sábado, 2 de janeiro de 2016

Dia de ser Porto

Últimos jogos entre Sporting e FC Porto em Alvalade

Alvalade foi-se tornando, ao longo dos últimos anos, no estádio português onde o FC Porto mais dificuldades sente em jogar e vencer. Nos últimos 12 jogos, apenas uma vitória. E se tivermos em conta as quatro vitórias lá alcançadas nos últimos 20 clássicos, vemos que os triunfos passam sempre por detalhes: um golo do fenómeno Pena na segunda parte; um desvio acrobático de Costinha aos três minutos; aquele golo do Jorginho perto do fim; e um livre de Bruno Alves. Quatro detalhes, quatro golos, quatro vitórias.

O Sporting consegue agigantar-se, motivar-se, sempre que recebe o FC Porto. Uma motivação inerente a quem defronta grandes equipas, que opõe quem ganha títulos de vez em quando a quem perde de vez em quando. 

Os adeptos do FC Porto querem algo muito claro: uma postura diferente da apresentada na Luz e em Londres, na qual Lopetegui preocupou-se tanto em travar os adversários que pouco pensou em impôr o FC Porto. Mas há um fator diferenciador: o FC Porto estava obrigado a ganhar a Benfica e Chelsea; neste caso, o empate garante a liderança. É um desafio acrescido para Lopetegui, pois no FC Porto é possível aceitar um empate num clássico; só não é possível aceitar que se jogue para o empate.

O Sporting está sob máxima pressão. Eliminado da Champions, eliminado da Taça e batalhas perdidas também fora de campo. Note-se que o FC Porto nem conseguiu ganhar em Alvalade durante a caótica era Godinho Lopes; então, seria muito difícil ao Sporting explicar, aos seus adeptos, uma derrota perante o FC Porto no ano em que mais estão a investir para ser campeões. E Pinto da Costa não prometeu o primeiro lugar a ninguém, ao contrário de Bruno de Carvalho.

O momento do FC Porto dispensa apresentações. Entre todos os títulos que conquistámos desde 2000, só dois passaram por vitórias em Alvalade. O FC Porto está e vai continuar em quatro frentes após este jogo. Mas os adeptos não tolerariam, uma vez mais, um jogo em que Lopetegui não monte uma equipa à Porto - e não basta montá-la, é preciso que os jogadores a personalizem.

Lopetegui pode e deve pensar em travar os pontos fortes do Sporting (transição rápida, apoio entre linhas e o jogo combativo do Slimani na grande área), mas isso não pode inibir o FC Porto de procurar o golo e os três pontos. O Sporting também vai apostar tudo em fechar os corredores ao FC Porto e entrar a matar no início de construção (isto é tão previsível que não há desculpa para que os jogadores não estejam preparados para isso), mas é quem está sob maior pressão, logo Jesus vai ter que procurar uma exposição que o FC Porto terá que saber aproveitar.

Queremos um FC Porto à Porto. Isso não implica ganhar sempre; mas implica lutar sempre para ganhar.

6 comentários:

  1. Pinto da Costa não faz promessas porque não precisa de as fazer. O Porto ganha e sempre ganhou sem ser ver obrigado a cumprir promessas feitas. Este é o verdadeiro adn do Porto. O único que ainda não percebeu isso foi o pseudo treinador.

    ResponderEliminar
  2. Por vezes são nesses detalhes que também se fazem campeões...
    Importante é que esses detalhes sejam aproveitados ao máximo e consegui as vitórias.
    Isto todos nós sabemos.

    Importa será ver como é que entraremos em campo.
    Se em busca de uma vitória, com um jogo bem ofensivo desde o apito inicial.
    Ou então se iremos conter o jogo, com um jogo ofensivo eficaz, e a contar com os tais detalhes. Sendo que com esta forma de jogar estaremos expostos a sofrer um golo, e talvez não conseguir atacar o resultado.

    Espero contar com a 1ª hipótese.

    ResponderEliminar
  3. Pena e Jorginho... É só este o meu comentário...

    ResponderEliminar
  4. Mas afinal o homem vai embora ou não?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O homem vai ficar, arranjem alguem que empurre a bola para a baliza... prefiro continuar a jogar menos bem, mas ganhar, ontem enquanto houve cabeça estivemos melhor... mas perdemos.

      PS: vamos lá ver se este port aparece.

      Eliminar
  5. O FCP joga alguma coisa ? é meia de dúzia de pontapés nem sei o que parece....

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.