quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

História

Aquando do sorteio da Champions, e também após o empate em Kiev, escrevi que o apuramento para os 1/8 se ia decidir na dupla jornada com o Maccabi e na receção ao Dynamo Kiev. Agora, se é certo que só contra o Chelsea o FC Porto se apurará, não será pelo resultado de hoje que poderá falhar o objetivo de ir aos oitavos.

O FC Porto nunca ganhou em Inglaterra. Nos últimos 46 anos, 16 jogos, 14 derrotas, dois empates em Manchester conseguidos com golos ao cair do pano. Já fomos a Inglaterra com melhores plantéis, melhores treinadores, melhores equipas e jogámos contra adversários mais fracos do que este Chelsea. E nunca ganhámos. O normal para o FC Porto é perder em Inglaterra. Não é pessimismo, é história. E o Chelsea ganhou sempre a equipas portuguesas em Londres. 

Ora a história hoje não entra em campo, não pode entrar, caso contrário é derrota na certa para o FC Porto, e dificilmente por números simpáticos - em 4 das últimas 6 deslocações a Inglaterra o FC Porto foi goleado. Foi assumido o objetivo oitavos, mas não a pensar em ter que vencer o Chelsea, em Stamford Bridge, ainda por cima não estando a equipa de Mourinho apurada.

O problema foi a incapacidade do Chelsea em garantir o apuramento atempadamente e a derrota com o Dynamo Kiev. O FC Porto estava obrigado a matar o apuramento no Dragão, contra o Dynamo; não está obrigado a ganhar em Londres, pois não se pode obrigar ninguém a algo que o FC Porto, em décadas de história, nunca conseguiu.

A que está então obrigado o FC Porto de Lopetegui hoje? A fazer o que não fez na última visita ao Estádio da Luz: a deixar claro que fez TUDO para ganhar. Tudo. Quando empatou 0x0 na Luz, Lopetegui afirmou, e bem, que o FC Porto foi a única equipa a querer ganhar. Só faltou mencionar duas coisas importantíssimas: não era o Benfica a precisar de ganhar; o FC Porto não fez tudo o que estava ao seu alcance para ganhar. 

Ao Chelsea o empate pode bastar, e não duvidem que Mourinho não hesitará em jogar com essa possibilidade. Não poderíamos imaginar um Chelsea mais fragilizado e pressionado do que este, mas isso não é necessariamente uma vantagem para o FC Porto. Sobretudo porque já nem será possível recorrer à fórmula Champions, face à lesão de André André.

Mourinho vai apostar tudo na Champions para salvar a época. Vai jogar com a corda no pescoço, algo a que não está habituado. Independentemente das circunstâncias, o Chelsea continua a ter melhor treinador, melhor plantel, melhores jogadores, tem mais estatuto e joga em casa. Isto além de ter toda a história do seu lado.

Não é algo para o FC Porto temer: é algo para combater. Não aceitamos ver uma equipa que, a precisar de marcar, vai passar um minuto a trocar a bola na linha defensiva. Isso não. Nos últimos 6 anos, Mourinho, a jogar em casa na Champions, só não conseguiu marcar ao Barcelona. E o FC Porto sofreu sempre golos em Inglaterra (46 em 16 jogos). Por isso podem dar quase por garantido que o FC Porto, para sonhar com o apuramento, terá que marcar mais do que um golo. Coisa que só fez duas vezes.

Tudo joga contra o FC Porto hoje. Não há absolutamente nada que dê vantagem ao FC Porto no jogo de números e estatísticas. Apenas isto: o Chelsea não é imbatível. A época 2015-16 tem sido fértil em comprovar isso. E a história do FC Porto construiu-se com triunfos inesperados e surpresas de escala internacional.

Lopetegui e os jogadores têm que deixar claro que vão lutar pelo apuramento até ao último instante, com todas as armas possíveis à disposição. Que não se vão acobardar, que não vão hesitar na hora de arriscar tudo, que não vão cometer os erros cometidos na Luz ou em Munique. É essa a obrigação do FC Porto para hoje.

O resto será história. Seja a dos últimos 46 anos, seja uma página inédita na história do FC Porto.

