sábado, 11 de junho de 2016

Análise 2015-16: os extremos

Não deve haver portista que considere que os extremos de 2015-16 estiveram melhor do que os de 2014-15. E não é por causa de Quaresma, que passou um ano no Besiktas sem que ninguém se lembrasse dele, mas bastou fazer dois (excelentes) jogos pela Seleção para regressar ao mapa, e logo elogiado como nunca. É simplesmente um facto: os extremos desta época foram inferiores quando comparados com os da época passada. É certo que só Brahimi repetiu a presença do início ao fim, pois Tello saiu a meio, mas em vários momentos da época sentiu-se a falta daquele jogador que sabíamos que a qualquer momento podia resolver um jogo. E não é que ele não existisse.

Há um ano, Quaresma, Tello e Brahimi, os três extremos mais utilizados, foram responsáveis por 31 golos e 28 assistências. Este ano, Brahimi, Corona e Varela, os três mais utilizados, conseguiram apenas 20 golos e 16 assistências. Brahimi foi responsável por mais de metade do trabalho, com 9 golos e 10 assistências. Corona e Varela juntos tiveram intervenção direta em 17 golos. Há um ano, Quaresma, sozinho, teve intervenção em 17 golos e Tello em 19.

Dos extremos que compõe o plantel, talvez só Corona tenha o lugar garantido para 2016-17, ora porque a venda de Brahimi está há muito prevista, ora porque Varela não caminha para mais novo. Tello saiu e nunca foi substituído no plantel, o que também convida à entrada de mais um extremo. A continuidade de Marega no plantel parece ser tão provável como avançar para a Champions com um quarteto defensivo composto por Butorovic, Stepanov, Sonkaya e Benítez. Eh pah, o Sonkaya não era central. Pois não. Mas lateral-direito também nunca provou ser.

Contrato até 2019
Silvestre Varela - Não há treinador que não goste dele. Foi assim com Jesualdo, Villas-Boas, Vítor Pereira, Paulo Fonseca e... Lopetegui. Ou pelo menos parecia, tendo em conta que o pediu em 2014 e voltou a pedi-lo em 2015. Mas Varela mostrou-se uma sombra do que já foi. Começou a época como titular, mas rapidamente desapareceu das opções de Lopetegui. Reapareceu com José Peseiro, outro a confirmar que não há treinador que não veja utilidade em Varela, mas tirando três ou quatro bons jogos fez muito, muito pouco, sobretudo para quem teve um contrato renovado por três anos. Cada vez mais, o que se destaca em Varela é a capacidade defensiva: fecha bem o corredor, protege bem a bola. Mas há cada vez menos rasgo, menos golo, menos cruzamento/passe/assistência (apenas uma assistência em toda a época). Foi a sua pior época no FC Porto, de longe. E se a sua continuidade dependesse das exibições desta época, o seu futuro estaria mais do que definido.

Contrato até 2020
Jesús Corona - Foi o jogador que mais acusou a troca de treinadores. Já se imaginaria que seria um ano difícil para Corona, pois só chegou no final de agosto e não fez a pré-época. Conseguiu até entrar surpreendentemente bem na equipa, aproveitando a quebra de Varela e Tello, mas depois com a chegada de José Peseiro, e com uma abordagem tática completamente diferente, Corona perdeu-se. Dois treinadores e dois estilos de jogo totalmente diferentes, numa temporada em que não fez sequer pré-época, é demasiado para um extremo verdinho como Corona.

Corona até foi um dos melhores da primeira volta, mas desde janeiro que vinha sendo muitas vezes inconsequente. O ponto forte do jogo de Corona é o enquadramento com a baliza, daí que muitos defendam que joga melhor em zona interior. E é verdade. Corona tem um acerto de 61% nos remates que faz, a percentagem mais elevada no FC Porto. Contrariamente, é mau a cruzar, pois só acertou 17% dos cruzamentos que fez. Na primeira volta, Corona era mais objetivo até do que Brahimi. Basicamente, fazia em 4 toques o que Brahimi fazia em 10. Mas essa capacidade de Corona foi desaparecendo. Perdeu 58% dos lances em que tentou o drible, e eram poucas as vezes em que Corona conseguia ganhar metros em progressão, além de ser muito frágil fisicamente, na pressão e na proteção da bola. Pelo elevadíssimo investimento feito nele e pelo talento e potencial que tem, é de esperar muito mais para 2016-17. Corona não desaprendeu a jogar a partir de janeiro.

