segunda-feira, 10 de julho de 2017

Uma conversa entre Mística e Cifrão

Mística - Um dia triste para o Futebol Clube do Porto...

Cifrão - Calma, Mística, que eu tenho uma coisa para te animar: vendemos um suplente por cerca de 18 milhões de euros! Não é incrível?

Mística - Essa é a tua alegria, Cifrão? O menino que deliciava os adeptos aos 17 anos, que carregou a braçadeira de capitão aos 18 e que foi apresentado pelo próprio presidente como o sucessor de João Pinto, é descrito por ti como o «suplente»? Isso leva-me a pensar em todos os outros grandes negócios que perdemos por não termos vendido suplentes como João Pinto, Jaime Magalhães ou Domingos. 

Cifrão - Percebe uma coisa, Mística. O Rúben Neves estava há 3 anos a trabalhar com o plantel principal. Só se revelou com Lopetegui, e mesmo assim, assim que Casemiro esteve pronto, Lopetegui não mais prescindiu dele. De resto, Rúben Neves nunca esteve perto de ser um titular indiscutível...

Mística - É esse o problema dos talentos precoces. Tu, Cifrão, e tantos outros esquecem-se que esta foi a primeira época de sénior de Rúben Neves. A primeira!

Cifrão - E então? Diz-me lá: achas que Rúben Neves foi mais importante na posição 6 do que foram Paredes, Costinha, Paulo Assunção ou Fernando? Não brinques, Mística, há que ser pragmático: o Rúben Neves sai por mais dinheiro do que todos estes juntos, sem ter feito um terço do que esses fizeram!

Mística - Curioso que fales desses nomes, Cifrão. Rúben Neves tem 20 anos feitos em março. A mesma idade com a qual Paredes era suplente do Olimpia e Paulo Assunção do Palmeiras. Costinha estava no Oriental. Fernando chegava do Brasil para ser emprestado ao Estrela da Amadora. Por alguma razão, muitos esperavam que Rúben Neves fizesse o que poucos fizeram no FC Porto: ser titularíssimo aos 20 anos. 

Cifrão - Percebe uma coisa, Mística. Com a saída do Rúben Neves, é possível segurar o Danilo Pereira! E tens que concordar que, neste momento, o Danilo não só é o melhor 6 do futebol português como assenta que nem uma luva na descrição de jogador à Porto! O que é melhor: sair o Rúben ou o Danilo?

Mística - É aí que erras, Cifrão. Noutros tempos, o FC Porto pensaria no Rúben Neves como o sucessor de Danilo, em vez de estar a pensar em vender o Rúben Neves para segurar o Danilo. O que vemos é Rúben Neves a pagar a fatura dos erros da administração da SAD do FC Porto, cujo responsável financeiro dá passadas largas para meter os tempos áureos do Sporting de Godinho Lopes no bolso. 

Cifrão - Sê realista, isto é negócio! Imagina que o Rúben passava mais uns meses no banco, ou que se lesionava? Já não havia negócio para ninguém!

Mística - Bem, nesse caso é melhor vender já todo o plantel, não vá alguém lesionar-se na pré-temporada. Após tanto termos condenado a teia da qual a formação do Benfica e Jorge Mendes fazem parte, queres rejubilar com esta venda do Rúben Neves, que sai por pouco mais do que um tal de Hélder Costa?

Cifrão - E então? Imagina lá o que devem preferir os benfiquistas: ter um plantel com Bernardo Silva, João Cancelo e Hélder Costa ou serem tetracampeões? Queremos jogadores ou títulos?

Mística - Não é uma questão de jogadores vs. títulos, pois estás a comparar meios com fins. Rúben Neves é o tipo de jogador que ajudaria o FC Porto a ganhar troféus. Neste caso, sai muito antes de poder meter as mãos num caneco. Outrora, os jogadores cumpriam o ciclo de valorização, que coincidia com a conquista de títulos, antes da saída; agora saem antes de conquistar títulos e muito antes de atingirem o seu pico de valorização. Não é por acaso que o FC Porto nunca se preocupou em vender Fernando, Paulo Assunção ou Costinha num pico de valorização: eram jogadores que interessavam mais desportivamente do que financeiramente.