14 comentários:

  1. há que acreditar e que saber que tudo fica em campo!
    serei um dos que vai estar colado à rede a empurrar a equipa. que nao tremam as pernas e que nao haja mais ansiedade que o necessário. este chelsea está ao alcance deste Porto.
    ja nao consigo escrever mais que os meus dedos ja tremem! mas nao digam isso aos nossos meninos!
    um abraco

    ResponderEliminar
  2. O meu maior medo e irmos para lá defender. O Danilo disse-o na conferência e já me cheira que eles vão para lá como foram PA Munique...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, exactamente. Mas a abordagem ao jogo está a ser igual à de Munique. Um central a lateral. Desta vez subiu um lateral para extremo, tirou um ponta de lança e meteu um extremo/médio ofensivo no centro do ataque. LOL Já começam a faltar palavras... (O jogo está no intervalo neste exacto momento)

      Eliminar

  3. Hoje sim, 100% de acordo.

    Se cairmos, que seja de pé e exaustos.

    Do Porto com Amor

    ResponderEliminar
  4. o que há em Inglaterra que impede o porto de ganhar? deixem-se de mariquices e ganhem. 16 jogos, 14 derrotas e nenhuma vitória é uma vergonha

    ResponderEliminar
  5. A lesão do André André foi uma triste notícia. É hoje um jogador imprescindível no Porto e a única vez este ano que Lopetegui prescindiu da fórmula Champions e do próprio André André, na Champions, o Porto perdeu.

    ResponderEliminar
  6. Bom, mas estou completamente preparado e mentalizado para a derrota. A passagem devia ter sido assegurada contra o Dinamo de Kiev. Agora vão colher aquilo que semearam.

    ResponderEliminar
  7. Só relembrar uma coisa: à entrada para a última jornada desta edição da liga dos campeões, só 5 equipas tinhas mais pontos que o FC Porto (Real Madrid, Juventos, Barcelona, Bayern e Zenit). Outro pormenor é o facto de FC Porto poder ser eliminado da Liga dos Campeões com mais golos marcados, menos golos sofridos, e mais importante mais pontos do que o Benfica que já está apurado desde a penúltima jornada. Isto para dizer o que? Se formos eliminados hoje não foi porque fizemos uma má campanha na liga dos campeões,foi sim porque calhámos num grupo complicado, com resultados complicados, e com muito azar à mistura. Só temos sair (se for o caso) sempre de cabeça erguida, e disputar a liga Europa como favoritos a ganha-la. Mais vale um título da Liga Europa do que umas meias finais da liga dos campeões (e com maior probabilidade).
    Em Portugal vivemos o cúmulo: uns ficam contentes e apoiam a equipa nas derrotas (benfica), e já não são poucas esta época... outros assobiam a equipa nas vitórias (FC Porto).
    Pensem pelas vossas cabeças e não sejam "empranhados" pela comunicação social.
    Felizmente temos o Tribunal do Dragão que pensa pela sua cabeça, e espero que continue a educar muitos portistas. Só tenho mais uma coisa a dizer: Obrigado Tribunal do Dragão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo com a tua análise, não concordo é com a conclusão. O Porto já sabia que estava num grupo difícil, não contando com o Maccabi, que veio a revelar-se pior que o Astana do grupo do Benfica que ainda empatou umas três vezes creio. O Porto sabia desde o início, e aliás creio que o TDD disse isso também, que a passagem ia ser discutida com o Dinamo e que o penúltimo jogo era fundamental. Se tivéssemos ganho o primeiro jogo talvez tudo tivesse sido diferente, estivemos quase a consegui-lo e se calhar o lance do segundo golo do Dinamo até foi ilegal. Mas mesmo assim tudo correu como o esperado. A missão era vencer ou empatar o penúltimo jogo e o Porto falhou em casa contra uma equipa que não sendo fácil está ao nosso nível. E isto remete-nos para tudo o que Lopetegui já fez até hoje que foi falhar nas horas cruciais. Inventar. Mas eu não quero que a direcção o ponha na rua. Quero que o mantenha até ao fim da época para ele provar o que vale (se presta ou não) e para provar quem está certo afinal: quem o quer que ele vá para a rua ou quem o defende como tu e como o TDD? Não vais arranjar mais desculpas se ele falhar o campeonato pois não? Ainda para mais agora que vamos estar a competir na Liga Europa como o Sporting. É que se ele chegar ao fim desta época, não a zero como o ano passado mas com a Taça de Portugal e a Taça da Liga, começam a faltar argumentos mesmo para os defensores do Lopetegui, creio. Quanto à Liga Europa, não acredito que a ganhemos. Não é uma prova assim tão fácil e se analisares os vencedores de todos os anos percebes que não.

