quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Oportunidades

Pablo Osvaldo é oficialmente reforço, mesmo com uma ambiguidade que soa a José Régio. «Não sabemos de onde vem, sabemos que vem para aqui.» No momento do R&C do 1º trimestre poderemos avaliar com maior rigor a transferência, esperemos, mas para já importa destacar que o contrato defende o investimento da SAD. Um ano de contrato, dois de opção. Boa decisão.

Se o FC Porto for campeão e Osvaldo fizer uma boa dose de golos, ninguém se importará com os meios, nem com quanto custaram os meios. Só não queiramos comprar a história cor de rosa de que o Uruguai é agora uma forma de fugir aos impostos numa contratação. Interessante, é tão vantajoso que só se lembraram de o fazer com Osvaldo? Porque não, só para citar outro jogador contratado a custo zero, com Maxi Pereira, que até é uruguaio? Na duração do contrato, o FC Porto defendeu-se bem. Esperemos que também o tenha feito nos valores e meios praticados para contratar Osvaldo.

Com golos tudo se resolve
Ao jogador, exigimos o mesmo que a outro qualquer: empenho e respeito. Osvaldo não será julgado pelo que fez no passado. Será julgado pelo que fizer ao serviço do FC Porto. «Enquanto formos bons rapazes somos sempre comidos». Este de bom rapaz não tem nada. Mas aquilo em que estamos mais interessados é em ter um bom profissional, um bom goleador e boa concorrência para Aboubakar.

Entretanto, Cissokho regressou a casa e fica com o seu 28. Uma contratação interessante, na medida em que se trata de um jogador de qualidade, que conhece os cantos à casa, e a verdade é que desde que deixou o FC Porto foi sempre titular com regularidade em grandes equipas ou grandes ligas, por maiores ou menores críticas que recebesse. E era um negócio de ocasião, daqueles que se aproveita no momento ou pode-se lamentar mais tarde.

Será uma boa alternativa a Alex Sandro, que não pode sair do FC Porto. Primeiro, por Pinto da Costa ter dado a renovação como garantida. Segundo, porque se já foram rejeitados 25 milhões limpos (isto para não referir os 30M€ comentados por Pinto da Costa na entrevista a O Jogo), ou estamos à espera que algum clube perca a cabeça por um jogador quase em fim de contrato ou não é mesmo para vender. Não é para vender, mas já o sabem: o FC Porto não está obrigado a vender jogadores até ao final de Agosto, mas se não o fizer terá que o fazer entre Janeiro e Junho de 2016, possivelmente até com negócios de antecipação como foram Otamendi e Danilo. Nada que a SAD já não saiba.

Assim, abre-se a porta para José Ángel rodar e ser titular noutras paragens. Desenganem-se, Ángel foi uma boa contratação, na medida em que obedecia a uma lógica: jogador com escola, experiente, titular em bons clubes e bons campeonatos. Além disso, chegou ao FC Porto sem encargos no imediato. Foi uma boa contratação. Foi uma boa alternativa a Alex Sandro na última época, mas se em 2015-16 não voltaria a ser titular e não havia confiança para lhe entregar a titularidade em caso de saída de Alex Sandro, procurar uma solução no mercado é uma decisão que se compreende.

A terminar, uma curiosidade: Cissokho em dois pares de meses no FC Porto ganhou tantos títulos como Dani Osvaldo em toda a carreira. Sim, Osvaldo, é assim que as coisas funcionam por cá.

15 comentários:

  1. José Angel foi uma boa contratação? O dinheiro que se pagou por ele mais os ordenados e os jogos que fez (poucos e maus) era bem melhor ter-se apostado em alguem da equipa B.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O José Ángel veio livre. Para além disso não acredito que ganhasse muito mas isso só vendo no RC.

      Íncrivel como, quando é para criticar, inventam logo factos.

      Eliminar
    2. E o dinheiro que se pagou por ele foi quanto sabe dizer?! Angel veio de borla! A roma cedeu o jogador e ficou com 50% do passe... O fcp ja o fez com josue sergio oliveira toze...

      Eliminar
  2. A leitura que faço à contratação de Ángel é semelhante.

    Vinha com o propósito de fazer sombra ao titular e não foi uma aposta de risco na relação qualidade/preço.

    Acima de tudo, e pese embora todas as limitações que tem, cumpriu.

