terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Feliz natal, Marítimo

A opinião d'O Tribunal do Dragão em relação à Taça da Liga já é conhecida. E é permanente: é uma competição que serve como espaço competitivo para as segundas linhas do plantel e para lançar jovens. Mas a partir do momento em que o FC Porto assume que conquistar esta prova é um objetivo, então a análise que fazemos à competição tem que ser forçosamente diferente.

Ao primeiro jogo o FC Porto já está fora da competição (não vale a pena pensar em outra coisa que não seja dar minutos aos menos rodados e aos jovens nos próximos dois jogos). Numa fase de grupos (com duas equipas da II Liga!) a 3 jornadas, e tendo o FC Porto começado em casa, isto só pode ser considerado um enorme fracasso.

Carlos Pereira
Pior: pela primeira vez na sua história, o FC Porto perdeu com o Marítimo em casa. Foram precisos 43 jogos e 84 anos para isso acontecer. Um dia feliz para Carlos Pereira, muito bem recebido na tribuna por Pinto da Costa. Mas enfim, o homem foi importante na vinda de Danilo Pereira, não é? Tão importante que Danilo nem era do Marítimo, mas sim do Portimonense/Teodoro Fonseca.

Em 2015, o FC Porto perdeu 3 jogos nas competições nacionais. Todos com o Marítimo. Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé. E se pensávamos que da maldição da Madeira já nos tínhamos livrados, eis que vêm cá os madeirenses para despertar os eternos fantasmas de contestação a Lopetegui.

Já entrando nos Bonés e Machados (não vale a pena individualizar - falar deste jogo é falar de coisas negativas, e só com muito boa vontade mencionar um ou dois pormenores positivos). O 11 escolhido por Lopetegui para este jogo foi bom. Mas isso depende da perspetiva para a competição.

Capitão na baliza, dupla de centrais rodada e experiente, regresso de André André após lesão, jogadores de segunda linha lançados (que, nos casos de Varela e Tello, era também a tentativa de ganhar os jogadores - Ángel tem estado bem sempre que joga, é um caso diferente) e espaço para inserir jovens, nomeadamente Víctor Garcia, André Silva e até Sérgio Oliveira. Quanto ao 11, nada a apontar.

O problema é que uma equipa que quer ganhar uma determinada competição não pode mudar 10 jogadores de um jogo para o outro. Percebemos que é o jogo pós-natal e que há clássico em Alvalade no sábado, mas notou-se claramente que Lopetegui montou um 11 sem rotinas, setores pouquíssimo ligados, jogadores com pouco ritmo. Para quem, como eu, secundariza a Taça da Liga, não pode criticar; para quem quer ganhar a Taça da Liga, então não há outra coisa a fazer. Lopetegui diz no jogo que o seu trabalho é preparar a equipa para todas as competições. Alguém viu hoje uma equipa preparada para ganhar a Taça da Liga?

A primeira parte foi normal. FC Porto mais perigoso, mesmo acusando a falta de rotinas, e não marca por manifesta falta de eficácia. Depois acontece o inesperado. O Marítimo abre a segunda parte com um golo de bola parada (que foi o capítulo em que o FC Porto mais melhorou em relação à época passada - na verdade, o único em que melhorou). Depois, Marcano, que já tinha estado mal com Maicon no primeiro lance, está diretamente ligado mais a dois golos do Marítimo. Um desastre de noite para os nossos centrais. Não há treinador ou equipa que resistam a três lances assim, capitais. Que responsabilidades podemos imputar ao treinador por 3 golos sofridos por erros dos centrais? E com a ineficácia que se verificou até ao último lance do jogo, só podia correr mal.

A contestação ao treinador
O jogo fica marcado pela grande contestação a Lopetegui, claro. Uma coisa é assobiar o treinador quando está a ganhar por 3x0. Outro é fazê-lo quando o FC Porto, pela primeira vez na sua história, está a perder por 3x0 em casa com o Marítimo e fica virtualmente eliminado de uma competição ao primeiro jogo. Pinto da Costa achou que só devia falar dos assobios a Lopetegui logo na semana seguinte à subida à liderança. Neste momento, já todos sabem que as vitórias só significam uma coisa: a contestação a Lopetegui fica no congelador até ao próximo mau resultado. Mas se o próximo mau resultado acontecer no dia 2, a porta do congelador corre o risco de nunca mais fechar.

