sexta-feira, 17 de junho de 2016

Análise 2015-16: os avançados

Não foi um ano fácil para os avançados do FC Porto. Aboubakar, Osvaldo, André Silva e Suk, juntos, marcaram 24 golos. Sozinho, Jackson Martínez marcou mais golos em qualquer uma das três épocas em que representou o FC Porto. Entre o começo auspicioso de Aboubakar, a aposta completamente falhada em Osvaldo, a entrada de Suk num comboio que já descarrilava e o sinal de esperança de André Silva no fim da época, ninguém conseguiu verdadeiramente fazer esquecer Jackson Martínez. É caso para dizer: tínhamos um ponta-de-lança que valia por quatro. 

Há qualidade e potencial para um futuro mais animador (Rui Pedro, enfim, renovou, depois de ter sido encostado a meio da fase final do nacional de sub-19), mas pensar na época 2015-16 nunca vai ser pensar em grandes goleadores do FC Porto. Mas oxalá que seja pensar naquela em que um deles começou a dar os primeiros passos.

Aboubakar - Foi um regalo ver o seu início de época. Aboubakar era um jogador capaz de tudo. Confiante, desinibido, influente, goleador. Uma fera. Depois, ao primeiro momento menos bom da equipa, o efeito Aboubakar começou a desaparecer. Não voltámos a ver aquele jogador que pegava na bola, virava-se para a baliza, encarava o adversário e deixava todos os adeptos na expetativas de algo de bom. Por mais estranha que a afirmação possa parecer, Aboubakar é demasiado... bom rapaz. É demasiado humilde e deixa-se abater com facilidade. Há outra expressão, concentração competitiva. Aboubakar é um jogador com dificuldades em revelar-se no momento adverso. Perde a confiança com demasiada facilidade. E assim é difícil aguentar-se num clube como o FC Porto, onde há sempre exigência máxima. Aboubakar tem que ser mais forte mentalmente. 
Contrato até 2018

Nuno disse que o FC Porto deve continuar a jogar em 4x3x3. As caraterísticas de Aboubakar são mais convidativas para um 4x4x2, no papel de segundo avançado. Aboubakar não é o típico ponta-de-lança que pode ficar entre os dois centrais e ser referência na grande área. Aboubakar é mais forte quando se liberta, quando recua, dá apoio aos médios e embala para o ataque. Não significa que não se possa adaptar ao 4x3x3, pois já o vimos brilhar nesse esquema, mas dependerá muito do uso que Nuno der ao ponta-de-lança.

A SAD tem 37,5% a 40% do passe de Aboubakar (surgem as duas informações no último R&C), pelo que uma eventual venda não seria rentável. Faz todo o sentido que Aboubakar continue no plantel (atenção ao contrato). Tem potencial e valia para evoluir. Acima de tudo, tem que ser desenvolvido um trabalho a nível mental. Aboubakar tem que ser mais confiante, mais arrogante (no bom sentido), mais duro. Tem que ser mais à Porto. Que ninguém diga que não tem potencial para vingar, pois tem. Falta o resto.

Suk - Podemos recuperar uma análise antiga d'O Tribunal do Dragão: «Suk é um jogador que agrada aos adeptos pela raça, por ser muito combativo e não dar uma bola por perdida. Mas não iria ser ele a solução para a falta de golos do FC Porto. Suk não garante mais golos do que Aboubakar (...) Suk movimenta-se bem na grande área e é forte no jogo aéreo, mais até do que Aboubakar, mas tem dificuldade em jogar sem espaço, contra linhas defensivas recuadas, demora a soltar a bola e é difícil para ele jogar de costas para a baliza. É um jogador com algumas qualidades, mas seria difícil formatá-lo para encaixar no FC Porto em janeiro.»

Contrato até 2020
Foi uma contratação ao encontro das expetativas. Suk não tinha caraterísticas para chegar e encaixar na equipa em janeiro. É um jogador que tem escola, que tem coisas interessantes, mas que não era melhor do que quem cá estava e nunca tinha jogado numa equipa com o modelo do FC Porto. Fez coisas interessantes na Madeira e no Setúbal, mas se lá estivesse Aboubakar também faria. 

