quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Vinte perguntas

Pinto da Costa vai falar amanhã ao Porto Canal, sensivelmente dois anos após ter dado a sua última entrevista de balanço a meio da temporada. O essencial é que se foque nas questões importantes e, ao longo dos 50 minutos. não perca tempo com fait divers.

Entrevista em perspetiva
Há dois anos, Pinto da Costa, o tipo de entrevistado que sabe conduzir uma entrevista, disparou em diversas frentes, mas quase sempre ao lado. Passou mais tempo a atacar dois potenciais candidatos à presidência do FC Porto (António Oliveira e Fernando Gomes) do que a debater, concretamente, a atualidade da equipa; das finanças da SAD pouco ou nada se falou; disse que Soares Dias não devia ser árbitro, mas um ano depois disse que era um árbitro com tudo para ser top europeu; atacou Manuel Serrão, chamando-o de palhaço (o FC Porto, ao contrário de Benfica e Sporting, não prepara os «seus» comentadores para os debates televisivos, o que indica que não atribui importância a este formato); disse que Abdoulaye, Pedro Moreira e Tozé eram as promessas de curto prazo para a formação do FC Porto, além de prever um grande futuro a Reyes; disse que Lucho González, que saiu duas semanas depois, ia ficar para sempre no FC Porto. E de outras coisas se poderia falar, mas também há declarações com segundas intenções, como dar confiança ao treinador («Se o contrato de Paulo Fonseca acabasse hoje, renovava com ele») ou dar recados ao mercado («Se alguém sair será pela cláusula, nós vão vendemos pela metade» - Otamendi nem chegou à metade).

De há dois anos para cá, o FC Porto não ganhou nenhum título no futebol e a SAD apresentou o seu maior prejuízo de sempre. Desde então, já saiu Fonseca, Luís Castro subiu, Lopetegui chegou e saiu e Rui Barros aqueceu o lugar até José Peseiro chegar. A contestação para com a SAD vai subindo de tom e, daqui a dois meses, será data para fechar listas para eleições.

Por isso, há uma série de questões que poderiam e deveriam ser abordadas. O facto de ser uma entrevista no Porto Canal pode levar a que Júlio Magalhães não pergunte várias coisas que gostaríamos de ouvir, mas aqui ficam questões que mereceriam ser debatidas por Pinto da Costa.

1 - Disse que os assobios a Lopetegui davam sorte e exaltou a subida do FC Porto à liderança, mas pouco mais de uma semana depois decidiu avançar para a rescisão com Lopetegui. O que mudou nesse espaço de 10 dias? Que responsabilidades, méritos e culpas se podem distribuir na era Lopetegui?

2 - Como se justifica a demora do FC Porto em encontrar o sucessor de Lopetegui? Concorda com quem diz que o FC Porto tem dificuldade em atrair treinadores de topo? 

3 - O que pode José Peseiro dar à equipa nos 18 meses de contrato que assinou? O que exige ao treinador? Por que foi esta a sua escolha?

4 - No início da época disse: «Às vezes não é preciso um treinador como Lopetegui. Quando tenho Hulk, Falcao e James na equipa, o treinador é indiferente. Com eles é difícil não ganhar. Mas entrámos num período em que não tínhamos esses jogadores nem capacidade económica para substituí-los». Ou seja, Pinto da Costa dizia que apostou em Lopetegui por não ter grandes jogadores como Hulk, Falcao e James. Em que papel cabe então José Peseiro?

5 - Reconhece a dependência do FC Porto de fundos, nomeadamente e sobretudo da Doyen Sports, na abordagem ao mercado de jogadores? O FC Porto vai continuar a negociar sistematicamente com a Doyen ao lado ou deseja recuperar alguma independência no mercado? 

6 - Pinto da Costa sempre afirmou que os fundos permitiam ao FC Porto chegar a jogadores mais caros. Mas dados recentes mostram que o FC Porto começa a necessitar de fundos até para ter financiamento para pagar salários. Qual é o limite?

7 - Que comentário lhe merece a política do FC Porto de contratar diversos estrangeiros para a equipa B, mas sempre por empréstimo, o que depois significa comprar jogadores a título definitivo com inflação, como foram exemplos Kayembé ou Víctor Garcia?

