terça-feira, 2 de junho de 2015

Análise 2014-15: os centrais

Foi porventura um dos sectores mais criticados e instáveis da época. O que mostra o quão estranho pode ser o futebol. O FC Porto perdeu, no espaço de 6 meses, dois centrais de classe mundial (Otamendi, o melhor em muitos anos, e Mangala) e o melhor amigo de qualquer defesa, Fernando. Teve que se habituar a jogar com um novo guarda-redes, com uma forma de comunicar com a linha defensiva completamente diferente da de Helton. E mesmo sob todas estas condicionantes, acabou a época com a melhor defesa das 25 principais ligas europeias, com apenas 13 golos sofridos.

Quando ser o melhor não
chega para (con)vencer
Houve vários erros defensivos ao longo da época? Sim. Mas era possível fazer melhor? Talvez até fosse, mas a estatística diz que ninguém foi melhor do que nós. Mas houve de facto um problema, que não tem que ver necessariamente com a forma de defender, mas com a forma de atacar com a defesa.

E regressamos ao ponto mais criticado da época: às bolas paradas. Só fizemos 3 ou 4 golos, em toda a época, de bola batida para a grande área, num livre ou num canto, e alguém a cabecear ou desviar para golo. Se repararmos nos números ofensivos da nossa defesa, Danilo está acima de tudo, com 7 golos. Mas Alex Sandro, em 40 jogos, só fez um golo. Martins Indi, em 37, fez dois. E Maicon (39 jogos) e Marcano (32) não fizeram nenhum golo em toda a época. Como é claro, não podemos culpar nenhuma perda de pontos por um defesa não marcar golos. Mas talvez fosse isso que faltava para não perder alguns pontos decisivos. Se compararmos com o rival, Maxi fez 5 golos e Luisão, Jardel e Eliseu fizeram 4 cada um. 

Em termos defensivos, a equipa foi do melhor que há na Europa. Mas a nossa defesa fez poucos golos. Mesmo contando com o número acima da média de Danilo, em 2014-15 os nossos defesas só fizeram 10 golos. A última vez que tivemos uma defesa a marcar tão pouco foi em 2007-08, mas provavelmente nunca ganhámos um título com tão fraca concorrência como nesse ano. Por isso, Lopetegui e a sua equipa técnica (que pode perfeitamente subtrair e somar para melhorar) têm que fazer com que o FC Porto melhore nas bolas paradas. Defensivamente, é impossível pedir mais, pois já somos os melhores da Europa. Mas há muito por melhorar no sector, não só nas bolas paradas ofensivas, mas como no envolvimento dos centrais na construção de jogo. Vamos à análise, um por um.

Maicon - É o segundo mais antigo do plantel, perfeitamente identificado com o FC Porto. Foi o central mais utilizado por Lopetegui e, tirando as charutadas às quais insiste em chamar passes longos e a mania de complicar o que deve ser simplificado, é um elemento de valor. Não está ao nível dos grandes centrais projetados pelo FC Porto em vendas milionárias, nem voltou a atingir o nível a que jogou com Vítor Pereira, mas justifica a presença e continuidade no plantel. Mas há um problema: apenas mais dois anos de contrato. Como deixar um jogador a um ano de fim de contrato dá quase sempre mau resultado, sobretudo um com 26/27 anos, a sua situação contratual/negocial deve ser revista, isto sempre tendo em conta os planos que Lopetegui tenha para 2015-16.

Indi - À partida, no início da época, era visto como o melhor central do FC Porto. Experiência internacional, cotação no mercado, mas não a melhor das escolas (a Holanda não é propriamente a mais rica em defesas-centrais). Mas nunca podemos pensar apenas num central. Temos que pensar numa dupla. O facto de ser esquerdino não é problema nenhum, pois se dois destros podem jogar juntos, dois canhotos também. É tudo uma questão de rotinas. Mas de facto Maicon e Marcano, a determinada fase da época, complementavam-se muito melhor. Indi é agressivo, forte, rápido, competente no primeiro passe, mas no jogo aéreo deixa a desejar. Tem tudo para melhorar. É para manter, não esquecendo que há um investimento alto a rentabilizar.

Iván Marcano - Uma das melhores surpresas da época. Face à lamentável saída de Rolando, que teria sido muito útil ao FC Porto esta época, foi uma solução interessantíssima. Alto, forte no jogo aéreo, bom na antecipação, bom na construção e leitura de jogo, inteligente e seguro. Não mostra os dentes (é que nem os da frente), poucas vezes sorri, mas é um profissional sério e exemplar, e um elemento que merece entrar em 2015-16 como titular, depois de uma primeira época de adaptação a uma realidade diferente. Ri-te, Marcano, porque gostamos de ti. 

