terça-feira, 3 de março de 2015

Anatomia de um campeão forjado

O FC Porto vence há cinco jornadas consecutivas, sempre sem sofrer golos, dá provas de crescimento e atravessa a melhor fase da época. Dito isto, de nada vale o que tem vindo a ser conseguido nas últimas jornadas se não ganharmos em Braga. É um jogo de extrema importância na luta pelo título. O FC Porto sabe isso. E o rival também. Mas nem os 4 pontos de avanço e os empurrões reconhecidos por todos excepto pelos próprios os deixam tranquilos.

Manuel Mota e Jorge Jesus
Daí o cheiro a pânico e desespero que se vai formando para tentar pressionar o FC Porto. Primeiro queriam transformar um cartão amarelo para Jackson Martínez numa expulsão, afastando-o do Clássico. Na última jornada, lançaram o alerta que o Braga tinha 4 jogadores em risco para defrontar o FC Porto. Fun fact, nenhum deles ficou suspenso. Já o Arouca, que tinha 6/7 jogadores em risco para defrontar o Benfica, passou despercebido e de repente ficou garantidamente sem 3 jogadores para a próxima jornada.

E de repente damos por nós na praça desportiva a discutir não só penaltys, foras-de-jogo ou golos anulados, mas sim suspensões. O desespero em pressionar o FC Porto é tanto que invocaram os castigos de André Simões, André André e Tengarrinha como argumento de que estão a tentar prejudicar o Benfica. Nem com 4 pontos de avanço e tendo um calendário muito mais acessível eles deixam de tremer, queixando-se de cubinhos de gelo quando é um iceberg que os mantém acima.

Agora está na moda contar as suspensões e os cartões vermelhos e usá-los como argumento para um benefício de determinada equipa. Ponto prévio, este argumento é ridículo. Até podiam ser 30 expulsões, 2 ou 3 por jogo, a favorecer o Benfica. Isso não quer dizer nada: o que interessa saber não é o número de expulsões ou suspensões, mas sim se foram bem ou mal aplicadas. Argumentar com base meramente no número retira a razão a qualquer adepto. O que interessa é saber quantas delas foram ou não justificadas. E aí vamos.

Isto não é um trabalho de opinião pessoal, mas sim com base nas avaliações de ex-árbitros profissionais, mais concretamente do Tribunal de O JOGO (Jorge Coroado, Pedro Henriques e José Leirós). Prevalece a análise por maioria dos árbitros: se pelo menos 2 de 3 árbitros consideram haver erro, é assinalado como tal. Se apenas um considera haver erro, indicamos como «possível», mas não será contabilizado para as contas finais.

Assim vamos aos números. Como forjar um campeão:

1ª Jornada (2x0 Paços de Ferreira)
Nada a registar.

2ª Jornada (1x0 Boavista)
- Fábio Érvões excluído (expulso aos 82min. da jornada anterior).
- Golo mal anulado a Brito que daria o empate.

3ª Jornada (1x1 Sporting)
Nada a registar.

4ª Jornada (5x0 V. Setúbal)
- Golo mal anulado a Giovani, que na altura daria o 1x1 (19min).
- Penálti por marcar sobre Zequinha, já com o jogo resolvido (78min).

5ª Jornada (3x1 Moreirense)
- Possível expulsão perdoada a Enzo Pérez (22min).
- Possível penálti mal marcado que deu o 3x1 (82min).

6ª Jornada (3x2 Estoril)
- Primeiro golo do Benfica é precedido de uma falta não marcada de Luisão (3min).
- Penálti por marcar a favor do Estoril, sobre Kléber (11min).
- Expulsão perdoada a Enzo Pérez (48 min).
- Matias Cabrera é mal expulso, com 2x2 no marcador (66min).

7ª Jornada (4x0 Arouca)
- Penálti por marcar contra o Benfica, com 0x0 no marcador (25min).

8ª Jornada (1x2 Braga)
- Djavan, ex-Benfica, não joga, por lesão (mas se implicaram com o Kléber, também conta?)
- Penálti por marcar para o Braga, aos 34 min, com 1x1 no marcador.
7ª Jornada
- Penálti por marcar para o Braga, aos 54 min, com 1x1 no marcador (e Pardo ainda leva cartão por simulação).

