quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Elefantes na sala da família

A FIFA deu razão ao FC Porto no caso Caballero. Foi um advogado do jogador, Fernando Villa, a revelar o desfecho do processo. E fê-lo com uma frase que desperta algumas questões.

«En la mañana de hoy recibimos la notificación de la FIFA. La demanda de Libertad fue rechazada, Maurito Caballero con el Oporto como jugador libre».

Ora segundo o advogado, Caballero chegou ao FC Porto livre de contrato com qualquer outro clube. E é aqui que começam as questões. Se Caballero era um jogador livre, por que é que a SAD pagou 1,53 milhões de euros, na época desportiva 2012/13, à sociedade MHD, S.A.? Curiosamente, esta era praticamente a quantia que o Libertad exigia ao FC Porto pela transferência de Caballero.


Mas outro dos advogados de Caballero disse, há 3 anos, que o FC Porto só teria a pagar 365 mil euros por direitos de formação. Então, porquê estes 1,53M€ pagos a outra daquelas empresas? - o Google ajuda como pode e diz-nos que a MHD é provavelmente um escritório situado em Chardonne, na Suíça.

Um jogador «livre»
De facto, poderia dar-se o caso do Libertad ter apenas em sua posse os direitos desportivos (o direito de inscrição, que só um clube pode ter) e os direitos económicos pertencerem a terceiros. Mas o Libertad alegava que não era o caso, que Caballero era jogador deles. O Libertad não poderia alegar o direito a receber dinheiro pela transferência se não tivesse direitos económicos do jovem paraguaio, que foi despachado para o Liechtenstein.

Assim sendo, e repetindo, se a FIFA diz que o Caballero era um jogador livre, por que é que se pagou 1,53M€ por ele a uma empresa da qual nada se sabe? Faz lembrar o caso de Kayembé, que tinha acabado contrato com o Standard Liège e cujo custo já vai em 3,165M€. Demagogia, dirão alguns, mas estes 4,7M€ pagos por dois miúdos que estavam livres já davam para comprar um central jeitosito...

Curiosamente, o Football Leaks chegou a divulgar um contrato de acordo entre o FC Porto e Ricardo Rivera, de janeiro de 2013, que trazia informações diversas sobre o negócio. Mas o mesmo não foi analisado, pois faltavam as assinaturas que validariam o documento, que também não estava timbrado. 

Entre as diversas cláusulas que estavam previstas: o FC Porto pagaria 30% da mais-valia futura de Caballero acima de 2M€ ao seu agente; o FC Porto inicialmente não ficaria com 100% do passe, mas teria opções de compra progressivas, por valores assustadores: mais 10% por 2M€; se Caballero fizesse 20 jogos pela equipa A, mais 10% por 2M€; por mais 20 jogos, mais 2M€ por 10%. Ou seja, só por 30% do passe, Caballero custaria 6M€. Felizmente, até onde se sabe, não se seguiu por esta via. Das duas, uma: ou o agente era louco por apresentar uma proposta assim ao FC Porto, ou então achava que havia duas pessoas loucas o suficiente para assinar este acordo na SAD do FC Porto.

Mas este documento mostrou também o envolvimento da Northfields Sports BV, uma empresa que se sabe ser ligada a Marcelo Simonian, empresário próximo de Antero Henrique para diversos negócios na América do Sul, desde Lucho González a Víctor García. Empresa essa que está diretamente associada a uma novidade que hoje se conhece. 



O R&C do primeiro trimestre mostrou que o FC Porto pagou uma mais-valia sobre Jackson Martínez à Northfields Sports BV, cerca de 2M€, sem se perceber porquê. A SAD sempre declarou ter 100% dos direitos económicos de Jackson Martínez, até que depois de Jackson ter renovado a SAD atribuiu 5% da futura transferência ao felizardo Henrique Pompeo - que depois andou a ameaçar publicamente o FC Porto pelo impasse nas negociações com o Atlético.