Cifrão - Mas talvez nunca nenhum desses jogadores tenha tido a proposta que teve Rúben Neves, senão também teriam saído. Insisto, o Rúben Neves está a sair por mais dinheiro que todos os grandes médios defensivos que tivemos, e não teve metade da importância que cada um desses teve! Como pode isto ser um mau negócio?

Mística - É um mau negócio não pelo rendimento que Rúben Neves teve na equipa principal, mas por aquele que já não o vão deixar ter. Não estamos a falar de um jogador com talento que podia resultar ou não, de um sul-americano que precisa de um longo período de adaptação ou de um jogador a precisar de evoluir taticamente. Rúben Neves estava pronto e preparado para render mais. Poderia até haver compatibilidade com Danilo no meio-campo.

Cifrão - E quem deixava de jogar? Temos variadas opções para o meio-campo, desde Óliver a Herrera...

Mística - O mesmo Herrera por quem rejeitaram 30 milhões de euros para agora estar a vender Rúben Neves por pouco mais de metade? Questiono esta lógica de gestão. Rejeitam 60 milhões por André Silva para depois o vender por 38. Rejeitam 30 pelo Herrera para depois vender Rúben Neves por cerca de 18. 

Cifrão - Sabes, o FC Porto não comanda todo o mercado... Pode haver uns meses em que uns clubes estão a oferecer mais, outros em que oferece menos. Infelizmente, a SAD tem que decidir no momento, enquanto os adeptos têm a facilidade de poderem mudar de opinião de um mês para o outro, dependendo do momento de forma de cada jogador. 

Mística - Mas o que decide a SAD? Até agora, a única coisa que se viu foi Jorge Mendes a levar dois dos seus jogadores, Rúben Neves e André Silva, e Sérgio Conceição com zero reforços. Que fez a SAD no meio destas operações? Já sei. Deu 10% do passe de André Silva (ou 10% da mais-valia - os jogadores da formação geram sempre mais valias mais elevadas, por não haver direitos de formação a pagar a outros clubes) a António Teixeira, quando a Promosport nem o representava. E sobre Rúben Neves? Deu 5% ao irmão de Adelino Caldeira, além de lhe ter pago 225 mil euros só pela renovação e uma soma de 100 mil euros por 20 jogos disputados. Sendo que José Caldeira podia ganhar mais 5% dependendo da concretização de uma proposta. A isto junta agora as comissões que Jorge Mendes vai receber das duas vendas. De facto, isto tem sido uma trabalheira para a SAD. 

Cifrão - Eh pah, outra vez a falar nisso? Preocupa-te é com os e-mails e com os esquemas de corrupção a envolver o Benfica. Temos que apontar as armas para fora, não é para dentro!

Mística - Sabes, Cifrão, por mais graves que as práticas do Benfica sejam, isso não vai resolver os problemas do FC Porto internamente. Continuamos a ter graves problemas financeiros, continuamos a ter o fair-play financeiro à perna, continuamos com problemas na gestão de ativos do plantel. Nada, nada dos problemas internos do FC Porto mudou com a divulgação dos e-mails. A não ser que a Gmail seja apresentada como reforço e que garanta 30 golos esta época, desportivamente, não te iludas: isto não muda nada no FC Porto, apenas condiciona o modus operandi do Benfica dos últimos 4 anos. Se acham que a única forma de fortalecer o FC Porto é enfraquecendo o Benfica, isso constata que se preocupam mais com a casa dos outros do que com a nossa. Não me parece o caminho correto.

Cifrão - Inacreditável. Repara, com as saídas de André Silva e Rúben Neves, devemos garantir uma mais-valia acima dos 40/45 milhões de euros com dois jogadores que não estavam a ser, sequer, titulares indiscutíveis! Num passado bem recente, era normal o FC Porto vender dois ou até três titulares por época. E a máquina funcionava! Já vendemos melhores por bem menos! Neste caso, não sai nenhum titular verdadeiramente indiscutível, e ainda assim queixam-se?

