sábado, 30 de maio de 2015

Mais-valias para totós

Provavelmente, é mais ignorância ou incompetência do que má fé. Mas é sobretudo um disparate. Falamos do que corre na imprensa desportiva: «Danilo rendeu 23,1M€ ao FC Porto». E dizem isso evocando o Relatório e Contas, quando os números oficiais estão lá chapados, mas nem assim são capazes de citar a informação oficial.

Entram quase 27M€ na SAD
Basicamente, grande parte da nossa imprensa desportiva continua sem saber diferenciar lucro de mais-valia. O que leva alguém a seguir jornalismo desportivo não é propriamente as finanças, mas sim o gosto pelo futebol. Mas em ambos os casos, impõe-se a necessidade de rigor. 

O R&C ainda será devidamente analisado (embora o relatório intercalar nunca seja mais do que um ponto de referência, pois o balanço final só pode ser feito em outubro). O tempo para atualizar o blogue não tem sido muito (como se nota) e ainda há muito para discutir no balanço desportivo de 2014-15, mas importa esclarecer, para quem está a ser induzido em erro, o que diz o R&C sobre o negócio de Danilo.

Diz o que já se previa: O Tribunal do Dragão calcou que a mais-valia rondaria os 22M€, num potencial negócio de 30M€, e a SAD anunciou 23,1M€. Um excelente negócio, a todos os níveis. E mais uma vez, houve quem tivesse muita pressa em anunciar que Danilo estava destinado ao BES/Novo Banco. Uma vez mais, como tinha sido aqui antecipado, tal é falso. A data de vencimento do maior empréstimo bancário (25M€) continua a ser setembro de 2015, após o fecho do mercado de verão, e jamais poderemos ignorar a possibilidade de uma renegociação. E sim, temos um mês para fazer uma grande venda, de mais-valia acima de 20M€,  senão não cumprimos o orçamento.
«Ainda sobre a questão das mais-valias, um conceito que ainda faz confusão a muita gente. Em termos orçamentais, o que interessa não é o lucro, mas sim a mais-valia. Danilo já está pago. Foi contratado em 2011 e a sua contratação foi paga com receitas provenientes de diversas fontes. Por isso, para 2014-15 não interessa ao FC Porto avaliar o lucro considerando o que Danilo custou em 2011, mas sim a mais-valia (verba excluindo comissões, amortizações, prémios e cláusulas) que gera para o orçamento desta época. O FC Porto não precisa de lucro para duplicar um investimento feito em 2011; precisa sim de mais-valias para pagar despesas correntes e cumprir o orçamento de 2014-15.»
Em relação à mais-valia gerada por Danilo, é noticiado erradamente que o FC Porto teve despesas de 8,39M€ com a transferência. Completamente falso. Note-se esta criatividade: «No entanto, e deste valor total, para o FC Porto sobram apenas 23,1 milhões de euros. Os restantes 8,4 milhões são divididos entre movimentos financeiros (...)»

Também era falso que o Real Madrid fosse assumir todas as despesas, conforme se temia aqui.  Dos 31,5M€, o FC Porto tem que deduzir o valor contabilístico do último ano de contrato de Danilo (que poderia ser «arredondado» para 15 meses), que era de 3,56M€. Isto ainda é dinheiro, minha gente, quase que dá para pagar um ano de Jorge Jesus. Depois, há a excluir a mais-valia a que o Santos teve direito (10% da mais-valia, não da transferência) e a comissão para os intermediários, e assim se calcula a mais-valia. O que é completamente diferente daquilo que é o dinheiro que o FC Porto tem a receber.

Na verdade, o FC Porto recebe os 31,5M€. Já recebeu 10M€, que serviram para pagar salários e despesas correntes (foi um trimestre muito, muito difícil, como se pode ver pela abertura de um crédito de 3M€, a 2 meses, com o Banco Carregosa, mais 1,5M€ com o Montepio e um financiamento de 5M€ da - não vale a pena googlarem - For Gool Co Ltd, que tem Herrera como garantia e retorno em caso de transferência - será aprofundado mais tarde, pois esta parte sim é a mais preocupante e importante do R&C, e a primeira alternativa em vigor ao fim do TPO). Vai receber mais 9,356M€ até ao fim do ano e 12M€ na próxima temporada. Mas tem que pagar, do seu bolso, a mais-valia ao Santos e a comissão aos intermediários. Isto deixa nos cofres da SAD mais de 26,5M€, mas segundo a teoria de alguns iluminados o FC Porto tem que pagar o valor contabilístico que devia ser excluído do bolo total. Se a Albuquerque ouve esta estamos bem lixados.

23 comentários:

  1. Boa tarde,
    o Correio da Manhã anuncia hoje que Lopetegui tem um vencimento de 4 milhões brutos/ano, que acha sobre isto? Será mais uma das invenções? Serão valores atirados ao ar?

