domingo, 14 de junho de 2015

Análise 2014-15: os avançados

A hora da sucessão
Há Jackson Martínez e há o resto. O resto tem potencial, mas quando há Jackson não há espaço para muito mais do que esperar na sombra do colombiano. Pela terceira época consecutiva, não conseguimos ter o melhor ataque do campeonato, ficando sempre atrás do Benfica. Mesmo assim, Jackson consegue durante três épocas seguidas ser o melhor marcador, faz 92 golos em 3 épocas e tornou-se um dos melhores pontas-de-lança do mundo. Sem ele, as últimas três épocas teriam sido bem mais complicadas do que o foram.

E agora, a sucessão. Um tema que tem sido difícil de gerir. Aboubakar é o sucessor natural, Gonçalo Paciência pouco tempo tem de primeira equipa e André Silva ainda não o tem. Alberto Bueno foi um negócio de oportunidade, com vista a algo mais do que um 4x3x3. Entre Kléber, Ghilas e até Walter e Caballero há 16M€ investidos sem retorno à vista. Leonardo Ruiz vai fazer a primeira época na B, restando saber se demoram muito a fechar a compra do passe (sem desculpas para inflações à Kayembe). Ainda vai chegar mais um ponta-de-lança do mercado. O natural seria Aboubakar partir como primeira opção, até porque Gonçalo não vai começar a pré-época, abrindo espaço para a terceira vida de Kléber. Mas podemos admitir que está tudo em aberto no que toca ao ataque, seja em 4x3x3, seja no 4x4x2 que na época passada só funcionou na cabeça de Lopetegui e frente ao BATE. Vamos à análise.

Jackson Martínez - Passou a época a receber elogios semana após semana, logo tudo o que se diga agora torna-se redundante. Talvez só Danilo possa competir com ele na designação de melhor jogador da época. Foram três anos a levar a equipa às costas, na mais ingrata das tarefas - fê-lo não em tempos de hegemonia, como Jardel, Lisandro ou até Falcao, mas sim durante três épocas de grande dificuldade e exigência para o FC Porto. É o 2º melhor marcador estrangeiro da história do clube, só atrás do insuperável Jardel. Além de toda a valia desportiva, saindo pela fasquia dos 30M€ ainda se torna num excelente negócio financeiro para a SAD. Merecia sair com mais títulos na bagagem. É sempre subjetivo definir quem é o melhor, mas foi o mais completo ponta-de-lança que o FC Porto teve em muitos anos.

Aboubakar - Chegou para crescer na sombra de Jackson. Aproveitou dentro do possível as suas oportunidades, fazendo 8 golos na época de estreia e revelando o potencial que levou o FC Porto a apostar na sua contratação. Não é Jackson, claro que não. Mas pode ocupar o lugar de Jackson, mesmo que isso implique que Lopetegui passe a utilizar o seu 9 de maneira diferente. Jackson Martínez jogava pela equipa, enquanto que neste caso a equipa terá que jogar um pouco mais para Aboubakar. E a própria equipa, sobretudo do ponto de visto criativo no meio-campo, terá que render muito mais, pois Jackson disfarçava muita coisa. Aboubakar tem condições para começar a próxima época como primeira opção, desde que lhe peçam para fazer de... Aboubakar, não de Jackson.

Adrián López - Tal como Falcao não é o jogador que viram no Man. United esta época, Adrián também não é o que mostrou no FC Porto. No início da época, foi uma contratação que genericamente gerou entusiasmo, excepção à parte de ter chegado por 11M€, tão reais quanto os 8,6M€ de Roberto ou os 6M€ de Pizzi. É certo que o feitio do jogador não ajudou. Não é que seja mau profissional, mas revelou-se frágil psicologicamente para aguentar a pressão de as coisas não terem começado desde o início a correr bem. Mas também foi contratado para uma equipa na qual não tinha espaço. Não podia ser extremo, não podia ser 9. Lopetegui tentou encaixá-lo naquela variação de 4x4x2, mas o esquema não funcionou de todo. E sendo esse o único esquema onde Adrián podia entrar, o jogador também ficou sem grande margem. Depois veio a lesão e terminou a história de Adrián no FC Porto. Ficando no plantel o FC Porto teria que começar a liquidar os 11M€, mas nem um décimo do investimento conseguiu justificar - e o pior é a massa salarial. Logo há que esperar que Jorge Mendes encontre uma solução.

