terça-feira, 29 de março de 2016

Que futuro para Quintero?

FC Porto continua a investir
Não há um único portista que alguma vez tenha duvidado do talento de Quintero. Vimo-lo no Mundial de Sub-20, naquela entrada no Bonfim na primeira jornada de 2013-14, na forma como se abriam mil possibilidades quando a bola encontrava o seu pé esquerdo. Todos sabem que Quintero é um jogador de enorme potencial. Só há um grande problema: é exatamente o mesmo jogador que o FC Porto contratou há quase três anos. Ou seja, muito potencial, muitas expetativas, mas nenhuma evolução ou rendimento e não mais do que um protótipo de jogador.

As notícias que o apontam ao Internacional não fazem o menor sentido na perspetiva de reintegrar Quintero no plantel principal do FC Porto. Quantos jogadores é que o FC Porto recuperou depois de os emprestar a clubes brasileiros? Pois.

Mas a partir do momento em que Quintero, em janeiro, renovou com o FC Porto até 2021 (ou seja, renovou por mais quatro anos), só se poderia admitir que o clube tencionasse reintegrá-lo no plantel principal no curto prazo. Ir para o Brasil, seja por dois meses ou um ano, não vai ajudar Quintero a evoluir no sentido de ganhar estofo para jogar no FC Porto.

Argel ainda não aparenta ter grande experiência na evolução de jogadores, até porque a sua carreira tem sido marcada por enorme instabilidade: desde o início da carreira de treinador, em 2008, já passou por 19 clubes. O futebol praticado pela sua equipa no Campeonato Gaúcho não impressiona. Teoricamente também não parece haver grande espaço para encaixar Quintero no Internacional, entre jogadores como Anderson, Rodrigo Dourado, Sasha ou Alex. Havia vaga após a saída de D'Alessandro, mas o Inter já contratou outros três jogadores para o miolo.

Além disso, as inscrições para o Campeonato Gaúcho já fecharam. Ou seja, se Quintero for para o Internacional, nem sequer poderá jogar no curto prazo e vai ficar parado à espera que possa ser inscrito na CBF.

O Globoesporte diz que a ideia é ficar com Quintero até dezembro. Ou seja, nem sequer se abriria a hipótese de Quintero ser chamado à pré-época de 2016-17. Mas se Quintero renovou em janeiro, teria que ser tendo como referência planos bem melhores do que o empréstimo a um clube brasileiro. Além disso, diz o Globoesporte que o empréstimo será feito por 200 mil euros. Tendo como referência que ter Quintero durante uma época desportiva completa custa 200 mil euros, também todo e qualquer tipo de sanidade impedirá a crença de que renovar com Quintero tenha custado cerca de meio milhão para o agente Riccardo Calleri. O R&C do FC Porto poderá certamente comprová-lo. 

Dirão que o FC Porto tem que proteger o ativo e defender o seu investimento. Mas há algo que importa ter em conta: Quintero já está pago. A SAD acabou de pagar Quintero, no primeiro semestre de 2015-16. E a SAD tem 100% do passe de Quintero.

Ou seja, não há o problema de a SAD ainda estar presa à obrigatoriedade de ter que pagar mais dinheiro por um jogador para o qual não há planos de médio prazo; e a SAD tem 100% do passe de Quintero, ou seja, não há parcelas de fundos que possam condicionar uma hipotética venda. Quintero é 100% do FC Porto. 

Mas sobra o maior problema de todos eles: o próprio Quintero. Quintero é o principal responsável pelo seu insucesso no FC Porto e na Europa. E estas recentes bocas de Quintero a atacar o treinador do Rennes são mais um exemplo da quase crónica falta de sintonia com os treinadores com quem tem trabalhado.

Quintero no Rennes: os números
Quintero tem muito talento, mas está sempre chateado com o mundo. Não se empenha, não tem a humildade devida, não sabe aproveitar os ensinamentos dos mais experientes e não responde bem aos treinos e aos treinadores.

Os treinadores do FC Porto raramente se enganam nestes aspetos. Se um jogador, por mais talentoso que possa parecer, não está a ter mais tempo de jogo, então há uma forte razão por trás disso. Por exemplo, era muito fácil bater em Paulo Fonseca por não dar mais tempo de jogo a nomes como Quintero, Ghilas ou Iturbe - que bem que lhes tem corrido a carreira fora do FC Porto, não é?

Quintero não jogava mais com Paulo Fonseca porque não trabalhava para isso; não ficou com Lopetegui pois não trabalhava para isso; e agora no Rennes volta a ter problemas com um treinador que queria apostar nele. E note-se que apesar de nada garantir que José Peseiro fique no FC Porto para 2016-17, quando se pensa no regresso de algum médio, Josué ou Otávio estão muito à frente de Quintero.