Dia 2, pela primeira vez, o FC Porto de Lopetegui vai defender a liderança isolada do campeonato. Uma oportunidade, ou talvez a última, para equipa e treinador mostrarem o quão preparados estão e o quão querem conquistar o campeonato. 

PS: Tendo em conta que hoje era dia de jogo, o regresso ao debate sobre os direitos televisivos fica para depois.

34 comentários:

  1. foi mais do mesmo e o problema e claramente o treinador e o modelo dejogo, os jiogadores nao acreditam, o publico nao acredita, o proprio treinador nao acredita, e mais tenho a sensaçao que nao tem adjuntos. Os jogadores espanhois que ca estao sao fracos todos dou o beneficio de duvida a bueno, todos os outros sao de equipa media. MAIS UMA VERGONHA ENFIM O CPSTUME, QUALQUEEQUIOPA AGRESSIVA E QUE SAIBA TROCAR A BOLA ANULA O PORTO. O medo de merter o pe e impressiobnante em alguns jogadores. Quanto a andre silva teve para ai umas nove ocasioes e acertou sempre ou nogredes ou fora ainda tem de comer muita codea. ESTAMOS MAL E CONTRA O SPORTING SE ELES METEM UMA NOS PRIMEIROS 15 MINUTOS SAIMOS GOLEADOS SEM ESPINHAS. Jogamos muito pouco, lentos, macios, sem imaginaçao, mas o presidente acha que esta tudo em, se calhar a esta hora a meo ja estara arrependida de ter feito negocio com a gente. UMA VERGONHA.

    ResponderEliminar
  2. Não adianta dizer como a raposa que estão verdes e não prestam. Uma equipa como o Porto não pode ser eliminada em casa logo ao primeiro jogo. É uma vergonha! Mas com centrais como Maicon e Marcano não se pode aspirar a muito mais.Jogar com 10 ou 9,5 também não ajuda (Telo???Varella???)nada.Devo ter estado distraído pois depois deste fracasso perdi a parte em que o Pinto da Costa veio falar aos desiludidos sócios. .ah pois esses agora não contam para nada a não ser pagar as quotas.Haja vergonha e corram com o espanhol enquanto é tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. gostei,concordo com tudo o que disse, o presidente hoje não falou porquê? Agora só fala qd tamos no 1º lugar? E para mandar bocas aos que lhe pagam o faustoso ordenado?

      Eliminar
  3. O catedrático do futebol fez 6 alterações no 11 titular que costuma jogar no circo do Lumiar. Qual foi o resultado? 3-1 ao Paços. Querem ver que o Paços é inferior ao marítimo. O HOMEM NÃO PRESTA. É FRACO. PAUPÉRRIMO. UMA AUTÊNTICA M....infelizmente continuará a chular o nosso clube até ao final da época. Uma vergonha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jeferson paulo oliveira naldo e adrien sao titulares no sporting, ainda entrou bryan r. Percebes tanto de bolas como eu de patinagem artistica. Vilas boas perdeu em casa em2010/2011 com o nacional para a taça da liga e agora? o vilas boas já é uma merda? é cada nabo

      Eliminar
    2. Faz lhe uma estátua ao treinador.

      Eliminar
  4. A ver como fica o congelador dia 2. Não alinho na do Porto não jogar sempre para ganhar, não me lixem com as poupanças...

    ResponderEliminar
  5. Vou arriscar um destaque positivo no meio deste jogo desastroso: os laterais. José Angel e Victor Garcia parecem preparados.

    O resto foi uma desgraça, já é salvo erro o terceiro jogo esta época em que o Marcano mete água, o Tello parece um caso perdido, o Varela já estava perdido antes e apenas deu seguimento a esse facto. A todos os assobiadores que querem André Silva esteja ele preparado ou não, aqui está ele minha gente, a rematar sempre contra o guarda-redes. Bravo. Nem digo mais nada.

