sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Cronologia

10.02.2016 - A SAD envia à CMVM a proposta de composição do Conselho de Administração para o quadriénio 2016/2020, mantendo-se inalterável. Antero Henrique não está na lista. 

03.03.2016 - Antero Henrique é nomeado administrador da SAD, depois de não ter integrado o quadro inicialmente proposto que foi comunicado oficialmente à CMVM. No espaço de 20 dias, Antero saltou para um cargo que não estava previsto para ele.

07.04.2016 - Pinto da Costa fala dos seus planos para o novo mandato: «O futebol de formação será da responsabilidade do sr. Antero Henrique».

19.04.2016 - Pinto da Costa, após a reeleição da SAD, explica por que Antero Henrique foi oficialmente promovido a administrador. «A entrada do Antero Henrique aconteceu para dar mais coesão à administração, para sentir mais cobertura e apoio de toda a administração. Se propuser algo que entendermos que não está bem, não se faz. Dá-lhe até mais coesão perante o grupo que ele dirige, no futebol, visto que ele e o Reinaldo Teles é que têm os contactos.»

25.05.2016 - Surgem notícias que dão conta de uma (nova) ameaça de Antero Henrique de deixar a administração da SAD, ainda antes da contratação de Nuno Espírito Santo e do ataque à redefinição do plantel da nova época.

25.06.2016 - É publicado no site do FC Porto um comunicado do Conselho de Administração, negando as «alegadas divisões na administração da FC Porto SAD». «Como sempre aconteceu, no seio da administração convivem ideias diferentes, conceções diferentes, caminhos diferentes e da discussão sempre saiu um percurso comum, que todos trilham em defesa dos interesses do FC Porto. É assim desde 1997, quando esta sociedade foi constituída. Desta vez não é diferente e do salutar confronto de ideias sairá uma política que por todos será executada sem quaisquer dúvidas ou constrangimentos.»

18.08.2016 - Novas notícias a apontarem Antero Henrique à saída do FC Porto. 

23.08.2016 - Pinto da Costa, ainda em Roma, reage a essas mesmas notícias. «Eu não reajo a notícias. Uns disseram que sim, outros não. Eu não sei se saio amanhã, nenhum de nós tem a vida nas mãos. É assunto que não é assunto. Foi uma encomenda que foi dada à TVI24. (...) Esse 24 transferências já nos transferiu tantos jogadores que cai no ridículo.»

01.09.2016 - O FC Porto informa que Antero Henrique abandona todas as funções que ocupava no clube e na SAD.

01.09.2016 - Os associados e adeptos do FC Porto aguardam explicações de Pinto da Costa e Antero Henrique sobre o sucedido. E se quiserem continuar a fingir que não há conflitos de longa data na SAD, força. Não tomem é todos os portistas por devoradores de gelados com a testa. Um líder não desmente ou ignora os conflitos. Um líder assume-os, enfrenta-os e resolve-os. E nas palavras de Pinto da Costa, «só os ratos é que fogem». Portanto, que se façam ouvir Antero Henrique e Pinto da Costa. Os motivos para a saída de um e o porquê de um Conselho de Administração (re)eleito em Abril, para um mandato de 4 anos, já estar a ser remodelado. Se os visados não se pronunciarem sobre o sucedido, não esperem que seja um blogue a fazê-lo. 

Ou então continuem a fingir que está tudo bem.

22 comentários:

  1. João Filipe. Sócio.2 de setembro de 2016 às 04:41

    Eu já tentei perceber a influência disto e não sei se é bom ou mau. Sempre me incomodou não conhecer Antero (nunca se dirigiu aos adeptos, à exceção de uma entrevista ao Jogo já há uns anos penso) e nunca o ver defender publicamente a Futebol Clube do Porto (a modalidade que dirige, entenda-se). Por outro lado, tendo ele tido a ascensão que teve após o Apito Dourado leva-me a acreditar que saberá de coisas que muita gente não gostará de saber. No entanto, acredito que tenha sido importante em negócios do clube, nomeadamente transferências.

