segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Aboubashow contra ventos e Coentrões

As circunstâncias prometiam dificuldades que os primeiros 25 minutos confirmaram, desde às condições climatéricas aos efeitos (físicos ou mentais) pós-Champions. Mas isto de trocar o chutão para a frente e as bolas em profundidades nos avançados pela circulação, posse e por uma maior elaboração das jogadas é mesmo coisa para dar tranquilidade, soluções e qualidade à equipa. Um jogo que se podia ter tornado um grande problema resultou numa das melhores exibições das últimas semanas e revelou uma equipa que anda de pontaria afinada, com 10 golos em 4 dias, antes de três jogos consecutivos para três competições diferentes no Dragão no espaço de oito dias. Não há margem para vacilar, mas a jogar assim fica mais fácil. 





Aboubakar (+) - O Professor Bambo e o Mestre Guirrasy podem estar descansados: se depender de Fábio Coentrão, ninguém lhes tira o emprego. Um bom golo de cabeça, um penalty batido de forma defensável mas que matou o jogo (o sexto em seis tentativas na carreira - nunca falhou uma grande penalidade) e uma finalização à ponta-de-lança, antes de voltar a fazer uma assistência de grande qualidade. No espaço de quatro dias, Aboubakar marcou cinco golos e assistiu dois.

É altura de uma pequena retrospetiva. Na época passada, André Silva marcou 21 golos e fez oito assistências, em 44 jogos. Aboubakar, em 22 jogos, já marcou por 20 vezes e fez cinco passes para golo. Ou seja, ainda dezembro não vai a meio e Aboubakar já praticamente pulverizou o registo do seu antecessor (ou deveríamos compará-lo a Depoitre?), tendo desde já batido a sua melhor marca de golos na carreira. 

No Bonfim, curiosamente, não foi feliz nas suas tentativas de 1x1 (exceção ao lance do penálti), mas destacou-se a ir buscar jogo atrás, a tabelar e a abrir espaço para os colegas. E quando chegou aos últimos 20 metros, foi para ser letal: tocou oito vezes na bola na grande área - seis delas foram remates e noutra ganhou um penálti. A melhor maneira de se servirem de Aboubakar é... servindo-o. Já agora, é bom dizê-lo: ainda bem que renovou e que a SAD conseguiu a totalidade do passe antes de janeiro. 


Marega (+) - Deixar de despejar bolas no flanco direito, à espera que Marega apanhe alguma, não só favoreceu a equipa como o próprio jogador. Se no primeiro golo teve a sorte que lhe faltou contra o Benfica, no segundo conseguiu uma finalização perfeita, já depois de ter descoberto sozinho o espaço para assistir Aboubakar para o 4x0 (num lance ao seu estilo, em que quase parece enterrar a bota no relvado antes de conseguir fazer o passe). Marega vai sendo isto, capaz do mau e da utilidade, de falhar com a baliza escancarada e depois fazer um chapéu perfeito ao guarda-redes. Após mês e meio sem intervenção direta em golos da equipa, voltou a colaborar em três e já chegou aos 15 (10 golos, 5 assistências) nesta temporada, números que superam o maior dos otimistas.

Adaptação (+) - Maxi no flanco, Ricardo novamente adiantado, Diego Reyes ao lado de Marcano. Três alterações em diferentes setores, mas tudo funcionou na equipa, curiosamente melhor do lado direito do que do lado esquerdo. Apesar dos calafrios provocados pelo Vitória nos primeiros minutos, a equipa rumou a uma exibição que prova que é possível criar várias ocasiões de golo e chegar com facilidade à grande área sem que isso implique procurar atalhos que não existem no relvado - leia-se, usar e abusar do passe longo. A equipa circulou melhor a bola, Herrera e Danilo seguraram o meio-campo e as oportunidades do Vitória foram escassas. Uma noite descansada.




Que eficiência no VAR? (-) - Aboubakar tentou uma roleta na grande área, sofreu falta, Tiago Martins viu - depois de não ter visto Aboubakar ser agarrado no lance do primeiro golo. Penálti, sem margem para dúvidas. De repente, entra a comunicação do VAR e nasce a confusão. Que indicação recebeu Tiago Martins? De que era penálti? Se era, então porque necessitava Tiago Martins de ir confirmar as imagens, já que a sua decisão inicial era validada pelo VAR? Então o que se passou? Terá Tiago Martins recebido indicações do VAR de que o lance... não era esclarecedor? Ou que não era penálti? Se assim foi, será que o VAR, com recursos a imagens televisivas, conseguiu ver menos do que Tiago Martins no relvado? É verdade, se houve dúvidas, o árbitro foi tirá-las a limpo junto das imagens. Mas se assim é, abre-se o precedente de, doravante, os árbitros irem ver as imagens para confirmarem todas as decisões que tomam? Uma vez mais, o VAR, por cada dúvida que tira, lança outra.

