sexta-feira, 8 de abril de 2016

Esclarecimento e análise

Um pequeno esclarecimento a abrir o post: ao contrário do que se lê em vários comentários, Pinto da Costa não criticou uma única vez, diretamente ou indiretamente, O Tribunal do Dragão. Basta ouvir a entrevista do presidente para se chegar a esta conclusão. 

Júlio Magalhães perguntou ao presidente se achava que a contestação dos adeptos se devia ao negócio com a MEO, e depois insiste que a contestação «tem a ver com esta perspetiva».

Balanço da entrevista
O presidente respondeu que toda a gente do FC Porto deu os parabéns pelo contrato com a MEO, antes de tocar nos blogues: «Os adeptos não são parvos. Não tenho nenhuma carta de um adepto. Há os blogues, que não têm rosto, não têm cara, não têm clube. Mas é evidente que nem toda a gente gostou (do negócio da MEO)».

Não se sabe a que blogues Pinto da Costa se estava a referir (seria o Football Leaks?), mas certamente que não seria ao Tribunal do Dragão, que não só elogiou amplamente o negócio com a MEO, como pode ler aqui, como o considerou o melhor da história do futebol português, ao mesmo tempo em que abordou a saga de desvalorização da Benfica TV.

Portanto, obviamente que as críticas não eram para O Tribunal do Dragão. Pelo contrário, Pinto da Costa até partilha da opinião deste blogue (aliás, o blogue partilha da opinião do presidente do FC Porto). 

Depois, Júlio Magalhães questionou o presidente do FC Porto sobre o aumento do passivo. O presidente perguntou se foi buscar a pergunta a blogues, porque os conhece e que às vezes lhe mostram, e que os sócios podiam estar preocupados com o passivo. Uma vez mais, Pinto da Costa não se estava a referir ao Tribunal do Dragão, porque entre os mais de 400 posts neste espaço, não há um único em que o tema seja o passivo ou o respetivo aumento. Nada. 

Logo Pinto da Costa não visou uma única vez O Tribunal do Dragão, mas seria interessante saber que blogues são esses que abordaram os temas que levaram às críticas do presidente. Fica o conselho: leiam O Tribunal do Dragão, que neste campo aparenta estar em plena sintonia com o presidente do FC Porto e trata de forma muito clara estas questões. 

Começando então a análise à entrevista, na ordem dos temas que foram comentados. Pinto da Costa começa por assumir genericamente, sem rodeios, que o FC Porto «bateu no fundo», e que é por isso que se recandidata, não pelo seu passado. Sem dúvida, como diz o presidente, o passado «está no museu e é história que ninguém pode alterar». Não é o que Pinto da Costa fez nos 12 primeiros mandatos que importa nesta reeleição: é o que pretenderá fazer no 14º para corrigir todos os erros cometidos no 13º.

Júlio Magalhães entrou no tema comissões, tratado com demasiado superficialidade. Pinto da Costa diz que o FC Porto paga sempre «entre 5 a 10%» (quando os jogadores são contratados a custo zero, qual é a política da SAD?). O mais interessante seria enquadrar aqui a regra da FIFA que diz que os clubes só deveriam poder pagar 3% (e que nenhum clube está a seguir), mas esse continua a ser um tema ignorado por tudo e todos, inclusive pela própria FIFA.

Pinto da Costa recorda que «ninguém se queixou» por um empresário, no caso Jorge Mendes, ter recebido mais de 11 milhões em 3 anos. Simples, ninguém se queixou pois Jorge Mendes é o empresário que mais dinheiro dá ao FC Porto. Só as vendas de James, Moutinho ou Mangala valeram um valor bruto superior a 100 milhões de euros, por isso é perfeitamente normal que as comissões sejam elevadas. Se isto se enquadrasse noutra crítica aos blogues, certamente que não seria este o caso, pois O Tribunal do Dragão sempre deixou este tema muito claro. No dia em que Alexandre Pinto da Costa, Mohamed Afzal, José Caldeira ou Manuel Joaquim trouxerem boas propostas para o FC Porto, de 20M€ para cima, podem e devem levar a sua choruda comissão, que ninguém se vai importar.

A relação comissão de venda vs. percentagem do passe também é interessante de se debater. Por exemplo, foi publicado o contrato de Kelvin. 150 mil euros de comissão num negócio de 3M€ por 90% do passe. Ora isso dá apenas uma comissão de 5%, que segundo Pinto da Costa é o mínimo que o FC Porto paga. Mas repare-se que o FC Porto cedeu 15% da receita líquida de uma futura transferência a Afzal na mesma operação. Nesse âmbito, 15% de 3M€, o preço da compra, dá 450 mil euros. Juntando isso aos 150 mil euros de comissão, dá um total de 600 mil euros - que é 20% do valor por que Kelvin foi contratado. É certo que estes 15% só se aplicariam no caso de uma venda de Kelvin, mas no momento da venda de Kelvin, além de ter que ceder estes 15%, possivelmente também se pagaria comissão sobre a operação da transferência. Não sabemos se na venda de Rúben Neves já seria esse o caso: 10% para Jorge Mendes, além dos 5% para a Prestige Sports.

Depois Júlio Magalhães deu o caso de Rúben Neves. E a entrevista passou para um cano ao lado, pois Pinto da Costa começou a falar de Jorge Mendes (o seu empresário), quando o que estaria em causa seria a percentagem do passe dado a José Caldeira aquando da sua renovação (o entrevistador não clarificou a sua pergunta, diga-se). Não é verdade que «quem chega à formação tem empresário», Pinto da Costa sabe isso, nem todos os jovens têm empresários. E isto sim seria interessante de debater, o fenómeno de ser tão difícil que os jovens do FC Porto da formação mantenham os 100% do seus passes no clube/SAD. Neste campo nada de revelador.

Sobre o contrato com a MEO, O Tribunal do Dragão já deu há muito a sua favorável opinião. Mas vemos pela primeira vez Pinto da Costa a dizer que este contrato faz com que o FC Porto deixe de entrar com défice. Ou seja, as receitas operacionais podem finalmente cobrir as despesas operacionais, e com isso o FC Porto tornar-se um clube auto-sustentável? Era isso que queríamos ouvir. E se este negócio vai permitir manter os jogadores mais tempo, então só podemos deduzir que a SAD vai deixar de precisar de mais de 70M€ de mais-valias com jogadores, como é o caso desta época.