Mística - Sim, pois estas vendas são consequências de erros gravíssimos de questão. A forma como têm relativizado o falhanço do fair-play financeiro é altamente preocupante. Eu ainda me lembro de ouvir Fernando Gomes dizer, no início de 2016, que o contrato com a PT ia permitir «gerir o FC Porto de outra forma». É esta a forma de que falavam? Desde então, o que fizeram? Apresentaram o maior prejuízo da história da SAD, de quase 60 milhões de euros; falharam o FPF; venderam Rúben Neves e André Silva em saldos (atenção, não digo que os 38 milhões tenham sido maus, não foram - mas se o presidente diz que antes rejeitou 60 milhões por ele, então não foi o melhor negócio possível), e já cometeram a proeza de antecipar 57 milhões de euros do contrato com a PT, que só devia começar em junho de 2018. São pelo menos 12,5% já utilizados de um contrato que só arrancava dentro de um ano. Os treinadores vão saltando e os responsáveis por este caos seguem imaculados. 

Cifrão - Não te desvies do essencial, Mística. Para a história, fica que vendemos um suplente por 18 milhões de euros. O mais próximo disso ter acontecido foram as vendas do Imbula e do Iturbe, que não permitiram grandes mais-valias mas cujo bolo total foi bem apetecível. A venda de Rúben Neves foi ainda melhor. Concluo, o FC Porto está mais rico.

Mística - Não, Cifrão. O portismo está mais pobre. 

28 comentários:

  1. Ia jurar que o Tribunal andou a fazer escutas às minhas conversas com outros portistas... Como é possivel haver tanto cifrão a apoiar esta SAD de poder empobrecido, mas de carteira endinheirada.

    ResponderEliminar
  2. Caro Tribunal,

    Vou repetir-me em relação ao que escrevi no último post.
    A venda do Ruben Neves já foi confirmada pelo FCPorto? Ainda não vi nenhum comunicado à CMVM. Aparentemente apenas o Wolverhampton a confirmou, e fê-lo apenas no último Sábado, dia 8 de Julho. Ou seja, a venda do Ruben Neves não vai entrar no exercício financeiro que terminou a 30 de Junho de 2017.

    Segundo o acordo celebrado com a UEFA "O FC Porto terá de reportar um défice máximo de 30 milhões de euros até ao final de 2017".
    Este "final de 2017" é o final do ano civil ou o final do período financeiro das SADs (30 de Junho de 2017)?

    Caso seja a última opção, e sem as mais valias da venda do Ruben Neves como acima explicado, vamos falhar o acordo do fair-play financeiro que estabelecemos com a UEFA?

    Alguém que, POR FAVOR, me possa esclarecer? É que duvido que se falharmos a UEFA irá ser tão branda como foi neste primeiro acordo...

    Obrigado desde já!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite, tenho precisamente a mesma dúvida...

      Porque motivo ainda não anunciamos a venda? Se forem 18 milhões, não temos que o fazer?

      Li alguma coisa sobre o facto da UEFA aceitar uma adenda da venda do ruben neves, caso não seja assim...estamos perdidos, mas vamos ver, acredito que saibam o que estão a fazer.

      Se o tribunal do dragão nos puder informar, agradeço

      João Ferreira

      Eliminar
  3. Simplesmente brilhante, na linha de outros artigos igualmente inteligentes. No Passado hipotecaram o Presente. No Presente, venderam o Futuro. E quando este chegar, será o vazio, o silêncio. E nessa altura, todos aqueles que apoiaram toda esta pilhagem já terão zarpado para outras paragens para disfrutar do saque.

    ResponderEliminar
  4. Só uma pergunta para quem souber: essas ofertas de 30M pelo Herrera e de 60M pelo André foram reais ou propaganda do presidente?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paulo, está a querer fazer o papel de Simplício?
      Seja antes um Sagredo e leia este e outros posts anteriores do Salviati.
      Obviamente tais propostas miraculosas nunca existiram :)

      Eliminar
  5. Não retirando uma vírgula ao texto, que mais uma vez foi muito bem feito, mas já pararam para pensar na decisão do próprio Rúben?