O culpado é o jogador, que não trabalha o necessário. Mas a gestão da sua situação no FC Porto também levanta questões. Por exemplo, em dezembro de 2014 a SAD comprou o resto do passe por 4,5M€ - depois dessa operação, Quintero deixou de ser opção para Lopetegui, apesar de ainda ter feito uma boa sequência de jogos na primeira fase da época.

Em janeiro, Quintero renovou por mais quatro anos. Desde então, deixou de jogar pelo Rennes. Quintero joga 20 minutos e já não aguenta. Fica rebentado ao fim de 6 sprints. Quintero pode ter nascido com um pé esquerdo dotado, mas a condição física trabalha-se. Quintero não sabe jogar futebol se não tiver a bolinha no pé esquerdo. E isso também se trabalha.

Apesar de Quintero ter evoluído zero desde que foi contratado, o FC Porto redobrou a aposta nele quando comprou o resto do seu passe. Quintero já tinha sido um jogador imensamente caro - os 100% do passe acabaram por ficar por 9,5M€. De notar que o Pescara só fez uma venda mais cara em toda a sua história (Verratti, ao PSG, por 12M€). E a terceira maior venda custou metade de Quintero (De Sanctis). Tendo em conta que Quintero nem era titular do Pescara e nenhum clube italiano quis contratá-lo em 2013, o FC Porto começou muito cedo a pagar por potencial e talento, mas não mais que isso: apenas potencial e talento que continuam a não ser aproveitados. Sobretudo pelo jogador.

Quintero é o maior responsável pela sua falta de evolução. Mas... não foi ele quem decidiu comprar mais 50% do seu passe por 4,5M€, nem renovar o seu contrato por mais 4 anos, nem encaminhar o seu empréstimo para um clube brasileiro. Ora, se o FC Porto aumentou a sua aposta em Quintero, então o talento do jogador terá que ser muito melhor aproveitado. Há essa responsabilidade. Isso implicava não só puxar por um melhor comportamento, profissionalismo e rendimento do jogador, mas também encontrar o meio onde acham que ele vai evoluir. Dificilmente será no Internacional.

Falta um médio-ofensivo no plantel principal do FC Porto; compra-se o resto de Quintero e renova-se com o jogador; e agora empresta-se o jogador a um clube brasileiro, nem sequer havendo espaço para surgir na pré-época? Não bate certo. Poderíamos dizer que Quintero é um caso quase perdido, de um jogador que não sabe aproveitar o talento que tem, mas depois das operações de investimento no atleta só podemos esperar que venha a ser o craque que prometia ser em 2013. E se em janeiro de 2016 renovou-se com Quintero quando faltavam (e continuam a faltar) jogadores a José Peseiro, então tem que haver futuro para Quintero no FC Porto.

22 comentários:

  1. O Montanier já não é treinador do Rennes desde Janeiro. As bocas não foram para ele.

    ResponderEliminar
  2. Se fosse este caso único. Creio que num dos empréstimos do Rolando sucedeu a mesma coisa. 1º renovou e depois foi emprestado. Maicon igual, Varela, Walter e afins. Sinceramente não compreendo. Ou melhor, compreendo. Temos que pagar favores a empresários a quem devemos dinheiro de comissões e de percentagens de futuras vendas, e estas renovações são uma forma de compensar isto!!!
    Não se encontra uma estratégia desportiva neste momento.
    Hoje encontrei num blogue a opinião de um adepto que dizia que, "....quando nos começamos a comparar com os outros e sempre a dizer que somos os maiores, é que começamos a perder. O FCP não tem que se comparar a ninguém, tem que ser único." E eu concordo

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente creio que o futuro do Quintero será semelhante ao do Walter. A qualidade está lá, faltam outras coisas. No plantel duvido que volte a ter espaço, a questão é saber como vai o Porto conseguir recuperar os 10 milhões de euros que investiu nele.

    ResponderEliminar
  4. E agora venham dizer que a sad não merece ser demitida pois a culpa é dos árbitros.

    SANGUE NOVO NO FCPORTO

    ResponderEliminar
  5. Precisamente, sempre achei o Quintero um jogador preguiçoso e indisciplinado, com um grande talento, mas sem força mental para o trabalhar e potenciar - e jogadores desses, nunca tiveram lugar no FC Porto (pelo menos, no FC Porto que conhecemos). Acredito que o clube queira rentabilizar o investimento feito; e o ideal para o conseguir seria colocar o jogador a rodar num clube como o... Rennes. Se nem aí se conseguiu afirmar, duvido, na verdade, que houvesse algum clube de média dimensão europeia que o quisesse acolher, e daí até compreendo a opção Internacional.

