segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Um passo em frente após tantos para trás

Quintero decidiu
«Mandámos embora o Defour, mas parece que temos 5 ou 6 em campo». Reacção de quem assistiu comigo à difícil vitória sobre o Braga, por 2x1. Percebe-se a base da crítica, ainda que o essencial tenha sido garantido: 3 pontos antes da paragem para as selecções, na qual Lopetegui terá certamente muito que discutir com os jogadores que ficarem por cá.

Este Braga de Sérgio Conceição, se não for vítima da intolerância de António Salvador como outros projectos anteriores foram, é equipa para se meter na luta pelo 3º lugar e por uma ou duas Taças. Bons jogadores, bom treinador, boa equipa. Por isso é que a vitória, mesmo suada, foi daquelas que sabem bem. E quando o campeonato regressar, talvez se perceba o quão importantes foram estes 3 pontos, pois até ao final da 1ª volta o Braga talvez seja a equipa que mais condições tem para tirar pontos ao Benfica - cujos maus resultados na Champions não nos ajudam em nada, pois estamos a competir com eles em Portugal, não é na Europa.

Foi o primeiro de 3 jogos seguidos em casa: o próximo é um clássico de Taça que ninguém quer perder (aproveitando a paragem nas selecções, Lopetegui deverá priorizar quem ficar nas próximas 2 semanas no Olival, mas não é altura para uma rotação à Jesualdo), e o seguinte em caso de vitória deixa os oitavos da Champions à vista. Uma fase importante da época, onde o FC Porto tem que conjugar resultados com evolução. Ontem só foi possível a primeira.





Danilo em grande forma
Locomotiva pela direita (+) - Uma perguntinha: quanto é que custou Danilo? Há tantas semanas que não ouço ninguém questionar o preço do jogador, até estranho. Está numa forma impressionante, física, técnica e táctica, e em cada subida que o vemos fazer pelo corredor está cada vez mais patente o espírito de Porto. Com o afastamento do veterano Maicon da selecção do Brasil, pode vir a ser titular e confirmar-se como o jogador de projecção Mundial que é. Falta que as suas subidas sejam mais capitalizadas, com golos ou assistências. Ontem a trave não deixou e um adorno também não.

Os miúdos arrumaram a casa (+) - Rúben Neves e Quintero fizeram tudo parecer fácil, com um simples pormenor: nunca virar as costas para o jogo. Quando Rúben Neves recebe a bola, está sempre orientado para a frente, e tem uma qualidade de passe invulgar para além de 17 anos (talvez por ter essa qualidade é que Lopetegui pense nele para 8). Quintero recebe muitas vezes de costas, mas sabe rodar sobre a bola e consegue soltá-la de olhos fechados - a jogar sempre assim, Óliver (que ontem não esteve bem) teria vida bem difícil na titularidade. O golo, claro, foi decisivo.

Outros destaques (+) - Há muito que queria ver um golo de Indi. Sempre que há golos, além de correr 50 metros para felicitar o marcador, dirige-se sempre para a bancada, de punho cerrado, a puxar pelos adeptos. As pequenas coisas que definem o carácter de um jogador. Além de estar a evoluir (o golo do Braga não é culpa sua), já marca e tem uma postura que vai fazer dele um jogador muito feliz no FC Porto. A destacar Brahimi: muitas vezes pecou pelo individualismo, mas era ele quem ia empurrando a equipa para a frente. Ele próprio cai na tentação de tentar assumir o jogo quando as coisas não estão a sair bem colectivamente, mas não é isso que as estrelas tentam sempre fazer? Nota para Tello. Ainda algumas más decisões, mas fartou-se de tentar o 1x1, deu profundidade, velocidade ao jogo e nunca deixou a ala adormecer, em 90 minutos sem quebras.





