quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Três semanas depois

Três semanas após o último post, as contas do plantel do FC Porto só tiveram subtrações. Desde a confirmação da compra de Alex Telles, Nuno Espírito Santo tem passado as semanas e jogos de pré-época a riscar quem considera que não serve, quem realmente não serve, a treinar quem no dia seguinte poderá já não estar no clube e à espera de reforços seus.

Não surpreende, na medida em que era facílimo prever, através do orçamento projetado para a última época e do R&C do terceiro trimestre, que não haveria compras significativas no FC Porto enquanto não houvesse vendas (desde a saída de Alex Sandro que o FC Porto não gera uma mais-valia considerável). É normal que os adeptos questionem, então, como é que Alex Telles e Felipe chegam por mais de 12M€. Simples, negócios com condições específicas, só possíveis através de determinado parceiro. E esperamos que, com a chegada de Alex, a defesa do FC Porto não se torne numa escola de samba, como dizia Pedroto.

De certa forma, até também por ser tratar de uma operação ligada ao BMG (em forma nesta pré-temporada), fazem lembrar o caso de Otávio, um dos jogadores que mais têm agradado na pré-temporada. Otávio assinou contrato no final de agosto de 2014, mas no seu primeiro ano não custou um cêntimo ao FC Porto. Assinou não porque a SAD tivesse disponibilidade para investir no jogador naquele momento (até porque não era um pedido do treinador), mas porque permitia assegurar desde logo um miúdo com talento, sem grandes implicações financeiras no ano que se seguia (algo que por vezes pode correr mal, como foi o caso com Adrián López, mas estava em causa um valor bem mais reduzido), e negociando com parceiros habituais. 

Entretanto, no segundo trimestre de 2015-16, a SAD pagou os 2,5M€ (correspondentes a 33% do passe - a SAD tem agora 32,5%) ao Coimbra Esporte Clube, clube usado pelo BMG para transferir jogadores. Otávio não deixará nunca de ser um jogador caro (os 2,5M€ por 33% do passe não significam que o jogador estava avaliado em 7,5M€ - era ainda mais caro, pois a opção de compra de mais 35% do passe é de 5M€), mas foi um exemplo de um negócio sem custos imediatos, conseguido só através de determinada parceria.

Além de Felipe e Alex Telles, só Miguel Layún foi comprado para a nova época (João Carlos Teixeira, uma aposta interessante, chegou a custo zero e Zé Manuel, o dono da velocidade vertiginosa, foi uma contratação que só pode envergonhar quem o levou para o FC Porto). A opção de compra por Layún previa que o FC Porto teria que pagar 3M€ agora e mais 3M€ até o final de 2016-17. Valia bem o investimento, tendo em conta que o FC Porto já poderia ter lucrado com Layún (numa espécie de Iturbe-Hellas-Roma). Se não o fez, é porque tem bons planos para o jogador.

De resto, ainda não houve compras, mas houve saídas de jogadores que haviam sido anunciados como reforços. Depois de Rafa, foi a vez de Josué e Hernâni receberem guia de marcha, deixando assim Otávio como o único jogador prometido por Pinto da Costa que vai, de facto, integrar o plantel principal. E não deixa de ser (pausa para encontrar a palavra mais apropriada)... Discutível como é que, da equipa do FC Porto B que ganhou a Segunda Liga, não há nenhum jogador promovido definitivamente à equipa A (Chidozie e André Silva foram promovidos a meio da última época).
Contrato até 2019

Mas as dispensas mais recentes - Josué, Hernâni e Quintero - merecem uma análise mais profunda. Começando por Hernâni, jogador cuja contratação ao Guimarães foi na altura avaliada negativamente pel'O Tribunal do Dragão, por considerar que Hernâni estava para aquele Guimarães como Licá estava para o Estoril. Assim foi, sem surpresa, pois Hernâni nunca revelou ter caraterísticas para jogar no FC Porto, nem para valer o investimento de mais de 3M€. Há muitos portistas que tinham/têm algum apreço por Hernâni, mas talvez por de facto nunca ter tido assim tantas oportunidades. Ainda assim, não é surpresa nenhuma que esteja desde já condenado a empréstimos sucessivos. O FC Porto, em alguns casos, tem-se deixado entusiasmar muito por pouco com alguns jogadores em Guimarães. Assim foi com Tiago Rodrigues, assim foi com Hernâni. Que não se volte a cometer o mesmo erro já neste mercado.