Depois, os capitais próprios, também lançados entre críticas a não se sabe que blogues. Pinto da Costa diz isto: «Em 2013/14, o FC Porto tinha de capitais próprios 33 milhões negativos. Em 14/15 subiu o passivo mas duplicou o ativo. E em vez de 33 milhões passou a ter 88 milhões de capitais próprios positivos. E em 2013 estávamos preocupados?» Sem dúvida que a situação dos capitais próprios do FC Porto melhorou imenso. Pinto da Costa só se esqueceu de dizer que tal deveu-se à operação Euroantas, de passar metade do estádio do clube para a SAD, caso contrário os capitais próprios continuariam negativos e o próprio fair-play financeiro (que não foi abordado com vista a esta época) estaria em risco. Mas como o próprio presidente afirmou, os adeptos não são parvos, e percebem o porquê da situação de evolução dos capitais próprios, mesmo que Pinto da Costa se tenha esquecido deste pequeno grande detalhe.

Seguiram-se as críticas da praxe a Lopetegui. Essa situação já foi aqui avaliada na entrevista anterior, não vale a pena repetir. Quando ou se Lopetegui entender que se deve defender, que o faça, pois já não é a primeira nem segunda vez que leva críticas mas fica em silêncio (repare-se que o Record contactou logo Lopetegui para saber se este queria responder a Pinto da Costa, mas uma vez mais Lopetegui foi respeitoso e não contribuiu para que incendiassem ainda mais a atualidade do FC Porto). Esperemos é que agora em todas as entrevistas de Pinto da Costa não haja a subsecção #todoesculpadelopetegui, mas é de lamentar que o próprio presidente quase tenha ignorado que só o colinho impediu que o FC Porto fosse campeão em 2014-15 - a não ser que partilhe da opinião que o FC Porto tem que ganhar 34 jogos em 34 jornadas, nem que o rival seja beneficiado em duas dezenas de pontos. Depois o tempo dirá se foi pior confiar em Lopetegui na contratação de Campaña (que esteve emprestado) ou em quem confiou na contratação de, por exemplo, Marega, só para dar o exemplo de um jogador já adquirido depois de Lopetegui sair. Quando voltarmos a fazer 82 pontos na liga, ganhar um jogo dos 1/4 da Champions, ter a melhor defesa da Europa e ganhar 20 jogos consecutivos no Dragão, podem criticar Lopetegui à vontade (ou muito simplesmente ganhar títulos, claro, que para a maioria dos adeptos parece ser o que interessa, mesmo que os outros sejam levados ao colo).

Pinto da Costa passou então a uma das frases mais fortes da entrevista, a de que a época acabou. Foi inteligente da sua parte: com isso basicamente apaga toda a onda de contestação até ao fim da época. Nos próximos seis jogos, muitos adeptos vão guiar-se com a máxima muito conhecida noutras bandas: «Para o ano é que é!» Este ultimato aos jogadores é bem dado. Com as afirmações de Pinto da Costa, podemos depreender que Peseiro vai rodar muito a equipa nas últimas jornadas, e talvez dar derradeiras oportunidades a jogadores que muito provavelmente não estarão cá em 2016-17. Ao próximo mau resultado do FC Porto, provavelmente muitos vão desdramatizar, dizendo que «isto já não conta para nada» e isto «é pré-época».

Otávio vai regressar. Pinto da Costa diz que não teve oportunidades com Lopetegui, mas Otávio passou quase um ano a ser suplente em Guimarães: só começou a jogar em dezembro. Ou seja, se até no Vit. Guimarães teve que esperar bastante até ter algum espaço para brilhar, achavam que ia ser no FC Porto que ia começar a jogar mais cedo? Claro que não. Otávio apareceu no tempo certo, na altura certa. Pinto da Costa disse ainda que Rafa e Josué vão regressar. O regresso de Rafa é um passo natural, o de Josué chega a ser surpreendente (embora garanta profundidade e qualidade ao plantel). Veremos se se confirma, pois Carlos Eduardo também ia regressar ao FC Porto, mas num ápice as coisas mudaram. De qualquer forma, faz todo o sentido identificar primeiro que emprestados podem encaixar no FC Porto antes de o clube atacar o mercado - até porque não faz sentido contratar jogadores antes de se saber quem é o treinador para 2016-17, mas a forma como Pinto da Costa mostrou um certo arrependimento por ter confiado algumas contratações a Lopetegui mostra que talvez a estrutura confie mais em si própria do que nos pedidos dos treinadores. 
Equipa para o 14º mandato

Pinto da Costa falou ainda do centro de formação, um sonho já antigo. Fará todo o sentido se for para aprofundar a aposta no futebol de formação. De realçar o papel de Antero Henrique na liderança do futebol de formação, e em que medida se enquadrará o pensamento de que «não vamos abdicar de ter a melhor equipa para ter a melhor formação». Sendo um investimento na formação, estas despesas não serão contabilizadas nas contas para o fair-play financeiro.

Depois, outra posição forte: a de que os jogadores vão passar a entrar no FC Porto sem perguntarem onde é a porta de saída. Ou seja, passar a contratar jogadores sem recurso a fundos como a Doyen, que só ajuda a levar jogadores para o FC Porto com vista a que depois sejam transferidos e lucrem. Se é intenção do FC Porto manter mais tempo os melhores jogadores, então há que negociar menos com fundos, bem como abdicar da tal gestão de dependência de mais-valias (o contrato com a MEO só entra em vigor em 2018, pelo que será um desafio perceber em que medida a questão das mais-valias será gerida nas épocas 2016-17 e 2017-18).