8 - O FC Porto tem uma equipa B e formação recheada de grandes valores. No entanto, tem cerca de 100 milhões de euros investidos em jogadores que não utiliza, além de continuar a pagar o salário à maior parte de jogadores emprestados. Acha sustentável manter uma folha salarial e despesas com o plantel desta dimensão?

9 - A SAD orçamentou uma necessidade de mais-valias com jogadores de 72,519M€ para 2015-16. Tendo em conta que Alex Sandro já saiu e Brahimi vai pelo mesmo caminho, quem é o 3º jogador titular que poderá sair no fim da época? Pode assegurar a continuidade de Rúben Neves? E poderá o novo contrato de direitos televisivos aliviar a dependência de vendas do FC Porto? Em que medida a eliminação da Champions afetará os planos da SAD?

10 - Em relação ao contrato com a PT, pode desmentir o envolvimento de Alexandre Pinto da Costa e Pedro Pinho, já presente na contratação a «custo zero» de Quaresma, no papel de intermediários do negócio? Reconhece o FC Porto como destinatário da boca de Bruno de Carvalho, ao dizer que fez um contrato «sem comissões»? O novo contrato vai permitir ao FC Porto reduzir a dependência de mais-valias?

11 - Pinto da Costa já afirmou mais do que uma vez que o FC Porto «não é uma monarquia». É uma frase que se aplica apenas à presidência ou também a outros setores do clube, nomeadamente na relação e/ou favorecimento de empresários com relações familiares com membros da SAD?

12 - Uma vez disse que o seu sucessor «só tem que não estragar». Continua a achar que o FC Porto está a funcionar corretamente em toda a plenitude, que há total comunhão entre todos os administradores da SAD e que rumam todos em prol do propósito maior: «servir o FC Porto»?

13 - Ao recandidatar-se à presidência do FC Porto, planeia cumprir o mandato de quatro anos, até 2020, ou admite em algum momento passar a pasta durante o 14º mandato? Os sócios podem confiar que, ao votar em si, estarão a votar em Pinto da Costa para presidente e não em Pinto da Costa para, no médio prazo, passar o testemunho?

14 - A SAD reconhece a revenda de bilhetes do FC Porto, comprados por parte da massa associativa a um preço e revendida a comuns adeptos pelo dobro ou triplo?

15 - Como se justifica que, ao longo de 18 meses, o FC Porto tenha sempre deixado o treinador isolado na defesa do clube e no insurgimento contra as arbitragens e outros fatores externos?

16 - O FC Porto conformou-se com o papel de Vítor Pereira no CA da FPF? Por que deixou de combater o sistema de nomeações e assumiu o silêncio face às nomeações e arbitragens?

17 - Como se justifica que o FC Porto, nos últimos R&C, tenha apresentado uma média de dois a três intermediários/empresários por cada jogador transferido e declarado nas contas do clube? Há necessidade de envolver tantos empresários, com entidades que de transparante nada têm, nos negócios do FC Porto? Servir o clube não deveria também ser não deixar que se sirvam dele?

18 - Entre alguns dos negócios desta época: é verdade que Osvaldo custou 4M€? Imbula - dá para confirmar o modelo de pagamento de prestações a envolver Doyen e Marselha? - vai ser aposta de médio prazo ou o FC Porto vai admitir a sua saída no defeso? Cristian Tello vai sair? Pode esclarecer a alegada alienação de passe de Sérgio Oliveira após a proibição de partilha de passes da FIFA? Que comentário lhe merece o negócio a envolver Carlos Eduardo, Nice e a saída para as Arábias?

19 - A que objetivos se propõe caso avance para o 14º mandato na presidência do FC Porto? Quais são as bases do seu programa eleitoral?

20 - O que teria Jorge Nuno Pinto da Costa, o presidente eleito em 1982, a dizer sobre o FC Porto dos últimos três anos? Estaria orgulhoso e identificado com o clube atual?

PS: Que outras perguntas gostariam, os leitores, de ver serem colocadas ao presidente do FC Porto?

PS2: O Dragões Diário diz que Bruno Costa, que renovou até 2019, é «capitão dos juniores» do FC Porto. Quando o jornal oficial do clube não sabe que Bruno Costa usou, pela primeira e única vez na carreira, a braçadeira de capitão apenas no dia 9, contra o Boavista, assim se vê a atenção e rigor que dedicam à formação. Fica a nota da boa notícia pela renovação deste jovem talento, que está no FC Porto desde os infantis. 