Os adeptos gostam de Suk pela forma como ele pressiona os defesas e se movimenta na grande área. Mas conforme esperado, não consegue jogar quando não tem espaço. É difícil para Suk libertar-se da marcação, vir atrás tabelar, jogar em espaço curto. Numa equipa como o FC Porto, que assume o jogo, um jogador como Suk terá sempre dificuldades. Podia ter tido mais algumas oportunidades, mas entre André Silva e Aboubakar, era naturalmente a 3ª opção para o ataque. Pode perfeitamente fazer a pré-época (não faz sentido algum, aliás, que quem chega em janeiro, mês de «reforços» e não meras «contratações», já não sirva no final da época - isto também deveria servir para Marega, que custou mais do dobro de Suk), mas só com uma grande evolução pode enquadrar-se no plantel. Custou 1,5M€ por 70% do passe. Não foi o mais caro dos reforços, mas há que tentar rentabilizar a aposta. Mas entre Suk e Gonçalo Paciência (será analisado juntamente com os emprestados), o sul-coreano só ganha em experiência e agressividade.  

Contrato até 2019
André Silva - Foi considerado o 3º melhor jogador da época pelos leitores d'O Tribunal do Dragão. É um facto que os resultados podem estar um pouco inflacionados pela final da Taça de Portugal, mas agora percebem o porquê de, há dois anos, o TD ter defendido que era essencial amarrar André Silva. Já não é só futuro: é também presente. André Silva tem tudo o que um ponta-de-lança precisa de ter. É forte fisicamente, bom de cabeça, rápido, tem capacidade no um para um, é agressivo, consegue finalizar com os dois pés e consegue jogar tanto em profundidade como mais longe da grande área. É um avançado completo, é nosso, é portista.

O primeiro golo custou a aparecer, mas aquele bis no Jamor não foi nenhum momento Rodrigo Tiuí (que também marcou de bicicleta numa final da Taça). André Silva é capaz disto e de muito mais. Terá que continuar a ser humilde, trabalhador e profissional. Tem condições para começar a disputar o lugar na pré-temporada. A contratar alguém para o ataque, não faz sentido que venha alguém que não seja melhor do que André Silva (como aconteceu em janeiro); mas vindo alguém melhor, poderia tapar André Silva. Mas a questão é mesmo essa: que ponta-de-lança melhor do que André Silva o FC Porto poderia arranjar a curto/médio prazo? Sinceramente, não vale a pena pensar nisso. Quem já tem um leão não precisa de ir à savana. 

Pergunta(s): Partindo do princípio que o FC Porto jogará em 4x3x3, quem deverão ser os três pontas-de-lança para 2016-17?

32 comentários:

  1. Penso que não faz sentido apostar em novos PL's quando temos jogadores com potencial, e depois de uma época de crescimento, penso que tanto o André Silva como o Aboubakar tem todas s condições para ser o PL que precisamos.
    Como tal, apostaria em André Silva e Aboubakar, e como 3º PL seria uma luta entre Suk e Gonçalo, que deveria ser decidida depois da pre-época.

    ResponderEliminar
  2. André Silva, Gonçalo Paciência e Aboubakar

    ResponderEliminar
  3. Casillas
    Layun / B.Indi / Felipe / Rafa
    Danilo(R.Neves) / S.Oliveira / J.C.Teixeira
    Corona / A.Silva / Rafa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. casillas, layun, indi, oliveira, corona, outro terceiro lugar..

      Eliminar
    2. andre deve ser a aposta a titular, manter o aboubakar, pois parece-me bom avançado. também gostaria de ver os dois a jogar juntos em 4-4-2
      suk bom rapaz, mas não para o FCP
      Gonçalo, tenho dúvidas, deveria rodar num clube que jogue mais para cima da tabela, para se entender o real valor.

      o ataque esta época deixou muito a desejar, falta de eficácia, perdida de pontos, soluções pouco credíveis.

      parece-me que é um sector onde tem de se investir, e bem.

      despachando marega, suk, corona, o argelino que anda emprestado em espanha, o adrian Lopez, temos caixa para um bom avançado, de preferencia escola soviética ou nórdico.

      Eliminar
  4. Gostei muito da vossa análise. No meio disto devo dizer que gostava muito de ver o porto a jogar em 4-4-2, qualquer um dos avançados teria a ganhar c isso e acho que é o esquema que melhor se adapta a kk um. Gostei de ver o André Silva no final da taça mas daí a ser o goleador da equipa, ainda me parece que tem que evoluir. Dito isto acho que o Porto deveria contratar um bom avançado, um verdadeiro finalizador.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O benzema aparece cedo no lyon e foi-lhe dado espaco e minutos para crescer. Faca-se o mesmo com o andre silva. Para mim seria titular sempre e sera sem duvida um novo benzema.