    Qual a sua/vossa opinião acerca disto? Não sei mesmo o que concluir. E aguardo informações do novo responsável do futebol, mas isso possivelmente estarão a pensar fazer brevemente.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. e então? quem se pode chegar à frente acha que ainda não há suficientes cacos para apanhar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De há uns tempos para cá, alguns criaram a peregrina teoria de que a culpa não é de quem lá está mas de quem se não candidatou. Acho extraordinário.

      Eliminar
    2. e é. de quem não se candidatou e de todos nós que permitimos que as coisas chegassem a este ponto.

      Eliminar
    3. Se acha que se deve criticar os adeptos, não me parece que o deva fazer em relação a "todos nós", mas especialmente àqueles que,especialmente na bluegosfera, sempre deram os amens a tudo o que se fazia no FCP, quando os sinais já não eram nada promissores, enquanto acusavam de traidores quem ousava criticar fosse o que fosse.

      Mas a culpa nunca pode ser de quem não se candidatou, mas sempre de quem governa. Além de que é preciso alguma coragem para alguém se candidatar contra este status quo.

      Eliminar
    4. O meu pai, do alto dos seus 83 anos, disse-me o seguinte quando verificou que PdC iria continuar por mais um mandado e que ninguém se candidatou para lhe fazer frente:

      "Os Portistas irão ter o clube que merecem"

      E na verdade, são palavras na mouche. Se bem que não queremos um clube assim, este é aquele que merecemos face à passividade com que se encara e permite uma "ditadura democrática" que tem tido os resultados desastrosos verificados nos últimos 4 anos.

      Eliminar
  3. Exacto-facto. A FCP SAD deve explicar aos accionistas e ao mercado e o Presidente do FCP deve explicar as sócios que votaram... para além de que os adeptos (quase 3 milhões em Portugal) também merecem saber.

    ResponderEliminar
  4. As divergências da SAD eram conhecidas por todos. Enquanto as partes beligerantes estão (todas) dentro é natural que se esconda a guerra. As palavras de Pinto da Costa em Roma são um sinal de que não pode garantir a continuidade de Antero: "Eu não sei se saio amanhã, nenhum de nós tem a vida nas mãos.". Atrevo-me a ir mais longe. Naquele momento já estava decidida e agendada para dia 1 de Setembro. Caso contrário, ontem não haveria substituto. As divergências são normais dentro de uma organização. A desresponsabilização é que é muito grave. Julgo que Antero deverá ter feito um pacto de silêncio e nem deveria falar nos tempos mais próximos. Quem tem de falar é o Presidente. Mesmo que minta. Ele tem de fazer um balanço do defeso, do plantel, do que falhou e do que se fez de bom. O meu compromisso é com o Porto e com os seus dirigentes actuais. Os antigos passaram à história. Certamente defenderam a sua dama e por este ou aquele motivo sentiram que sairam a perder. Por exemplo, a saída de Angelino Ferreira pela 2ª vez... é para mim muito mais sintomática e representativa de que algo não estava bem. Por último, o Tribunal, em minha opinião não deve estar sempre a mandar o recado de que os blogs é que perturbam a vida do clube ou sad. Os adeptos, sócios ou as pessoas que têm opinião têm o direito de exprimir o seu ponto de vista. Podem até estar erradas, podem não ter os dados suficientes para apreciar a questão mas nunca são os protagonistas, responsáveis ou culpados do que quer que seja. E o Tribunal sabe disso perfeitamente. E as pessoas que consultam diariamente o blog também o sabem. São inteligentes. Não é à toa que perdem parte do seu tempo a ler os textos que aqui são publicados. Na maioria estou de acordo, por vezes não estou. Normal.

    ResponderEliminar
  5. Parece-me é uma de "deixa-me saltar já do Barco antes que ele afunde". Já vi muito disto. É estranho que depois do fecho do mercado, tenha decidido tal destino. Será que tem a ver com as contas do clube e não venda do Brahimi?

    ResponderEliminar
  6. Uma nota apenas: este CA da FCPorto, SAD foi nomeado pela anterior Direcção do Clube antes de, democraticamente eleita, para mais este mandato de 4 anos. Esta nomeação foi, em meu entender vergonhosa e quis assegurar a manutenção do poder à rebelia do aparecimento de uma eventual lista concorrente às eleições do Futebol Clube do Porto, que pudesse vencer!. O poder na SAD ficava assegurado!