PS3: Há um ano, O Tribunal do Dragão escreveu isto a propósito do empréstimo de Kelvin ao Palmeiras, defendendo que foi uma péssima decisão. Um ano depois, confirma-se. Passou um ano inteiro a ser suplente (jogou nas primeiras jornadas, mas desde junho só ia ao banco), fez apenas um golo em 2015 e não evoluiu absolutamente nada, pois o meio também não era convidativo a isso mesmo. Agora esqueçam o futuro: que presente dar a Kelvin?

43 comentários:

  1. Muito bom artigo! Infelizmente quase nenhum ou nenhuma dessas perguntas vai ser abordada.
    Se não me engano o presidente vai fazer crer que está tudo bem e ignorar os muitos problemas que existem em redor do nosso FCP.

    ResponderEliminar
  2. Excelente artigo.Se PDC respondesse a pelo menos 5 perguntas destas já valia a pena seguir a entrevista.

    ResponderEliminar
  3. Meu caro O Tribunal do Dragão,

    Excelente post (como, aliás, o são todos, razão pela qual visito regularmente este estaminé)! Mas este espelha tão bem o meu pensamento, as minhas dúvidas e os meus sentimentos que me senti obrigado a comentar.

    As perguntas colocadas são pertinentes, incisivas e relevantes. Gostava muito de as ver respondidas pelo NGP. Infelizmente, algo que me diz que a maioria delas não será colocada...

    Cumprimentos portistas

    ResponderEliminar
  4. Um texto horrivel, algumas das perguntas são de uma falta de respeito atroz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nenhuma pergunta colocada espelha desrespeito. Tudo é passível de ser perguntado e ser respondido (ou não). Sobretudo a quem é eleito e deve prestar contas do seu trabalho. Pelo menos é esse o princípio da liberdade de expressão implícita em regime democrático.

      Eliminar
    2. Onun, és tu Fernanda? Parabéns, não escreveste atroiz...

      Eliminar
    3. Celso aprenda a reconhecer um lampião sem vida própria a comentar num excepoente blog do Fc Porto e depois é ignorar sem contemplações

      Eliminar
    4. Boa tarde Celso,
      pertenço a um grupo de sócios que gostariam de ver estas respostas respondidas numa Assembleia Geral Extraordinária . Precisamos de 300 assinaturas . Saudações portistas .Heleno Roseira contato hroseira@msn.com

      Eliminar
  5. Jorge Nuno Pinto da Costa será sempre um dos maiores dirigentes que passou neste desporto a nivel mundial.
    Mas o seu tempo terminou!
    Precisamos de outro paradigma de nos reinventarmos.
    Acho que o grosso da estrutura deve sair

    ResponderEliminar
  6. A realidade da SAD do FCPorto é arrepiante e o futuro não se afigura risonho. Poderia o TDD elaborar um post com as alternativas que considera mais adequadas à sucessão de Pinto da Costa?

    ResponderEliminar
  7. Só nao tenho dúvida da resposta à pergunta número 20. Precisamente a pergunta que hoje mesmo de manhã lancei num grupo de adeptos do FC Porto no facebook.
    Muito bom texto, muito pertinente. Infelizmente sabemos que nada disto vai ser questionado...
    O tempo do piloto automático terminou, é chegada a hora de gritar e sobretudo mostrar que o Porto é nosso.

    ResponderEliminar
  8. O FC Porto está completamente dependente da Doyen. Imaginem se é eleito outro presidente, quando assumir o clube e se deparar com a falta de dinheiro em caixa para a gestão do dia-a-dia pode querer vender Brahimi, que é o jogador com mais mercado, mas depois vai perceber que grande parte do dinheiro vai para a Doyen e não para a SAD. Com Imbula ainda é pior porque o clube ainda deve o dinheiro, se não conseguir vender pelo mesmo preço ou por mais, é mais prejuizo.

    Os casos de jogadores são muitos, há imensos com contrato com o FC Porto, uns no plantel, muitos emprestados por esse mundo fora (no benfica é a mesma coisa) é preciso fazer uma limpeza.

