terça-feira, 28 de abril de 2015

Falemos do clássico e de Lopetegui

Lopetegui começou a sua análise com uma verdade incontornável: «Só houve uma equipa aqui que quis ganhar, e fomos nós». Mas essa verdade tem duas adendas: 1) não era o Benfica quem precisava de ganhar; 2) o FC Porto não fez o suficiente para ganhar.

O que falhou na Luz?
Nenhum campeonato se perde por empatar em casa do rival. Mas neste caso, gorou-se a nossa última possibilidade de passarmos para a frente do campeonato. O Benfica está muito perto de fazer pela primeira vez aquilo que o FC Porto fez 12 vezes nas últimas 3 décadas: ganhar pelo menos dois campeonatos seguidos. Algum dia teria que ser. São 30 anos de hegemonia, mais do que possam conhecer por parte de qualquer outro clube. Uma hegemonia que não terminou, simplesmente deparou-se com um rival fortalecido nos últimos anos e com um annus horribilis do FC Porto, seguido de um quase ano zero que ninguém quis assumir.

Esta será, possivelmente, a primeira época desde 88-89, na altura com Quinito/Artur Jorge, em que o FC Porto não vai ganhar nenhum troféu. Fez uma óptima campanha na Liga dos Campeões, e em termos de campeonato superou largamente a média de golos, pontos e de imbatibilidade nos últimos 20 anos. Suficiente para considerar uma boa época? Para a história, não. Suficiente para considerar a aposta na era Lopetegui um fracasso? Também não.

Uma equipa que faz uma Champions como o FC Porto merece todo o crédito. Falar em jogos fáceis, num contexto de Liga dos Campeões, é absurdo. O favoritismo não garante nada. Se garantisse, não tínhamos perdido contra Zagrebs, APOELs e Artemedias em épocas em que fomos campeões nacionais. Em termos de campeonato, que era o grande objectivo da temporada, temos à 29ª jornada mais pontos, golos e melhor defesa do que a maioria das temporadas das últimas duas décadas. A diferença? O Benfica tem mais pontos. E independentemente de o FC Porto ter, por manifesta culpa própria, feito apenas 1 ponto contra o Benfica, ninguém vai esquecer como é que o galo se aguentou no poleiro. Ou pelo menos não deviam.

É cedo para um balanço absoluto. Mas há a reter algo: Pinto da Costa vai ser, muito provavelmente, reeleito para o 14º mandato, dentro de um ano. Basta querer. E neste momento, a ser reeleito não é pelo que foi feito no 13º mandato (em termos de títulos, para já o saldo é uma Supertaça, além do pior prejuízo da história da SAD), mas sim pelo seu passado no FC Porto. E se a resposta de Pinto da Costa à ameaça de uma quebra no seu legado se chama Lopetegui, então pelo menos por cá merece o apoio.

Lopetegui é o treinador em quem Pinto da Costa e o FC Porto mais investiram, e sendo um treinador que não ganhou ainda nada já está referenciado por Real Madrid e Milan. Não é à toa. É um treinador que lidera um projecto a três anos. O saldo, para já, foi de uma boa Liga dos Campeões, um campeonato com líder forjado e no qual Lopetegui e os jogadores não podem ser os máximos responsáveis (na primeira volta houve muita gente a nanar), e aposta e reestruturação nas camadas jovens, passo a passo. Os títulos podem não chegar este ano, mas é um passo seguro para que retomemos esse caminho em 2015-16. Para já, há 4 jogos para ganhar. O resto aprofundaremos e debateremos depois, sabendo que não podemos confiar em Pinto da Costa sem confiar em Lopetegui. Não há que trocar de treinador: há que ver e perceber que erros foram cometidos esta época e corrigi-los.

Já agora: Pedroto foi, até hoje, o único treinador da era Pinto da Costa que esteve uma época inteira (sem trocas de treinador) sem ganhar títulos. Não é por isso que deixou de ser uma referência. Ah, e um pormenor: nunca ganhou ao Benfica na Luz. 





Casemiro (+) - Enorme jogo, dos melhores que fez pelo FC Porto. Ótimo no desarme, na saída de bola, na pressão sobre o portador e na dimensão física. Meio braço a torcer: hoje faz jus a todos os elogios que recebia no início da época e às imensas vassalagens da Marca e do AS; meio braço, porque de facto no início da época Casemiro não jogava metade do que joga hoje. Neste momento é o 6 que fez o FC Porto superar a ausência de Fernando.

Alex Sandro (+) - Com o FC Porto a acusar uma preocupante falta de profundidade, foi ele quem mais tentou combater esse problema. Foi quem mais vezes foi à linha cruzar, raramente deixou o flanco descoberto, deu apoio ao ataque e está cada vez mais forte nos movimentos interiores, embora falhe ainda muitas vezes na hora de soltar a bola. Fez mais que qualquer extremo do FC Porto em campo.





A falha de Lopetegui (+/-) - A estratégia de Lopetegui não foi muito diferente da utilizada em Lille. Jorge Jesus, sendo um bom treinador no futebol português, é limitado quando a sua equipa tem que assumir uma gestão de posse e um futebol mais pautado. Lopetegui tentou ganhar o meio-campo, e isso foi bem pensado. O FC Porto esteve forte no corredor central, mas houve um grande problema: os corredores. Com Brahimi a mostrar desde Dezembro porque é que andava no Granada (os pés são os mesmos, mas passa-se algo naquela cabeça), o FC Porto esteve sempre manco nos corredores, raramente forçou o um para um contra o frágil e amarelado Eliseu e preocupou-se tanto em ganhar o meio-campo que, com isso, deixou de ter tantas condições para ganhar o jogo. Estratégia a afinar. Tello fez falta, sobretudo porque o Benfica apostou tudo na armadilha do fora-de-jogo (7 vezes).

