quinta-feira, 19 de julho de 2018

Não há milagres (duas vezes)

Como futebolista ou treinador, Sérgio Conceição sempre privilegiou o contacto direto com Pinto da Costa. Não raras vezes ao longo da última época ouviram-lo dizer: «Isso é entre mim e o presidente». Gestão do grupo de trabalho, questões diárias, construção do plantel: foi sempre entre treinador e presidente.

Posto isto, só podemos questionar o quão Sérgio Conceição terá chegado ao limite para, após um simples jogo de pré-época e com 15 dias de trabalho, ter colocado o dedo na ferida e falado abertamente dos constrangimentos que existem neste momento no plantel do FC Porto. 

Estamos a falar de um treinador que, ao longo de toda a época 2017-18, sempre comeu e calou - aliás, comeu e trabalhou. Não havia reforços? Pegou na lista de dispensas. Danilo lesionou-se? Muda-se a matriz de jogo. Troca aqui, adapta acolá e a época terminou com o título ganho, com recorde de pontos no Campeonato e objetivos cumpridos na Champions. Sérgio Conceição nunca se queixou. Não fez omeletes sem ovos: fez um banquete. 

E agora, em plena pré-época, não precisou de mais de duas semanas para dar um murro na mesa. E como é óbvio, jamais Sérgio Conceição sentiria necessidade de vir a público falar abertamente desse problema se tivesse garantias de que os reforços chegariam muito bem breve. Que ganharia Sérgio Conceição em vir agora queixar-se se soubesse que, dentro de um par de dias, já teria caras novas e poderia dispensar algumas unidades do grupo de trabalho?

Sérgio Conceição renovou contrato a 24 de maio, há quase dois meses. Desde então, o FC Porto contratou três jogadores: João Pedro, Saidy Janko e Ewerton. Só o brasileiro chegou ao Dragão com a concordância do treinador. 

Por isso, desde logo, questiona-se como é que, desde que o treinador campeão nacional renovou contrato, já chegaram mais jogadores de que ele não precisava do que aqueles de que necessita. 

A saga do pensamento da massa adepta em relação à contratação de Janko foi uma autêntica montanha russa. Primeiro fazia sentido, pois Sérgio Conceição treinou cinco meses em França e por isso passou a conhecer todos os jogadores da Liga francesa - até aqueles que, como Saidy, não tinham mostrado mais do que medianas qualidades. Primeiro era para jogar a lateral-direito, no lugar de Ricardo Pereira. Depois afinal poderia ser para lateral-esquerdo. Mas pouco depois já era solução para jogar mais à frente, no meio-campo. Voltas e mais voltas a tentar compreender o porquê desta contratação. A conclusão parece iminente: afinal não era um desejo do treinador e vai muito provavelmente seguir por empréstimo.

Poderão dizer que dois milhões de euros não constituem uma compra muito extravagante. Mas são. São para um clube que continua sob restrições da UEFA para o cumprimento do fair-play financeiro e que não investe no treinador que fez do FC Porto campeão em 2017-18. Como se sente um treinador que vê que não há dinheiro para umas coisas mas aparenta haver para outras? 

Ewerton, tal como Saidy, não foi um pedido de Sérgio Conceição. E francamente, se não fosse um jogador do Portimonense, ou mais concretamente do clube cuja SAD tem como accionista maioritário Teodoro Fonseca, provavelmente nunca teria assinado pelo FC Porto. 

Isto não pode ser confundido com desprimor pelo jogador. Se calhar não deve haver jogador mais feliz do que Ewerton por, neste momento, estar a trabalhar no FC Porto. Mas estamos a falar de um jogador que se exibiu a um nível não mais do que mediano na última época e que não é melhor do que os que já cá estavam. «É para o lugar de André André», dirão. Claro. André André foi titular três vezes no último Campeonato, teve uma utilização residual e o FC Porto tem uma equipa B cara e sob constante investimento (em agosto entraremos com maior profundidade neste assunto e aproveitaremos para analisar alguns negócios que têm envolvido a equipa B...). A sério que o papel que André André desempenhou em 2017-18 necessitava de uma ida ao mercado? Por certo que não. 