    Um presidente novo com vontade de por o FC Porto destacado no topo do futebol nacional (e nas outras modalidades também) e um diretor desportivo que efetivamente perceba do assunto e saiba escolher os melhores jogadores, treinadores e técnicos. Foi isto que o FC Porto sempre teve com Pinto da Costa mas que nos últimos 3/4 anos se tem notado a falta.

    ResponderEliminar
  9. Uma pergunta pode ser: o que pretende fazer para voltar a blindar o clube, para que em determinados forums e blogs da internet não continuem haver pessoas que sabem informações privadas do clube e que em períodos menos bons do clube, aproveitam logo para botar boca no trombone como se costuma dizer.

    ResponderEliminar
  10. A referência da entrevista dada há 2 anos, reflete bem o que se passa no FCP.
    Não colocaria mais perguntas, porque adorava ver respondido de forma séria estas 20, ou até mesmo 10...ou se calhar até só 1! Duvido que este temas sejam debatidos de forma direta e séria.

    PS - TdD...é melhor andar atento ao twitter da Fernandinha, não vá ser o próximo alvo. Vergonhoso.

    ResponderEliminar
  11. Para a estrutura e presidente está tudo perfeito como está - os tachos todos no devido lugar, tudo muito bem montado e esquematizado. Só há uma coisa que não está a correr conforme planeado: os resultados. Se o Porto estivesse a vencer, os adeptos não levantavam estas questões nem se importavam com elas. Agora as eleições estão aí e eles estão todos em pânico. Até tiram fotos todos reunidos à volta de uma mesa com o treinador com cara de carneiros mal mortos. E se aparecer outra lista? E se forem todos para o desemprego? Esta entrevista não vai servir para mais nada que não seja sacudir a água do capote e atacar opositores. Vai ser um fartar de lavar roupa suja. Escrevam o que vos digo: esta vai ser a entrevista mais deprimente que o PDC alguma vez deu e aposto que muitos de nós vai esconder a cara de vergonha.

    ResponderEliminar
  12. Boas perguntas que justificam a recente entrada do blog na minha lista de leituras.

    ResponderEliminar
  13. Excelente lista. Muito me admira é não ter aqui já um chorrilho de comentários a chamar-lhe lampião ou largartixa... Para muitos devíamos ser a Coreia do Norte.

    ResponderEliminar
  14. Excelente artigo, com estamos acostumados! Era bom que fossem essas as perguntas mas como todos sabemos nenhuma delas será posta ao presidente, são demasiado incomodas!

    ResponderEliminar
  15. Excelente texto! Infelizmente, qualquer semelhanca com a entrevista de amanha sera pura coincidencia. Longe vao os tempos em que Pinto da Costa dava entrevistas a programas de canais que nao o do clube e conseguia dominar o entrevistador pela assertividade e ironia.

    ResponderEliminar
  16. Excelente post! Naturalmente nada sera respondido...o baia sera atacado...ainda temos adeptos que parece gostam de ser roubados, mas felizmente ja me parece evidente que a maioria dos associados exige respeito com o nosso clube...sejamos claros, o passado brilhante de Pinto da Costa nao lhe da o direito de prejudicar o presente e o futuro do FCP - cada euro desviado em comissoes enfraquece o clube e beneficia diretamente a mouraria.

    ResponderEliminar
  17. O Júlio Magalhães soft como ele é não irá perguntar nem uma pergunta dessas.
    O que está aqui escrito era uma entrevista a altura para haver uma reação.
    Mas..... não. Irá perguntar sobre o projecto das piscinas, do Museu, enfim perguntas de chacha.

    Mas uma pergunta que gostaria que fosse feita e fosse respondida de forma direta ao assunto:
    Como vê o estado do Clube nestes anos?

    ResponderEliminar
  18. Tenho a certeza que o Presidente não tem interesse em responder a este tipo de perguntas. Tenho a certeza que o empregado não as fará ao patrão (eu não faria).
    Tenho muitas dúvidas que Pinto da Costa tenha capacidade para responder. Lamento.
    Abraço.

    P.S. Depois de mamar do Famalicão já não sei o que mais me espera...

    ResponderEliminar
  19. Vinte perguntas...Zero respostas, quer uma aposta? então veja a partir das 22:30 de amanhã!

