quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Querem um central? Cá está ele. Literalmente

O FC Porto versão 2015-16 é um clube que...

... contratou Maxi Pereira, um símbolo do Benfica, que durante oito anos foi rival do FC Porto e à chegada ao Dragão passou a ser um jogador acarinho, inclusive com honras de camisola 2.

... contratou Dani Osvaldo, jogador com um historial de conflitos e processos disciplinares invulgar - e diria mesmo único - a assinar pelo FC Porto, numa altura em que nenhuma outra grande equipa parecia estar disposta a tentar a reabilitação do jogador.

... resgatou Silvestre Varela, após este quase ter sido reduzido a um rótulo de mercenário por parte de Pinto da Costa numa entrevista ao Porto Canal. Quis sair para «ganhar dinheiro», podia ter caído em desgraça, mas foi recuperado e reabilitado para ser um jogador importantíssimo no plantel.

... redobrou a confiança em Julen Lopetegui, cuja primeira época no FC Porto coincidiu com a primeira temporada desde 1989 sem nenhum título numa época desportiva.

Estes são apenas quatro exemplos que dizem que o FC Porto versão 2015-16 tem uma componente de segundas oportunidades. São apostas que dizem simplesmente que o passado ou o que fizeram não importa, pois o FC Porto sabe o que valem no presente e o que podem valer em 2015-16. Maxi Pereira, Dani Osvaldo e Silvestre Varela são jogadores que, por diferentes motivos, podiam hoje conhecer mil e um entraves para não vestir a camisola do FC Porto. 

Mas estão cá, integrados no grupo, acarinhados, com um papel relevante no plantel em perspetiva e até mesmo com números místicos nas costas. Tudo isto para chegar a um nome que está esquecido nesta pré-época. Discute-se a necessidade de um central patrão e hesita-se em perceber se Lichnovsky deve rodar para ser 1ª opção na primeira liga ou ficar no plantel para não aprender nada na equipa B e ser o 4º central da equipa A.

Um problema que devia
ser solução
E enquanto isso, o FC Porto esquece-se que tem nos seus quadros um central experiente, internacional, de qualidade bem acima da média; que sabe ser um líder, foi capitão, tem experiência em jogar em grandes clubes, em defrontar grandes adversários; um jogador do qual nunca nenhum treinador disse uma palavra má; mais, numa altura em que o FC Porto não tem grande margem para mais aventuras no mercado (há uma diferença em depositar todas as fichas em Lucas Lima e estar, meramente, à espera da única solução que a Doyen tem para oferecer neste momento) e não consegue pensar em contratar um nome de peso para a defesa sem envolver fundos e complexidade, eis uma solução a custo zero: Rolando.

Se há época para reincorporar Rolando, é esta. Está cá, é nosso, é portista. Tem qualidade, dispensa período de adaptação e ganhou 11 títulos pelo FC Porto. Agiu mal, como outros agiram para com ele e continuam no FC Porto merecendo total confiança do clube, mesmo quando o seu nome sai para a praça pública por problemas extra-futebol. Rolando não esteve oito anos a lutar contra o FC Porto. Não agrediu colegas ou dirigentes. Cometeu erros no passado? Certamente. Mas o FC Porto não contratou Maxi, Osvaldo e não resgatou Varela a pensar no passado, mas sim a pensar no que poderiam ser em 2015-16.

O que se pede não é muito e não é difícil: Rolando, Lopetegui, Pinto da Costa, Antero Henrique e o seu empresário (Cardoso da Silva, não é Alexandre Pinto da Costa nem nenhum dos 738 representantes em Itália) sentados à mesa, a conversar e a ultrapassar os problemas que houver para ultrapassar como gente crescida. No final, podem ter a certeza, quem ganharia era o FC Porto.

40 comentários:

  1. Respostas
    1. Pergunta para colocar a Rolando, Pinto da Costa, Antero Henrique, Lopetegui e Cardoso da Silva.

      Eliminar
    2. Coloquei a questão porque normalmente não escreves coisas a sorte e podias ter algum dado que indicasse para a possivel reintegração do jogador, que para mim resolvia os problemas dos centrais.

      Rolando é um jogador bastante competente e experiente como já o tinhas dito.

      Eu sinceramente não acredito muito, não acredito que essas pessoas se juntem e tratem do caso depois de que já aconteceu.

      Eliminar
  2. concordo que alguns casos mereçam uma 2'oportunidade, mas para isso era preciso saber se o jogador está totalmente focado no FCP e honestamente, não sei se seria assim um upgrade tão significativo em relação a Maicon/Marcano/Martins Indi.