    A última decisão numa transferência é a do jogador. Quem nos garante que não foi o próprio Rúben que vendo mais um ano desportivo na sombra do Danilo tenha querido sair?

    Na minha opinião continua a ser um erro os negócios da SAD e acho havia outros jogadores para sair e acreditava que o Rúben seria compatível num meio campo com Danilo e mais um jogador.

    Mas infelizmente já algum tempo que desvalorizo as declarações do nosso presidente, pois cada vez que diz algo, passado uns meses passa a mentira e faz-se de esquecido. Por alguma razão este ano ainda não fez a entrevista da praxe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claramente que o Rúben pediu para ir para a 2ª divisão inglesa (ele que no ano passado era sondado pelo Mónaco) para ser treinador pelo treinador que o deixou na bancada/banco durante uma época inteira...
      Aliás, até foi o Rúben que fez finca pé à SAD para darem uma percentagem do seu passe ao Caldeira, de tão importante que ele foi para o seu sucesso no FCP...

      Por vezes acho que as pessoas não pensam no que escrevem.

      Quanto ao presidente nem é preciso passarem-se meses. Um treinador que diz que o FCP rejeitou uma oferta por 25M no fecho de Agosto quando o AS nessa altura já tinha renovado por 60M ou quando atira todas as culpas para agentes de futebol, treinadores, jogadores e até para os adeptos do próprio clube e nunca para a própria sad, está tudo dito.

      Eliminar
  6. É inaceitável que quem pense que Herrera tem qualidades mínimas para ser titular do FCP, possa ter acompanhado as equipas do FCP durante os mais de trinta anos de sucessos. HERRERA nunca teria lugar no banco de qualquer dessas equipas, quanto mais titular insubstituível e capitão do nosso FCP.
    Herrera não é só o pior médio titular de toda a história do FCP, como é o rosto preponderante destes últimos quatro anos de vergonha e de chacota exterior.
    Herrera cinco anos no FCP? É gozar com a nossa paixão e com as nossas memórias, de mais de cinquenta anos.
    Suportar Herrera cinco anos no FCP, é gozar com a qualidade e com o talento de Pedroto, Gastão, Carlos Duarte, Hernâni, Custódio Pinto, Serafim (18), Nóbrega, Pavão (20), Djalma, Lemos, Oliveira (19), Seninho, Rodolfo (18), Cubillas, Octávio, Gomes (18), Ademir, Duda, Frasco, Costa, Jaime Pacheco, Sousa, Jaime Magalhães (18), Walsh, Vermelhinho, Jacques, Semedo (19), André, Quim, Futre, Madjer, Juary, Domingos (19), Jorge Couto (19), Kostadinov, Rui Filipe, Folha, Timofte, Paulinho Santos, Drulović, Emerson, Edmílson, Zahovič, Sérgio Conceição, Artur, Jardel, Doriva, Deco, Alenichev, Postiga (19), McCarthy, Costinha, Maniche, Derlei, Carlos Alberto, Quaresma, Anderson, Lisandro López, Guarín, Hulk, Belluschi, Fernando, Falcao, Varela, James Rodríguez, Moutinho, Jackson Martínez e Kelvin – referindo só médios e avançados.

    - “E que o Herera venha com a mesma RAÇA que apresentou na taça das confederações !!!!!!!!”, continuam a pregar os arautos de Herrera!