    ResponderEliminar
  20. O Problema é quando a benfiquização do FCP chega aos nossos próprios adeptos que não admitem que se critique a SAD e que vivem das glórias passadas.

    ResponderEliminar
  21. Kelvin vai ocupar o lugar de Tello

    ResponderEliminar
  22. Amanha vai ser uma entrevista encomendada e vai ser só palha,sumo não vai ser nenhum pois o homem presentemente vive numa realidade virtual. Com tantos intermediários e comissões nunca o clube sairá da zona vermelha. Gastar fortunas com tantos jogadores emprestados não se compreende a não ser se for para forrar o bolso a alguns.Haja vergonha e devolvam o clube aos sócios.

    ResponderEliminar
  23. Deixa-me triste e desiludido sentir-me desconfiado e desiludido com o nosso grande Presidente, mas dado como estão as coisas chega de mama. Precisamos de uma limpeza séria e de uma sangria também, basta de mamões e sanguesugas. Basta de Doyens de Anteros e de paletes de mancos que nem no Gondomar calçavam.

    ResponderEliminar
  24. Já agora que lhe perguntem o porquê de tanto risos ao ver aquela vergonha. Demita-se já pois é o culpado de tudo isto que se está a passar.

    ResponderEliminar
  25. Ora aqui estão 20 perguntas às quais eu gostaria de obter respostas.
    É um facto que Pinto da Costa fez muito pelo clube, mas actualmente começamos a ter a sensação de que o presidente do FC Porto já não é o mesmo de tempos atrás...
    O facto do futebol do clube estar mal é uma realidade...!
    Precisamos dum presidente actuante e incisivo, mas quem...?
    Não confio na maioria das personalidades que se pavoneiam nas assembleias para apresentação dos R&C...!
    Não confio em personalidades como: Vítor Baía (CM). O Fernando Gomes bibota seria uma possibilidade, só que tem um discurso pouco convincente.
    O António Oliveira é um espalha brasas mas que de vez em quando mete os pés pelas mãos...!
    O Fernando Gomes das finanças do clube é um vaidoso (petulante), Este se fosse presidente não passava cartão aos sócios do clube.
    Antero Henrique é para mim uma desilusão no capítulo de discurso e estratégia...!
    Bem vistas as coisas eu se calhar era capaz de apostar em pessoas como o administrador deste blogue para elaboração duma lista de carolas com amor ao brasão abençoado... Por falar nisto que tal perguntar ao Pedro Marques Lopes se estaria a fim...?

    Abraço
    Armando Monteiro
    www.dragaoatentoiii.wordpress.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria sim uma excelente escolha...mas preferiu, para «mal dos portistas», a Câmara Municipal.
      Quem sabe, um dia ele possa abraçar esse projeto.

      Eliminar
  26. Ora aqui estão 20 perguntas às quais eu gostaria de obter respostas.
    É um facto que Pinto da Costa fez muito pelo clube, mas actualmente começamos a ter a sensação de que o presidente do FC Porto já não é o mesmo de tempos atrás...
    O facto do futebol do clube estar mal é uma realidade...!
    Precisamos dum presidente actuante e incisivo, mas quem...?
    Não confio na maioria das personalidades que se pavoneiam nas assembleias para apresentação dos R&C...!
    Não confio em personalidades como: Vítor Baía (CM). O Fernando Gomes bibota seria uma possibilidade, só que tem um discurso pouco convincente.
    O António Oliveira é um espalha brasas mas que de vez em quando mete os pés pelas mãos...!
    O Fernando Gomes das finanças do clube é um vaidoso (petulante), Este se fosse presidente não passava cartão aos sócios do clube.
    Antero Henrique é para mim uma desilusão no capítulo de discurso e estratégia...!
    Bem vistas as coisas eu se calhar era capaz de apostar em pessoas como o administrador deste blogue para elaboração duma lista de carolas com amor ao brasão abençoado... Por falar nisto que tal perguntar ao Pedro Marques Lopes se estaria a fim...?

    Abraço
    Armando Monteiro
    www.dragaoatentoiii.wordpress.com

    ResponderEliminar
  27. Alexandre Pinto da Costa e Pedro Pinho foram intermediários do negócio Altice mas não só, todos os Administradores receberam, dizem que foi 10% do montante global que a ser verdade é caso de polícia.

