sábado, 13 de fevereiro de 2016

Temos que ganhar ao Moreirense

Primeira reação à vitória na Luz: temos que ganhar ao Moreirense. Todo e qualquer efeito positivo que possa advir desta vitória perder-se-á ao primeiro deslize. Continuamos na mesma situação que antes do clássico: sem depender de nós e sabendo que cada perda de pontos pode tornar-se irrecuperável. Antes disso ainda haverá um dificílimo jogo na Liga Europa, frente ao Dortmund, mas que em nada muda os planos no campeonato: há que ganhar ao Moreirense.

Dito isto, três pontos saborosíssimos, num jogo em que, como seria de se esperar, ganhou quem foi mais eficaz. O Benfica teve mais bola, remates, ataques e ocasiões de golo, mas não faltou sangue frio a este FC Porto, abençoado pela chuva e por San Iker. E acima de tudo, foi uma vitória para José Peseiro.

A esmagadora maioria dos treinadores teria recuado Danilo Pereira. Peseiro optou por não mexer no meio-campo e lançou Chidozie. O miúdo não tremeu e Danilo foi, uma vez mais, um dos melhores em campo. Além disso, todos os sinais dados por José Peseiro ao longo da partida passaram por nunca recuar, por tentar ganhar o jogo. 

Como um dia disse Vítor Pereira, o Benfica pagava caro a alteração de ADN frente ao FC Porto. Neste caso, foi o FC Porto a manter o seu ADN e a sair vitorioso graças a isso. Peseiro manteve sempre a mesma matriz da equipa e, com o jogo empatado ao intervalo, trouxe uma equipa ainda mais determinada e ofensiva para o segundo tempo. Tudo isto poderia ser uma conversa diferente se Casillas não tivesse tido tão grande noite, mas entre todas as circunstâncias e adversidades só há que ficar satisfeito com o trabalho de jogadores e treinadores.


Iker Casillas (+) - A melhor exibição com a camisola do FC Porto, com meia dezena de defesas absolutamente decisivas. Mais do que as defesas e uns reflexos invejáveis, fartou-se de dar instruções à nova dupla de centrais que tinha à sua frente e transmitiu claramente confiança aos colegas. E mesmo tendo o Benfica jogadores fortes no jogo aéreo - a dupla de centrais do FC Porto, contrariamente, não é a mais forte pelo ar -, nunca tremeu nas saídas aos cruzamentos. Impecável.


O líder da reviravolta
Danilo Pereira (+) - Esquece as férias de verão: não só vais ao Euro 2016 como a titularidade na posição 6 terá que ser, por mérito, tua. Mérito de José Peseiro ao mantê-lo no meio-campo, sem alterar o seu fundamental papel em campo: sentido posicional perfeito, forte no desarme, na recuperação e na cobertura e raramente falhou no primeiro passe. Fisicamente esteve um monstro, contra adversários que por vezes pareciam aviões, com asas bem abertas. Imprescindível.

Héctor Herrera (+) - Quando, aos 28 minutos, fez o empate com um bom remate de fora da grande área, o FC Porto ainda nem um remate tinha feito. Este golo mudou a história de um jogo que corria o risco de se aproximar do 2x0. Foi o motor da equipa, dando sempre linha de apoio e nunca deixando de pressionar (recuperou 3 bolas no meio-campo do Benfica) e procurar o espaço. Eficácia de passe muito acima da média da equipa (o FC Porto acertou 77% dos passes, Herrera acertou 86%; e o Benfica 81%, já agora). E a braçadeira fica-lhe bem.

Outros destaques (+) - Não se podia pedir mais a Chidozie. No golo do Benfica notou-se toda a sua inexperiência (tentou ir ao encontro de Renato Sanches e abriu o espaço para Mitroglou entrar nas suas costas), mas este foi o primeiro jogo a sério da carreira de um miúdo que, na época passada, jogava a médio-defensivo (e não particularmente bem, a adaptação de Luís Castro a central foi feliz) nos sub-19. Mas esta acabou por ser a única grande falha que cometeu, num jogo que vai querer recordar para sempre.