Apanha, Jackson! (-) - Numa equipa com 4 médios, todos eles com boa capacidade de passe, seria de esperar mais critério no último passe. Mas nada disso aconteceu. Tirando um passe de Herrera na segunda parte, o FC Porto nunca entregou uma bola em condições a Jackson. A equipa, sem profundidade nos corredores, não conseguiu abrir o bloco do Benfica. E acabou por recorrer a um filme já visto: hesitação na saída de bola até ao momento em que alguém, muitas vezes Maicon, dá o bico à espera que Jackson apanhe. Exigimos demasiado a Jackson neste jogo, dando-lhe tão pouco.

Sem estofo (-) - O FC Porto não acreditou que ia sair da Luz líder. Simplesmente não acreditou. Faltava o lance do click. Todos falam do 3x1 com Villas-Boas, mas a verdade é que se o Fernando não tem varrido o Jara antes do golo do Moutinho provavelmente o FC Porto não teria virado a eliminatória. Faltou o tal lance que desse motivação ao FC Porto. Só tivemos um lance a que pudéssemos chamar oportunidade de golo, o chuto do Jackson na primeira parte. Fizemos muito pouco. O Benfica de JJ iria sempre ser resultadista, que é algo que aprendeu a ser contra o FC Porto. Também será hora de nos readaptarmos face à postura do Benfica: uma dose mais acentuada de pragmatismo e um pouco menos de respeito pelo adversário.

PS: Nos próximos dias os posts poderão não ser tão frequentes, por motivos de indisponibilidade (daí o atraso nesta análise), mas as crónicas de jogo e as grandes questões em torno do FC Porto nunca deixarão de ser aqui debatidas. A seu tempo, leve o tempo que levar.

45 comentários:

  1. TdD gosto imenso de te ler e as tuas opiniões são sempre muito muito ponderadas e concisas...Mas caramba achas mesmo (sinceramente) que a malta vai comprar dragons seat com este treinador ao leme? achas sinceramente que este treinador é para nós? sabe deus quantos milhões de euros investidos e ZERO títulos? meu deus...nem quero acreditar! leio que isto é um projecto de 3 anos! mentira! é mentira isso e mentir é feio! vamos vender a saber: Danilo, Jackson Martinez (os bons), dos emprestados vão sair seguramente Casemiro e Óliver Torres (que magnífico jogador, mas para este não há €, para um octávio ou um reyes há, ou outros ali a bezerar na equipa B, enfim, alguém encheu os bolsos certamente...) o tello ficará (porque o barcelona não o quer...senão logo veríamos), sairá, porque não ata nem desata a renovação de contrato o Alex Sandro, são no mínimo 5 jogadores de 11, isto é um projecto? epá...não é e nem precisa responder porque sei que provavelmente no seu íntimo também saberá que não é....
    Posto isto, (a mentira do "projecto" de lado) este plantel foi construido para ganhar no imediato, e francamente falhou redondamente em toda a linha (menos na champions league onde fomos muito competentes e regulares, até nos calhar um bayern, aí qualquer equipa na europa treme, até o barcelona e veremos em breve isso).
    Assim digo-te de caras que com este mister não vamos lá de certeza absoluta e a minha única esperança é que o homem se demita, porque já percebemos todos que pela vontade do presidente fica os três anos pois segundo o mesmo está encantadíssimo com ele..sem palavras! sem palavras....muito triste

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O projeto de Jorge Jesus no Benfica é considerado continuidade, não é? No entanto perdeu mais de metade dos titulares da época passada para esta. Claro que era melhor manter os jogadores todos (volta Moutinho), mas mesmo com jogadores diferentes, um mesmo treinador consegue um projeto de continuidade.

      Eliminar
    2. "digo-te de caras"

      Isso é a tua opinião, e não um facto absoluto como fazes querer parecer. Este mister está é a ser massacrado pelos velhões e burgessos da comunicação social e infelizmente muitos Portistas emprenham pelos ouvidos.
      E essas treta do grande plantel, só veio trazer expectativas exageradas que resultaram em pressão extra. Até porque podemos ter um melhor plantel, mas isso nem sempre significa um melhor 11.

      Eliminar
    3. Claro que só lhe posso mesmo dar uma resposta concisa quando começar a próxima época, mas posso perguntar: - quem é que lhe disse que o Casemiro e o Óliver vão embora?
      Desculpe, mas porque é que hão-de trocar o certo (serem titulares) pelo incerto (vaguearem pelo banco )?
      Vamos deixar de ser apocalípticos e vamos concentrarmo-nos no que sabemos e não no "vocês sabem do que falo"...
      E, depois, a malta só não compra dragon's seat porque não tem cacau... olhe, eu, se tivesse, não haveria ano que não comprasse! - Quem paga os impostos tem sempre mais moral para reclamar com do mau funcionamento das instituições! -

      Vamos ter calma.

      Eliminar
    4. Certezas não tenho, mas tenho convicções e as minhas são as de que tanto Casemiro com Óliver vão sair, somando as de Danilo e Jackson (novidade zero aqui pois tada gente sabe disso) depois o ASandro não renova contrato (nem sequer se fala disso) e em Janeiro 2016 assina por quem quiser, portanto parece-me óbvio que ou renova ou sai..têm ouvido falar da renovação do AS? Eu não...

      Eliminar
    5. Pois meu caro, eu pelo meu lado admiro essa sua capacidade de ter tantas certezas!!!
      Provavelmente fruto duma juventude que está mal habituada pelo FC Porto!

      Para lá das questões que anteriores portistas lhe colocaram, gostava de lhe colocar mais uma:
      É mesmo portista ou um simples adepto das vitórias do FC Porto?
      E uma correcção: Óliver se não vier para o FC Porto, não é porque a SAD não esteja disposta a "perder a cabeça" por ele, mas simplesmente porque o A Madrid, não quer!
      Ahhh! e antes que me esqueça! Tenho lugar anual e se a !coisa" não aumentar vou mantê-lo, porque me dá prazer ver o futebol praticado por este FC Porto, independentemente de ter ganho algum título este ano ou não....
      Assim, como assim, passei 19 anos (com Pedroto incluído) sem ganhar praticamente nada!
      O que não quer dizer que esteja satisfeito com esta época, mas não sou parvo a ponto de esquecer tudo o que se passou nesta época, extra rectângulo do jogo....

      Eliminar
    6. O projeto Jorge Jesus deu logo títulos na 1.ª época.