Virar as costas ao inimigo (-) - O fenómeno de multiplicação de Defours merece ser analisado e discutido. Todos concordam que a titularidade de Marcano não funcionou. Ter Marcano em campo significava uma coisa: sentido posicional, mas sempre passe curto e recuado. Os centrais saíam, Marcano devolvia. Herrera baixava mas não conseguia pegar no jogo. Quando Óliver, Tello ou Brahimi baixavam para tentar ser eles a construir, já a equipa do Braga estava bem organizada. Assim é difícil. Mas o principal destaque é a reacção de Lopetegui: estava sempre a reclamar com Marcano e com os médios, por virar as costas ao jogo. Ou seja, a equipa não estava a fazer o que o treinador pedia. Mas o treinador também saberá melhor que ninguém que ter 3 centrais em campo, numa equipa já com nítidas dificuldades na saída de bola, não ia ser remédio santo.

Estratégia sem retorno
Saída de bola (-) - Numa equipa que já tem na posse de bola a sua imagem de marca, não deixa de ser irónico que haja tantas dificuldades na saída de bola. Mas a verdade é que essa posse de bola é em grande parte obtida ainda dentro do nosso meio-campo. Os médios estão quase sempre de costas voltadas para o jogo (foi assim que Brahimi perdeu a bola para o 1-1). Rúben Neves mudou isso. O 6 do FC Porto tem que assumir esse papel, sobretudo se os centrais não constroem. Campaña ontem teria sido uma boa aposta, mas Lopetegui terá entendido que ainda não era a altura de o lançar. De qualquer forma, de nada vale ter tanto bola se depois são as individualidades a garantir as vitórias. É que tem sido quase sempre assim.

Toca a acordar (-) - Alex Sandro salvou um lance em que Pardo ia fazer o 2-1 para o Braga, mas o modo soneca na primeira parte tem que acabar. Não só porque está a menos 2 anos do final de contrato, como assim de certeza que não volta à selecção do Brasil. E Ángel não anda a dormir. Marcano não teve uma má exibição, teve a exibição que o seu futebol e as características do jogo só podiam oferecer. Herrera teve os piores 45 minutos da época, entalado no meio-campo de grande qualidade do Braga. Óliver não teve o virtuosismo a que já nos habituou (e Quintero deixou o «aviso» na segunda parte). Jogadores importantes que precisam de mostrar mais nestes grandes jogos, mas repito, não haverá muitas equipas a bater este Braga.

16 comentários:

  1. Meio campo tem revelado enormes deficiências ! É mais que obvio, Casemiro como o disse aqui na altura da sua contratação não me enche o olho, mas mesmo agora sem ele em campo, é notória a falta de qualidade dos nossos medio centro! Acho que o grande problema este ano tem sido esse, Oliver, tecnicamente é extremamente dotado mas ainda tem que evoluir muito, Herrera é um fiasco completo, longe muito longe do que fez no Brasil, perde inúmeras bolas fáceis, não dá clarividência ao nosso jogo, e a posição de trinco nem Marcano nem Casemiro tem metade da capacidade do Fernando... falou-se tanto do Clasie que agora mais que nunca vê-se a falta de faz um jogador com a sua qualidade!! Campana e Otavio... B.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, o Herrera tem deixado muito a desejar, o ideal teria sido aproveitar a grande valorização que ele teve com o mundial e tê-lo vendido e com esse encaixe ter ido buscar o Classie (este sim, grande jogador, mas como MC e não MD), mas isso não aconteceu e como tal agora só resta esperar a sua evolução neste modelo (resistência ele tem, se melhorar posicionamento e passe pode tornar-se um grande jogador...).
      Para MD, além do Casemiro (ainda não vejo neste jogador qualidade que faça o FCP avançar para a sua compra em definitivo) temos o Ruben (embora, na minha opinião não será para fazer todos os jogos) e o Campaña, que terá seguramente as suas oportunidades (e pelo que se tem visto na B, parece um bom jogador, à imagem do que o Lopetegui pretende). De notar que o estilo de jogo do Lopetegui não pede um jogador como o Fernando (até o Mikel, quando melhorar, terá dificuldades em ser opção neste modelo, ele que será o jogador mais parecido com o Fernando que possuimos), mas sim um construtor de jogo recuado, que consiga aliar a recuperação e ajuda aos centrais com a ligação entre a defesa e o meio campo/ataque.
      Acho que o Porto ficaria a ganhar com a utilização de um meio campo com: MD- Ruben, Casemiro ou Campaña; MC- Óliver, Herrera; MO- Evandro, Quintero ou Brahimi (a ordem em que coloquei os diversos jogadores por posição é irrelevante, o que pretendo salientar é que na minha opinião o meio campo deveria ser constituido por um jogador mais defensivo, um jogador de apoio, tanto no momento defensivo como no atacante e outro mais atacante). No entanto, esta é só a minha opinião e respeito as escolhas do treinador, no qual deposito grande confiança.
      Filipe da Costa

