segunda-feira, 25 de maio de 2015

Análise 2014-15: os guarda-redes

Quem gosta de basquetebol conhece esta frase: «Os ataques ganham jogos, as defesas campeonatos». Infelizmente, no futebol isto não é regra, caso contrário o FC Porto teria tido uma época muito melhor.

O menos batido da Europa
Depois de no espaço de 6 meses termos perdidos 4 esteios defensivos (Helton, por lesão, e Otamendi, Mangala e Fernando), o FC Porto conseguiu, em 2014-15, acabar a época com a melhor defesa das 25 principais ligas europeias. Tudo isto quando houve muita crítica a Fabiano ao longo da época e aos defesas-centrais. Quando ser a defesa menos batida da Europa não chega, o que chegará?

Claro que não se pode reduzir tudo aos números. Os guarda-redes do FC Porto raramente ganham jogos, pois por norma temos boas defesas e os adversários poucas vezes conseguem criar perigo. E este ano tivemos algo que ajudou a essa estatística, que foram grandes melhorias na reação à perda da bola. Por isso, um guarda-redes do FC Porto pode fazer 50 defesas, mas basta um erro para ficar marcado

Um dos primeiros pedidos de Lopetegui quando chegou foi um guarda-redes. E tinha nome: Navas, ainda antes do Mundial 2014. O FC Porto não agiu a tempo e perdeu-se o guarda-redes. A época teria sido melhor? Impossível saber. Facto é que mesmo com um guarda-redes contestado em parte da época, conseguimos ter a melhor defesa europeia. Agora, volta a haver um pedido de um novo guarda-redes. O nome já é conhecido, Perin, do Génova (e diria que será mais difícil ir buscá-lo ao Génova do que teria sido ir buscar Navas ao Levante). Mas a maior surpresa é a revelada por Pinto da Costa quanto à possível continuidade de Helton. 

Se renovar, mais gente terá que sair. Em Novembro foi alertado: o FC Porto tem que parar de contratar guarda-redes só porque sim, porque isto já é uma prática habitual e que se adivinhava novamente para 2015-16. Não podemos ter 4 guarda-redes com idade sénior no plantel. O ideal seria 2 seniores + o guardião titular da equipa B. Perin, a prioridade, não é uma contratação de ocasião mas sim de grande aposta de médio prazo. Não há memória de o FC Porto ter investido a sério num guarda-redes jovem já internacional por uma grande seleção europeia. Que tem grande potencial, tem. O valor investido e o leque de guarda-redes para 2015-16 definirão se se tratará, ou não, de uma boa contratação, isto se houver condições para a fechar.

Passemos à análise dos guarda-redes de 2014-15, a exemplo do que será feito nos outros setores.


Helton - É preciso uma enorme determinação para, aos 36 anos, conseguir superar uma lesão que a muitos outros jogadores ditaria o fim de carreira. É o mais carismático jogador do plantel, que entende a mística do clube, que ganhou 7 campeonatos e viu o que foi preciso para o FC Porto não ganhar os únicos 3 que falhou. Está bem fisicamente e tem condições para jogar mais um ano. Não sei se vai ficar, mas só faria sentido se fosse para continuar como número 1. Porque por mais peso que Helton possa ter no balneário, sendo ele um dos mais bem pagos do clube tem que render em campo, não fora dele. O problema esta época, muitas vezes, foi não haver voz de comando dentro de campo, não no balneário. Se Lopetegui quiser e entender que Helton será uma mais-valia, que siga a renovação. Caso contrário, preparem a estátua para o museu, porque Helton bem a merece.


Fabiano - Regressemos ao início: foi o guarda-redes menos batido da Europa. Ficou marcado pelos 6 golos em Munique, mas não tem culpa que a sua defesa, no espaço de poucos minutos, seja três vezes batida no jogo aéreo e sofra três golos. Tentou aproximar-se do que Lopetegui pretendia, o tal guarda-redes que oferece sempre linha de apoio na construção e joga com os pés. Evoluiu, mas passou de titular à bancada (ironicamente, na pré-época passou de possível dispensado a titular). Tem contrato até 2019. Se for para passar a época na bancada, que a SAD procure uma solução para ele no mercado.