Diego Reyes - Ainda não tinha chegado e já tinha metade do passe alienado. uma vez que foi uma aposta da SAD e não um pedido do treinador (no caso Vítor Pereira) para entrar a curto/médio prazo na equipa. Que tinha potencial, tinha, e tem. Para valer 7€, seguramente não. Sobretudo porque não podemos potenciar/aproveitar a qualidade técnica/tática de um jogador que ainda nem sequer está formado fisicamente (é impossível vingar a nível europeu sendo tão magro). Tal como há 2 anos se dizia, precisa de ganhar massa muscular e precisa de jogar com regularidade. 2014-15 foi uma época deitada fora na sua evolução. Dificilmente vai entrar em 2015-16 como titular ou sequer primeira alternativa, logo deve ser emprestado para que a sua evolução prossiga (ou comece, finalmente). Ter um central de 7M€ que, na sua segunda época, jogou mais na equipa B do que na A é um sinal de que a coisa não está a correr como devia. Reyes é bom miúdo, com vontade de trabalhar e singrar no FC Porto, mas vai precisar forçosamente de jogar com muita regularidade na próxima época. E de ferro, muito ferro! Não esquecendo que, havendo ainda Reyes por evoluir/rentabilizar, a SAD terá que ponderar muito bem no momento de contratar mais um jovem central, com o reconhecimento do treinador.

Os bês - O passe de Lichnovsky já foi reduzido a 55%, o que significa que alguém acredita muito no seu potencial. E tem razões para isso. Já está perfeitamente preparado para ser titular numa equipa de primeira liga, com toda a naturalidade, e faz todo o sentido que assim o seja, embora haja alguma falta de centrais nos nossos quadros. Zé António devia sair, pois não faz o menor sentido ter um homem de 38 anos a jogar numa equipa B e a tapar lugar para um jovem. Diego Carlos, mesmo sendo ainda jovem, foi mostrando por que é que o Estoril não o queria. De Siemann pouco ou nada se viu. Para a próxima época Malthe e Verdasca já terão idade senior e podem e devem ser opção regular na B. Poderíamos falar de Podstawski, mas a maioria concordará que a 6 será melhor.

Pergunta(s): Qual deve ser a dupla titular no início da próxima época? Que papel para Reyes em 2015-16? Há necessidade de contratar um novo central? Quem?

44 comentários:

  1. O central que eu queria, para começar a fazer dupla com Indi na próxima época: Rudiger. Não porque Indi mostrou ser superior a Marcano ou mereça sequer ser titular, mas numa perspectiva de valorização. Se fosse possível trazer o alemão (neste aspecto foi uma pena o Estugarda não ter descido de divisão), era a minha escolha.

    Quanto a Reyes, a minha opinião é que ele nunca será um central de topo. A trinco, talvez tivesse futuro. Forte no jogo aéreo para a posição, muito competente com bola no pé, e em Alvalade até fez um belo jogo na posição. O futuro dele podia e devia passar por aí. Caso contrário, por mim era vendido ou emprestado.

    ResponderEliminar
  2. Se formos pela qualidade individual, Marcano e Indi seriam os titulares. É verdade que a dupla com Maicon resultou muito bem, mas ter um central com a qualidade (e o preço) de Indi sentado no banco de suplentes é do meu ponto de vista um desperdício.

    O mesmo termo se aplica a Diego Reyes, que custou quase o mesmo que Indi e joga muito menos. Falta-lhe claramente algumas coisas (como referido a parte física, o ritmo de jogo, etc), mas relembro que quando ele assumiu a titularidade durante alguns jogos consecutivos com Luís Castro, no pós Paulo Fonseca, mostrou qualidade. Pode não valer os 7M€, mas também não é um jogador banal.

    ResponderEliminar
  3. Para mim, a dupla seria Marcano-Maicon, mas estou à espera que o Indi mostre o que vale, quanto a Reyes penso que deveria ser emprestado, está muito dinheiro ali empatado, e se ele ficar no plantel, será a terceira época sem se conseguir afirmar, se é que algum dia se irá afirmar no Porto.

    ResponderEliminar
  4. Com a falta de referencias que temos no plantel. penso que Maicon ,como um dos elementos mais antigos deve ser titular, nao é fantastico mas penso que nao é inferior aos restantes, precisa controlar os pontapes sem nexo e principalmente, ja vai sendo tempo de acabar com os deslizes infantis, fora isso, parece me dos poucos que sente o clube. Marcano ganhou a titularidade e simpatia dos adeptos e fez por merece lo mas eu apostaria no Indi, parece me o central com mais potencial e talvez o unico que poderá chegar ao nivel dos grandes centrais que passaram plo FCP. Reyes precisa obrigatoriamente de ser emprestado a um clube onde possa ser titular, talvez um clube média em espanha fosse o ideal, ganharia experiencia competitiva alem de suportarem o seu salario e onde poderia valorizar. Lichnovsky ficaria como 4´central, ainda é novo, poderia ir jogando nas taças e ao mesmo tempo ganhava experiencia no plantel principal.