Decisivo
André André subiu de rendimento na segunda parte, e embora não tão influente quanto Herrera foi importante na pressão no meio-campo do Benfica e como referência para a circulação. Brahimi também esteve bem melhor na segunda parte, com a particularidade de ter sido quando procurou a combinação com o colega (André André) em vez de serpentear que o FC Porto chegou ao 2x1. Aboubakar faz o golo da vitória, que é o melhor que se pode pedir a um ponta-de-lança, mas não se limitou a isso: arrancou, tentou desequilibrar em movimentos interiores, segurou a bola e aguentou a marcação forte do adversário. Destaque ainda para a entrada madura de Rúben Neves em campo: entrou numa fase em que não era preciso pezinhos de lã, mas sim rigidez. Entrou, viu cartão, varreu dois ou três e manteve o Benfica longe da grande área.

Reação de Peseiro (+) - O FC Porto começou mal. Quase 30 minutos em que a equipa nem um remate conseguia fazer. Felizmente, o treinador mudou a tempo e desistiu da ideia de meter André André à esquerda e fazer Brahimi surgir nas costas de Aboubakar. O FC Porto passou a funcionar melhor. André André e Herrera ficaram mais disponíveis para pressionar o Benfica na primeira zona de construção e isso mudou o jogo. A equipa esteve muito forte na recuperação (26 cortes) e Peseiro nunca fez alterações no sentido de recuar a equipa, mas sim de a manter pressionante e forte no meio-campo. Pode agradecer a Casillas, pois caso contrário toda a sua estratégia teria ido pelo cano, mas ganhar um jogo nestas circunstâncias e sob tantas adversidades é sempre louvável.


A rever (-) - O FC Porto apostou num modelo de transição mais rápida, mas a bola nas costas da defesa adversária poucas vezes funcionou: oito vezes apanhados em fora de jogo. Não é pouco, até porque o Benfica também não tinha um quarteto defensivo que seja de eleição (tudo composto por jogadores que só são titulares por não haver melhor disponível). A equipa entrou mal, como já foi dito, mas Peseiro reagiu a tempo. Corona foi a unidade mais apagada, Brahimi deixou muitas vezes Layún sozinho a fechar o flanco e enquanto André André estava à esquerda o FC Porto não conseguia pressionar. Um segundo golo do Benfica nesta fase acabava com o jogo. Nota ainda para a entrada de Marega, muito displicente: não sabia se tinha que segurar a bola, dando largura à circulação, ou se tinha logo que procurar a profundidade. Mas o pior foi aquele lance nos descontos, em que pode dar a bola a Aboubakar para matar o jogo mas decide inventar uma brincadeira qualquer. A diferença é que o FC Porto, felizmente, não precisou daquela bola para ganhar o jogo. Uma sorte que Renteria não teve em 2007.

Segue-se a Liga Europa, num dos estádios mais maravilhosos da Europa. Um resultado que permita ao FC Porto ter perspetivas de apuramento no Dragão seria bom. Nas contas do campeonato, tudo na mesma: não podemos perder pontos e temos que esperar por deslizes dos rivais. E oxalá não seja necessário voltar a precisar de uma noite tão inspirada de Casillas. O FC Porto ganhou o clássico, mas só os próximos jogos dirão se ganhou alguma coisa ao ganhar o clássico.

PS: Para a posterioridade ficam as imagens de Layún, à patrão, a refrescar-se graças a uma garrafa que lhe foi atirada por um adepto do Benfica. Ficam aqui os agradecimentos a esse generoso adepto: depois de um jogo tão intenso para o FC Porto, água fresquinha é o ideal para hidratar os jogadores. Obrigado a esse benfiquista que ajudou ontem o FC Porto. Um gesto de desportivismo fica sempre bem.


47 comentários:

  1. Ganhar o jogo do moreirense é essencial mas o jogo de 5a feira pode abalae tudo o que de bom se fez ontem! Vamos jogar com uma equipa que a partida pa esya jornada tem mais golos que o Bayern e na 5a feira acho que nem Peseiro sabe como vai jogar! Maxi e Danilo (OMG) castigados e sem se saber a condicao fisica de marcano e maicon e juntar a nao inscricao de Chidozie e ainda pior que tudo a provavel inclusao no onze de Angel tem tudo pa correr mal! Mas sou pessimista ao maximo porque tambem o fui pa ontem e ganhamos ehehe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a derrota contra o Arouca também podia ter abalado os jogadores e impossibilitado a vitória na capoeira da luz mas tal não se verificou.

      o jogo de quinta-feira é muito importante e todos queremos um bom resultado. seja como for, contra o moreirense só a vitória interessa, não queremos uma nova 'aroucada'.

      Eliminar
  2. Vou dizer apenas isto: Lopetegui não ganhava este jogo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao menos os Lopeteguianos podiam começar a reconhecer que estavam errados.