      Eliminar
    7. Concordo com tudo..Também me sinto muito desanimado com as perspectivas de sucesso para próxima época com Lopetegui como treinador. Não acredito que vamos vencer algo na proxima epoca,é logico que é apenas uma opinião e esá longe de ser um facto,até porquefacto é apenas que perdemos tudo este ano com um excelente plantel..Jesus foi campeão na sua 1ªepoca num clube que tinha vencido 2 titulos nos últimos 16 anos ,apostar na continuidade nessas ciscunstancias é um pouco diferente de que apostar em alguem que não venceu nada na sua 1ª epoca treinando um clube que nios ultimos 16 anos venceu 10 titulos,nãome parece que seja a mesma coisa.

      Eliminar
    8. Nao esquecer o mais importante! Estou plenamente satisfeito com o Porto? Nao, nao estou! Mas tenho consciência clara e evidente que só não somos campeoes este ano porque fomos roubados!
      A APAF deu 13 pontos à equipa do regime! 13 pontos!! TREZE PONTOS! E ainda nos roubou 6! Não falo de erros em 2 ou 3 jogos por azar! Falo de 13 pontos! É muita coisa!
      Podíamos mesmo assim ter sido campeões?? Podíamos claro! Mas isso só abona a favor deste Porto! Mesmo com 13 pontos oferecidos à equipa do regime e 6 roubados a nós, estivemos perto da perfeição e poderíamos mesmo assim ter sido campeões! Agora por nao termos sido perfeitos isso invalida todo o trabalho feito?? Claro que não! Tivemos muitos Portos que nao eram perfeitos, mas que foram campeões ainda assim!
      Para ser campeão nao é preciso ser perfeito, basta ser melhor que o 2º! E nós somos muito melhores que eles! Só que a APAF não deixou que assim fosse!
      Quero um Porto perfeito como todos, sou exigente como qq portista! Mas quantos Portos perfeitos tivemos nos últimos 30 anos? Foram assim tantos?
      Não falo de Portos campeões, falo de Portos perfeitos! São coisas diferentes! Este Porto deste ano teria sido um Porto campeão, nao teria sido um Porto perfeito. Mas verdadeiramente temos assim tão grande equipa que pudéssemos pensar que podíamos ser perfeitos? Pensem bem nisso.
      Uma nota para a treta do "maior investimento de sempre". Isso foi uma ideia errada passada pela corja da imprensa de sempre. Por a pressao do nosso lado, tirar do lado deles.
      Ah e claro que vou renovar o meu lugar anual que tenho que tal foi criado desde os tempos do velhinho estádio das Antas! Alguma dúvida??

      Eliminar
    9. O projecto jj na primeira época foi campeão na última jornada em luta com o Braga.
      E jogou 1/3 do tempo com equipas com 9 ou 10 em campo!!!!!!! Era o chamado compressor... lindo de se ver! Contra 7 ou 8 seria ainda mais... mas não foi preciso chegar a tanto!

      Eliminar
    10. Acho piada a estes Portistas das certezas absolutas...
      Será que só interessa ganhar ou perder?
      O contexto em que isso acontece não conta para nada?

      Eu vi o Porto perder 0:2 no Dragão, não não fiquei com duvidas nenhumas que fomos DE LONGE a melhor equipa em campo e que o resultado foi extremamente injusto! É o treinador que mete a bola dentro? É o treinador que falha ou marca o penalti?

      Um treinador vale pelo que põe a equipa a jogar e quem joga mais/melhor está sempre mais perto de ganhar do que de perder... percebem????

      E disso alguém tem dúvida?

      Obviamente que Julen é para manter! Quanto mais não seja porque dá lições de Portismo a boa parte dos que se dizem nascidos Portistas...


      Eliminar
  2. Não concordo de todo que o Casimiro tenha feito um enorme jogo. É forte nos cortes? Sim é...mas é também muito fraco na saída de bola com pressão...extremamente lento aliás. Para não falar que se atira frequentemente para o chão mal é tocado...a sorte é que estamos em Portugal e quase tudo é marcado, senão a história seria outra.

    ResponderEliminar
  3. Faltou escrever sobre o penalti que nos foi sonegado, de resto, boa análise.

    ResponderEliminar
  4. Excelente analise..Só discordo que Lopetegui deva continuar,como diz a analise o Porto sempre que não é campeão ou nada vence numda de treinador,tem sido assim e isso tem nos dado resultados,porque alterar algo que dá resultado para adoptar uma estrategia similar a do Sporting com Paulo Bento?!..Saudações
    PS-Pedroto e Lopetegui na mesma frase até trovões provoca.

    ResponderEliminar
  5. Deste jogo realço como único ponto positivo o regresso de Helton à titularidade. Confesso que não esperava que Lopetegui trocasse de guarda-redes nesta fase, muitos treinadores não o fariam. Decisão muito acertada.

    Evidentemente Helton não será o nosso guarda-redes para os próximos anos, nem sei se mais um ano, mas nesta fase era importante alguém que transmitisse segurança aos colegas e Fabiano nem a si próprio a consegue transmitir essa segurança.

    Não antipatizo com Fabiano, a ideia que tenho dele é a de um profissional muito dedicado que procura dar o melhor de si, mas talvez seja curto para um clube de grandes aspirações. Não há crime nisso, 99,99% dos jogadores profissionais não têm qualidade para clube grande. Desejo-lhe as maiores felicidades, mas desejo também que seja noutro sítio longe daqui.

    E é isto. Apoiar a equipa até ao final do ano e aconteça o que acontecer, pensar numa próxima época melhor que esta, com o mesmo treinador ao leme. O "Lopes" ainda vai ensinar umas coisas ao "messias".