Contrato até 2019
Brahimi - Goste-se ou não do estilo, foi, é, o maior desequilibrador do FC Porto  e um dos poucos que ia sempre tentando remar contra a maré, entre o caos tático e coletivo que era tantas vezes o FC Porto. Por exemplo, é muito curioso compará-lo a Gaitán e Ruiz, os artistas dos rivais: Brahimi teve uma média de dribles eficazes de 3,8 por jogo, o dobro de Gaitán e Ruiz; Brahimi é o mais rematador dos três, com 2,9 remates/jogo; Brahimi é muito mais eficaz no passe do que Bryan Ruiz (86% contra 79%); Brahimi cria duas situações de finalização para os colegas por jogo, exatamente a mesma média de Gaitán e um pouco mais do que Ruiz.

Isto para dizer que o volume de jogo está lá. Brahimi, mesmo com as rotundas e voltinhas, cria mais lances de perigo do que Bryan Ruiz e Gaitán. É certo que não teve tanto golo, pois rematou mais e marcou menos; mas no papel de desequilibrador e de criador de situações de perigo, Brahimi esteve sempre acima da média. Então porque é que a sua época não foi considerada melhor do que a de Ruiz ou Gaitán? Porque é que não consideram que Brahimi fez uma boa época? A verdade é que, muitas vezes, faltou mais FC Porto a Brahimi do que Brahimi ao FC Porto. O criador esteve sempre cá; mas o sucesso de um criador depende sempre de quem aproveite o seu trabalho. A sua saída é uma inevitabilidade, resta torcer para que em 2016-17 haja extremos que criem tantas situações de perigo como Brahimi. Se tiverem um pouco mais de objetividade não fará mal a ninguém. 

Contrato até 2020
Marega - Havia dúvidas sobre se devia fazer parte da avaliação dos extremos. E dos avançados também. Neste limbo, acaba por entrar nos extremos. Tendo em conta que O Tribunal do Dragão não pode dizer nada de novo sobre o jogador, pois soaria a repetição, a avaliação fica para quem esperava algo mais de Marega e achou que seria este o reforço que ia devolver o FC Porto à luta pelo título em janeiro. Para a história ficam 13 jogos, 500 minutos e um golo. Seguindo o pensamento de Leibniz, já marcou mais do que Kaviedes, Cajú, Paulinho Cascavel, Rentería e Toninho Metralha. E os últimos três até foram campeões pelo FC Porto. O céu é o limite e o otimismo reina. 

Os jogadores que estiveram cedidos a outros clubes serão avaliados na análise aos emprestados.

Pergunta(s): Que expetativas para Corona em 2016-17? Marega e Varela merecem continuar no plantel? Confirmando-se a saída de Brahimi, quem deve ser o seu sucessor?

17 comentários:

  1. Marega não é extremo, é avançado. Não tem culpa de o porem a jogar nesse lugar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. marega infelizmente é bastante limitado para ser futebolista profissional de qualquer liga

      Eliminar
  2. Apenas Brahimi e Corona têm qualidade para ficar no plantel como extremos. Foi estúpido terem enviado o Quaresma e o Tello embora de borla (o último tinha que ser comprado por nós, eu sei, mas poderia ser vendido com lucro muito facilmente). Como é que se deixam sair assim 2 jogadores talentosos?

    Para o ano é uma das posições prioritárias que devem ser reforçadas, seja por jogadores vindos de fora, seja por jogadores já com contrato com o clube.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. suspirar pelo tello é o mesmo que sonhar com o lopetegui

      Eliminar
  3. tello nos jogos que fez, esta epoca principalmente, mas tambem ja na epoca passada, ele talente até pode ter mas aqui nao o mostrava por isso foi e foi bem adeus e até um dia, preferia ter o gleison da b a ter o tello
    o varela é um dos patinhos feios dos adeptos, ou "adeptos", eu gosto dele, acho que merece respeito, mas admito e sei ver que alem de nao ser novo, nao é ou nao mostra ser propriamente um lider e fez uma epoca pessima, e o melhor e inevitavel será mesmo sair penso eu...
    corona fica sem sombra de duvidas, tem de melhor muito mas acho que com uma pré-epoca bem feita as coisas podem ir lá (era bom era que o mexico arrumasse cedo da copa america)
    brahimi inevitavelmente será um dos que vai sair logo nao ha muito a dizer... boa sorte para ele

    acho que extremos será das posiçoes mais complicadas para a proxima epoca a um gleison, ismael diaz ou ivo que poderiam vir (apenas um) e fazer parte do plantel mas julgo que precisamos de pelo menos 2 reforços de qualidade aqui nao quero apontar nomes só gostava de fazer uma pergunta ao tribunal: o rafa silva, que muitos adeptos pedem ou dizem que vem, seria um bom reforço para o porto? nao estou a perguntar se vai vir ou se ha possibilidade ou algo do genero, apenas pergunto se ele seria um bom reforço para o porto, porque eu sinceramente vejo tantos a quere-lo mas tenho algumas duvidas

    ResponderEliminar
  4. Por mim é metê los todos no negócio do brahimi. Na compra do mesmo oferecemos os outros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOL
      comparto, apesar de achar que o brahimi poderia ficar, no entanto, saindo não deixará saudades

      Eliminar
  5. "Para a história ficam 13 jogos, 500 minutos e um golo..."