      Eliminar
    2. Sem querer defender Lopetegui, longe disso (já lá vai), a estratégia anterior não daria tanta iniciativa ao adversário - isto é, teriam provavelmente menos oportunidades do que tiveram. Não quer dizer que não as concretizassem. A grande dificuldade seria NÓS marcarmos golos...
      Por outro lado, é possível também que não tivéssemos perdido o jogo anterior, e valia 3 pontos como este. Nunca saberemos. Com Lopetegui, o prognóstico mais provável era o empate em ambos.

      Adiante. Mudamos para outro tipo de futebol, mais empolgante, mais atrativo, "só" falta consolidar processos. Gostei de ver a união e solidariedade entre os jogadores. Bons indícios.

      Eliminar
  3. Tem de se rever o Marega naquela posição. Compraram-no para jogar como extremo mas ele é essencialmente ponta-de-lança. Das duas uma: ou coloca-se o homem a jogar na posição dele ou faz-se um trabalho específico com ele a treinar cruzamentos, porque o que aconteceu no lance de ontem já no fim do jogo, foi que ele simplesmente não soube cruzar a bola tensa, rente à relva entre o guarda-redes e o defesa, então fez um compasso de espera, o defesa aproximou-se, o espaço entre o guarda-redes e o defesa encurtou, e depois ele tentou cruzar alto, coisa que também não sabe. Portanto, é preciso que alguém lhe diga nos treinos, que numa situação daquelas ele tem de fazer imediatamente um remate tenso e junto à relva na direcção do colega (AKA cruzamento), e colocá-lo a treinar esses lances, senão não tarda nada é mais um assobiado crónico no Porto.

    Contra o Dortmund não podemos ter muitas ilusões porque a equipa está desfalcada. Que se aproveite esta onda de lesões para ganhar jogadores da B para o futuro e para esta época já, como se conseguiu com sucesso com o Chidozie. Para o ano espero ver muitos jogadores da B na principal e para isso é preciso começar já. Muitos deles já estão preparados para dar o salto. Colocá-los a jogar só nos jogos da taça da liga todos ao mesmo tempo não resulta e é contraproducente. É preciso colocar um de cada vez quando a equipa precisa, junto com os jogadores da principal.

    ResponderEliminar
  4. O Imbula ao segundo jogo, já marcou um golo pelo Stoke City. Cá, em meia época não marcou um único. Ou a falta de vontade era tanta, ou com outro treinador desde o início da época ele tinha pegado de estaca. Ou então era as duas coisas. O Lopetegui é um eucalipto que seca qualquer equipa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Imbula não queria cá estar, ainda bem que saiu

      Eliminar
  5. Boa tarde,

    muito bem Peseiro ao não inventar, pois Chidozie já tinha mostrado qualidade e deste modo só teria que ser titular. Além disso Danilo é fundamental no meio campo pelo que teria sido um erro colocá-lo a defesa central. Espero que o treinador dê continuidade à aposta que fez nos próximos jogos.

    Individualmente, de negativo só Corona, uma exibição à semelhança daquelas que tem feito nos últimos jogos, ou seja, fraquita. Sempre a fazer a mesma finta, não consegue ganhar um duelo e mal nas decisões. Valeu pela atitude, pois sempre que perdia a bola tentava recuperá-la.

    Colectivamente espero que Peseiro melhore a equipa defensivamente, pois a equipa não pode permitir tantas oportunidades de finalização ao adversário. Sabendo que o aspecto defensivo é um problema nas suas equipas deixa-me um pouco apreensivo. Espero que com a experiência adquirida ao longo dos anos Peseiro tenha melhorado nesse ponto específico. Certamente precisará de mais tempo.

    Independentemente da vitória, gostei muito da atitude evidenciada pelos jogadores, característica que com Lopetegui deixava sempre algo a desejar.

    Chidozie a provar que não se pode ter receio em apostar nos jovens, há muitos jogadores na equipa b com talento e à espera de oportunidades.

    Quanto ao Moreirense espero que a equipa "vingue" os dois pontos perdidos em Moreira de Cónegos na primeira volta.

    Relativamente ao Dortmund, quem sabe se não será o dia do FCP. Os jogadores portistas quererão limpar a imagem deixada na Alemanha a última época, talvez consigam uma surpresa, até porque o estilo de jodo do Dortmund é diferente do apresentado pelo Bayern.