Gonçalo Paciência - Tem caraterísticas raríssimas. Estivesse já a jogar numa liga estrangeira (na Bélgica ou na Holanda, por exemplo, os jogadores jovens começam mais cedo a jogar nas primeiras equipas) e já o comparariam a Ibrahimovic. No FC Porto, num clube onde a exigência é máxima e havia Jackson Martínez, era difícil ter muito tempo de jogo. Podia ter saído por empréstimo, mas Lopetegui quis que ficasse a trabalhar e evoluir sob a sua supervisão. É bom de mais para estar na equipa B ou limitado a minutos residuais na equipa A. Já vai para a 3ª época de senior, logo precisa de jogar numa equipa principal. Se Lopetegui não encontrar espaço competitivo para ele, talvez o empréstimo seja a melhor solução. Resta responder à questão: quem chegar do mercado terá mais potencial e oferecerá mais a curto prazo do que Gonçalo Paciência? Não faz sentido contratar um projeto de jogador quando temos um projeto chamado Gonçalo. Nem sequer investir no mercado quando o contrato de Gonçalo acaba em 2016.

Os bês - André Silva foi prejudicado pelo impasse na sua renovação e, de certa forma, pela tentativa de coexistir com Gonçalo na equipa B, desviando-o para uma ala - o seu lugar é a posição 9. Vai para o 2º ano de sénior, o que indicia que possa continuar na B, mas se já podermos aumentar o estímulo competitivo a que está sujeito só há a ganhar. Anderson (que só chegou em janeiro) e Roniel fizeram uma época exemplar daqui para que não devia servir uma equipa B - como porta de importação para jogadores cujo agenciamento é melhor do que o talento demonstrado.

Pergunta(s) - O sucessor de Jackson deve vir do mercado ou do plantel? Que papel para Gonçalo Paciência em 2015-16?

30 comentários:

  1. Acho que quer o André Silva, quer o Gonçalo Paciência devem ser emprestados a equipas que joguem em ataque organizado da Liga. Aqui talvez ir para um Holanda seria positivo, em vez de ficar em Portugal. Acho que ficariamos bem entregues com Aboubakar e Gonçalo, se passarmos a jogar pelo centro, com um número 10 com real criatividade. Porque o nosso 10 durante a época foi Jackson. A questão será se Gonçalo basta como alternativa, e a não ser, deverá sair. Penso que a opção da SAD será em ter o Aboubakar e outro jogador ao mesmo nível para que os dois possam competir pela titularidade.

    ResponderEliminar
  2. Para mim o Gonçalo era emprestado para ser titular numa equipa da Primeira Liga, o André Silva continuava a evoluir na B e o Aboubakar discutia a titularidade com a contratação que se adivinha (Carrillo?), com o Bueno à espreita, seja para a ala ou para ponta de lança.

    ResponderEliminar
  3. Só receio as lesões do Gonçalo. De resto, tem lugar garantido no plantel para lutar pela titularidade, se for só entre ele e Aboubakar. Se o Porto for buscar alguém com mais experiência e para ser titular de caras, que seja emprestado.

    ResponderEliminar
  4. TDD,
    Devo-me confessar fã do seu trabalho, desde que tomei conhecimento da sua existência (há quase um ano).

    Quanto a este capítulo, concordo com a ideia de que se deveria arranjar solução para o Adrian, e para o Gonçalo (este por empréstimo), devendo o Aboubakar ser o PL referência, ainda que isso implique algumas mudanças na lógica de funcionamento do ataque. Defendo uma aquisição de um ponta de lança mais fixo, para dar outras soluções ofensivas em jogos encravados, tipo o Raúl Jimenez, mas não ele porque não quereria nunca trocar o banco do atlético pelo nosso, e porque não gosto que o Porto seja 2ª escolha.

    Quanto ao Leonardo, acho que deveria ser aposta para a B, mas prioridade para aquele que para mim é o melhor ponta de lança da sua idade - André Silva - e que precisa de jogar na sua posição, durante uma época inteira: 9.

