sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Transferir jogadores é uma trabalheira

O Tribunal do Dragão errou. Errou quando, em março, recomendou aos leitores que se tornassem intermediários de jogadores, a melhor profissão do mundo. Foi um erro deixar essa recomendação: não enverguem por essa carreira, pois dá uma trabalheira imensa.

Surge isto a propósito das aquisições discriminadas pelo FC Porto no R&C do primeiro trimestre. O FC Porto detalha apenas cinco transferências (Imbula, Corona, Danilo Pereira, Victor Garcia e André André). E apesar de apresentar apenas cinco jogadores, a SAD revela que pagou comissões a... 14 (!) empresas/empresários. Imaginem a trabalheira que estas entidades todas devem ter tido para assinar meia dúzia de papéis. A saber:

- Onsoccer International - Gestão de Carreiras Desportivas, S.A.
- Media Base Sports, S.L.
- 380 Around Marketing, S.L.
- Northfields Sport BV
- Cantera Latina SA de CV
- Tigerfish Ltd.
- Energy Soccer
- Proeleven
- Calitecs SA
- Gondry Financial Services Limited
- Vela Management Limited
- Alexander Zahavi
- Ricardo Riviera
- Pedro Regufe
Relatório e Contas da SAD do primeiro trimestre de 2015-16
Não vão encontrar mais do que informação residual, leia-se moradas fiscais, para a maioria destas empresas-fantasma. O FC Porto especifica ainda um pagamento de 1M€, mas não revela por que jogador. Mas vamos por partes. Primeiro, avaliando as cinco operações especificadas pelo FC Porto, sendo que a SAD não revela a rúbrica fornecedores, logo neste momento não é possível confirmar quanto e quem deve a SAD.

20M€
Imbula e Corona - Negócios proporcionados pela Doyen Sports (no caso de Corona, com interferência de quem trouxe Otávio para o FC Porto), inflacionados pela impossibilidade de partilhar direitos económicos com terceiros, e nos quais o risco é totalmente atribuído ao FC Porto. A ideia é valorizar tanto o médio francês como o extremo mexicano para depois serem transferidos. Os jogadores quase podem passar pelo FC Porto sem que a SAD mexa um cêntimo, pois a ideia é que o comprador futuro supere o investimento do FC Porto. Veja-se o exemplo de Brahimi, por quem o FC Porto ainda só pagou 500 mil euros, e que não ficará para além do fim da época. A engenharia financeira com a Doyen para contrariar o fim da partilha de passes imposta pela FIFA, essa, é que não deixa de expor o quão dependente a SAD está de terceiros para fazer grandes investimentos em jogadores. A diferença é que o risco é cada vez maior, pois é uma avaliação de 30,5M€ em 2 jogadores que são produtos inacabados e que nem foram convocados para jogar com o Tondela - Lopetegui não tem que meter a jogar quem tem que ser valorizado, tem que meter a jogar quem acha que treina e joga para isso. Quem não vê os treinos não tem direito de julgar as convocatórias do treinador. Um dos problemas do FC Porto, a tal falta de mística, não é não ter jogadores que são portistas desde pequeninos - é contratar jogadores que no momento em que assinam pelo FC Porto já têm em vista uma transferência.

2,8M€, 80%
Danilo Pereira - Assim se vê a imposturice do presidente do Marítimo, que andou muito ativo aquando das notícias que apontavam Danilo ao Sporting, dizendo que o euro era igual a norte e a sul e mais umas quantas nhaniches. Danilo já nem era do Marítimo, era do Portimonense. Foi comprado por Teodoro Fonseca, o empresário de Hulk e de Walter, e só depois transferido para o FC Porto. 2,8M€ por 80% do passe não é uma avaliação despropositada para o valor de Danilo, de todo, mas mostra que só se queixa de guardanapos quem não é usado como tal para benefícios pessoais. 

Victor Garcia - O FC Porto podia tê-lo comprado logo no primeiro ano em que esteve emprestado? Podia, pois podia. Mas terá sido mais interessante deixar que fosse a Northfields Sports, uma empresa de Marcelo Simonian, a comprar primeiro Victor Garcia, por uma ninharia, para depois o FC Porto comprar 50% do passe com inflação: 1,8M€. Alguma vez viram algum jogador sair da Venezuela com uma avaliação de 3,6M€? Gostamos de Victor Garcia, mas esta política aplicada na equipa B, de receber jogadores estrangeiros por empréstimos para depois comprá-los já com inflação (como foi exemplo também - e sobretudo - Kayembé) a empresários serve os interesses de muita gente, mas não do FC Porto. Se acham que é bom, comprem logo, porque se for caro, então não é adequado para chegar à equipa B; caros deviam ser os que chegam e jogam logo na equipa A. Por exemplo, Gleison já não se livrará de uma compra inflacionada se ficar no FC Porto. Até porque é jogador do Portimonense, de Teodoro Fonseca. E jogadores como Ismael Díaz ou Leonardo Ruiz (pois, novamente emprestado), quanto custarão se ficarem a título definitivo no clube? 

