domingo, 12 de junho de 2016

Uma aposta interessante

Falta passar o acordo para o papel e assinar, mas já se pode colocar a questão: o que pode João Carlos Teixeira acrescentar ao FC Porto?

João Teixeira era a estrela da última equipa do Sporting a ser campeã de juniores. Havia outros talentos, como Ilori, João Mário ou Bruma, mas João Teixeira estava um passo à frente dos outros, mesmo que no primeiro ano de sub-19 tenha tido uma grave lesão, que poderia ter comprometido a sua evolução.

Recuperado da lesão, bastou meia época em 2011-12 para o Liverpool o contratar. Por si só, não é um atestado de qualidade, pois há muitos jovens portugueses nas camadas jovens de clubes ingleses que não atingem um grande nível. Mas João Teixeira é um daqueles casos que não engana.

É daqueles jogadores que conseguimos apreciar pelo simples facto de receberem a bola. Elegante, joga de cabeça levantada, movimenta-se a toda a largura do meio-campo, assume o jogo, chega bem à grande área, não é muito forte fisicamente mas é agressivo e pressiona com intensidade, dá verticalidade ao jogo da sua equipa. Tudo caraterísticas interessantíssimas.

Chegado a Liverpool, mais problemas físicos. Tinha uma fratura nas costas que só foi detetada quando fez os exames médicos. O Liverpool não deixou de o contratar, mas esteve mais de meio ano parado. Duas lesões no espaço de dois anos para um sub-19 não é fácil de ultrapassar.

As lesões explicam um pouco do porquê de João Carlos Teixeira ser tão elogiado na formação do Liverpool, mas sem nunca ter jogado assim tantas vezes na equipa principal. Em 2014-15 fez uma boa época no Championship, ao serviço do Brighton & Hove Albion, a ponto de um há um ano ter sido eleito o melhor jogador das camadas jovens do Liverpool.

João Teixeira esteve sempre tapado no Liverpool, por jogadores como Lallana ou Coutinho, o que também explica que pouco tenha jogado em 2015-16. E é essa a maior incógnita face à chegada ao FC Porto: perceber se João Teixeira tem a rodagem competitiva necessária para ser opção regular. Não é um problema de talento, pois esse ele tem-lo de sobra.


João Carlos Teixeira sempre jogou preferencialmente a número 10. Pode jogar a 8 ou descaído para a ala esquerda (a cortar para dentro, nunca como extremo, pois não é muito veloz), mas sempre foi como médio-ofensivo que mais se destacou. Os planos de Nuno Espírito Santo para a próxima época ainda estão em segredo (não sabemos em que tática vai apostar), mas João Carlos Teixeira joga, por exemplo, na mesma posição que Otávio e Quintero, dois jogadores que foram anunciados para o plantel de 2016-17. Dificilmente haverá espaço para os três. 

Chegando a custo zero, e face ao potencial que João Carlos Teixeira tem, tem tudo para ser uma boa aposta do FC Porto. O maior problema é mesmo a falta de jogos que teve na última época e a pouca rodagem numa primeira liga. Essa é a maior, e talvez a única, dúvida. Daí que seja essencial começar a pré-época logo no início - tal como Óliver Torres, que em 2013-14 tinha jogado pouco no Villarreal, mas ao fazer a pré-época logo de início conseguiu cedo adaptar-se à equipa.

O Championship é muito competitivo, mas é um futebol mais físico e intenso, totalmente diferente do português. Em Portugal, João Carlos Teixeira tem que trabalhar para criar espaço e desmontar defesas recuadas, uma realidade diferente da inglesa. Tendo 23 anos, o espaço para evoluir não será tão grande como aquele que tinha há 4 anos. Na Europa, terá que ser inscrito como jogador da lista A. 

Entre Josué, Sérgio Oliveira, André André, Danilo e João Carlos Teixeira, um já não cabe no estatuto de formado no país (4 vagas, além das 4 para jogadores formados no clube), ou seja, na eventualidade de os 5 ficarem um deles tem que entrar numa das 17 vagas sem restrições. E jogando Otávio e Quintero na mesma posição, também é difícil imaginar os três no mesmo plantel. 