    ResponderEliminar
  7. Totalmente de acordo quanto à obrigação de explicações aos sócios. O Antero era demasiado importante para que isso não seja feito. Quanto mais tempo esses explicações tardarem maior será a especulação e consequente contestação. Neste momento acho que o grande receio de todos os portistas é saber se o Antero seria solução ou problema. Um bode expiatório dava um jeitaço nesta altura.

    ResponderEliminar
  8. cheira-me a inicio do fim do ciclo, mais estará para vir.

    Adelino não deixará saudades, terá feito algum trabalho positivo, mas o que fica é o silêncio irritante da não defesa do clube e de se colocar à margem dos sócios, e não dar a cara nos momentos que o clube precisou, e não foram poucos nas últimas 5 épocas no mínimo.

    todo este defeso dá-lhe um muito bom atestado de incompetência.

    ResponderEliminar
  9. Algumas pessoas não compreendem o ser no fim do mercado quando é a coisa mais lógica.

    Entao, com a época em preparação e com o mercado em aberto, queriam mandar embora o homem que mandava no futebol? Está tudo maluco ou quê?

    Então, vamos mandar embora/deixar sair quem desenhou a nova época a meio do mercado? Ao fazer isto, quem vier vem mudar a estratégia (sim, porque pessoas diferentes têm ideias diferentes).

    Vamos deitar fora um ano inteiro de planeamento (sim, porque os clubes preparam as coisas de um ano para o outro, ou pensam que se faz tudo na pré época ou tudo durante o mercado?) e planear a nova época em cima do joelho?
    Se já assim ela não parece, de todo, muito bem preparada, se a fossemos preparar em meia dúzia de dias, era o caus...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e que bem preparada foi esta época e que grande defeso tivemos, e que grande estratégia a deste último ano, dois ou três.

      Eliminar
    2. Mas viste alguma preparação? Perguntas se não está tudo maluco e não olhas em volta? Às vezes somos nós...

      Eliminar
  10. Não sabendo se esta saída é boa ou má para o clube, neste momento, fica ao menos a impressão de que o Antero teve o cuidado de deixar a época de transferências chegar ao fim antes de sair, por forma a não prejudicar eventuais negócios, com o ruído que uma saída destas em plena Silly Season iria provocar.
    O que já me parece evidente é que esta saída é mais do que razão para pedir já eleições antecipadas e passo a explicar porquê:

    - Quando se foi a eleições existia a plena noção de qual o papel reservado a Antero nesta estrutura. Sabia-se qual o rumo, concordando-se ou não com ele e foi não só a reeleição de Jorge Nuno Pinto da Costa aquilo que se votou, mas também a opção por uma continuidade. Ora esta saída arrasa pela base com tudo isto. Quem manda agora na nossa SAD? Ok todos sabemos que para cá para fora o que se vai continuar a dizer é que quem manda é o nosso Presidente, mas aqui entre nós que não comemos gelados com a testa, quem é que manda realmente na nossa SAD neste momento?

    Este é neste momento o nosso Conselho de Administração:​

    Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa (Presidente)
    Adelino Sá e Melo Caldeira (Administrador)
    Fernando Manuel dos Santos Gomes (Administrador)
    José Américo Amorim Coelho (Administrador não executivo)
    Rui Ferreira Vieira de Sá (Administrador não executivo)

    Esta a nossa Direção do Clube:

    Presidente: Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa
    Vice-presidentes: Adelino Sá e Melo Caldeira, Alípio Jorge Calisto Fernandes, Eduardo Jorge Tentúgal Valente, Emídio Ferreira dos Santos Gomes e Fernando Manuel dos Santos Gomes (pelouro financeiro)
    Vogais: António Manuel Leitão Borges, Eurico Fernando Queirós Pinto, Joaquim Manuel Machado Faria e Almeida, Luís Joaquim de Sousa Fernandes, Rodrigo Afonso Pinto de Magalhães Pinto Barros e Vítor Hugo Barbosa Carvalho da Silva.

    Quem manda?
    Olhem bem para isto e vejam se para além de Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa conseguem descortinar alguém que tenha presença, que se imponha pela sua postura e personalidade, que seja conhecido e respeitado no meio, cuja competência, determinação e lealdade ao clube não sejam possíveis de sequer questionar. Muitos destes serão até completamente desconhecidos para a maioria de nós e quanto ao nosso Presidente, falando muito a sério, acho que todos aqui concordamos que já mandou mais do que aquilo que manda agora.