Contrato até 2017
O caso de Josué também tem um desfecho previsível, mas por motivos diferentes. É um jogador com qualidade e caraterísticas que são úteis para ser ter num plantel. Mas o FC Porto decidiu prescindir dele, e após três empréstimos diferentes, Josué tem todo o direito de recusar um quarto. E fossem todos assim: não faz sentido o FC Porto andar a renovar sucessivamente com jogadores para os emprestar. Que haja mais Hugos Leais - após meio ano cedido à Académica, percebeu logo que não tinha futuro no FC Porto e quis sair, apesar de ter mais três anos de contrato. E a única coisa que pediu para rescindir foi três lugares no camarote, abdicando de todo o dinheiro que teria a receber. E seguiu o seu caminho. 

Veja-se o exemplo de Mikel, que já tem mais renovações de contrato do que jogos na equipa A. Ou Abdoulaye, que anda desde 2010 a ser emprestado e que voltou a renovar contrato para continuar a rodar por outros clubes. Lá para 2024 deve estar no ponto para resolver os problemas na defesa.

Josué está no seu direito de não querer renovar. Vai fazer 26 anos, já fez três empréstimos, já fez parte do plantel principal e, neste caso, ouviu da boca de Pinto da Costa que iria fazer parte do plantel. Quem tem que decidir quem faz parte do plantel é o treinador, não é o presidente, mas Josué cresceu num FC Porto em que a palavra de Pinto da Costa sempre foi sagrada e suprema. Se ouve o presidente garantir-lhe um lugar no plantel e acaba dispensado, é normal que não sinta motivação em renovar. Josué, provavelmente, nunca conheceu um FC Porto em que a palavra de Pinto da Costa não fosse cumprida. 

Se marcou na final da Taça, a culpa foi de quem o deixou ir para Braga, pois um jogador, quando está em campo, defende a camisola que tem vestida, não o clube que tem o seu passe. Josué poderia ser útil ao plantel, embora dificilmente tivesse espaço cativo na equipa titular. Resta tentar garantir o melhor encaixe possível com uma venda imediata - eventualmente garantindo uma parte significativa de uma futura transferência, pois é um jogador que se pode valorizar, e estando a um ano do final do contrato nenhum clube vai querer pagar muito por ele.

E com isto chegamos a Quintero, com vontade de bofetear uma cabeça que não faz jus aos pés que tem. Nuno Espírito Santo tentou, mas Quintero não quer saber. Sobra a questão: como é que, desde 2013, houve tanta incapacidade em antecipar que Quintero era um caso perdido e o porquê de tanto investimento progressivo num jogador que não correspondia?

Contrato até 2021
O caso mais preocupante já nem é a compra dos restantes 50% do passe, por 4,5M€, durante a curta (e única) boa sequência de jogos que Quintero fez com Lopetegui. O problema foi, em janeiro, renovar com Quintero por mais 4 anos, para ele logo depois ser afastado pelo Rennes. Foram cerca de 10M€ investidos num jogador sem retorno. E a renovação de contrato já não vai ao encontro da teoria da proteção do investimento, pois a SAD já pagou tudo o que tinha a pagar por Quintero. Concluir que Quintero não ia a lado nenhum era algo que deveria ter acontecido antes de se renovar por mais 4 anos e ter mais despesas com uma renovação de contrato, não depois de se ter reforçado, por duas vezes, o investimento nele.