Mas o Football Leaks mostrou hoje uma carta enviada por um representante da Northfields Sports à SAD, a 14 de julho de 2015, a notificar o FC Porto para o pagar de 10% da mais-valia acima de 9,57M€ (Jackson Martínez tinha custado, no total, 9,63M€ - 8,887M€ por 100% do passe e 750 mil euros de encargos). E na carta é dito que este acordo foi celebrado a 15 de julho de... 2012. Ou seja, uma semana depois de Jackson Martínez ter sido contratado ao Jaguares. Se o negócio com o Jaguares foi fechado a 7 de julho, porquê a celebração deste acordo para cedência de uma mais-valia de 10% uma semana depois? Os documentos também mostram o que se suspeitava: o Atlético não bateu a cláusula de rescisão de Jackson; pagou, isso sim, os 35M€ numa só tranche. São coisas diferentes, pois se o Atlético tivesse batido a cláusula o FC Porto não teria que pagar mecanismos de solidariedade, nem comissões à Gestifute (aliás, note-se que o FC Porto, aquando da venda de Jackson, pagou comissões a pelo menos 3 entidades diferentes: Pompeo, Gestifute e Northfields Sports. Que trabalheira!).

Entretanto, foi também divulgada a situação da partilha de passes de uma série de atletas do FC Porto na data de encerramento do relatório e contas semestral de 2014-15. Há muitos casos que merecem análise, mas um acima de todos: Rúben Neves. Já tinha sido noticiado, aquando da sua renovação de contrato, que José Caldeira tinha tido intervenção na assinatura do novo acordo. Mas não nos termos que o Football Leaks dá a conhecer - e que o FC Porto está, desde o primeiro dia, à vontade para desmentir.

A renovação de Rúben Neves
A SAD cedeu 5% do passe de Rúben Neves a José Caldeira pela renovação de contrato. O curioso é que na altura foi noticiado que foi a Unifoot a surgir no papel de intermediária, mas não, terá sido outra empresa ligada a Caldeira, a Prestige Sports. E aqui se levantam questões: porquê ceder 5% do passe do nosso maior valor da formação numa renovação de contrato?

Alguém imagina que foi Rúben Neves a sentar-se à mesa na SAD e a fazer a seguinte exigência: «Ora bem eu concordo em renovar contrato, mas quero que o José Caldeira, irmão do administrador da SAD Adelino Caldeira, seja compensado e bem compensado»?. Isto não é uma transferência internacional. Não envolve conversações entre clubes, nem com fundos, nem sequer com partilhas de passes ou múltiplos empresários. Rúben Neves era um atleta da formação do FC Porto, que nem tinha empresário quando assinou o seu primeiro contrato profissional. Então porquê meter José Caldeira no papel de intermediário, se as coisas seriam facilmente resolvidas entre atleta e clube?

5% podem parecer réstias, mas não são. Rúben Neves continua a ser um dos jovens de 18 anos mais promissores do planeta, e não será difícil imaginá-lo a ver ser transferido por 40M€ a médio prazo. Ora 5% de 40M€ são 2 milhões de euros. Dar potenciais 2M€ a um empresário numa renovação de contrato de um jovem de 17 anos é coisa que se calhar nem o Real Madrid ou o Barcelona fazem. É uma renovação, não uma contratação.


Isto já para não falar do eterno possível conflito de interesses. José Caldeira é irmão de Adelino Caldeira, administrador da SAD. Ninguém pode ficar chocado só por este negócio, pois não é um caso isolado. Alexandre Pinto da Costa intermedeia vários negócios do FC Porto, mesmo sem ser o empresário dos jogadores em causa. Afzal, aqui descrito como o ex-cunhado de Antero Henrique, também já fez muitos negócios como intermediário para o FC Porto. E até o genro de Pinto da Costa já foi associado a negociações em nome do FC Porto.

José Peseiro disse hoje que o caso de Maicon vai ser tratado «dentro da família». Ironicamente, parece mesmo que há muitas coisas a ser tratadas em família no FC Porto. 

33 comentários:

  1. Gestão danosa

    Andam a dar "migalhas" milionária em tudo o que é 'negócio' no clube.

    As transferências cada vez dão menos dinheiro...seja por ter percentagens pequenas do passe, seja por este tipo de negociatas...

    Que raiva. Como se não chegasse o clube precisar de umja enormidade de mais valis...ainda andam a diminuir essas mais valias para dar de comer a essa 'gente.