Há também a questão de João Carlos Teixeira poder tapar a afirmação de outros jovens médios do FC Porto. Há que encontrar uma forma de todos coexistirem, seja na equipa B, na A ou em empréstimos a outros clubes. O jogador cujo perfil mais se aproxima do de João Carlos talvez seja João Graça, da equipa B. Jogadores como Francisco Ramos ou Rúben Neves têm caraterísticas diferentes, pelo que por aqui não será um problema

Para já, o essencial: João Carlos Teixeira, o primeiro jogador a chegar via Jorge Mendes, tem tudo para ser uma boa aposta. Contratação de baixo custo, escola, potencial, muitas caraterísticas interessantes e que fazem falta ao plantel. Falta saber se terá a experiência e o ritmo competitivo para encaixar no FC Porto. Não é um jogador que enquadremos nos tais «titulares» que iriam ser contratados, mas pode ser uma boa e útil surpresa. Que lute por isso a partir do final de junho. 

25 comentários:

  1. Josue e Sergio nao entram nas vagas de formados no clube?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não. Josué por causa do empréstimo ao Candal, Sérgio por causa do empréstimo ao Beira-Mar.

      Os dois foram anteriormente inscritos pelo FC Porto como jogadores formados no país, não no clube, precisamente por isso.

      Eliminar
    2. Ja este ano perdemos oportunidade de ter o Gudino como formado no clube porque foi emprestado. Se realmente queremos apostar nos jovens teremos que pensar nisto. Tambem vamos perder em futuras vendas parte dos 5% disponíveis.

      Eliminar
  2. Quando diz que o Graça "vai agora fazer o primeiro ano de sénior" refere-se ao primeiro ano numa Primeira Liga?
    Pois ele vai a caminho do terceiro ano de sénior

    ResponderEliminar
  3. mais um para ver o que da, so isso, e jovem portanto... fisicamente esta ao nivel dos varios medios tugas tipo bernardos silvas, jmario evoluiu nesse aspeto e o sanchez diferencia se exatamente na vertente fisica que e muito importante em campeonatos a serio. Normalmente o empresario trabalha com varios jogadores e treinadores e nem todos sao craques mesmo mas ele tem de os colocart. Talvez nao e mesmo para pagar ( compensar ) o flop adrien lopez. O treinador nao tem muito tempo para andar em observaçoes, ja teve varios meses para observar quinteros, otavios e outros, portanto nao me venham com essa da chamada de jogadores para serem observados, se for assim nao me parece que a epoca estaja ja a começar muito bem.

    ResponderEliminar
  4. Há jogadores que embora tenham grande talento, destacam-se essencialmente por terem pouca rusticidade física e por se lesionarem a cada jogada mais complicada. Nós, infelizmente já tivemos muito disso,e ainda temos.
    Espero que tenha havido um, critério objetivo e lógico, sustentado em bases médicas e cientificas, para contratar um jogador que, pelo que se sabe, parte os ossos com muita facilidade. Assim, desejo bem que não seja mais um Bueno, lesionado a maior parte do tempo, nem mais um jogador que pareceu uma boa contratação, por ser a custo zero, mas que na realidade se revelou mais uma carga de trabalhos.

    ResponderEliminar
  5. Bom, creio que na próxima temporada, não haverá grandes problemas, relativamente aos Atletas inscritos para as provas da UEFA.

    lISTA B (sem restrições podem ser inscritos de forma ilimitada), exemplos : Ruben Neves, André Silva, Rafa Soares, Chico Ramos, Tomás, ou o Vítor Garcia!

    Na Lista A podem ser inscritos 25 Atletas ;
    Das 25 vagas, 17 poderão ser ocupadas por jogadores «livres», o que significa que não têm que obedecer a qualquer tipo de regra em específico, podem ser Atletas estrangeiros!

    Depois, nessa mesma lista A, podem ser incsritos 4 Atletas formados no País!

    Assim, o FC Porto, terá 17 Atletas que pode inscrever de forma livre, mais 4 formados em Portugal, isto garante 21 inscritos, depois de forma ilimitada os da Lista B, acrescento 4 nomes: o Ruben, o André Silva, o Rafa Soares ou o Chico Ramos, e está completo o Plantel com 25 Atletas para 2015/16. Creio que na próxima temporada, não haverá grandes limitações nas inscrições UEFA, aliás, suspeito que não ficará ninguém excluido!