Pinto da Costa passou então àquilo que as massas mais queriam ouvir: o regresso de uma equipa à Porto, a jogar à Porto, capaz de voltar a conquistar títulos, com ou sem José Peseiro. Quando José Peseiro foi apresentado a justificação e motivação foi de que havia três competições para ganhar, mas Pinto da Costa disse ontem que «um treinador que pega na equipa a meio da época não tem objetivos imediatos». Isto já é querer entrar na cabeça de Pinto da Costa, num campo especulativo, mas se fosse inequivocamente para manter José Peseiro para 2016-17 Pinto da Costa tê-lo-ia afirmado. Ou seja, José Peseiro pode estar envolvido na preparação para a nova época, mas nada garante que esteja na próxima época.  Mas não pode haver dúvidas: a Taça é para ganhar! José Peseiro, além de ter chegado em janeiro, ainda vai ter várias semanas de pré-época até chegar ao Jamor; ou seja, tem muito mais tempo para preparar a equipa do que um treinador que chegasse em junho/julho para disputar a Supertaça em agosto.

Venha então a competência, o rigor, a paixão e a ambição. 

Pergunta(s): Reações à entrevista?

54 comentários:

  1. Entrevista honestamente muito fraca a revelar que o Presidente não está interessado em reformular as questões centrais do clube. Apenas lhe interessa divergir atenção para situações menos importantes como culpar Lopetegui e atirar areia para os olhos dos associados e adeptos. Não clarificou os temas quentes como Caldeira ou Alexandre Pinto da Costa e os chavões do "para o ano é que vai ser" não me convencem de nenhuma forma, porque o FCPorto ataca tudo até à última gota. Sempre foi assim, mas nos ultimos anos deixou de ser, não percebo porquê. Talvez as operações expliquem o quanto Pinto da Costa já não serve para o FCPorto.
    Outra coisa que me faz confusão é o "sonho" do centro de formação. Este "sonho" faz-me perguntar o que se anda a fazer no Vitalis Park e no Olival todos os dias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E porque raio nao fala do colinho a viva voz?

      Eliminar
  2. Devo dizer que senti o Presidente mais enérgico do que na entrevista anterior. Se as suas palavras realmente se confirmarem em atos, fico satisfeito, porque a imagem que ele disse querer para a equipa da próxima época é a mesma que todos nós queremos: caráter, ambição, não entrar a pensar na saída e sobretudo jogar à Porto.

    Uma vez que a sua vitória nas eleições está 100% garantida, desejo-lhe toda a sorte e sucesso para montar essa equipa de que falou. Porque é dessa equipa que precisamos. E não dá para falhar outra vez.

    ResponderEliminar
  3. Concordo com a sua análise á entrevista ,continuamos sem saber porque não reagimos ao"colinho" encarnado que por exemplo nos custou o campeonato do ano passado e porque não se defendeu o treinador(Lopetegui) da comunicação social,tal como aliás já tinha acontecido com Paulo Fonseca que ainda por cima era mais fraco em termos de discurso. continuamos sem perceber ,ou talvez não ,o afastamento com Fernando Gomes presidente da FPF,Pinto da Costa continua a misturar a vida pessoal e as suas desavenças com o clube ,o que nos acaba por criar os piores inimigos(vide Carolina Salgado ,ou Domingos Jose Vieira de Matos).

    Saudações Portistas

    Paulo Almeida

    ResponderEliminar
  4. Viva

    Algumas interrogações e uma constatação:
    a) depois de se atingir o maior orçamento do clube (salvo erro), o Presidente vem declarar que a época acabou no início de Abril?
    b) a ideia de acirrar publicamente o plantel é perigosa: ou morde ou se mija todo - o que terá implicações na conquista (difícil) do segundo lugar e da Taça mas, sobretudo, no planeamento da próxima época, ou vamos mudar outra vez parte substancial do plantel?
    c) já que se fala do Lopes e da Liga e da Federação e do Campaña e do Josué, nem uma palavra para a porra do colinho?
    d) de resto, conversa para boi votar.

    bms

    ResponderEliminar
  5. Uma entrevista do Presidente bastante melhor do que a última, na minha opinião. Para além dos pontos que o TDD anunciou (e bem), acrescento mais alguns:

    - PdC confirmou a presença de jogadores formados no clube no plantel do próximo ano: Rafa, Francisco Ramos e André Silva;

    - Em vez de criticar Lopetegui e os "seus" jogadores, não lhe ficava mal ter dado mérito pela valorização de ativos: Danilo, Alex Sandro, Casemiro, Jackson ..... Até por Rúben Neves chegaram propostas. Mas é mais fácil criticar o Campaña ou bater na tecla Adrian Lopez;

    - Por último, queria deixar o meu agradecimento à Pacheco Teixeira Lda. pela ajuda preciosa e fundamental na renovação do André Silva. Obrigado por terem aconselhado o FC Porto ao jogador.

    ResponderEliminar
  6. A entrevista só é fraca na medida em que o entrevistador é fraco. As eventuais disputas internas nunca Pinto da Costa as discutirá em publico, a conversa sobre as comissões foi o mais superficial possível e também não seria publicamente que seria mais explorada. De igual modo também não iria dizer nada que revelasse falta de apoio a José Peseiro, embora não garantindo a sua continuidade. Criticou e assumiu o que tinha que criticar e assumir e se, por um lado, insistiu na crítica a Lopetegui, por outro, também assumiu a culpa de ter confiado. Assim sendo, seria de perguntar em quem confiou o Pinto da Costa quando foram contratados Marega e Suk ? E em quem confiou Pinto da Costa quando o FC Porto deixou de ter balneário, perdendo jogadores com cultura FC Porto ? Porque se não confiou em ninguém, também aqui tem que assumir a responsabilidade do erro cometido.

    ResponderEliminar
  7. Intrevista criada e preparada para manter os cegos do regime calados. Mais uma vez provou que já nao está capaz de governar um barco tao potente como o Fcporto. Nao consegue explicar nenhuma das duvidas do momento. Serviu a entrevista para ficarmos a saber que há dois P.Costa no clube e que o P.Costa adepto nao está de acordo com as políticas nem asneiras cometidas pelo colega P.Costa presidente... Tenho medo que estejemos a voltar ao tempo dos andrades...
    O tempo de que para o ano é que vai ser. Pensava que esses tempos já nao existíam...que futuro nos espera. Oxalá esteja enganado.