Andrés Fernández - A mais estranha aposta de Lopetegui. Foi pé frio, pois em 4 jogos o FC Porto só venceu um. Mas em nenhum teve culpas. A verdade é que pouco ou nada pudemos ver de Andrés. Fazendo fé no R&C da SAD, custou não mais que 1,2M€, mas é estranho que tenha sido contratado para ser prioridade em relação a Fabiano, mas na verdade poucos meses depois Fabiano renovou contrato. Não pode ficar no FC Porto em 2015-16 se não for para jogar. Emprestá-lo a uma equipa de primeira liga, preferência estrangeira, que lhe garantisse a titularidade e cobrisse os salários seria o ideal, ou então recuperar o investimento. Lopetegui conhecia-o bem antes de o contratar. Não justificou a aposta do treinador ou houve erro de avaliação?

Ricardo Nunes - É ingrato dizer isto a um adepto do FC Porto que nem uma oportunidade teve, mas foi uma contratação que se sabia desde o primeiro dia desnecessária. Nem sequer serviu para facilitar as inscrições na Champions. Em termos de plantel principal, em 2014-15 só serviu para desfilar o equipamento. Um contrato de 4 anos para um guarda-redes trintão que se sabia que não seria titular? Que o FC Porto o deixe sair no fim da época, porque aqui não vai jogar e merece mais para a sua carreira do que fazer número. Ter um guarda-redes trintão só para jogar na equipa B e na Internacional Cup não cabe na cabeça de ninguém.

Os bês - Kadú pouco ou nada evoluiu nos últimos 2 anos e é tempo de sair do FC Porto por empréstimo, onde possa jogar com regularidade, de preferência tentando colocá-lo num clube com um bom treinador de guarda-redes, que bem precisa. Caio, nos seus 2 primeiros anos de sénior, fez 2 jogos pela equipa B. Se não puder jogar mais em 2015-16 (Filipe Ferreira e Andorinha já vão ter idade de sénior), é tempo de o deixar sair. E claro, o nome de que todos falam: Raúl Gudiño. Nada justificaria a não exerção da cláusula de compra. É um jogador de enorme potencial, que vai ter o primeiro ano de sénior, e faz todo o sentido que seja o titular da equipa B. 

Pergunta(s): faz sentido contratar mais um guarda-redes para a equipa principal? Perin é a solução ideal? Quem deve sair? Quem devem as opções na equipa A e B?

50 comentários:

  1. Seria interessante incluir os emprestados na análise (no caso Bolat e Stefanovic).

    De resto, concordo a 95%. Acho que se deve renovar com Helton, seja ele ou não titular. Porque é importante no balneário, porque pode ser uma óptima ajuda na preparação do futuro nº 1 e porque, ainda que não seja titular, dificilmente se arranja uma alternativa melhor. E, acima de tudo, porque nunca se deve dar aos jogadores a indicação de que o contrato de um ou outro lhe garante (ou o obriga) a ser titular.

    As minhas apostas: Navas (ou Perin), Helton e Gudiño.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. stefan ja nao é do porto foi vendido (dado) ao chaves

      Eliminar
    2. mas sim faltou a sua avaliaçao, foi suplente no gala a epoca toda, emprestimo mal gerido, via-se logo que seria suplente do muslera nao sei ao certo o numero de jogos que fez julgo que tem cerca de 14 golos sofridos nos que fez, nao sei como estao os salarios dele, e nao sei se com fabiano com relaçao um pouco gasta com os adeptos, ricardo nunes a ter de sair, andres tambem gasto e devido ao preço ter de render ou diminuir prejuizos se nao seria ele uma soluçao para ter no banco e helton a numero 1

      Eliminar
    3. O Stefanovic já não pertence ao Porto... denvinculou-se no ínicio de época

      Eliminar
  2. Perin que fique no Génova e não venha incomodar.

    ResponderEliminar
  3. Sabem algo em concreto sobre se as notícias do Perin sao verdadeiras ?

    ResponderEliminar
  4. Perin é o ideal claro , Tribunal do Dragão existem novidades quanto ao Italiano ?

    ResponderEliminar
  5. TdD, tem um pequeno erro: "Em termos de plantel principal, em 2015-16 só serviu para desfilar o equipamento". Em 2014-15*

    Quanto às questões, na minha opinião, e gerindo "à FM", faria isto:
    Helton -> Renovar 1 ano com mais um de opção (seria o nº1);
    Perin -> Segundo guarda-redes
    Gudiño -> Titular da B, terceira opção da A

    Fabiano, Ricardo e Fernandéz para emprestar/vender (dependendo do mercado). Alternativamente, o Perin poderia ser emprestado para jogar a titular numa boa equipa (de preferência, que tente assumir jogo, como nós) e o Fabiano ficar, mas não sei até que ponto o brasileiro aceitaria.
    Kadú emprestar a uma boa equipa da nossa liga na qual possa assumir-se como titular.