    Neves

    ResponderEliminar
  3. Toda a gente já percebeu que o Rolando seria um nome a considerar para reintegrar o plantel e poderia ser uma boa solução. Mas, Tribunal do Dragão, haverá necessidade tanta bajulação a alguém, quer se queira quer não, errou para com o clube? A ideia do Tribunal do Dragão sobre Rolando já se entendeu há muito tempo. É necessário continuar a bajular o jogador e, de alguma maneira, tentar colocar a mesma ideia nos adeptos?

    Existem temas muito mais importantes que deveria aproveitar para comentar/criticar e não o faz. Mas, para o Rolando, há tempo para um artigo. Os interesses começam-se a revelar. Tenta ver o copo meio-cheio ou meio-vazio conforme lhe convém, ainda que não retire muito mérito e qualidade ao site que, sem dúvida, é dos melhores da comunidade portista.

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Existem temas muito mais importantes que deveria aproveitar para comentar/criticar e não o faz.»

      Como por exemplo?

      Eliminar
  4. Onde é que está, por exemplo, a análise profunda ao R&C que, segundo o próprio, ainda não foi feita por falta de tempo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que tema «muito mais importante» ficou por explorar?

      Qual é o pormenores das contas da SAD que nunca foi avaliado neste espaço?

      Eliminar
  5. Eu subscreveria a 100%, porém não foi o Rolando que se recusou jogar pelo FCP o ano passado? Não foi ele que roeu a corda e rejeitou ir para estágio?? Memória curta..

    Tem muita qualidade, é portugues e entrava de caras no 11, mas acho que não merece. Os casos já são muitos e deveria ser despachado, se já não dá para aproveitar.

    Joel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será que Entrava de caras no 11? Será assim tão superior ao Maicon? Muita gente desvaloriza o Maicon mas tem sido um bom profissional, comprometido com o clube e apesar de algumas falhas, tem cumprido.
      Se o rolando é assim tão superior ao que temos, porque nenhum clube faz uma oferta aceitável por ele?

      Eliminar
    2. A minha opinião é que o Maicon não vale um pepino. Oxala seja o grande jogador que o caro anónimo defende. Em dias bons não tenho dúvidas que é um bom central, um patrão. O problema é que tem muitos dias maus, é péssimo a jogar com os pés e só sabe mandar charutos para a frente. Tem graves faltas de concentração e aos 26 anos ainda não se conseguiu afirmar.

      Joel

      Eliminar
    3. "O problema é que tem muitos dias maus, é péssimo a jogar com os pés e só sabe mandar charutos para a frente. Tem graves faltas de concentração e aos 26 anos ainda não se conseguiu afirmar."

      E exactamente o mesmo poderia ser dito do Rolando. Sem tirar nem pôr.

      Eliminar
  6. Não seria dada uma segunda oportunidade, mas sim uma terceira. Foi dada a segunda na época passada e o jogador não a quis aproveitar
    Normalmente concordo com tudo o que aqui é escrito, mas não desta vez já que lhe foi dada a oportunidade de se voltar a juntar e não quis e no FC Porto não se dá terceiras oportunidades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ponto válido. Mas podíamos fazer o seguinte exercício. Basta perguntar uma vez a Rolando «queres jogar no FC Porto?» e tínhamos a resposta na hora. Já para Lucas Lima cada dia é uma «terceira oportunidade» para jogar no FC Porto.

      Eliminar
    2. O Lucas Lima seria uma tremenda mais valia no plantel enquanto o rolando não estará assim tantos furos acima de Maicon.
      Ainda assim o Lucas Lima para mim, já estaria descartado.

      Neves

      Eliminar
  7. o discurso é perfeito mas falta considerar a vontade do jogador e a vontade dele é nao jogar mais no porto, o varela esteve quase na mesma e depois retrocedeu. Rolando poderia ser util mas onde tem jogado tambem nao o quiseram, é carta descartada.

    ResponderEliminar
  8. A época nem começou e já a agoirar...sai demónio! Força FCP!

    ResponderEliminar
  9. Já foi dada uma 2ª oportunidade ao Rolando e o que ele fez foi virar as costas ao clube e ao presidente. Posto isto sou contra a sua reintregaçao no plantel do Porto. Que fique mais um ano a apodrecer... Não consigo ter respeito por este gajo.

    ResponderEliminar
  10. E porque não pensar em trocar o Rolando pelo Bruno Alves que vai entrar no último ano de contrato na Turquia? Em ano de europeu seria provavelmente uma situação em que todas as partes saiam a ganhar! Ainda recentemente o Bruno veio dizer que gostaria de regressar.

    ResponderEliminar
  11. Rolando além dos problemas disciplinares nunca foi grande jogador... não traz nada de mais valia... já devia estar despachado há muito..
    Rui Silva

    ResponderEliminar
  12. Infelizmente parece-me que este post é mais um desejo do autor do que uma eventual realidade.