    ResponderEliminar
  8. O blogue não foi mencionado por Pinto da Costa, mas claramente Júlio Magalhães veio ao tribunal do dragão buscar inspiração para algumas das suas perguntas... Quando perguntou sobre Ruben Neves fiquei até bastante surpreendido porque ainda não vi em lado nenhum falarem da questão de forma tão pormenorizada como tu falaste aqui. Pensei mesmo que o Júlio Magalhães iria ter a coragem de perguntar, porque é que um irmão de um administrador do Porto tem 5% do passe de um jovem da formação se o seu empresário é Jorge Mendes? Mas seria demasiado arriscado... Foi pena a falta de coragem também para falar da situação financeira, falou do passivo mas esqueceu-se de falar da necessidade de não ultrapassar os €8,8M de prejuizo.

    Em resumo, via-se que Júlio Magalhães sabia o que os adeptos queriam perguntar, sondou os temas mas nunca foi capaz de meter o dedo na ferida.

    Relativamente ao resto da entrevista, gostei do discurso do presidente, da consciência de que "batemos no fundo" e da consciência que as vitórias do passado não passam de taças no museu.

    Não tenho (nem tinha) muitas dúvidas que Peseiro não será o treinador do Porto para o próximo projeto de Pinto da Costa. Já todos duvidámos da sua capacidade para gerir o Porto nestes 5 meses após a saída de Lopetegui, quanto mais ser o lider de um projeto tão importante para o nosso clube como este que será a próxima época. Espero que ao fim de três apostas falhadas a nível de treinadores, se pondere e decida bem quem a pessoa certa para assumir o cargo. Na minha opinão, muito do sucesso da próxima época está dependente desta escolha.

    Dito isto, continuo a acreditar que Pinto da Costa é a pessoa certa para dar a volta a esta situação, espero que ele me dê razão.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. "(...)porque é que um irmão de um administrador do Porto tem 5% do passe de um jovem da formação se o seu empresário é Jorge Mendes? "

      Sem dúvida, a questão do Caldeira deveria ter sido abordada. Já agora, o empresário do jogador, diga-se, trata dos interesses do jogador, pelo que ele é que não tinha nada que ter qualquer percentagem do passe, pois não pode, ou pelo menos não deve, representar jogador e clube ao mesmo tempo. Chama-se a isso "conflito de interesse".

      Pinto da Costa conhece muito bem as fraquezas humanas. Além disso, sentiu-se acossado, e assim decidiu candidatar-se contra si proprio.

      A entrevistas, e as reacções a ela que foram positivas, resumem-se no velho ditado português: "Todo o burro come palha; o que é preciso é saber dar-lha".

      Eliminar
  9. Mais do mesmo! Muita areia para os olhos dos adeptos menos atentos, mas claro nem todos se deixaram levar com a areia, infelizmente o futuro vai revelar que está entrevista não passa de mais do mesmo dos últimos 5 anos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, eu sou 'muita' inteligente pa. A mim não me mandam areia para os olhos pa.

      O Presidente pode dizer o que quiser, que eu vou criticar de qualquer maneira, isto porque sou inteligente e atento e tenho o olhos abertos. Eu cá não papo grupos.

      Eliminar
  10. Só eu achei que o elogio ao Moutinho deixou transparecer que para o ano está de volta?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, mas tambem elogiou cr7 e fernando santos do mesmo modo, e um nao vem porque nao e outro ja ca passou e nao obrigado!

      Eliminar
  11. Fui o único a perceber que PdC disse que o valor do contrato da Meo que foi anunciado apenas se refere aos direitos televisivos e que ainda vamos receber mais pela pub nas camisolas?

    ResponderEliminar
  12. PdC está um pouco alheado da realidade da equipa, compreendeu agora que a época acabou quando a maioria dos jogadores já o sabe desde de janeiro. O mais curioso é que se candidata contra a ele proprio, "Candidatei-me porque verifiquei que as coisas estão mal e é preciso voltar a pô-las como eram".
    mirp

    ResponderEliminar
  13. temoa um presidente fora do normal abraco para todos somosporto

    ResponderEliminar
  14. Pinto da Costa conhece muito bem as fraquezas humanas. Além disso, sentiu-se acossado, e assim decidiu candidatar-se contra si proprio.

    A entrevistas, e as reacções a ela que foram positivas, resumem-se no velho ditado português: "Todo o burro come palha; o que é preciso é saber dar-lha".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tambem me pareceu. Conseguiu colocar-se do lado contra si proprio, como se nao fosse ele o culpado pelo que de mau esta a acontecer. Deprimente e duplamente vergonhoso.

      Eliminar
  15. Em primeiro lugar quero dizer que mais uma vez nem uma palavra aos adeptos que têm NOS. Tive que ver a entrevista no streaming do Porto Canal e aquilo engasgava mais do que a bola nos pés do Brahimi. Vou acreditar que a culpa foi do Lopetegui... Provavelmente fez um flood qualquer ao site.
    Depois quero dizer que a entrevista do empregado ao patrão não me defraudou em nada as expectativas. Acontece muito a quem não tem qualquer tipo de expectativa relativamente a determinado assunto. O chato é que tenho a casa cheia de areia até aos tornozelos, a areia que o Presidente me foi atirando para os olhos mas que eu bravamente fui afastando como pude. Entrevistas para a populaça em detrimento de esclarecimentos aos adeptos, não muito obrigado, Presidente.
    Por momentos suspeitei que os petardos (A roçar o terrorismo) e as fotografias fossem obra do Lopetegui, afinal o homem é Basco e... Mas não, o homem só é culpado de dizer ao presidente que o Layun e o Corona são rapazes para a mesma idade, afinal como afirma o Presidente, são 2 jovens que ainda vão dar muito que falar.
    De resto tudo normal, o filhote não foi falado, as comissões são normais e até fiquei a saber que vamos adquirir uma boa dose de caracter para a próxima época. Já agora, como não nos chegou o gozo de termos ido recuperar o Josué ao Paços (O ano passado para criticar Lopetegui dizia-se que era um plantel sem Josués) vamos recuperar... O Josué.
    Pelo menos fiquei convencido que o Peseiro não fica para o ano.
    No demais concordo com o TDD.

