quarta-feira, 14 de junho de 2017

Não é preciso mais nada

Como unha e carne. O ponto 3 do artigo 61º já desmantela a teoria de que possa haver Pedro Guerra sem Benfica. Não pode. O regulamento disciplinar da FPF é muito claro e refere-se a «dirigentes, representantes e colaboradores». Logo, quando o próprio Pedro Guerra se enuncia como um mero «colaborador» do Benfica, já está a dar reconhecimento suficiente para que o clube seja julgado pelas suas ações.


E face às últimas revelações no Porto Canal, vimos que Adão Mendes, vice-presidente da AF Braga - membro da APAF -, apelou ao administrador do Benfica Paulo Gonçalves para que a nota de Manuel Mota fosse «positiva», depois de um Marítimo-Vit. Guimarães. 

Porquê este interesse em que Manuel Mota tivesse nota positiva num Marítimo-Vit. Guimarães, um jogo que não interferia com os objetivos do Benfica? Porque no jogo seguinte que apitou na I Liga, Manuel Mota foi chamado precisamente a arbitrar o Benfica-Rio Ave

Ora, poderia ser difícil que Manuel Mota fosse chamado a arbitrar um jogo de um candidato ao título tendo nota negativa num Marítimo-Vit. Guimarães. Mas Manuel Mota lá foi nomeado para o Benfica-Rio Ave. Lembram-se do que aconteceu nesse jogo?

Podemos começar por lembrar que Roderick, ex-Benfica, não foi convocado para esse jogo, por alegados problemas físicos. Certo é que 3 dias depois foi chamado para jogar na Liga Europa e que agora foi transferido para o Wolves, uma das lavandarias, perdão, clubes geridos por Jorge Mendes. 

O Benfica venceu esse jogo por 1-0, golo de Talisca, aos 60 minutos. Golo esse que não deveria ter acontecido, pois foi precedido de uma falta por marcar de Maxi Pereira. E oito minutos depois, aconteceu isto:


Esmael Gonçalves acabou por introduzir a bola na baliza e fazer aquele que poderia ter sido o 1x1 final. Porquê tanto interesse em que Manuel Mota tivesse nota positiva? Pois assim a sua nomeação para o Benfica-Rio Ave não seria comprometia por uma má prestação numa jornada anterior. E todos constataram a imensa felicidade e circunstâncias que levaram o Benfica a esta vitória sobre o Rio Ave. 

Há também a assinalar o interesse em que Manuel Mota tivesse uma boa classificação. Afinal, não sendo Manuel Mota internacional, segundo os regulamentos só seria recomendável para arbitrar jogos de grande dificuldade se ficasse no top 12 da classificação dos árbitros. E ficou, numa posição confortável mas numa classificação particularmente renhida - bastava ter menos 0,035 pontos e Manuel Mota ficaria abaixo da classificação necessária. 

Perante estas circunstâncias e o pedido para que Manuel Mota tivesse nota positiva, vemos uma infração do ponto 1 do artigo 61º, que proíbe «comportamento ou decisão destinados a modificar ou falsear a veracidade e a autenticidade de documentos, procedimentos ou deliberações». Neste caso, a modificar a nota atribuída a um árbitro que estava na lista dos meninos queridos do Benfica.

Não é preciso mais nada para que o Benfica seja punido à luz destas normas. Apenas que os regulamentos e respetivas punições sejam aplicados. 

AGORA PARTILHEM TUDO. 

15 comentários:

  1. Isto é gravíssimo e uma vergonha. Dois programas a fazer revelações e já tantos indícios de crimes. E ainda mais está para vir.
    Estes campeonatos do treta têm de ser impugnados. Foram inquinados como nós já sabíamos e como agora se está a provar.

    ResponderEliminar
  2. Além disso o email do Pedro Guerra é do @SLB.PT, portanto quanto à independência estamos conversados.

    ResponderEliminar
  3. That easy, sem inventar nada de novo...

    ResponderEliminar
  4. Qual o enquadramento penal da infração em causa?
    Na justiça desportiva, claro.
    PS: O Porto tem que juntar outros clubes a esta "guerra". Quem desceu, quem deixou de ir à Europa e, claro, o Sporting segundo classificado em duas épocas do tetra do SLB.

    ResponderEliminar
  5. "Meta a carne toda no assador como eu meto pelo Benfica?" Adão Mendes

    Que "Rodízio" LOOOOOL

    ResponderEliminar
  6. Falta aí o ponto 4 desse artigo - Nada disto se aplica ao Carnide.

    ResponderEliminar
  7. Mas a real pergunta que deve ser colocada é:

    E apelou ao administrador do 5lb Paulo Gonçalves PORQUE???

    É ele que da as notas???
    É o 5lb o clube responsavel pela atribuição de notas???

    Como e quem é que da essa nota ou rectificação da mesma para esse pedido ter sido formulado ao Paulo Gonçalves???

    ResponderEliminar
  8. Eu espero que isto que o FCP esta a lançar seja verdadeiro! porque a nao ser é uma grande humilhação para o nosso clube.. eu nao tenho duvidas que exista o polvo porque todos sabemos como foram conquistados os 4 campeonatos do tetra do benfica...mas que o marques nao leia so frases fora do contexto e se o Porto tem mesmo provas que apresente a PJ!!!!

    ResponderEliminar
  9. Curioso, neste video de 2015 https://www.youtube.com/watch?v=ILhxe6F25SI, O árbitro Marco Ferreira acusa Vítor Pereira, Presidente do Conselho de Arbitragem, de pressões antes do Rio Ave – Benfica (2-1). O jogo teria de correr “bem”, senão Marco Ferreira não apitaria um clássico. No final da época, Marco Ferreira foi despromovido...

    ResponderEliminar
  10. Finalmente o nosso Fcporto acordou. Pena tenho, é que toda esta historia vai acabar por cair em saco roto. Tudo isto vai acabar por ser abafado, infelizmente...

    ResponderEliminar
  11. Se mais provas fossem necessárias... confirma-se o que sempre Vieira tem dito: "Mais importante que comprar bons jogadores é ter as pessoas certas nos lugares certos".
    Acrescento uma das minhas citações: "o clube da treta faz sempre as coisas pelo outro lado"!
    Saudações Portistas

    ResponderEliminar
  12. Alguém pode me explicar estes dois emails?
    http://static.globalnoticias.pt/storage/OJ/2017/big/ng8598267.JPG
    http://static.globalnoticias.pt/storage/OJ/2017/big/ng8598268.JPG

    Um director de um CLUBE que tem o poder de mandar o DELEGADO que quer fazer um jogo ao Porto, com a subserviência do DIRECTOR da Liga? Brincamos?
    Porque é que não foi este mail que o Figueiredo tão apressadamente veio explicar? Este é mais difícil?

    Diogo Sousa

    ResponderEliminar
  13. Isso se a FPF fizesse o seu trabalho....

    Saraiva

    ResponderEliminar
  14. O TdD pode esperar sentado, o Benfica está acima da lei e nada lhe aconterá. A Máfia encarregar-se-á de alterar esse e qualquer outro regulamento para que não haja punições a aplicar ao mais maior grande do mundo e arredores.

    Ventura.

    ResponderEliminar
  15. Só não entendo porque estas informações que você publicou, não foram debatidas no programa.O Francisco Marques não sabia que o jogo seguinte que o Manel dos talhos apitou, foi precisamente o Benfica?

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.