    Infelizmente, não acredito que isso vá mudar e até pode piorar. Isto só vai lá com uma direcção completamente nova, mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem duvida caro Amigo andam demasiadas sansugas dentro do nosso Clube e onde o antes todod poderosos nao deixava que isto acontecesse hoje è o proprio presidente a fazer parte deste esquema para arruinar o k ele criou ... mas estàmos no limite por favor temos de arranjar forma de obrigarmos estes culos e mafiosos sairem urgente incluido o presidente ??? FCP4EVER

      Eliminar
  2. Respostas
    1. E o tdd esqueceu-se de referir o escandalo que sera a possivel transferencia de um tipo qq que chegou do chaves! tb via uma destas mamers ou sei la que offshores.

      Eliminar
    2. Esse é de um júnior chamado Generoso, acho que chegou do Chaves quando era sub-15 e pelos vistos tem uma cláusula no seu contrato em que caso faça 5 jogos nas equipa principal, um mamão qualquer terá direito a 2 milhões de euros. Pura gestão danosa!

      Eliminar
    3. Absolutamente injustificável, este tipo de contratos. O FC Porto está a saque. Faz lembrar Londres há um par de anos. Resta saber por mais quanto tempo a bolha vai aguentar.

      Eliminar
  3. Certíssimo. E entretanto vem a Dragões Diário falar, de forma ridícula, de "coincidências familiares" a envolver membros da Comissão de Arbitragem. Enfim...

    ResponderEliminar
  4. muito bom. parabéns por este artigo e pela fontalidade

    ResponderEliminar
  5. Tou bastante curioso pars ver que valores vao ser anunciados pa contratacao de Chidozie! Ahh e do Chidera tambem! Quantos planteis vamos pagar por esses 2?!

    ResponderEliminar
  6. Pelo que li aqui pode tratar-se de um negócio cujos contornos podem estar dentro de uma legalidade, imoral mas legal, ou tratar-se dada a frequência com que acontecem e os envolvidos serem quase sempre os mesmos de negócios que ferem a legalidade. Mandar isto, e outros casos similares, para o DIAP seria o melhor . e nem é preciso enviar de forma pessoal, pode ser anónima - se estiver ferida de ilegalidades, fraudes ou fuga ao fisco eles averiguam.

    ResponderEliminar
  7. Serviço público para todos os portistas. A única boa notícia é saber que há muita gente com capacidade para agarrar nos destinos do clube, e, infelizmente, parece que ontem já seria tarde!
    Continuação de um excelente trabalho!

    ResponderEliminar
  8. mais um excelente artigo a colocar o dedo na ferida do que se passa nos bastidores da SAD do nosso clube... ser portista é isto, é defender o FCPorto e não quem por lá anda e dele se alimenta.
    obrigado por estas análises que nos mostram o que anda por trás destes desastres desportivos dos últimos tempos...

    ResponderEliminar
  9. Quando é que a comunicação social vai pegar nestes temas de uma forma séria, e começar a fazer bom jornalismo em Portugal? Quando é que os factos vão ser de conhecimento público e os responsáveis confrontados? A massa adepta do FC Porto está na ignorância, há excepção de uns 2%? Eu, como todos, respeito o passado do nosso clube e todos os que trabalharam para o construir. Mas tenho 22 anos, e sonho com um Porto cada vez melhor e maior, que continue a fazer história. Quero que um dia os meus filhos vibrem como eu com as mágicas finais europeias, e que os meus netos sigam o mesmo caminho. E, a cada dia, me apercebo mais que caminhamos para o abismo. Um reflexo do que se passa em Portugal, que no país em que estou a viver até ao final do ano, nunca aconteceria. Ou, se acontecesse, rapidamente seria alvo de repúdio e seriam tomadas medidas. Talvez seja esse um dos motivos pelos quais vou regularmente ver jogos da 4 QUARTA divisão com uma média de 10mil pessoas no estádio. As pessoas gostam de ir ver futebol porque o vêm como um entretenimento e um espetáculo, em vez de um negócio corrupto para alguns encherem os bolsos, em que tudo serve para desviar a atenção do espetáculo e a festa qur o futebol deveria proporcionar.

    ResponderEliminar
  10. A situação é simples: FCP anda a servir determinadas pessoas. Por este motivo, quando alguém se atreve a questionar a gestão de Pinto da Costa é logo queimado em praça pública. Qual Maicon qual quê, a falta de "portismo" está dentro da SAD! A SAD está agarrada à sua cadeira, porque quando sair muita coisa vai acontecer. Com tanto negócio que o FCP tem feito, ainda parecemos um clube de "tesos" que dependem dos fundos como do pão e água para viver.