    ResponderEliminar
  6. Eu votei como MVP o Oliver, mas nem isso estava com vontade de fazer, tamanha é a desilusão. Se oliver ficar para o próximo ano seria uma grande ajuda na construção da equipa do próximo ano. Se seria. Mas nem me apetece pensar no próximo ano tal é a desilusão. Hoje a conversar com uma sportinguista, dizia-me ela que eu como adepto do FCP estava mal habituado e deu-me logo o exemplo dela que já nem ilusão tem de ver a sua equipa se sagrar campeã nacional. Na verdade já lá vão dois anos, para nós adeptos do FCP, é uma eternidade. Costuma-se dizer que quando há fome há mais apetite. Então que estes dois anos nos traga apetite para a próximo época. Neste momento estou desiludido demais para pensar no próximo ano, no entanto so tenho para já uma exigência, estes quatro jogos que faltam para o fim do campeonato: são para ganhar!

    ResponderEliminar
  7. E sobre a possível venda do Rúben Neves, não ouviu falar de nada?

    ResponderEliminar
  8. A aposta neste treinador foi errada, contratou-se um treinador sem experiencia nenhuma em disputar campeonatos e que não conhecia o futebol português. Não vejo quase nenhuma evolução em relação ao inicio da época na forma de jogar da equipa, a suposta posse de bola é quase sempre consentida pelos adversários pois sabem que se cria pouco perigo, mais quando os adversários começam a pressionar os passes errados sucedem-se bem como os erros que custaram vários golos. Taticamente foi acumulando erros, incapacidade total em aproveitar lances de bola parada que algumas vezes resultaram em perigosos contra ataques. Praticamente nenhum jogador evoluiu o seu jogo durante esta época.
    Compreendo que o Lopetegui seja um treinador com algum potencial e ainda esteja em formação por isso espero que durante as ferias veja muito futebol, principalmente, das equipas treinadas pelo seu amigo Guardiola, pode ser que assim aprenda alguma coisa.
    Infelizmente temo que a próxima época seja pior, com a saída dos melhores jogadores e a entrada de novos, vai ser outra vez começar do zero.

    isto aqui por lisboa está difícil de aguentar.
    cumprimentos a todos
    mirp

    ResponderEliminar
  9. TdD estiveste bem, não concordo com tudo, como sempre, com quase tudo. Quem não gosta do treinador, quem não gosta da equipa, quem não gosta do Fulano do sicrano ou do beltrano, fique em casa, aproveite para se dedicar à pesca, vá ao pavilhao, apaixone-se por uma mais-que-tudo, vá fazer uma volta a Europa /ao mundo, faça uma introspecção psicanalitica, descubra Deus nas pequenas coisas, faça um caminho de Santiago, sei lá, arranje outro hobby do qual goste.

    Ou então, por absurdo e façamos um outro suponhamos, Há sempre a remota hipótese de mudarem de clube. A sério, pensem nessa hipótese, mudar de clube!

    Tenho 30 anos de sócio, comecei a ver futebol nas Antas em 1979/80 quando um Bife foi opção em 5 jogos nesse ano, e com todas as cadernetas de 76 a 80, vi o Senhor Pedroto perder um Tri, para ficar depois 5 anos à espera de ver o Porto campeão.

    no domingo, no nosso salão de festas 2, chegámos ao fim, a equipa veio ter conosco e levou com uma ovação que nós exigentes sócios do FC Porto de todas as horas boas e más, não damos de borla. E ficaram ali, um minuto ainda. O que não é costume sequer e todos sabem.

    A equipa jogou num 442 descaído que pareceu 433 com oliver, ou seja um 442 no terreno e na pratica, com o qual apenas se jogou em Lille em 45 jogos que temos de época.

    A equipa jogou de maneira diferente, como o treinador decidiu, ao fim de 40 jogos a jogar em 433.

    E não deu uma oferta, não falhou, nunca deixou uma oportunidade que fosse a outra equipa que nos 92 jogos anteriores e SEGUIDOS, tinha marcado sempre no seu estádio.

    Mas mais, concordando contigo TdD, só uma equipa podia ganhar, tivesse entrado o último passe: o FC Porto.

    Não apenas isso, teríamos jogado 11 contra 10, o jackson com um árbitro normal poderia abordar o lance para marcar no toque do Jardel, teríamos menos off sides, menos livres contra nós, Aqueles sabem, "a Benfica". Ah! E um penalty.

    O meu povo, a minha gente, naquela bancada, no domingo, não é este povo dos social media dos últimos 2 dias.

    Tenho tanto orgulho na minha gente, carago...tanto orgulho...

    63 mil almas panadas e penadas, durante 93 minutos não lhes cabia um feijão-miúdo no pii, nem a eles nem a equipa deles. Mudos, calados, subjugados pelo POVO MAIS FORTE, o Povo do NORTE. Quando a coisa aperta, é quando nós mais mostramos a nossa fibra.

    O meu treinador não convence? Não há mal, antes dele vieram outros que dele fazem sempre anão até que algo conquiste. É o FC Porto isto. Só vale quem ganha.

    Mas até ganhar, quem tem critério sabe ver e por um percurso é um CONTEXTO, sabe ver se há ou não matéria e estofo de campeão ali em potência. E há, meus senhores, há uma ideia para o futebol jogado, há uma filosofia é um modelo bem marcados, há princípios muito claros na gestão do plantel, e há uma liderança que assume as rédeas mesmo que depois falhe como aconteceu este ano, assumindo sempre a responsabilidade, dando sempre a cara pela sua equipa e pelo seu clube! Sempre a defender o Porto quando os ratos andam calados nos gabinetes de administradores e direcção. Grande Lopes! homem do Norte!

    não deixa de ser fabuloso que em 30 anos... Quantos dos nossos misters tiveram direito a ser brindados na luz com um sonoro e continuado "ó mister do Porto, vai pro carvalho!"

    Eu começo e digo de memória: Pedroto, Artur Jorge, ivic, oliveira, mourinho, ...

    Eu diria que Lopes Teles, não querendo provocar te com este engano no teu nome, tu estás no caminho certo e na boa companhia.

    Mas isto é como tudo, apenas uma opinião de quem não percebe nada de futebol, se calhar também nada do FC Porto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. excelente comentário. não estive em Lisboa, mas senti o mesmo orgulho quando ao longo de grandes partes do jogo, sobretudo na 1ª parte, o Benfica nem saia da sua metade do campo, e só se ouviram os adeptos portistas (que gozo notar que os comentadores da BenficaTV o notaram também, mas não podiam dizer nada...)