    Não me parece que os responsáveis do FC Porto deixem o seu orgulho de lado para que isto resulte...

    ResponderEliminar
  13. Depois do número que fez na pré-temporada anterior acabou, por sua iniciativa, com qualquer futuro que poderia ter no clube. Achava lamentável a imagem que passaria com sua reintegração após esse episódio.

    E chamar Lucas Lima ao caso não faz grande sentido. Além de não serem casos comparáveis, two wrongs don't make a right.

    Rolando é finito e, sinceramente, não vinha adicionar nada nesta altura da sua carrreira. Que se nota pela absoluta ausência de interessados já a meio de Agosto.

    ResponderEliminar
  14. Evidentemente gostaria de ver a situação de Rolando resolvida, pelo bem de todas as partes. Contudo, desportivamente falando, não me parece que o FC Porto necessite de mais um central. Uma equipa que tem Martins Indi no banco, jogador em que se investiu 7,7M€ e que é titular da seleção holandesa, precisa de mais um central porquê?

    ResponderEliminar
  15. Para mim, a partir do momento em que o Rolando rejeita ir para estágio com a equipa e lutar por um lugar no onze porque estava a fazer birra porque queria ir jogar para Itália, nunca mais calça no clube. Chegou mesmo a rejeitar propostas de Inglaterra e da Turquia, que seriam vantajosas para o Porto, porque estava à espera que o Inter ou o Nápoles fossem atrás do menino, o que não aconteceu.
    Se ele não quis jogar no Porto, problema dele, agora que fique em casa de cú no sofá à espera que o contrato acabe, o que não faltam aí é jogadores de qualidade a querer ter uma oportunidade na equipa principal do Porto.

    Quanto ao Varela: é um caso semelhante? Sim. É um caso igual? Não! Porque o Varela, mal a pré-época passada começou, falou directamente com o treinador, pedindo para sair porque queria experimentar campeonatos diferente, uma vez que fez quase a carreira toda em Portugal, não andou aí a fazer birras para sair, nem o seu empresário sempre a falar que ele queria sair

    Normalmente gosto bastante dos textos aqui escritos, mas este foi um tiro completamente ao lado, mesmo nos casos em que fala do Osvaldo e do Maxi, ninguém no Porto tem motivos de queixa de falta de profissionalismo destes 2 para com o clube.

    ResponderEliminar
  16. I'm out. Aliás já estava em relação a Varela.
    Com Rolando, além do mau precedente, é engolir um sapo intragável.
    Exílio até ao fim, digo eu.

    Do Porto com Amor,
    LAEB
    http://doportocomamor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. Não me parece um caso comparável a Osvaldo ou Maxi, existem algumas semelhanças com Varela.
    Ambos são jogadores portugueses com alguma qualidade mas não grandes estrelas, com um perfil discreto dentro e fora do campo. Os dois pediram para sair e nenhum teve bom seguimento noutro lado. A diferença é que o Varela sempre mostrou um mínimo de respeito pelo clube, e quando o obrigaram a ficar há dois anos treinou e jogou, continuou a empenhar-se mesmo que não estivesse contente. Já o Rolando não só foi reintegrado como queriam que fosse titular e capitão, e o que fez? Recusou-se a treinar. Não, obrigado.

    ResponderEliminar
  18. Para quê? Para como no ano passado passado depois de aceitar ser integrado, a pedido expresso de Lopetegui, no grupo de trabalho se recusar a jogar e a exigir outra vez a saída? Ou para depois de mais um perdão desperdiçado voltar a fazer declarações como esta: "Vitor Pereira tentou fazer-me a vida negra, aliado a Antero Henrique"?
    Depois de se dar a braçadeira de capitão a Maicon, que bem a merece, para quê ir-se buscar um jogador que desde 3 anos a esta parte anda a fazer birra para sair para Itália, para retirar a confiança depositada e ganha pelo Maicon? Até porque o melhor Rolando está longe de ser melhor que o melhor Maicon!
    O Rolando está no direito dele de só sair para onde quiser assim como a nossa sad de só o deixar sair para quem pague mais. Não havendo entendimento nos direitos de todos não há saída, normal. Mas o problema é que Rolando tem sistematicamente faltado aos seus deveres de ser profissional, de respeitar o clube que lhe paga um bom ordenado pelo contrato que assinou de livre vontade.
    Reintegrar Rolando esta época sería o maior tiro no pé que podiamos dar!

    António Guedes

    ResponderEliminar
  19. Primeira vez que discordo totalmente de um post e que tem um leve ar de parcialidade...