    Ridículo SAD, tenham vergonha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não parecemos, estamos mesmo tesos, só que ninguém ainda quis acordar para os estragos causados e que vão levar anos a resolver, quem vai sofrer vai ser a parte desportiva.

      Eliminar
  11. Estarrecedor. Andamos a ser roubados pelas mesmíssimas pessoas que deviam dirigir o clube defendendo-o e procurando ter sucesso. No entanto, pela inércia que deriva do sucesso e de tantos anos de Pinto da Costa, vai ser preciso muito mais para abanar as fundações corruptas da SAD. As pessoas que acompanham blogs são infelizmente uma minoria e a SAD remeter-se-á ao silêncio até por termos um presidente que despreza blogs

    ResponderEliminar
  12. Esta Sad é uma vergonha e deve sair enquanto é tempo.Mas devem ter medo de quando saírem todos virem a saber destas poucas vergonhas das comissões e não só. Ao que o Porto chegou.

    ResponderEliminar
  13. Tenho mixtos sentimentos quando o leio...por um lado a sua escrita e contundência são melhores que mil terças feiras do MST...depois, boas notícias nicles zero batatoides...

    ResponderEliminar
  14. Mais do mesmo, infelizmente! Mas o pior é que ninguém faz nada.


    Acho que foi aqui que li que se Gudino fosse emprestado perdia—se o tempo de formação no clube! Ora se assim é, aqui está mais um exemplo de uma grande falta de profissionalismo.

    http://www.ojogo.pt/Futebol/1a_liga/Porto/interior.aspx?content_id=5023891

    ResponderEliminar
  15. E já agora, como é que o Fidelis aparece na lista de jogadores do FCP?

    Mike, o mecânico

    ResponderEliminar
  16. O fim de ciclo não é do Porto, é do Pinto da Costa, que conseguiu mudar o clube é um facto e há ser sempre lembrado e louvado por isso, mas agora está simplesmente instalado no poder com os seus, e o objectivo é ganhar unicamente para entreter as massas e ninguém questionar nada. Só que está a correr muito mal porque o clube não ganha há algum tempo, e os adeptos estão a começar a pedir explicações, e a quererem ter uma voz activa e comparecer nas assembleias.

    Eu não sou sócio do Porto, nunca fui porque não nado em dinheiro e não quero alimentar uma indústria cada vez mais obscena como a do futebol, enquanto conto os tostões em casa. Mas o meu pai foi sócio durante muito tempo quando o Porto ainda era o Porto.

    A única coisa que eu posso dizer a quem é sócio, é que há muito bons Portistas com capacidades, com ideias e com vontade de servir o clube. Não fiquem quietos em casa. Não compareçam só aos jogos e critiquem o clube eternamente nos blogs. Compareçam nas assembleias, envolvam-se, unam-se uns aos outros e discutam os problemas do clube e formem soluções para o futuro. Não deixem as vossas capacidades cair em saco roto, porque depois virá o próximo oportunista, um ex-jogador do clube que não percebe nada de gestão e vai chegar ao poder agarrado a um discurso simplista e populista, e escoltado e protegido pela claque para formar a sua nova panela.

    O autor deste blog está por dentro dos assuntos do clube como quase nenhum portista está, eu incluído. Percebe de gestão, números, relatórios e contas, e toda aquela burocracia e papelada enfadonha a qual nenhum adepto liga nem quer saber, mas que é fundamental para perceber o que está a acontecer ao clube... De que é que está à espera?

    ResponderEliminar
  17. Investigue - se esta gente ou o Fc Porto será reduzido a cinzas num prazo muito curto.

    Os árbitros prejudicam - nos, os jornalistas da CS lisboeta menorizam - nos mas os nossos dirigentes vão ainda mais longe....roubam - nos o prazer das vitórias e assaltam os cofres do clube

    ResponderEliminar
  18. A cláusula de rescisão só poderia ser exercida pelo próprio Jackson - à semelhança do AVB.

    Tudo o resto é para entreter, e tentar esconder que o principal interessado na venda do Jackson era o FCP.