      Eliminar
  2. Foi um muito bom espectaculo de futebol em que tivemos uma equipa para jogar com e não para jogar contra (que é o normal no nosso estádio e até fora), por isso os adeptos não estão habituados a sofrer assim e pensam que a equipa tem vai ganhar sempre e que os outros estão simplesmente ali a fazer figura de corpo presente.

    Este jogo foi um típico jogo da domingo da Liga Inlesa... emoção, qualidade, respostas do banco.

    Lopetegui, mais uma vez, errou na abordagem inicial ao Braga.... já começa a ser uma imagem de marca do nosso treinador os erros de análise iniciais mas também é uma imagem de marca a resposta correcta e decisiva ao que o jogo precisa, onde ele lâ bem o que se precisa.

    Nós fizemos um bom jogo mas o Braga, especialmente na 1ª parte, soube contrariar os nossos argumentos.

    Quando se critica Herrera, mais uma vez, e se esqueçe que o nosso meio-campo foi completamente engolido por um erro estratégico, é estar a ser completamente faccioso.

    Herrera, Oliver e Marcano, não foram competentes porque Sérgio Conceição não deixou, tão simples quanto isso, pois que enquanto o Shakthar optou por uma estrátégia de golpes com jogadores rápidos entre linhas, o Braga optou por uma estratégia de pressão e preenchimento do meio e quando Herrera ou Óliver tinham que descer para receber a bola, não estava ninguem nas linhas da frente, para recebe-la e empurrar o Braga para trás... assim é impossivel um jogador jogar bem.

    Marcano, que na sua missão de recuperação esteve regular, não sabe dar um inicio de construção ao jogo o nque básicamente segnificava que o Braga estava a jogar com mais um jogador quando nós estavamos em posse.

    A correcção foi feita com o risco de ter Oliver e Quintero ao mesmo tempo no meio campo, mais Brahimi na Esquerda, que são tudo jogadores sem grande qualidade defensiva posicional (Oliver é muito aguerrido e trabalha muito mas para ser um 8 que dê qualidade posicional de equilibrios à equipa, ainda falta muitos anos a jogar dessa maneira).

    No final uma vitória justa por aquilo que se passou globalmente no jogo e essencialmente um bom jogo de futebol, com emoção oportunidades de ambos os lados e essencialmente a sensação que aquilo podia não ficar por ali (2-1).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo com a sua análise menos em relação ao Herrera tem feito jogos muitos maus um bocado à imagem da época anterior e se ao fim de tantos jogos nas pernas agora com um novo treinador continua Sistematicamente a falhar tantos passes no meio-campo e a desaparecer do jogo como Sistematicamente faz e também a não fazer a devida pressão para recuperação de bola como Sistematicamente faz ( acaba por fazer geralmente nos minutos iniciais e depois desaparece ) não se chega à infeliz conclusão que Herrera é um fiasco então não sei o que mais de mau ele pode fazer para se ver isso!

      Eliminar
  3. Tenho muita esperança em Campaña, sabemos que não era a primeira nem segunda opção de Lopetegui mas a verdade é que olhando para a carreira do jogador, foi precisamente com Lopetegui que atingiu o seu maior potencial.

    Além disso, de todas as últimas equipas que ele já representou, nenhuma se adequa tanto ao seu estilo de jogo como o Porto.

    ResponderEliminar
  4. Impressionante como se abordou o jogo com Marcano a trinco. Reyes é muito melhor de bola e tínhamos um campana que num mau dia e melhor que qualquer central na posição 6. Digo o mesmo para neves.