9ª Jornada (1x0 Rio Ave)
- Roderick, ex-Benfica, não foi convocado. Chamado para a Liga Europa 3 dias depois.
- Golo do Benfica é precedido de uma falta por marcar de Maxi Pereira.
- Golo mal anulado ao Rio Ave, que daria o 1x1 (68min).

10ª Jornada (2x1 Nacional)
- Gomaa excluído (5º cartão).
- Golo mal anulado ao Nacional que dava o empate (69min.)
- Possível 5º cartão amarelo perdoado a Enzo Pérez.

11ª Jornada (2x0 Académica)
- Golo em fora-de-jogo de Luisão (45min).
- O primeiro golo do Benfica nasce de assistência de Enzo Pérez, que podia ter visto o 5º cartão amarelo na jornada anterior e falhado este jogo (se o Jackson fez comissão no Bessa, também conta, né? - com a diferença de que Jackson não falharia o clássico por 5º cartão e não foi, unanimemente, considerado lance para expulsão).

12ª Jornada (3x0 Belenenses)
- João Meira excluído por 5º cartão.
- Miguel Rosa e Deyverson, jogadores do e sustentados pelo Belenenses, impedidos de jogar.
- Penálti mal assinado para o Benfica (69min), quando estava 1x0.
14ª Jornada

13ª Jornada (2x0 FC Porto)
- Nada a registar.

14ª Jornada (1x0 Gil Vicente)
- Golo do Benfica em fora-de-jogo.
- Perdoado 5º cartão amarelo a Maxi Pereira.

15ª Jornada (3x0 Penafiel)
- Pedro Ribeiro e André Fontes excluído por 5º cartão.
- Tony mal expulso quando o Benfica vencia por 1x0 (65min).
- Maxi Pereira, que devia estar suspenso por 5º cartão, faz assistência para golo (Jackson no Bessa II, né?)

16ª Jornada (3x0 V. Guimarães)
- Traoré excluído por 5º cartão.

17ª Jornada (4x0 Marítimo)
- Micolta excluído (duplo amarelo aos 92min).
- Expulsão perdoada a Talisca quando estava 1x0 (43min).

18ª Jornada (0x1 Paços de Ferreira)
- Urreta, ex-Benfica, excluído por provocar cartão na jornada anterior.
- Ruben Pinto e Fábio Cardoso, emprestados pelo Benfica, não jogaram.
- Penálti por marcar a favor do Paços (13 min).
- Penálti mal marcado a favor do Benfica (18min).
(Pausa para recordar o ar de pânico de Bruno Paixão ao perceber que tinha que marcar um penálti contra o Benfica aos 89 minutos).

19ª Jornada (3x0 Boavista)
- Penálti dado ao Benfica por falta fora da grande área (53min), já com 2x0.

20ª Jornada (1x1 Sporting)
- Golo do Benfica com possível irregularidade (regra 11 pela movimentação de Maxi na jogada).
- Jonathan Silva excluído.

21ª Jornada (3x0 V. Setúbal)
- Advincula e Zequinha (cartão aos 89min) excluídos.
- Possível penálti por marcar aos 2min para o V. Setúbal.
- O 2x0 para o Benfica nasce de uma falta cometida por Ola John.

22ª Jornada (3x1 Moreirense)
- Paulinho excluído (5º cartão).
- O golo do empate do Benfica nasce de um canto mal marcado, num lance em que Salvio devia levar cartão por simulação (58min), cartão esse que o deixaria suspenso.
- Penálti por marcar para o Moreirense quando o Benfica já vencia por 2x1 (67 min).
- André Simões, bem expulso ou não, torna-se o primeiro jogador em Portugal a ser expulso por insultos ao árbitro. Já agora, se foi assim tão grave, porque é que não houve suspensão agravada?

23ª Jornada (6x0 Estoril)
- Yohan Tavares e Ruben Fernandes (aos 94min) excluídos por cartões.
- Salvio, que devia estar suspenso, marca e é considerado dos melhores em campo.

24ª Jornada (Arouca)
- Miguel Oliveira, Pintassilgo e Rui Sampaio suspensos.

O problema não é o lance A, B e C. O problema é o quando já há um alfabeto completo a beneficiar uma única equipa. E se a letra A for como o Monopólio, então parabéns, porque já passaram pela casa de partida e têm direito a receber um bónus.

