segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

T(r)emer até ao final

Três pontos que foram simultaneamente o mais importante, o melhor e a única coisa boa no jogo de ontem. Não havia margem para falhar e, no final, a equipa não falhou. Em três jogos na Grande Lisboa, o FC Porto de Peseiro saca 9 pontos. Mas a próxima jornada, em Braga, vai definir muito do papel que o FC Porto ainda poderá ter na luta pelo título. Até lá há um apuramento para o final da Taça para confirmar, mas a 25ª jornada tem que ser tratada como uma verdadeira final para o FC Porto. 






Brahimi (+) - Decisivo e de regresso às grandes exibições. Além de ter feito um golo, foi sempre o mais perigoso e rematador da equipa (4 remates, 2 à baliza). E mesmo sem nunca abdicar das voltinhas, acertou em todas as tentativas de drible perante a linha defensiva (5/5), além de ter conseguido levar a melhor em 8 de 12 duelos individuais. Pelo meio ainda esteve perto do 3x0 e fez um passe para golo que não teve seguimento.

Iker Casillas (+) - A equipa sofre golos há seis jogos consecutivos (nove consentidos), e o guarda-redes vai sendo o último responsável. Voltou a ser imprescindível, segurando o 2x1 em dois pares de ocasiões. Seguro nas saídas aos cruzamentos, voltou a garantir serenidade em momentos de aperto. Está a atravessar a sua melhor fase ao serviço do FC Porto, e oxalá que esteja a guardar a sua melhor exibição para a próxima jornada. Bem vamos precisar.


Suk (+) - Ganhou o lugar a Aboubakar e voltou a distinguir-se pela pressão agressiva e constante que faz sobre os defesas adversários. Não é mais eficaz do que Aboubakar nem garante mais golos (Aboubakar marca a cada 158 minutos, Suk para já tem média de um golo a cada 247 minutos), mas Suk tem a desvantagem de só ter chegado no mercado de inverno. Está a surpreender pela positiva no jogo aéreo: além de ter uma boa capacidade de antecipação, tem um gesto técnico interessante no cabeceamento. Destaque para a exibição completa de Herrera na primeira hora de jogo, até o meio-campo rebentar por completo (a saída de André André já tardava), e para mais um jogo limpo de Marcano






A exibição (-) - Estar a ganhar por 2x0, após ter feito apenas um remate à baliza, é algo que não acontecerá muitas vezes. Mas nem assim o FC Porto partiu para uma exibição tranquila, em que evidenciasse clara superioridade sobre o Belenenses. A primeira parte já tinha sido equilibrada: 5 remates para cada equipa e 51% de posse para o FC Porto. A segunda não mudou. O Belenenses acaba o jogo com 11 remates (3 à baliza), tantos quanto o FC Porto. Acaba o jogo com 55% de posse de bola, ou seja, o FC Porto não controlou o jogo com bola na segunda parte e perdeu o meio-campo. O Belenenses teve a mesma eficácia de passe: 76%. E o Belenenses fez oito passes para zonas de perigo, contra sete do FC Porto, além de ter conseguido ganhar mais duelos individuais (51-45). Se o remate de Carlos Martins ao poste tabelasse para dentro e se Tonel não tivesse tido aquela infelicidade, poderíamos estar com um estado de humor bem diferente. No plano individual, ainda não se viu Jesús Corona em 2016. Não é fácil, logo na primeira época de FC Porto, falhar a pré-época e apanhar dois treinadores com estilos completamente diferentes. 

Capela ou agressividade a mais? (-/+) - Do 8 ao 80. Contra o Moreirense, o FC Porto pareceu uma equipa de anjinhos: só fez uma falta nos primeiros 75 minutos, o recorde de uma equipa da liga nesta época. Contra o Belenenses, a equipa mudou por completo: 14 faltas ao intervalo, 24 no final do jogo. O Belenenses acabou com apenas 10. Não é que o FC Porto tenha sido assim tão mais agressivo: este fenómeno começa na facilidade de João Capela em marcar faltas contra o FC Porto. Por outro lado, o facto de o FC Porto ter permitido que o Belenenses tivesse sempre a iniciativa de jogo com bola, sobretudo na segunda parte, obriga a equipa a cometer mais faltas perto da sua grande área. E Carlos Martins quase o aproveitava. É essencial não só pressionar como cometer as faltas mais à frente. 

