quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

As contas do primeiro trimestre

Quem gosta de acompanhar as contas da SAD vai ter que esperar durante, pelo menos, mais três meses. O FC Porto não divulgou o R&C do primeiro trimestre de 2016-17, aproveitando a nova opção que permite que a SAD não tenha que prestar as informações trimestrais (directiva comunitária 2013/50 da União Europeia).

Contas só em fevereiro
Assim sendo, terminou o mês de novembro e o FC Porto não comunicou à CMVM as contas do primeiro trimestre, que basicamente incluíam todas as movimentações da SAD entre 1 de julho e 30 de setembro, com negócios curiosos como os de Boly ou Depoitre, entre muitos outros. 

Podia tê-lo feito, mas optou por não o fazer, tal como o Benfica. Já o Sporting decidiu apresentar as suas contas trimestrais. Convenhamos que tinha motivos mais sonantes para o fazer, pois tem um lucro de quase 63 milhões no primeiro trimestre. Mas a partir do momento em que uma SAD opta por divulgar as contas trimestrais, terá que o fazer durante os dois anos subsequentes. O FC Porto preferiu não divulgar nada perante o mercado e os seus sócios. 

Desta forma, a SAD do FC Porto terá até ao final de fevereiro para divulgar as contas do primeiro semestre, ou seja, os resultados do exercício até 31 de dezembro. O exercício será fechado antes da abertura do mercado de inverno, mas os resultados serão apresentados já depois do mercado de inverno fechar e da inevitabilidade do FC Porto vender jogadores em janeiro. 

Fica assim explicada a ausência de contas trimestrais da SAD para análise e debate neste espaço. Quem queria boas notícias, também não perdeu nada. 

Outras leituras:

5 comentários:

  1. TdD,
    Muito bem, mas...
    Quanto ao facto do FC Porto ter de vender não me preocupa. Temos gente emprestada suficiente para colmatar qualquer eventualidade que seja imperiosa: Marega, SUK, Gonçalo Paciência...etc...etc...
    Relativamente à equipa, o NES, pelo que vejo, conseguiu pôr a equipa a jogar bem defensivamente, mas não tem conseguido definir uma estratégia atacante minimamente eficaz. Treinar, instruir, incentivar os médios para ver se alguém se destaca a rematar de meia distância e tentar aproveitar quaisquer rematadores de meia distância que eventualmente existam no plantel. Treinar mais empenhadamente os lances de bola parada de modo a tirar mais rendimento deles... (caso exemplar Pizzi no Benfica e Adrien Silva no Sporting).
    É que as equipas adversárias quando defrontam o FC Porto jogam sempre encolhidas no seu meio-campo. Jogam em antecipação a fim de interceptarem os passes dos médios para os atacantes azuis e brancos e tentam explorar o contra-ataque para criar instabilidade na equipa portista. Por outro lado os dragões têm muita dificuldade um futebol apoiado em jogar ataque contínuo, porque para jogar neste sistema, é preciso um aumento de velocidade nas desmarcações e o que é também muito importante, grande criatividade daqueles elementos que fazem a diferença, ou seja, aqueles que através da sua técnica, virtuosismo e inspiração, conseguem desmontar os super-ferrolhos (autocarros de dois andares)...
    Armando Monteiro
    https://dragaoatentoiii.wordpress.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. dragaoatentoii disse:

      Quanto ao facto do FC Porto ter de vender não me preocupa. Temos gente emprestada suficiente para colmatar qualquer eventualidade que seja imperiosa: Marega, SUK, Gonçalo Paciência...etc...etc...

      Se isto não fosse um assunto sério até dava para rir.

      Eliminar
  2. Só não divulga quem tem algo a esconder.
    Toda a gente com dois dedos de testa sabe que muita coisa correu mal esse trimestre e com o NES a dar o ar da sua graça como nosso treinador, isto ia ser um barril de polvora que poderia forçar novas eleições.
    Até lá, vão-se tapando os buracos do barco com rolhas e espera-se que não naufrague, ie, em Janeiro há que equilibrar as contas para em Fevereiro dizerem que as coisas estão assim e assado, mas que as vendas em Janeiro já serviram para equilibrar.

    ResponderEliminar
  3. Boas notícias? É claro que neste Trimestre os prejuízos aumentaram. Pode ser que no final do Semestre melhorem ligeiramente mas cada vez acredito menos em milagres...
    Saudações Portistas

    ResponderEliminar
  4. Não tenhamos ilusões.Os jogadores do FCP estão a sofrer desvalorização permanente.Para realizar os mais de 60 milhões, necessários para equilibrar as contas,só vendendo o André Silva e o Danilo.Estes são os únicos que ainda têm bom mercado.Brahimi e Herrera perderam as boas graças dos mercados e hoje valem menos de metade do que já valeram.Mas é a política da SAD e nada mais pode ser dito !!!

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.