    Parece-me ser a melhor opção.
    Uma questão: Não sabe mesmo nada do Helton renovar ou não pode dizer?
    Parabéns pelo post!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com todo o respeito quando se lê "Perin segundo gr", ou "Perin poderia ser emprestado" até dá vontade de rir! Então um jogador(atenção GR) que custa 10M no minimo, que vai dentro de pouco tempo ser titular da seleção italiana e que todos auguram um grande futuro é para ser suplente ou ser emprestado? Santa paciência...

      Eliminar
  6. Concordo absolutamente com a crítica fita sobre o excesso de GR. Mas o mais estranho é que tem sido uma constante, julgo eu, desde que o Vítor Baía saiu para o Barça. Julgo que desde essa altura tivemos quase sempre um excesso de GR sob contrato e por vezes, tal como nesta época, tínhamos 4 GR no plantel!! Nunca consegui encontrar justificação para bolats e stefanovics por exemplo(nada contra os jogadores). Tem sido um assunto bizarro até.

    Eu não consigo sequer dizer se Andrés é bom GR ao não, mas sinceramente para mim o melhor é o helton. E tem algo que mais ninguém tem e não é o adn Porto de que tanto se fala, mas o seu fabuloso jogo de pés e a tranquilidade que isso dá a centrais com um péssimo jogo de pés. Porque sabem que até podem atrasar mais à queima que ele domina sempre bem a bola. Aos anos que me queixo das suas fintas, que um dia vai oferecer um golo... pois, não me lembro de nenhuma oferta desse tipo. Portanto nos últimos anos tive que deixar cair essa crítica. E mais, com o futebol apoiado que lopetegui pretende, nunca percebi porque helton não ficou a titular depois de braga. Para mim era lógico. Por mais que reconheça qualidades em Fabiano, Helton é claramente GR de equipa grande e fabiano ainda não. Tem dificuldade a sair da baliza e a jogar com os pés. Logo construir desde trás e jogar com defesa alta tornar-se mais dificil. Precisamente duas coisas que Lopetegui privilegia no seu modelo de jogo.

    Em suma, renovava com Helton para ser titular e ficava com Gudino como 3º GR e titular da B, onde teria a companhia dos 2 juniores que vão subir. Kadu nunca me convenceu e talvez tenhamos queimado outros GR s´para apostar neste. É que já são demasiados anos sem evoluir nadinha... Portanto tentar emprestar para depois tentar vender- O mesmo faria com o Fabiano, já que lhe reconheço qualidade mas não a suficiente. Mas quem sabe se um ano fora não lhe faria bem? Entre Andrés e Ricardo escolha o 2º GR. Ricardo não é assim tão mau...

    Obrigado e continuação de um bom trabalho.

    João Reis

    ResponderEliminar
  7. Se o Perin vier é para ser titular, está fácil de ver...

    ResponderEliminar
  8. Se o Porto contratar outro guarda redes, tem de ser um de top. Se esse guarda redes for contratado para o ano na A os guarda redes devem ser esse e Helton e na B Gudiño e outro.
    Agora se esta época for mesmo contratado outro que seja uma escolha acertada para vários anos, para que não se ande a investir todos os anos em guarda redes, porque o dinheiro que se investe a mais neste posto especifico, é dinheiro que vai escassear para reforçar outras posições e isto é algo que não se entende como gestão desportiva.

    ResponderEliminar
  9. Mas o Perin é certo? É que só vi a notícia nABOSTA...

    ResponderEliminar
  10. concordo helton a ficar tem de ser para titular, perin se eu gostava? gostava, se servia? o tempo o dirá, agora os custos de tudo isso nao sei se valerao a pena tendo ou podendo ter helton, e gudino a crescer na b... julgo que por motivos diferentes andres, fabiano e ricardo deveriam sair os 3 e tal como disse na resposta a comentario em cima bolat poderia ser o suplente, tem contrato ate 2018 ainda ficavamos com mais um ano de manobra...

    ResponderEliminar
  11. nao me meto em aquisiçoes , na sad ganham o suficiente para saber o que e bom para a equipa e o clube. O que a sad e o presidente tem de ter em mente e que a proxima epoca nao esta em jogo um campeonato esta em jogo a sobrevivencia do porto como clube hegemonico e lider em portugal, so isso.