Considerando apenas os erros com intervenção directa no marcador (não estão a ser considerados os jogos em que o Benfica beneficia de erros de arbitragem, mas acaba por vencer por mais de dois golos):

- Na 2ª jornada, o golo mal anulado dava empate no Bessa;
- Na 5ª, o Estoril, não tendo sido vítima de 4 erros graves de arbitragem, vencia;
- Na 9ª jornada, o golo do Benfica nasce de lance irregular e foi golo um mal anulado ao Rio Ave (ou seja, virtualmente o Rio Ave vencia). 
- Na 10ª, golo mal anulado ao Nacional (seria 2x2);
- Na 11ª, um golo mal validado, outro feito com assistência de um jogador que devia estar a cumprir suspensão (mas admita-se a vitória do Benfica, vá);
- Na 14ª jornada, fora-de-jogo no golo da vitória;
- Na 22ª jornada, nem é preciso falar da expulsão de André Simões: um golo precedido de irregularidade para o Benfica e um penálti por marcar para o Moreirense.

Balanço, 14 pontos conquistados pelo Benfica têm intervenção directa de erros de arbitragem (isto sem contar com expulsões bem ou mal assinaladas ou penáltis por marcar quando ainda está 0x0, nem em jogos que o Benfica acaba por vencer por margem confortável; e considerando que os adversários marcariam os penáltis, que é a parte mais teórica). 

Luís Filipe Vieira e Vítor Pereira
E dos 10 pontos que o Benfica perdeu até à 23ª jornada, haverá algum que tenha sido perdido com base em erros de arbitragem? Não, nada (em Braga há erros a prejudicar o Benfica, mas foram mais os que prejudicaram o Braga; e em 3 dos pontos que perdeu, o Benfica ainda assim foi favorecido, nomeadamente em Paços de Ferreira). 

Em percentagem, 24% dos pontos conquistados pelo Benfica tiveram intervenção directa de erros que prejudicaram os seus adversários. Quase sempre contra equipas teoricamente mais pequenas. No dia em que o Benfica perder pontos por erros de arbitragem, que será a primeira vez esta época, vai ser bonito ver o caos e o drama que vão fazer disso.

Além destes 14 pontos, o Benfica já beneficiou da suspensão de pelo menos 17 jogadores (já que é para contar, aqui está) e impediu a utilização de Miguel Rosa e Deyverson, além de outros casos mais remotos acima mencionados que não incluímos. O Benfica já viu 4 golos limpos de adversários contra si serem anulados

Em sentido inverso, quantos golos irregulares foram marcados contra o Benfica? Tantos quanto aqueles que o Benfica já sofreu com Capela a arbitrar: 0.

O Benfica já viu serem perdoados 7 penáltis por marcar a favor dos adversários. E já marcou 7 golos através ou precedidos de irregularidades (além de ter falhado um penálti mal assinalado - não são incluídos golos ou assistências de jogadores que deviam estar suspensos).

Sem contar com André Simões, 2 jogadores foram mal expulsos contra o Benfica, ambos quando o resultado ainda estava em aberto e em jogos fora de casa (Estoril e Penafiel). E foram perdoadas 3 expulsões a jogadores do Benfica nos primeiros 48 minutos, sempre com a equipa em dificuldades (Moreirense, Marítimo e Estoril).

Assim tentemos enumerar os erros que vão favorecendo o Benfica esta época, de A a Z. E chegamos a uma conclusão possível: sejam os egípcios, os fenícios ou os gregos, certo é não inventaram letras suficientes para cobrir este alfabeto. Por isso é mais fácil ir aos números:

Por linhas já desenhadas
14 pontos com intervenção directa de erros de arbitragem.
7 penáltis por marcar a favor dos adversários
3 penáltis mal marcados a favor do Benfica
7 golos precedidos ou através de irregularidades
4 golos limpos anulados aos adversários.
2 expulsões mal assinaladas a favor do Benfica
3 expulsões por assinalar contra o Benfica
0 pontos perdidos por erros de arbitragem
0 golos sofridos com irregularidades
6 jogadores sem impedimentos físicos que não defrontaram o ex-clube

E para quem quer falar do André Simões, do André André ou do Tengarrinha: 17 jogadores de adversários suspensos.

Termina assim a anatomia de um campeão forjado. Não com base em opiniões pessoais ou clubísticas, mas sim em análises de ex-profissionais da arbitragem nacional. E depois de tudo isto, o FC Porto ainda os faz tremer antes de ir a Braga. Continuemos a dar-lhes razão para isso.

