sexta-feira, 1 de maio de 2015

A urticária dos factos e um prodígio de bandeirinha

Há conceitos que por mais objetivos que possam ser não deixam nunca de causar alguma urticária. Quase sempre pelas mesmas razões: problemas de consciência. Um deles é a estatística. Resume-se a factos, números irrefutáveis. Um deles é um dado antigo, aprofundado aqui pel'O Tribunal do Dragão, a propósito dos jogos do Benfica com João Capela.

Esse facto diz que o Benfica nunca sofreu golos com João Capela. É estatística. No Dragão Diário, ninguém afirmou que Capela foi decisivo para o Benfica ganhar algum desses jogos ou para os adversários não marcarem golos. Excepção ao que todos viram no jogo com o Gil Vicente, da primeira volta: um dos mais flagrantes golos em offside da época. Não é acusação, nem polémica. É facto. E se alguém se sente incomodado com os factos...

A chata da estatística
Mas não podemos nunca deixar os factos pela metade. As probabilidades do Gil Vicente ganhar ao Benfica são residuais. Mas de certeza que ter um árbitro com quem, em 17 jogos, só ganhou 3, não é a forma mais simpática de tranquilizar a equipa. Num jogo em que o Benfica vai muito provavelmente ganhar sem suar, nem assim deu para prescindir de nomear João Capela.

Apesar de o mais normal ser o Benfica ganhar ao Gil Vicente, com Jorge Jesus em Barcelos o Benfica só ganhou uma vez (e num dos jogos nem com um penalty assinalado por Bruno Paixão, no último minuto, lá foi). Um exemplo de que não há impossíveis, por mais improvável que possa ser. Mas nomear João Capela, um árbitro benfiquista que tem um longo historial de benefícios ao rival, e de quem o Gil Vicente tem razões de queixa, mostra bem a categoria do trabalho do Conselho de Arbitragem.

Mas nunca se deve deixar os factos pela metade. Não podemos concordar com o Dragões Diário quando este diz que foi João Capela a resolver o jogo da primeira volta. Não foi, porque os foras-de-jogo são da responsabilidade dos auxiliares. E é aqui que devemos prestar atenção a uma promessa emergente da arbitragem: João Pedro Mota Sousa.

João Capela volta a arbitrar o Benfica contra o Gil Vicente. E tal como no jogo da primeira volta, que foi resolvido com um golo em fora-de-jogo, Tiago Rocha volta a ser chamado para ser auxiliar. Mas a grande novidade está na troca de Pedro Felisberto por este ilustre desconhecido.

Segundo estes dados, este auxiliar ainda só serviu para arbitrar 4 jogos dos escalões profissionais: todos do Chaves (oh mãe das coincidências!), para muitos provavelmente o único clube que pode tirar protagonismo ao Benfica no que toca a benefícios arbitrais esta época. De resto tem andado sempre pelo Campeonato Nacional de Seniores. E de repente, este senhor que nem sequer tem 2 anos de carreira na arbitragem é chamado para arbitrar um jogo do campeão nacional, numa fase absolutamente decisiva da época, e vai completar uma equipa de arbitragem que foi nomeada com a maior das polémicas.

Vítor Pereira, do CA, não merece uma águia de prata. Merece uma de ouro, porque isto é trabalho de primeira, da mesma categoria de quem consegue transformar um árbitro com 2 jogos de carreira profissional num internacional FIFA. Mal podemos esperar pela visão periférica deste novo talento às movimentações do ataque do Benfica.

E a verdade é que toda esta conversa, agora, de nada vale. Deixaram Lopetegui praticamente isolado na defesa do FC Porto e no contra-ataque a um campeonato forjado, e não é agora que uma picada no Dragões Diário vai mudar o quer que seja. Ainda não acenámos o lenço branco, mas pouca gente se importou quando o rival levou quem quis para junto a sua trincheira. E à 31ª jornada ainda vai sacando (e precisando?) dos «Aliados».