    ResponderEliminar
  12. Lembro-me de antigamente PdC dizer (salvo erro) que uma equipa e constroi de trás para a frente. É preciso ter uma defesa estável para os avançados não terem que defender tanto e terem mais oportunidades de brilharem. Certo que hoje em dia existe um tipo de futebol diferente, mas continuo a achar que a filosofia deverá ser a mesma. Helton por tudo merece ficar, mesmo que não seja para ficar titular, só de o ter no banco já garante vitórias. E venha daí um guarda redes que tenha voz de comando centro do campo, penso que é o necessário, um redes que se faça ouvir e sentir em todos os jogos.

    ResponderEliminar
  13. Respondendo directamente às questões TdD...

    Faz sentido contratar mais um guarda-redes para a equipa principal?
    - Faz se Helton não renovar... caso contrário não!

    Perin é a solução ideal?
    - Se Helton sair, poderia ser um GR muito interessante, mas continuo a preferir o Navas e certamente o Real dificultaria a saida e até vinha por uns 5/6M€.

    Quem deve sair?
    Claramente Fabiano e Kadu.

    Kadu tem de sair para evoluir e Fabiano pois não faz sentido um GR passar de titular absoluto para suplente assim como foi.

    Em relação ao Andrés Fernandez, depende se conseguimos uma proposta para a cedência em definitivo ou não do atleta e aqui pode entrar também a situação do Ricardo.

    Quem devem as opções na equipa A e B?
    A:
    Helton e Andrés Fernandez ou Ricardo
    ou
    Perin ou Navas e Andrés Fernandez ou Ricardo

    B:
    Gudino e Andorinha ou Filipe Ferreira

    ResponderEliminar
  14. Quando vi a notícia da possível aquisição de Perín fiquei entusiasmadíssimo. Um guarda-redes muito bom, extremamente promissor e já há uns tempos descrito como o novo Buffon. Duvido que chegue à qualidade do compatriota, mas não deixa de ser um guarda-redes fabuloso, e espero que venha mesmo. Os meus guarda-redes para o ano eram: Perín, Hélton e Ricardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jamais devemos cometer uma asneira dessa de ter 3 GR's principais no plantel A.

      Os GR's do próximo ano tem de ser 2A's + o Gudino e seu suplente na B e nada mais que isso... este ano entre A e B tinhamos 7 jogadores e esse lote não deve ser NUNCA mais de 4.

      Eliminar
  15. O Artur Jorge dizia que um guarda-redes é meia equipa. Concordo em absoluto!

    E, infelizmente, além de Munique, associo o Fabiano às fracas defesas que tivemos no Sanchez Pijuan e contra os apagados, na época terminada pelo Luís Castro.

    A contratação de um guarda-redes é, portanto, imperiosa e o assunto mais importante a ser resolvido no momento.

    Uma casa constrói-se a partir das fundações! Um guarda-redes é a principal fundação de uma equipa!

    Toda a gente já fala tão bem desse Perin, ao ponto de afirmarem ser de impossível contratação, que tem mesmo de ser ele!

    ResponderEliminar
  16. Não conheço o Perin, mas se for tão bom como dizem talvez fosse uma aposta acertada. Não temos guarda redes de qualidade neste momento. Helton está na pré reforma, vai renovar, mas calculo que seja por valores MUITO inferiores ao que aufere atualmente. Só nessa perspetiva é que entendo a contratação deste Perin.

    Fabiano não tem qualidade para o FCP, Fernandez também não parece ser a solução. Kadu não demonstrou o potencial que lhe auguravam. Gudino é um projeto para 4\5 anos. Ricardo daria um belo 2º GR, porque para além do salario ser relativamente baixo é portugues, o que ajuda bastante para a champions! Já para não falar que é um GR de qualidade.

    Dito isto, será que a contratação de Perin ou 10 milhoes ou coisa que o valha não compensaria o FCP? Será que não gastamos mais em Fernandez, Fabiano, Bolat, Kadu, Kiezcec ou lá como se escreve, Bracalli, etc?

    Se Perin for um GR para 3\4 anos, até Gudino estar pronto para o desafio, e tiver margem de progressão tanto em termos desportivos como lucrativos, não vejo qual o problema. A realidade é que precisamos de um GR de indiscutivel qualidade.