Sérgio Conceição falou em «meia dúzia de jogadores sem capacidade» para jogar no FC Porto. Depois enumerou sete nomes (Oleg, Mikel, Diogo Leite, Saidy Janko, Ewerton, Bruno Costa e André Pereira - todos lançados na segunda parte) e concluiu que eram necessárias condições. Entre estas 7 unidades, nenhuma delas tem em vista a titularidade ou um papel minimamente ativo na equipa base. A estes nomes poderíamos juntar Chidozie, Hernâni, Paulinho, Adrián ou até Waris.

Olhando ao plantel, neste momento o FC Porto está mais fraco do que a época passada. João Pedro, naturalmente, não tem ainda nem de perto nem de longe o nível de Ricardo Pereira. Iván Marcano, o melhor central do FC Porto, saiu e ainda não tem substituto. E isto não implica mudar apenas um jogador, mas sim uma dupla de centrais. Basicamente Sérgio Conceição perdeu apenas dois jogadores. Não é o fim do mundo: é natural isso acontecer no FC Porto. Não deve haver treinador que não tenha perdido pelo menos 2 titulares de uma época para a outra no FC Porto. O problema é que saíram dois jogadores que não têm, ainda, alternativas do mesmo nível num plantel que por si só já era curto.

Sérgio Conceição quer soluções porque sabe que necessita de outra forma de jogar em 2018-19. Não podemos estar novamente dependentes das bolas paradas de Alex Telles, dos lances individuais de Brahimi e de bolas despejadas para Marega ganhar na dimensão física. A determinada altura o futebol praticado pelo FC Porto na época passada foi previsível e limitado, mas de facto não havia muitas mais soluções. Sérgio Conceição quer evoluir, quer novas formas de jogar, quer mais qualidade. Merece essas condições. 

Poderíamos discutir a questão financeira, recordar que é difícil comprar antes de vender... Mas isso deixa de fazer sentido quando vemos que, das 3 contratações já efetuadas em 2018-19, duas delas não serviram pedidos do treinador para fazer face às necessidades do futuro próximo.

Além disso, poucos dias após Sérgio Conceição ter renovado contrato, ouvimos o diretor de comunicação do FC Porto afirmar isto: «Neste preciso momento em que estou a falar o FC Porto já pode gastar 34 milhões de euros. O FC Porto já tem 22 milhões de euros garantidos de Ricardo Pereira, dado que vendeu por 20 mas dois já estão garantidos. Mais os 12 milhões de euros de Boly. Não quer dizer que vá gastar, mas já pode. Querem sempre passar a ideia de que o FC Porto está refém do 'fair-play financeiro'. Não é verdade. Teve um aperto, mas está a sair dele graças às medidas da administração que resultaram muito bem».

É de recordar que esta afirmação foi feita ainda antes da saída de Diogo Dalot para o Manchester United. E foi feita no mesmo dia em que ouvimos isto: «Na época passada [a SAD] fez 63 milhões de euros e podia ter gasto o mesmo valor. Não o fez por uma decisão da administração». Ok. Podia ter gastado 63 milhões de euros, mas vá, ficaram-se pelo Vaná, segundo algumas teorias para evitar que fosse para o Benfica - boa lógica, de todos os jogadores que poderiam desviar do Benfica, desvia-se um terceiro guarda-redes. 

Francisco J. Marques não faz parte do Conselho de Administração da SAD, não é a pessoa indicada para falar ou responder a estas questões, mas também não ouvimos Pinto da Costa ou Fernando Gomes falar da realidade financeira e das expetativas para 2018-19. Então afinal há dinheiro? Há condições para dar condições a Sérgio Conceição? 

É imperativo. O plantel necessita de reforços - reforços, não contratações! - em todos os setores. Não é preciso imaginar quais: Sérgio Conceição sabe e já os pediu. Os mais otimistas não tardarão em dizer: «Na época passada também diziam que o plantel não servia e fomos campeões com recorde de pontos!» É verdade, sim senhor. Mas Sérgio Conceição, o primeiro a acreditar na época passada, não hesitou em ser o primeiro a desacreditar face às condições que tem agora em mãos. Não pode haver maior alerta do que este. 