13 comentários:

  1. E o futuro TdD ? Eu lendo a sua opinião, fico com muito medo da próxima época..e das que se seguirão.. Desde que a arbitragem foi para Lisboa que a influencia do regime no conselho aumentou e de que maneira. Como é que vamos mudar isto ? Porque é que a SAD esteve sempre calada durante esta época ? Que se passa ?

    ResponderEliminar
  2. Esta conversa dos arbitros já cansa. Temos razão de queixa sim sr. Não há dúvidas, mas a realidade é que perdemos o campeonato em 2 jogos. Os 2 jogos contra o SLB. Mais, empatamos contra o Nacional e empatamos no Bessa. Deixamos as oportunidades fugir e antes de nos queixarmos dos outros temos que nos queixar de nós. Repito, indiscutivel que em parte da época os adversários foram beneficiados, mas não vamos branquear a verdade dos factos com desculpas. Deveriamos ter sido melhores, ponto final. Não vamos criticar B. Carvalho e depois agir como eles. Não contem comigo para choradinhos fora de tempo, ainda para mais quando toda a época a nossa direção não se pronunciou de forma ativa sobre esse facto. O campeonato foi inclinado, teve influencia direta, certo! Deveriamos ter feito melhores e fomos incompetentes nos momentos decisivos. Igualmente certo. É preciso trabalhar e melhorar. Recuperar mistica e força para o próximo ano não darmos hipoteses, com ou sem árbitros.

    Joel

    ResponderEliminar
  3. Capela tem uma estirpe bacteriana identica a Inocencio Calabote, Reinaldo Silva, Inácio Almeida, Carlos Valente, Lucilio Batista, Bruno Paixão e outros que não me lembra....

    ResponderEliminar
  4. E o mais incrivel é mesmo como é que AINDA precisam...

    ResponderEliminar
  5. Somos Porto!!

    Vejo que para muita gente o facto da SAD do FCP estar calada perante a situaçao da equipa e das arbitragens é inquietante e digo com toda a certeza que nós nao precisamos de uma SAD que comente as arbitragens de uma época inteira. Está á vista de todos. Este ano o Benfica conseguiu o campeonato com a ajuda de terceiros PONTO! É certo que podiamos ter aproveitado na Madeira (podiamos, por duas vezes, mas nós nunca fomos felizes na Madeira, jogamos contra a equipa dos "apoiantes vermelhos" e depois contra o Nacional).

    Nao fico chateado com a época do FCPorto, de maneira nenhuma. Um pouco triste sim, pelo facto deste Benfica que nao tem plantel nenhum ganhar este campeonato com erros de arbitragem que já nao se via desde o tempo de Salazar.
    Julen Lopetegui mostrou que tem estofo para ser treinador do Porto. (momento em que muitos querem partir o ecran por verem isto). Tello nao jogou nem metade da época, vejam o quaresma como ele está ... Gonçalo Paciencia, Marcano, Maicon (e eu que pensava que nem na Equipa B ele jogava), e perguntam voces pelo Quintero. O Quintero nao ajuda á defesa. É craque, mas lança-lo num jogo em que estamos a ganhar por 1-0 é como tirar Maicon e colocar um Gonçalo Paciência. Deixem-no analisar a época. Pinto da Costa nao vai permitir mais uma época fracassada. Gastamos muito nas contrataçoes sim, mas também ganhamos muito na Champions League e ainda vamos ganhar mais com a contratação de Danilo e Jackson.
    Tal como disse um dos ultimos grandes treinadores do F.C.Porto "Porto. Palavra exacta nunca ilude (...) O Portista sente, sofre e luta. O Portista quer, pede e exige". Temos de aprender a sofrer assim como também lutamos para ganhar alguma coisa. Há anos bons e maus. (Nao me venham com a história de que o Porto devia de ganhar devido ao plantel que tem, porque na época que festejamos o campeonato em nossa casa frente ao Benfica o plantel deles conseguia ser um pouco melhor do que o nosso e acabamos por ser campeões). "Com a simbiose perfeita com a personalidade de cada um, o Portista é educado, aprende, é formado e torna-se melhor". Nós somos assim. Somos educados, aprendemos com os erros e lutamos até ao fim

    ResponderEliminar
  6. Estou farto de ouvir falar de arbitragem...farto ! O nosso clube está em crise...o nosso presidente está em crise, e nós parecemos os calimeros a falar de arbitragem..