    O mesmo se passa com a necessidade de reforçar o eixo defensivo. Um companheiro para o Indi é vital. Maicon não serve, Reyes é muito verde e Marcano é um bom suplente para o lado esquerdo.

    Temos que vender, temos que reformular, temos que comprar. Tudo isto com a emergencia de emagrecer as contas do clube. Como? Vender os excedentes ou simplesmente libertar-lo os que não tiverem mercado (poupa nos salários e não é pouco). Comprar certo e menos. Talvez mais caro, mas com melhor qualidade. Mais vale 1 GR muito bom por 10m do que 15 fracos por 10 ou 15M .

    Joel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marcano é o que? Nao diga isso a ninguem porque corre serios riscos de vida ahah é marcano e mais 10

      Eliminar
  17. Já aqui comentei várias vezes a questão dos guarda-redes em geral e Fabiano em particular.

    Sobre Fabiano, tenho uma imagem dele de bom profissional e empenhado, mas cuja qualidade não está sequer perto de ser suficiente para clube grande. Durante toda a época demonstrou insegurança e intranquilidade (uma ajudando à outra) e falhou redondamente nos dois jogos chave que marcaram a nossa época desportiva: Benfica no Dragão e Bayern em Munique. Ser guarda-redes menos batido da Europa é um dado estatístico que infelizmente não passa disso - ou teríamos os tubarões da Europa atrás dele, o que não acontece.

    Helton regressou tarde à titularidade mas demonstrou em poucos minutos a diferença entre um guarda-redes seguro e um inseguro. Se chega para ser titular na próxima época toda? Sinceramente não sei, mas é normal que um guarda-redes de 37 anos comece a perder habilidades. O Casillas é mais novo e já não defende metade do que defendia.

    O Andrés é uma incógnita porque nunca o vimos a ser posto à prova. Ainda assim parece ser mais seguro que o Fabiano. O Ricardo, enfim, acho que o clube se portou mal com ele. Não é uma estrela mas "tirá-lo" da baliza da Académica e metê-lo como 4º (quarto!) guarda-redes é ridículo. Não merecia.

    Por fim, sobre o novo guarda-redes: seja ou não Perín (que parece muito bom), o Porto precisa de investir a sério num guarda-redes. É preferível investir 7 ou 8 milhões numa aposta sólida para a baliza do que num Diego Reyes ou num Quintero. Sempre ouvi dizer que nenhuma grande equipa ganha títulos sem um grande guarda-redes e as raras exceções são isso mesmo: exceções.

    ResponderEliminar
  18. Perin se vier será titular de caras..mas acho que é caro. O problema dos golos sofridos para campeonato é q todos ou quase todos deram empate ou derrota

    Ass: Tiago

    ResponderEliminar
  19. Perin, Helton e Gudino! Ficamos bem servidos assim!
    Venha rapidamente a próxima análise que no final da semana temos R&C para dissecar!!!

    ResponderEliminar
  20. Perin Helton na A
    Gudino na B

    ResponderEliminar
  21. Sinceramente, não acho que o Helton fosse um gr de luxo ao longo dos seus bons anos no FCP, tal como não acho que o Fabiano seja mau como muitos querem pintar.

    Se o Perin vier (não acredito muito, mas isto sou eu) as minhas apostas passariam por: Helton, Ricardo e Gudiño. Na B, Gudiño, Andorinha e Filipe Ferreira (apesar de que este último com toda a certeza se tornará no novo Caio). Entre Ricardo, Andrés, Bolat e Fabiano, recai sobre o Ricardo, por causa de alguns pontos:

    1) Fabiano e Lopetegui estão "de costas voltadas", não em termos pessoais, mas sim desportivos. Creio que Fabiano será mesmo vendido.
    2) Andrés não veio para ser suplente e assim sendo procurá sair. Ainda por cima tem bom mercado por Espanha, deve ser vendido.
    3) O Bolat mal deve saber ir para o Dragão
    4) O Ricardo foi sendo aposta na B e na Premier League Cup porquê?

    Não digo que os 3 nomes apresentados nos darão as melhores garantias, mas creio eu que passarão por aqui. A minha única dúvida é saber se Filipe Ferreira fica ou não (já li que poderá mesmo abandonar o futebol). Assim sendo, acho que Gudino passará definitivamente para a B, deixando de ser aquele GR de transição, podendo abrir uma vaga para a permanência de Andrés (que também não acredito)

    Cumprimentos,

    TJFO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 4) manter o ritmo e motivação de um jogador com o estatuto de Ricardo mas talvez mais do que isto para escudar Gudiño (dentro dos possíveis) de olhos alheios.