    ResponderEliminar
  6. sou sincero não fiquei muito chateado com o jogo! para começar a taça da liga nunca foi levada a serio pelo Porto e vendo bem é uma competição que so interessa se não se ganhar mais nada! e a meu ver cumpriram-se vários objectivos com este jogo, nomeadamente descansar os jogadores para o clássico, dar minutos ao sergio oliveira, andre silva e victor garcia e perceber várias coisas como é o caso do varela que já não tem lugar no porto, o tello que so serve para o banco, o angel que está sempre pronto quando o chamam e o marcano que está em pior forma do que o indi! agora isto tudo é muito bonito se ganharmos ao sporting se não ganharmos já considero este jogo uma derrota terrível ehehe

    ResponderEliminar
  7. Eu gosto de visitar este blog pelas suas crónicas muitíssimo bem elaboradas.
    Não sei, sobre a vida do blogger, mas, só lhe tenho a apontar o seguinte defeito, porque é que quando temos um resultado bom, a análise dos jogos demora a ser colocada e quando temos um mau resultado é "logo".

    Da mesma forma que lhe aponto o dedo- nada de pessoal- aponto o dedo a todos os portistas. Quando ganhamos está tudo bem, ninguém fala do Lopetegui- " não é desta que o basco vai", nem ninguém se lembra que após ANO E MEIO não há automatismos, não existem transições ofensivas e defensivas bem delineadas e organizadas.

    Não sei se prestaram atenção, mas, após o Porto v Kiev, o Antunes no flash falou sobre os defeitos do Porto. Falou em posse de bola doentia e nos espaços que não são bem ocupados pela defesa quando atacamos- viu-se hoje contra o Marítimo. Está À vista daqueles que querem ver.

    Alô, Loptegui acorda, pá! Tens os recursos que mais nenhum treinador teve no Porto, em Alvalade mostra que estamos errados e mete esta equipa a jogar à Porto.

    P.S. Blogger, a minha crítica foi uma analogia. Não foi nenhum ataque.

    ResponderEliminar
  8. Corrido da Champions de forma miserável. Corrido da Taça CTT do modo que se viu. Corrido, será no sábado do título, com mais 2 ou 3 no bucho acabará por ser corrido da Liga Europa quando esbarrar com o Dortmund.
    Não sei porquê mas acho que fui enganado. Estamos ainda em Dezembro e sinto que me deveria ser devolvido o que paguei pelo Dragon Seat.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu todas as semanas que jogo no Euromilhões e não ganho também peço a devolução do que gastei, mas malandros não me ligam nenhuma!

      Eliminar
  9. Jogue quem jogar e seja que competição for, o futebol é sempre o mesmo.
    Isto não é um problema de jogadores, não...e quem não quer ver

    ResponderEliminar
  10. Belo texto
    Fico agora ansioso pelo texto dos direitos televisivos e que haja uma referência aos clubes pequenos
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  11. "Que responsabilidades podemos imputar ao treinador por 3 golos sofridos por erros dos centrais?"
    Quem escolhe os jogadores que vão entrar em campo?

    ResponderEliminar
  12. A Taça CTT vale o que vale e os jogadores menos utilizados do plantel, que deveriam ter dado a vida por merecer jogar mais minutos, mostraram neste jogo que no final da época vão ter de procurar clube. E é só.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Darem a vida para quê? Para regressarem à bancada no próximo jogo? Esta é a competição que o SLB pode ganhar sermpre, que Pinto da Costa não se importa. Portanto...

      Eliminar
    2. Esta é a taça que PC nunca ganhará... pois não consegue!

      Eliminar
  13. Esta derrota só pode servir para colocar a equipa em alerta máximo para o jogo de Alvalade.

    ResponderEliminar
  14. Eu, esta época, estou a marimbar-me para as taças e para as competições europeias. Quero é o campeonato. E se tiver de ser com este futebolzinho pseudomoderno, imitação barata de tiki taka, seja. Já me mentalizei que para ver futebol a sério, jogado com balizas, tenho de ver outro campeonato.

    ResponderEliminar
  15. Quero que alguém assuma, de uma vez por todas, as responsabilidades no meu clube. Osvaldo, Imbula, Tello e Varela estão a mais no clube. Digam o que disserem, têm sido gastos milhões em vão. Fica o registo do que é ser portista a sério e ter noção disso mesmo: quando o Sérgio sai (que nem é um jogador que eu goste muito!), cumprimenta TODA a gente no banco, incluindo aqueles que estão sentados fora do banco. Isto é saber o que é a "família", não é como a maioria que lá anda. Mais, já vejo críticas ao André Silva, quando, com 19 anos e num só jogo, já fez tanto como o Osvaldo com 29, vários clubes de topo e selecção A. Isto diz muito da gestão do nosso clube actualmente: é só negócio e que se lixe tudo o resto. O treinador, para mim, só tem culpa numa coisa: a postura de sempre e o discurso de sempre. O resultado é este...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a culpa sao dos associados que vao as assembleias gerais e votam sempre a favor porque claro, quem esta a liderar é o mitico PDC !!! ele ja tem quase 80 anos meus amigos, abram os olhos e vejam que esta na altura de mudar de ares em tudo !!!! ha muito boa gente a meter dinheiro no bolso, isso nao duvido. eu nao posso fazer nada nem tenho palavra porque nao sou socio, mas os socios deveriam fazer alguma coisa. o porto sao dos socios e nao da direçao