    ResponderEliminar
  16. Até para renovar o contrato de um jovem da formação, no caso André Silva, temos de pagar um dinheirão ao seu empresário para o convencer. 10% do passe mais 100 mil euros caso faça 10 jogos na equipa A por época, tudo para o empresário.
    Eu não percebo nada disto mas se os jogadores da formação até são portistas, se o seu sonho (imagino eu) é jogar pela equipa principal do FC Porto é preciso tanto coisa para renovar, gastar tanto dinheiro e hipotecar futuras receitas?
    A FIFA se fosse séria devia era primeiro começar por acabar com os empresários. Eles não trazem nada benéfico ao futebol, são apenas sanguessugas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se nao houvessem empresarios, era mais dificil dar de mamar aos filhos e enteados. La tinham eles de entrar para um departamento de marketing e imagem.

      Eliminar
  17. Só peço que passe das palavras não sejam só palavras.

    ResponderEliminar
  18. Sinceramente não consigo entender tanto ódio. Onde andavam todos de há quatro anos para trás? E agora esse ódio que destilam constatemente deve-se apenas à direcção?
    Não percebo porque se há assim tão vil gente à frente dos nossos destinos, que portistas são vocês se nem gente competente para uma lista conseguiram formar? É que desde que vos leio nunca vi uma unica alternativa sequer, nunca apresentaram uma ideia de mudança, nunca nem um simples projecto de plano apresentaram.
    Gostava de ler apenas um hipotético projecto, ver que ideias novas e frescas se propunham a apresentar aos sócios. Ou ficamo-nos só pelas palavras na internet?
    Querem que alguém se candidate para apioarem o primeiro que se ousar opor à direcção? Querem propor nomes à sorte como fazem com treinadores para semana após semana trociarem quem quer que se apresente?
    Acho que já percebi, bruno de carvalho é que é, esse sim um homem pra seguir, um modelo de gestão, ou então o vieira, o vieire é que é bom, e se junto com ele vier o gabriel e o guerra ui que temos os supra sumos do futebol.
    Quando as coisas não estão bem é que se vê quem realmente tem amor ao clube ou quem anda por ver andar, isto não é uma critica a quem critica, mas apenas a ideia que fica é que criticam porque sim. Criticam por não se ganha mas apresentar ideias nada.
    Cumprimentos.
    Pedro Santos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ódio? Bruno de Carvalho? Vieira? Definitivamente, o Pedro não lê o blogue, porque se lê-se tinha-se poupado a tanto disparate.

      Um conselho, leia primeiro, comente depois. Se não perceber português, aí já ninguém o pode ajudar.

      Eliminar
    2. Não queria insultar ninguém, mas a maioria dos comentários aqui são a roçar o odioso para com a direcção.
      Alguma calma tribunal, mas, se sentiu algo mais com o comentário ao menos isso, não tendo eu o seu poder para influenciar determinadas mentes, que sirva para acordar muita gente que aqui vem.
      A defesa do clube não sendo sua obrigação pelo menos não leve a que quase toda a gente tenha a sensação de ser um expert no negócio do futebol por essa Internet fora. Segundo parece o porto inventou as comissões este ano e somos o único clube no mundo que as paga.

      Eliminar
    3. Ou seja criticar é ser anti-portista... é dar azo às vitórias dos outros... é criticar nas derrotas mas estar calado nas vitórias...
      Para si PdC e a direção são infalíveis e inquestionáveis. É aguentar... ter fé... para o ano é que é! Enfim... São gostos.

      Eliminar
  19. De entre outras coisas, não gostei da resposta sobre a politica de comunicação para o exterior. Este é um dos aspetos mais negativos dos ultimos anos e que tem contribuído mais para a perda de prestígio,e, sobretudo respeito por parte dos média, instituições e agentes do futebol e, sobretudo dos árbitros.
    O Senhor Presidente, não vê a arrogância e despudor com que alguns árbitros apitam contra nós há vários anos a esta parte?
    Não vê como são classificados os árbitros em faltas duvidosas contra ou a favor do nosso Clube?
    E toda a campanha de intoxicação permanente na CS?
    Será que isso não deve ser respondido e prevenido a contento?
    A continuar assim, só demonstra que parámos no tempo, não acompanhámos a evolução dos tempos e que vai continuar a ser mais do mesmo.
    É que a força e moralização do plantel também se faz com a imagem e salvaguarda da mesma para dentro e para fora.
    Sobre as comissões acho são normais quando pagas ao empresário do jogador
    O que não são normais são as comissões para "comissionistas de ocasião"
    Era preciso perguntar, e saber, em que contexto e porque motivo aparece o filho do nosso Presidente como comissionista, quando, tanto quanto julgo saber, não é representante dos jogadores. Será oportunismo negocial, protecionismo ou outra coisa qualquer que me transcende?

    ResponderEliminar
  20. Sinceramente cada vez mais acredito que o Sr. Presidente e os seus amigalhaços comissionistas devem pensar que os adeptos e sócios ou são burros ou cegos. É muito bonito apostar numa equipa Portuguesa mas pelo que vejo isto não vai sair da cepa torta. Espero estar errado mas veremos. Respeito profundamente Pinto da Costa é uma lenda viva do Portismo mas lamento que ninguém tenha os huevos no sítio para concorrer. E só mais uma achega nunca gostei do Sr Lopetegui mas fazer dele um bode expiatório é muito feio e fica mal ao Presidente e ao clube.

    ResponderEliminar
  21. Bravo! Pinto da Costa mostrou para muita gente que ainda está"vivo" ! Também os meus parabéns a mais um maravilhoso post de OtribunaldoDragão ! Vamos acreditar no nosso Presidente! #SOMOSPORTO #FORÇAPORTO

    ResponderEliminar
  22. Infelizmente nao creio que tenhamos batido no fundo, ainda vai piorar...as personagens que andam a delapidar o nosso clube vão continuar lá todas e já andam todos demasiado viciados. É pedir muito que os administradores dos mais bem pagos do futebol mundial respeitem a maxima de servir o clube sem nunca se servir do mesmo? Os documentos da football leaks são claros...mais tarde ou mais cedo os milhoes de portistas vão abrir os olhos e esta malta que anda a brincar com o clube vai passar um mau bocado. Cumps Draconianos.

    ResponderEliminar
  23. Olá!
    Algo em que acredito:
    ...Agora há uma certeza que tenho, não é com ataques e críticas constantes, faltando ao respeito à instituição e a quem a dirige, fazendo o jogo dos adversários, que vamos sair desta crise.