    PC queimou Varela em público e ele este ano está cá... Ao contrário, PC na mesma altura veio publicamente defender Rolando dizendo que ia ficar no plantel e este recusou, desautorizando de forma rude o representante máximo do clube..

    Não é comparável com nenhuma situação que se viveu ou vive no Porto, nem mesmo as terceiras oportunidades a Lucas Lima... não estão no mesmo contexto e grau de comparação...

    Rolando queimou-se a si próprio e nem mesmo as juras de amor ao clube nos jornais para todos termos pena dele resultaram...

    Ele precisa mais do Porto do que o Porto dele...

    E nós precisamos mais do Lucas Lima do que de um central, já agora...

    ResponderEliminar
  20. é pah concordo plenamente com o que é dito e escrito pelo blog no caso rolando, por mim voltava e integrava o plantel...

    quanto a lucas lima para mim ja estaria descartado a 1 mes atras e querem um 10 um tal magico? porque raio entao venderam o carlos eduardo?

    ResponderEliminar
  21. Pelos comentários percebe-se que a maioria dos adeptos não faz ideia do que se passou com o Rolando e que venderam muito bem a imagem de que a culpa é do jogador. Espero que o TD um dia conta o que realmente se passou pois sei perfeitamente que o sabem. Percebo que não o queiram dizer agora mas espero que um dia o façam.

    A verdade é como o azeite...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é que eu gostava de saber.

      Eliminar
    2. Numa situação que já se arrasta há tanto tempo como esta, não me parece que existam inocentes. Nem jogador, nem empresários, nem direção. Mas se nos quiseres elucidar melhor sobre o que se passou com o Rolando no nosso clube, sou todo ouvidos / olhos.

      Eliminar
  22. Para mim o central ideal para o FCP seria o PEPE ( ate 31 de Agosto nunca se sabe) mas nao sendo possivel Pepe apostava no Rolando! Eu ja o tinha comentado ate noutros sites! Tamos num ano que necessitamos de experiencia e na defesa principalmente! Entao mandamos reyes pa real sociedade (tem tudo para ser um emprestimo bem conseguido) central jovem ainda a meu ver com margem de progressao e andamos a lutar para trazer Rudiger outro jovem?! A meu ver Rolando seria a aposta! Ahhh mantendo claro Maicon Marcano e Indi! A epoca é longa!

    Ps: a hora deste coment tudo que indica que opare rescindiu! Fdx nem 1M alguem da por ele?!

    ResponderEliminar
  23. Boa tarde pela centesima vez para mim a melhor aquisicao possivel seria Bruno alves, Portista, racudo, foi capitao (e por mim voltaria a se-lo de n°2 nas costas) com 33 ainda tem alguns anos pela frente e faria uma optima dupla com Marcano
    #euqueroBrunoAlves2devolta
    #omaxidocacetenaomereceo2nemosimbolodoGFCP

    ResponderEliminar
  24. Dá gosto ver como o TD já meteu logo em alarido o porta-voz do senhor identificado na tag. Quando a mensagem dói tenta-se descredibilizar o mensageiro, mas felizmente já ninguém com dois dedos de testa duvida que este é o espaço de eleição da bluegosfera (destacar aqui o 19 do Jorge e o Reflexão Portista, que são os 3 que vale a pena seguir). Espero que um dia o Rolando decida contar a sua versão.

    ResponderEliminar
  25. Rolando, sim? Rolando, não? Se ficasse porreiro, se não....felicidades.
    Oh José Pereira, se Pedroto vivesse, lesse este blog e os seus comentários chamar-lhe-ia submarino...

    ResponderEliminar
  26. Por mim o Rolando nunca mais no FCP e que vá para bem longe quando mais depressa melhor. Este sim é uma verdadeira maçã podre.
    Primeiro, convém recordar as falhas, falta de aplicação e garra nos ultimos jogos que jogou e que atecederam a sua saída da equipa, ainda com Vitor Pereira.
    Depois todo o processo de dificultar a vida ao FCP, quer pela incapacidade e vontade de lutar por um lugar no plantel, quer pelas recusas em integrar a equipa, quer pela recusa propositada e revanchista na renovação que, só visa, a meu ver, a vingança e o prejuízo do "seu clube do coração".
    Se isto não é um jogador sem caráter o que é então?
    Era o que faltava o FCP andar a baixar as calças e pedir por favor para que regresse.
    Antonio

    ResponderEliminar
  27. Boa noite,

    Outra vez? Então mas não houve essa hipóteses no ano passado e o Rolando recusou e até faltou ao estagio? O que mudou da ultima época para esta?

    Era uma boa ideia mas se não aconteceu no ano passado duvido que aconteça este ano.

    Cump.

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.