E agora? O que se faz a um jogador com contrato por mais 5 anos que desperdiçou todas as oportunidades que lhe foram dadas no FC Porto? Dá para garantir royalties com todos os CDs de reggaeton que lançar até 2021? Já se recuperava uma parte do investimento. Neste caso, neste momento não resta mais do que tentar recuperar tanto quanto possível o investimento feito em Quintero. Até lá, metam-lo a dar voltas ao Olival e liguem o sistema de rega. Pode ser que a cabeça refresque.

Pergunta(s): Concordam com o afastamento de Quintero, Josué e Hernâni? Que temas gostariam de ver serem abordados nos próximos posts?

39 comentários:

  1. Quintero forçou o treinador a dispensá-lo, Josue para mim ficava, tal como Evandro sao uteis num plantel de um grande, Hernani nao tem vida para as ideias tácticas de Nuno, nao me parece que vamos jogar com extremos puros. Gostava que analisasse 3 hipóteses realísticas para PL.

    ResponderEliminar
  2. TdD, acha que o boly pode ser a peça que é necessário para o eixo defensivo?

    ResponderEliminar
  3. Gostaria de ver o post sobre os possíveis reforços que andam a ser falados na comunicação social e a vossa perspetiva sobre a pertinência dos mesmos para o plantel.
    Um texto sobre as perspetivas para a Champions seria interessante logo que tivermos os resultados na Sexta.

    ResponderEliminar
  4. Um texto sobre os possíveis reforços avançados pela CS seria interessante. Já na sexta os adversários da champions podem dar um bom artigo.

    ResponderEliminar
  5. Próximos posts:
    1-Análise de possíveis contratações (Rafa,Boly,Alex,etc)
    2-Análise às lacunas do plantel actual

    ResponderEliminar
  6. O Hernani por possuir caracteristicas distinas enquanto jogador poderia ter ficado. Pode nao ser dos melhores jogadores do plantel, mas sempre seria uma garantia para causar desiquilibrios atraves da velocidade e jogadas no 1vs1. Questoes a debater no futuro? Como o TDD abordou e bem ,a promocao do jovens jogadores há equipa principal.Gasta se tanto dinheiro em contratações quando se poderia usar perfeitamente " a prata da casa".
    Saudacões

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hernani é um jogador demasiado fraco para o FC Porto, nem para estar no banco serve

      Eliminar
  7. Bom dia,
    Em primeiro lugar, gostava de entender como é que um clube que está em pré - época desde abril consegue chegar a esta altura do campeonato com um plantel completamente indefinido, com a pré eliminatória da champions à porta. Com que mentaludade estarão no plantel jogadores como Varela e Reyes estarão uma vez que quer um, quer outro já quiseram sair a seu tempo. Como se analisa a discrepância entre o discurso com honras de entrevista em horário nobre do Presidente e o que aconteceu mal começaram os treinos para esta nova época. Onde está o tão prometido jogador com adn Porto quando são dispensados uns atrás dos outros. Quem vem para as vagas de Josué e Hernâni? Para além da gritante falta de tesouraria, como se explica que lacunas de há 3 anos para cá (centrais) ainda não estejam colmatadas e onde está a aposta na formação se há evidentemente falta de dinheiro para ir ao mercado. Já agora, por que motivo uma das principais aquisições e quase única ser um lateral esquerdo quando se compra o passe do Layun e temos a promessa do Rafa no plantel? São muitas questões...

    ResponderEliminar
  8. Gostaria de ver abordado aqui no Tribunal o tema do Indi, ninguém sabe nada ao certo se fica ou não e o porque que não joga. Nenhum jogador é perfeito mas ele já salvou o porto algumas vezes de jogadas em que companheiros erraram.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também já foi salvo pelos colegas e também já meteu água.