    A minha posição actual é de expectativa: quero ver para crer...
    https://dragaoatentoiii.wordpress.com/2016/04/08/expectativa/
    Para já não acredito que o Peseiro seja o técnico ideal para fazer a revolução necessária no futebol do Clube... Mas vamos ver, oxalá me engane...

    Relativamente à Comunicação do FC Porto para o exterior, uma lacuna no FC Porto, porque é praticamente inexistente. Às vezes penso se não será porque Pinto da Costa gosta de chamar a si a responsabilidade de falar para os Média, pelo menos é essa a impressão que me dá. E o que é facto é que o FC Porto à semelhança do Benfica e do Sporting devia ter um director de comunicação com capacidade e competência, para colocar em cheque, responder à letra, a papagaios como o joão gabriel director de comunicação do ficaben... Pois Pinto da Costa nem sempre estará com disposição para contestar e por isso devia delegar num director de comunicação... E para director de Comunicação do Clube sugiro: Bernardino Barros, que é alguém bem documentado, competente e esclarecido...
    A newsletter dragoesdiario para denunciar os esquemas e manipulações na arbitragem não chega…

    AMonteiro

    http://www.dragaoatentoiii.wordpress.com

    ResponderEliminar
  24. "Mas vemos pela primeira vez Pinto da Costa a dizer que este contrato faz com que o FC Porto deixe de entrar com défice. Ou seja, as receitas operacionais podem finalmente cobrir as despesas operacionais, e com isso o FC Porto tornar-se um clube auto-sustentável"

    Era tão bom que isto fosse realmente um objectivo...
    ou pelo menos que fosse apenas preciso mais valias no máximo de 10M.
    Com o aumento de receitas, juntando obrigatoriamente uma redução de custos, acho que não é um objectivo assim tão difícil de concretizar, mantendo a competitividade da equipa. 10M já contando com as supostas entradas na CL.

    ResponderEliminar
  25. sim convem estar atento sim mas deixar de criticar por criticar, nao podemos ser mais papistas que o papa e armarmo nos em paladinos da transparencia e mais nao sei o que mas so no porto enquanto os outros com o apoio desgraçado e nojento da mairoia dos jornalistas e jornais escritos e falados NAO PASSA NADA , so clubes bestiais sio nos e que somos uma merda, so nos e que pagamos comissoes, so nos e que temos familiares proximos, so nos e que somos uns mete pro saco enquanto os outros agora ate parece serem os maiores ate para alçguns de nos pelos vistos. OS BLOGS SAO UTEIS , SAO INTERESSANTES , SAO LOCAIS ONDE PODEMOS LER COISAS SOBRE O NOSSO CLUBE, MAS OS BLOGS SEJAM QUAIS FOREM SAO BLOGS e se começam a ultrapassar a sus funçao e entrar em dominios de oposiçao ou interferencia nao prestam e chateiam. Portanto o presidente falou, vai ser o presidente para mais 4 anos e esperemos que sejam 4 anos de exitos os outros nao estao assim tao bem como a comun social quer vender. ANDAMOS A FALAR MUITO EM DINHEIRO E POUCO EM FUTEBOL MESMO NOS BLOGS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada um escreve o que entende, cada qual lê o que pretende e ninguém tem o monopólio da razão nem, muito menos, da verdade.

      Eliminar
  26. Carissimo TD, ainda nao tinha lido os comentarios , acabei de os ler e o TD quer me parecer esta a tornar se num local de dizer mal por dizer do clube e dos dirigentes. Nao sei mesmo se os comentarios sao de portistas ou de anti portistas. Carissimo TD nem tanto ao mar nem tanto a terra ou acabamos por destruir o clube e voltar aos idos tempos em que ja estavamos a perder mal passavamos o douro paRA SUL e eramos a chacota de lisboa e arredores.

    ResponderEliminar
  27. Res non verba.em reta final para as eleições o discurso de Pinto da Costa foi música para os sócios e adeptos. Convencido que era isto que nós estávamos à espera e que era suficiente o grito de guerra para nos calar. Erro crasso. Falou um pouco de tudo não dizendo quase nada. Achei piada quando o mesmo afirmou que sentia vergonha pela derrota ante o Tondela. Foi preciso 3 anos de humilhações para só agora ter vergonha? Então e a derrota frente ao circo do Lumiar em pleno dragão no ano passado? A derrota frente associação recreativa e cultural do Alto dos Moinhos? As derrotas vom o marítimo? Com o Famalicão? Com o feirense? Com o dinamo de Kiev? Com o Bayern? Com o Borussia? Essas não foram motivo de vergonha? Espero sinceramente por "res non verba"

    ResponderEliminar
  28. Tudo banha da cobra, "entrevista", ridícula...As pessoas não mudam

    ResponderEliminar
  29. Está entrevistar o canto de cisne de Pinto da Costa. Fim de linha para quem.muito deu ao Porto, mas que agora está a destruir o clube.Não aceito os patrulheiros que dizem que não se deve criticar, pois ataca se o clube. Isto não a velha União Soviética. Para terminar, se houvesse um pingo de vergonha o sr Alexandre Costa era proibido de frequentar as instalações e expulso de sócio. Só quem tem memória curta e que pode esquecer quanto este mau carácter e o seu comparsa Veiga prejudicaram o Porto entre 95 e 2005. Alguém se lembra do célebre jogo do Paixão em Campo Maior? Término, dizendo ao sr Pinto da Costa que não aceito ser tratado como um anormal que tudo aceita e que em tudo acredita.A entrevista foi uma estória da treta.

    ResponderEliminar
  30. Nitidamente uma entrevista de perguntas e respostas já combinadas, com o pormenor de anotarem os números mais difíceis de memorizar numa agenda do Porto Canal :).
    Ao jeito de campanha eleitoral para chamar pessoas às urnas, os temas quentes foram abordados mas pela rama, mas sem entrar no verdadeiro cerne da questão, como o caso do Rúben Neves ou das comissões. Do género "falar sem falar".
    Apesar da mensagem populista de "mea culpa" e de firme convicção de que as coisas vão melhorar, julgo e com muita pena minha que será um mandato em linha com o último. Contudo espero que eu esteja enganado.