    P.S. - Sou da opinião que vamos ter uma excelente época, mas custa-me ver o Porto a perder o mais versátil médio centro (tirando o Moutinho) que vi jogar nos últimos anos para um rival... espero que o Porto ainda agarre o Danilo Pereira...

    Cumprimentos,
    Óscar Silva

    ResponderEliminar
  5. Para mim os avançados para a próxima época deveriam ser o Aboubakar, Bueno e possivelmente o Guido, que tem sido muito falado para o nosso plantel. André Silva na B, tem muito que melhorar, tal como se viu no jogo desta madrugada. Tem que melhorar tremendamente a sua finalização. Gonçalo deve rodar numa equipa com outro andamento, aonde seja um titular indiscutivel. Quiça num V. Guimarães ou um nacional da madeira, por exemplo. Equipas que jogam maioritariamente em esquemas ofensivos e aonde os PL's sejam aproveitados.

    Vender Kleber, Ghillas e Adrian com urgencia. Recuperar o que der, de resto poupa-se nos salários, que são bem gordos! Pelo que se fala o Kleber renovou, veremos o que acontece. Seria uma boa opção de recurso, mas não me parece que encare o banco com facilidade.

    Grande Jackson, um PL completo e um dos melhores do mundo. Fico com pena se for para o Milan, mas desde que paguem pode ir para onde quiser! Termino dizendo que espero daqui a uns anos ver o FCP jogar em 4 4 2 com Gonçalo à frente do André Silva.

    Joel

    ResponderEliminar
  6. Jackson saindo pela fasquia dos 30 M ?? É piada isso ? Jackson se sai por outro valor que não a clausula..Como substituto Guido Carrilo dos nomes falados até agora, é o melhor.

    ResponderEliminar
  7. Você diz que foi o melhor avançado em muitos anos, Jackson, para mim, que me lembro de Flávio/Abel/Juan Herédia para a frente, foi o melhor e mais completo avançado centro que vi jogar no FCP. Tivesse a acompanhá-lo, no mesmo ano, Hulk e James e provavelmente ultrapassaria o grande Falcão - um grande, grande jogador, mas Jackson....fazia magia porque era mais técnico. Gonçalo Paciência não tem tido muita sorte, as lesões teimam em aparecer com alguma frequência e isso tem obstado á sua assumpção, mas acredito cegamente no seu talento e se fosse Julen - em quem igualmente acredito - era este ano que lhe dava oportunidade, embora reconheça ser arriscado na medida em que a ansiedade começa a tomar conta da nossa nação. Aboubakar é um jogador de quem particularmente gosto porque, além de lhe reconhecer capacidade para se impor na equipa, tem uma caracteristica importante: gosta de jogar no Porto, pelo menos transparece isso. André Silva é ainda um rapaz que necessita de jogar na " B ". Quanto aos outros, excepção feita a Ghillas ( sei ser impossível dado o seu mau feitio ) a quem gostaria de ver, dadas as suas características e portanto opções de jogo, dada outra oportunidade, deveriam ser vendidos e portanto rentabilizados. Assim e respondendo a pergunta feita, os meus avançados eram: Aboubakar / Gonçalo / Gillas ( com bom feitio ) / Bueno, quanto ao mercado faria uma coisa que não está nos prognósticos da SAD: tentava encontrar um avançado experiente/competente, mais barato, para continuar a ensinar Gonçalo e Abou e eventualmente substitui-los em caso de..

    ResponderEliminar
  8. O sucessor de Jackson é André Silva. Basta ter visto alguns jogos dos sub-19 há um ano, bem como um cheirinho da B e da Selecção. Jogador tremendo, especialmente se pensássemos num FC Porto 4-4-2 de futuro, promovendo Gonçalo a ponta e André a segundo avançado. Trabalha como um desgraçado cá atrás e tem um faro de golo como poucos. Mas tudo isto num cenário ideal, a dois anos´, já que o risco é grande em demasia para arriscar a pele de quem quer que neles arrisque (e não falo em Lopetegui...).
    E não. Para suceder a alguém não tem de fazer exactamente o que o antecessor fazia. "Basta" cumprir o papel fundamental do mesmo e deixar o resto para um modelo de jogo que não é crime experimentar, especialmente na Taça da Liga.

    Tudo o resto é navegar na maionese e na loucura de casino que serve interesses que não os do clube.