    Provavelmente, o Quintero até explodiria num Braga, Guimarães, Marítimo, P. Ferreira, mas nunca aceitaria jogar num desses clubes. Agora, é esperar que a experiência no Brasil corra bem, mas sem grandes esperanças

    ResponderEliminar
  6. O Walter não é mau profissional, é só gordo... E ninguém o conseguiu ajudar a corrigir a alimentação e hábitos. Notar que o que matou o Quintero com Lopetegui foi não aguentar 20 minutos de jogo. Lembro-me de entrar e após uma corrida, estar parado com os bofes de fora... Na primeira época não mostrava isso. O Walter nunca mostrou que o excesso de peso o impedisse de jogar e correr, ainda que o limite muito como jogador de potencial que é.

    ResponderEliminar
  7. Só há uma coisa que eu não percebo na história do Quintero (e do Walter, e outros semelhantes): não há nenhum clube da nossa 1ª liga interessado no jogador? Mesmo que não paguem salário o jogador e o Porto ganhavam bem mais em tê-lo a evoluir no nosso campeonato.

    ResponderEliminar
  8. http://2.bp.blogspot.com/-qm85mhfW9DQ/Vo8T9NapWwI/AAAAAAAAFgc/d6_Bz_ZU1zQ/s1600/Emprestimos%2B16-01-08.png

    54 MILHÕES de euros em empréstimos. É preciso dizer mais alguma coisa?

    A SAD neste momento está enterrada em areia movediça e quanto mais se mexe mais se enterra.

    Dispensar o Vítor Pereira? Ficou pior. Contratar o Paulo Fonseca? Ficou pior. Contratar o Lopetegui? Demorou um pouco mas ficou pior. Contratar o Peseiro? Ficou pior. Contratou Adrián, Quintero, Casillas, Imbula, etc. etc. etc. etc. etc.? Ficou pior!

    Percebia-se perfeitamente se estivessem a reorganizar a estrutura, se estivessem a desenvolver a formação, se estivessem a abater passivo. Mas NADA disto está a acontecer, é tudo ao contrário.

    Que futuro para o Quintero!? Que futuro para o FCP?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Schhtt, não digas isso ou ainda és apelidado de portista de vitórias

      Sim,para muitos, dizer que o rei vai nu é crime. Mais dia menos dia vão começar a disparar processos contra os sócios que derem voz à indignação

      A cada dia são mais evidentes as razões pelas quais PdC não sai, as razões que levam o tero a recusar convites dos grandes da Europa, as razões que levaram o AlexPdC a fazer as pazes com o pai etc, etc

      Assim não espanta que o filho de PdC apesar das suas limitações seja empresário, o ex-cunhado do Tero seja empresário, o ex-genro de PdC tenha sido empresário, o irmão do caldeira seja empresário etc,etc

      A vergonha n tem fim mas ainda há quem queira disfarçar este estado de coisas e calar a revolta dos que amam o Fc Porto

      Eliminar
  9. Mais um negócio incompreensível. Renovar mais 4 anos com este pastelão? Nem na equipa B tem lugar com a mentalidade que tem.É mais um negócio à Porto atual que ninguém entende.Mais 4 anos com incompetentes à frente de um clube que com a sua incompetência se está aos poucos a transformar no terceiro clube português. Voltamos aos anos 70.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não sei se sabes mas a SAD já investiu mais de 10M neste jogador. Queres que o deixem sair a custo-zero?

      Eliminar
    2. https://en.wikipedia.org/wiki/Sunk_costs#Loss_aversion_and_the_sunk_cost_fallacy

      Err, sim. Que vá chular outros.

      Eliminar
  10. Gostava que alguém me explicasse a lógica por trás do negócio Casemiro que hoje veio a publico. Como é que se cobram comissões sobre um jogador que nem era nosso e que nem sequer foi vendido?? ´
    Não dá para entender. Isto está a saque?

    ResponderEliminar
  11. Acabei de ler esse leak sobre o Casemiro e estou em estado de choque. Até estava a tentar escrever aqui algo, mas isto não tem ponta por onde se lhe pegue.

    É incrível a capacidade de uma empresa que dá prejuízos milionários ano após ano (porque os dá, mesmo quando se safa à conta do "milagre" das vendas de jogadores e dos estratagemas da livre transferência de bens entre clube e empresa) em distribuir somas chorudas entre os amigalhaços e familiares.

    A última vez que vi disto foi no BES. E todos vimos como terminou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Miguel tens o link para o leak? A ser verdade a história das comissões sobre um jogador emprestado é escandaloso.

      Quanto a Quintero é mais um com talento mas que é preguiçoso e não treina para mim não é jogador de futebol.

      Eliminar
  12. Subscrevo, errar numa contratação é aceitável, mas as decisões posteriormente tomadas (ler a partir do "Mas...") deixam muito a desejar. Já agora não compreendo também a fixação do FCP de emprestar jogadores para o campeonato brasileiros (Serão favores?). Ligas como a Belga ou Holandesa teriam feito muito bem, julgo eu, por exemplo, a Ghilas e Kelvin.