    Espero sinceramente que Lopetegui se tenha apercebido que tal como ate o jogo da B vs Olhanense mostrou, um meio campo bem definido com jogadores adequados aos seus papeis é crucial para dominar o jogo. Um medio ofensivo que pense o jogo da equipa no ultimo terço (quintero, Evandro) um medio de ligação que jogue bem entre linhas (Oliver e pelo que vi Tiago Rodrigues adequam se. Casemiro a 8 era algo que gostava de ver) e um trinco com bom posicionamento e passe que jogue de frente para a bola ( neves e campana são os únicos verdadeiros 6 do plantel, para que inventar?)

    6, 8, 10. É assim tao difícil estruturar um meio campo? Já custa ver este Porto em sub rendimento.

    ResponderEliminar
  5. Este Porto ainda está longe de ser uma equipa consistente, muitos jogadores novos (também na idade) um treinador sem experiencia, 1º época a treinar uma equipa grande com grau de exigencia elevado. Temos que dar tempo para crescer. Há um momento do jogo que confirma o que escrevi, no último minuto dos descontos há canto a nosso favor e o Quintero mete logo a bola na área. Não vi ninguem no banco ou dos jogadores de campo dar indicação para perder tempo e marcar um canto curto para guardar a bola. Falta muita experiencia a todos, tudo é possivel mas não estou nada optimista para esta época, com as más 1ªs partes e as ofertas da defesa/meio campo basta os adversários esperarem pelo erro para terem oportunidades de marcar, só ontem o braga tem algumas.
    mirp

    ResponderEliminar
  6. O porto nao tem um 11 inicial todos os jogos o treinador mete um gajo novo a jogar!! Alem disso os jogadores não rematam a baliza ou quando rematam nunca e para a baliza. Querem entrar com a bola dentro da baliza!!

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde!!

    O jogo interior da equipa deve ser uma questão a ser discutida nestes dias de paragem. Actualmente, a equipa "vive" só à custa dos flancos. O FCP coloca a bola demasiado cedo nos flancos!!! Os adversários já se aperceberam e claro, fecham os flancos.

    A meu ver o FCP deveria também jogar mais subido, com os centrais próximos à linha de meio campo.

    Acho que não é uma questão de qualidade de jogadores mas sim de um problema que tem de ser resolvido por Lopetegui. Apesar deste ponto negativo, continuo a achar que o treinador terá sucesso, pois parece-me muito competente.


    Fica a minha opinião.
    Continuação de um bom dia!



    ResponderEliminar
  8. Mas vocês acham que o Braga joga sempre assim?

    ResponderEliminar
  9. Meu Caro TdD,
    Sou leitor assíduo do blog. Acho que é dos poucos locais que assinala algo que é evidente: o Lopetegui é um alvo, ou melhor o FCP é um alvo. As criticas que têm sido feitas a uma equipa totalmente renovada, com ideias de jogo novas e um treinador novo são de má fé. O FCP vai empatar a casa de um candidato ao titulo, com um penalti por marcar aos 89min, e o Marco Silva deu um festival, está a fazer crescer a equipa, e o FCP é que fez um péssimo resultado! É esta a ideia que se quer passar!!
    E o sócio do fcp é por natureza exigente, a juntar à ansiedade de querer ganhar pode ser perigoso.
    Nem tudo está bem. O início da construção do jogo está verde, e hoje percebo bem a vontade do treinador em contratar o Classie. Falta qualquer coisa aquele meio campo. Por outro lado, Lopetegui tem demonstrado alguma dificuldade em "acertar" no onze base, sendo que por outro lado tem demonstrado boa leitura, e consegue mexer no banco. Ainda não perdemos e a equipa está a crescer.
    Conforme é referido este braga não será fácil. E o fcp tinha de vencer este jogo, 4 empates seguidos não era desesperante mas era péssimo, ainda para mais com 15 dias de paragem. O que íamos ter de aturar. Mas venceu-se, venceu se a jogar com nervo/garra! E esse é já uma imagem do FCP do Lopetegui, garra! Viu-se este fds e viu-se na ucrania.
    Não concordo com a falta de chama deste post, gostei da equipa considerando a ansiedade natural pelo passado recente. Agora há que melhorar. Acredito que esta equipa estando em vantagem cedo vai ser imparável. E terminar com os erros individuais, que mais uma vez nos levaram a sofrer um golo. Os 3 golos dos dois últimos jogos têm origem em erros individuais.
    Assim, agora com calma, 15 dias de preparação para uma vitória forte frente aos lagartos!