      Eliminar
  5. De longe a zona mais sensível do plantel porqu há talento, talvez não adaptado ao sistema que o treinador quer e para ir buscar alguém tem de ser melhor e provavelmente muito caro.
    Contando com o Gonçalo Paciência e até o próprio Bueno, acredito que neste lote de 5 avançados o FCPorto tem mais matéria prima para jogar em 442 do que 433, só mesmo o André Silva estará mais vocacionados para o 433.
    Atendendo que o clube não atravessa um período de folga financeira penso que só, se vendermos o Aboubakar podemos ir buscar outro avançado, caso contrário teremos de ficar com o que temos, sendo que o André Silva deverá entrar esta época com o estatuto de membro efectivo (não confundir com titular) do plantel e não na perspectiva de jovem, a ver no que dá.

    Eu chamaria estes 3 mais o Gonçalo Paciência e depois dependendo das prestações escolheria os 3.
    Sei que para o Gonçalo uma época a titular numa equipa de 1a liga não seria pior mas neste momento o Porto também precisa de começar a limpar e ver quais são os jogadores do seu quadro que podem ou não continuar ligados ao clube.

    Recordo que o Peter Ljinders dizia do Gonçalo, excelente técnica, muita qualidade mas não é um homem golo, penso que será um ano chave para ele em relação ao seu futuro no clube.
    Conforme disse, se vendermos o Abu, aí sim poderemos ir buscar alguém mas um jogador que possa pegar já, para promessas temos muitas e boas no clube.

    ResponderEliminar
  6. José Sá
    Maxi (até a chegada de Ricardo), Filipe, um central de qualidade, layun ou rafa
    ruben neves e danilo
    corona,andre silva, um ponta de lança finalizador, rafa (se bem que me parece um jogador caro) ou outro extremo de qualidade

    ResponderEliminar
  7. Caro TdD,
    André será aquilo que quiser. Um fora de série, sem nenhuma duvida. Com trabalho e dedicação, creio que será um jogador de nivel Mundial. Como Ronaldo, por exemplo. Sem precisar de salvaguardar distâncias, porque não creio que esteja a exagerar. Como é óbvio, nunca será tão rápido; assim como CR nunca terá a mesma qualidade de movimentação de AS dentro da área, nem mesmo a mesma capacidade técnica. E é como diz, é nosso e é Portista.

    ResponderEliminar
  8. Ah, faltou a resposta à sua pergunta: André Silva e mais dois ;)

    ResponderEliminar
  9. André Silva tem de ser o titular do FC Porto. Compreendo o que dizem quanto às reduzidas mais valias que Aboubakar possa gerar mas não vejoum ponta de lança "fraco mentalmente" como o descreveram (eu vejo muitas mais lacunas no camaronês, fosse só esse o seu mal) a ser sentado no banco por um miúdo e a ser competitivo na luta pelo lugar. Teve a sua oportunidade, não a agarrou, deve ser vendido.

    Suk é uma solução interessante para se ter no plantel. Pela sua combatividade e entrega, é também forte no jogo aéreo e como tal pode encaixar no plantel como segundo ou terceiro avançado.

    Gonçalo Paciência tem de ficar no FC Porto. Acredito que ele evolua mais a treinar no FC Porto do que a rodar numa equipa como a Académica, onde não evoluiu como predador de área que é o que se pretende. Faz sentido emprestar defesas e médios para ganhar andamento, avançados não concordo, acho que evoluem mais no plantel (ter um ou dois defesas mais experientes no grupo que os fossem aconselhando, bem como o próprio rui barros penso ser muito mais adequado).

    Para a próxima época André Silva e Gonçalo Paciência deviam ser os avançados do Porto. Como terceira solução o Suk, pois não faz sentido contratar alguém para tapar dois jovens muito promissores e que justificam a aposta (aos quais junto o rui pedro dos sub-19), e ainda menos sentido faz para uma terceira opção.

    ResponderEliminar
  10. Claro que precisamos de um novo ponta. Um de qualidade inquestionável. A seguir aos centrais, o ataque é o sector que mais precisa de ser reforçado. Um ponta de lança e dois extremos são contratações obrigatórias.

    ResponderEliminar
  11. Aboubakar, André Silva e Hugo Vieira.