    Então volto a perguntar:

    Quem manda no nosso clube realmente?
    O que eu desconfio é que agora, depois da saída do Antero, mais do que nunca, o nosso clube é governado de fora para dentro, por aqueles que nem coragem têm para dar a cara e se assumir como quem realmente controla esta instituição e, na minha opinião isto não pode ser.

    Desta forma e de uma vez por todas, acho que é chegado o momento de um grupo de sócios liderado por alguém credível e que se assuma de uma vez como alternativa se chegar à frente e apontar ao que ameaça ruir completamente com o nosso FC Porto. Concordando-se ou não com esta última reeleição é preciso ter consciência que não foi a estrutura atual, aquela que foi sufragada nas urnas e por isso precisamos de alguém que se assuma definitivamente e que avance para suscitar o debate, sabendo que não será fácil de enfrentar os interesses instalados, quando estes lhe caírem em cima mas que este é o único caminho que pode minimizar os estragos.

    Por isso mais uma vez apelo que alguém se assuma de uma vez. Que ponha de lado os seus próprios interesses pessoais e que avance para o resgate do Nosso Grande Clube. Ou é agora ou poderá ser tarde demais.

    POOOOOOOORTOOOOOOOO!!!

    ResponderEliminar
  11. 99% dos portistas nem sequer conhece o timbre da voz de Antero Henrique. Sendo assim a sua posição será sempre frágil porque as pessoas só o conhecem de o ver no banco de suplentes.

    Tiago A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A imagem que fica é Antero a jogar no telémóvel e Lopetegui revoltado e zangado com o que se passava em campo!
      Sei que Lopetegui, não foi uma escolha de Antero mas precisa de jogar Pokémon GO na altura ? Minto, na altura não tinha sido lançado esse jogo, portanto só podia ser candy Crash!

      Eliminar
  12. A minha teoria da conspiração:

