segunda-feira, 30 de novembro de 2015

A fatura de 100 milhões que vai além do treinador

Imbula - 20M€
Adrián - 11M€
Corona - 10,5M€
Quintero - 9,5M€
Diego Reyes - 7M€
Walter - 6M€
Ghilas - 3,8M€
Kayembé - 3,165M€
Kelvin - 3M€
Hernâni - 2,9M€
Otávio - 2,5M€
Evandro - 2,35M€
Gudiño - 2M€
Lichnovsky - 1,837M€
Victor Garcia- 1,8M€
Ricardo Pereira - 1,6M€
Caballero - 1,53M€
Licá - 1,5M€
Abdoulaye - 1,5M€
Andrés Fernández - 1,1M€
Sérgio Oliveira - 650k
Josué - 500k

Estes 22 jogadores custa(ra)m, no seu total, mais de 95 milhões de euros ao FC Porto - excluindo comissões, encargos e salários. Todos eles têm algo em comum: têm contrato com o FC Porto e não jogaram frente ao Tondela.

Poderíamos falar de 100 milhões de euros se considerássemos contratações cujo custo não é revelado pela SAD, exemplos que vão de Osvaldo a Bolat, de Tiago Rodrigues a Roniel. Ora, 100 milhões de euros é mais do que o FC Porto consegue faturar em receitas operacionais numa boa época. E estamos a falar de 22 jogadores, um plantel completo, num clube com equipa B.

Claro que só podem jogar 11 de cada vez, e muitos destes jogadores são jovens ainda à procura de espaço para se afirmar no FC Porto. Além disso, nenhum clube acerta em todas as contratações que faz. Mas é sintomático: 100 milhões de euros à parte. Logo isto é um dos grandes problemas do FC Porto que passam muito além do treinador. 

Adrián López
De todos estes jogadores, só dois se podem enquadrar no mito da espanholização promovida por Lopetegui: Andrés, um dos mais baratos (e cuja contratação não fez nenhum sentido), e Adrián López, que chegou ao FC Porto sobretudo pela mão de Jorge Mendes e num negócio muito particular da SAD (sem envolver comissões, prémio de assinatura e com um faseamento de pagamento pouco habitual - o R&C do primeiro semestre já poderá confirmar o pagamento de parte do valor).

Além disso, vários destes jogadores só chegaram ao FC Porto por via de (se terem sujeitado a passar primeiro por) determinados empresários, quase sempre os mesmos. Num clube com tão ampla prospeção, a nível mundial, dá que pensar serem sempre os mesmos a meterem jogadores no FC Porto. Ou, como foi o caso de Víctor Garcia, o FC Porto a deixar que os empresários metam mão primeiro antes de comprarem.

Com a proximidade do mercado de inverno, e face à possibilidade do FC Porto ir em busca de reforços - não faz sentido ouvirem agora o treinador se não for para o manter até ao fim da época... -, serve isto para recomendar máxima prudência e minuciosidade à SAD. Olhar mais ao departamento de scouting e menos aos catálogos dos empresários do costume. E pensar que o mercado de inverno serve para meter jogadores na equipa titular, não promessas ou projetos de jogador nos quadros do clube. Luchos, sim. Hernânis, não.

Já temos 100M€ à espera por render. Não vale a pena sobrecarregar este valor por quem não vier para entrar na equipa no curto prazo. E com tantos investimentos por rentabilizar, além de todas as promessas da formação e da equipa B, é tempo de questionar qual será o limite para tanto despesismo da SAD.

17 comentários:

  1. Discordo completamente com o uso do nome de Hernanis não.se bem me lembro Hernani é um jogador raçudo, talentoso e esforçado ao contrario de digamos Walter que era um bom exemplo para a expressão. A meu ver suponho eu Hernani não ficou porque o Sr Lopetegui primeiro adora o menino Tello que joga quando se lembra pois veio do Barça e tem ares de vedeta e por um certo incidente segundo se fala com o mamão chamado Quintero AKA desperdicio de talento. Mas pronto são pontos de vista.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem Walter nem Quintero foram reforços de inverno. Estamos a falar de reforços de inverno.

      Eliminar
  2. Na minha opinião o problema é desta lista de jogadores não haver um que seja se quer titular e de modo consistente decisivo. Só nos 5 primeiros estão mais de 50 milhões e até hoje não se aproveita nenhum. Podiam ter os esquemas que entendessem para ganhar $$$ mas ao menos que alguns jogadores fossem mesmo bons e fizessem a diferença.
    mirp

    ResponderEliminar
  3. Olá
    Um conjunto de excelentes negócios para alguns....duvido que para o FCPorto.
    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  4. Destes, em minha opinião, só 8 terão algumas hipoteses de integrarem o plantel na próxima temporada e não, não entra Quinteto e sim Sergio Oliveira que está a tardar em aparecer. Quanto aos seus valores e respectivos agentes, nada, nem vale a pena dizer seja o que for.
    P.S.
    Como se sentirão, hoje, Tonel, Sá Pinto e o presidente do Belenenses? Já Jesus e a restante pandilha sabemos como se sentem....
    Que corrupção!!!


