domingo, 10 de agosto de 2014

Raúl Jiménez, um erro a não repetir

Que nem um relâmpago, o Atlético de Madrid apresentou nas últimas horas uma proposta superior à do FC Porto por Raúl Jiménez. A transferência para Madrid já é dada como certa. O pai do jogador afirmou que a oferta do Atlético superou as expectativas do America e que amanhã, segunda-feira, a transferência deve ficar fechada.

Uma novela que mostra que o Atlético de Madrid aprendeu com os melhores e que as declarações de Pinto da Costa a um jornal mexicano, a confirmar o interesse em Jiménez, foram das coisas mais inexplicáveis que o presidente fez nos últimos tempos.

Atlético antecipou-se
Vamos por partes. Em 2011 o Atlético perdeu Aguero, a sua grande estrela. Solução? Falcao, o matador do FC Porto. Foi a contratação mais cara da história do clube e valeu cada cêntimo. Entretanto, o FC Porto esqueceu Falcao com Jackson Martínez. O Atlético já não tem Falcao, despediu-se de Diego Costa e Villa. Há Mandzukic, mas falta um ponta-de-lança.

Que fez o Atlético? Avançou por Jackson Martínez, com uma proposta de 25 milhões e variáveis para inglês ver. Afinal, quem melhor do que o ponta-de-lança que fez esquecer Falcao no FC Porto? Mas Pinto da Costa rejeitou de pronto a oferta.

O Atlético, esperto, teve uma excelente ideia: «Já que não podemos ir buscar o Jackson, vamos buscar o tipo que o FC Porto quer para suceder ao Jackson daqui a uns tempos». Bravo, Atlético. Podem oferecer mais ao America e ao jogador, por isso é sem surpresa que superam o FC Porto nesta corrida. E é bom que não passe pela cabeça da SAD tentar chegar aos oito dígitos que o Atlético apresentou, pois o FC Porto não pode pagar pelo suplente de Jackson mais do que pagou pelo próprio Jackson. Se três jogadores chegaram por empréstimo e Brahimi veio com a maior alienação desde Luís Fabiano, não é por se respirar saúde financeira. E, é bom lembrar, já temos dois dos mais promissores pontas-de-lança europeus com idade sénior.

Jimenéz está perdido, mas o FC Porto só se pode queixar de si próprio. O que terá levado Pinto da Costa a assumir publicamente o interesse do jogador? Erro que nem parece próprio do presidente que, com uma declaração do género, começou assim a operação para trazer João Moutinho, na altura capitão do Sporting, para o FC Porto.

Que pretendia Pinto da Costa com aquela declaração? Jiménez já estava mais do que convencido em vir para o FC Porto. Reyes e Herrera já se tinham encarregado disso. Faltava era convencer o America. Era com um interesse publicamente assumido que o America iria ceder? Claro que não. Pelo contrário, aquilo que Pinto da Costa fez foi dar um sinal a todo o mercado.


Os clubes europeus já sabem: «Se o FC Porto o quer, então é porque é bom». O Atlético de Madrid aproveitou, e bem, e agora o FC Porto tem que procurar alternativa. Não é grave, pois no próprio México há tão bom ou melhor e até bem mais barato. Resta saber se Pinto da Costa pode voltar a surpreender e se este erro não terá sido, afinal, algo pensado num plano maior, a envolver o próprio Atlético. A conferir no futuro.

Ghilas foi dispensado, Adrián López não rende a 9 (e até ver nem na ala), Sami deve ser dispensado. Há Gonçalo Paciência e André Silva, mas a ideia passa por atacar o mercado. Gonçalo já se mostrou a Lopetegui, André ainda não, mas consta que o treinador gostou do que viu no Europeu. Mas é bom que o contrato de André Silva seja renovado antes de pensarem nele para a equipa A, pois a partir de janeiro pode assinar por outro clube. Há vontade de todas as partes para renovar, mas nada como tratar dos assuntos atempadamente, até porque com Raúl Jiménez surge mais um caso de que esperar, por vezes, corre mal.