    Penosos registos do Marega no FC Porto, e que contrastam com os registos que trazia em duas meias temporadas no Maritimo (podem rever esses registos no Maritimo, minutos jogados e golos marcados). O pobre do Marega, em 500 minutos oficiais que fez com a camisola do FC Porto (num período amotinado da temporada), fez 1 golo, o consagrado C Tello, em 840 minutos jogados no FC Porto e num período mais pacifico, quantos golos fez?

    Vamos aguardar, e veremos o "rombo" financeiro provocado pelas contratações de Suk e Marega, tiveram um custo global de 5,5 M€, será que o Suk se for tranferido pós JO no Brasil, irá garantir um retorno que paga esses dois erros de casting?

    (Gostava de "ouler" uma opinião avalizada, mas não inquinada, sobre a contratação do Suk, qualidade do Atleta/custo da sua transferencia, sim, aqui no TD).

    Sobre desequilibradores, creio que Corona será o unico resistente da ultima temporada. Brahimi está no mercado, o inconstante Varela, e o vosso amigo de estimação Marega, ambos não irão transitar!

    Quais os desequilibradores, ou de ala, que gostava de ver no Plantel do FC Porto 16/17? Dois de linha, dois para pisar espaços interiores, quais os seus nomes? Corona, Quaresma (fará 33 anos a idade de Cristo), Rafa Silva, e Hernani. Rafa e Corona para espaços interiores, Quaresma e Hernani ambos de linha. Versatilidade, talento, criatividade, ou velocidade, de tudo um pouco em cada um desses 4 nomes que deixei. O 5º seria o Ismael da B, desde que renovasse o emprestimo ou se vinculasse!

    PT

    ResponderEliminar
  6. O FCP pode passar muito bem sem qualquer um desses 4 extremos.

    Ventura.

    ResponderEliminar
  7. Acho que devia regressar o Hernâni e ter uma oportunidade

    ResponderEliminar
  8. Ora foi por aqui que passou grande parte do insucesso desta época.

    Se Brahimi tem pezinhos e mais ou menos, esteve sempre por lá, foi mesmo o único.

    Corona fechou a loja em Janeiro, Varela apareceu na loja em 2 ou 3 dias e Marega ainda está à porta para ver se descobre a loja.

    Os extremos do plantel, esta época, foram emperradores de jogo e não criadores.

    O jogo que era suposto fluir nas alas, acabou sempre por lá e se não fossem os laterais então era melhor só jogarmos no meio.

    Obviamente que para o ano só Corona deveria ficar (pelo potencial e pelo que custou)... provavelmente Varela ficará também para 4º Extremo (assim o espero) e Brahimi sairá porque tem que ser vendido, para equilíbrio orçamental.

    Ora isto abre aqui várias questões e vai depender muito da táctica que Nuno optar (4-3-3 ou 4-4-2, pois como já disse muitas vezes, desde o ano passado, este plantel é para um 4-4-2 e nunca para um 4-3-3). Se Nuno optar pelo tradicional 4-3-3 então 1 extremo para titular terá que vir mesmo e depois decidir-se se Varela deve ficar, se Ismael Diaz deve fazer parte do plantel ou não e se deveremos comprar um 2º extremo para poder jogar.

    Assim rapidamente, se formos ter extremos, Corona, Varela, Ismael Diaz + 1 novo seria interessante ( e com os médios multi-funções também a poderem jogar por ali).

    ResponderEliminar
  9. Bom, a estatística é como o bacalhau, poderemos cozinhá-lo de varias formas. Fui observar minutos jogados no Campeonato, e golos marcados pelos 5 extremos que jogaram nesta ultima temporada no FC Porto :

    Brahimi 2483 minutos, fez 7 golos (um deles de GP).
    Corona 2030 minutos, fez 8 golos.
    Varela 834 minutos, fez 3 golos.
    C Tello 511 minutos, não marcou na Liga!
    Marega 121 minutos (nenhum jogo como titular), não marcou na Liga!