    Imbicto abraço!

    http://imbictopoema.wordpress.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O André Silva para algum dia ser titular no Porto ainda tem de evoluir muito, mas muito mesmo!

      Eliminar
    2. Sem dúvida!
      Ainda assim é preciso começar por algum lado, daí a minha referência à Taça da Liga.

      Eliminar
  9. " Ainda vai chegar mais um ponta-de-lança do mercado." Isto é um dado adquirido ou apenas uma suposição?
    Estou a perguntar porque não quero acreditar que vamos cometer esse erro. Com Aboubakar e Gonçalo mais o tal Bueno que nunca vi jogar e mais andré silva na B e é preciso ir buscar mais um ao mercado sabe~se lá a que preço? Está tudo doido? Gonçalo e andré têm que ser apostas, comprem quem quiserem e façam o que quiserem, mas estes dois miúdos se não se aproveitam podemos fechar as portas. Seria até um crime lesa pátria, tendo em conta que num tivemos sequer um projecto de ponta de lança semelhante a qualquer um dos dois para jogar na selecção.

    O Gonçalo por mim das duas uma, ou é emprestado para ser titular numa equipa que jogue futebol e não se limite a defender, ou então fica no plantel. Aboubakar tem tudo para fazer tantos golos com Jackson, Falcao, Lisandro... É a minha opinião. POrtanto com Aboubakar e Gonçalo ficavamos bem servidos, mas creio que seria melhor o Gonçalo ter a certeza que tem oportunidades como titular.

    POrtanto o sucessor de Jackson já está no plantel e o sucessor de aboubakar também. E o sucessor do Gonçalo está nos B e o sucessor do André está no sjuniores e o sucessor do Leonardo tb está nos juniores, Rui Pedro. É assim que vejo os nosso pontas e lança. Podem não dar todos, mas têm que ser aposta. Todos tem muita qualidade mesmo. POrtanto chega de importar mais gente. Seria quase tão ridiculo como renovar com Kleber...

    E em relação a este assunto ainda terei que dar umas leituras pela bluegosfera, porque apesar de achar que kleber não é tão mau como foi pintado, mas renovar com um jogador apenas para este ficar com suplente... Para isso temos o ghilas. S´compreendo a renovação com kleber se conseguirmos mesmo despachar o ghilas.

    Em suma, como titular ficava com Aboubakar e com suplente ghilas.ou então o kleber. Emprestava o gonçalo porque temos que não tivesse muito tempo de jogo. André silva creio que também já poderia ser titular na primeira liga, mas admito que mais uma epoca na B também se compreende. Mas com a vinda do tal bueno, com os médios que temos no plantel, não sei se Lopetegui não se prepara para jogar com 2 avançados. Portanto é esperar para ver.

    PS: Buenos, Adrians e outros do género são tiques de novo rico. Para quê contratar jogadores que apenas podem jogar num sistema alternativo? Que sendo alternativo, vai levar a que esses jogadores tenham utilização residual. Portanto estou ansioso para que comece a pré-época, para saber o que vai na cabeça do nosso treinador. Ficou provado este ano que o seu modelo de jogo era muito limitado,portanto alguma evolução terá que haver.

    João Reis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente, não faz sentido contratar outro ponta-de-lança quando temos Aboubakar (passe avaliado em 12M€, convém não esquecer). Lá está, parece uma medida populista: sai um grande ponta de lança por 35M€ e não entra ninguém?? Sacrilégio. Mas a verdade é que já entrou, entrou foi um ano antes!

      Espero que Lopetegui siga o exemplo do que fez com Ruben Neves e dê oportunidades ao Gonçalo e ao André Silva. Temos ali os dois pontas-de-lança do Porto e da Seleção em potência - mas sem oportunidades podem acabar como os Orlandos Sás desta vida.

      Eliminar
  10. Isto é discutir o sexo dos anjos. Tal como o TdD disse, será que faz sentido contratar alguém com potencial, sendo já Gonçalo e André promessas enormes? Claro que sim. AH até à Argentina vai, arranjar maneira de transferirem o Guido para fora da Argentina, metê-lo num fundo e, por fim, ligá-lo ao FC Porto. Tanto malabarismo para outro jogador sul americano... são necessidades, a Argentina não permites partilhas de passes, nem fundos... arranjam-se outros meios. No mínimo, que valha a pena, só sinto pena por quem anda na formação a sentir o FC Porto e não ter este esforço todo. Ainda recentemente, perdemos a maior promessa s13 e o seu irmão para os lampiões. Com João Mário foi assim.