      é triste ler tantas opiniões pras quais só as vitórias contam, e que em função disso até preferem um jogo tipo do Benfica (grande contra os pequenos, pequeno contra os grandes) a uma identidade "a Porto", sempre igual a si próprio, seja contra o Setúbal, seja contra o Bayern de Munique.

      Eliminar
    2. Desculpa ,mas tu não és portista és sim Lopeteguista..Tu não és adepto do FC Porto és adepto do FC Lopetegui,podes ter disfarçar de portista ,mas nunca o serás..Ser portista é apoiar o clube sempre,mas não é ficar manso e passivo sem opiniar quando se vê coisas a correr mal,é ter opinião própria.. Se não gostas dos que acham que há cisas que devem mudar,que não ficam satisfeittos pelas derrotas então e usando as tuas palavras " fique em casa, aproveite para se dedicar à pesca, vá ao pavilhao, apaixone-se por uma mais-que-tudo, vá fazer uma volta a Europa /ao mundo, faça uma introspecção psicanalitica, descubra Deus nas pequenas coisas, faça um caminho de Santiago, sei lá, arranje outro hobby do qual goste."

      Eliminar
  10. TdD é verdade que ja temos jogadores vindos do Brasil, contratados ?

    ResponderEliminar
  11. Caro Jorge...
    Depois do que li das reuniões com Antero e Domingos Soares Oliveira, dos elogios à direção do Benfica...
    Da sem vergonhice, das nomeações de Vitor Pereira... até depois do empate, o Gil leva com o Capela NOVAMENTE....
    Das reuniões com Vitor Pereira de Rui gomes da Silva e com Proença...

    Do silêncio ensurdecedor da SAD do FCP....

    Só Lopetegui... falou, estrebuchou sozinho....
    Foi ridicularizado pela imprensa, pelo bronco treinador rival e NEM UMA ÚNICA VEZ vimos a SAD apoiar, denunciar, indignar-se....

    ResponderEliminar
  12. É assim, não vejo o Lopetegui como um treinador fraco, mas também não o vejo como um grande treinador ao nivel do FCP. A realidade é que esta equipa é fantastica. Neste jogo tivemos só e apenas os seguintes internacionais no banco: Herrera, Quaresma, Aboubakar, Ricardo, etc. Quintero nem se sentou no banco. A nossa equipa é indiscutivelmente melhor que a do SLB, seja em termos de 11 ou de plantel.
    Dito isto e voltando ao assunto, o Lopetegui é terrivelmente inconstante. A equipa que ele jogou na luz deveria ter usado em Bayern, assim não levariamos 6, provavelmente, e teriamos tido hipoteses de discutir a eliminatoria.
    O que mais me arrelia neste treinador não é a sua qualidade ou falta dela, é o seu comportamento. Durante todo o ano mostrou-se sempre resignado com as derrotas e empates. Acabamos o jogo do SLB a fazer passes na defesa, sem tentar um chuveiro ou uma progressão. O último minuto do jogo foi passado na nossa defesa a fazer passes e isso resume todo o reinado de Lopetegui e do seu estilo de jogo.
    Para o ano iremos ver a sua real qualidade e ai já não tem mais desculpas. Certamente que irá ter um plantel escolhido por si, com grande qualidade e diversidade. Outra face são as suas declarações, o seu fanfarronismo e arrogancia. A situação com o JJ no fim do jogo é patética e digna de clube de bairro que não podemos ser! Somos mais, somos superiores, SOMOS PORTO CARAGO! Até agora não demonstrou ser treinador À PORTO, mas tem alguma qualidade. Para o ano tiraremos a prova dos 9.
    Veremos também como lida com as saídas que vão existir, que deverão ser bastantes. Tal como já referi aqui algumas vezes, prevejo saidas de: Danilo, Jackson, Quintero, Herrera, Oliver, Casemiro, Campana e talvez A. Sandro e Brahimi(Clausula). Fora os emprestados: Rolando, Varela, Bolat, Josué, Opare, etc.
    Outros para sair seriam o Andrés Fernandez, Fabiano, Maicon (MEDO) e Adrian Lopez que não têm qualidade para o FCP.
    Há bons valores na equipa B a despontar, há bons valores emprestados, há bons e baratos jogadores no mercado. Será um Verão interessante que dirá muito da próxima época, mas também do futuro do FCP aonde é vital fazer grandes encaixes imediatos e baixar a massa salarial.

    Joel

    ResponderEliminar
  13. ok enfim, como eu tinha dito bastava o benfica fechar e nao iamos la como nao fomos em tantos outros jogos em casa e fora. A equipa e pouco agressiva, pouco rapida e esta a jogar sem criterio para marcar, ou o treinador nao sabe ou nao tem jogadores. Com este tipo de jogo tinhamos de ter iniesta e xavi pelo menos no meio campo, com este tipo de jogo o meio campo e decisivo. A jogar assim no campeonato tuga teremos sempre grandes dificuldades. Jogadores, nunca gostei de quaresma cheguei a ve lo no dragao a ser assobiado quase constantemente quando toda a equipa defendia e sua excelencia ficava plantado sozinho no outro meio camo, para mim um cancro que as vezes resolve mas poucas vezes. Espero que herrera seja vendido, se oliver sair nao se perde muito nao tem hipotese num grande espanhol, Brahimi e uma especie de quaresma mais novo. Concluindo nao ganhamos nada e desde a saida de vilas boas ( ja la vao uns anos largos ) que tem sido um desleixo o benfica ganhou a hegemonia do futebol nacional e e com um grande desgosto que o digo e constato.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensava que ganhar hegemonias era ganhar tri, tetras e pentas com pequenos lapsos de percursos. Discordo da hegemonia do SLB, e do discurso fatalista da próxima época. O que se está a tentar implementar não é de curto prazo. Daí toda a excitação da corja de benfiquistas em denegrir o projeto, porque sente ameaça. Porque este ano, com todo o colinho, nós com uma equipa jovem e um treinador inexperiente em clubes ficamos a 3 pontos. Acho que medo e Porto não combinam. O maior erro num projecto de médio prazo seria abortá-lo à nascença, especialmente quando em relação à época passada estamos a milhas de distância :) até porque se lopetegui fosse tudo o que desejam dele, para o ano iria respirar outros ares.