    ResponderEliminar
  28. Peseiro terá que ser, a partir de hoje, o melhor treinador do mundo. Porque se em Guimarães estivemos mal, o que vimos agora em Famalicão roça o ridículo. Que Peseiro seja o treinador, líder de homens e psicólogo por quem Helton, na flash interview, quase implorou. Menos do que isso e a época acabou.

    Para a entrevista de Pinto da Costa, irei acompanhar com zero expetativas. O Presidente que foi é um ídolo para mim, o Presidente que é, deixa-me inseguro.

    ResponderEliminar
  29. A entrevista vai ser em directo? A que horas é?

    Deixo aqui também um abraço ao TD. Um espaço que já é rotina no meu dia-a-dia!

    ResponderEliminar
  30. admiro muito Pinto da Costa, mas visto que ele também não vai responder as minhas perguntas, vou especular.. acho que o seu tempo está a passar, se é que já não passou.. tenho serias duvidas se ele ainda terá assim tanto poder ou se alguns abutres que andam na sad se tem apoderado do barco. a gestão do PC, que no passado o tornou famoso e deu frutos sendo o mais bem sucedido dos presidentes de clubes, eram totalmente diferente e em certos casos o oposto do que é a gestão actual, ao ponto de eu achar que PC de hoje não ser a mesma pessoa que foi PC no passado.. a sua sucessão já ou no futuro terá que acontecer é inevitável por isso acho ridículo portistas alérgicos a debaterem o tema, incluindo ele próprio, não quero com isto dizer que ele deva abandonar já mas quanto mais esclarecidos os portistas estiverem melhor saberão defender o clube quando tal tiver que acontecer. não acho que a postura fechada da sad seja benéfica nesta matéria, será noutras mas não nesta.. não me parece que antero seja de confiança para tal nem outros marmanjos que por lá andam na sad em especial Fernando Gomes (o politico) que só fez merda por onde passou e esteve sempre associado a más gestões, já o FG o bibota parece me uma pessoa interessante mas também desconheço as suas capacidades para gerir um clube, Baía não me inspira grande confiança comentaristas, como o Marcelo, falam falam e nada, António Oliveira até me salta a tampa só de imaginar! acho que seria boa ideia o PC criar um conselho tipo o conselho de estado independente da clube e sem ser institucionalizado onde PC e outras personalidades pudessem descomprometida mente debater expressar as suas ideias e estratégias para futuro, para os sócios terem uma opinião mais ampla sobre certas pessoas e os seus interesses.. ao mesmo tempo era bom para aliviar o foco da imprensa sobre treinador e jogadores! tenho medo que surja um 'vale azevedo' ou até mesmo que já cá esteja..

    ResponderEliminar
  31. Boa noite TdD e caros lleitores,
    gostei das perguntas mas também me parece que vai ser uma entrevista encomendada...

    Outra pergunta que faria seria relativamente à academia de excelência, cuja construção (supostamente) se iniciou em 2011 em Minas Gerais no Brasil. Gostava de saber o seu ponto de situação (se algum leitor souber respoder, desde já agradeço). Seria de entre todas as perguntas a de menor importância, contudo gostava que fosse respondida pois parecia-me um projecto ambicioso que traria algumas vantagens ao clube, mas que desde então notícias relativas a esse assunto esvaneceram.

    ResponderEliminar
  32. Olá
    A «porta de saída» é, cada dia que passa, mais pequena...e isso é uma pena, especialmente porque por ela irá passar uma antiga glória do dirigismo desportivo.
    _________________
    P.S. 1-Obviamente que nenhuma destas perguntas será formulada na entrevista!
    2-Analisados alguns posts, admiro como ainda há quem se recuse a ver o óbvio.

    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  33. Nem metade será perguntado, porque as perguntas estão préviamente alinhavadas e as mais incómodas excluídas.

    ResponderEliminar
  34. À terceira da lista, já o Juca ia a caminho do IEFP.

    Todos pertinentes, todas importantes, todas inconfessáveis.

    Abraço portista,

    LAeB : Do Porto com Amor

    ResponderEliminar
  35. Estas perguntas são para colocar a quem?

    ResponderEliminar
  36. A tempestade parou, vamos ver o que fica quando levantar o nevoeiro!

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.