    ResponderEliminar
  5. Maicon sim;
    Indi sim;
    Marcano, embora seja verdade tudo o que disse, ao ver-lo jogar em Berlim vi que era fraco mentalmente. Esse jogo mostrou que não tem dentes para a nossa camisola.
    Que merece estar no plantel, sem duvida, titular nem por sombras e muito menos em jogos a doer.
    Reyes, nunca vai aceitar outra equipa se não for lá fora. Não tem lugar no plantel e eu até gosto dele, com outro treinador que o perceba melhor e o que pode dar à equipa......
    B's
    Ui....
    Eu pessoalmente gostei bastante do Siemann, nota-se que a integração à nossa cultura demorou, mas que tem muito potencial e o Lichnovsky também promete muito, principalmente pelo físico, mas nenhum está pronto nem para estar no banco.

    Por isso sim, espero que venha um Defesa central, de preferência bom e a jogar à direita a fazer pressão ao Maicon.

    Abraços

    fredycotta


    ResponderEliminar
  6. a melhor dupla: Maicon - Marcano...

    mas se o Lichnovsky provar ao treinador que merece, a melhor dupla até pode ser Lichnovsky-Marcano.

    ResponderEliminar
  7. Dupla Marcano Indi, mas com muito trabalho de pré época. Maicon tem demasiadas paragens cerebrais que redundam em erros infantis. Não vejo em Reyes grande potencial, pouco evoluiu wm todo o tempo de Porto. Lichnovski, esse sim parece -me ter potencial e podia fazer parte do plantel principal.

    ResponderEliminar
  8. Acho que a nível de defesas centrais estamos bem servidos!
    Começo é a ficar preocupado por nos apontarem tantos médios (alguns caros e que pertencem a fundos) e por não se falar em investir num DD pronto para substituir o Danilo.

    TdD, duas perguntas que gostaria que me pudesse responder: é verdade que o Porto vai receber 7,5M€ por o RM ficar com o Casemiro? E quanto ao partocinador das camisolas, está tudo encaminhado para um bom acordo?

    ResponderEliminar
  9. Indi e marcano. Promover à equipa A o central da B e reyes rodar na B. não há necessidade de gastar mais dinheiro.

    ResponderEliminar
  10. Maicon não é central para o Porto. É uma nódoa... tem falhas de posicionamento graves, em jogos a "doer", como por exemplo no golo do Bruno Gallo na Madeira. Que defesa central "quadra" o ângulo do jogador e não o ângulo por onde a bola vai ser rematada?

    ResponderEliminar
  11. Apesar de nao ter jogado... uma palavrinha para Mikel? o que se planeia para ele depois deste ano perdido?
    Se nao formos ao mercado, e acho que para centrais nao deveriamos, teremos no proximo ano:
    Indi/Marcano e Maicon/Lich (que oscilaria entre a A e a B) seria a minha aposta com o Mikel e o Reyes emprestados.

    abraço
    Hugo

    ResponderEliminar
  12. A meu ver a questão dos centrais canhotos não pode ser colocada desta maneira. Sendo verdade que podem jogar dois esquerdinos, repare-se que quase todos os esquerdinos não usam o pé direito (só serve, como se diz na gíria, para subir ao autocarro) nem estão rotinados a jogar descaídos para a direita porque como o grosso dos jogadores é destro é raro haver a necessidade de compatibilizar dois canhotos e daí não têm essas rotinas (os destros muitas vezes, devido à existência de poucos canhotos, são obrigados a descair para a esquerda e desenvolvem essas rotinas). Assim, dois esquerdinos podem ser compatibilizados no centro da defesa mas não é uma dupla ágil e que vai ter recursos limitados, daí eu pessoalmente não gostar dessa opção, embora a ache viável.

    A nível dos centrais, pessoalmente gosto mais da defesa do Porto com o Martins Indi porque é o nosso melhor central a sair a jogar e tendo em conta o estilo de jogo de Lopetegui acho que a equipa ataca melhor com ele, até porque este ano com o Casemiro que é limitado no jogo de posse a equipa sentiu dificuldades em alguns momentos na saída apoiada. Seguindo essa linha de raciocínio, eu apostaria na dupla Maicon - Indi, até porque são os dois com mais potencial. Marcano fez uma excelente época mas acho que está no limite da sua curva de progressão. Para completar o trio penso que não há necessidade de investir milhões numa contratação (pelas garantias que os três dão e até pelo dossier "Reyes") e porque um quarto central quase nunca joga ao longo da época (praticamente só nas taças da cerveja).