    ResponderEliminar
  12. Concordo com a analise, só acho que lá dentro a pressão para não falhar este ano começa a ser imensa. Aboubakar e André parecem-me ter valor mais que suficiente para preencher a posição, mas pode haver lá dentro medo que André esteja "verde" e de que Abou volte a ceder, o que somado a pressões para fazer "negócios" (duvido que isso acabe do dia prá noite, o J.Mendes já recomeçou a meter a colher...) traga mais alguém que venha a tapar um deles. O que era uma pena.

    Suk é um avançado muito diferente dos outros 2. Pode fazer sentido numa alternativa com dois avançados, ao jeito das duplas que Cardozo fazia com Saviola/Lima no Benfica de Jesus, com um avançado muito móvel e outro mais posicional?

    ResponderEliminar
  13. Subscrevo este post, todavia, relativamente a Aboubakar, e a maioria do Plantel (até Outubro o Aboubakar tinha feito esquecer Martinez com golos na Champions e Campeonato), eu sinalizo a inversão deste Porto 15/16 justamente em Novembro no FC Porto 0 D Kiev 2, um empate no Dragão carimbava os oitavos da Champions, contudo, aquela derrota provocou o descambar de toda a temporada desportiva, então a 2ª volta foi depressiva, mas repito, o momento dessa viragem depressiva surge justamente com o D Kiev no Dragão (pós D Kiev, recordem-se como ganhamos em Aveiro ao Tondela, isto na resssaca Champions)!

    Bom, o FC Porto detem cerca de 40% do passe de Aboubakar, terá tido um custo de 4/5 M€, num cenário hipotético, se for vendido por 20/25 M€ (o golo que marcou recentemente à França valorizou-o), o FC Porto pode fazer um encaixe entre os 8/ 10 M€, estes valores hipotéticos, mas perfeitamente possiveis não garantem uma mais valia de quase 100% na venda de Aboubakar? Será assim tão mau negócio?

    Bom, P Lança para o 4-3-3 do NES : Jonathan Calleri (uma especie de Falcao 7/8 anos mais novo), terá um custo entre os 10/15 M€ (o Transfermarket aponta os 10 M€), André Silva e o Bueno como o 9,5 do JJ!

    PT

    ResponderEliminar
  14. TdD,

    Respondendo ao teu repto, não creio que Aboubakar alguma vez tenha estrutura mental para aguentar estar numa equipa como o FCP... Ele é demasiado afectado pelas incidências do jogo e isso não pode acontecer numa equipa como a nossa.

    Suk sim... tem lugar no plantel como opção ou para jogar em cunha como 2º avançado.

    Agora voltamos a um antigo problema... não temos plantel para jogar em 4-3-3 e se essa é a ideia de Nuno então temos que ir ao mercado comprar extremos e descobrir o que raio fazemos com o Bueno.


    Corona pode jogar numa ala mas não é um extremo (é sim um 2º avançado) e jogando Corona ficamos sem ninguém que vá à ala desiquilibrar.

    Além de Corona não temos mais nenhum ala que se preze... Brahimi está de saída, Varela está a acabar e Marega ainda não chegou ao Dragão(estraviou-se no caminho?)...

    Resta Ismael Diaz e Gleison que penso um deles já poder ser o 4º Estremo do plantel A (Ismael provavelmente) e até se pode considerar Varela util para 1º Suplente, mas temos mesmo que contratar alguém muito bom como extremo e não como médios interiores aka Brahimi ou Corona.

    A outra possibilidade que vejo é começarmos a jogar com médios puros a extremos, para obrigar o jogo a rodar para dentro e aì temos alguns jogadores para essa tarefa, como André André ou mesmo João Teixeira, mas isso representa um risco desnecessário de falta de golo.

    Vamos ver como isto corre e esperar para perceber quais são as saídas que vão gerar as mais valias necessárias até final do mês (estou a contar com Brahimi e Herrera mas pode haver supresas), para depois percebermos o que fica.

    ResponderEliminar
  15. É uma grande questão, vamos enfrentar a nova época com Aboubakar, André Silva e Suk? Vamos ver o que acontece na pre-época, depois já teremos uma melhor noção se é preciso reforçar a posição

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. atacar a próxima época com o trio que terminou esta não é mau na minha opinião porque considero que o André Silva tem um grande talento e potencial e o Aboubakar é um grande avançado mas que esteve muito em baixo psicologicamente na época que agora finda. É trabalho do treinador montar uma equipa coesa e forte, se o fizer o Aboubakar vai voltar ao que era e ainda irá crescer. André Silva também tem ainda muito para crescer mas tem uma grande atitude e vontade, além de sentir a camisola como se viu no final da Taça. Suk como 3ª opção é bastante bom, é um jogador com qualidade, lutador e internacional pelo seu país.