    Parabéns, TdD!

    ResponderEliminar
  11. 100% de acordo. o Gonçalo devia ser aposta a sério, ter pelo menos hipótese de lutar pelo lugar já este ano. está no ponto e tenho a certeza que pode fazer o papel que Aboubakar fez na última época.

    ResponderEliminar
  12. Não entendo porque todos querem mais um avançado, quando temos dois dos melhores do campeonato...quem é que garante que esse Carrillo chega e começa a marcar? Por mim pró ano a titularidade era discutida entre Gonçalo e Aboubakar e pra suplente Kléber ou assim (basicamente nem ia jogar). E o TdD ressaltou um ponto interessante...Gonçalo na Bélgica ou Holanda já o Porto queria dar 10 milhões por ele e os adeptos loucos feito gajas a pedir que ele viesse.

    ResponderEliminar
  13. TdD,

    Pode fazer algum comentário quanto a situação Danilo Pereira?

    Faço a mesma pergunta quanto a possibilidade Lucas Lima, mas era mesmo novidades relativas ao jogador do Marítimo que queria. A suposta abordagem do Sporting está a dificultar a aquisição? Estamos sequer interessados no jogador?

    ResponderEliminar
  14. Olhando para o futuro, o mais importante para mim é evolucao do Goncalo e do Andre Silva. Nao me recordo de haver 2 avancados nas camadas jovens do FCP com este potencial. Pelo menos 1 devia dar titular indiscutivel daqui por 3 anos. Estou convencido que o Aboubakar deve ser titular; nao tendo o fisico do Jackson, é indiscutivelmente bom avancado, finaliza bem e faz bons passes de morte. Lembro-me de 3 assitencias com passes de muita qualidade para Tello, Danilo e Quaresma.

    Acreditando nos rumores que falam na vinda do Guido, deviamos renovar com o Goncalo e empresta-lo (como sugerem dizem aqui) a um Guimaraes/Estoril ou num campeonato com pendor ofensivo (belga ou holandes), obviamente sem qualquer opcao de compra.



    ResponderEliminar
  15. Como sempre, comento a partir das questões expostas:

    O sucessor de Jackson deve vir do mercado ou do plantel?

    Ora eu não vejo necessidade nenhuma de o sucessor vir do mercado. Concordando que o Gonçalo deveria ser titular numa equipa da 1ª liga (este ano já deveria ter sido emprestado em Agosto à equipa treinada pelo pai), mas isso a aconteçer temos por onde escolher... basta ficar com Ghilas ou Kleber para suplente de Aboubakar, e depois ainda temos Bueno e o próprio André Silva, que ainda não tem andamento para ser titular numa equipa da 1ª liga e por isso deve continuar a ter a sua evolução controlada por nós na B juntamente com o Leanardo.


    Que papel para Gonçalo Paciência em 2015-16?

    Como disse acima, a sua evolução pode ser acelarada por um empréstimo retornando Kleber ou Ghilas ao plantel, contudo só Lopetegui saberá o que o jogador já poderá render e claro, se alguém entrar (coisa que realmente não vejo qualquer necessidade) então Gonçalo terá de ir jogar num clube de 1ª liga.

    Tem de fazer tal como o Ivo, para mostrar se já está ou não preparado para estes voos, coisa quee o Ivo demostrou ainfa não estar.