    ResponderEliminar
  6. Enorme jogo de Chidozie! Fortíssimo fisicamente e tacticamente. Não falhou um passe na saída defensiva, varreu tudo e soube sempre onde se colocar no terreno (no lance do golo Danilo também não fica isento de culpas). Casillas faz um jogo enorme, a fazer lembrar os tempos que lhe deram a alcunha pelo qual é conhecido. Uma palavra de apreço para Peseiro por ter conseguido aquilo que só os grandes treinadores conseguem: mexer na equipa e melhorá-la clara e objectivamente. De há uns anos para cá que não tínhamos disto no FCP. O próximo jogo será difícil mas deverá ser encarado como todos: para vencer!

    Saudações portistas

    ResponderEliminar
  7. Excelente análise e grande vitória do nosso Porto!

    Quanto ao PS, não sabe a que minuto foi? Gostava de (re)ver essas imagens.

    ResponderEliminar
  8. off topic
    "A Autoridade da Concorrência (AC) está a analisar os contratos de Benfica, FC Porto e Sporting com as operadoras de televisão NOS e MEO e deverá chumbá-los por causa da excessiva duração."

    Até que ponto isto é provável poder acontecer?

    ResponderEliminar
  9. Caro Td, os contratos milionários chumbados pela Adc...o que significam? Sabendo que o Fcp ganhou muito em negociar 1o com a Altice!
    Alguma perspetiva?

    ResponderEliminar
  10. Feliz, muito feliz, com a vitória mas dei por mim a pensar que com um pouco de zelo e competência da SAD seríamos sistematicamente campeões

    Os lampiões tremem diante do nosso brasão.

    Até um Fc Porto soft chega para eles...


    P.S - a equipa B e os adeptos que foram a Pedroso n mereciam ser, como foram, enxovalhados por uma equipa de arbitragem abaixo de cão

    Da Sad teremos o silêncio habitual

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois a SAD. Esses incompetentes que só contratam jogadores fraquíssimos. Tudo mancos, pernetas e aleijados, mas que....ganham ao Benfica,
      O melão realmente é muito mais saboroso às fatias

      Eliminar
    2. Se estás satisfeito com a gestão desportiva e financeira da Fc Porto Sad nas últimas épocas é um problema teu.

      Eu não estou e assumo-o na hora das vitórias como na das derrotas

      Melão? deve ser o recheio do teu crâneo..

      Eliminar
  11. Sou míope, mas parece-me que as oportunidades do Porto foram, no minimo, tão perigosas e no mesmo numero que a dos corruptos. Agora eles remataram mais e na maioria com Casillas no sitio certo. Já agora, Julio Cesar foi muito mal batido no golo 1.

    ResponderEliminar
  12. Ganhamos, a equipa quis ganhar e ganhou! Primeiro jogo decisivo para Peseiro: ou ficava a 9 e dizia Adeus à luta pelo título, mantinha-se a 6 e era um quase Adeus ou ficava a 3 e voltava a sonhar e ter a Champions 16/17 mais acessível (mas difícil ainda). FCP deu a volta a uma desvantagem. A equipa está longe do que pode render, mas ganhar jogos decisivos e fazer reviravolta...já tinha saudades! Afinal, despedir Lopetegui já deu frutos. Agora o Moreirense tem de ser a próxima vítima e temos de confirmar o que de bom se ganhou na Luz.

    ResponderEliminar
  13. finalmente uma grande alegria. quer continuaçao e nao esquecer a roubalheira que fez com que agora estejamos a 6 pontos dos lagartos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu diria que lopetegui fez com que estejamos a 6 pontos... culpar arbitragens é de espírito derrotista. jogávamos mal, sem atitude ou garra, a diferença dos 6 pontos está aí!

      Eliminar
  14. Não arranja imagens do seu PS? Eu vi o jogo na tv e não me apercebi.

    Miguel S

    ResponderEliminar
  15. A julgar pela capa da BOLA, o Benfica defrontou o FC Casillas.

    ResponderEliminar
  16. Após ler a analise, tirei uns minutinhos, só para uma referência, após notar que não houve alguma referência a Maxi. Já escrevi noutros espaços da NET, nunca individualizei a opinião, mas como por estes lados se fala inevitavelmente dos intervenientes e constatei que não havia referência a este jogador, acrescento, QUE GRANDE MAXI.