41 comentários:

  1. "Porto x Benfica" nada a registar? Então e o primeiro golo do Lima com a mão?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Isto não é um trabalho de opinião pessoal, mas sim com base nas avaliações de ex-árbitros profissionais, mais concretamente do Tribunal de O JOGO (Jorge Coroado, Pedro Henriques e José Leirós)»

      Eliminar
    2. Não há mão nenhuma...sejamos coerentes.

      Eliminar
  2. É verdade que este campeonato tem sido forjado, toda a gente já viu. O que eu quero realmente é que a equipa continue a melhorar e a ganhar todos jogos, porque podemos ate nem ser campeoes, mas temos de chegar ao fim e ver para atrás e só assim podemos pensar: O PORTO FEZ TUDO O QUE PODIA, NAO VENCEMOS PORQUE NAO NOS DEIXARAM. Mas tenho a certeza que se nós fizermos o nosso trabalho vamos ganhar esta merda contra tudo e contra todos, só temos de continuar assim.

    ResponderEliminar
  3. Grande trabalho. Vou partihar. Saudações Portistas.

    ResponderEliminar
  4. E depois tive que ser obrigado a ler as declarações de um dos ídolos da minha infância: Baía. Que nojo me deu. Mais um a passar para o lado de lá. Uma tristeza ver um dos capitães de Sevilha e Gelsenkirschen com atitudes deste baixo nível. Vergonha.

    ResponderEliminar
  5. Este post, há que dizer, é SERVIÇO PÚBLICO.

    ResponderEliminar
  6. Excelente trabalho! Falta um nome na lista: na 20ª jornada o jonathan silva estava castigado por ter visto cartão vermelho frente ao arouca.

    ResponderEliminar
  7. Que grande post! Brilhante! Um desafio: Que tal fazer a mesma análise mas para o nosso clube? Eu, como portista, achava muito útil!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Basta ler o historial de posts desde a 1ª jornada.

      Eliminar
  8. Ou seja o Benfica tinha que ter 14 pontos a menos, é isso? E por esse raciocínio o FC Porto já levava quantos pontos de avanço?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém disse que tinha que ter 14 pontos a menos. Disse sim que 14 dos pontos conquistados tiveram directamente influência de erros de arbitragem.

      Um exemplo, o jogo com o Gil Vicente. Se aquele golo tem sido anulado na primeira parte, o mais natural até seria o Benfica acelerar na segunda parte e chegar igualmente à vitória. Mas não foi isso que aconteceu e para a história fica uma vitória obtida sob irregularidade.

      Dizer que tinha que ter 14 pontos a menos seria ignorar que o erro fez parte do futebol. Mas neste caso, em 23 jornadas o Benfica não perdeu um único ponto nem sofreu um único golo sob irregularidades. O erro faz parte do futebol, mas se calhar não para todos.

      Eliminar
  9. Parabéns pela análise, pelo trabalho e pela dedicação, imagino que um post destes tenha por trás várias horas de trabalho. A partilhar.

    ResponderEliminar
  10. Excelente trabalho!

    Já agora, apenas 4 comentários/dúvidas/perguntas:

    - No jogo contra o Moreirense não falta aí o pénalti por marcar contra o Benfica? Aliás, a própria análise ao lance até surgiu aqui no blog (http://otribunaldodragao.blogspot.pt/2015/02/um-novo-capitulo-da-liga-alianca.html) (imagem: http://1.bp.blogspot.com/-sVWobhmnZ_M/VOk4Tw94HMI/AAAAAAAABQU/qcESyQ1k38E/s1600/1%2B(1).bmp).

    - No jogo com o Arouca não foi incluído aí um lance com o Samaris, mas que na minha opinião podia perfeitamente dar vermelho (provavelmente não se enquadra no critério escolhido para este post, mas aqui fica o lance: https://www.youtube.com/watch?v=_vbFDapGGWQ )

    - No jogo de sábado frente ao Estoril, há um lance do Gaitán que também foi pouco falado mas que na minha opinião podia ter dado vermelho dada a forma como ele aborda o lance, já um bocado "picado" com o jogador do Estoril. Aqui fica o vídeo https://www.youtube.com/watch?v=-T4rZ_SVBBQ (1h17m) . Não digo que seja vermelho claro, mas gostava de ter visto a opinião do Tribunal d'O Jogo. Infelizmente não foi escolhido, mas se em vez do Gaitán fosse o Casemiro ou o Quaresma teríamos anúncio do Cavaco ao país. Siga.