      Eliminar
    2. Concordo e acrescento: o conceito "família" só se cria com certos treinadores. Nomeadamente: Simeone, mourinho, vilas boas..

      Eliminar
  16. Gostei particularmente quando o Lopetegui diz que o problema foram os jogadores menos rotinados/equipa B. A culpa claramente é do treinador. Ele é que treina as rotinas de ataque e de defesa. Faz algum sentido ter uma situação em que o portador da bola do Marítimo é pressionado pelos dois(!) centrais quando tem suporte do seu lado esquerdo? É preciso virem os dois laterais fazer a cobertura; escusado será dizer que ou o Maicon ou o Marcano não estão a fazer o seu trabalho e que o lance vai dar em golo, que deu. Ou melhor, porque é que ninguém fala no Imbula? Sim, porque este senhor não sabe defender. O Lopetegui é um marreta que parece que está a jogar CM; vai rodar a equipa e mete jogadores ao calhas em diferentes posições, não se dá ao trabalho de perceber se as suas características são boas para determinada posição. O Imbula pode ser tudo, menos um trinco. Não se vai estar a por esse gajo à frente dos centrais, porque o tipo não vai fazer o seu trabalho decentemente. Ou então que invente, já que o Marítimo estava a jogar com dois homens à frente, porque é que não inventou e jogou com três centrais para dar rotinas à equipa, hum? O que mais me mete raiva na maneira de jogar a equipa é a maneira como se parte. Chega-se a estar com 5 jogadores à frente, na linha da defesa a fazer 'construção' pelas laterais, com 3 homens sobre o portador da bola às tantas. Depois claro, vai de chutar balões para o outro lado que são cortados. Não vejo construção pelo meio, movimentações para abrir espaços, nada. Tudo muito parado, muito estático. Claro que assim que há perda de bola, quem é que faz transição defensiva? Os laterais? A sério Lopetegui?

    Sinceramente, não há hipótese. Também dava jeito ter um ou dois centrais decentes. Honestamente, o Maicon nunca me inspirou confiança. E o Marcano, que "raramente comete erros", dizia-se ontem na SportTV, sempre que o vejo a cometer, são hecatombes. O Lichnovsky tem que ser emprestado a uma equipa da primeira Liga para ganhar rotação e crescer à séria. De todos, tenho mais confiança no Martins Indi, por ser mais consistente e mais versátil. O Porto precisa de mais um gajo nesta posição. E precisa de um tipo que consiga fazer o trabalho do Danilo. Porque já se sabe, meia equipa do Porto vai ser vendida mais cedo ou mais tarde... é para isto que servem os senhores da SAD.

    ResponderEliminar
  17. Um treinador no FCP que demora 1 época e meia a estar "isolado" na liderança, mostra bem a sua qualidade. Ontem, apesar de todas as alterações, o jogo acabava por ser decisivo visto o Marítimo em caso de vitória ficar praticamente apurado e o FCP em caso de derrota estar praticamente fora. Jogo decisivo...derrota. Lá nisto, Lopetegui é coerente. Valha-nos a esperança que no próximo dia 2 de Janeiro de 2016, o jogo está longe de ser decisivo e nessa perspectiva abre boas hipóteses à vitória/não derrota do FCP.

    Também passada 1 época e meia, o FCP não tem qualquer rotina de jogo. É difícil para qualquer jogador conseguir boas exibições dessa forma. Se nem a equipa titular tem rotinas (qual equipa titular?) como é que com tantas alterações vamos ser capaz de ter uma equipa forte?