    Fui um dos muitos portistas que torceu o nariz quando se falou na possibilidade de vir para o FCP, o tempo tem esclarecido os menos crentes, os 8 anos de Benfica são passado, a sua dedicação, empenhamento, fazem parecer que aqueles anos foram de azul vestido, ontem foi a maior prova de fogo, passou com distinção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os jornaleiros de lx a terem que falar de alguém, nunca falarão no menino milhões do manunited ou do barcelona ou do mancity. Pois desse, só teriam que dizer que foi o culpado dos dois golos do FCP.

      Assim, falam mais do guarda redes e até parece que foi só por causa dele que ganhamos.

      O Herrera foi enorme, o Danilo enorme foi, o Maxi sempre certinho, o Layun começa a ser um senhor Dragão dentro de campo.

      Na análise do TDD faltou um boné dos grandes para os adeptos, eu fui um deles, que debaixo de temporal sairam de casa para apoiar o MAIOR.

      Abraço, e claro, temos que ganhar ao Moreirense.

      Eliminar
  17. E ao segundo dia o presidente falou.
    As declarações após as vitórias começam a ser tão habituais qt o silêncio com que respondemos a arbitragens tão humilhantes como a de ontem

    ResponderEliminar
  18. Foi uma boa vitória pra calar a boca aos lampiões que já andavam cheios de peito, mas foi só isso, uma vitória. De nada serve ganhar ao Benfica se depois perdemos contra Arouca´s, Vitória´s, Rio´s Ave´s, etc, este resultado dá-nos uma certa esperança de ainda chegar ao título, mas não podemos vacilar mais senão adeus. E à que saudar os portistas que estiveram presentes no chamado "inferno da Luz" (lol), mesmo estando pouco mais de 2 mil contra mais de 55 mil foram eles que se fizeram ouvir durante quase o jogo todo.

    O melhor a retirar deste jogo para além da vitória é que parece que ganhámos central para o resto da temporada, Chidozie já vinha dando nas vistas nna equipa B e confirmou toda a sua qualidade na sua estreia no estádio do nosso maior rival... muito melhor que Maicon´s e Marcano's...

    PS: Porquê que agora já não pões aquela votação para o MVP do jogo?

    Saudações a todos os portistas!!

    ResponderEliminar
  19. Muito boa análise
    E claro, há que não facilitar e ganhar ao Rio Ave.
    E se possível a fim de continuarmos a deixar uma boa imagem na Europa do futebol, mantermos o prestígio, conseguir um bom resultado na Alemanha.

    Armando Monteiro
    www.dragaoatentoiii.wordpress.com

    ResponderEliminar
  20. Na Alemanha tão desfalcados vai ser difícil. Esperemos não vir de lá sem esperanças na eliminatória e o jogo de cá já não servir para nada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. com este miseravel plantel, e como a coisa anda, provavelmente é melhor abdicar desta liga Europa e apostar tudo no campeonato e taça!

      Eliminar
  21. só não entendo a barbaridade de elogios ao casillas, fez 3 grandes defesa (o que ainda não tinha feito desde início da época), mas está lá para isso. não sai dos postes nos cantos ou nos livres, não me merece mais protagonismo que um Fabiano, Helton ou os outros 30 gr que temos emprestados.

    excelente vitória, virar um resultado seria impensável com o basco, boa aposta do peseiro no miúdo (que siga nesta linha), e os amorfos do costume, corona e brahimi, que numa altura em que necessitamos de individualidades para o colectivo, estes 2 andam um pouco na lua.. provavelmente há que subir algum miúdo da equipa b para ver se estes acordam.

    uma palavra para maxi pereira, o fcp tem de encontrar mais deste adn no Uruguai ou onde seja, porque este é sem duvida jogador à Porto!

    melhor que a vitoria foi sentir que os papagaios ficaram com todo o fim de semana aziados, por levaram 2 em casa, ainda para mais depois de começarem o jogo a ganhar.

    próxima parada, dortmund, cheira-me que vamos trazer o saco cheio, porque os alemães estão em grande momento físico, e nós muito desfalcados.

    ps - este empréstimo do maicon tem um sabor agridoce, bastante feliz por ter ido embora, sinal potente do clube à disciplina e compromisso, mas não dava para ter despachado este palerma para a China e limpar uma nota, ou a "comissão" era pouca e há que pagar algum favor aos amigos do São Paulo, motivo de alguma malandrice de há uns amigos atrás? ou não me digam que há esperança em recuperar este tronco para a próxima temporada? este gajo não é o jorge costa pá...