    Parabéns pelo blog,
    Hélder Cruz

    ResponderEliminar
  31. Boas...

    Mais uma entrevista "sem sabor" do nosso presidente. Não percebo porque se continua a dar entrevistas destas, principalmente no Porto Canal, quando bastaria um comunicado para ficarmos a saber o mesmo. Ai ficou envergonhado contra o Tondela? E os restantes jogos miseráveis que a equipa fez este ano? São três anos sem ganhar nada de jeito.

    Pequenas notas:

    - Penso que o Peseiro não será o treinador no próximo ano. Está na altura de chamar à base alguém que já tenha sido campeão no FCP e que saiba o que isso significa. Era bom que se investisse menos em 1/2 jogadores e se invetisse no treinador.

    - Espero que os elogios a Moutinho tenham algum resultado prático. Despachar o Casillas (salário monstruoso) e ir buscar o Moutinho.

    - Parece-me que o plantel para o próximo ano vai ter muitas mexidas, quando comparado com o deste ano. Já chega de Maregas e convém limpar a lista infindável de emprestados que só nos sugam recursos. Convém não esquecer que é necessário fazer muitos milhões em mais valias por causa do fair play financeiro.

    - Centro de formação, para que? Para sermos iguais aos outros? O FCP é o clube em Portugal que tem menos adeptos e portanto nunca conseguirá ter a mesma "matéria*prima" que SCP e SLB. Peguem nesse dinheiro e invistam em coisas úteis ou então façam desconto nos bilhetes anuais. A formação do FCP tem de ser feita inicialmente na equipa B, depois rodagem de 1 ano e finalmente equipa principal para limar arestas. Mas claro que isto pressupõe um treinador capacitado.

    Espero que desta vez o Presidente passe realmente das palavras aos actos.

    Cmpts

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O FCP é o clube com menos adeptos em Portugal? você vive em que planeta? hoje em dia o FC Porto é o segundo clube com mais adeptos e só não é o primeiro porque o longo regime ditatorial que controlou o país deixou bem vincada a sua marca. E ou muito me engano ou dentro de alguns anos seremos o clube com mais adeptos.

      Eliminar
    2. Caro Anónimo... Eu falo em termos estatísticos... Não há muitos anos atrás (3/4) saiu uma estatística onde se referia os seguintes valores : SBL-5M, SCP-3M e FCP-2M

      Honestamente parecem-me valores muito razoáveis tendo em conta toda a inércia que vem do tempo do Eusébio e que não será fácil de destronar, até porque os pais influenciam muito a "decisão" dos filhos no que ao futebol diz respeito.

      Eu também não sei o que será os próximos anos e também tenho bastante esperança que as vitórias da primeira década do século (1 champions e duas taças UEFA) venham a ter resultados no futuro, até porque cada vez se vê mais "miúdos" adeptos do FCP.

      Eliminar
    3. deve andar muito distraído Nicolau. ao longo dos anos vão saindo muitas estatísticas do numero de adeptos e já de há muito tempo a esta parte que o FC Porto aparece sempre como o 2º clube com mais adeptos, à frente do Sporting

      Eliminar
    4. "Eu falo em termos estatísticos".

      Dois amigos foram ao restaurante e veio um frango para os dois. Só que um deles era vegetariano. Estatisticamente comeram 1/2 frango cada um!!

      É isso a Estatística? E, quem foi o autor, quem publicou, quem fez essa 'Estatística' que refere?!

      A verdade, meu caro é que fruto da Centralização dos Mass Media na Capital, fruto das 7 Tvs Regionais, dos 7 Pasquins, das 7 Rádios Locais que existem em Lisboa todas as informações que aparecem, são moldadas, manipuladas ao gosto de quem as faz, de quem as publica e de qual o público alvo a que destinam.

      Assim, não vá em tretas, em petas, em galgas em 'estatísticas', em números deturpados pelos editores das Tvs, Rádios, Jornais que moram em Lisboa, trabalham em Lisboa, vivem em Lisboa (o mesmo se passa entre Madrid e Barcelona - só que Barcelona também tem muitos jornais).

      Por exemplo, nos anos 80, quando o FCP vinha de 20 anos de fome, de ausência de Títulos, o FCP TAMBÈM enchia Estádios, também levava aos 10, 15, 20 mil adeptos atrás da equipa. Nos anos 80 quando o FCP andava esfomeado de vitórias, o FCP também enchia Estádios em Braga, Coimbra, Lisboa, Setúbal, Faro!!

      OK?!

      A verdade é que num País de 10,5 milhões de habitantes, o SLV tem 4,2 milhões de adeptos, o FCP tem 2,9 e o SCP tem 2,7 milhões.

      MAS, claro, como é um País Centralizado em Lisboa, eles só dão relevo aos clubes de Lisboa.

      Tão fácil de entender..

      E é nisso, nessa falha de Comunicação e Propaganda que o FCP sai a perder. O FCP ficou para trás, neste novo Mundo actual da Comunicação.

      O FCP tem por acaso Dirigentes, Vice-Presidentes, Funcionários de clube a botar faladura em programas de Tv, de Rádio, a escrever em jornais?!

      Diga-me um...


      Eliminar
    5. Boas...

      Não percebo porque é tanto azedume por causa do número de simpatizantes.. Honestamente isso a mim não me interessa muito e apenas referi o número para estabelecer a ligação ao centro de formação que o FCP deve ou não, construir.

      Mais importante para mim é o número de sócios e as "médias" de assistência no Dragão. Porque, quer queiramos ou não, são esses que dão o contributo financeiro para o clube e não os adeptos em geral. O FCP podia ter 10 milhões de adeptos, mas se só tiver uma média de 30 ou 35 mil no Dragão, então aí a questão é mais delicada.

      Por exemplo, este será o terceiro ano consecutivo que o FCP tem a média mais baixa dos 3 grandes. Até mesmo o Sporting tem mais adeptos no estádio que o FCP... E não ganha nada de jeito há muitos anos.

      Eliminar
    6. Lá, está.. no fundo está a dar-me razão.

      É normal que quando as coisas correm mal, as assistências, diminuam. Se a equipa está mal, lógico que há um divórcio..