      Eliminar
  9. Boas! Gostava de saber a opinião sobre boly, se é o central que a defesa precisa, (não falo no Alex porque gastar dinheiro num central de 34 anos parece inconcebível); e mercado para um plc. Abraço e continuação de bom trabalho

    ResponderEliminar
  10. Boas! Gostava de saber a opinião sobre boly, se é o central que a defesa precisa, (não falo no Alex porque gastar dinheiro num central de 34 anos parece inconcebível); e mercado para um plc. Abraço e continuação de bom trabalho

    ResponderEliminar
  11. A dispensa do josué justa mais q justa, não pelo golo marcado, PK na minha opinião ,ten d defender a camisola q veste,com todo seu profissionalismo.
    Só não ten q dar gozo, ou gozar com toda a massa adepta portista aquando da sua substituição.

    ResponderEliminar
  12. Para mim os 3 casos são iguais. 3 jogadores que tiveram oportunidade de se mostrarem ao Nuno e não o fizeram.

    No caso de Josué e Hernani notou-se nos amigáveis o frete, no caso do Quintero pareceu-me ser um problema de características do jogador.

    Quintero não pressiona, não defende e na tática que o treinador quer implementar não há espaço para um jogador assim. Continuo a achar que numa tática que o liberte de responsabilidades defensivas Quintero pode ser um jogador importante.

    Só uma nota: quando o presidente disse que os jogadores fariam parte do plantel estava obviamente a referir-se à pré época. Como disseste e bem não é ele que escolhe os jogadores, é o treinador. Distorcer isto para defender o argumento de que a direcção está a trabalhar mal é desonesto. Para isso, há muito mais por onde pegar.

    ResponderEliminar
  13. O FCPorto está num ponto em que tem mesmo de inverter a sua política de plantel, mas ao mesmo tempo está com a "obrigação" de vencer conciliando com a necessidade de equilibrar contas e de cortar as gorduras de uma folha de jogadores muitissimo extensa onde estão alguns atletas que não têm de facto qualidade. Nada fácil, mas é cama que os dirigentes fizeram depois de tantos anos de megalomania e negociatas.

    Continuo a não entender a contratação do Telles, sem colocar em causa o valor do atleta, temos Layun, Rafa que para mim é daqueles que não engana e para o ano regressa o Ricardo que tão bem conta de si está a dar. Enfim não se percebe.

    Depois, temos a equipa B campeã que o clube aproveitou para fazer uns posts de FB para afagar as magoas das derrotas e agora não há um único atleta que fique no plantel, outra vez não se percebe, por exemplo, ouço falar tão bem do Ismael e nem sequer teve oportunidade na pre-época.

    Sobre estes três último do artigo. como sempre todos temos opiniões divergentes sobre cada atleta, é normal, percebi a questão do Hernani, embora lá está, como não o vi assim com tantas oportunidades é difícil de analisar.
    O Josué é um caso de atleta que podia fazer alguma coisa mas aqui parece-me mais vítima da conjuntura (excesso de soluções) e de ter sobrado para o lado mais fraco.
    É deixar o rapaz ir embora à vida dele.

    O Quintero, tinha tudo para brilhar e quando o contrataram eu vibrei com as primeiras impressões, mas a partir daí foi uma péssima gestão e um excelente exemplo de um grande talento e óptimo modelo de como um atleta de alta competição não deve ser.

    Sobre os que se falam, Boly, pessoalmente considero uma óptima aquisição, sobre o Alex, um jogador de 34 anos que tem qualidade mas não é excepcional, preferia a opção Ricardo Carvalho (para o campeonato português chega e sobra) ou o Marcelo do Rio Ave, mais barato seguramente e com qualidade de jogador simples a jogar e que me parece líder.

    Continuação de bom trabalho

    ResponderEliminar
  14. Sugestão de post, análise ao futuro sorteio do playoff e aos atletas novos com que vamos enfrentar esta fase.

    ResponderEliminar
  15. Boa tarde.

    -Hernani seria um jogador útil no plantel, não vejo ninguém com as suas características.
    -Quintero poderia ser o tal criativo que tanto precisamos mas por alguma razao acaba sempre dispensado.
    -Josué poderia ser útil mas nunca um titular e está na hora de seguir o seu caminho.