    ResponderEliminar
  10. Caro Tribunal Dragão, depois destas sete jornadas e da vantagem de 4 pontos e a serem levados ao colo, porquê nos unimos a essa corja na questão da liga?
    A Cs tem olvidado estes pormaiores e tendo em conta que se começou assim com um Calendário acessível imagino quando apertar!
    Na Lc não têm essas ajudas e a realidade não mente...
    Mas já começam a ser demais as ajudas...e o clube impávido e sereno...
    Quanto ao nosso Fcp o problema é o meio campo...
    Clasie seria mel nesta equipa... Talvez o Campanã ?
    Herrera é inconstante e a equipa continua muito desligada e afastada entre sectores...
    Os erros em Shaktar e Braga são da equipa muito afastada e sem linhas de passe...
    Não creio que seja ideia de Lopetegui... mas falta um coletivo, continua a existir muito individualismo ....
    Acredito que a equipa começará a carburar a partir de Dezembro, mas o andor pode ser muito grande nessa altura

    ResponderEliminar
  11. o Herrera é de longe o pior elemento do plantel, e é de propósito que digo elemento porque jogador ele não é de certeza... é mau demais ver o gajo perder bolas e bolas em tentativas de passes de 5 metros pro lado ou para trás. não admira que o jogo da equipa muda como de noite para o dia quando entrou o Quintero (já tinha saudades dele! deve jogar mais) que coloca melhor a bola a 50 m do que o Herrera a 5.

    também percebo a hesitação do treinador quanto a entrar com 3 miúdos como Rúben, Oliver e Quintero no meio campo, mas uma coisa é clara, a solução não vai passar pelo Herrera (quem me dera o Defour de volta em comparação).

    ah, e não concordo nada com a avaliação positiva do Brahimi neste jogo, subiram-lhe a cabeça os tais golos contra o BATE. espero que ele volte a colocar os pés no chão rapidamente