      E se o FCP estivesse há 14 anos sem ser Campeão, também encheria estádios..

      Se o FCP estivesse há 38 anos sem saber o que é um Tri.. também encheria estádios.

      Se o FCP estivesse há 53 anos sem saber o que é ganhar um Título europeu.. também encheria estádios.

      Que interessa dizer que se tem 150.000 sócios, se a pagar quotas nem 90.000!!!

      Volto a insistir.. o FCP nos anos 80 também enchia estádios. Enchia porque andava esfomeado. Agora, o mal dos adeptos do FCP é que andam de barriga cheia.

      Eliminar
    7. E, quanto ao facto de estar 3 anos a ver passar navios, também estivemos em 2000, 2001 e 2002 sem vencer e depois até a Liga dos Campeões vencemos.

      O mal dos portistas que aqui vêm criticar é que são portistas de vitórias, são portistas de fraca memória.

      E muitos esquecem que vivemos num País onde os murmelhos controlam tudo.

      No Governo, nos Media, nas Associações, na Liga, na FPF, na CD, na APAF... é tudo deles.

      Eliminar
  32. Entrevista fraca e muito superficial, tipo me engana que eu gosto.

    É óbvio que ao falar em Blogues está a referir-se à Blogosfera verde e murmelha que bebe muito na fonte inquinada do Correio da Maralha.

    E é óbvio que algo se passa, para que PdC e o FCP não reajam à pouca vergonha dos afiliados APAF, em que mais de 80% foram lá colocados pela Máquina de Propaganda do SLV.

    Tem de haver algo de muito grave (rabos escondidos) para que o FCP fique quedo e mudo, passivo perante estes 2 anos seguidos de Colinho Encornado descarado. É que o FCP mesmo jogando pouco, mesmo jogando mal foi espoliado em muitos jogos e os Dirigentes portistas comem e calam. E, pior a outra equipa também faz jogos fracos, menos conseguidos, mas ganha sempre e não tem jogadores expulsos nem sofre penaltis!!

    Algo está mal.

    ResponderEliminar
  33. Tribunal do Dragão a minha solidariedade para com vocês. Muita gente não sabe ler ou mistura coisas que leu noutros blogs com este ou são simplesmente idiotas. Depois vêem para aqui escrever e vocês que os aturem. Muitos querem colar o rótulo que este é um blog anti-portista mas não é verdade.

    Respeito muito o vosso trabalho e agradeço-vos por ele. Estão muito atentos ao clube e quando têm alguma coisa a apontar têm sempre o cuidado de apresentar os actos concretos. Isso é de salutar como também o é o facto de se notar que são independentes e não escrevem para agradar a ninguém. Escrevem por amor ao FC Porto porque gostar do clube não é dizer sim a tudo, é também apontar o que está mal e denunciar seja contra quem for porque o clube tem de estar acima de tudo o resto.

    ResponderEliminar
  34. Opinião da entrevista:

    - Em relação às comissões tenho uma opinião muito similar ao Presidente. Elas existem em todos os clubes. Acho que muitas vezes este blog coloca demasiada atenção neste tópico. O problema não é do Clube é do futebol mundial e tem de ser a FIFA a resolver (com mão pesada e sanções a quem não cumprir o limite de 3%).

    - Em relação ao tópico treinador, espero que nem com a Vitória na Taça o Peseiro fique a comandar a equipa. Acho que nesta altura de crise, o Porto precisa de alguém com um espírito novo e com capacidade de levar a massa adepta a acreditar numa nova era. Só vejo dois treinadores com este perfil actualmente no mercado: André Vilas Boas e Marco Silva. Tenho preferência pelo segundo! Acho que fez um excelente trabalho por todos os sítios onde passou (mesmo pelo Sporting basta reparar no fraco investimento que BdC fez no plantel o ano passado em comparação com este ano).

    - Em relação ao plantel, Rafa e Otávio são jogadores a incluir na equipa. Para mim André Silva e Francisco Ramos também. Josué tenho as minhas dúvidas, mas acho que o Porto precisa de jogadores com raça e apesar de não o ver num possível onze titular do próximo ano, pode ser um bom jogador para entrar nas segundas partes e colmatar lesões.

    - O Presidente não falou de Ivo Rodrigues mas espero que seja uma das apostas para o plantel da próxima época!

    - Não falou dos nomes das supostas contratações. Gostava de ver Rafa (Braga) no Porto a extremo esquerdo (no lugar que agora é de Brahimi). Mas penso que o seu valor de mercado é agora muito elevado (não percebo como o Porto o deixa escapar o ano passado). Espero que não se cometa o mesmo erro com Pedro Santos que para mim é craque.

    - A próxima época tem obrigatoriamente de ser uma época de vitória e de forte investimento. O Benfica está com os cofres cheios depois de uma boa champions e de ter jogadores com algum mercado (Lind, Renato Sanches, Gaitan). O Sporting vai ter de vender algumas peças chave para equilibrar as contas do clube (João Mário, William, Slimani) mas tem uma boa fornada de jogadores que vão fazer parte do novo plantel (Iuri Medeiros por exemplo).

    ResponderEliminar
  35. O problema do Porto é que ficou parado no tempo, não evoluiu como o futebol evoluiu. Na verdade as comissões nem são importantes, o que é importante é que agora existe fair play financeiro, houve maus resultados que não comportam essas comissões, os rivais passaram a contar, meteram-se com a Doyen (tipo Jorge Mendes, mas horrível).

    O Venfique vai pelo mesmo caminho, aliás tudo o que tem feito nos últimos anos é fotocópia da novela empolada do apito dourado mais propaganda mediática. Quanto ao Sporting, parece-me demasiado crente e inocente, mas na verdade os heróis são todos assim.

    ResponderEliminar
  36. Os 100 mil euros por cada 20 jogos que o contrato de andré silva atribui só Teixeira deveria merecer mta atenção da AT e do MP.

    O Teixeira nesse contrato actua como sócio testa de ferro do Antero

    Que as autoridades vão fundo pois o FC PORTO está a saque.

    ResponderEliminar
  37. TD, para quando um post sobre os jogadores que estão emprestados a outros clubes como fez há um ano?

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.