais e redes sociais, tentar passar a "muito pouco facciosa" teoria de que o treinador português é que é. De que os treinadores portugueses estão a anos luz dos demais. Mas afinal porquê?! Qual o predicado que o treinador português tem, que aos outros escapa?! Qual o interesse do lançamento deste tipo de teoria pelos mesmos que dia após dia tudo fazem para enterrar o Nosso Grande Clube e desviar os holofotes lá mais para sul?!
    Não será, que nós mesmo, Adeptos fervorosos, do FC Porto nos estamos já a deixar levar por estas teorias? Não será que estamos nós mesmos a cair na rede que tão ardilosamente nos estão a querer lançar?!
    Eu mesmo me confesso, tinha como minha preferência inicial, Vítor Pereira, também eu, um pouco iludido com esta teoria, ao mesmo tempo que queimado com a recente passagem de Julen Lopetégui pelo nosso banco.
    Pois é, mas, tal como comecei por dizer, estamos com demasiado tempo para pensar nisto tudo e como tal, mudei de opinião.
    Baseei-me no facto de querer uma equipa sólida. Com uma defesa segura, de querer uma voz autoritária, um treinador que estude os adversários ao pormenor e que não despreze nenhum pormenor. Procurei um treinador que para além disso seja conhecido por apresentar um futebol atraente, que, se possível até tenha já sido distinguido com algum prémio, entre os seus pares, por em determinado clube, ter excedido as expectativas. Já agora, um treinador com alguma experiência e que nos clubes por onde tem passado, tenha mais vitórias do que empates e derrotas somados e com uma média de golos marcados superior a 1,5 por jogo. Para além disso, convinha que fosse um treinador que estivesse livre de compromissos neste momento. Deixei a questão da nacionalidade de parte. Depois lembrei-me de um treinador que tenho vindo a seguir desde prái a época de 2009/2010 e cujo futebol me agrada muito. Que até lança jovens nas suas equipas. Alguns até que ninguém arriscou lançar no NGC.
    E o meu escolhido seria:
    - Rudi Garcia.

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.