quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Cinco possíveis adversários e um quinto da época em jogo

Athletic Bilbao, Besiktas, Standard, Copenhaga ou Lille: um deles é o que nos separa da Liga dos Campeões. Não há nenhum adversário que deseje evitar nem nenhum que prefira defrontar. Numa perspectiva de conhecimento do adversário, apesar do Bilbao aparentar ser o mais forte, certamente que Lopetegui preferia encontrar os bascos, mas não vale a pena debater-nos sobre cada um, até porque o sorteio está marcado já para sexta-feira.

Champions, objetivo
a não falhar
Uma coisa é certa: de certeza que nenhum deles prefere encontrar o FC Porto. Afinal, é a 19º participação na Liga dos Campeões que está em causa, um recorde partilhado com Barcelona, Real Madrid e Manchester United (que este ano não vai à Europa).

Lopetegui só vai ter mais 2 jogos para afinar a máquina até ao desafio da primeira mão: dia 9 contra o WBA, o último amigável da pré-época, e no dia 15 contra o Marítimo, na primeira jornada do campeonato. Já não sobra muito tempo, por isso para sábado sobra a questão: dar uma última oportunidade a jogadores ainda em risco de ser dispensados (sendo que vários nem jogaram contra o Everton) ou testar já o 11 base? Pela importância do play-off, opto pela segunda.

Angelino Ferreira assumiu, antes de deixar a SAD, que a participação europeia de 2013-14 deixou um buraco de 8 milhões de euros no orçamento. Em termos de market pool, o que o FC Porto projecta para esta época não irá diferir muito dos 20 milhões de euros, que representam perto de um quinto do orçamento. Com ou sem play-off, os oitavos-de-final são sempre a meta mínima a atingir.

Desta vez, o play-off até traz uma vantagem inédita: a possibilidade de encaixar mais 2,1 milhões de euros, por disputar esta eliminatória. Nenhum dos investimentos feitos até aqui depende do apuramento para a Champions (em termos contabilísticos o investimento para já ronda os 25 milhões de euros, menos do que na última época, mas isso não implica que afecte a tesouraria a curto prazo, pois o investimento imediato será reduzido - a conferir detalhadamente  no R&C trimestral). Mas ainda há quem julgue que o FC Porto está a investir sem paralelo no futebol português.

De qualquer forma, o FC Porto ainda espreita duas investidas caras no mercado, por Clasie e Raúl Jiménez (Iván Marcano será anunciado quando Mangala o for). Não será surpresa se um destes nomes ficar em banho-maria até jogarmos o play-off, até porque está em causa não só um quinto da projecção orçamental para 2014-15, como sobretudo a grande montra onde a máquina de Lopetegui pode brilhar. Mais do que um objetivo, uma necessidade para a próxima época.

24 comentários:

  1. Boa noite! Por ordem de preferência todos menos o Bilbao!
    Mas talvez o Copenhaga fosse em teoria o mais acessível!
    O Besiktas, tem um grande ataque...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Besiktas é fácil, metemos o Quaresma a distribuir autógrafos e os adeptos deles torcem por nós.

      Eliminar
    2. O Demba ba é referência, a ver vamos! Eu queria o Copenhaga!

      Eliminar
    3. Espero que seja o Copenhaga, não por ser mais fácil, mas porque estou a 10 min do estádio :D

      Eliminar
  2. TdD, corro o risco de perguntar algo que já foi respondido noutro post mas como não encontrei aqui vai: Qual a razão que está a travar a oficialização de Mangala no City?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O impasse é da exclusiva responsabilidade do Manchester City. Precisam de libertar uma vaga para licença de trabalho na EPL, por o Mangala ser estrangeiro, e acertar o fair-play financeiro. Nada que coloque o negócio em causa.