    Quanto à construçao da defesa:
    -Reyes seria o 3'central do plantel, foi considerado dos melhores centrais da la liga, tem de ter qualidade e poderia simultaneamente ser o 2' trinco. Não temos nenhum trinco além de Danilo (Ruben nunca sera um trinco) com isto, fica a faltar um central de qualidade superior para jogar com Felipe e não mé parece que seja boly ou Alex. Marcano 4' Central, indi vendido e chidozie emprestado.

    -Laterais está fechado, no meio campo também parece fechado, no entanto se sair Herrera talvez entre alguém (Oliver?). Acho que nos falta um medio diferente, mais Alto e forte fisicamente.

    -Rafa plos valores falados nunca na vida, se brahimi sair fica a faltar um extremo.

    - No ataque falta concorrência forte ao AS, apostava num ponta lança experiente que ajudasse André Silva a crescer.

    Notas:
    - Pioné sisto no celta por 5M
    - Alexandre Pato villarreal 3M
    - Fed Fazio na Roma 4M
    - Zivkovic e Carrillo no slb zero(?)
    - Danilo Barbosa slb emprestado
    - Gustavo Gomez 7M (?)

    Não estariam aqui alguns dos reforços que tanto precisamos pôr valores "acessíveis"?

    Cumprimentos
    Neves


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E oa salarios desses tipos? E o danilo que para ficar no benfica vai custar 15 milhoes? Tb eu gostava, mas e caro. Carrillo e o outro por zero? So em premios de assinaturas foram uns 4 milhoes para cada um.

      Eliminar
    2. Garanto-lhe que se o Zivkovic cumprir o que promete, 4 milhões é apenas uma gota. O Porto anda a dormir.

      Eliminar
    3. Obvio. O hulk depois de ser o que e, nao foi caro. Mas na altura, 5 milhoes por metade do passe era estapafurdio. O marega tb podia ter corrido bem.

      Eliminar
  16. Não percebo como se dispensa um extremo quando os únicos que temos são Brahimi e Varela (dispensáveis) e Corona, que não chega. O que acham de Ismael Diaz?

    ResponderEliminar
  17. o desnorte desta direcção é tão grande que nem vale a pena comentarem mais nada, num ano que temos pre-eliminatória da champions, estamos a 15 dias dela e ainda não temos o plantel fechado a 7 chaves, é demasiada incompetência para o meu porto, não cresci com este porto, assim custa mas sábado lá estarei como sempre

    ResponderEliminar
  18. A renovacao que foi feita com Quintero talvez devesse ter sido feita a Josué, acartaria menos custos, Josué nao custou 10M e uma futura vende traria sempre mais valias e ja ha um ano que se sabe (pelo menos nos adeptos a sad se calhar nao) que Josué tem mercado! Hernani ainda havia alguma esperança que ficasse no plantel mas as suas carateristicas nao sao de equipa grande, tal como Tello! Chegando a Quintero esta tudo dito no post, confesso que ainda tive alguma esperanca mas morreram contra aquele colosso mundial o Osnabruck! Agora é rezar que apareca um clube chines que consiga encaixar um pastelao no seu plantel!

    TdD neste post havia de ter sido inserido Adrian Lopez!

    ResponderEliminar
  19. O por quê da continuidade de Varela. Se a ideia passa por adaptar um extremo a lateral, talvez fizesse mais sentido fazê-lo com Hernâni. Ou manter Rafa para a esquerda, passando Layun para a direita.

    Gabriel

    ResponderEliminar
  20. Parabéns pelos vossos excelentes posts. Esta SAD chegou a um ponto tal de desnorte com a política das últimas 3 épocas que é a única responsável pela falta de reforços.
    Qualquer dos atletas que fazem (ainda) parte do actual plantel não renderam o que deviam por impreparação dos anteriores treinadores, ou pela desmotivação que os mesmo geraram.
    Nuno Espírito Santo está a fazer dos cacos que restam um trabalho interessante. Embora sem grandes esperanças, vamos ver o que dão as próximas semanas.
    Gostaria que o blogue onde escrevo umas crónicas passasse a ser referenciado na parte direita do vosso blogue. Chama-se Mística azul e branca, provavelmente conhecem.
    Um abraço portista