    ResponderEliminar
  22. É importante reter algumas coisas novas na equipa:
    - Jogar na Luz com vontade de vencer
    - Serem fortes para dar a volta ao marcador
    - Ganhar jogos decisivos (a não vitória neste jogo complicava ainda mais a luta pelo título)

    Três aspectos importantes que começam a dar valor a Peseiro.
    Agora é preciso continuar a vencer. Mas na Luz, creio que se ganhou uma equipa e a relação equipa/adeptos saiu fortalecida.

    PS - Deixei de ouvir Pinto da Costa. Falar quando só se ganha é demasiado fácil e não foi assim que nos últimos 30 anos dominamos o futebol nacional. Não me revejo nesta postura.

    ResponderEliminar
  23. O MAICON vai ser emprestado ao São Paulo ??????? aahaha esta direcção é super cómica.....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. vendido ou oferecido seria o aceitável, no mínimo. este gajo não vale nada como futebolista, e como profissional, foi o que se viu. um adeus e até nunca mais!

      Eliminar
    2. Alguma coisa a direcção tinha que fazer depois do que se passou e ainda para mais o atleta esta lesionado.

      Falar por falar ???

      Eliminar
    3. E muito bem.
      Qual era a alternativa? Deixa-lo voltar a jogar, para ser assobiado mal tocasse na bola ou falhasse um passe?
      Ou coloca-lo a treinar afastado dos outros, tipo castigo, até as pessoas se esquecerem do episódio?
      Assim, afasta-se por uns tempos, mantém-se em ritmo competitivo, tem tempo para desanuviar a cabeça e sabe que estará de volta no final da época.

      Não nos interessa ter um Central sem a concentração no máximo, e neste momento Maicon não tinha condições para ser esse Central. Isto passa uma imagem de disciplina, e em simultâneo de confiança e proteção ao jogador. Gestão perfeita da situação, na minha humilde opinião.

      Eliminar
    4. Foi uma boa alternativa. Parece que o clube o quer recuperar, mas não queria correr o risco de ver o capitão ser novamente assobiado. Foi emprestado sem nenhuma clausula para compra e antes de sair renovou mais um ano.

      Eliminar
  24. Olá, senhores

    Sou torcedor do Sao Paulo do Brasil e gostaria de saber o que acham do zagueiro Maicon que será emprestado até Junho/2016

    Quais sao os motivos que fazem o Porto se livrar momentaneamente do jogador? Está em má fase? Lesoes?

    Abraços!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. http://videos.sapo.pt/4fuB68p1PLMyfFBpU463

      Este vídeo ajuda a explicar. Ou então lê as crónicas mais recentes d'O Tribunal do Dragão sobre o assunto.

      Eliminar
    2. Cometeu um erro defensivo que deu golo do adversário e depois abandonou o campo por mote próprio dizendo ter uma lesão. Para agravar a situação o irmão a a mulher dele criticaram publicamente o departamento médico do clube. Mas fique descansado que é bom «zagueiro»...quando não tenta sair com a bola controlada desde a defesa.

      Eliminar
    3. Cometeu um erro grave num jogo e perante a torcida tal não foi tolerável.
      Se continuasse a jogar, seria assobiado mal tocasse na bola ou falhasse um passe o que não seria bom para o jogador e equipa.
      Assim o melhor foi que ele se afastasse por uns tempos (no São Paulo), mantém o ritmo competitivo e no início da próxima época desportiva na Europa (julho) irá se ver se ele continua ou não.

      Eliminar
  25. Porto Canal transmite em exclusivo a I Gala Legião de Ouro

    alguém me pode explicar porque motivo vamos ter de ver isto se o canal é (ou era) do FC Porto?!?!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então vai deixar de ser o canal do Porto e passar a ser o canal dos clubes do norte.

      Eliminar
  26. 2 lances:
    - Chidozie recupera a bola para o segundo golo. Resultado da defesa subida e da qualidade do jogador
    - Não ha repetição do lance ne comentários: no primeiro golo Samaris dá um "encosto" a Danilo. Zero repetições...zero comentários...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ontem focaram esse lance no Prolongamento, reparei que estavam a dar repetições disso mas não ouvi o que diziam, foi "de passagem".

      Curioso que só tinham um ângulo do lance, que não permite aferir com 100% de certeza (apesar de parecer haver ali algo nas costas). Atendendo a que o Guerra sempre se gabava que na BTV todos os lances tinham N repetições em vários ângulos, este veio provar que isso pode ser verdade... mas só quando interessa. Neste caso, se realmente havia algo comprometedor, as imagens certamente já "desapareceram".

      Eliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.