André André - Chegou ao FC Porto pelo valor da cláusula de rescisão que tinha em Guimarães e também com intervenção de António Araújo, que tinha parte do passe. Neste momentos todos concordam que foi uma excelente compra, a valer cada cêntimo. 

Quando custou?
Agora, de destacar que o FC Porto pagou 8,622 milhões de euros com encargos com transferências. Não é tudo comissões, pois aqui também estão por exemplo os prémios de assinatura para os jogadores, mas também não é possível ver os valores detalhados. E a SAD devia fazê-lo. Por exemplo, quanto custou Osvaldo? Os 4M€ que um vice-presidente do Benfica o acusou de ter custado (e que não foi desmentido) é o preço de um ano de contrato ou algum valor pago ao Sud America?

O FC Porto revela, por exemplo, que Maxi Pereira custou 2M€. O empresário fazia essa exigência ao Benfica para renovar com o jogador, logo é natural que tenha recebido esse valor, mas o FC Porto não especifica a quem o pagou, nem confirma que Simonian também interferiu no negócio. Mas depois, o FC Porto especifica que pagou 6,645M€ em comissões (comissões, aqui já sem prémios de assinatura) entre julho e setembro de 2015. 6,645M€. Onde está aquela regra da FIFA que dizia que, doravante, os empresários só tinham direito a 3% das transferências totais?

De realçar ainda que no período homólogo de há um ano, o FC Porto detalhou a contratação de 7 jogadores (Adrián, Indi, Brahimi, Aboubakar, Marcano, Otávio e Evandro) e especificou o pagamento de comissões a 15 entidades. Há cada vez mais bocas a chegarem à chucha. Mas, coitados, transferir jogadores é uma trabalheira que nós, meros mortais e adeptos, não estamos à altura de compreender. 

16 comentários:

  1. Pessoal já digo isto á uns 2/3 anos o nosso clube está entregue à bixarada, só espero que esta gestão danosa não nos leve à falência, abram os olhos !!!!

    ResponderEliminar
  2. Nada que ja nao saibamos;o nosso clube é uma plataforma de jogadores e fonte de rendimento a empresarios.

    ResponderEliminar
  3. A política de transferências á qual a SAD do FCP aderiu e depois de ler o R&C, faz-me lembrar as bulas que vêm dentro das caixas de medicamentos, depois de as ler existe vontade de não os tomar. Pessoalmente, não me interessa saber quais as comissões ganhas por jogadores, dirigentes, intermediários, etc, desde que me dêem futebol de qualidade e com troféus. Com três premissas absolutamente inegociaveis: que não levem a SAD/Clube á falencia, que mantenham capacidade negocial e provem, se necessário, a viabilidade da empresa. Se isso não acontecer, então teremos problemas!

    ResponderEliminar
  4. Nem nunca compreenderemos. Muita gente a ganhar dinheiro sabe se lá como, à custa do futebol. Deixou de ser um desporto para ser um negócio só para alguns, um grupo muito restrito. Mudando de assunto. A conferência de imprensa do aspirante a treinador. A não convocação de Corona e imbula. É verdade que não assistimos aos treinos e muito menos sabemos o que se passa nos mesmos. Mas todos nós assistimos aos jogos. E apercebemo-nos da qualidade dos jogadores. Eu pessoalmente acho Corona um bom jogador. Já imbula ainda não deu mostras que seja o jogador que querem fazer dele. Já ouvi comentários que o comparam ao Fernando. Nem de perto nem de longe. Adiante. Com edta não convocação lopetegui pode-se gabar de ter 30 milhões na bancada. Sim senhor. E agora o que para mim é o descalabro completo. A certa altura o senhor lopetegui afirma:"em 18 jogos perdemos 1". Dando a entender que não compreende a reação do público e dos adeptos. Mas será que o homem está maluco de vez? Terá consciência que perdeu o jogo se não o mais importante um dos mais importantes jogos da época? Ele não perder "um" jogo, perdeu "o" jogo. Faz me lembrar aquele treinador que não sabia onde tinha ou ia jogar.está mesmo na hora de ele ir embora. Não pode continuar.

    ResponderEliminar
  5. Enquanto o FCP não se livrar destas "maroscas" será muito difícil evoluir. Isto serve de interesse para as entidades e para a própria direcção. Há muito que se houve falar destes "truques" e serve para abrir os olhos à massa associativa e muitos adeptos que pensam que é tudo limpinho no FCP e que os interesses do clube estão em primeiro lugar.

    ResponderEliminar
  6. Cada vez mais desiludido com esta politica do clube, o clube é cada vez menos dos adeptos e são cada vez mais aqueles que se aproveitam do clube para enriquecerem. Culpados? Pinto da Costa e toda a sua administração...pode ter feito muito pelo clube mas neste momento está a tirar todos os dividendos.