PS1: Luís Castro assumiu, no Porto Canal, que André Silva e Gonçalo Paciência podem jogar juntos no 4-3-3. Gonçalo é ponta-de-lança dos pés à cabeça, André Silva tem todas as características para ser um matador de eleição. Mas na verdade, quando André Silva chegou ao FC Porto era médio-ofensivo, e nos sub-19 chegou a jogar pela ala, com o bem menos talentoso Jonathan no meio. Podem coexistir no 4-3-3? Ou será preferível a que um deles fique no banco?

34 comentários:

  1. Lembro-me que há uns tempos o TD escreveu que o Victor Garcia era tabu e fiquei com ideia que ele estava em risco de sair. Hoje ele nem sequer aparece nos convocados, por isso tenho que perguntar: que se passa com o Victor????

    ResponderEliminar
  2. Espero que não façam como o Bernard!
    O Jiménez não era a última Coca-Cola no deserto! Para mim, o Atl. Madrid procurou um sucedâneo de Jackson!
    Não podemos é deixar de procurar uma alternativa já que Ghilas estranhamente não conta! Jackson se não puder jogar, temos de ter uma alternativa!
    Quanto ao mercado, Romero indica que Clasie é passado? E falta um central....

    ResponderEliminar
  3. Acho que foi o mesmo erro que se cometeu com o Diogo Figueiras, deixou-se andar a ver se baixavam o preço, e no fim acaba por fugir, é daquelas coisas que quando dá certo é muito bonito, mas quando não dá...

    Um bocado à imagem do que o Real faz, vai aliciando o jogador para que ambas as partes forcem a transferência e assim baixa o preço.

    ResponderEliminar
  4. Que declarações foram estas? E que declarações foram as sobre Rolando? Mas ainda há o estigma que o PdC acerta sempre?
    Sinceramente, nos últimos anos prefiro o presidente calado do que a falar. É que não me lembro duma única declaração que tenha servido para o que quer que fosse.

    Quanto ao ponta de lança, ainda bem. Não precisamos. Jackson, Adrián e Gonçalo. E se for preciso, é obrigar o treinador a olhar para Ghilas. Gastar dinheiro só porque sim, para quê, quando há tantas e tantas opções?

    ResponderEliminar
  5. ufa..já nos safamos deste flop. Obrigado Atlético

    ResponderEliminar
  6. Alan Pulido é melhor e é baratinho

    ResponderEliminar
  7. Meus caros, o PdC percebe mais disto do que nós todos juntos.
    Não faz nada ao acaso.

    Minha teoria:

    Pinto da Costa torna público um interesse enorme por um jogador para alternativa à Jackson e dá assim uma alternativa ao Atlético para também eles deixarem de aliciar o NOSSO real ponta de lança.
    E veremos agora o Porto atacar realmente o PL que interessa.
    Eu aposto em Pulido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece-me muito rebuscada essa Teoria...

      Como alguém já escreveu, nem tudo o que o PC faz acerta... e sinal disso foi a postura com o Rolando.

      Por vezes deixamo-nos levar pelo sucesso de atitudes no passado, mas nem sempre a tactica funciona da mesma maneira, quer-me parecer claramente que começa a haver pouco discernimento...

      Eliminar
    2. Boa teoria. Eu até acrescentaria o 14 do United, recente ex-candidato a PL do Atlético...

      Eliminar
    3. Certo...não digo que o PdC não erre, é normal é humano. O que digo, sim, é que não acredito que ele tivesse feito aquelas declarações (algo que ao que sei NUNCA O FEZ) por acaso ou sem algum propósito.
      Da mesma forma que julgo que se o FCP tivesse um interesse tão vincado no jogador conforme fez parecer o nosso presidente, tinha-o contratado de forma rápida e eficaz como já nos habituou e quando sonhassemos que o Jimenez era desejado já ele estava a ser apresentado, como acontece com muitos dos jogadores que cá chegam.

      Quanto ao caso do Rolando...acho que não tem nada a ver com este!! Nada.
      O PdC pareceu me que queria contar com o jogador mas ao que me pareceu foi posteriormente o jogador que NÃO QUIS ficar no clube.
      Vestir a nossa camisola deve ser um orgulho não um frete! E o Rolando já deu provas que não merece sequer as boas palavras que o PdC deu acerca dele.