    Não sendo eu um habitual comentador (leitor, sim) gostaria de deixar as minhas congratulações ao TdD pelo excelente trabalho que desenvolve neste espaço permitindo o debate de questões sempre pertinentes do nosso clube.

    ResponderEliminar
  13. A meu ver esta questão dos centrais é fulcral. Podemos dourar a pilula, mas a realidade é que o Maicon é um central muito fraquinho. Só sabe dar chuto para a frente, parece que joga no distrital. Tem várias falhas de concentração e tem paragens cerebrais quase jogo sim jogo não.
    Marcano é mediano, vai desenrascando. Reyes não sei, porque raramente joga e não mostra o seu pseudo valor.
    Indi é claramente o melhor central do FCP e que tem mais futuro. Daí ter custado o que custou. Tem que ser aposta e rentabilizado. Tem grande lacuna no jogo aéreo, tem que ser mais agressivo. Isso treina-se!

    Dito isto, acho que deveriam ficar apenas o Indi (titular lado esquerdo), Marcano ( Bom suplente) e deviamos contratar um defesa central para o lado direito, mais 1 para suplente, que até podia ser o lich.

    Empreste-se ou venda-se o Reyes, porque já se viu que por aqui dificilmente irá ter oportunidades e acho que precisamos de alguem mais experiente.

    Apenas uma nota referente ao Otamendi.. Agora todos dizem que é um jogador fantastico, mas devem-se esquecer das diarreias cerebrais que foi tendo antes de ir embora. Perdas de bola em zona defensiva com fartura, falhas de posicionamento e maus passes aos montes. Sempre demonstrou grande qualidade, também sempre demonstrou uma enorme falta de consistencia!

    Joel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebe muito pouco de futebol. Marcano vai proporcionar uma grande venda

      Eliminar
  14. - emprestava Reyes
    - mantinha o Lichnovsky na B sendo o 4º central da A
    - subia os 2 juniores à B
    - ia buscar um 4º miudo para a B
    - mandava embora o Zé Tó, o Diego Carlos e o Siemann

    em alternativa, caso seja contratado outro central para a A, ai sim emprestava o Lichnovsky e trazia outro jovem talento para a B

    como disseram no artigo estamos com uma tremenda falta de talento para a posição nas camadas jovens pelo que temos de ir buscar fora.

    ResponderEliminar
  15. Respondendo a cada uma das perguntas:

    Maicon/Marcano. Acabaram bem a época, seguindo uma linha de continuidade (ou seja, mantendo-se tudo na mesma) devem ser os titulares no início da próxima época.
    Descreve muito correctamente o Maicon. Jogador interessante com falta de qualidade para outros patamares. O Maicon de 2011/2012 pareceu poder dar esse click, ao de 14/15 simplesmente lhe falta algo. Os seus 26 anos fazem com que a próxima época seja fundamental: ou faz uma grande época e tem a oportunidade de sair para um grande campeonato ou faz mais uma época instável e pode almejar apenas uma Turquia/Rússia.

    Emprestar Reyes pode ser díficil. Estamos a falar dum jogador que custou 7M, tem certas expectativas, é presença habitual na sua selecção e portanto quer certamente jogar num certo patamar. O problema é que esse patamar poderá ser demasiado elevado para ele. O primeiro passo para um empréstimo bem sucedido é que o próprio jogador entenda que não terá muitas hipóteses na equipa A e que o melhor será jogar num campeonato europeu, sendo necessário colocá-lo numa equipa que tenha claramente um défice de centrais para que o lugar possa ser dele.

    Antes de contratar um novo central, há que perceber o que fazer a Rolando, Abdoulaye e Lichnovsky. Depois disso, se realmente for necessário contratar um quarto central, daria jeito ser barato, jovem, com potencial de crescimento e português para facilitar as inscrições da UEFA. Já não sendo o Paulo Oliveira uma opção, sobra o Miguel Rodrigues.