    ResponderEliminar
  12. Caro TdD e Caros portistas,

    Volto a este forum fazer um sério apelo!
    Julgo que nunca até hoje vi um ataque tão serrado ao nosso clube e a um treinador nosso. Ataques baixos inclusivamente. A comunicação social está bem empenhada na tentativa de nos fazer cair. É altura de cerrar fileiras, senão vejamos:
    O slb perdeu de facto jogadores que não lhe permitem ter o plantel do ano passado, mas o 11 base é mt parecido com o do ano passado. Mudou um GR, perdeu o Garay e o defesa esquerdo que nunca foi deles e o rodrigo. Estão mais fracos, mas têm um 11 base muito competitivo para o nacional, têm o mesmo treinador há 6 anos e como tal, se o desgaste não se fizer sentir em Portugal serão competitivos. O palhaço do jj já percebeu isso e o discurso dele é nesse sentido. O nivel deles está bem patente nos jogos da Champions, onde levaram 2 banhos de bola. Aliás, em 6 anos de jj apenas 1 vez passaram a fase de grupos!! Mas quem fala disso?? Até arranjam desculpas para o que se passou! Foi porque sofreram um golo cedo, foi porque tiveram uma expulsão, tudo isso justifica a derrota. Depois perdem na alemanha, festival de bola, mas foi ... um mau jogo. Tudo é justificado. Em portugal têm sido levados ao colo. O sporting, candidato ao titulo de acordo com o presidente, poucos jogadores perdeu, tem o melhor treinador do mundo!! Está a 2 pontos do fcp e 6 do slb, mas não tem mal nenhum. Empate com o maribor (não sei se é assim que se escreve) e foi azar. Perde em casa com o chelsea, e as crónicas dizem que foi um jogo fantástico, mas é normal perder. Empatam em casa com o outro candidato ao titulo, depois de terem 4 empates e uma vitória aos 90min em casa, e com o penalti perdoado contra o fcp, mas eles é que fizeram grande jogo, o fcp foi fraco. Ou seja, a ideia que passa é que o fcp perdeu 2 pontos e deve estar desanimado.
    MEUS CAROS,
    O FCP está a construir uma equipa, não só com novos jogadores como jogadores muito novos de idade. Tem um treinador novo, partimos de uma folha em branco depois de um ano efectivamente terrível. Temos um treinador que não sei se por ser o único na 1ª liga que é estrangeiro é insultado na tv, destratado e criticado por tudo e todos. No entanto, segue sem derrotas, passou a pré eliminatória da champions com 2 vitórias contra o 3º classificado em frança e lidera o grupo da champions. Ah pois e tal, venceu ao BATE por 6-0 os piores da champioms... curiosamente ganhou ao Atletico de bilbão... e tem 3 pontos. Quantos têm os lagartos e os mouros???
    Em Portugal temos sido prejudicados evidentemente. Até o ojogo ontem faz capa do penalti aos 93min contra o fcp, nada dizendo do penati não marcado ao 20min sobre o alex! Não podemos "emprenhar" pelos ouvidos e jornais desportivos!!
    Estamos a construir uma grande equipa, o treinador com os defeitos que tem transmitiu garra e nervo à equipa: quantas equipas conseguiriam empatar o jogo na ucrania, depois de falhar um penalti e sofrer 2 golos como sofreu, com erros individuais e infantis apesar de estar a dominar todo o jogo?? Com muitos defeitos que ainda possam ser apontados, quer ao treinador quer à juventude da equipa, estamos a crescer e fortes! Sem perder e com garra!! Criticas construtivas sim, o que tem acontecido não devemos permitir!
    Termino como comecei: é altura de cerrar fileiras, estar unidos e continuar a caminhada numa época que acredito nos trará muitas alegrias.
    AR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assino por baixo, também eu estou farto deste tratamento desigual que se pratica em PT entre os clubes da capital e o FCP.
      Estou farto das tentativas de minimização das nossas conquistas com o discurso da fruta e do café com leite quando do outro lado se procede de igual forma ou pior.
      Infelizmente é esta a nossa realidade, foi o grande legado do orelhas que conseguiu unir a comunicação social numa grande campanha nacional que visou a descredibilização da instituição FCP, e do nosso presidente PdC, tendo sido muito bem sucedido e bem apoiado pelos média da capital.
      As investigações só se fazem ao nosso presidente e contra o nosso clube (quem não se lembra do tratamento que deram ao FCP no caso da penhora da "cagadeira" do antigo estádio das Antas por dívidas ao fisco, e como procederam no caso das dívidas dos lampiões...), os casos de arbitragem são sempre a favorece-nos e a prejudicar os outros (os programas televisivos são bem criteriosos na escolha dos lances e na análise dos jogos e arbitragens...), os comentadores desportivos são escolhidos a dedo para nos difamar, chegando mesmo a tons de chacota, para não falar dos relatos dos nossos jogos comparando com os dos outros (as equipas que nos defrontam são sempre acessiveis, mesmo fracas, sendo as nossas vitórias por demérito deles, enquanto que os adversários dos outros são sempre de grande nível e as suas vitórias são sempre inequívocas...). Que saudades do Rui Moreira a comentar no Trio d'ataque...
      Mete nojo, e ainda têm a lata de afirmar que querem acabar com o sistema!!! Que sistema pergunto eu??? O único sistema é o que sucessivamente leva os clubes da capital ao colo, o sistema do "andor"!!!
      Mas concordo, os portistas devem unir-se e não desarmar, devemos apoiar sempre, principalmente nesta altura em que o cheiro a "trampa" que aparece dos nossos inimigos, borradinhos de medo, a tentar retaliar com as suas armas, isto é, a tentar deitar-nos abaixo, desunir-nos.
      Quero eu dizer com isto, e parafraseando o TdD, do AR (ao qual me junto nesta "resposta") e muitos outros Portistas (o P grande é propositado), não pode partir de nós a crítica (destrutiva), não devemos emprenhar pelos ouvidos e entrar na onda que está a ser "manhosamente" criada. E verdade que existem falhas, mas o caminho é longo, e unidos seremos mais fortes. Cerremos então fileiras e lutemos juntos pela conquista de muitas alegrias.
      Abraço a todos os portistas,
      Filipe da Costa

      Eliminar
  13. Foi um bom jogo de futebol, por isso parabéns às duas equipas. Gostei muito de ver o braga, creio que fará um bom campeonato.