    ResponderEliminar
  21. Saudações Portistas,

    gostaria de ver analisado o tema dos centrais continuamos com os mesmos problemas e Felipe não parece o bombeiro que vai resolver a situação toda sozinho.
    Brahimi sem vontade nenhuma de mostrar o que quer que seja, ele quando veio pensava que ia passado um ano e já vai para o terceiro ano.
    Varela morreu o ano passado.
    Marcano e Indi acredito que não seja facil vender nem um nem outro mas nao me digam que teem qualidade para o porto, VOLTA ROLANDO ESTAS PERDOADO.
    Quintero Francesinhas a mais.
    Preferia lutar pelo acesso à Liga dos Campeões e restruturar o balneário de uma vez do que tentar conquistar o que quer que seja e continuar com as nuvens cinzentas das épocas anteriores.

    ResponderEliminar
  22. Já aqui havia questionado, mas volto a repetir.. O que se passa com Gudiño? Era uma promessa e agora desapareceu. Ainda nesse tema, o terceiro guarda-redes quem é? João Costa? Quanto aos jogadores afastados: Quintero continua a ser mais do mesmo, com muito potencial e zero capacidade atlética para jogar no futebol europeu por isso não fico surpreendido com a dispensa; Josué é um jogador interessante que seria um bom suplente ou para ir alternando a titularidade com alguém mas nunca um titular absoluto, e como está em final de contrato acho compreensível que queira seguir a sua vida; Hernani penso que é um jogador muito verde e que poderia ser um bom suplente ainda para mais quando as opções não abundam quanto aos extremos do FCP. Atendendo a que só temos brahimi e corona para as alas, a dispensa de hernani deixa um pouco a desejar até porque vejo otavio a extremo mas mais contra equipa grandes e não com equipas pequenas em que é necessário jogar bem aberto e em velocidade.
    Quanto ao plantel do FCP, custa-me a perceber a dispensa de Victor Garcia para apostar num "polivalente" Varela aos 31 anos; Rafa pelos vistos tb não contou muito pois foram buscar Telles; o problema dos centrais não ficou resolvido com Felipe e agora Alex (34 anos???), ao menos que Indi traga algum retorno financeiro; o meio-campo está bem preenchido se bem que com o problema do ano passado, com médios muito semelhantes e poucos desequilibradores, até porque Otavio que penso que seria o ideal para isso virou extremo; brahimi é um caso sério, porque é um titular e que se não é para jogar então que vendam e que contratem alguém de topo para o seu lugar; seria ainda necessário um PL, mas contando com uma saida (Adrian ou Aboubakar) e correndo alguns riscos penso que Andre Silva devia ser a principal aposta.
    Por fim, o planeamento da época.. Amanhã é o sorteio da pré-eliminatória da Champions e ainda não temos equipa definida, com reforços supostamente identificados mas que ainda não chegaram e com muito para decidir daqui a menos de duas semanas. Vamos ver a apresentação de sábado com curiosidade para saber se temos equipa ou só mesmo projecto.

    ResponderEliminar
  23. Boa tarde e seja bem vindo TdD,

    Concordo com o post.
    Hernâni não tem as características ideais para jogar no FCP. Apenas 3 milhões deitados para o lixo. Mais qualidade tem o Ismael Díaz, que acredito, que teria sido aposta se não fosse a lesão.
    Quanto ao Josué, sejamos realistas, o jogador tem esse direito e provavelmente "nós" faríamos o mesmo.
    O Quintero, dos três "casos" é mesmo o mais grave. Como é que foi possível a compra da restante percentagem do passe e a renovação por mais 4 anos... Ao nível de um amador... Isto porque ele já cá estava e a sua personalidade devia ser "mais que conhecida"...

    Também não percebo a manutenção do Varela (será só pelo balneário?) pois acho que não tem o rendimento desejável há pelo menos 4 ou 5 anos.