    ResponderEliminar
  19. Muito bem, grande exposição...!
    Agora, eu gostaria de ver alguém a sugerir alternativas à actual direcção...!
    Na minha opinião, Pinto da Costa está acomodado aos seus 10 ou 12 mil euros mensais e já nem reage...!
    Por aquilo que vejo, há muita coisa mal no FC Porto a começar pelo Antero Henrique e a acabar no Alexandre Pinto da Costa...
    Uma lista na posse destas manigâncias a concorrer às eleições tinha, creio eu, possibilidades de vencer Pinto da Costa, por muito que ele tenha feito pelo FC Porto. Está na hora de iniciarmos na bloguesfera um movimento de apoio a uma candidatura séria eficaz e carismática...!
    Eu associado nº2770 do FC Porto, desde já me prontifico a aderir.

    Armando Monteiro
    www.dragaoatentoiii.wordpress.com

    ResponderEliminar
  20. Vergonhoso, simplesmente vergonhoso. Basta é preciso um cartão laranjada para os dirigentes. Porto está a ganhar menos com as saídas e a pagar mais com renovações e entradas. Simplesmente Vergonhoso

    ResponderEliminar
  21. Bom dia.

    Football leaks:
    https://footballleaks2015.wordpress.com/2016/02/08/fc-porto-list-of-players-and-economical-rights-31-12-2014/

    Direitos económicos de todos os jogadores do plantel à data de 31.12.2014.

    Fico a aguardar pela análise. Continuação de bom trabalho

    Diogo Santos

    ResponderEliminar
  22. Artigo de muita importância e que desmascara (ainda era preciso?!) uma série de conluios e vergonhas que se passam no nosso clube.

    MAS (e nestas coisas há sempe um "mas") todas as pessoas que um pouco por todo o lado escrevem, comentam, opinam, bitaitam sobre este e outros temas, onde têm andado nas Assembleias Gerais?

    Estou farto de ver AG's com 20\30 sócios, o presidente a vangloriar-se de tão fraca adesão pois considera sinónimo de concordância com a Direção, e depois chega-se ao computador e são aos milhares as críticas.

    É pá, saiam de trás do computador...dêem a cara por aquele que tanto dizem amar! O Porto ainda é nosso!

    ResponderEliminar
  23. Depois de ler todos os depoimentos só me resta dizer o seguinte,é vergonhoso? É sem sombra de duvidas! Cabe aos associados no local certo dar a resposta cabal,local este que é apelidado de urnas para eleger quem comanda os destinos do nosso clube,portanto não adiantam as lamentações porque está visto e comprovado que anda muita gente a governar-se muito bem á"pala" do nosso clube e que não se importam com as lamentações dos associados e pior não se importam com os resultados desportivos!dinheiro é o que mexe em tudo na vida,lamentavelmente!
    Ainda assim amo o meu F.C.Porto!

    ResponderEliminar
  24. mas há gente séria em portugal?

    qualquer outro jaquim manel ou tino de rãs que for dirigir o clube, vai fazer igual ou pior.

    o futebol é corrupto e começa na esfera máxima, fifa. o resto é conversa de esplanada.

    eu quero é campeonatos, taças, troféus! e se o antero, o cunhado e o primo do vizinho do padrinho do tio enchemos bolsos, dá-me igual, e quem disser o contrário, só tenho um entendimento, inveja, querem fazer igual e não podem.
    quer dizer, em 30 anos foram tudo bons rapazes, e agora já são uns malandros, tenham paciência. foi sempre igual, a diferença era que há 2 décadas dava menos nas vistas corromper meia dúzia para estarem calados, agora todos querem mamar e fala-se mais.
    ah, e as compras e vendas de jogadores são por valores bem mais elevados, mas os esquemas não mudaram nada. quem pense que contratar jardel e afins foi tudo negócios às claras e tudo limpinho, andou a dormir, ou não entende nada de nada, e anda a fazer barulho porque os outros também fazem!

    ganhamos durante 30 anos, tris, pentas e tal, fruto da malandrice também, agora outros andam mais malandros, nomeadamente a sul.

    o que nos falta é garra no plantel, jogadores portugueses e mística! o resto é conversa da treta pá!

    eu quero é ver o fcp a ganhar jogos, jogar bom futebol e ganhar títulos!

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.