sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Caso João Moutinho para totós (e para quem quer fazer dos outros totós)


Abrir os sites desportivos, por esta altura, quase leva a crer que o Sporting x FC Porto de sexta-feira já tem vencedor. Mas não, o Sporting anunciou uma vitória junto da CA da Liga - uma decisão que curiosamente foi anunciada pelo Sporting, não pela CA. Mas quando nos lembramos que o Sporting votou na continuidade de Mário Figueiredo e que o presidente da CA da Liga, Armando Triunfante, declarou nula a reunião do G-18, em Fevereiro, para demitir Mário Figueiredo, o puzzle fica mais simples de encaixar. Adiante, fala-se numa «vitória» do Sporting.


Os adeptos do clube que demorou 6 anos para pagar Hélder Postiga ao FC Porto rejubilam. «Uma vitória», diz a imprensa. Afinal, o FC Porto vai ter que pagar a comissão que estava a ser deduzida. Mas cá vai uma perguntinha: porque é que não é notícia que o FC Porto ganhou o diferendo com o Sporting quanto ao mecanismo de solidariedade FIFA? Ups. Pois é, parece estar tudo entusiasmado com a vitória do Sporting na CA. E porque não falar da vitória do FC Porto no mesmo processo? O 1-0 para o Sporting, afinal, parece que no máximo é um 1-1.

O que está em causa é simples. O FC Porto explorou o facto da definição de «mais valia» ser ambígua. O acordo para a transferência com o Sporting convidava a duas interpretações, o FC Porto puxou pela que lhe convinha. Qual é o clube que não tenta defender ao máximo os seus interesses?

Portanto, o FC Porto disse que só tinha a pagar 2,841 milhões de euros. Estava aqui a descontar uma percentagem pelos direitos de formação e pelos serviços do agente. Nunca antes as mais-valias, salvo acordo prévio, permitiam que as despesas com terceiros fossem «abatidas». Estou em crer que a própria SAD do FC Porto sabia disso, mas tentou aproveitar a ambiguidade do termo «mais valia». Como Portugal é um país onde as pessoas passam na rua e não apanham notas de 20 euros quando as veem no chão, ou se apanham entregam nos perdidos e achados, certamente que haverá puristas chocados com isto.

Ora então, o que é notícia hoje é que o FC Porto vai ter que pagar 650 mil euros ao Sporting, que vão perfazer os 3,5 milhões da tal mais valia de 25% acima dos 11 milhões da transferência da maçã podre, que em três épocas de FC Porto ganhou tantos títulos de campeão como o Sporting em 34 anos e tantos títulos europeus como o Sporting em 108 anos de história. E faz-se a festa em Alvalade, porque afinal o FC Porto vai ter que pagar os 3,5 milhões na íntegra. Mas esperem lá...

Mau. Então o Sporting, que afinal exigia 4,039 milhões ao FC Porto, obteve uma vitória no CA porque afinal vai ter direito a mais 650 mil euros (a comissão deduzida da Gestifute), e não a mais 1,197 milhões como era exigido no relatório e contas? Eu compreendo que, enquanto portista, estou mais habituado a festejar do que os outros e que quem tem menos tem que encontrar felicidade nisso. Mas é impressão minha ou o FC Porto não vai ter que pagar os 547,047 mil euros que o Sporting exigia de direitos de formação do João Moutinho? 

Touché. Vitória para o FC Porto no caso João Moutinho, que não vai ter que pagar a totalidade dos 4,039 milhões de euros que o Sporting exigia. E no final do comunicado da SAD, num parágrafo discreto lá para baixo, o Sporting lá anuncia que não obteve razão no caso dos direitos de formação e que vai avançar para recurso. Quanto aos 650 mil euros da comissão de Jorge Mendes, bom proveito. Com jeitinho, dá para pagar meio ano de salário do Miguel Lopes. Não tens que agradecer, Miguel.

E como esta é uma vitória para o FC Porto, na véspera do clássico com o Sporting, tomo a liberdade de editar a página do jornal Record para uma versão mais factual e verdadeira.

7 comentários:

  1. Podem explicar a história dos 6 anos do Postiga??? Fiquei deveras curioso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem que saber, basta ver os relatórios e contas. No relatório e contas do Sporting de 2013-14 anunciam que foi saldada a última dívida para com o FC Porto, que era o Hélder Postiga. E ainda estiveram em incumprimento, inclusive quando faltavam pagar pouco menos de 100 mil euros. Está tudo nos R&C.

      Eliminar
  2. Bom artigo, que esclarece alguns pontos importantes. A referência ao Mário Figueiredo/novo presidente da CA é que é completamente deslocada, por dois motivos: primeiro, este processo já estava pendente e os processos não transitam para os novos membros (princípio do juiz natural); segundo, não faz sentido insinuar que a decisão foi tendenciosa contra o Porto se afinal o artigo demonstra que se trata mais de uma vitória do Porto que do Sporting...

    ResponderEliminar
  3. Vamos lá ver se eu percebi bem....
    Os viscondes cantam vitória.
    A imprensa a soldo dos clubes do regime declaram que o FC Porto foi condenado no caso João Moutinho.
    E afinal o Zbortem vai apresentar recurso!?!?!?!?
    Se calhar é mais um Burro do Car(v)alho com uma Vitória pírrica.....
    Como dizia o outro "o Burro sou eu?"

    ResponderEliminar
  4. Enfim, nada a que não estejamos habituados.

    A melhor resposta tem de ser dada em campo. A começar já pelo jogo de logo à noite onde temos o dever de colocar no sítio os meninos que já querem parecer grandes.

    Cumpts.

    ResponderEliminar
  5. Excelente artigo. Cada vez tenho mais pena dos calimeros. Só conseguem ir buscar alguma alegria nestas mentiras jornalísticas

    ResponderEliminar
  6. Excelente forma de informar de forma transparente! Mais uma vez.
    Se não se importar vou "postar" alguma desta info no fb.
    No entanto, hoje o que mais pretendo é uma vitoria dentro das 4 linhas!!
    Somos Porto!!

    Um abraço

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.