    ResponderEliminar
  5. Sou completamente contra a aquisição de qualquer atleta seja no mercado de inverno ou de verão enquanto este mister for treinador do Futebol Clube do Porto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo. Antes de pensar em reforços para o 11, precisamos de um verdadeiro reforço no comando técnico.

      Daniel

      Eliminar
  6. A melhor contratação de Janeiro era a saída deste treinador que de bola não percebe nada é só nos vai levar a mais uma época desastrada.

    ResponderEliminar
  7. Vai ser difícil rentabilizar muitos destes negócios, isso é que é preocupante.
    Contratar no mercado de inverno só mesmo se for um negócio irrecusável, um jogador que entre de caras na equipa e esses normalmente são caros.

    ResponderEliminar
  8. A conclusão a que é muito fácil de chegar é que o Clube hoje em dia é uma empresa cujo fim é o lucro não do clube em si mas de alguns Srs que enchem bem os bolsos. É triste pois o objectivo seria engrandecer e enriquecer o clube por si só não só a nível financeiro como desportivo. Estamos infestados de sanguessugas basta disto.

    ResponderEliminar
  9. Breve, eficaz e direto.
    Não tenho nada a acrescentar.
    Grande post.

    Abraços.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  10. Com 100M de euros em activos emprestados/encostados cabe na cabeça de alguém fazer uso do mercado de inverno para apetrechar um plantel já de si com soluções para todas as posições?

    Laterais? Layun, Maxi, Angel, García, Rafa
    MO? Evandro, Bueno
    PL? André Silva, Abouba, Osvaldo? (Saíndo o último venha daí Ghilas)
    MC? Imbula e Oliveira não jogam e é preciso outro médio?
    Extremo? Varela e Corona pouco jogam e é preciso mercado?
    DC? Há quatro, 3 consagrados e um com margem de progressão. Não chega?

    Não se admite um reforço do plantel no mercado de inverno. É desnecessário, impossível do ponto de vista financeiro, ridículo do ponto de vista de contenção de custos e absolutamente demente como desculpa para a performance actual da equipa falar de falta de soluções.

    Reforços de inverno? Só se sair alguém e a entrar é desta lista. É crucial ser este o pensamento da SAD neste momento.

    ResponderEliminar
  11. Quando todos sabemos que o FCP faz parcerias, faz 'vaquinhas' e que apejnas investe sempre só por ex., 50%, 70%.. esses tais 100 Milhões estão muito exagerados, empolados !!

    Isto já parece aqueles pasquins de Lixoboa a dizer que Lopetegui invade o balneário mas que o Jasus foi só cumprimentar..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De todos estes jogadores, os únicos que envolveram alienação de passes foram Walter e Reyes. E em ambos os casos, os fundos serão ressarcidos.

      A partilha de risco não existe. O risco é sempre do clube. O dinheiro que o fundo adianta depois vem buscá-lo acrescido de juros. Não vale a pena alimentar esse mito.

      Eliminar
  12. O que mais me entristece é ver que, depois de tudo o que foi exposto neste excelente post, ainda vemos portistas a culpar e a atirar pedras ao Lopetegui quando nem tem nada a ver com este assunto.
    O que está exposto neste post é gravíssimo, muito mais do que o Lopetegui perceber muito ou pouco de bola. Temos uma SAD que está a afundar completamente o clube à conta de enriquecer os seus bolsos e de uns compadres. Chega disto, está na altura de voltar a entregar o Porto aos portistas e a quem gosta e cuida do clube.
    É preciso mudar muita coisa neste clube e o problema está muito mais fundo do que o senhor que temos no banco a comandar as tropas.
    Está na altura de limpar quem não quer estar.
    Está na altura de começar a integrar a malta com ganas, portismo e qualidade que temos na equipa B.
    Está na altura de começar a contratar com critério, jogadores de qualidade para posições carenciadas.
    Chega de Imbulas, Cissokhos e Osvaldos. Acorda Porto, enquanto ainda vais a tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá
      Caro Vasco...e onde está esse portista capaz de receber o FCPorto? Eu sei de um...mas infelizmente para os portistas, preferiu a Câmara Municipal....
      Cumprs

      Eliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.