Líder, a depender de si próprio, com o melhor ataque e a melhor defesa da Liga - o FC Porto já não marcava tanto nem sofrida tão pouco, à 14ª jornada, desde a época 1995/96. A duas semanas do natal, isto é rendimento que valha duas ou três prendinhas no sapatinho de Sérgio Conceição. Bem merece.

8 comentários:

  1. concordo, temos muita potencia fisica a frente, faltam nos 2 medios mesmo bons intensos e fortes e mais um def central tambem bom ou talvez nao. Ate agora O jogo em aves e que foi um falhanço total apesar do penalti nao assinalado, o com os lampioes foi uma roubalheira descarada mas enfim e um classico onde pode acontecer de tudo.

    ResponderEliminar
  2. O Aboubakar já renovou. O mesmo nao aconteceu com Marcano. Tendo em conta que o presidente já veio a público dizer que nao pdoe fazer nada, mesmo que o Marcano assine pelo Benfica, é melhor irmo-nos perparando para o ver assinar por um Atlético de Madrid em Janeiro e continuar a titular o resto da época. É Frustrante ver o FCP manietado e sem alternativas, porque só tem 3 centrais.

    ResponderEliminar
  3. O presidente disse a dias na entrevista ao O Jogo sobre a renovaçao de marcano, que daqui a 3 semanas poderá assinar por quem ele quiser, que "não dará o que não poder dar" em termos de salario, ora sendo para mim pelo menos marcano o nosso melhor central e como já vimos é uma grande mais valia ter-lo porque nao o colocar como um dos mais bem pagos do plantel ou ainda mais bem pago que aquilo que já é, entao dos mais bem pagos do plantel, casillas e maxi na proxima epoca nao estarão cá, depois dos outros mais bem pagos (pelo menos dos que acho que serão que nao sei nada disso) entre (alex telles, danilo, herrera, oliver, brahimi, aboubakar), acredito que só aboubakar, oliver e ou alex ou brahimi cá estejam na proxima epoca logo nao entendo o porque de nao por marcano no topo dos mais bem pagos do dragao...

    para dar premios a admnistraçao por terceiros e segundos lugares nos ultimos anos já nao houve nem há poupanças

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. marcano `` e o nosso melhor central mas e agora`` uns tempos atras era tipo marega. Marcano e bom mas nao e extra, faz o seu trabalho, e serio a jogar mas..... nao e um pepe, um balves, um rcarvalho, um jcosta, um fcouto, ate um celso, um geraldao, um ricardo, um lima pereira, um etc.

      Eliminar
    2. A boa moda do porto... Não é o caralho!! E Marcano podia ser um marega para certos lorpas para mim desde a saída do Maicon melhor central do porto

      Eliminar
    3. Desculpa lá mas não sou vidente. Olho para o presente, e no presente o Marcano é o nosso melhor central. E só um aparte, o Reyes tbm ainda não renovou

      Eliminar
  4. Perfeita análise, o SC cada vez nos surpreende mais. Nunca fui grande fã da sua contratação, mas começa a calar-me e vivo bem com isso. Esperemos que não entre em nenhuma situação de rotura que o afaste por suspensão ou que não entre em conflito com a direção / grupo de jogadores. Se isto acontecer, é necessário e imperial que a SAD ajude o treinador no mercado de inverno com pelo menos 2 contratações de acordo com as necessidades deste, provavelmente um extremo e um médio ou ponta de lança (aqui pode ser regressos de rui pedro / gonçalo).
    Bom jogo tal como contra o mónaco e o coitado do Marega lá passa aos poucos de besta a bestial, está novamente a subir de rendimento após a lesão. Já Aboubakar mostra o que já sabíamos, que o ano passado nunca devia ter ido emprestado nem ter sido encostado, é um excelente ponta de lança que ainda pode melhorar mais. No final da época vai ter meio mundo atrás dele.
    Próximo objetivo, taças! não descurar a taça de portugal e tentar recuperar a taça da liga, competição que temos sempre péssimo desempenho mas já está na hora de ganhar, pois não ganhamos títulos há demasiado tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se o Porto vencer apenas a liga já ficaria muito contente, mas se poderem juntar a taça e a taça da liga não me importaria nada

      Eliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.