    Que tal começarmos a falar do Porto com o orçamento mais alto da história do clube (100MILHOES) não ganhar nenhum troféu ? Que tal falarmos dos prémios altíssimos que os nossos presidentes, vices, vices, vices e vices ( nem sei quantos vices existem ) ganham mesmo com épocas de merda ? Que tal falarmos da amizade entre o nosso presidente e o nosso inimigo ?

    Que tal falarmos de um treinador, que teve tudo aquilo que nenhum outro teve, que nem um jogo ao benfica consegue ganhar ? Que tal ?

    E podemos falar de muito mais...a partir do momento em que não ganhamos um jogo ao nosso adversário directo, não temos mais desculpas. Faz-me lembrar o benfica que perde no dragão e vai dizer que só ganhamos o campeonato com um penalti fora da area em paços de ferreira....por amor de deus.

    ResponderEliminar
  7. Aí é que reside o erro; não era por falarmos que as coisas mudariam !
    A verdade é que toda esta conversa, vale agora e sempre, e não nos calamos para que eles saibam que não somos parvos e vimos o que andam a fazer, mas alterar qualquer coisa de facto? ...

    ResponderEliminar
  8. Mais uma vez gostei dos vossos comentários, que foram feitos antes do Jogo de hoje, e mais uma vez o Vermelhão João Capela aos 45' de jogo, com o resultado em 2-0 gamou um penalti indiscutível, provocado mais uma vez pelo Luisão em frente do seu focinho e ele nada assinalou! Ora se o penalti fosse marcado e concretizado a música no segundo tempo poderia ter sido outra!...

    ResponderEliminar
  9. boa, bem conseguido. Realmente o porto por tradiçao ate da cidade nao ganha se nao lutar mesmo a serio, mesmo porrada. O presidente esta claramente cansado e se antes chegava com meia duzia de intervençoes , hoje nao chega nem nada que se pareça. As suas preocupaçoes parecem ser a revista e o museu, ora assim nao vamos la mais. Desde a saida de villas boas que as coisas foram descambando e parece que ninguem liga muito, apareceram umas vitorias e as coisas foram andando. A estrutura esta a falhar e o presidente ja nao chega, pode se recandidatar e ganha, tudo bem mas tem de ter a visao que essa do porto a uma so voz a do presidente acabou, tem de delegar ou precisaremos de uma decada para recuperar, ninguem quer ver isso e mais os nossos associados para poderem singrar em determinadas entidades tem de ignorar o clube casos do atual pres da camara e do atual pres. da FPF. Fatos.

    ResponderEliminar
  10. Se os arbitros e auxiliares sao profissionais ou ganham como tal, porque razao, se ano apos ano teem mas prestacoes, nao sao despedidos como noutra profissao qualquer???

    O FCP deveria bater se por isso, pois assim os homens de preto nao teriam outro remedio que por se mais finos ???

    ResponderEliminar
  11. Nao sendo nada favoravel a treinadores estrangeiros para o FCP, acho que Lopetegui em principio deve continuar.

    A nossa Sad tem a sua imagem cada vez mais desgastada e isso nao e positivo.

    ResponderEliminar
  12. Este Quaresma ja chateia ?

    ResponderEliminar
  13. Seria possível saber a sua opinião sobre esta notícia?
    http://abola.pt/clubes/ver.aspx?t=5&id=547052

    Muito obrigado pela opinião que partilha no blog e parabéns!

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.