    AA

    ResponderEliminar
  16. Boa noite estava ansioso por um posto quanto a centrais e acho que está na hora de voltarmos a ter um central a Porto com mistica; garra e amor ao clube e a camisola e que mereça o mítico n° 2 sim TdD Bruno Alves é esse homem não deve ser caro e deve durar mais 2 ou 3 anos e para mim era ele e Marcano a dupla da próxima época. Apostaria também na contratação de João Afonso do Guimarães é jovem;Português e tem uma óptima margem de progressão e não deve de ser caro.
    Quanto a excedentários
    -Lich: tem futuro como tal ser emprestado a um.clube de primeira liga para jogar sempre
    -Reyes: não evoluiu nada; a meu ver não tem estofo de central e MT menos de central do Porto e foi MT caro k seja vendido para recuperar algum dinheiro
    -Bá: de borla é caro ta td dito
    -Maicon: embora já seja antigo no clube acho que este deveria sair porque com Bruno Alves não voltaria a calçar
    Só uma achega por favor tirem o 99 ao aboubakar esse numero é mítico e por MT valor k tenha o jogador o 99 deveria ir po próximo redes k seja da casa e k o mereça tal.como o n° 2 (nada contra Danilo)as para quem cresceu a ver Baía;Jorge Costa;Deco;Ninja etc custa um pouco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo em parte com o comentário.

      Penso que deveriamos tentar resgatar o Bruno Alves. Eu sei que já não é o que era, etc, etc, mas a mística não tem preço!

      Como referido, não acredito que o preço fosse muito elevado. Em relação ao ordenando, se Helton não renovar, não me choca nada que o seu salário seja destinado ao Bruno Alves.

      Mas mais importante que tudo, o Bruno Alves poderia fazer a transição de defesas.

      Com a sua experiência, os riscos de jogar com Indi ao seu lado seriam menores, permitindo que este jogador se valorizasse, ganha-se mercado e saísse.

      Quando isso acontecer, Reyes é o próximo que se segue ao lado de Bruno Alves (ou não).

      Para mim, seria apenas necessário trocar Maicon por Bruno Alves, e a defesa ficaria fechada.

      Ass,
      António Tavares

      Eliminar
    2. compreendo isso dos numeros, sou a favor da mistica camisola numero 2 que penso que em grande parte danilo a soube honrar, pode nao ser jogador da casa ou feito cá, mas soube honrar a camisol, o clube por tudo o que fez, como jogou, como lutou, como se despediu... secalhar outro jogador a ser criticado como ele foi pelo valor pelo qual veio para o porto e pelas suas exibiçoes principalmente no seu primeiro ano e meio no porto teria desmoralizado e nao teria dado em nada, dou valor ao danilo, secalhar em condiçoes normais teria sido ele o capitao a epoca inteira
      mas a mim que tenho 21 quase 22 anos e ainda vi jorge costa, vitor baia e outros, custa-me mais ter visto esses como capitaes e ver agora o quaresma a fazer jogos como capitao... ja agora TdD podia ter falado dos nomes ja falados em noticias como possiveis reforços do porto (refiro-me a centrais como o mbemba)

      Eliminar
    3. assim como nos mdf pode falar do danilo pereira afinal ja é noticia e já

      Eliminar
  17. TDD Chancel Mbemba, tem tudo para ser um grande central dentro de poucos anos, era para ontem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O grande problema é saber a idade dele!

      Eliminar
  18. Respondendo directamente às questões:

    Qual deve ser a dupla titular no início da próxima época?
    Maicon e Marcano. Indi terá que evoluir a questão do jogo de cabeça para aspirar a jogar com mais regularidade ou esparar que o Van Gall cometa uma loucura por ele.

    Que papel para Reyes em 2015-16?
    Nenhum. Tem de ser emprestado a um clube que o valorize (PSV?) para depois ser despachado, que por aqui não acredito que ainda consiga vingar.

    Há necessidade de contratar um novo central? Quem?
    Não. Lichnovsky é o natural 4º Central e deve substituir Reyes nessa hierarquia, inclusive e naturalmente para jogar alguns jogos e ver se começa a ter estofo para a equipa A.

    Duas Adendas...

    - A a situação contratual de Maicon que deve ser revista e protegida o mais depressa possível.

    - E os centrais não devem ser mesmo mexidos, pois este ano o sector defensivo vai sofrer mais um impacto terrível com as saídas e a ver se pelo menos a zona central mantém as rotinas intactas.

    ResponderEliminar
  19. Na minha opinião, o cenário ideal era fazer uma boa venda com maicon e estava feito. Ficavamos com Indi, Marcano e reyes. Com lichnovsky a ser 4º central e a jogar na B.

    Isto porque perdia a paciência com maicon. Prometeu com Vitor Pereira, mas depois não sei o que se passou. A última temporada deve tê-lo traumatizado, não sei. Mas desisto do Maicon. Tinha muita fé nele, mas quem quer caldo anda horas e ele tem tardado em mostrar que merece ser um pilar do clube. Portanto está na hora de sair, já que se não sair terá que renovar.

    Marcano e Indi, para mim os melhores centrais, embora não tenham feito uma boa dupla. O Indi para mim não vale o dinheiro, mas já que o pagaram tem que se rentabilizar. Marcano revelou-se para mim como o melhor central, tem que começar como titular. Mas precisa de melhorar no jogo aéreo e ser mais agressivo na disputa de bolas.