    Uma palavra também para quem criticou os assobios a Lopetegui contra a Académica pela não entrada de André Silva. A tal falta de respeito a Bueno que tanto falaram foi ontem, mais uma vez, verificada pela atitude do treinador: Bueno de fora. Ontem era dia para Bueno jogar porque André Silva nem sequer tinha minutos de jogo e um miúdo deve ser lançado num jogo calmo (a ganhar 3-0 não era calmo?) e juntá-lo à equipa principal para se sentir mais apoiado. Ou Bueno só serve para jogar com Angrense (com todo o respeito)?

    A minha grande preocupação é o que Lopetegui está a fazer aos...adeptos! Diferentes opiniões é totalmente aceitável, mas neste momento começa a existir divisão dos adeptos e isto nunca foi o FCP.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Bueno está lesionado. Caso contrário o André Silva nunca jogaria.

      Eliminar
  18. Eu já não acredito nas pessoas que estão a gerir o nosso clube á muito tempo, o FCP está entregue à bixarada mentalizem-se disso.... ganhar ao Sporting ? ahm ???

    ResponderEliminar
  19. Queria dizer aqui umas coisinhas. Estão a crucificar o André Silva, já? O que vi dele ontem foi bom. Boa recepção, técnica, execução rápida, sempre. Foi à figura sempre também? Pois foi. Mas já vimos isso no Aboubakar e no Osvaldo também. Acontece. E para além de ter 19 anos era o seu primeiro jogo no Dragão. Não deveria, deveria ser o segundo pelo menos, porque ao contrário do que o TDD disse, existem hierarquias no plantel sim senhor, mas o lugar na hierarquia do Bueno é entrar quando é preciso resolver jogos, não quando os jogos estão resolvidos. Com jogos resolvidos deve-se dar lugar aos mais novos, dar-lhes confiança. Esse é o lugar do André Silva na hierarquia. Então onde esteve o erro? Esteve em andar a insistir no Pablo Osvaldo que desde o início eu disse que era um erro e que ia ser mais um Pizzi (não o do Benfica), não vinha para aqui fazer nada, e ao fim de 4 meses já está de malas aviadas. Comparado com o Bueno, o terceiro melhor marcador da Liga Espanhola, quem é o Osvaldo? Um flop em toda a carreira. Agora que o Osvaldo está em vias de litígio com o clube, toca de dar lugar ao Bueno e como se se tratasse dum jogador de 19 anos como o André Silva a quem é preciso dar confiança. É este o problema desta gestão do Porto. Ah, e só uma coisinha mais: a assistência para golo ontem, foi do André Silva.

    ResponderEliminar
  20. o problema a meu ver não está no resultado. Até podíamos ter perdido 1-5 ou ganho 4-3, o problema está na exibição. A perder 1-0 com evandro isolado, guarda-redes fora da baliza e este tenta fazer um chapéu?? isto é a gozar só pode! O problema é a exibição. Sem ideias, sem rotinas, sempre com a historia de manter a posse de bola na nossa defesa.. é nisto que o pessoal se queixa do treinador! com o vials boas e mourinho também perdiamos é certo, mas não desta forma.

    Contra o Sporting vamos jogar a medo, porque estamos em vantagem, estamos á frente, não ha necessidade de correr riscos, mais posse de bola na defesa, queimar tempo e esperar pelos golos do sporting para acordar. Infelizmente vai ser assim.

    ResponderEliminar
  21. Depois de um jogo destes ainda se consegue dizer que o treinador não tem culpa dos erros dos centrais. Onde anda a tão apreciada imparcialidade do TdD?

    ResponderEliminar
  22. Em termos de opinião, o Tribunal do Dragão é uma referência azul-e-branca, talvez mesmo a melhor. Temos de acabar com esta história da Taça da Liga para rodar jogadores. À pala de 8 edições da mesma, o Carnide ganhou 6 e ULTRAPASSOU o FC Porto como o clube com mais troféus ganhos. Este paradigma da treta é um paradigma de derrota e não de vitórias.

    ResponderEliminar
  23. O FCP, os dirigentes e os adeptos não vivem num bom momento e já dura há algum tempo.

    Mas 30 e tal anos de êxitos fizeram mal aos dirigentes mas também aos adeptos que gente mais confusa, de grande soberba e aburguesada.

    ResponderEliminar
  24. A ver vamos se o André Silva não será o novo Kléber. Ainda me lembro quando toda a gente dizia que o Kléber seria um avançado de referência no futebol europeu... Parece-me muito lento e a equipa B não será nunca a A

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.