    Sobre o João Carlos Teixeira, não vou opinar, porque pura e simplesmente não o conheço, e não faço avaliações por "youturbe", muitas vezes enganosas!

    Todavia, reconheço alguma incongruencia neste vosso paragrafo :

    "O Championship é muito competitivo, mas é um futebol totalmente diferente do português, mais físico e intenso..."

    Será que o João Carlos não acumulou no Championship "cabedal competitivo" para encarar de forma mais madura, ou mais preparada o Campeonato Português? Quantas vezes os nossos jovens tem muita qualidade técnica, mas talvez lhes falte jogar competições com maior intensidade?


    PT

    ResponderEliminar
  6. Se ficarmos com 100% do passe de Joao Carlos Teixeira sera dos poucos no plantel e temos que apostar mais nele em vez de valorizar produto de terceiros. O medo que eu tenho e que se o jogador tornar estrela nao fica por muito tempo, o Mendes ja deve estar a pensar no próximo destino... que pense tambem em recuperar o investimento em Adrian Lopez com aqueles numeros magicos de 15 milhoes de euros.

    Josue e Sergio Oliveira deveriam ser vendidos para o estrangeiro (com clausulas proibindo regresso directo ao SCP ou SLB). Podem ser portistas mas nao tem qualidade suficiente ...10-12m Euros por ambos ja e bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se acha que não tem valor para jogar no FCP qual o problema de jogarem nos outros grades.

      Eliminar
  7. As lesões minaram aquele que poderia ser um médio de selecção, à semelhança do João Mário. Se voltar a Portugal, será para agarrar a titularidade dado que também é pretendido noutros clubes interessantes, e assim, Quintero terá mais um ano encostado pois não tem estaleca psicológica.

    ResponderEliminar
  8. concordo com a análise ao jogador, de facto não engana, tem imenso talento. confio que no FC Porto vai finalmente afirmar-se como grande jogador, espero que a contratação se confirme

    Pedro Nuno

    ResponderEliminar
  9. Excelente contratação. Espero bem que faça parte da equipa principal

    ResponderEliminar
  10. Não conheço mas desejo o melhor, se tiver o potencial que todos dizem penso ser uma excelente contratação, custo 0,jovem, português.
    Se bem vindo.

    ResponderEliminar
  11. Partindo do princípio que este jogador vai para a equipa A e tendo o FCP jogadores como o Octávio, Quintero, Evandro, Josué e Graça, só me resta esperar que ele seja melhor que esses que já lá estão!

    Acho que o FCP devia investir no reforço da defesa e do ataque, contratando dois defesas centrais e pelo menos dois extremos. A baliza e o meio-campo, na minha opinião, dispensam investimentos, mas eles é que sabem.

    Ventura

    ResponderEliminar
  12. Só para referir que jogar num Championship confere grande rotação a um jogador. Têm muitos mais jogos e seja contra o último ou contra o primeiro, o resultado é (quase) sempre muito discutido. Logo, estará habituado a uma carga de jogos que em Portugal não terá e bem mais disputados. Não existem Académica, Setúbal, etc...que jogam com 11 na grande área. Por aí, não me parece que se assuste com jogos à Quarta (espero não jogar à quinta) e Domingo.

    A ser verdade, que seja bem vindo ao FCP.

    ResponderEliminar
  13. JCT é um bom jogador mas pode não chegar, tem que ser superior aos árbitros.

    Ricky Alvarez seria outra excelente opção, está livre, é experiente, não brinca na selecção há muito tempo, tem classe.

    ResponderEliminar
  14. jovem, talentoso, português, a custo zero. benvindo seja e boa sorte!

    esta deveria ser a política de contratações esta época, e não filipes e layuns!
    jovem, talentoso e português

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dizer mal da contratação do layun é mesmo má fé.
      Os que pensam que se resolve tudo com jogadores do Nacional Rio Ave e afins, são os mesmos que criticam o plantel todo á primeira derrota.

      Eliminar
  15. Defendo a ideia de precisarmos de 4 jogadores (2DC, 1MO e 1extremo) de qualidade e principalmente com alguma experiencia que lhes permita assumir um papel mais principal sem grande tempo de adaptação. Nessa linha, este não será o MO ideal agora, talento tem e numa perspectiva de vir este a "custo zero" ou o Bruno Fernando por 6/8 Milhões, então é bom negócio.
    Parece-me é que no trio Octacio/Quintero/JC Teixeira o Cafetero bem que vai ver o seu fim de linha no clube, mais valia deixá-lo ir aos JO e tentar que ele se valorize.