21 comentários:

  1. Há que dizer que Janko é uma contratação de Alexandre P Costa... é a única razão pela qual chega ao clube.

    ResponderEliminar
  2. tudo p+ode ser verdade, mas afinal quem e sergio conceiçao como treinador? Quem no mundo joga com as taticas dele? alguem? Para encaixar no que SC pretende nao sera facil arranjar jogadores a um preço comportavel. Afinal quem serve a SC? hernani? fabiano? otavio? brincamos nao? sao o tipo de jogadores que agradam a SC?. O leite nao e 50% melhor que reyes? o oleg nao faz perfeitamente alguma falha de telles? Mas afnal quem serve a SC para o meio campo? sera que ele quer jogadores do meio campo que mexam na bola? e na frente sera marega mais dez outra vez? alguem pensa que marega passou de um, jogador mediano a estrela superstar? Abou ja esta mais farto do porto que sei la? e brahimi fartar se a depressa. Se SC nao tiver um plano B com mais posse nao ganharemos muitos jogos, ja o ano passado foi uma sorte, perdemos 6 pontos commijas na escada porque nao jogamos a bola, na luz o remate de herrera e um em mil, o tondela gan har na l,uz e um em dez mil, tirando jogar na raça o ano passado o porto nao jogou nada. PRECISAMOS E CERTO DE DOIS MEDIOS ALTOS, FORTES E TECNICAMENTE RAZOAVEIS, DOIS DEF CENTRAIS A SERIO E UM MEDIO EXTREMO A SERIO, o problema esta em que ninguem quer os nossos jogadores porque realmente falta muita classe a equipa so isso. ENTRETANTO TODOS PERCEBEMOS A RESPOSTA DA DIREÇAO AO TREINADOR E HOJE FOI LHE ENVIADO UM JOGHADOR DE 20 ANOS DO CHADE, DE SC FOR INTELIGENTE PERCEBERA E TRABALHARA E POTENCIARA OS QUE TEM, agora deve e despachar os seus fetiches que nada jogam como hernani, fabiano, warris, otavio e mais um ou dois.

    ResponderEliminar
  3. Concordo em absoluto.

    1) A SAD tem de parar de atirar areia para os olhos dos sócios/adeptos. Esclareçam de uma vez por todas se há dinheiro para contratar ou não.

    2) Se não há dinheiro então porque raios foram contratar Ewertons, Jankos e Vaná na época passada?

    3) Renovações. Se não há capacidade para renovar com os jogadores no último ano de contracto então que vendam. Sempre gostei do Herrera e é o capitão da equipa, o Brahimi é o nosso melhor extremo mas, não nos podemos dar ao luxo de perder ano após ano activos sem nenhuma compensação financeira.

    4) Sérgio Conceição pode ter "atacado" a direcção mas será que o podemos julgar? Estamos a falar do FC Porto, há que se trabalhar de outra forma. A época não pode ser construída em cima do joelho. O plantel tem lacunas evidentes (2 centrais, 1 LE se Oleg não convencer, pelo menos 1 extremo), o mister renovou há cerca de dois meses e entrego um relatório sobre o plantel nessa altura. Desde então o que foi feito? 2 laterais direitos e um médio que não se sabe bem se veio para que. Já se sabia que Marcano e Reyes sairíam mas estamos há um mês a espera do Mbemba. Até o Kelechi demorou menos tempo.

    5) Gente nova. Os clubes têm de evoluir, a forma de trabalhar tem de se adaptar aos tempos. Porquê que não há uma (r)evolução nos membros da direcção? "malta jovem" com vontade de mostrar serviço? Seria bom pois os mesmos aprenderiam com os que já la estão há anos e beberiam da sua experiência assim como proveriam a SAD de uma nova força.

    ResponderEliminar
  4. Boa noite.
    Concordo em muito do que foi redigido,excepto com algumas decisões impulsivas do Sérgio Conceição e de o Marcano ser o melhor central, quando ele só existiu com a chegada do Filipe, esse sim um grande central.
    O Marcano é um central com poucos atributos. Abordo por características necessárias para um central, nomeadamente joguei inúmeros anos nessa posição.
    Vou dar a minha visão dando valores de 0 (mau) 10 (excelente) comparando Marcano com o Filipe e explicando a respectiva pontuação de cada item.
    Jogo de cabeça (jogo aéreo)
    Filipe - 9
    Marcano - 5
    O Filipe salta e vai de encontro à bola, fazendo o movimento de chicote (só superado pelo Bruno Alves) e saltando com o tronco de frente para a bola enquanto o Marcano salta "à medo) salta de lado e deixa a bola bater na cabeça com o braço entre ele e o adversário , é uma atitude de protecção. O Filipe seja a nível ofensivo ou defensivo é uma referência no jogo aério.
    Agressividade/intimidação:
    Filipe 9
    Marcano - 6
    O Marcano disputa a bola com muito menos determinação do que o Filipe que foi penalizado incorrectamente pelo Sérgio. Ir disputar a bola com um jogador que vai com agressividade não é a mesma do que um meigo. Receber a bola e saber que temos alguém que nos pode deixar marcas vai colocar tensão de quem está de costas para a bola retraindo a abordagem à recepção.
    Velocidade :
    Filipe - 8
    Marcano - 8
    Talvez o Marcano seja mais rápido,mas ambos não são lentos.
    Capacidade de passe longo :
    Filipe - 7
    Marcano - 4