      Já tem cotação suficiente e apesar de existir a opção de compra para o passe ainda vai ter de ser negociado um contrato com o jogador. Com menos assédio a posição negocial torna-se mais forte para a SAD.

      Eliminar
  22. A posição de guarda-redes é muito ingrata porque, por muito bom que sejas, só pode jogar 1.
    E é com esta visão que nunca entendi a necessidade de 3 guardas de provas dadas no mesmo plantel.

    Se Hélton realmente renovar, penso que por esta altura já ganhou o lugar a Fabiano, portanto não faz sentido tanto Fabiano como Andrés ficarem. Entenda o treinador quem deve competir pelo lugar com o Hélton, seja Perín, Bolat ou Ricardo, e como terceiro guarda ficaria o Gudiño a jogar na B. Já se passaram 27 anos desde a última vez que fomos obrigados a utilizar um terceiro guarda e nem nos saímos nada mal dessa vez.

    Na B, o suplente de Gudiño deve ser um sénior de primeiro ano. Paremos de pensar na B como um entreposto ou um buraco para enfiar quem não cabe na A. A equipa B é o ponto de passagem e aprendizagem para os nossos putos.

    Kadú há muito que estagnou e duvido que saia dali alguma coisa. O Caio, coitado, transformou-se no novo Elói.


    AA

    ResponderEliminar
  23. Fabiano é culpado em derrotas fulcrais: Benfica em casa e Bayern fora. Entre outras asneiras grosseiras que cometeu. Ter sido a melhor defesa da Europa não serve de desculpa. Além de que tivemos uma defesa sempre a bom nível (em Munique recordo que jogamos sem os laterais titulares e Marcano).

    A manter é claramente Helton que faz mais 2 ou 3 anos. Qualquer outro redes do plantel é para fazer número.

    ResponderEliminar
  24. Um GR que cada tiro cada melro, não pode ser titular do FC Porto. A melhor defesa deve-se seguramente a todos mas em muito menor plano ao Fabiano. A bola quase nunca chegou lá é quando chegava ou era golo ou ele encarregava-se de varrer tudo, que o diga o Danilo.

    ResponderEliminar
  25. Desculpem me mas este Mattia Perin parece me um pouco irrealista! Para se ter uma ideia o site transfermarkt (que ate nao acerta muito com os valores das transferencias e verdade) avalia o Danilo em 20 milhoes e ele saiu pelos valores k todos sabemos! Este Mattia Perin no transfermarkt esta avaliado em 15 milhoes!!!! Credo é um guarda redes de 22 anos tem d ser muito bom mesmo!!
    Posto isto acho que estamos a extravasar para valores irrealistas para o FCP, tendo ainda mais em conta que esta nao sera a posicao que mais teremos de reforcar!

    Diogo

    ResponderEliminar
  26. Perin obviamente não vem.

    Estamos a falar de um GR avaliado em 15M.

    Numa posição onde já estamos bem servidos com Helton.

    Este ano teremos muitas posições para reforçar, não vamos gastar fortunas onde já temos garantias.

    ResponderEliminar
  27. A minha aposta para 2015/2016 seria: Helton, A. Fernandez e Gudino

    Helton: se temos um guarda redes de topo e com muita experiência não há que arriscar. 2015/16 não é época para arriscar. (Ex: o Benfica apostou num GR experiente e ganhou a aposta)
    A. Fernandez: é um guarda redes que ainda não conhecemos, mas merece um oportunidade. Passava de 3º para 2º guarda redes. Viria Perin caso Fernandez saísse.
    Gudino: uma promessa de futuro, mas ainda muito jovem
    Fabiano: foi uma grande desilusão, e não se pode queixar de falta de oportunidade. Fim de linha no FCP.

    Com Helton provavelmente a cumprir a última época em 2015/16, é hora também de preparar o futuro. Penso que Perin ou Ventura seriam excelentes apostas. Ventura está quase a chegar ao auge da carreira de GR( a partis dos 27 anos + ou -), e já muitos falaram da sua qualidade, como V. Baía.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O comboio do Ventura já passou e ele não o apanhou. Está mais perto do Bruno Vale do que do Vitor Baía.