    ResponderEliminar
  16. O Gonçalo tinha de ser a 2ª opção para o ataque. De uma vez por todas tem de se apostar nele! tem mais do que potencial para justificar tal aposta! Já tivemos épocas com Klebers a titular, e agora esta época nao podemos ter Aboubakar a titular, e Gonçalo como alternativa???
    Tão cedo não voltaremos a ter miúdos da casa, que sentem a camisola, com amor ao clube, com o potencial do Gonçalo e do André (podemos acrescentar aqui o Ivo, o Rafa, o Rui Pedro, o Moreto, mas o Gonçalo primeiro, e o André depois, são os que estão mais em causa pela idade e maturidade actual), e é inacreditável que não sejam aproveitados!
    A fome de comissões é tanta, a vontade de agradar a empresários é tanta, que justifique fazer-se isto???
    Se eles forem emprestados, têm sempre de ser emprestados a equipas que joguem em ataque planeado com muita posse de bola e não Aroucas, Académicas, e coisas do género! O risco de perderem tempo numa fase crítica da sua evolução é muito elevado num empréstimo! O seu potencial justifica que sejam opções válidas como suplentes do Porto! O Gonçalo já esta época, o André na próxima!
    Já no ano passado o Gonçalo ficou no Porto e nem mesmo na Taça da Liga fez todos os jogos! Quando jogou mostrou que era uma excelente opção, e serviu os propósitos da equipa de forma extremamente positiva!
    Por mim ficava na equipa principal, jogava a titular todos os jogos da Taça da Liga e Taça de Portugal, e era uma opção para entrar como alternativa na Liga! Nem que seja só qd estivermos a ganhar por 2-0, em jogos em casa, se se achar que está muito imaturo ainda!
    Ou se aposta e dá uma oportunidade ou então não vale a pena! Assumam que só querem jogadores de fora, que representem transferências!
    O Postiga com mt menos potencial teve a oportunidade de ser alternativa e afirmou-se como titular! O Gonçalo é mil vezes melhor que o Postiga, e não tem oportunidades pq apesar de atravessarmos tempos difíceis em termos financeiros, alguém anda com fome de comissões!
    Ridículo pensar que se anda a procurar outro avançado se vamos jogar em 433! Ridículo! Se se confirmar fico muito preocupado com este rumo!

    ResponderEliminar
  17. Caro TDD,

    Como está a questão da renovação do Gonçalo?

    Rui

    ResponderEliminar
  18. enquanto houver fundos e afins, esquecam os nossos putos, e digo isto com tremendo desgosto.
    aboubakar teria de ser o PL e goncalo o seu suplente
    isso de emprestar o goncalo, etc, nao faz sentido. pq e' q em todo o lado os grandes clubes, seja barca, united, metem putos de 17/19 anos a jogar e nos? facil, pq temos q continuar a dar de mamar com o fundos e a prata da casa nao da de mamar a ninguem

    ResponderEliminar
  19. Todos os portistas desejam que daqui a 2 ou 3 anos André Silva e Gonçalo façam uma dupla temivel no nosso FCP. Mas temos de ser realistas, isso nunca irá acontecer, porque mesmo que algum deles dê em craque logo surgirá um PSG, City, MU, ou Real para os resgatar. Bem, mas se a ideia é fazer um grande encaixe financeiro com eles temos de os deixar crescer e evoluir, e isso inicialmente nunca será no nosso clube que tem uma grande responsabilidade competitiva. Terão de ser emprestados a clubes da 1 divisão para poderem jogar e atingir um patamar que lhes permita lutar pela titularidade no Dragão.
    Quanto ao imediato, o porto terá de contratar um PL de valor inquestionável para o lugar de Jackson e ter um bom substituto como Aboubakar no banco. Bueno não é PL e Klebér dificilmente atingirá um nível que lhe permita ser opção válida, para isso ficavamos com os nossos miúdos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ficamos com um jogador avaliado em 12 milhões no banco duas épocas consecutivas? Convém lembrar que o Porto comprou o Aboubakar avaliado num preço bem superior ao que custou o próprio Jackson. Salvo erro será o 2º jogador mais caro da história do clube, apenas atrás de Danilo. Tem de jogar. Ou tem de sair.

      Eliminar
    2. Subscrevo. Apesar que só meto algumas reticências a Aboubakar, acho que pode ser bem o titular, só lhe falta a rodagem, para isso tem de ser titular, a qualidade está toda lá.