    Disciplina táctica:
    Filipe - 6
    Marcano - 7
    Na pressão alta alternadamente ambos preocupam-se muito com as bolas nas costas, deixando mais espaço entre sectores.
    Capacidade de desarme :
    Filipe - 8
    Marcano? 7
    O Filipe supera nas bolas divididas

    Capacidade de passe curto
    Filipe - 7
    Marcano - 7

    Capacidade de liderança :
    Filipe - 8 (com liberdade, confiança e aumentará)
    Marcano - 4
    O Filipe impõem maior respeito pela sua postura e atitude guerreira.
    Podia colocar aqui mais variáveis mas acho que estas são elucidativas do meu ponto de vista.
    O Porto foi campeão, mas sem alternativas no meio no meio campo.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  5. Um relâmpago não acerta duas vezes no mesmo sítio... O ano passado fomos campeões com um modelo que funcionou à custa de 2-3 jogadores, mas como o artigo diz e muito bem, no último terço do campeonato, não só já estava "cansado", como já era bem conhecido e mais fácil de "desmontar". SC quer melhor e depois do que fez o ano passado, merece-o. E o FCP merece-o também. A única ilacção que se tira de toda esta situação é que o ano passado à custa de não haver dinheiro para gastar, não se contratou ninguém e felizmente as coisas correram bem. Com os milhões já feitos esta época, os "abutres" e "sanguessugas" da sad lá voltaram a poder fazer contratações (leia-se gastos absurdos) para alimentar empresários, ganhar comissões, etc., sendo o clube, treinador e adeptos completamente espezinhados e maltratados. Está mesmo na hora de alguma coisa mudar e esta corja toda se por a andar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão fácil de desmontar que só no final da época, depois de forçarem muitas lesões e o VAR ultrapassar o ridículo pela direita, é que o conseguiram.
      Mas não há dinheiro para ninguém para aguentar esta bolha, lá isso não.

      Eliminar
  6. Boas...

    Acho que o SC fez muito bem em deitar cá para fora o que lhe vai lá dentro. Penso que o comentário dele teve como objectivo "avisar" a SAD e também espicaçar alguns jogadores, para darem mais e melhor.

    Realmente as pessoas não entendem o que anda a fazer a SAD. Se o SC não pediu alguns jogadores, porque raio é que eles vieram? Para suplentes o FCP tem a equipa B, não necessita de gastar dinheiro em Ewerton's.

    O defesa central deve ser o Militão. Se ele for do perfil do Felipe, acho que ficamos servidos na zona central. O lado direito da defesa vai ser o nosso maior problema, uma vez que ninguém sabe o que vale o miúdo brasileiro.

    No meio campo o FCP tem a base do ano passado, com a vantagem do regresso do Danilo. Claro que faltam opções para dar descanso, mas aí acho que a SAD deve investir só num jogador, mas de qualidade. O resto vem da equipa B.

    No ataque vem a grande dúvida. Claramente falta ao FCP um matador, porque Soares e Abouba são muito inconstantes. Marega este ano vai andar mais vigiado pelos adversários e portanto terá mais dificuldades.

    Acho que o FCP está a por-se a jeito. O Benfica está a contratar em força e em qualidade. O SCP está a recuperar os jogadores. O FCP está a confiar em novo milagre. Cuidado!