    O tema que gostaria de ver discutido é "A actual situação do departamento de scouting do FCP" se possível. Funciona?? Está condicionado?? Não tem qualidade?? Não é necessário???
    Isto porque os erros cometidos nas contratações têm sido mais que muitos...

    Parece que se perdeu o "bichinho do futebol". Já não se assiste a jogos de futebol, já estão acomodados, já não há energia, o futebol agora está em segundo plano... Espero pelo menos uma mudança de atitude no FCP para esta época.

    Cumprimentos/

    ResponderEliminar
  24. Gostava de ver abordado o crescimento galopante do passivo da SAD, o impacto que isso tem e vai ter no crescimento das despesas financeiras. Afinal, para onde caminha, financeiramente, esta SAD?

    Além disso, se possível, acho que seria muito interessante fazer uma análise às contas do clube, que nunca são abordadas na bluegosfera.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  25. Estas 3 dispensas são perfeitamente naturais assim como serão naturais as saídas de Aboubakar, Indi e Brahimi.

    Josué seria uma opção para dar profundidade ao plantel e somente isso pois tem tanta qualidade como um Sérgio Oliveira e para isso temos o Sérgio.

    Hernâni desiludiu-me imenso neste pré-temporada...depois de um ano no Olympiacos voltou com zero de evolução... é mesmo o Licá parte 2.

    Quintero só mesmo à chapada... pode juntar-se ao Taarabat e irem jogar futebol de salão com os amigos... tanto talento mas ZERO táctica e não aprende (nem quer aprender?).

    Depois Indi é fraquissimo no jogo aéreo.... Brahimi trava o jogo todo ofensivo numa equipa que vai ser extremamente veloz a atacar (para além de defender mal) e Aboubakar tem um bloqueio mental que o impede de ir mais além e é pena mas o Porto não pode estar dependente disso.

    Em relação aos reforços que se tem falado...

    - Alex é um centralão na completa força da palavra... tendo em conta que Filipe é extremamente rápido pode resultar... vamos ver...

    - Óliver vem para titular se Herrera for negociado... parece-me que é o plano do Porto para a saída de Herrera.

    - Rafa, um jogador que não vale nem 15M quanto mais 20M... 10M de Euros e estava bem pago... jogador rápido e com técnica mas demasiado permeável a marcações incisivas.

    - Boly, sinceramente não conheço portanto não me vou prenunciar.

    Para o ataque surgiu hoje o nome de um jovem Real Madrid, Mariano Mejia Diaz, que poderia ser o suplente ideal de André Silva, isto com a Saída de Aboubakar.

    Mas o que me deixa preocupado mesmo é a dificuldade em finalizar vendas... perdemos o jeito? Quer dizer... ter Martins Indi de molho a pré-temporada toda é mesmo incompetência negocial e nada mais e esses 8 ou 9M€ que se iam buscar ao Holandês já dava para comprar com jeitinho, 66% de um jogador a sério... Oliver...

    ResponderEliminar
  26. Tribunal, gostaria de ver aqui uma resposta forte e arrasadora em relação à crónica de Rui Gomes da Silva, publicada hoje no jornal A BOLA, na qual ataca e deprecia a imagem do FC Porto e da região norte em geral, em relação à crítica feita pelo nosso clube ao Turismo de Portugal.

    Saudações portistas.

    ResponderEliminar
  27. Alex já era...e o clube ridicularizado em praça pública!
    Rafa? Mendes quer o mesmo no carnide e o Salvador concorda!
    A Sad continua à deriva...