    ResponderEliminar
  16. Caro Nuno Almeida, quem disse que Quintero tem o fim de linha anunciado? Calma ai...!!! Acha que sim?!? Jogadores vindos pela mão do Sr Antero não são despachados assim tão facilmente. O Quintero, o Corona, o Reys, e outros monos afins podem mostrar e demonstrar que não servem para o nosso clube mil vezes, que vão ter sempre mais uma oportunidade. Ou acha que o Imbula foi embora ao fim de 3 meses porquê? Coincidencia, não era um dos "meninos" do Sr Antero!! E mesmo o Caballero, Livchnovski, Quiñones e afins é preciso mesmo serem muito fracos para serem mandados embora. Este Octavio que mais não é do que igual aos outros "brinca na areia" vai ter mais oportunidades também... A via é a mesma!! Com a vinda de JC Teixeira pelas mãos de J Mendes, as coisas parecem estar a mudar mas não pensem que o Sr Antero não vai tentar mais um " caballero/Quiñones" da vida... Além disso Ainda vamos ver o Herrera a falhar 30 passes por jogo, dando a ilusão que correr muito é sinonimo de qualidade. Jogadores como Imbula de qualidade superior e que em vez de serem protegidos e acarinhados foram corridos e mal aproveitados não é obra do acaso. Este Herrera pode fazer tudo de mal, que nunca sai da equipe...! O Corona, pode provar que é apenas jogador de futebol-de-salão que nunca sairá do plantel, e o Quiñones só foi embora porque era mesmo demasiado mau e não podiam mesmo defender mais um dos meninos sul-Americanos chegados no contentor vindo da mesma fonte!

    ResponderEliminar
  17. Não gosto e não faz sentido...

    Temos 14 jogadores MC's sob contrato neste momento que poderiam ser chamados a um lugar ali e vamos contratar o 15º?

    Ruben Neves, Danilo, André André, Evandro, Sérgio Oliveira, Herrera, Leandro, Josué, Otávio, Quintero, Mikel, Omar Govea, Chico Ramos e Graça, será que deste grupo não estariam já os 6/7 médios necessários para 3 lugares?

    A não ser que passemos a jogar com 4 médios e mesmo assim não estavam ali?

    Será que Otávio e Quintero não chegam para MO puros?

    Não pondo em causa o talento do jogador, agora temos um meio campo altamente inflacionado e 15 atletas é muita gente para 6/7 lugares.

    O nosso meio campo já está quase a parecer a baliza... só em GR quase que formávamos um 11...

    Não é desta maneira de certeza que vamos encontrar a sustentabilidade financeira...

    ResponderEliminar
  18. Muita gente aqui a desvalorizar o Quintero, para mim é de longe melhor que o Otávio e Teixeira. Precisa é de alguém que aposte nele na sua posiçao e de trabalhar mais para a equipa porque qualidade tem ele.
    Alguém dúvida que no Guimarães ou no Brighton ele não se destacaria?
    Espero que surpreenda muita gente pla positiva, era o ideal para ele, para o clube e adeptos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu penso que toda a gente tem consciência que o Quintero podia ser melhor que todos os concorrentes juntos, a questão é que o Quintero não joga maioritariamente por culpa própria,

      Eliminar
    2. Falta de aposta nele?!! Quando?! Onde?!! Se numa equipa como o Rennes não se destaca... E sim tenho duvidas alias SERIAS duvidas.
      1) Não treina
      2) Pensa que é craque
      3) Não se esforça

      Jogadores assim há muitos, o que seria de um CR7 se não tivesse a atitude que tem?
      Sinceramente entre os 3 Quintero/ Octavio/ JC, Quintero pode ir a não ser que mude radicalmente e urgentemente de atitude e que queira ter uma boa carreira no futebol.

      Eliminar
    3. O Quintero tem imenso talento mas não é um bom profissional e dentro de campo esforça-se pouco. O Otávio por exemplo corre muito mais, ajuda muito mais a equipa e a nível de talento também tem muito.

      Eliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.