      Eliminar
  8. Façam um andor ao homem ponham-no lá e deêm quatro voltas ao estádio com ele. Continuem apoiá-lo e a defendê-lo.façam dele um Santo. Três centrais? Nenhum avançado? Fico me por aqui

    ResponderEliminar
  9. "A que está então obrigado o FC Porto de Lopetegui hoje? A fazer o que não fez na última visita ao Estádio da Luz: a deixar claro que fez TUDO para ganhar."

    O lopetegui e o FCP estiveram muito longe de fazer tudo. Longe demais...

    ResponderEliminar
  10. A minha opinião:

    Há três coisas que me incomodam. Uma delas é dizer-se que temos um plantel extraordinario, outra é esquecerem-se que o homem só não é campeão nacional porque os capelas da vida e seus pares andaram a encher o barulho de graça no museu da cerveja e afins, e a terceira é esquecerem-se que devemos ser a equipa da Europa com mais alterações no plantel... Vamos por partes.
    Tenho dúvidas que Maxi seja assim tão bom jogador e duvido que melhor que Danilo. Tenho dúvidas que Marcano seja assim tão excelente, assim como Maicon... Duvido imenso que esta dupla garanta segurança a uma equipa como o Porto. Gosto do Layun e do Danilo Pereira, mas duvido que sejam melhores do que AlexSandro e Casemiro. Não sei sequer se André chega a Oliver, mas sei que Aboubakar nunca será Jackson. E Quaresma? É uma questão de opinião, nos dias bons era melhor que Brahimi, mas nos dias maus pior que Varela. Eu nem sequer sabia quem era o Imbula antes de saber que vinha para o Porto por 20 milhões. E tenho a certeza que o Lopetegui é obrigado a pôr o Herrera a jogar para ver se alguém o compra em Janeiro... Nesse dia poderemos comprar um garrafão de vinho e metê-lo no meio campo, vai jogar tanto como o Mexicano... Temos assim um plantel tão bom??? Mesmo??? E as mudanças não importam?
    Quanto ao treinador. Sou do tempo em que o clube fazia o treinador. Sou do tempo em que um chimpanzé era campeão a treinar o Porto. E enquanto não voltar a ser desse modo, nem Lopeteguis nem nenhum outro fará milagres. A título de referência, tirando Mourinho, que outro treinador do Porto foi inequivocamente bem sucedido no estrangeiro?
    Abraços, que esta coisa de ser portista em Lisboa tá difícil.

    P.S. E não se deixem enganar pelos inteligentes comentadores da nossa praça. Parecem o professor Marcelo, sabem tudo, tudo, tudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nuno Miguel, muitos "chimpanzés" passaram a fase de grupos da Champions a treinar o Porto mesmo sem serem bem sucedidos no estrangeiro. Este "chimpanzé" que lá está agora só tinha de ter pontuado contra o Dinamo em casa, onde não perdia há não sei quantos jogos, mais nada. Não era assim tão difícil. A partir daí já ninguém lhe exigia mais nada fora de portas. O plantel do Porto é fraco? E o do Benfica? É melhor? Serviu para passar num grupo onde o Astana (o Maccabi daquele grupo) roubou pontos a todos. Porquê? Porque cumpriu a sua obrigação, vencer pelo menos um jogo a cada um dos concorrentes directos. Este treinador falha nas horas cruciais. Porquê? Porque amedronta-se, fica em stress, entra em colapso e deixa de raciocinar com clareza. Então pega em tudo o que fez de bom até aí, deita tudo fora, e inventa. Mas numa coisa concordo contigo, o Herrera está apenas a ser valorizado para ir à vida dele em Janeiro. Não me espanta nada que o André André nem esteja com problema nenhum. E aí a culpa não é do treinador. São ordens da direcção. E claro, como a direcção é cúmplice das borradas do treinador, não o pode responsabilizar. Tem de o manter e apoiar, e tem todo o interesse nisso.

      Eliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.