      Eliminar
  14. Julen é para continuar, esta é a ideia a reter!
    Vai Porto!
    Vai Julen!

    ResponderEliminar
  15. Sempre concordei, com praticamente tudo o que escreveu, mas insistir que no ano passado, foi um ano horribilis (quando ganhamos um trofeu, e tinhamos uma equipa muito inferior em termos de qualidade) e que este ano é o ano zero, quando o sr. Lopetegui teve o plantel que quis, e uma tentativa de atirar areia para os olhos de nós adeptos e sócios do F.C.Porto. O Lopetegui teve a sua oportunidade, disperdiçou-a.

    ResponderEliminar
  16. Concordo com a boa campanha europeia mas não pode deixar de estar apreensivo, a equipa falhou nos momentos decisivos, algo pouco comum no FCP.
    A derrota em casa com slb e principalmente as deslocações à Madeira, Estoril e empate com o Boavista... afastaram nos do comando, aliado ao andor encarnado, além da derrota com o Sporting que nos afastou da taça Portugal.
    Temos de compreender o ano zero mas também temos de reconhecer que tínhamos plantel para mais, num ano que slb perde vários titulares e em que nós nos reforçamos bem.
    Se pensarmos que no próxima época iremos perder Danilo, Oliver, Casemiro, Jackson e talvez Alex Sandro, concluímos facilmente que este ano tínhamos uma equipa muito forte, melhor que o slb em quase todas as posições.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "este ano tínhamos uma equipa muito forte, melhor que o slb em quase todas as posições."

      em quase todas?! já agora, em que posição é que o Porto é inferior ao clube sunita? Eu cá só vejo a de missionário ou de cócaras....aí sim, são os mais maiores....

      Eliminar
  17. O treinador é mau? É. É um perdedor. Não sabe lidar com a pressão e falha em tudo o que é decisivo.
    A direção tem vindo a falhar? Completamente. Anda há muitos anos para limpar um balneário e só tem conseguido torná-lo pior.
    Os jogadores têm culpa? Claro. Atualmente os planteis do Porto são compostos por vedetas...meninos mimados que não merecem vestir a camisola.
    Também sobra para os adeptos? Também. Chegámos ao ponto em que o lateral não tem apenas de defender, tem de fazer 60 "piscinas", ir à linha, sentar 2 defesas e ainda meter a bola redonda no avançado. O central não pode mandar chutão para a VCI senão é assobiado. O ponta de lança se não recebe duas bolas em condições passa a ser um poste com dois pés...etc etc etc

    Tudo isto tem de mudar. Tornámo-nos burgueses, o tipo de jogo não pode ser feio, os "Licás" não podem jogar no Porto, temos de ser todos artistas de circo e fazer três piruetas por jogo. Isto tem de acabar. Venham os portistas, venham os caxineiros, venham aqueles que corram e metam o pé do 1º ao último minuto seja contra o Real Madrid ou contra o Unidos de Domingo de Manhã F.C.. Falta Porto a este Porto...

    ResponderEliminar
  18. Excelente post. Traduz o que penso precisamente. Não foi um Porto perfeito o desta época, que me deixasse sempre feliz. Mas foi um Porto muito superior à equipa do regime. Eles são campeões num campeonato forjado, viciado.
    Isso cabe-nos a nós portistas perpetuar na memória do futebol. Nunca mas nunca me vou calar sobre o vergonhoso roubo que vivemos esta época. Façam todos por favor o mesmo.
    Chamo a atenção também para as declarações de BB ao Porto Canal na 2ª feira, quem sabe como sugestão de se abordar esse tema aqui no TdD.
    Essas declarações complementam a análise que faço do Porto actual. BB diz que os jogadores não deram tudo lá dentro no domingo. Mostrou-se indignado com os sorrisos de Helton e Quaresma no fim do jogo. Partilho a sua opinião!
    Sendo que BB falou apenas meia verdade. A outra meia verdade é que a culpa vem de cima. Da SAD, do Presidente, da "estrutura". Tem de ser daí que vem o exemplo.
    Quantas vezes falou a SAD ou o Presidente sobre as arbitragens estes ano?
    Quantas vezes tentou a SAD ou o Presidente usar como gasolina aquilo que nos fizeram ao longo da época?
    Um bom exemplo, aquilo que o TdD noticiou aqui, das agressões aos adeptos do Porto no jogo de sub19 em alvalade com o Gijon. Nem um comunicado no site? Onde está a superior utilização deste tipo de acontecimentos, para motivar, cerrar fileiras, unir, coisa que sempre tão bem soubemos fazer no passado?
    Leva-me a pensar que a célebre frase do quadro de AVB "humilhar aqueles que nos f**** todos os dias" faz parte de uma forma de trabalhar que se usou desde os tempos de Pedroto, mas que hoje em dia já ninguém usa. Ou pelo menos a SAD e o Presidente não parece que usem.
    Curiosamente, quem eu acredito que até use mais isso, é precisamente o "estrangeiro" Lopetegui, que em 9 meses de Porto, parece ser quem mais está identificado com o clube, e sem dúvida foi o único que nos defendeu ao longo da época!
    Domingo, não tenhamos dúvidas, foi ele o único que pareceu sair chateado daquele cesto de pao vermelho!
    Essa honra nenhum portista lhe pode negar!

    Essa é uma parte. A outra encaixa no tema Defour Vs Castro. Parece que agora já muita gente acordou e já se fala da importância de termos no plantel (nao precisam de ser vedetas titularíssimas) jogadores que têm a fibra da nossa raça. Jogadores que no fim de um jogo como o de domingo, não consigam sorrir de tão doidos de desilusão que estão. Idealmente formados no clube, mas nem precisam de o ser. Nem tão pouco precisam de ser portugueses. Precisam de ter potencial para rapidamente serem Porto. Como o Sapunaru, o Hulk, o Deco, o Moutinho, e muitos outros.