Dentro das expetativas
A sério, uma estátua (-) - As hipérboles no futebol abundam, seja para o melhor ou para o pior. Mas isto não é um exagero: Marega não acertou uma única ação enquanto esteve em campo. Podemos, com boa fé, isolar duas exceções: um passe para Maxi e uma arrancada em que, após fazer uso do que de bom tem (a capacidade física e aproveitar a bola em profundidade), acaba por escorregar. Foi penoso ver cada abordagem sua ao jogo. Receções, passes, desmarcações, desarmes e tentativas de remate: tudo o que Marega fez, fez mal. A sua exibição parecia uma compilação do Watts da Europsort. E que culpa tem o jogador disso? Absolutamente nenhuma. Ninguém pode ser obrigado a dar mais do que o que sabe. E ninguém está no direito de questionar o empenho de Marega, pois de certeza que ninguém mais do que ele quer aproveitar esta oportunidade - possivelmente porque sabe que caiu do céu e que dificilmente voltará a ter outra assim na sua carreira.

Peseiro utiliza-o há 7 jogos consecutivos, o que até pode indicar que vê alguma coisa nele - ou simplesmente sente que não tem melhor no plantel. Mas não foi ele o responsável pela sua contratação, e seria bom ouvir o responsável pela sua aquisição. Por uma simples razão: se Marega der jogador no FC Porto, quem o foi buscar merece uma estátua, pois conseguiu de facto ver o que mais ninguém viu. Não foi o único, pois quando O Tribunal do Dragão escreveu que se tratava de uma má contratação não faltaram adeptos, nas caixas de comentários, a dizer o contrário. Mas não foi nenhum desses adeptos que decidiu investir 4M€ nele. Se Marega der jogador, saia uma estátua para quem o for buscar; se não der, quem o foi buscar por aquele preço que se explique. Afinal, numa equipa cujo orçamento para esta época ronda os 150M€, ver o quarteto defensivo (Maxi, Chidozie, Marcano, Ángel) e o trio de ataque (Marega, Suk e Varela) com que o FC Porto terminou o jogo dá muito que refletir.

18 comentários:

  1. Esta tua frase é exatamente o meu pensamento sobre a equipa do Porto mas que teria que perder 2 minutos a explicar:

    "Afinal, numa equipa cujo orçamento para esta época ronda os 150M€, ver o quarteto defensivo (Maxi, Chidozie, Marcano, Ángel) e o trio de ataque (Marega, Suk e Varela) com que o FC Porto terminou o jogo dá muito que refletir. "

    Nem mais uma virgula e está tudo dito. Poderiamos ainda nomear o nome do treinador mas não vamos ser maus de mais que afinal de contas ele não tem culpa nenhuma desta situação.

    Esta época é um autêntico descalabro de más decisões. Esta direção tomou decisões durante toda a epóca decisões ao nível da exibição de ontem do Marega... Que época para esquecer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma época para lembrar para não se voltar a repetir os erros.

      Vitorino

      Eliminar
  2. É verdade...basta olhar para a equipa que terminou e pensamos: ó milhão, onde andas tu?

    Tribunal: e a parte física da equipa? Só Casillas e Suk parecem estar ok.

    ResponderEliminar
  3. .....e se o Marega no próximo jogo, contra o Braga, com uma arrancada idêntica aquelas que nos punha a cabeça em água, então no Marítimo, der a vitória ao FCP?....serão duas, as estátuas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E se o Marega, marcar o golo da vitória ao minuto 92' contra o sportem na parte final do campeonato e o FCP ser campeão?

      Se a demagogia mata-se, nem sequer tinhas carregado no botão de publicar pá.

      Santa tristeza.

      Eliminar
  4. Subscrevemos por inteiro o último parágrafo.
    Resta-nos continuar a acreditar e esperar que os jogadores encarem de facto cada jogo como uma final.

    Saudações azuis e brancas Tribunal do Dragão e parabéns pelo excelente trabalho.

    ResponderEliminar
  5. Quanto ao Marega...... Vamos chamar os bois pelos nomes...... Antero Henriques devia ganhar vergonha na cara e revelar os valores ABSURDOS que recebeu com a transferência.....

    E ainda mais ridículo é a pressão que coloca a Peseiro para que jogue.

    ResponderEliminar
  6. O Djalma dou o beneficio da duvida porque foi nos util nalguns jogos com VP mas Sami é mais jogador que Marega e veja se por onde anda enfim... Fica a sensacao que alguem quis compensar o Maritimo por todos os negocios que o fcp os "comeu"!