    Cumps

    ResponderEliminar
  2. Eu nem quero acreditar nisto! Eu li as notícias por alto e achei que alguém leu as notas ao R&C e tinha chegado ao valor da transacção líquido de encargos e nunca à mais-valia em si... Como é possível que ninguém saiba o que é uma amortização de um activo e que as mesmas têm de ser consideradas no cálculo de uma mais-valia (bem como a valor actual líquido do cash a ser recebido mais à frente, naturalmente)?...

    Ou é tudo burro, ou tem tudo má fé... Em ambos os casos, é mau.

    Para quem quiser ver com atenção, o link é este e a nota sobre a mais-valia do Danilo está na página 25:

    http://web3.cmvm.pt/sdi/emitentes/docs/PCT55933.pdf

    Obrigado ao sempre atento TdD.
    JON

    ResponderEliminar
  3. A parte mais preocupante para o TdD é Herrera ter sido dado como garantia ou percebi mal ? Quem me dera a mim que houvesse uma boa proposta por ele. Para mim é o jogador que mais facilmente poderiamos substituir do plantel. Para quando poderá dizer-nos alguma coisa sobre a questão do patrocinio das camisolas e sobre as mudanças que veem ai no plantel ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo... Herrera é claramente o elemento que o Porto poderia vender e menos sentirá a sua falta. Por mim se chegasse uma boa proposta era vende-lo sem hesitação!

      Eliminar
    2. Não sou presciente mas penso que a preocupação do TdD se deve ao facto da dívida ao credor deixar de estar intimamente dependente da alienação de uma percentagem de direitos desportivos e passar a ser remunerada por inteiro, com uma "taxa de juro variável em função do preço e condições de uma potencial futura alienação dos direitos económicos do jogador Herrera". Ex: sempre que Herrera não for vendido e por "certo preço", a taxa de juro aumentará.

      Novos tempos, "novas" modalidades de financiamento e de repartição de "riscos".

      Os ricos cada vez mais ricos e a classe média, como o FC Porto, cada vez mais dependente deste tipo de credores/financiamento.

      Todavia, ninguém poderá dizer que esta solução seria inesperada.... já com Hulk se passou o mesmo...

      Eliminar
  4. Sou incapaz, por ignorância, de discutir estes assuntos, mas entendo o que escreveu e também pensei, quando saiu a publicação, que aquele credito, tendo como penhor o passe de Herrera, me incomodou ....

    ResponderEliminar
  5. 26,5M é o cash flow, 23,1M o resultado contabilístico. Estou errado? A diferença 3,4M não é grande e constará nas amortizações. Certo?

    ResponderEliminar
  6. Não acha que apostar em jogadores de campeonatos menos mediáticos...poderia poupar os gastos astronómicos em salários?
    Caro Td...é que não temos 15m a surgirem do nada....( a nossa formação n tem desses craques.../s

    ResponderEliminar
  7. ok, e sempre bom quem sabe esclarecer.

    ResponderEliminar
  8. Não percebo grande coisa de finanças, mas este ultimo R&C deixou-me "desassossego".
    Como Portista e leitor assíduo de "o tribunal do Dragão" peço-lhe encarecidamente que faça um ponto de situação da situação financeira do clube, que sinceramente me apoquenta muito mais do que balanços da época desportiva que passou.

    Cump. José Santos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O caríssimo "Tribunal do Dragão" está tramado. Tem que explicar a cada três meses sempre a mesma coisa. A maioria dos adeptos não sabem filtrar o que a CS lhes passa e "comem" tudo. Pior do que isso, são alguns dos próprios adeptos a propagandearem falácias e mentiras. Confundem mais-valia contabilística com lucro/dinheiro que entra. Agora a nova moda é criticarem "dar-se" como garantia o passe de um jogador. Como se qualquer instituição ou cliente que peça um empréstimo a um banco não tenha que "dar" uma garantia para o conseguir obter. No caso dos clubes de futebol são os passes dos jogadores. Temos Capital Próprio positivo. O passivo evidentemente aumenta com a incorporação da Euroantas (Estádio do Dragão), tal como o Activo em proporção muito superior. Temos a época financeira garantida. Somos o Clube e Sad que menos deve a bancos. Empréstimos Obrigacionistas idem, comparando com o nosso maior rival. Temos uma Sad cada vez mais pertença do Clube. As contas do próprio Clube estão perfeitamente equilibradas e positivas. Mas para alguns é o desespero.

      Eliminar
  9. Eu levantei-me às 5 da manhã pra ver o André Silva... e outros desconhecidos que por lá andam...

    O Abou custa 12 milhões não é? Excelente administração que temos. Agora metemos o Herrera no prego. Amanhaã sai o Quintero mas novidade... também já está no prego. Isto leva bom caminho.

    ResponderEliminar
  10. se a For Gool Co Ltd não é uma entidade financeira registada no banco de portugal os juros não podem ser superiores a 9%.

    A comissão oculta não podendo ser superior a 9% sobre a venda do Herrera implica que ganhámos mais um cliente a pedir o reembolso com uma certa urgência e pode ser um problema para o treinador pois o produto precede sempre a equipa.