    Queremos é talento, qualidade e, isso, Herrera nunca nos poderá dar. Parece que está, mas nunca está; parece que anda, mas nunca anda; parece que pressiona, mas nunca pressiona, parece que tem qualidade de passe, mas só entrega a bola ao adversário. Enfim, mais parece um zombie a correr a trote (camara lenta) no relvado.
    Taça das Confederações???
    Vi o Portugal-México, e o que vi de Herrera? Jogou a trinco, lugar que acham que lhe assenta bem (Deus me livre e guarde de tamanho buraco negro). Refugiou-se, constantemente em espaços isolados, com adversários a mais de cinco metros, para receber facílimos passes curtos e fazer simplíssimos passes curtos. Não fez mais do que faria qualquer júnior do FCP. Quando quis ir um pouco mais além, quando quis acrescentar um pouco mais de ousadia ao seu futebol, aconteceu o que sempre acontece, inevitavelmente: passes errados em zonas proibidas e perdas de bola indesculpáveis. Estas suas mediocridades, que apanharam a defesa do México com as calças na mão, só não destruíram a sua equipa porque os nossos jogadores (portugueses) não foram tão objectivos quanto o deveriam ter sido.
    E no Alemanha-México? Viram?
    Repararam bem nos três primeiros golos da Alemanha, quando os alemães aceleraram em transições rápidas? Por onde andava o TRINCO HERRERA (nos TRÊS golos)? Ah! Não repararam?
    Pois é, andava, em todos eles, muito para trás da bola, muito para trás do ataque e meio campo alemão, em passo de trote, quando colegas seus, avançados, passavam por ele como loucos tentando corrigir o inevitável. Um autêntico BURACO NEGRO, um trinto e um médio FAZ DE CONTA, um autêntico zombie, que foi pedra fundamental na destruição desse nosso futebol de marca, cuja qualidade, em tempo IDOS, nos garantiu enormes êxitos.
    Sonhem com Herrera e incluam-no no vosso onze ideal, mas não se esqueçam de ir rezando, com muita devoção, para que Jorge Jesus não permita o Penta vermelho. Com esse cepo, as hipóteses serão sempre nulas. Com essa anedota futebolística, no FCP, não há “caçadores” de polvos que nos salvem.
    Se foi verdade que o FCP teve propostas de 30 ou 20 milhões, por essa abécula, não haja dúvida que estamos em presença de gestão danosa.
    Como milhões de portugueses, não posso desperdiçar dinheiro, mas sempre arranjarei dez euros para ajudar a mandar Herrera para o raio-que-o-parta.
    Com ele no plantel, só me restará desistir e renunciar ao FCP e ao futebol. Nunca mais suportarei tanta mediocridade.

    ResponderEliminar
  7. Paulo Marques, obviamente foram propaganda. Se surgisse a proposta dos 60 milhões a venda era obrigatória porque batia a clausula. A do Herrera, bem, essa é cómica. Qual era o clube que no seu perfeito juízo iria dar 30 milhões por ele? Só se fosse em liras turcas. Foi a forma encontrada pelo nosso presidente de dizer, no final da janela de Agosto, que não vendeu porque não quis, e não porque não havia ninguém que quisesse...

    ResponderEliminar
  8. Esta SAD é penosa! Valem os "mails" para esquecer-mos ao ponto que o clube chegou!

    ResponderEliminar
  9. É inaceitável que quem pense que Herrera tem qualidades mínimas para ser titular do FCP, possa ter acompanhado as equipas do FCP durante os mais de trinta anos de sucessos. HERRERA nunca teria lugar no banco de qualquer dessas equipas, quanto mais titular insubstituível e capitão do nosso FCP.
    Herrera não é só o pior médio titular de toda a história do FCP, como é o rosto preponderante destes últimos quatro anos de vergonha e de chacota exterior.
    Herrera cinco anos no FCP? É gozar com a nossa paixão e com as nossas memórias, de mais de cinquenta anos.
    Suportar Herrera cinco anos no FCP, é gozar com a qualidade e com o talento de Pedroto, Gastão, Carlos Duarte, Hernâni, Custódio Pinto, Serafim (18), Nóbrega, Pavão (20), Djalma, Lemos, Oliveira (19), Seninho, Rodolfo (18), Cubillas, Octávio, Gomes (18), Ademir, Duda, Frasco, Costa, Jaime Pacheco, Sousa, Jaime Magalhães (18), Walsh, Vermelhinho, Jacques, Semedo (19), André, Quim, Futre, Madjer, Juary, Domingos (19), Jorge Couto (19), Kostadinov, Rui Filipe, Folha, Timofte, Paulinho Santos, Drulović, Emerson, Edmílson, Zahovič, Sérgio Conceição, Artur, Jardel, Doriva, Deco, Alenichev, Postiga (19), McCarthy, Costinha, Maniche, Derlei, Carlos Alberto, Quaresma, Anderson, Lisandro López, Guarín, Hulk, Belluschi, Fernando, Falcao, Varela, James Rodríguez, Moutinho, Jackson Martínez e Kelvin – referindo só médios e avançados.