      Eliminar
  3. Em teoria o Copenhaga e o Standard seriam os adversários mais acessíveis. Espero que o Porto demonstre já neste último jogo de preparação uma equipa próxima daquela que será a titular durante a época:
    GR: Andrés Fernández (Não acredito que o Lopetegui o tenha contratado para o banco ou para nem sequer ser inscrito nas provas europeias)
    DD: Danilo
    DE: Alex Sandro
    DC: Maicon
    DC: Bruno Indi
    MDC: Casemiro (Se o Clasie ingressar na equipa deve assumir a titularidade)
    MC: Herrera
    MO: Brahimi
    EE: Tello
    ED: Quaresma
    PL: Jackson

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente com tudo, porém, talvez Adrian seja titular em vez do Tello, mas devem rodar os 3 bastante, tal como Quintero. A época é longa e todos devem jogar com frequencia. Os próximos dias devem ser vitais para o Clasie. Jimenez só deve vir se houver entradas de dinheiro garantidas ( Champions ).

      Eliminar
    2. Neste momento esse não é certamente o 11 titular...

      Neste momento e friso, neste momento, o 11 é com o Ruben Neves e com o Adrian no lugar do Tello por combatividade e compensação defensiva.

      No caso tanto do Jimenez, como do Clasie ou mesmo do Marcano, não tem qualquer entrave a entrar na equipa, pois vem para posições claramente deficitárias.

      Neste momento temos 1 jogador para a posição 6 (Ruben) e ou que desenrasca mas não confere o suporte necessário defensivo pois é um 8 e não um 6 (Casimiro).

      8 vertical box-to-box só temo 1 (Herrera) e nada mais... temos é uma inflação que tem de ser limpa de 8/10, a aposto na dispensa dos dois brasileiros (Carlos Eduardo e Evandro e mesmo que algum fique, não vai calçar e só está a empatar outras apostas).

      Se a ideia for meter Quintero mais para a ala, então Sami e Kelvin estão condenados. Resta apenas Ricardo Pereira que pode fazer o mesmo que o ano passado A<>B.

      O plantel não deverá fugir muito disto:
      GR: Fabiano, Ricardo, Andrés Fernandez
      DL: José Ángel, Alex Sandro, Danilo, Opare
      DC: Maicon, Reyes, Indi, Marcano (?)
      6: Ruben Neves, Clasie (?)
      8: Herrera, Casimiro
      10: Oliver, Brahimi
      Alas: Quaresma, Ádrian, Tello, Quintero
      AC: Jackson, Jimenez (?)

      Jokers: Ricardo Pereira (?) e Evandro (?).

      Um plantel de 25 jogadores que eu encurtaria para 24 com a saída de Evandro.

      Caso os jogadores em questão não venham, óbvio que Casimiro irá jogar a 6 com o Ruben e Evandro pode derivar para tentar ser um 8, sendo que assim o Tomás também pode entrar na equação.

      No Ataque e não me parece que o Lopetegui tenha ficado impressionado dom o Gonçalo ao despacha.lo tão cedo do estágio, poderá ser o André Silva a saltar para dar "luta" ao Jackson.

      E no centro da defesa, não me parece que a coisa se coloque pois o Marcano parece-me estar seguro, mas nessa eventualidade o Lichnovsky seria o 4º central.

      E já agora um último ponto... as contratações que a "SAD fez" deram todas buraco (tirando talvez o Opare)... para a próxima será melhor deixar o treinador tomar as suas opções antes de fazer ataques a "custos-zero" que depois são para dispensar.

      Eliminar
    3. desse plantel só podes increver 17 de 20 jogadores na CL sem contar com os "jokers"

      Quem Sai? Acho que estamos a cometer um erro enorme com esta situação
      vai criar bastante mal estar no grupo, porque alguem ( até podem ser reforços?? vai ficar de fora.

      Filipe

      Eliminar
    4. Nos últimos dias vendeu-se a ideia (e quase toda a gente a comprou) que Casemiro não é um 6 e que Clasie não é um 8. Eu acho que é precisamente o contrário. Casemiro não é um Fernando que varre aquela zona toda, mas ainda assim é claramente um médio defensivo. Clasie é dos jogadores mais próximos com Moutinho que vi nos ultimos tempos, mas com menos técnica e classe. Ainda assim, não tem pinta de trinco. Tal como Defour por exemplo não tinha.

      Eliminar
    5. Casemiro não é nem nunca será um 6 e quem o viu jogar no Real o ano passado percebe isso.