      O grande problema é se Aboubakar e André Silva falham, se não aguentam a pressão e ficamos coxos no ataque pelo menos até janeiro. Por isso concordo que é preciso esperar para ver como corre a preparação da nova época, o desempenho nos amigáveis e também se a SAD tem ideias diferentes e vende algum desse jogadores.

      Eliminar
  16. Vejo muita gente a querer que o Gonçalo Paciência fique, mas na académica mostrou aquilo que sempre achei:para o porto não serve e ponto final...
    Eduardo Miranda

    ResponderEliminar
  17. Tal como comentei, há um ano atrás, em relação a Abou, direi o mesmo para A.Silva, com a particularidade de o achar melhor que Vincent: o problema será quando não marcar, principalmente se for durante algumas jornadas; é saber qual a sua resistência mental, pressão dos assobiadores e dos media. Pessoalmente, penso se for apoiado pela equipa, logo pelo treinador, André tem condições mais que suficientes para se impor, ou seja, não lhe peçam para ser o unico marcador de golos da equipa. Para André singrar, terá de ter gente ao seu lado com capacidade de finalizar, sejam médios ou alas, pois só assim, com a tranquilidade de não pensar ser o único com aquela respinsabilidade, poderá crescer e maturar saudavelmente. Veremos.
    Se vamos ficar com André, apostando nele e o sistema tático, conforme diz Nuno, for de jogar com um PL, não faz sentido termos um outro jovem com o potencial de Aboubakar. É preferível vende-lo e adquirir um outro avançado mais velho, experiente, para "ensinar" A.Silva. Ficaria talvez com Suk, por ser diferente, por poder dar-nos uma alternativa diferente para jogos com que, certamente, se nos depararão. Gonçalo? Gostava de o ver emprestado ao futebol holandês, para ver uma coisa.

    ResponderEliminar
  18. Para mim, Aboubakar, André Silva e Paciência.

    Aboubakar tem muito potencial, já mostrou valia e foi-se abaixo com a equipa. Numa equipa moralizada e em grande forma rende muitos golos e joga bem. Além disso, temos pouca % do passe e está desvalorizado. Não iamos ter lucro nenhum e ainda iamos ter de ir buscar 1 avançado.

    André Silva - É o PL de futuro do FCP. Acho que não devemos ter 1 claramente como titular, teremos Aboubakar e André Silva sempre na disputa. Tem raça, agressividade, joga bem nas costas dos defesas, remate bem com 2 pés e de cabeça. Falta jogar mais de costas para baliza, dar-se mais ao jogo. No fundo, desenvolver mais os aspectos de PL de equipa grande apesar de saber jogar com pouco espaço.

    Gonçalo Paciência - Jogador que nunca vai evoluir em equipas pequenas. PL talhado desde cedo para equipas que assumam o jogo, tem um jogo de costas para a baliza melhor que Aboubakar e André Silva. Tem mais técnica que estes 2, melhor passe e joga melhor com a equipa. Não tem tanta velocidade, agressividade nem explosão. Falta também maior eficácia na finalização. Por mim, acho que aceitava o papel de 3º avançado e pode vir a ser um grande elemento no futuro.

    Quanto ao Suk, obrigado pela entrega mas não chega para o FCP. E com 2 produtos da formação com qualidade na equipa A + Leonardo e Rui Pedro na equipa B não precisámos de Suk. Mais um para andar emprestado o resto do contrato.

    ResponderEliminar
  19. Avançado para finalizar de cabeça, vulgo “matador” – Henrique Dourado.
    Avançado para criar desequilíbrios na grande área – André Silva.
    Avançado para atacar a partir do exterior da grande área e pelas alas – Suk.
    Um quarto avançado para atacar a partir do exterior da grande área e pelo centro – Bueno.
    Tenho pena de deixar o Gonçalo Paciência de fora destas contas, mas o melhor para ele talvez seja mostrar serviço num clube com mais exigência que a Académica, por exemplo, o Vitória de Guimarães, o Arouca que vai à Liga Europa ou um clube da liga francesa (como aconteceu com o Ricardo e o Carlos Eduardo)!
    Henrique Dourado, André Silva, Suk e Bueno formavam um belo naipe de opções e de alternativas para o ataque para o FCP. Com estes jogadores o FCP estava devidamente capacitado para jogar em 433, 442 ou 4132.

    Ventura.

    ResponderEliminar
  20. Boas...