    - “E que o Herera venha com a mesma RAÇA que apresentou na taça das confederações !!!!!!!!”, continuam a pregar os arautos de Herrera!

    Queremos é talento, qualidade e, isso, Herrera nunca nos poderá dar. Parece que está, mas nunca está; parece que anda, mas nunca anda; parece que pressiona, mas nunca pressiona, parece que tem qualidade de passe, mas só entrega a bola ao adversário. Enfim, mais parece um zombie a correr a trote (camara lenta) no relvado.
    Taça das Confederações???
    Vi o Portugal-México, e o que vi de Herrera? Jogou a trinco, lugar que acham que lhe assenta bem (Deus me livre e guarde de tamanho buraco negro). Refugiou-se, constantemente em espaços isolados, com adversários a mais de cinco metros, para receber facílimos passes curtos e fazer simplíssimos passes curtos. Não fez mais do que faria qualquer júnior do FCP. Quando quis ir um pouco mais além, quando quis acrescentar um pouco mais de ousadia ao seu futebol, aconteceu o que sempre acontece, inevitavelmente: passes errados em zonas proibidas e perdas de bola indesculpáveis. Estas suas mediocridades, que apanharam a defesa do México com as calças na mão, só não destruíram a sua equipa porque os nossos jogadores (portugueses) não foram tão objectivos quanto o deveriam ter sido.
    E no Alemanha-México? Viram?
    Repararam bem nos três primeiros golos da Alemanha, quando os alemães aceleraram em transições rápidas? Por onde andava o TRINCO HERRERA (nos TRÊS golos)? Ah! Não repararam?
    Pois é, andava, em todos eles, muito para trás da bola, muito para trás do ataque e meio campo alemão, em passo de trote, quando colegas seus, avançados, passavam por ele como loucos tentando corrigir o inevitável. Um autêntico BURACO NEGRO, um trinto e um médio FAZ DE CONTA, um autêntico zombie, que foi pedra fundamental na destruição desse nosso futebol de marca, cuja qualidade, em tempo IDOS, nos garantiu enormes êxitos.
    Sonhem com Herrera e incluam-no no vosso onze ideal, mas não se esqueçam de ir rezando, com muita devoção, para que Jorge Jesus não permita o Penta vermelho. Com esse cepo, as hipóteses serão sempre nulas. Com essa anedota futebolística, no FCP, não há “caçadores” de polvos que nos salvem.
    Se foi verdade que o FCP teve propostas de 30 ou 20 milhões, por essa abécula, não haja dúvida que estamos em presença de gestão danosa.
    Como milhões de portugueses, não posso desperdiçar dinheiro, mas sempre arranjarei dez euros para ajudar a mandar Herrera para o raio-que-o-parta.
    Com ele no plantel, só me restará desistir e renunciar ao FCP e ao futebol. Nunca mais suportarei tanta mediocridade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Brilhante. Afinal, o culpado de tudo... é o Herrera!
      Mesmo que estivesse a aquecer o banco quando o NES deixou o barco ir ao fundo.
      Herrera é feio e está muito, muito longe de ser craque, ou mesmo um jogador acima da média. É um jogador útil nos seus dias bons. Já nas costas largas, é o Messi do Dragão.

      Eliminar
    2. Excelente Hugo Mota. Herrera poderá não ser um craque, mas se tivessemos mais como Herrera, de certeza absoluta que não estavamos como estamos.
      Enquanto os adeptos idolatrarem as rotundas e os jogadores que já foram aristocratas, não vamos a lado nenhum.