    O reyes... alguma coisa o rapaz tem que ter, mas quando joga só faz asneiras, não sei se pela pressão em mostrar-se ou é mesmo falta de qualidade. Seja como for, este ano ou faz parte da equipa realmente para ir jogando ou assuma-se o erro e tente-se recuperar o mau investimento. A minha vontade era apostar nele para titular, mas lá está como errou sempre tanto quando jogou... mas tem que se assumir finalmente o que fazer com reyes. Ou sim ou sopas...

    A contratar um central teremos que vender pelo menos 2 dos que temos. não vale a pena estar com floreados, quando temos 3 para rentabilizar, contratar mais um era ridículo e um sinal claro de desnorte.

    ps: não comentei nos laterais, mas mais uma vez tem que se rentabilizar antes de mais nada os jogadores que temos sob contracto, sendo assim renovava com alex se possivel ficando na mesma com angel que me pareceu uma boa soluçao, para tar no banco é excelente até. Na direita, Ricardo, como diz a música, se é para ser que seja agora. ele e opare.

    ps2: duma vez por todas é preciso meter na cabeça que se queremos jogadores jovens e com potencial é preciso deixá-los jogar e estar preparado para os apoiar quando cometerem erros. ninguèm cresce sem errar, por isso os que por todo o universo portista pugnam por jovens da formação no equipa A, não se esqueçam de ir apoiar na mesma a equipa e os jogadores quando perdermos jogos por causa disso. não sei se muitos adeptos estão preparados para isso. eu já o assumi, prefiro um desinvestimento sob a pena de perder competitividade na champions mas que permita ir integrando os muitos jovens de potencial que temos na formação, para assim podermos lançar mais uma ou duas décadas de domínio. é preciso aproveitar a fornada de jovens que aí vem. se assim não for estaremos muito mal. e temos que finalmente ver na formação uma forma de ter a melhor equipa. seria este o meu projecto. rentabilizar o que temos agora e ir integrando os míudos, com esses míudos com 3 ou 4 anos de plantel A então retomar um modelo de gestão semelhante para ir comprando jogadores que a nossa formação não nos possa dar.
    ass. João Reis

    ResponderEliminar
  20. Um aparte a este tópico. Wishlist:

    - Raphael Guerreiro, fala-se em 5M (não me acredito muito neste valor).
    - Anthony Lopes, acho que só tem mais 1 ano de contrato.
    - Danilo Pereira, cláusula de 4 milhoes.

    Estes 3 jogadores de grandissima qualidade, jovens, portugueses, com grande margem de valorização e a preços bastante razoaveis. Por menos de 15 milhoes resolviamos 3 posições chave durante uns anos.

    Joel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 15M quase não chegam para o gr :D

      Kena

      Eliminar
    2. Kena, o Anthony Lopes está em fim de contrato, penso eu de que! Daí ter-se falado nele para o SLB. Joel

      Eliminar
    3. Para as inscrições da UEFA só o Danilo P. é que é português. (é o único formado em portugal). Neste contexto que é onde interessa a "nacionalidade" os outros são franceses.

      Eliminar
  21. o melhor central claramente foi o Marcano, que deve de continuar a titular -- principalmente porque o envolvimento ofensivo dos centrais não consiste apenas nos golos que marcam, é muito mais importante a forma como saiem a jogar, e nisso o Marcano é muito superior a qualquer um dos outros 3 (embora não chegue a qualidade do Otamendi). tanto Maicon como Indi são a meu ver fracos com a bola, e não me importava de os ver sair se houver ofertas razoáveis (sobretudo o Indi, o Maicon pode ser útil como suplente) para buscar jogadores com mais características para o estilo de jogo pretendido. quem? não sei, mas o Marcano também ninguém conhecia há um ano,

    ah, e o Reyes... bom, sinceramente acho que não serve para nada.

    ResponderEliminar
  22. Maicon nunca na vida será um central top, por muito que goste dele. É apostar na dupla Martins Indi e Marcano, contratar um 3º central pronto a discutir a titularidade e promover Lichonovski como 4º central.

    ResponderEliminar
  23. André Pinto, Pedro Mendes ….. tantos jovens centrais portugueses que têm tudo para triunfar por cá. É preciso é estar atento ao mercado….

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem ofensa, mas esses 2 juntos não fazem 1. Nem sequer um Maicon! Joel

      Eliminar
    2. O André Pinto lembra-me o José Fonte, e o que este tem feito bem queria no fcp. Aliás acho que o André Pinto até é da nossa formação.