    PC está há muito descontente com o trabalho de Antero Henrique.
    Por diversos motivos (contratuais, morais, pessoais, etc), não pode simplesmente despedi-lo de diretor. Um despedimento unilateral poderia criar demasiados problemas, muitos dos quais não solucionáveis em tribunal.
    Então dá-lhe maior responsabilidade e eleva-o a administrador.
    O AH deixa de ser funcionário do clube, passa a ser nomeado pelo CA.
    O seu vínculo deixa de ser puramente laboral e passa a ser estritamente de confiança do CA.
    A partir deste momento, o comportamento de qualquer administrador é avaliado pelo CA e acionistas fortes em conjunto.
    O CEO PC pode lavar as mãos e dizer que a decisão não é só sua (apesar de ter sido só sua a decisão de nomear...).
    AH, previsivelmente, falha em toda a linha. Não vende, nem compra. A equipa fica manifestamente mal preparada para o desafio #1: vencer o campeonato.
    AH aceitou a corda que lhe foi oferecida para o seu próprio enforcamento.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  13. Tenho visto muita discussão sobre o papel do Antero nas conquistas do FC Porto. Nem toda a gente conhece bem a personagem além da imagem do telemóvel e naturalmente acaba por ficar na dúvida no julgamento.
    Pois bem, eu conheço e explico alguns mitos:
    - Futebol: não é verdade que AH tenha tido uma posição de destaque no FCP que conquistou os grandes títulos. AH assumiu uma posição de relevância no pós Mourinho. É verdade que o FCP foi várias vezes campeão a seguir a isso. Mas que mais fez do que já tinha feito antes desse período e que foi recuperado por José Mourinho depois de 3 anos terríveis? Apesar de ter tentado capitalizar para si o sucesso do FCP a verdade é que a decadência do futebol foi-se agravando à medida que AH ganhava mais poder na estrutura. O insucesso do FCP não se fez nos últimos 3 anos. Após a saída do AVB que a desgraça se anunciava ano após ano. Ou não se lembram como ganhamos os campeonatos com o VP? A degradação do FCP, a renúncia ao modelo que fez sucesso de comprar barato e vender caro tem a impressão digital clara deste senhor...
    - Formação: qual o exemplo de sucesso da política deste senhor na formação? será o projeto Visão 611 que em 2016 continua sem revelar um jogador decente? Será a política de arrastão que fez com que quase todos os miúdos com algum potencial fossem levados para o Porto em fornadas para depois serem dispensados da mesma forma sem qq critério. Vcs sabem que o André Gomes que hoje está no Barcelona passou pela formação do Porto e foi dispensado, não sabem?
    - Modalidades: qual o sucesso que AH conseguiu nas modalidades? Arrumar com o grande senhor do Hoquéi Patins que era Ilídio Pinto para por fim a uma década de hegemonia portista na modalidade? Usurpar o que a equipe liderada pelo Vitor Santos fez no andebol, quando estes conseguiram colocar o FCP tb como vencedor hegemónico na modalidade para destruir todo o trabalho que estava a ser feito (bendito Prof. Magalhães que vai salvando o andebol da desgraça total). Acabar com o basquetebol de uma forma vergonhosa para os atletas que honraram a camisola durante anos, como Nuno Marçal? Mesmo que após uns anos o basquetebol tenha voltado vencedor, essa mancha jamais se apagará e renega tudo o que ser portista deve significar...foi uma vergonha o que fizeram com os nossos atletas...e este senhor nem sequer deu a cara
    - Por fim, para quem não conhece o Antero, eu ajudo a fazer um retrato: internamente acabou com a estrutura unida e coesa que o FC Porto sempre teve. Na sua insegurança, dividiu para reinar, destruiu o clima entre os colaboradores internos até tornar o ambiente de trabalho insustentáve. Tem dúvidas...perguntem a qualquer funcionário do FC Porto como é trabalhar lá no reinado deste senhor. Externamente acabou com todo o posicionamento do FCP perante os clubes pequenos, a Liga, a FPF. Como se achava um génio e os outros todos fraquinhos...foi sempre desrespeitoso, mentiroso, enganador e sobranceiro com todos à volta. Resultado: vcs lembram-se quando o Porto dominava e tinha ao seu lado todos os pequenos clubes? quando tinha influência na Liga? Pois...quem está do nosso lado hoje? Quem nos respeita? Quem nos segue? As alianças não são feitas com soberba. Perguntem ao Sr. Reinaldo Teles como era no tempo dele. Se ainda estivesse vivo, perguntariam ao Domingos Pereira como era antes deste senhor o ter arrumado e levado à depressão.
    Não estou aqui a dizer que saindo o AH a estrutura fica toda bem. Muito longe disso e muita coisa tem que mudar. Mas não tenham dúvidas que quem acredita no FCP e na sua alma, a saída deste senhor é a melhor notícia do século. Adeus e não voltes!!
    Quanto a Luis Gonçalves dois únicos comentários: percebe muito mais de futebol a dormir que o AH acordado e é muito mais Portista e com alma de Porto do que AH alguma vez será!

    ResponderEliminar
  14. Ora deixem lá ver se eu entendo: segundo SD 2016, AH foi sempre desrespeitoso, mentiroso, enganador e sobranceiro. Extraordinário! O Sr. Presidente Pinto da Costa deverá estar muito decrépito. Durante 26 anos nunca conseguiu descobrir estas “ qualidades “ de AH que SD 2016 nos descreve aqui com uma precisão impressionante. Fantástico! AH conseguiu estar vinte seis anos no Clube, incluindo 11 anos à frente do futebol profissional a desrespeitar, enganar, mentir e nenhum dos Srs. Administradores da SAD se apercebeu. Então e o que dizer da promoção de AH a Administrador há cerca de cinco meses? Estariam todos a dormir? Ainda bem que acordaram e agora com Luis Gonçalves (que mesmo a dormir sabe muito de futebol ) é que vai ser. “ Largos dias têm cem anos “. Cordiais saudações. Jorge Monteiro.

    ResponderEliminar
  15. Isso mesmo JM. Infelizmente o Presidente e os restantes administradores deixaram que isso acontecesse. Acho fantástico que todos se queixam que o FCP bateu no fundo, mas depois ficam muito indignados quando se coloca o dedo na ferida. Não sei se agora é que vai ser. Sei que o que foi com o AH não pode ser mais

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.