      Eliminar
    4. A meu ver houve precipitação nas duas situações! No caso do Rolando, havendo o litigio que houve/havia/há entre o jogador e o Antero Henriques foi prematuro afirmar na comunicação social que o jogador ficava sem aferir que as quezílias estavam ultrapassadas... já no caso do Jimenez continuo a não ver o que ganhou em "abrir o jogo"? - Inflacionar o passe para o Atletico comprar mais caro só beneficiaria o America - Proteger-nos da saída imediata do Jackson também não me parece, fica o Atletico com jovem valor e muito potencial (o tal que víamos como substituto do Jackson) e nós com o Martinez, ok, mas sem sucessor... Também já li qualquer coisa como possível troca no futuro do Jimenez vindo do Atletico por troca com o Jackson ou mesmo pelo passe do Oliver, mais rebuscada ainda esta teoria! Em conclusão: com as afirmações prematuras ou não, continuamos sem alternativa ao Jackson...

      Eliminar
  8. Boa tarde :)

    Pois a mim quer-me cá parecer que PdC sabendo antecipadamente da impossibilidade de o contratar, saíu de cena inflacionando o valor da transferência do jogador. Nunca passaria pela cabeça de ninguém confirmar um interesse num jogador que realmente interessa.
    Alternativas em carteira? Espero que haja, por que é realmente um lugar no plantel de grande carência. Desconheço o que há para os lados do México, mercado dispendioso, apesar de nem defraudada em termos de qualidade, mas cá pelo velho continente também há umas alternativas interessantes, haja interesse em investir por este mercado. A ver vamos. Penso que com o plantel que temos presentemente, não se recomendam especiais investimentos, nem entrar em leilões desnecessários. Lições para as próximas épocas: liquidez para entrar cedo no mercado, de forma diligente e certeira.
    Adrian Lopez, jogador a necessitar inverter o ciclo. Há que lhe dar tempo. Espero que o FCP seja bom para o jogador, para que depois possa ser bom para o FCP :D

    ResponderEliminar
  9. Tribunal, eu ainda gostava de perceber umas coisas:

    - Ja foi comprovado que PdC fez realmente essas declaracoes e que nao foram so mentiras para vender jornais?
    - Ha algumas provas de que Lopetegui gosta de Jimenez? Pelo (pouco) que vi dele, nao se enquadra minimamente no sistema - nao toma boas decisoes, fussa com a bola, so tem olhos para a baliza e nao joga de costas para a baliza a criar apoios e espaco para os outros colegas.
    - Nao e precipitado dizer que Adrian nao pode (a espacos) render a 9, baseado em pouco mais de 1 hora de jogos de pre-epoca em que falta entrosamento na equipa toda e como tal nao tem o suporte necessario?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, essa mania que os avançados têm de olhar para a baliza... Deviam ser todos como o Adrian, que joga muito bem de costas para a baliza, dá apoios, cria espaços. Não marca golos, mas quem é que precisa disso, hoje em dia, no futebol moderno? O futebol moderno é o futebol em que o passe se sobrepõe ao golo, essa coisa que só serve para estorvar a tomada de decisão. É uma tentação do demo. O futuro não precisa de balizas e o Porto não precisa do Jimenez, claro.

      PdC falou demais, entusiasmou-se lá com o discurso dos colombianos e dos mexicanos e disse o que não devia. Mas a verdade é que já toda a gente sabia que o Porto queria o jogador. Da mesma forma que já toda a gente sabe que o Porto quer o Clasie. É publicidade grátis.

      Eliminar
    2. Peco desculpa - eu estava so a pensar no exemplo da melhor equipa de futebol da ultima decada, senao de sempre, o Barcelona de Guardiola. Eles tinham um Ponta de Lanca chamado "Invisivel" - marcava 90% dos golos da equipa, era um pinheiro plantado na area e mal recebia a bola, chutava para golo. E claro que eles so marcavam um golo de 5 em 5 jogos porque estavam tao preocupados em passes e tomadas de decisao...

      Realmente...