    A nossa equipa continua a alergica ao corredor central. Será por estarmos no inicio ou o modelo de jogo do sr lopetegui é um bocado limitado? É que eu consigo perceber a ideia da variação constante do centro de jogo, mas se temos 3 corredores, porque usar só 2? S queremos entrar pelas linhas, o mais fácil seria provocar o adversário pelo meio para dps atacar o espaço nas linhas colocando os nossos extremos em 1x1. O que tem acontecido é um buraco enorme no corredor central. Ainda por cima temos jackson, q segura muito bem a bola e combina com os colegas para dps pedir bola nas costas da defesa p.e.
    Na minha opinião é mt limitador que a ideia seja apenas conseguir espaços para cruzar. Principalmente se tivermos em conta que o corredor mais perigoso é o central. A única explicação que encontro para isto será a falta de coragem ou confiança do treinador nesta altura para meter passes pelo meio em inicio de construção. Creio que terá que acontecer, portanto devem é criar-se condições para o fazer da forma mais segura possível, para n acontecerem erros parecidos com os q cometemos nos últimos golos sofridos; aquilo não são erros defensivos, mas sim d transição, pq já tudo percebeu como nós saímos sempre a jogar. Portanto vou continuar a dar o benefício da dúvida ao treinador, mas já está a demorar demasiado tempo a evoluir a forma de jogar da equipa. Porque se for só isto, teremos outro quique flores. Espero q n...
    Individualmente, creio q o melhor foi danilo. Andava para lhe dar um voto há vários jogos mas havia sempre alguém a brilhar mais. Mas fruto de um conjunto de boas actuações que vem fazendo creio que seria impossível n votar nele desta vez. També tello esteve muito bem, desta vez fazendo 90 min em que volta e meia lá criava perigo. Mas tem que decidir muito melhor.
    Alexsandro continua a ter erros graves que creio que se devam a falta de concentração, pq dps acaba por compensar as falhas com boas intervenções.
    A dupla de centrais tem estado bem, mas é mt limitada na construção e os adversários sendo assim nem pressionam, impedindo q a bola entre nos médios. Acho q têm q s assumir mais como construtores na 1a fase, provocando com passes plo meio ou com transporte de bola para dps soltar qd sairem na pressão. è desta forma q podemos evoluir, pq dps temos ruben neves com qualidade de passe vertical para jackson segurar por exemplo e esperar pelo movimento interior do brahimi ou tello. Não podemos é continuar alérgicos ao corredor central e os nossos centrais devem ter uma palavra a dizer porque quase nunca têm pressão.
    marcano fez o que podia, foi um erro do treinador e herrera para mim está mais que visto, não percebo a insistência. Dá jeito em jgos que tenhamso que defender mais atrás. Mais nada. Demasiado limitado tecnicamente, não dando sinais de evolução. Mas se bem me lembro guarin era parecido e acabou por explodir...veremos, mas eu estou a ficar sem paciência.

    Quintero voltou a estar bem novamente. Para já parece que os últimos jogos estão a trazer mais confiança, veremos se chega para fazer um jogo decente a titular. Mas julgo q ja se percebeu que ele é bom é no meio. Esqueçam lá o falso extremo que ele para isso acho que não serve por várias razões.

    Por fim, algo que me vem confundindo desde o inicio. POrque começar com ruben a 6 nos primeiros jogos e depois colocar casimiro nesse lugar adiantando o ruben para 8? O míudo é na minha opinião o melhor 6 que temos, deixem-no jogar ali. E o campagna se não tira o lugar o marcano a 6, então vai jogar quando? Creio que o treinador está a dmeorar algum tempo a corrigir alguns erros, mas tem o meu apoio e masi que isso o beneficio da dúvida, porue eu não me esqueço que estamos a construir uma equipa nova. Mais uns 2 meses ou 3 e aí sim se verá se lopetegi tem unhas para a tocar viola. é que com esta viola é preciso fazer bem mais do que lutar pelo campeontao. Com muito menos Vítor Pereira foi bicampeão e passou uma fase de grupos.
    JReis

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.