    Cmpts

    ResponderEliminar
  7. O anonimo que comparou o marcano e o filipe deve ter jogado em italia, que ridiculo, deves ser daquele que diz que o sergio ramos é o melhor central do mundo, o Filipe é um maluquinho que tevr a sorte de encontrar o marcano que é um completo senhor, a comparação é ridicula, filipe 9 no jogo aereo e marcano 5, nao devias ver os jogos do porto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muita gente vê, mas ver com assertividade e conhecimento de causa não é de todos.
      Em relação ao Sérgio Ramos ser o melhor central do mundo depende do que um treinador valoriza, ou um adepto, na minha óptica o melhor central que o Real Madrid era o Pepe, apesar de o Sérgio ramos ser muito forte no jogo aéreo.
      Itália é um bom exemplo, até teve um central que foi bota de ouro, teve grandes centrais.
      Foi um bom negócio para o Porto porque as falhas do Marcano em alguns jogos são infantis.
      A Itália em termos de centrais sempre teve uma excelente escola.
      O Filipe segue no perfil do Fernando couto, Jorge Costa,Bruno Alves, que foram marcantes na recente história do Porto, ou discorda?
      Foi para Itália que o Marcano foi, é verdade.
      Vamos ver quanto tempo O Filipe vai estar no Porto e o que Marcano fará na Roma.
      O Marcano no Jogo aéreo é um central vulgar, cabeceia a proteger-se
      Não ataca a bola como Filipe, como o Jardel do Benfica, como era o Jardel do do Porto, como o Bruno Alves que assustavam a atacar a bola,que são jogadores acima da média no jogo aério.
      Vai ver a época que o Osório vai fazer no Guimarães.
      Caro anónimo, se tivesse jogado na Itália no meu tempo seria um excelente notícia, porque no meu tempo a Itália era o melhor campeonato do mundo. Jogavam Platini, o anterior treinador do Real Madrid, Boniek Maldini, Nesta baresi, entre muitos outros!!
      Quando fala em Itália revela pouco discernimento e muita impulsividade.
      Cumprimentos e reveja a sua atitude.
      Saudações

      Eliminar
  8. Mas sera problema da sad ou do diretor desportivo?

    ResponderEliminar
  9. O principal culpado de tudo que se está a passar tem um nome: Pinto da Costa! FOI o maior e melhor presidente do clube e pelos inúmeros dias de alegria que me proporcionou estar-lhe-ei eternamente grato.
    Mas o tempo passa e a idade não perdoa. No presente é o maior entrave ao desenvolvimento do clube. Está gasto sem ideias e completamente ultrapassado . A gestão do clube nos últimos anos roça a incompetência mais primária. Veja-se como último exemplo a preparação desta época. A conquista do último campeonato foi um milagre que se deveu unicamente ao momento Herrera e a uma Vitória do Tondela que acontece quando o rei faz anos. Foram desbaratadas equipas campeãs,foram ganhos milhões e misteriosamente não se sabe o que aconteceu a esse dinheiro. Caímos no incumprimento financeiro e a ninguém é pedida responsabilidades. Pinto da Costa não consegue ver que já não tem capacidade para ocupar o lugar que ocupa, e a cambada de bajuladores e mamoes que o acompanha também nao2o alertam para tal pois as mordomias pidem acabar. Esses são do FCPinto da Costa e não do FCPorto. O presidente comporta-se como um qualquer ditadorzeco da América latina que está agarrado ao poder. É hora de dizer basta ao que se está a passar no clube. O cemitério está cheio de insubstituíveis.

    ResponderEliminar
  10. Até prova em contrário, pode haver outra vez milagre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se olhar para os últimos 5 anos tivemos 4 desastres. Algo me diz que os desastres acontecem mais vezes que os milagres!!

      Eliminar
  11. O que vale é que temos saído da formação o Diogo Leite que é muito bom jogador e pode fazer esquecer Marcano ou pelo menos ser uma boa alternativa à dupla de centrais titular. Posto isto, é necessário apenas a contratação de um bom central. Para 4ª opção temos o Diogo Queirós que é também um jovem de grande valor e merece oportunidade para mostrar o que vale, ainda rodando nesta época na equipa B.