      Eliminar
  24. Emprestar/vender Reyes.
    Dupla titular deve ser: Bruno Alves/Indi
    Maicon ou Marcano, um deles deve sair, para mim Marcano, é bom, tal como Maicon, mas só bom não chega, precisamos de um líder.
    Para 4ª opção, Verdasca. 1° da B, 4° da A.

    B. Alves, Indi, Maicon e Verdasca.

    ResponderEliminar
  25. Acho que me vão insultar, mas não creio em Lichnovsky!!! Também Abdoulaye era assim nas camadas jovens e depois viu-se. O contrário penso de Siemann.
    Mas antes que me espetem facas eu explico; nos países latinos começa-se por dar tudo logo á tenra idade (daí a haver putos com 14/15 anos já com empresários!!!!!!), enquanto na cultura centro-norte europeia, primeiro aposta-se na formação, sem exigência de resultados, mas com exigência de... evolução!
    Aliás Berti Vogts foi um dos que uma vez disse que os latinos poderiam ganhar mutios campeonatos do mundo em sub-20, mas poucos em... séniores!
    Por isso acredito plenamente em Siemann...
    Quanto ao Reyes, está no mesmo patamar de Iturbe, Kelvin, Quintero (lá está a latinização dos craques ainda embriões!)... se der deu, se não der...

    ResponderEliminar
  26. Não podemos investir 9M num central de 60 e alguns kilos. Devemos ter a coragem de o tratar imparcialmente.

    O Reyes não será um DC para o FC Porto. O Lichnovski tem mais potencial e nem acho que crescerá por aí fora...

    Gosto de um dispensado do Chelsea - Tomás Kalas, podendo ser um DC que dá uma boa mão à lateral direita.

    ResponderEliminar
  27. Maicon - Não é o melhor, não é o pior, está longe dos melhores centrais que já tivemos, mas com ele em campo sabemos que pelo menos 1 jogador vai dar tudo o que tem.
    Marcano - Uma surpresa muito agradável. O melhor jogador espanhol que já tivemos? É para manter.
    Indi - Vinha com um rótulo pesado, muitos clubes a demonstrar interesse (ou apenas jornais a quererem vender). Tem qualidade e certamente vai melhorar nesta 2ª época.
    Reyes - A sua continuação no FCP estava a ser posta em causa devido a apenas jogar na equipa B. O jogo em Munique acabou com ele. Sem culpa própria, foi lançado às feras numa posição impensável (não acredito na teoria da altura e bolas paradas...levamos 3 seguidos assim). Tem de sair para ganhar ritmo de jogo e confiança. Na minha opinião, seria benéfico emprestar a um clube europeu das melhores ligas porque em Portugal sofre muita pressão da imprensa (e dos tais 7 milhões).
    Lich - Ou é emprestado a um clube que jogue futebol na nossa Liga (não ganha nada em ser emprestado a quem apenas dê pancada e chutão para a frente) ou fica como 4º central.

    Nota 1 - Estou estupefacto. Não acompanho a 100% a equipa B, apenas os mais jovens que vão mostrando qualidade. Por esse motivo, pensei que Zé António 38 anos fosse erro....talvez 28. Mas não. É verdade, temos um jogador de 38 numa "equipa de formação". E isto leva-me à nota 2.
    Nota 2 - Importante para 2015/2016 será a questão: faz sentido manter Luís Castro na equipa B? Nos últimos anos, Rúben Neves foi o que saiu da nossa formação...sem ir à equipa B. Receio a estagnação a futuros craques da B com este senhor no comando. Já lá vão muitos anos e resultado próximo do zero.
    Nota 3 - Bruno Alves? Seria muito bem-vindo.
    Nota 4 - Aproveitando o anónimo acima aproveito para corroborar o seu pedido em retirar o 99 a Aboubakar e, já agora, dar o 9 a Gonçalo Paciência.

    ResponderEliminar
  28. Maicon é defesa banalissimo deveria ser a pedra basilar na nossa defesa tanto por anos de porto e campeonato portugues como ser o de mais maturidade. Coisa que nao demonstra muita inseguranca muita intranquilidade para mim por estar com apenas dois anos de contrato poderia ser dado como transferivel. Quanto a indi e a marcano gostei de os ver a ambos com uma pre epoca toda pela frente acho que deveria ser essa a aposta do treinador.

    ResponderEliminar
  29. maicon-renovava e ficava
    marcano-fica
    indi-fica
    reyes- vender como defour ou emprestar como iturbe...
    lichnov-emprestar ou ficar na b mais um ano como quarto da A e primeiro da B
    verdasca e malthe- ambos na equipa b

    a contratar dependeria se lichnov seria ou nao emprestado, e como colocava marcano e maicon a titulares e indi a suplente porque nao para quarto central poupar dinheiro e reforçar com um central portugues jovem ja habituado ao nosso campeonato? seria uma boa soluçao

    questoes minhas: rolando esta em fim de contrato? maicon ficará?