      Eliminar
  28. racional:

    a titular fica o espanhol Fernandez pois foi indicado pelo treinador.
    fica o Gudiño se o preço for mesmo aquele.
    fica o Ricardo trintão com 2º guarda-redes.

    o italiano só se o preço justificar.

    Tudo o resto é pra dispensar.

    ResponderEliminar
  29. Para mim, mesmo que Helton renove, será necessário a contratacao de um novo guarda-redes, que possa dar garantias a curto prazo, e seja um elemento a médio prazo.

    Vejo com bons olhos a contratacao de um jovem, como o Perin, ou mesmo de um jogador mais experiente como o Navas.

    Assim sendo, tudo vai depender do jogador a ser contractado:
    - Jovem com potencial (A)
    Torna-se necessário manter Helton, assim como aconteceu no passado com o Baia, é preciso fazer a transicao de testemunho.

    - Jogador experiente (B)
    Deixa de ser necessário a renovacao de Helton.

    Dependendo das hipoteses, seria sempre necessário manter o Ricardo Nunes nos quadros do clube.
    Se a hipotese for:
    - A > Empresta-lo a uma equipa, de preferencia que possa cobrir parte do ordenado, e que o permita ser titular. Na epoca 2016/2017 volta para assumir a segunda vaga com a reforma de Helton.

    - B > Fica no plantel como 2' guarda-redes, permitindo ter mais um portugues na equipa.

    Em ambas, perderemos Helton, quer seja agora, ou daqui a um ano, mas teremos sempre alguém que faca bom balneario. Nao se pode olhar só para os números.

    Tudo o resto, é para saltar fora!

    Ass,
    António Tavares

    ResponderEliminar
  30. Uma coisa é certa (isto na minha opinião) é fundamental contratar um Gr de nível para a próxima época ! Se esse gr é Perin não sei, sinceramente não acredito muito, até pelo que li hoje que vai renovar dia 4 Junho até 2019... mas se não for Perin terá de ser outro, mas não me venham com Andrés Fernandez ou coisas do género porque já vimos o que deu este ano!
    E se este ano não ganhamos nada, muito se deve a Fabiano que nos jogos importantes, simplesmente foi 0... foi no Dragão com os vermelhos, foi em Munique, enfim quando se precisou não esteve e isso é fundamental num Gr de equipa grande.
    Quanto a Helton a minha opção seria renovar, sem dúvida, pela experiencia que tem que seria importante para os mais novos e sobretudo porque demonstrou estar aí para quando precisamos!
    Quanto a essa "tropa" toda que temos é arranjar a melhor solução para eles, ou a desvinculação ou o empréstimo com o clube que os receber a ser responsável pelos salários! Este caso dos Gr é um exemplo de uma gestão que nos últimos tempos tem deixado a desejar! Como eu costumo dizer é melhor comprar 1 por 10M e que se tire rendimento do que comprar 4 ou 5 que nunca vão trazer nada ao clube a não ser encargos salariais... mas depois se juntarmos o salário deste 4 ou 5 sempre dava para pagar aos de 10M....

    ResponderEliminar
  31. Caro TD acha sensato um investimento de tal magnitude ? Num redes? Recordo que o Bayern fez proposta de 8 M! Aliás o clube anunciou que Perin vai renovar!
    Navas não seria mais realista?
    As boas relações com o Real podiam dar para isso....

    Cumps

    ResponderEliminar
  32. Para as equipas A e B são preciso, no mínimo, 5 GR.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Respeito a sua opinião, mas penso que são demasiados jogadores pois só joga 1 e é a posição que menos rotação é feita.

      Na minha opinião o ideal seria:

      GR1 - Qualidade indiscutível para se o nº1 (Campeonato e Champions)
      GR2 - Idealmente formado em Portugal para facilitar as inscrições (Banco e Taças)
      GR3 - Jovem titular na equipa B (Equipa B e Taça da Liga)
      GR4 - Jovem da formação do clube (Banco da equipa B mas a jogar alguns da segunda liga porque é um campeonato de 46 jogos).

      A partir daqui temos sub-19, sub-17 e por ai fora que podem subir no caso de algum dos acima falhar jogos por lesão ou outro motivo.