    Lamentável também o leak relativo ao Casemiro...

    ResponderEliminar
  13. Dou por mim a pensar que valia a pena ir a Fátima a pé pedir pela libertação do clube.

    Não temos que ganhar sempre mas temos que gerir de forma competente e honesta os recursos disponíveis

    Acham que é isso que acontece?

    ResponderEliminar
  14. O negócio do Casemiro foi somente o melhor de sempre para o F.C.Porto. Ter aqui um jogador emprestado pelo Real Madrid e ao fim de um ano o Porto receber 7,5 M€ é caso unico, nāo só no Porto como em Portugal. Foi uma grandissima operaçāo para o clube. É natural, normal e mais que tudo licito, que quem fez este negócio receba a sua recompensa. Grave são os pagamentos em actos de compra de jogadores que por si só custaram milhões! O caso do Casemiro é unico e tomara ao Porto ter muitos jogadores emprestados que rendessem milhões ao fim de um ano. Só por má fé, ou desconhecimento, se pode criticar quem recebeu legalmente dinheiro por ter trazido um grande negócio e um grande jogador para o nosso clube. Pensem, pela vossa cabeça e nāo critiquem por criticar. Grave é pagarem fortunas na compra de jogadores ( sempre sul-Americanos) como os Quiñones ( onde anda essa pérola?), Caballero ( outro?), Reys, Livchnovskys, Quinteros, etc... Nesses casos o Porto comprou jogadores fraquissimos e pagou milhões a quem fez esses péssimos negócios. Esses sim devem ser questionados e perguntar porque se paga numa compra? Agora criticar quem traz dinheiro para dentro do clube e recebe por esse trabalho? Pensem no que dizem e nāo critiquem só porque alguns lançam a confusāo.
    Força Porto. Nāo vamos desistir Nunca. Porto até morrer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda ninguém falou do negócio Casemiro e já cá temos um comentário a defender que estamos perante o melhor negócio da história do FC Porto.

      Notável.

      Eliminar
  15. "O Porto pagou 1,26 milhões de euros em comissões dos 7,5 milhões que o Real Madrid recebeu pelo médio brasileiro Casemiro, segundo revela hoje o jornal português "Record" com documentação filtrada em exclusivo pelo site "Football Leaks".

    De acordo com estes contratos, a empresa Vela Management Limited -pertencente ao universo da Doyen- recebeu esta quantidade mas acabou por pagar uma parte substancial à empresa Energy Soccer, liderada pelo filho do presidente do Porto, o agente de jogadores Alexandre Pinto da Costa.

    Concretamente, esta comissão por "prestação de serviço de gestão e acompanhamento desportivo de Carlos Henriques Casemiro" ascendeu a 700.000 euros em virtude de um contrato assinado em janeiro de 2015, cinco meses depois da chegada do jogador a Portugal.

    A operação à qual estes papéis fazem referência aconteceu no verão passado, quando o Real Madrid decidiu recuperar Casemiro após completar uma notável temporada no Porto, onde tinha jogado emprestado.

    No seu contrato de empréstimo -assinado em troca de 1,2 milhões de euros- figurava uma cláusula que permitia aos "dragões" assegurar a sua contratação em troca de 13,8 milhões, segundo os documentos aos quais o "Record" teve acesso.

    O Real Madrid, no entanto, guardava o direito a bloquear dita opção de compra com o pagamento ao Porto de 7,5 milhões de euros, como acabou por fazer.

    O médio brasileiro fez parte do onze inicial dos últimos encontros do conjunto merengue sob o comando de Zinedine Zidane e acumula um total de 25 jogos esta temporada, 18 deles como titular."

    ResponderEliminar
  16. Que futuro para Quintero?
    Integrado no plantel, longe dos relvados. Todos os dias no ginásio a fazer 20km na passadeira. E só saía de lá depois de os cumprir, fossem 3 horas, fossem 10.

    Comissões do negócio Casemiro? O FC Porto recebe o valor devido a uma claúsula no contrato entre Real Madrid e FC Porto, assinado no Verão de 2014. Aqui não há intermediários de negócios nenhuns, pois não há negócio. O Real Madrid activa uma claúsula do contrato entre os clubes.
    Absolutamente rídiculo. O FC Porto está a saque. Futuro merecido desta direcção? Choça ou linchamento, por favor.


    AA

    ResponderEliminar
  17. Essa historia das comissões do negócio Casemiro é tão surreal quanto o próprio negócio em que o Real paga uma pequena fortuna por um jogador emprestado que já é seu.
    Em ambos os casos os lesados são os clubes, parecendo mesmo que são golpadas para meter dinheiro ao bolso.

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.