    ResponderEliminar
  28. Ficou por faze a análise aos emprestados da última época, não?
    Abraço e continuação do bom trabalho

    ResponderEliminar
  29. Os empresários de futebol através dos seus amigalhaços da SAD (alguns deles também empresários) apoderaram-se do FCP e agora deu nisto... a fonte está a secar e quando deixar de ser suficiente para dar de beber a todos as guerras vão começar (ou já começaram, veja-se APC Vs AH). Podemos não gostar de Bruno Carvalho, mas os méritos estão à vista de todos, correu com os empresários e os Fundos, a maioria dos jogadores do Sporting pertencem ao clube na totalidade, contratou um dos melhores treinadores português, etc, etc...
    Esta época vai ser de tudo ou nada para esta SAD, mas desengane-se quem pensa que eles estão preocupados, os únicos preocupados são os adeptos. Alex? Parecia brincadeira de 1 de Abril ou virámos lar de reformados? Rafa já deveria estar contratado desde a época passada, ou o Braga agora é o Barcelona? Enfim os sinais da péssima gestão são muitos, só não vê quem não quer, infelizmente nada disto me surpreende quando vejo um Presidente que já não cumpre com a sua palavra e temos um politico a gerir as finanças do clube (Fernando Gomes).

    ResponderEliminar
  30. Sem saber o desfecho das novelas Rafa e Boly, o tema que eu gostaria de ser abordado pelo Tribunal do Dragão é a relação com o António Salvador e o Braga. Consta que o homem era portista, um apóstolo de Pinto da Costa até. Mas há anos que está alinhado com LFV. Falo do futebol, porque da construção civil não sei. Este último episódio em que a proposta milionária do Zenit, esfuma-se no momento em que Jorge Mendes cede os 40% do passe a troco de 3M (será possível?!) e no dia seguinte o Benfica (que não estava interessado) reentra na corrida. A avaliação do passe do Boly em 7M… Enfim, depois da poeira assentar, muito gostaria que o Tribunal do Dragão se pronunciasse sobre este tema com a objetividade habitual.

    ResponderEliminar
  31. Qualquer dos referidos três não têm, em minha opinião, lugar no plantel. Eventualmente Josué, mas não lhe reconheço espirito de sacrifício para passar jogos no banco e "fazer" um bom balneario; além disso não me lembro de o ver com tanta vontade em ganhar jogos, no tempo do seu padrinho, como no encontro da Taça e para mim isso não é profissionalismo, é outra coisa qualquer.
    Não entendo a dispensa de Victor Garcia. Compreendo o empréstimo de Gonçalo P., mas não percebo porque ainda não conseguiram, ou alguem mostrasse interesse, colocação num bom clube.

    ResponderEliminar
  32. 3 boas dispensas. mas há mais, bastantes mais..
    continuamos sem apostar na prata da casa, não há jogadores da equipa b no plantel.
    não se entende investir dinheiro em dois defesas esquerdos, e não dar oportunidade ao Rafa, triste.
    a defesa assusta pela péssima qualidade dos jogadores, centrais principalmente, e casillas...
    e Filipe? foi o melhor que os olheiros da sad fizeram?

    reforços: Alex? epa, para isso Ricardo Carvalho..
    necessitamos 2 bons centrais, feios, duros e maus :)
    o santo frangueiro casillas pode seguir de férias para outro lado.

    avançados temos suficientes, aboubakar, André e o Gonçalo serviria. o tipo que joga na Polónia e que se falou, é bom, e barato.

    que herrera seja vendido e para longe, brahimi tem de ficar, mas que aqueça o banco para despertar. reyes,marcano, chilodzie, casillas, adrian Lopez, bueno, Evandro, para vender.

    Rafa, por €20 milhões, que vá para a segunda circular.

    eu continuo sem entender a política de renovar para emprestar..
    ou comprar por comprar, para emprestar, suk e marega? quantos milhões estão investidos em empréstimos?

    e a eliminatória contra a Roma, hmm, como está o plantel de momento, tenho muitas dúvidas.

    como já li anteriormente, para quem estava em pre época desde Abril, não ter o plantel definido parece-me de um amadorismo que não se entende no FCP
    o que aconteceu ao natural instinto de antecipação?

    só espero que o deixem o nuno trabalhar (com o que tem)

    ResponderEliminar
  33. O Rafa não quis vir para o Porto? Que história é essa?

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.