      A razao que o Lopetegui gosta tanto do Jackson e porque ele da esses apoios e nao se foca apenas na baliza...

      tu pelos vistos preferes um Slimani que marca 20 golos por epoca mas nao faz absolutamente mais nada para a equipa, do que um avancado que marca 5 golos mas que cria jogadas que resultam em 30 golos marcados por outros jogadores.

      Eu posso estar completamente enganado sobre o Jimenez (ja disse que pouco vi dele) e por isso fiz as perguntas. Quero ter a certeza que nao estamos a embirrar num jogador que nem o nosso treinador nao tem interesse. Nao me interessa ir buscar outro Sami se for esse o caso.

      Eliminar
    3. O goleador do Barcelona é o Messi. Quando se tem um jogador que marca metade dos golos da equipa e consegue render para cima de 50 golos por época, até o Fabregas joga a ponta-de-lança, nem que seja só para os centrais da outra equipa não ficarem sozinhos. Quando não se tem o Messi, vai-se buscar o Lewandowski à concorrência.

      Mas isto já tem pouco a ver com o Jimenez, uma vez que o Porto não é o Barcelona e precisa de um ponta-de-lança que é o Jackson. Quando não houver o Jackson para jogar, convém que haja alguém que faça o mesmo que o Jackson faz e que não é o Adrian.

      Eliminar
    4. Paulo,
      mas voce viu-me a dizer que eu nao quero um avancado que marque golos?
      Eu nao quero e um avancado que so saiba marcar golos, isso e diferente.

      O Messi marca muito, sim, mas faz muito mais que isso... Alias, se olhares para as estatisticas do Barcelona, com jogadores que eram mais pontas-de-lanca que ele, ves bem isso:

      - 2008/09 - Messi(23 golos), Etoo(30), Henry(19)
      - 2009/10- Messi(34), Ibra(16), Pedro(12)
      - 2010/11- Messi(31), Villa(18), Pedro(13)

      De qq modo, presumo que queremos ambos o melhor para o nosso Porto, por isso nao faz sentido discutir. O que a Direccao e o Treinador decidirem se fara e chegaremos as vitorias!

      Eliminar
  10. "E que declarações foram as sobre Rolando?" NGP afirmou que contava com rolando, era para jogar, depois destas afirmações a dita lei Weber, nunca se poderá aplicar a este caso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Disse que ele era para FICAR NO PLANTEL. Ele não vai ficar no plantel. Era mais que sabido que a intenção dele era de sair, toda a gente o sabia... e tanto o sabia que foi uma surpresa para todos essas declarações. Ficamos todos a pensar 'Se PdC diz é porque realmente vai ficar'... agora vai ficar... a treinar à parte.

      Eliminar
    2. O "Anónimo" sabe o que realmente se passa?
      PdC ia dizer que n contava com o jogador para o desvalorizar?
      PdC fez o que devia... se depois corre bem ou mal, faz parte da vida... Ninguém é perfeito! Nem as coisas correm sempre como o esperado!

      Eu sou dos que queria Rolando de cabeça limpa no FCP, fiquei contente com as palavras do Presidente, porque acreditei que Rolando ia ficar. Agora, estou desiludido, n com o Presidente, mas com a atitude de Rolando (até pode ter as suas razões, eu simplesmente desconheço). Não critico PdC, porque vejo como perfeitamente normal a sua postura... não correu como esperado... que se resolva pelo melhor, que é como quem diz, que Rolando seja feliz noutro clube e que o FCP encaixa o mais possível com o seu passe.

      Eliminar
    3. O jogador desvalorizou muito mais agora que entrou em litigio com o clube e só tem mais 1 ano de contracto!! Há que saber ver bem as coisas, tal como elas são... Dizer que contava com o jogador é uma coisa, afirmar que ele estava de corpo e alma no clube e que permaneceria no plantel e depois ter acontecido o que aconteceu é que não é aceitável a meu ver! O presidente tem todo o mérito nestas décadas de sucesso, mas se errar devemos também aceitar que o homem é falível... agora endeusar e encontrar justificações onde elas não existem só para desculpabilizar, desculpem mas isso eu não faço.