    ResponderEliminar
  7. Volto a referir o que ja uma vez disse neste forúm, não devemos abandonar quem fez crescer este clube por isso sugiro que mais que mandar embora o PDC este deveria ser nomeado chairman do clube mas que de uma vez por todas haja eleições no clube para nomear um CEO.
    É fundamental modificar a estrutura da SAD (Antero Henriques, Reinaldo Teles, CFO) por alguém com outras ideias alguém que sinta o clube como PDC também o sentiu e nos fez sentir. Um Rui Moreira, um Vitor Baía, Paulo Azevedo ou outro cujo o objetivo fosse efectivamente modificar esta política da SAD evidenciada neste post. Sinceramente dá inveja olhar para os nossos rivais e ver que conseguem manter bons jogadores durante vários anos e com isso fazer uma ligação entre clube e adeptos (Luisão, Maxi, Jorge Jesus, Gaitan, Salvio, Cardozo, Rui Patricio, Adrian, João Mário, Carrillo, etc.) e que os nossos estão sempre a prazo e não mais de 3 anos. porquê? porque a política da SAD é comissionista e para mim chega.

    ResponderEliminar
  8. Boas caros portistas.
    Desde aquelas escabrosas declarações do presidente do nosso clube a denegrir VP e AVB que nunca mais aqui comentei, apesar de ler todos os textos aqui publicado, bem como noutros blogs da bluegosfera. Nesse dia o pouco apreço que tinhavporcesta direcção terminou. Com o treinador aconteceu o mesmo neste jogo. Torcida o nariz ao início, mas esperei para ver. Gostei de muitas coisas, não gostei d outras mas fiquei à espera de ver melhoradas algumas questões. O que não aconteceu. Percebi então que o modelo de jogo do treinador era mesmo assim e que teríamos q ganhar assim, apesar de achar que seria difícil. Ganhamos uma mão cheia de nada. Mas defendi que o treinador devia iniciar uma nova época. Tendo em conta que nada mudou, é preparar já o futuro, mesmo vencendo. E o futuro não se prepara alterando o treinador, mas sim todo o modelo em que assenta o clube. O problema é que o nosso clube está financeiramente preso por arames, por isso têm q se andar a prostituir pelos cantos para podermos ir buscar jogadores todos os anos porque sozinhos n temos capacidade.
    Não me vou alongar mais, deixo apenas um apelo para que quem tiver condições apresente um projecto digno desse nome nas próximas eleições, pois vai ser preciso muito trabalho para voltar a colocar o nosso clube no sítio onde merece. Neste momento estamos lá pendurados com uma mão. E saindo da champions a mão começa a suar e a escorregar cada vez mais...
    Obrigado tdd por ir abrindo os olhos à Carneirada, comigo conseguiu. Espero que consiga com muitos mais.

    Amanhã lá estarei num estádio onde jurei q n voltava, mas este nosso amor é assim, irracional. Apoiarei do início ao fim, mas depois dezoito. Já n m chateio 1/10 do q me chateação, é o que dá abrir os olhos...
    Cumprimentos a todos
    João Reis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. verdade meu, podemos perder ( felizmente agora pouquinho ou nada por isso a revolta ) mas depois daquela ira inicial aquando de alguma bostada la estamos de novo, uma e outra vez e sempre, somos assim.

      Eliminar
  9. se dá assim tanto trabalho então os milhões que eles ganham são merecidos.

    ResponderEliminar
  10. Ou seja... Afinal o badocha sportinguista tem razão?-

    ResponderEliminar
  11. Caro Td....o artigo 18 da Fifa...foi claramente violado nos contratos feitos com a Doyen!
    Perigoso caminho. ...

    ResponderEliminar
  12. O prazo desta Sad terminou. Acomodados não devem ter lugar no clube. Façam um favor, nas próximas eleições retirem-se e deem lugar a outros com ideias novas e com mais garra essa mesmo que falta às primas donas da nossa equipa.

    ResponderEliminar
  13. Esta SAD está a ganhar dinheiro ás custas do clube. Cada vez mais estas negociatas da nossa equipa de futebol lembram os derivativos complexos da bolsa e do sistema bancário. A solução é só uma: aparecer uma candidatura forte e credível para se opor a esta direcção nas próximas eleições. O PDC disse que quando sentir que não tem mais capacidades não se recandidata mas o problema é que a partir de certa idade as pessoas já nem isso conseguem avaliar de si próprias e parece-me que ele pode até começar a ser usado por muitos abutres á sua volta, se é que já não começou a ser usado, para legitimar a presença desses mesmos abutres na direcção e estrutura do clube e continuarem a ganhar dinheiro á custa do clube. É altura de abrir os olhos.

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.