      Eliminar
  10. Acho que esta época vai ser determinante para a futuro do porto

    ResponderEliminar
  11. filosofia, filosofia, romance, romance. Venda de r neves um excelente negocio como se ira provar dentro e momentos so quem nao conhece o futebol ingles nao percebera que rneves tem poucas hipoteses de triunfar devido as suas carateristicas, quanto a asilva o mesmo um excelente negocio como o tempo provara porque ou asilva comeca a marcar golos ou em janeiro esta no pescara. Agora concordo que 30M por herrera tinha sido o euromilhoes. Ataualmente o problema chama se maxi que claro nao quer sair e com sergio conceicao esta de fora mas de caras e e carissimo, layun uma nulidade, enfim corona tera a derradeira oportunidade ate dez, e brahimi outro que ninguem quer. TOMÁRAMOS NOS QUE AGORA SAISSE O MAREGA POR 10m, OU ALGUEM VISSE EM RAFA UM NOVO DANI ALVES E O LEVASSEM POR 20m, OU O ANDRE 2 COMO NOVO INIESTA E OO LEVASSEM POR 40M, OU O RUI PEDRO APARECESSE COMO O NOVO NEYMAR E O VIESSEM BUSCAR POR 40m, MAS ISSO E SONHANDO PORQUE DUVIDO QUE ASSIM ACONTEÇA PORQUE TEMOS REALMENTE BONS JOGADORES MAS NENHUM A FAZER A DIFEENCA, PODE SER QUE APAREÇA ENTRETANTO. Os barretes que jmendes tem enfiado por ai com jogadores dos lampioes esta a comecar a notar se porque desconfiam do que sai de portugal.

    ResponderEliminar
  12. Como portista, aceito hipotecar esta época (presente) se a falta de resultados da mesma se traduzir numa mudança no futuro. Porque é isto que é preciso, limpar a corja que comanda o nosso clube. Temos um responsável financeiro cujo ex-libris de currículo é o afundanço de contas da CMP. Temos um Administrador que feito parasita consome € de contratos e transferências de jogadores da nossa formação. Temos um Presidente com falta de palavra e de juízo mental, que já chegou há muito tempo aos tempos finais de Don Corleone: sozinho, desacreditado e só a prejudicar o clube. Um clube que sempre se afastou do poder central e agora só se subjuga com entidades de relevo político deste país, um clube entregue e dependente de uma organização armada (SD) que defende o mesmo como se SÓ fosse seu, que há 15 anos atrás se revoltou pela falta de títulos durante 3 anos, mas também com os actos de gestão criminosos que hoje também são cometidos. Temos também um canal de comunicação que não faz nada para valorizar o nosso clube, pois está amarrada pelo patrão e, ao invés, preocupa-se com a casa dos outros enquanto a lenha arde a todo o vapor cá em casa. Chegámos a um ponto em que o clube só é bom no FM. Como portista, estou farto e de braço amarrado, e acredito que 100% de nós estejamos com este sentimento. Porque quem não se sente assim é porque não é portista, mas sim para(sita)portista. Obrigado mais uma vez ao TdD por partilhar fantásticos posts!
    Continuem por favor a ser uma voz dos factos do clube. E isto não é crítica para dentro do clube, é a apresentação de factos que só querem fazer abrir olhos!
    Entregues a escumalha é como estamos... quando no final os outros se rirem novamente, voltem a apontar as armas aos que criticam internamente, mas serão 5 anos sem nada... já começa a ser coincidência a mais não acham?

    ResponderEliminar
  13. Eu aviso e avisei desde 2012 que iamos chegar a este ponto....

    ResponderEliminar
  14. Estou farto deste "não" assunto do Rúben Neves!!! Mostrou talento aos 17 anos e pura e simplesmente estagnou, não passa de um bom jogador e nunca será um craque. 18 Milhões é aquilo que vale, como tal foi um bom negócio, agora se vai jogar para o passarinhos da ribeira, ou para o casqualheira futebol clube, isso é lá com ele e só com ele.