    - Por fim, na minha opinião o golo anulado ao Boavista é bem anulado porque o Brito tem alguma influência na jogada. É um bocado semelhante à justificação dada aí para o lance do Maxi vs Sporting.

    E de facto aquela imagem/post que andou a circular no facebook com a lista de suspensões antes de jogos com o Porto é risível. Para começar, a do Benfica é semelhante (se não for mais extensa), depois, há 2 maneiras de encarar esse "ponto de vista": ou querem fazer crer que há muitos jogadores suspensos antes de jogos contra o Porto, ou querem mostrar que dessa lista há uns 6/7 ex-FCP. No 1º caso, volto a dizer que a lista do Benfica deve ser bem parecida (só nestas 2 jornadas foram 5(!) suspensos). No 2º caso, é triste vê-los recorrerem ao Tengarrinha, Diogo Viana e André Simões, que são 3 jogadores que praticamente ninguém os associa ao Porto (no caso do 1º é mais pelo nome engraçado e no 3º aposto que 80% do pessoal nem sabia que era do Porto), para tentarem mostrar que não querem jogar contra o antigo clube. No caso do André André, Tengarrinha e Diogo Viana, foram bem expulsos/admoestados. Diogo Viana e Marinho foram expulsos contra o próprio Benfica. Então o caso do Quiño é que é uma palhaçada. Sai ao intervalo contra o Benfica, não joga o jogo seguinte e depois não joga contra o Porto. E fazem disso um suposto benefício. Enfim. Dos outros não falo porque não vi/não me lembro, mas achei engraçado o Gobern vir à televisão falar destes casos. Foi giro, por parte de um adepto que "beneficiou" do caso Miguel Rosa & Deyverson.

    Saudações e continuação de um bom trabalho!

    PS - Para quem não viu a imagem a que me referia, aqui fica: https://fbcdn-sphotos-a-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpf1/v/t1.0-9/10968204_10206368946841251_3165743894226168192_n.jpg?oh=332e5543110905743ff3878d5d41564b&oe=55813CC0&__gda__=1435512255_5266c98014eb1699b5742002504ccf34

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma vez mais, estas infracções não se tratam de opiniões pessoais, mas sim do Tribunal do jornal O Jogo. A convicção e visão de um adepto, por maior que seja, não vale mais do que a de um painel de ex-árbitros.

      Eliminar
    2. Certo, mas também não queria que todos aqueles casos entrassem na contagem do post. No caso do Gaitán foi só mesmo lamento por não ter ido para a análise do Tribunal d'O Jogo, no caso do Samaris acho que estava lá mas para não estar aqui é porque foi unânime ou perto disso. No caso do Enzo contra o Moreirense foi por ter visto essa análise d'O Jogo aqui neste blog!

      Saudações

      Eliminar
  11. A nomeação de vasco santos para o jogo em arouca vem comprovar este post.

    ResponderEliminar
  12. Caro anónimo,

    Muito sinceramente não devia dar relevância a mentecaptos mentirosos que nem contar sabem como aquele que fez essa imagem.

    1) Começa logo pelo Diogo Viana, que jogou a titular no Gil Porto.
    2) E acaba com "seis 3x portistas levam cartão amarelo para não jogarem com o FC Porto" - o que é pura demagogia e nem as contas sabem fazer. 6? André Simões + André André + Tengarrinha = 1 + 1 + 1 = 6? Enfim...

    Como o Tribunal do Dragão disse, estão à frente sem jogar um boi e sabem disso melhor que nós. E mesmo com o constante colinho e o Porto a quatro pontos, tremem por todos os lados.

    Cumprimentos

    Tiago Stuve Figueiredo

    http://opequeestamaisamao.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiz o comentário das 1h12 e nele falei sobre essa lista de castigados. Falei do Quiño como a maior palhaçada, mas nem me lembrei que o Diogo Viana cumpriu castigo para a Taça da Liga e depois jogou contra o Porto. Parece que foi encontrada uma palhaçada ainda maior.

      Eliminar
  13. Muito obrigado por este excelente post.

    Em suma, o trabalho que os jornalistas deveriam fazer.