    O Marega chegou ao Maritimo em Janeiro de 2015, e jogou duas meias temporadas na Madeira, e com os seguintes registos minutos/golos marcados na Liga :
    2014/15 1103 minutos (desde Janeiro/15), marcou 7 golos!
    2015/16 1166 minutos (deixou o Maritimo em Janeiro/16), marcou 5 golos!

    Estes registos permite-nos tirar algumas conclusões :

    O Tello, apresentou piores registos que Marega no FC Porto, tendo como indicador, minutos jogados/titularidade/golos marcados!

    O Marega, fez na Madeira um total acumulado de 2262 minutos jogados na Liga (em duas meias temporadas), fez 12 golos, um interessante registo para um avançado que joga na direita, e não é um P Lança, e pergunto, estes registos de golos marcados, não eram uma excelente carta de recomendação?

    O Marega nesta temporada, marcou dois golos ao FC Porto, nos Barreiros ao Casillas no empate a um golo, e voltou a marcar no Dragão ao Helton na T Liga na vitória do Maritimo por 3-1.

    Onde pretendo chegar? Nem o Marega é um talento prodigioso, nem será o pior avançado do Mundo, e os registos de golos marcados na Madeira é a prova dos nove. Ou pretendiam que o Marega em estreia no FC Porto (foi apenas titular em 4 jogos, 2 com o Gil e 2 jogos com o Dortmond), e em meia temporada amotinada, não fez pior que o Tello na 1ª metade da temporada!

    PT

    ResponderEliminar
  10. Varela deve sair, gosto muito dele mas a sua hora chegou, obrigado por tudo.

    Marega sinceramente não tenho opinião, até agora pouco mostrou mas o
    treinador saberá melhor se ele pode render ou não.

    Corona deve ficar, tem talento e pode ser muito importante se as expectativas se confirmarem.

    Brahimi, este podia ser um dos melhores da historia recente do FC Porto, podia superar muitos craques dos últimos anos, é verdade que o momento do FC Porto não ajudou, mas não concordo com a analise do TdD, brahimi é de uma nulidade incrível, essas estatísticas dão uma ilusão errada, até parece que brahimi cria muitos lances de golo ou faz muitas assistências, isso é errado, brahimi estraga mais jogadas do que o contrario, deve ser vendido porque assim precisamos, 30M era bem pago, desejo lhe boa sorte.

    ResponderEliminar
  11. "Eh pah, o Sonkaya não era central. Pois não. Mas lateral-direito também nunca provou ser."

    Lol

    ResponderEliminar
  12. Defendo que precisamos de um extremo que pegue de estaca, que tenha experiencia, alguem que assuma a equipa.
    O Brahimi é bom, mas acredito que lhe falta esse carisma.
    Nessa lógica e contando com as dificuldades do clube a nivel financeiro, acredito na venda do argelino.

    Corona com uma pré-época inteira pode de facto fazer diferente para melhor.
    O tal novo extremo de qualidade/experiência
    Hernani, aparentemente fez uma época interessante e atendendo que o treinador gosta de transições e este rapaz gosta de correr...
    A 4ª opção tem de ser alguém dos quadros, não podemos andar a esbanjar dinheiro com tanto jogador emprestado e na B, como tal... um destes.
    Ismael Diaz (Ouço maravilhas do rapaz)
    Ivo Rodrigues (Fez uma época consistente em Arouca)
    Varela (Não sei sequer se o vamos conseguir emprestar)

    Eu sei que não é o ideal, daí a importância na tal compra acertada no tal extremo.

    Rafa, avaliado em 20Milhões?!!!!! Nem pensar, para isso íamos buscar muito melhor! Para o FCPorto alguem avaliado em 20M tem de ser um titular de uma seleção de topo!!!!! Já não temos vida para essas aventuras!

    A minha análise é sempre na óptica do sucesso imediato e da contenção financeira que é necessária!

    ResponderEliminar
  13. Parece-me que Varela devia ficar. Não para ser um titular, mas como alternativa. Tem muitos anos de FCP, nunca arranjou problemas, é um jogador ainda bastante razoável e muito cumpridor taticamente. São jogadores destes que fazem um bom balneário.
    E é sempre bom que ande por lá alguém que se lembre de levantar um titulo com a nossa camisola.

    Quanto ao resto, penso que não há grandes duvidas:
    Brahimi (o maior talento do plantel) será vendido;
    Corona fica;
    Marega sai (provavelmente, emprestado).

    Não sabemos quais as ideias que o Nuno terá para o sistema tatico, mas de qualquer maneira será sempre indispensável contratar, pelo menos, um extremo que garanta qualidade.

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.