      Eliminar
    4. Se o presidente disse que o Rolando fica no plantel, foi para evitar o uso estúpido da Lei Webster... na altura do Paulo Assunção fez o mesmo e o Atlético teve que pagar 3,5M€ para além dos dinheiro dos ordenados até final do contrato, que foi pago pelo jogador logo na altura da saída.

      São jogadas estratégicas para limitar a acção dos representantes e jogadores.

      Eliminar
    5. O presidente afirmou que o Rolando ficava no plantel porque era essa a intenção de todas as partes, menos a do jogador. Ponto.

      Eliminar
    6. E desta vez devia ser intenção de todas as partes, menos do Atlético e do América, que o Jimenez viesse para o Porto. Mas sem as partes todas não se compõe o puzzle. E o PdC já tem idade para não andar armado em Bruno de Carvalho. Ele sabe muito bem que pela boca morre o peixe e ele já mordeu 2 vezes nesta pré-época.
      Como se disse aqui, merece todo o nosso mérito, admiração, respeito, mas também merece ser criticado quando erra. E destas vezes, errou!

      Eliminar
  11. Olá
    A história do nosso FCPorto....desde o seu nascimento, no longíncuo 1893:

    http://portoarc.blogspot.pt/2014/01/divertimentos-dos-portuenses-xlii.html

    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  12. Olá
    Por acaso até acredito que, neste assunto Jimenez, Pinto da Costa não tenha «dado ponto sem nó»...
    Vamos aguardar.

    _______________________________

    Entretanto, as minhas desculpas por, no post acima, ter errado ao escrever «longínquo».
    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  13. Sami deve ser dispensado? Que fez ele para merecer tal?
    E o André Silva é alternativa por ter marcado 4 golos num jogo do Europeu a um conjunto de matraquilhos?

    Estas assunções são ridículas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ridículo é afirmar que alguém aqui disse que o André Silva era alternativa só por causa de 4 golos num Europeu.

      Ridículo, aliás, é pensar apenas no Europeu como forma de avaliar um avançado que está há 3 anos a brilhar nos escalões de formação do FC Porto.

      Ridículo é chamar «escumalha» a dispensados, motivo óbvio pelo qual o seu comentário não foi publicado.

      Eliminar
    2. Não disseram mas deram a entender. Que diferença de critérios são esses? No fundo, os dispensados têm tanto de "escumalha", como o Sami de dispensado. Não foi uma boa escolha de palavras, admito, mas só serve para provar que as pessoas são demasiado menosprezadas. Seja pelo seu valor, potencial, ou historial.

      Eliminar
    3. Quando lê "deve ser dispensado", o verbo dever indica a probabilidade, não sugestão. Não fiz nenhum julgamento à qualidade do jogador, disse sim que a probabilidade de ele ser dispensado é grande.

      Eliminar
  14. Um erro so se for para o atletico ou para o proprio jogador. Hoje em dia temos de ver a realidade...... Que do meu ponto de vista é encarar o FCP como a melhor escola de formação dos clubes com maior poder financeiro sendo que neste aspeto desde ha muito o FCP é visto como o melhor nesse dominio. Nem atletico nem outro clube vai conseguir dar a formação a Jimenez que o porto da, mas veremos ate que ponto estarei errado,,,,,
    No entanto tambem estou com o Tiago e outros adeptos que dizem que PdC sabe disto mais que nós todos juntos e provavelmente o jogador nao seria pelo menos decisivo ser contratado..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sejamos realistas, ninguém prefere a Liga ZON Sagres ao campeão espanhol e vice-campeão europeu. Esse romantismo só existe na cabeça dos adeptos.

      Eliminar
    2. E também influência o salário isso é certo, agora um jogador também tem de ter noção que quando vem de fora da europa tera um longo caminho ainda a percorrer, nomeadamente aprender a defender, que foi uma coisa que pelo que os entendidos diziam, Iturbe nunca teve essa capacidade..... As vezes é preciso dar um "passo atras" (em termos salariais e em termos de liga zon sagres vs a de espanha) para depois dar dois a frente e nao se trata de romantismo.... Talvez por isto muito dos jovens estao a preferir ficar um ou dois anos no FCP, como Oliver que espero um dia ve-lo a brilhar como James e outros.

      Eliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.