    ResponderEliminar
  30. Importante contrata um central de qualidade. Temos 3 bons centrais mas nenhum é um defesa ao nível dos que já tivemos no passado. Este ano com o reforço tremendo do plantel tivemos que levar com o Maicon que está á vários anos no Porto e nunca foi titular e este ano com o plantel teoricamente mais forte foi quando foi titular! Não digo que é mau jogador mas precisamos de mais...

    ResponderEliminar
  31. A minha opinião:
    - Maicon, criei grande expectativa em seu redor, depois da época c/VP, no entanto penso ter
    estagnado, demasiadas "paragens cerebrais". Fim de linha.
    - Marcano, seguro, sem medo, poucas falhas, confiável, no 1°ano num grande europeu para
    a proxima epoca espero consolidação.
    - Indi, excelente, necessita de perceber que em Portugal tem de ser mais duro, por opção
    Julen não o tem posto a jogar por, tal como Marcano ser canhoto e, ao contrário do que o
    autor do blogue defende, no dizer de Marcano em recente entrevista, parece que 2
    esquerdinos numa equipa não é o mesmo que ter 2 destros.
    - Reyes, tem tudo para ser um grande DC, menos, para já, músculo, além disso precisa de
    melhorar a concentração, acho, também que deve ser emprestado a um bom clube ( que
    lhe pague o ordenado)
    - Formação, perdemos alguma tradição em ter centrais de categoria, para já não vejo
    ninguém capaz de se impor, então como o autor, acho que o chileno deve ser cedido.
    - Penso que necessitamos de contratar um central tipo Bruno Alves, sem o pai, que seja mau
    e ensine, quando for necessário, áqueles que ficarem, a jogarem á Gervide.

    ResponderEliminar
  32. Maicon e Marcano não brincam nas selecções, estão sempre disponíveis para o FCPORTO e torna-se assim normal que tenham ganho a titularidade apenas prejudicado pela lesão no fim da época do Marcano.

    ResponderEliminar
  33. Tdd fugindo um pouco do assunto há um ditado que diz: O que uns não querem outros desejam. Qual a sua opinião sobre o marco Silva?

    ResponderEliminar
  34. Boa tarde.

    Isto vai um bocado offtopic, mas vou fazer uma perpectiva da defesa(GR's, Laterais, DC's):
    GR's: Uma situação deveras dificil por resolver, se querem contar/renovar com Hélton(que superou uma lesão grave), fica resolvido, senão acho que vamos ao mercado. Assim não seria necessário à partida investir num GR nem para nº2, pois entendo que passaria a ser o A.Fernandez, porque o Fabiano acho não vai ficar e interessados deve haver, para 3ºGR, se o Ricardo é para ser incrito na Champions é hipotese, se não é o caso deixem o sair, pois assim temos na equipe B o que tudo indica Raúl Gudiño (espero que seja exercida a clausula de opção).

    GR's: Hélton, A.Fernandez, Ricardo/Raúl Gudiño

    Laterais: Desde já, obrigado por tudo Danilo, deu tudo em campo, obrigado. Parece que a FCP, está com dificuldades em encontrar um lateral à altura/potencial do Danilo, que eu próprio como adepto, não vejo ninguem a qualidade, preço claro, acho que o Ricardo Pereira ao não ser colocado a lateral direito mesmo que tenha sido contra o Bayern, pôs-me algumas dúvidas se Lopetegui conta com ele... Pode ser uma agradável supresa esta proxima época. Em relação à esquerda é simples ou Alex Sandro renova e fica ou sai, para suplente Angel, caso o Alex Sandro saia para mim iamos buscar Raphael Guerreiro.

    Laterais: ???, Ricardo Pereira, Alex Sandro/Raphael Guerreiro, Angel

    DC's: Indi e Marcano parecem desde já garantidos na próxima época, Marcano agravel supresa para muitos adeptos(a mim incluido), Maicon por mim ficava mas se aparecer uma boa proposta, mas depois colocaria-se a questão vem quem para o seu lugar? Reyes para mim tem de ser emprestado tem de jogar, para quem sabe voltar melhor ou para termos o retorno finaceiro que o FCP fez(aliás tenho dúvida se não rendira melhor a médio defensivo/trinco), dai quem pergunta, justificaria investir num 4ºcentral, tendo Lichnovsky? Eu na minha opinião não., o Lichnovsky serve como 4ºcentral podendo sempre se o Lopetegui entender que seja produtivo fazer jogos na B, aí o FCP podia investir num central de potencia para B com potencial para a A.

    DC's: Marcano, Maicon/?, Indi, Lichnovsky


    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.