    ResponderEliminar
  19. Assino por baixo o seu texto, e é com muito pesar que assisto a uma benfiquização dos adeptos portistas. Por um revés coloca-se tudo em causa e arrasa-se tudo o que foi feito. Ainda bem que o clube é gerido de dentro para fora. Saudações portistas

    ResponderEliminar
  20. Esta equipa precisa, urgentemente, de um ou dois jogadores à Porto, que sintam a camisola e fechem o balneário. Quem eu não sei, de repente lembro-me do Bruno Alves. Acho que isso é imperativo para a próxima época. Isto com miúdos e com emprestados não vai lá...

    ResponderEliminar
  21. Acho que a maioria não tem noção do excelente campeonato que o Benfica está a fazer, com ou sem ajudas. Mais do que demérito do Porto, que fez/vai fazer um campeonato bom, houve mérito do Benfica (se do treinador integralmente ou também do LFV são outros quinhentos).

    De qualquer forma, acho que o Lopetegui acabou por desiludir ligeiramente, mas o que trouxe de bom em termos de ideias (principalmente as diferentes do típico treinador tuga, nomeadamente a aposta na formação, a rotatividade, etc) bem como o nível do futebol praticado a espaços, deixam alguma curiosidade para o que poderá trazer na 2º época. Não esquecer também que o projecto, com a contratação de um treinador sem experiência, tem em vista não apenas o crescimento do clube (com muitos títulos), mas igualmente do treinador, lado a lado. Não contratámos um treinador feito; apostámos e esperamos que se desenvolva da melhor maneira um.

    ResponderEliminar
  22. PqP Tiago, grande posta de pescada....Pra ver se os portistas das vitórias aprendem!

    ResponderEliminar
  23. Não há grande coisa a analisar nem a discutir, o FCPORTO é o melhor, muitas vezes consegue ganhar aos árbitros mas ainda não temos a consistência de ganhar SEMPRE contra os árbitros.

    ResponderEliminar
  24. Capela em Barcelos, porque fez tão bom trabalho com o Gil na primeira volta...

    Pinto da Costa reeleito se quiser? Depois da pasmaceira da cambada de mansos à frente do clube, não sei se será assim tão pacífico. Da minha parte, ou muito mudam no próximo ano no que toca a defender o clube e quem o representa, e a atacar quem devem (e não os MST desta vida por tão pouco) ou não levam voto nenhum.


    AA

    ResponderEliminar
  25. Apenas 3 questões:

    1 - Nada?! O FC Porto este ano não ganha nada( e vão dois anos de seca absoluta!)...até o "pobre" SCP tem a final da Taça assegurada.

    2 - Dragão vs. SLB.... Luz vs. SLB ... Munique ( Não, não falo da eliminação,falo apenas de uma exibição miserável)...Dragão vs. SCP...Choupana vs. Nacional...Madeira vs. Marítimo,,,tudo com uma particularidade: ausência de garra,querer,identidade,espírito á Porto( tipo Jorge Costa,André,Paulinho Santos e outros que tanto nos orgulharam pela sua mística e entrega ao SÍMBOLO que ostentavam com tanto querer) e MAIS GRAVE ainda total desnorte e falta de liderança...ah e tal o JL ainda está em fase de adaptação, nem conhece bem a realidade do futebol português.... e ainda houve quem se atrevesse a falar mal de VP!!

    3 - Dois anos...dois...a ver a banda passar por Carnide... e depois políticas de contratação mais que discutíveis...contratações rotundamente falhadas ( o que até seria normal se não tivesse a dimensão que hoje tem),dispensas no mínimo discutíveis, custos com pessoal,vg.salários, incomportáveis para a nossa realidade,sem qq. tipo de resultado....enfim...

    Pelo andar da carruagem parece-me cada vez mais que trocámos de posição com os vermelhos...eles hoje dominam as instâncias do nosso futebol,tal como o faziam há 40 anos atrás.quando a dimensão da ponte suplantava a bravura e querer das nossas cores ... e mesmo assim quebrámos essa fortaleza; ah... e teêm também quer se goste ou não o melhor e mais experiente treinador - de longe - do futebol português, pouco importando se chegaram longe na CL( afinal os oitavos são o objectivo para qq. um ); e é baseado nesta dupla - Presidente e Treinador - que assenta o seu sucesso; vide o que aconteceu a Carraças,RC e outros....Apenas duas vozes: não foi assim que PC/JM , PC/JF,PC/AVB - só para citar os mais recentes - construíram as bases do nosso imenso sucesso?

    Conceda-se o benefício da dúvida; por mim não acredito que para o ano seja muito diferente! E não me importarei nada, mesmo NADA se for aqui confrontado por estas palavras...significará que me enganei redondamente, mas que passámos a ganhar: e isso é que importa VERDADEIRAMENTE!
    Não se trata de apontar o dedo...nenhum de nós tem esse direito! Trata-se tão somente de enunciar FACTOS irrefutáveis que urgem analisar...cabe a palavra - e mais do que isso a iniciativa - a quem de direito e que TANTAS vezes já provou saber o que fazer!

    Só mais duas achegas:

    Em 6 anos Jesus ganhou 3 campeonatos( SIM ESTE TB. JÁ FOI) ,foi á final da Taça de Portugal 2 vezes (sim já sei as finais são para ganhar, mas sempre é melhor lá ir que ver pela TV)),foi duas vezes finalista vencido na EUC e etc...para quem durante tantos anos nos andou a ver ganhar,não consideram que ALGO mudou?!
    LFV aprendeu com PC, não o contrário...portanto o que parece ter que se fazer - uma vez que a fórmula do sucesso está aqui e foi copiada - é inverter e voltar a trilhar o caminho do sucesso; e isto ainda acredito ser possível fazer...senão.outros tantos anos de seca se avizinham...e como portista sofredor aqui no Sul muito me custaria assistir novamente ao domínio desse clube.... JD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. FCP x SCP (campeonato); FCP x Bayern; Braga x FCP (campeonato e Taça da Liga); Bilbau x FCP.; FCP x Basileia Tudo com uma particularidade: estavam lá os mesmos jogadores e o mesmo treinador que, alegadamente, não têm garra nem querer. Porque quando se perde, a conversa básica de adepto, num qualquer café ou sítio da internet, é sempre a falta de garra, empenho, querer, mística (seja lá o que isso for) e outros jargões do futebolês. E não passamos disto.