    ResponderEliminar
  7. Vou repetir o que todos acima disseram mas é impossivel nao falar disso... o ultimo parágrafo. Nao tiro uma vírgula! Da mesmo que pensar...
    O marega parece o quinzinho à uns anos nas antas... mas esse quando marcava ainda nos fazia rir nas bancadas com a sua dança na bandeirola de canto, o marega nem isso deve ser capaz de fazer!

    ResponderEliminar
  8. Talvez a pior exibição da época. Corona e André claramente a mais.

    ResponderEliminar
  9. Neste artigo retive uma frase no ultimo paragrafo que é "e seria bom ouvir o responsável pela sua aquisição". A Questão que sendo este caso muito evidente, era interessante ouvir o responsável por muito das ultimas aquisições do Porto. Por exemplo, era preciso um ponta de lança no inicio da época e estavam disponíveis no mercado Osvaldo e Mitroglou, mais uma vez o Porto foi buscar a pior opção. Não acho Mitroglou extraordinário mas é muito melhor que Osvaldo.
    Será que o(s) responsável não tem capacidades para avaliar a qualidade de um jogador. Por isso que é indispensável um director desportivo que tenha capacidade de avaliar o perfil dos jogadores que se contratam. Acho que aqui é que está um dos grandes problemas do Porto e tenho visto nos últimos 3 ou 4 anos o Benfica a ter uma taxa de acerto na contratação de jogadores muito superior ao Porto. É certo que também erram, mas acertam muito mais.

    ResponderEliminar
  10. 1º Marega - Para já tem o benefício da dúvida. Estão todos a ajudar... não e Portal dos dragões? E o Corona coitado ... teve dois treinadores... Coitado...
    2º Exibição - fraca. Muitas faltas mas pouca ou nenhuma pressão alta.
    3º Posse de bola - Se posse de bola valesse campeonatos já estávamos campeões.
    4º Faltas - não vai a bem...vai a mal...
    5º Decisões da SAD - época mal planeada e decisões más. Mas a decisão PÉSSIMA e na origem de todas as outras foi Manter Lopetegui. Remediar essa é que está difícil.
    6º GANHAR CAMPEONATO - bem possível se todos apoiarem (não é Portal?) DEPOIS do último jogo...critiquem à vontade. Até lá..."Se não podes dizer nada simpático...está calado..."

    ResponderEliminar
  11. "o facto de o FC Porto ter permitido que o Belenenses tivesse sempre a iniciativa de jogo com bola"

    Tem sido assim em todos os jogos, não percebo se é propositado ( o que seria ridículo) ou se a equipa não consegue fazer o que é suposto.

    O Peseiro depois do jogo criticou exactamente o que esteve mal...e tem estado em todos os jogos. Se o disse é porque o percebe e não quer que seja assim. Então, porque é que a equipa continua exactamente com os mesmos problemas? não consegue por em prática o que quer?

    A equipa tem que ser MUITO melhor a recuperar a bola e a dominar o jogo com bola.
    Contra o Belem, Estoril, Moreirense parecia que estávamos a jogar contra equipas do nosso nível...construíam desde trás, tinham posse, e chegavam muitas vezes à nossa área. Não pode ser. Temos que dominar, não deixar o adversário jogar, mostrar quem é a equipa grande em campo.
    A questão é se o Peseiro consegue por a equipa a jogar dessa forma. Tem até ao fim da época para o mostrar.

    ResponderEliminar
  12. concordo, falta ao porto categoria. Brahimi e o unico que mexe a bola embora agarrando se a ela. Casillas tem sido o abono de familia. Temos uma equipa fraca so a base de garra podemos fazer algo.

    ResponderEliminar
  13. Nao gostei da contratacao do Marega e do Sá, então a partir do momento que não passa a bola ao Aboubakar na Luz para fazer o 3-1, que tive a certeza que não é jogador.. Egoísta, trapalhao.. Outro Tello? Se bem que este segundo é um Rei ao lado do Marega. E também nunca gostei muito dele!
    Mas pessoal é possível e só temos que é que acreditar..
    Seja com Peseiros Lopeteguis Maregas eu quero é o Porto campeão.
    Braga é fulcral!
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  14. Dizem que o melhor agente do mundo é o Jorge Mendes, mas para mim é sem dúvida o gajo que meteu o Marega no Porto.

    ResponderEliminar
  15. Caro TD, uma análise económica ao FCP, tendo saído o resultados do R&C....
    Mais valias de 80 M, podemos dizer gestão DANOSA ?

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.