      Eliminar
  20. Boa tarde TDD.
    Eu penso que esta questão está muito relacionada com os planos do treinador para a equipa. Se a ideia for continuar a apostar no 4-3-3 puro (com dois extremos), prevejo que venha alguém do mercado para discutir a posição 9 com o Aboubakar, talvez com um perfil mais próximo do Jackson. Nesse caso imagino que o Gonçalo seja emprestado, para ganhar experiência e talvez aproveitar o Kléber para fechar o ataque.
    Caso o Julen esteja a pensar jogar num sistema algo diferente, nomeadamente com 2 avançados (ao estilo JJ no slb), aí julgo que a contratação de Bueno (segundo consta, joga melhor atrás do avançado principal), fechará o ataque, ficando o Gonçalo para discutir a posição com Aboubakar, sendo Bueno, Quintero, Brahimi, (talvez) Quaresma, para jogar como segundo avançado. Nesta situação poderia também ser analisado o regresso do Ghilas, que considero que encaixaria bem nesta forma de jogar.
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  21. Para quando o TdD a voltar comentar aqui nos comentarios..passe a redundancia..

    ResponderEliminar
  22. "...excepção à parte de ter chegado por 11M€, tão reais quanto os 8,6M€ de Roberto ou os 6M€ de Pizzi." - Gostava de ver desenvolvido este tema, já que desconheço o porque do valor destas transacções. A do Pizzi então?! Está inflacionado ou deflacionado?

    ResponderEliminar
  23. Parabéns pelo blog e por todo o tempo e esforço empregues na sua construção. Vejo muitas sugestões de empréstimos dos jovens Gonçalo e André Silva. Nos anos e sucessos mais recentes, lembro-me do Ricardo Carvalho como um jogador que regressa e marca uma época. Provavelmente por falha de memória não me lembro de outros que terão rodado e cumprido o regresso com uma afirmação plena e decisiva. Lembro-me, porém, que nos anos mais recentes isso não tem acontecido. Admito que a escolha das equipas e técnicos obedecem a critérios que não o a melhor escolha para o jogador, mas não sei até que ponto o empréstimo a clubes de pendor mais ofensivo, como Guimarães/ Estoril e campeonatos de futebol mais ofensivo. A esse propósito recordo-me de empréstimos de jovens promessas a clubes Holandeses, ou de Ivo no Guimarães, sem particular sucesso. Pelo contrário. Helder Postiga, Vitor Baía e mesmo jovens comprados no mercado nacional como Jorge Costa, Pepe ou Jorge Andrade foram apostas consistentes e continuadas, que se afirmaram com maior ou menor dificuldade e se tornaram acima da média e decisivos por diferentes qualidades. Pesando tudo, confesso não ter grande pendor por empréstimos em situações como as de Gonçalo, em que as etapas cumpridas e a idade chegam ao ponto em que se decide se o jogador, pelo trabalho desenvolvido e pela observação de um ano de treinos diários, mostra qualidade para ser aposta. Essa é, para mim e no caso de Gonçalo, a definição do seu papel, se tem essa qualidade integra o plantel e vai à luta. André compreendo melhor a opção eventual de ser emprestado, apesar de pessoalmente não ver uma melhoria que justifique estar emprestado maioria das equipas e técnicos da 1ª liga ou jogar na 2ª liga, treinar com os melhores amiúde e ser orientado e terminar a formação em casa. Aboubakar claramente mereceu a oportunidade e é opção séria para jogar.
    Posto isto, creio que Aboubakar deverá discutir o lugar com Gonçalo (eis a minha opinião quanto à questão decisiva deste jogador que precisa de sorte), e com uma inevitável contratação. Para não maçar demasiado e terminar, repararam na minha memória de jovens jogadores lusos que se afirmaram da sequência de centrais que referi? E reparem na discussão e dúvidas que hoje temos sobre as nossas sucessivas duplas de centrais.

    ResponderEliminar
  24. O Futebol Clube do Porto e os seus adeptos querem ser campeões, OK concordou é esse espírito que faz de nos quem somos,mas ser portista não é só isso. É ter sangue na guelra, não ter papas na língua (no bom sentido), espírito crítico e saber estar. Indo ao cerne da questão é que não se da valor ao que é nosso G.paciência e A.Silva são tão bons ou aliás melhores que qualquer índio sul amaricado que a Sad vá buscar não para proveito desportivo mas para encher os bolsos. Eu sou portista,Portuense e Português e tenho orgulho nisso mesmo que este país só veja a vermelho e branco tenho orgulho em acreditar no Porto como clube e cidade não sendo a toa que somos da invicta. Toca a apostar mais no que é nosso e em.que sente o mais o.símbolo no peito que o nome e numero nas costas e conta bancária somos Porto contra tudo todos e acima de tudo contra tolos.

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.