    ResponderEliminar
  3. Discordo por completo com estas duas contratações. Mas espero que no final da época o tdd me diga que estava redondamente enganado.

    ResponderEliminar
  4. Boa noite.

    Achas que existe a possibilidade do Herrera ser vendido? Com o tal médio ofensivo que será contratado, espero que seja o Oliver, e com os muitos médios que já temos não faz qualquer sentido o Mexicano ficar.

    Sobre o Osvaldo, eu gosto da contratação, não é fácil contratar PL de categoria. Se fosse perfeito estava num Real ou Barça. Ao Porto, principalmente ao Lopetegui, compete tirar o melhor do jogador.

    O Aly será uma excelente alternativa ao Alex e quem sabe na próxima época pode suceder ao Brasileiro. Tem um ano para mostrar serviço.

    Cumprimentos
    Rui

    ResponderEliminar
  5. Alguma leitura/analise a numeraçao do Porto?

    isto nao começa bem com os emprestados, a serio que o bolat nem convocado anda a ser na belgica? andres idem, fabiano e abdou a aquecer o banco, otavio e lica com pouco uso nestes jogos e nao sei se me estou a esquecer de alguem

    ResponderEliminar
  6. De acordo sobre Osvaldo, ainda que seja importante perceber que cláusulas estão previstas, nomeadamente para renovação e/ou compra do passe. E claro, quanto custou realmente "a brincadeira uruguaia".

    Cissokho é mesmo uma oportunidade e bem agarrada.

    Mas sobre Angel discordo, pode ter custado pouco tê-lo e trazê-lo, mas não lhe descortino futebol para ser nosso jogador. Foi um erro de casting puro, ao que tudo indica a pedido do treinador.

    LAeB,
    http://doportocomamor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. E contrataçoes para o onze? Fala se muito mas os reforços que podem levar a equips para outro patamar continuam por chegar! Temos muita quantidade e qualidade mediana mas faltam 2 ou 3 jogadores que façam a diferença... a começar pelo medio ofensivo e central. Convém não esquecer que perdemos meia equipa titular...

    ResponderEliminar
  8. Rui Martins, o José Angel veio a custo 0 (por 50% do passe). Antes ter uma contratação 0 destas para dar alguma profundidade ao plantel do que mais Opares, Bolats, Samis, Djalmas, etc, que só servem pra emprestar. Ou como o Ricardo (GR) que só serve para fazer número e satisfazer os interesses sabe-se lá de quem.

    ResponderEliminar
  9. "Custo 0" por 50% do passe! Informe-se!

    ResponderEliminar
  10. Subscrevo a 100%, acho o angel bom jogador, mas para ter o papel que teve mais valia ser alguem da formaçao, nao se gastava dinheiro e o jogador podia evoluir um pouco mais

    ResponderEliminar
  11. Eu penso que no ano passado o Lopetegui queria jogadores mais da "confiança" dele, uma vez que era o seu primeiro ano como treinador principal e em Portugal. Daí eu compreender que no an opassado vieram demasiados espanhóis para segundas escolhas.

    Este ano parece-me que o Lopetegui já está mais à vontade com o nosso campeonato e a SAD tem contratado acertivamente (em teoria claro) para suprir algumas necessidades evidentes do plantel, para além de estar a "despachar" muitos jogadores que estão ligados contratualmente ao FCP.

    Acho que o FCP está a prepara bem a época, com jogadores de qualidade e também integrar novos miúdos. Gostaria de ver resolvida rapidamente a questão do plantel com mais um médio e um central, para que no início do campeonato o plantel esteja fechado. Em termos pessoais gostava de ver Oliver e Rudiger no Dragão, mas não passam de desejos.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  12. A contratação de Cissokho é apenas a confirmação da saída de Alez Sandro...no final desta época. Boa gestão.

    ResponderEliminar
  13. Há investimentos que em que se ganha outros outros em que se perde. Felizmente o FC Porto ganha na maior parte das vezes. Se o Adrián custasse o que o Brahimi custou e o Brahimi custasse o que o Adrián custou já ninguém falava tanto dos 11 milhões... Mas no final as contas vão dar ao mesmo.
    Por este texto do Tribunal do Dragão fiquei com a ideia que o Adrián em princípio vai ser vendido por valores parecidos aos quais foi comprado, certo?
    http://onzedodragao.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.