    ResponderEliminar
  12. Alternativa a Alex Sandro? Será Oleg, que me parece ser um jovem com bom potencial. Se vier o Militão, talvez jogue a defesa direito, com a chegada de outro central, até porque me parece que Militão vai ser um grande defesa central, não tanto lateral. Seria para desenrascar enquanto João Pedro se afina. Janko, enfim, nem sei para que foi contratado. Foi dinheiro deitado fora. No meio-campo Sérgio Conceição pediu um reforço. Bissouma seria extraordinário mas não temos dinheiro para fazer face à concorrência que surgiu. O treinador quer um médio que seja forte e transporte a bola, um jogador parecido com Herrera. Porque temos o mexicano e Danilo, Óliver joga mal nessa posição, é um médio ofensivo, claramente para jogar mais à frente, sem ter de andar atrás da bola e Sérgio Oliveira é uma solução de recurso porque não é assim tão bom jogador. Chegou o Ewerton mas o treinador parece que nem gosta dele, é outra contratação a questionar. Veio para encher.
    No ataque faltam extremos, pelo menos um, de preferência para jogar à direita. Corona continua a desiludir mas pode ser alternativa tanto à direita como à esquerda. Com a contratação de um bom extremo direito ficávamos muito mais fortes. Tem de ser um jogador bom, que tire a sobrecarga ofensiva de Brahimi e que dê outras soluções que não passem apenas na bola para o Marega. Um jogador que fure as defesas, que é coisa que o Corona tem falhado.
    No centro do ataque, se não sair ninguém, estamos bem apesar de eu achar estranho as notícias que saem do Aboubakar, nomeadamente um novo e descabido empréstimo ao Besiktas. A sair só vendido e acima dos 30 milhões, que pontas-de-lança bons não abundam por esse Mundo fora e todos os clubes da Premier League têm muito dinheiro para gastar.

    ResponderEliminar
  13. Concordo, e na minha opinião o Senhor Pinto da Costa, está na altura de se reformar, mas questiono, quais os Sócios, que terão eles no "sitio" para confrontarem o Sr. PC em eleições?, duvido que haja alguém. Haverá sócios com coragem para solicitarem uma Assembleia, para que a SAD, dê explicações, sobre o incumprimento financeiro, estando por isso sobre intervenção da UEFA, quando em épocas anteriores, fomos considerados um dos melhores, tanto nas negociações, como no tal de "vendas" de jogadores? algo vai de errado, naquela SAD.

    Ontem, que eu, tenha visto, ouvido e hoje nos jornais também não li, qualquer comentário do SC sobre o jogo, porquê? na minha opinião, e espero estar errado, o SC a qualquer momento, vai pedir a rescisão do contrato, se, realmente a SAD não satisfazer em parte do seu pedido. Quanto a equipa B, realmente é estranho, tantas contratações, e que posteriormente não são aproveitados, Fico a aguardar com expectativa, o comentário de O Tribunal do Dragão, se vem ao encontro do que eu penso.
    JF/Porto Forever

    ResponderEliminar
  14. Discordo em absoluto dos que dizem que SC deveria falar para dentro! O SC já anda a pedir reforços desde que veio para o Porto!!!! Toda a paciência tem limites! Vai ficar calado para se lixar?! Eu quero saber se o Alexandre PC está metido nessas contratações de merd*, porque isso explicaria muita coisa!

    ResponderEliminar
  15. Desde que o Alexandre Pinto da Costa começou a tratar das contratações só tem vindo jogadores de qualidade muito duvidosa ou mesmo nenhuma. Mas pronto o Porto serve para encher os bolsos de meia dúzia pertencentes ao "entourage"

    ResponderEliminar
  16. O que é preciso é ter alguma calma... Sempre existiram transferências estúpidas e vão continuar a haver.. Percebe se ao ver os jogos que o Sérgio desconfia de muitos jogadores mas penso que na supertaça estaremos melhores. Quanto a verdadeiros reforços parece me que Nakajima, Militao, Mbemba/Raúl Silva deverão estar a caminho. Só espero que o Telles se mantenha porque as notícias que têm aparecido não são boas...

    ResponderEliminar
  17. A sad esta a minar o clube por dentro.

    Depois do que a equipa tecnica fez o ano passado, este ano o que se pedia eram contrataçoes cirugicas mas dando o maximo de condiçoes a equipa tecnica do sergio conceiçao.

    O que vejo e a sad a voltar a cair no mesmo abismo e daqui a um/ tres anos vamos voltar a estar intervencionados pela uefa.

    Se algo voltar a correr mal, quando decidirem assobiar o sergio pelos seus erros (que os tem, como nao conseguir integrar um criativo por entre os nossos medios), nao se esqueçam do que a sad tem vindo a fazer.

    Espero que antes de se bater no sergio se bata naqueles que estao a destruir o clube e que se escondem atras dele.

    ResponderEliminar
  18. Gostava muito de saber como está o FC Porto financeiramente. Qual o orçamento para esta época e quantos milhoes terão de ser feitos em vendas para cumprir o mesmo.

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.