    Herrera pode tornar-se noutro Quintero? Há aqui todo um potencial para desestabilizar o grupo. Eventualmente estará escrito como aconteceu com Jackson - que tinha que jogar sempre e marcar todos os golos até se lesionar durante 1 mês - que a garantia pode sair do Herrera e ser transferida para outro jogador "mais valorizado".

    Estará a sad está a perder o controlo da situação ou é apenas um pico de pedidos de reembolso, uma situação péssima apesar de momentânea? Caramba, temos empréstimos em todos os bancos do sistema nacional (ou quase) e já estamos em dívida com empresas lá fora?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece-me que se trata essencialmente da consolidação do FC Porto à realidade do FFP e (fim da) TPO. Hoje em dia chama-se "ajustamento", não é? : )

      Eliminar
  11. O TdD deu a entender que essa entidade era uma alternativa à proibição da Third Part Ownership, ele mais para a frente explica isso (espero) !

    ResponderEliminar
  12. Deixem-se de paranóias, houve apenas um empréstimo de 5 milhões de euros contraído em 24/02/2015 vencível em 30/09/2015, ou seja, 218 dias.

    Mesmo se os juros fosse de 10% o que não é plausível dava um juro de 298 630,14 euros.

    Para o empréstimo foi dado uma garantia (situação perfeitamente normal neste tipo de empréstimos) relacionada com uma eventual futura venda de Herrera. Ora, embora tudo seja possível não se perspectiva nenhuma venda de Herrera até 30/09/2015.

    Em 30/09/2015, paga-se o empréstimo mais juros ou eventualmente pode ser renegociado.

    Trata-se de mais uma parceria estratégica do FCPORTO SAD no financiamento à sua actividade. Diversificar financiadores é positivo.

    ResponderEliminar
  13. Os 10 milhões do Real Madrid foram transferidos para o Montepio com quem o FCPorto começou recentemente a trabalhar, mas posso assegurar que não serviram para a finalidade referida, nomeadamente salários e outras despesas correntes. Aliás o valor até se manteve imaculado na conta quase 1 mês. Para quem estaria assim tão mal...
    Depois foi gradualmente sendo utilizado, por ex numa transf p/ estrangeiro foram 3,5M€...
    É preciso rigor no que diz.
    De resto sigo o blog que tem muita qualidade.

    ResponderEliminar
  14. Para mim que percebo pouco desta matéria deixa-me preocupado saber que tivemos mais uma vez de recorrer á banca para fazer face ás despesas correntes! Sinceramente é inacreditável como com vendas milionárias todos os anos, com uma excelente campanha a nível europeu estejamos nesta situação! Pelo bom caminho não vamos...

    ResponderEliminar
  15. Pelos comentarios á gestao financeira do clube, no FCPorto só existem maus gestores, "homens bomba" da gestao financeira, ladroes, enganadores, gestores que nao sabem fazer contas, gente idiota que so faz asneiras.
    Nao se percebe como ha tanto entendido e ha tanta gente que faria melhor e nao estao la a ajudar o clube!
    As vezes penso que ha pessoas que pensam na gestao de um clube como se fosse uma fabrica de rolhas!
    Vai tudo mal no FCPorto, vai falir no proximo mês vai ser tudo vendido ate o presidente vai ser vendido para pagar contas!
    E confiar um pouco em quem trata das contas do clube??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confiar um pouco em quem trata das contas do clube, tudo bem por mim. O pior são os números e os rácios que nos deixam mais dúvidas do que certezas.

      Eliminar
  16. Curiosamente este tipo de negocio relacionado com Herrera já foi feito antes... com Hulk.

    E a transparência (ou falta dela) neste género de negócios é da exclusiva responsabilidade dos paladinos que andavam a zurzir conta a detenção de % de passes por fundos.

    ResponderEliminar
  17. Tudo sob controle.

    Não estou minimanente preocupado. Espero é que para a próxima invistam mais. Como as coisas estão vendendo o Danilo e o Jackson o Porto tem que ir buscar jogadores iguais ou melhor. Se for preciso que gastem pelo menos o mesmo que o ano passado em contratações.

    é preciso manter a qualidade dos jogadores desta época.

    Há várias entidades financeiras que querem fazer negócio com o Poro.

    ResponderEliminar
  18. Eu pouco percebo de finanças, mas quando lei sobre o tema aqui no TdD fico elucidado e...preocupado. Pelo que parece vamos comprar mais uma fornada de jogadores, já feitos e com algum valor de custo para o nosso futebol. Para mim, a tal estrutura do FCP está a mudar e para pior. Antigamente, tínhamos um plantel de qualidade e soluções internas que estavam emprestados ou já no próprio plantel. Quando saía um craque, entrava uma jovem promessa já formatada pelo FCP. Atualmente, estamos muito despesistas...com as contas preocupantes, com jogadores no prego e sem qualquer plano de futuro (apesar de haver qualidade na nossa formação).
    Um bom exemplo do que referi acima, era a defesa central. Sempre que um defesa saía, já estava outro pronto a assumir o posto. E agora?

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.