    Abraços

    ResponderEliminar
  14. Tudo verdade. Comprovem com o video da Liga Salazar.

    http://rutube.ru/video/833b675590fe7ed6b7a73c37b06ac41f/

    ResponderEliminar
  15. não esquecer grande exibições dos guarda redes contra o Fifica (nacional, maritimo e moreirense) que quase metiam a bola dentro da baliza.....(josé sá (maritimo, ex junior do Fifica), rui silva (nacional) e marafona coentrão (primo de fabio coentrão, moreirense).... e de salientar que os jogadores do porto ou que serão(foraõ) comprados pelo porto "fizeram" nos a "cama" caso do to-ze(estoril) que sacou um penalti e marcou-o e andré andré (guimarães) que nos sacou outro penalty..de referir que perdemos 4 pontos com jogadores do Porto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mas atençao que o rui silva do nacional é portista, ou pelo menos é o que diz no facebook dele, alias ele é natural da maia

      Eliminar
  16. Bom dia... Ontem escrevi um comentário no post sobre as finanças que fazia uma questão e fiquei sem resposta. Como outros tiveram resposta presumo que o meu tenha ficado sem resposta por esquecimento, assim volto a publicar. "Explique -me uma coisa pf. Se o dinheiro do jackson ou Danilo está destinado a pagar o empréstimo do bes (embora não dê para pagar a totalidade) esse valor é incluído nos 70M de mais valias que são necessários?" como é óbvio agradeco desde já a disponibilidade e a resposta.

    ResponderEliminar
  17. É uma vergonha. E ainda têm a lata de vir falar do Apito Dourado, que vai servir para sempre como desculpa tanto para o sucesso do FCP como para o fracasso do SLB. Clube nojento

    ResponderEliminar
  18. Tenho um ficheiro com mais ou menos todos estes casos(só os erros de arbitragem), mas o teu post é muito muito melhor e mais "racional/sereno", aliás é por isso que sigo este blog.
    Parabéns e obrigado!

    ResponderEliminar
  19. excelente trabalho !!! isto é ser PORTO no activo e nao no bla bla, gr abraço

    ResponderEliminar
  20. Falta aí no jogo Benfica-Arouca aos 73 minutos quando ainda estava 0-0, a expulsão de Samaris quando o Arouca ia sair em contra-ataque. Entrada violenta por trás e o Samaris ainda cumprimentou o árbitro a agradecer o amarelo.

    ResponderEliminar


  21. repisando o que já foi escrito, parabéns! por mais uma excelente prosa :D

    abr@ço
    Miguel | Tomo III

    ResponderEliminar
  22. Excelente post, minucioso e rigoroso, nada a acrescentar para não estragar!

    ResponderEliminar
  23. Talvez seja necessário afixar em cima: «Isto não é um trabalho de opinião pessoal, mas sim com base nas avaliações de ex-árbitros profissionais, mais concretamente do Tribunal de O JOGO (Jorge Coroado, Pedro Henriques e José Leirós)».

    E também é melhor meter no cabeçalho «de e para portistas». A quantidade de adeptos de outros clubes que vêm cá deixar duas linhas de comentários anónimos, com insultos, que descarregam um bocadinho de azia e frustração e depois regressam à rotina, dá pena. Pior só os que se fazem passar por adeptos do FC Porto para comentar e fazer crítica soft. Tempo perdido, estimados.

    ResponderEliminar
  24. Os aziados lampiões têm mais é que estar calados. Isto é uma analise feita por arbitros, ainda para mais com um Pedro Henriques que nunca ve nenhum beneficio ao clube do regime.

    ResponderEliminar
  25. E quem escreve assim que nunca lhe doam os dedos. Cumprimentos

    ResponderEliminar
  26. Excelente! Parabéns pelo trabalho notável.

    ResponderEliminar
  27. Caríssimo,

    Muito obrigado por excelente trabalho! Como disse o "vizinho" acima, "que nunca lhe doam os dedos"!!!

    Cumprimentos,

    ResponderEliminar
  28. Muito bem. Grande sistematização dos dados. Mt obrigado
    Carlos

    ResponderEliminar
  29. Samaris não foi expulso por uma entrada por trás contra o Arouca na Luz

    ResponderEliminar

  30. o desespero é tanto que já sentem necessidade de pagar para publicarem artigos de opinião em jornais espanhóis com a propaganda do costume. se o ridículo pagasse imposto estou certo que não necessitariam que o Costa os ajudasse com a isenção das taxas municipais...

    abr@ço
    Miguel | Tomo III

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.