    Em primeiro lugar devo dizer que a meu ver o FCP precisa mesmo de comprar um ponta de lança em condições, muito à semelhança de Jackson Martinez, isto é, um jogador já feito e que vem para ser titular de caras.

    Aboubakar tem de ser vendido para podermos financiar um ponat de lança em condiçoes. Como foi dito no artigo, o Abouba é bom jogador mas tem falta de confiança e vai "abaixo" muito depressa. Parece que anda sempre triste em campo e isso não pode acontecer no FCP.

    André silva deve claramente ficar no plantel principal. Primeiro pela sua qualidade inata, que só não vê quem não quer. Assim ele tenha a cabeça no lugar e consiga evoluir para níveis a que todos nós pretendemos. Mas uma das razões que ele deve ficar no plantel, é por dar o exemplo aos outros jovens do FCP, isto é, para todos eles terem a noção que com trabalho e talento, todos podem chegar à equipa principal e não precisam de se "vender" para outros clubes (Surgiu o rumor que o Rui Pedro poderia assinar pelo Sporting).

    Acho e espero que este ano seja o ano da mudança de paradigma do FCP. Claro que temos de comprar 3/4 jogadores para serem titulares de caras, mas também temos bastante juventude com qualidade (que já não se via há muito tempo) e que podem dar luta aos "titulares".

    Cmpts

    ResponderEliminar
  21. Por muito que goste de Aboubakar, vai para a 3ª época de azul e branco e ainda não se afirmou no clube... André Silva para mim seria a primeira opção no onze, mas deveríamos ter no plantel um jogador fiável para o caso de André Silva não corresponder. Falou se de Henrique Dourado do Vitória de Guimarães que seria uma excelente escolha, experiente e forte em todos os aspectos, encaixaria muito bem no plantel. Tendo em conta que o 3º ponta de lança do plantel raramente irá jogar, Suk parece me um nome a ter em conta, dada a sua disponibilidade e entrega.

    ResponderEliminar
  22. Para além de não termos um ponta de lança digno de esse nome o Porto vai continuar a jogar no sistema 4-3-3. É vira o disco e toca o mesmo.

    ResponderEliminar
  23. André Silva como primeira opção
    Aboubakar como segunda
    Suk como terceira
    Se aparecer uma boa proposta pelo Aboubakar, vendia-o e comprava um ponta de lança barato (cá dentro ou lá fora) e com margem de progressao para ajudar o Suk a "apertar" com o André ; em alternativa ficava com o Goncalo Paciência no plantel

    ResponderEliminar
  24. Primeira fila

    Ferreira Nunes foi nos últimos anos o todo-poderoso responsável pela classificação dos árbitros. Para uns, entre os quais nos incluímos, fez um mandato deplorável, mas para outros foi de uma eficácia inquestionável. Entre outras façanhas, foi ele que conseguiu despromover um dos melhores árbitros do país, manter no primeiro escalão, apesar de ter ficado em lugar de descida, outro. Agora, menos de um mês depois da comissão de serviço eis que surge na primeira fila no camarote presidencial do Pavilhão da Luz, no jogo de futsal entre o Benfica e o Sporting. Os amigos são para as ocasiões e nunca trates mal quem te trata tão bem. in Dragoes Diario de hoje.

    ResponderEliminar
  25. Na minha opinião:

    Vender Abu
    Se existir bom negócio para Suk, também pode ir
    Ficar com André Silva, Gonçalo
    Caso Abu/Suk saiam ir buscar outro...porque não Hugo Vieira?

    Bem sei que há um problema em ter 2 jogadores da formação, uns até dizem que o problema é a falta de qualidade, mas espero bem que André e Gonçalo tenham a pré-época que merecem.

    Já agora: algum deles vai ao Olímpicos?

    ResponderEliminar
  26. Sobre Aboubakar fala-se que o Everton poderá oferecer 20 milhões e que o Porto antes de o vender pretende recuperar o que resta do passe (e creio que tem opção para isso)

    Em relação aos 3 PLs ficava com André Silva (por tudo que o TdD disse em cima), Miguel Borja (goleador colombiano que leva 17 golos em 20 jogos esta época), e Suk (pode ser importante para quando precisarmos de fazer "chuveirinho" ter alguém alto como ele, além que não me parece o tipo de jogador que crie problemas por ficar a maior parte da época no banco)

    ResponderEliminar
  27. Tribunal do Dragão, para quando a análise aos emprestados?
    Obg, um abraço

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.