      Eliminar
  33. Seguindo esta - e as outras - curiosa analise devo dizer que sou a favor da contratação de um redes que nos valha 3 pontos, uma espécie, se fosse possível de Mlynarzick com que outros, Fabiano( é claro que claudicou em Munich mas, vendo bem as coisas, além de não ter sido só ele, foi a 1° época a defender Porto ) e Gudino ( fez-lhe bem sofrer ultimamente uns perus, mas não me lembra de ver alguem com tamanho potencial, potencial de fora-de-serie ) pudessem aprender. Com todo o respeito e carinho por Helton, penso que não deviam renovar-lhe o contrato, mas se o fizerem, claro que será para jogar.

    ResponderEliminar
  34. Na minha opiniao seria:
    helton ricardo e gudino
    Andres fernandez pelos jogos que vi é o tipico guarda redes ue da um passo ao lado para se atirar e vai busca-la la dentro, e parece sempre muito intranquilo, do que vi é muito fraco.
    Quanto a perin so em sonhos e nos mais optimistas, com saida de danilo , possivel e quase certa saida de jackson e saida de casemiro, acham mesmo que em vez de reforçar estas posicoes tao importantes iam trazer um guarda redes? Esquecam la isso.

    ResponderEliminar
  35. Ao que parece é o filho do presidente que está a negociar a contratação do Perin se vier acredito numa contratação de 7milhoes+empréstimo de Quintero e 2milhões de coMissões para o filho, enquanto não acabar esta mama, o Porto não vai voltar a ser PORTO!

    ResponderEliminar
  36. Alguém me explique uma coisa que eu não consigo compreender: os jornais andaram o ano todo a dizer que o André André vinha para o Porto, que já estava contratado, o Porto teve o ano todo para o contratar, contratou inclusive o Hernâni e podia aí ter deixado já o negócio do André André encaminhado, no entanto nada acabou por acontecer e o André André acaba por ser contratado pelo Málaga. E então agora, que o que era fácil se complicou é que o Porto vai a correr tentar resgatar o André André ao Málaga correndo o risco de ter de pagar mais pelo jogador e de ter de pagar mais ao jogador já que o Málaga deve ter subido o ordenado dele obrigando assim o Porto a ter de subir ainda mais o ordenado do jogador. Portanto, que sentido é que isto tudo faz? É preciso uma equipa espanhola vir comprar um jogador do campeonato português para despertar o interesse do Porto nesse jogador? Não compreendo, juro que não compreendo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E se for verdade que o jogador tinha uma cláusula de rescisão de 1,5 milhões de euros ainda pior fica...

      Eliminar
    2. calma meus caros... este blog nao diz nomes para eles nao sugirem nas noticias como aconteceu o verao passado com abel qualquer cena o pl que joga ou jogava em italia mas... dado que andre andre ja é noticia quando chegarem aos medios supostamente se falara em andre andre, e darder, e sergio oliveira (para que posiçao vem afinal e se sera para jogar) em carlos eduardo (se vem para ficar e se quer mesmo vir) na clausula de casemiro por ai...ate la agurdemos

      Eliminar
  37. Boas TdD,

    Gostava apenas de dar como ideia um tópico sobre o nosso futebol de formação. Conheço razoavelmente bem a realidade dos nossos rivais no que toca a prospecção de jovens em Portugal e creio que nisso estamos a ficar claramente para trás. Não sei como fazemos a triagem nem onde temos observadores/colaboradores mas creio que andamos a descurar um pouco o talento que existe perdido por Portugal inteiro desde os escolinhas aos juniores.

    Também as equipas técnicas da nossa formação merecem um análise mais cuidada, não creio que só por terem jogado no nosso clube que alguns técnicos sejam os melhores para certos lugares.

    E saber se algo tem sido feito para substituir o pepijn ljinders ou se o departamento pelo qual ele estava encarregue se extinguiu com a sua saída.

    E já agora se souber quem foi o senhor espanhol que veio para coordenador da formação no inicio da época e quais as suas ideias também penso que seria pertinente.

    Infelizmente quem manda no clube julga que tem que deixar de ter a melhor equipa para ter a melhor formação, mas na minha opinião precisaremos de melhorar na formação para ter a melhor equipa, já que o cinto vai apertar. espero eu, não pode ser de outra maneira.

    Sei que não tem obrigação de aceder a este pedido, mas fica a ideia:)

    Li todos os posts desde o 1º portanto muito obrigado pelo excelente trabalho e espero que não desista. O melhor blog portista apesar de termos vários com qualidade.

    Cumprimentos

    João Reis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que seria um tópico de bastante valor, para ser abordado aqui.
      Fico aguardar uma analise abordando esses parâmetros.

      Eliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.