      A memória, definitivamente, é curta e selectiva. Se não vejamos: seca de campeonatos entre 2000 e 2002. Particularidades: nestas equipas constavam os nomes de Secretário, Vítor Baía, Jorge Costa, Aloísio, Folha, Domingos, Cândido Costa, Paulinho Santos ou Ricardo Carvalho. Em 2002, até tivemos como treinador um português que era visto então como um bastião da mística. Hoje, é tabu para qualquer portista pronunciar sequer o nome da dita personagem.

      O Paulo Fonseca conhecia a realidade do futebol português, o Fernando Santos também (com ele, estivemos dois anos sem ganhar um campeonato) e o Octávio Machado (o tal que até arrepia a espinha só de lembrar vagamente) também. E sim, eu "atrevi-me" a falar mal do VP e continuo a pensar da mesma forma em relação a ele, nem vejo o que me força a mudar de opinião.

      FCP x SCP (campeonato); FCP x Bayern; Braga x FCP (campeonato e Taça da Liga); Bilbau x FCP.; FCP x Basileia Tudo com uma particularidade: estavam lá os mesmos jogadores e o mesmo treinador que, alegadamente, não têm garra nem querer. Porque quando se perde, a conversa básica de adepto, num qualquer café ou sítio da internet, é sempre a falta de garra, empenho, querer, mística (seja lá o que isso for) e outros jargões do futebolês. E não passamos disto.

      A memória, definitivamente, é curta e selectiva. Se não vejamos: seca de campeonatos entre 2000 e 2002. Particularidades: nestas equipas constavam os nomes de Secretário, Vítor Baía, Jorge Costa, Aloísio, Folha, Domingos, Cândido Costa, Paulinho Santos ou Ricardo Carvalho. Em 2002, até tivemos como treinador um português que era visto então como um bastião da mística. Hoje, é tabu para qualquer portista pronunciar sequer o nome da dita personagem.

      O Paulo Fonseca conhecia a realidade do futebol português, o Fernando Santos também (com ele, estivemos dois anos sem ganhar um campeonato) e o Octávio Machado (o tal que até arrepia a espinha só de lembrar vagamente) também. E sim, eu "atrevi-me" a falar mal do VP e continuo a pensar da mesma forma em relação a ele, nem vejo o que me força a mudar de opinião.

      Quer isto dizer que não há críticas a apontar? Claro que não. Lopetegui falhou. E este ano, o treinador tem ainda mais responsabilidades, não por ter um bom plantel (praticamente todos os treinadores do Porto, com Pinto da Costa, tiveram excelentes planteis), mas por ter sido parte activa na sua construção. Se o facto de ter construído indiscutivelmente (e só por actos de revisionismo se poderá afirmar o contrário) uma boa equipa é sobretudo mérito seu, o ónus da responsabilidade pelo falhanço dessa mesma equipa também a ele deve ser apontado em primeiro lugar. Se continuar na próxima época, como tudo leva a crer, importa que o JL perceba que o crédito se esgotou e que a margem de erro é nula.

      A direcção, por outro lado, permanece num silêncio, que se tornou ensurdecedor, e que não tem ponta por onde se lhe pegue. É tempo de vir a terreiro defender o escudo e aqueles que o defendem.

      Eliminar
  26. Não me revi enquando portista na equipa que entrou em campo. O SLB podia ganhar, empatar ou perder por 1-0 que continuava em 1º. O FCP apenas podia vencer e por diferença igual ou superior a 2 golos. O que vi foi uma equipa entrar em campo para não perder o jogo, sem o fulgor atacante necessário...caramba, tínhamos de ganhar! Em caso de derrota era o adeus...e o que ganhamos com o empate? O adeus também! Fora das 4 linhas esta época os jogos vermelhos estão muito fortes e eficientes.

    Não me revi na equipa. 92min e a trocar a bola na defesa...para quem tinha de vencer, mostra a postura com que se entrou em campo.

    ResponderEliminar
  27. Um dia, ainda vou perceber o facto do Lopetequi, numa época sem ganhar títulos, e com o plantel/investimento que se conhece, ter tanta margem de manobra no seio portista. Fosse um Vítor Pereira, um Paulo Fonseca - mesmo sabendo que estes não tiveram os recursos que o técnico basco teve -, a história seria diferente, certamente.

    ResponderEliminar
  28. Bom Dia,
    Alguém [Anónimo] escreveu aqui e cito: "Acho que a maioria não tem noção do excelente campeonato que o Benfica está a fazer, com ou sem ajudas". É uma opinião. Mas, por favor, deixemos de condescender com os roubos de igreja que tiveram lugar este ano e de querer demonstrar que sabemos perder para não incomodar os senhores da capital. Objectivamente foram 13 expulsões a favor do Benfica, penalties e expulsões inventadas contra o Porto ajudas que são largamente excedentárias aos três pontos que os adversários levam de avanço, Agora é Capela que vai levar o andor. Pronto; Estamos conversados; isto vai lá "com ou sem ajudas" e siga a rusga. Chegar ao fim de um campeonato falseado, como foi o dos túneis e dar valor e merecimento ao adversário é obra!... É a prova de que a mentira sistematicamente repetida e de que os roubos branqueados na comunicação social portuguesa acabam por valer como verdades e por fazer as cabeças dos portugueses, incluindo de portistas.

    ResponderEliminar
  29. vamos aguardar pelo final da época , depois falamos

    ResponderEliminar
  30. Depois do jogo com o Bayern, mesmo detectando erros de Lopetegui na abordagem ao jogo defendi a continuidade do treinador. Mas depois de ver o Porto ir jogar à Luz com a necessidade de ganhar mas entrar a especular com o resultado só me dá vontade de dizer: não será melhor a direcção assumir rapidamente o erro?

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.