      Numa equipa de 2 pivots defensivos em que 1 fica à vez, resulta pois ele tem um raio de ação posicional muito mais curto do que o Fernando ( e que fica defendido com um 2º Pivot ao seu lado) mas verticalmente e a aparecer em zonas de finalização, assim como a nível de capacidade de passe, é muito superior ao Fernando. Para além disso Casemiro tem menos poder de recuperação de bolas "limpas" que o Fernando.

      Por isso Casimiro é mais um 8 com papel de apoio defensivo, isto na nossa táctica (4-3-3). É um Herrera mas com menos capacidade de transporte de bola e de galgar metros mas pensando mais no momento de posicionamento defensivo.

      Clasie, pode jogar com um 8 mas é um 6. É um jogador que controla o jogo nas costas do ataque e que procura sempre posicionamento defensivo na altura da perda de bola.

      Pode fazer de "Moutinho" sem sombra de dúvida, mas falta-lhe a "classe" característica do João, com a bola nos pés e no descobrir de opções de passe.

      Clasie é um jogador de apoios defensivos/ofensivos e que joga para a frente, ao contrário de Defour por exemplo, que também é um jogador de apoios mas não arrisca no passe frontal ou vertical, optando maioritariamente por dar apoio de passe para depois lateralizar ou atrasar o jogo.

      Eliminar
    6. Nas inscrições na Europa, parece-me claro que 1 GR, o José Ángel, Opare e um dos Centrais poderão não ser inscritos, mas isso depende é claro de quem entra e fica e sai.

      Eliminar
  4. O mais difícil será o Bilbao e o Lille mas... nunca se sabe. Hoje estive a ver o Besiktas-Feyenoord e achei as duas equipas bastantes acessíveis, neste caso seria o Besiktas o nosso adversário... tanto o standard quanto o Copenhaga seriam mais acessíveis!

    ResponderEliminar
  5. Tribunal Dragao Clasie é prioridade presumo? JIMENEZ fica em stand by?

    ResponderEliminar
  6. Viva. Se o Jordy Clasie vier, pode jogar pelo Porto na competições europeias sendo que já jogou pelo Feyenoord?

    ResponderEliminar
  7. Miguel isto não será uma corrida entre nós e o Sporting para o título? O SLB não parece ter condições nem técnicas nem psicológicas neste momento

    Quais são as implicações se falharmos a Champions a nível financeiro?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A corrida à partida é a 3+1 (Braga). O Benfica ainda vai ter alguns bons reforços, ainda que a capa d'A Bola de hoje seja vaselina antes de lhes levarem mais um (com sorte dois).

      Falhar a Champions pode implicar que o défice orçamental seja preenchido com o recurso a mais-valias, uma venda. Vencer a Liga Europa, financeiramente, vai dar quase ao mesmo, mas nem nos deve passar pela cabeça falhar a Champions.

      Eliminar
    2. Quando fala em bons reforços para o Benfica tem ideia de nomes? Acha que vão conseguir acalmar os adeptos ou esta tensão entre os benfiquistas e o clube vai continuar? Era uma vantagem para nós se essa tensão continuasse.

      (Parabéns pelo fantástico trabalho realizado no blog)

      Eliminar
  8. Compreendo que Clasie fique em banho-maria porque contratamos Casemiro e temos Ruben Neves para ocupar o lugar,e só avançar para Clasie se for um excelente negócio para nós.
    Agora não compreendo que Jimenez ou outro PL qualquer estejam á espera de algo para ser contratado porque só temos um PL de raíz que é Jackson.
    Estamas a uma semana de começar os jogos a valer e precisamos de outro PL porque a epoca vai ser dura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Casemiro não é jogador do nível de Clasie, é lento e pesado e atenção, com toda a qualidade que tem Ruben Neves convém não esquecer que só tem 17anos!! A pré época é uma coisa, a competição a serio que vem aí é outra... o ano que acabou devia ter ensinado isso (o caso Licá é um exemplo).

      Eliminar
  9. A pré-temporada do Licá foi fraquinha. O Licá fez foi um bom começo de época. Dois ou três bons jogos, antes de desaparecer do mapa.

    O substituto do Licá é o Adrian. Um upgrade caro que serve para jogar em 4x4x2. O Porto vai jogar em 4x4x2?

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.