    ResponderEliminar
  15. Muito muito triste com a saída do Ruben... mas mesmo muito triste... se foi para isso que se deu 20M pelo Óliver que esse ficasse em Espanha...

    E é isso que temos que ver... depois de termos apresentado o maior prejuízo de sempre a primeira coisa a fazer é comprar um jogador por 20M€? Por muito bom que seja...

    E depois vende-se o Ruben por 18M quando temos um sem numero de jogadores que deveriam ser vendidos primeiro como Herrera e Layun, que facilmente atingiriam essa marca os dois... e já sem falar de Reyes e principalmente Indi, que o Stoke está maluco para dar os 10M€ mas nós não queremos?!?!?

    Está tudo louco naquela SAD e infelizmente, cada vez mais parece, que o fim do nosso Presidente já deveria ter sido à um mandato atrás.

    ResponderEliminar
  16. Literariamente, achei o texto excelente.
    A nível da mensagem, já coloco as minhas reservas.

    São por demais evidentes o acumular de asneiras, irresponsabilidades e mesmo actos danosos, que a SAD do FCP cometeu no passado (presente?) muito recente. Contudo, ao momento, tenho observado algumas boas opções, como são a tentativa de aproveitar os recursos já existentes, resolução de situações com excedentários, e sobretudo um visível travão na compra de toneladas de jogadores de valia duvidosa.
    Obviamente, o que hoje é um bom caminho, se até 31 de Agosto não vierem a verificar-se desenvolvimentos, quer na resolução/vendas de gorduras, bem como na aquisição contida e específica de reforços para a equipa principal (sendo um ponta de lança válido uma necessidade premente), a minha opinião quanto à gestão da pré-temporada terá que ser forçosamente diferente.

    Relativamente à mística, todos sabemos que o futebol hoje não pode ser comparado com os tempos do João Pinto, do Jaime Magalhães ou Domingos. Até porque desconhecemos se João Pinto ou Jaime Magalhães tivessem ofertas de 20, 30 ou 40 milhões, também não saíriam. Poderá colocar-se a questão se André Silva ou Rúben Neves saíram 1 ou 2 temporadas mais cedo, ou não. Contudo, é por demais evidente que se o nível como jogadores evoluísse, seriamos "obrigados" a vendê-los. Se, por outro lado, a qualidade estagnasse, e não se conseguissem libertar da situação de suplentes, tínhamos 2 jogadores cujo caminho a médio-longo prazo estaria mais próximo da rodagem por clubes medianos, do que a serem lendas no FCP. Para quem vendeu Falcão, Hulk ou Jackson, jogadores com um peso muito superior nas equipas da altura, torna-se algo incompreensível esta nostalgia com as presentes vendas. Até porque, como sabemos, estamos obrigados a vender.

    Resumindo, na minha opinião, a análise do Tribunal, foi algo precipitada no tempo. Penso que deverá aguardar-se mais um par de semanas para termos uma perspectiva mais ampla do que foi a gestão da pré-temporada.

    ResponderEliminar
  17. Gostaria de saber porque motivo Sérgio Conceição, uma pessoa acima de qualquer suspeita segundo dizem, não têm coragem de dizer a esta SAD que não quer o Maxi Pereira. É que vamos ficar com um jogador que custa milhões, que está a impedir a subida de jovens à equipa principal e que não será nunca mais valia financeira. Esta SAD devia ser responsável pela gestão danosa que está a fazer do património do clube.

    ResponderEliminar
  18. O problema do Porto são os jogadores que ninguém quer e que têm ordenados de vedetas.
    Maxi, Casillas, Oliver, Layun. Quem é que se chega à frente por qualquer um deles e que ofereça mais de 2 milhões?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Oliver e o Layun ganham mais que 2 milhões/ano? Onde viste isso?

      Eliminar
  19. todos os dias choro uma lágrima imaginária pela saída dos nosso meninos...

    ResponderEliminar
  20. parabens artigo excelente muita pena de ver um miudo como ruben neves sair quando qualquer um consegue ver que sentia a camisola e amava o clube

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.