domingo, 15 de março de 2015

Uma rasteira que não fez o Dragão tombar

Sétima jornada consecutiva a vencer, sempre sem sofrer golos. Enorme pressão pela distância em relação ao Benfica, lesões, castigos, jogadores naturalmente a sonhar e pensar na Champions, dualidades de critérios cada vez mais gritantes e uma balança que Lopetegui já percebeu que não vai equilibrar. Mas o FC Porto não vacila. Na adversidade se forjam os campeões.

http://www.zerozero.pt/img/galerias/054/252054_galeria_fc_porto_v_arouca_liga_nos_j25_2014_15.jpg.jpg
Com 10, sem sofrer
A expulsão de Fabiano no limite aceita-se (com relutância, pois Claro domina a bola sob a pressão do Ricardo, não sozinho). O que não se aceita é um árbitro que consegue avaliar esse lance mas que não vê uma patada na cara na grande área. Mas se estamos perante um árbitro que subiu à primeira categoria há 4 anos e que só agora serviu para arbitrar um jogo do FC Porto no campeonato, nada que espante.

E agora podemos perguntar ao senhor Vítor Pereira: porque é que só ao fim de 4 anos é que decidiu chamar Jorge Tavares para arbitrar o FC Porto no campeonato? Estamos a falar do terceiro pior árbitro da última época, que acabou com média negativa, abaixo de 3,5 valores. Numa jornada em que o Benfica ia encontrar o seu carrasco anterior, parece uma extrema coincidência. Mais uma prova da falência moral e de competência do Conselho de Arbitragem. Aliás, competência tem havido muita, mas não é para servir a integridade do futebol português.

Até quando Lopetegui e os jogadores conseguirão aguentar isto? Pior: acham mesmo que Lopetegui e os jogadores vão combater isto sozinhos? Não é preciso adicionar destinatários à pergunta, mas a memória depois não será curta.





O patrão da defesa (+) - O nosso engenheiro está cada vez melhor. Foi o nome sugerido por Lopetegui assim que Rolando saiu do plantel. Bendita a hora. Chega a ser irónico que muitos tenham suspirado por Manolas há um ano, quando na verdade a solução, bem mais barata e madura, estava no seu colega de defesa. Iván Marcano não fez uma única falta em todo o jogo, é o central que melhor constrói e não perde um lance de um para um. Com Maicon, Indi ou Casemiro ao lado, já não restam dúvidas: está no topo da hierarquia.

Tampão (+) - Percebe-se as alterações de Lopetegui ao intervalo. Casemiro não podia estar dividido entre a defesa e o meio-campo. Tinha que estar no lugar dele, à frente da defesa, para interceptar lances, impor a sua presença física e manter o meio-campo seguro e equilibrado. Mais um bom jogo de Casemiro. A bola começa a não queimar tanto no pé e mais uma vez sofre mais faltas do que aquelas que comete.

http://www.zerozero.pt/img/galerias/062/252062_galeria_fc_porto_v_arouca_liga_nos_j25_2014_15.jpg.jpg
Decisivo
Defeitos e virtude (+) - Irritei-me com Quaresma uma, duas, três vezes. Adornava, perdia tempo quando devia cruzar de primeira, não era capaz de devolver a bola ao primeiro toque. Mas tira 3 cruzamentos excelentes, faz a assistência para golo, os lances de perigo são quase todos dele e depois dele sair o FC Porto não voltou a criar perigo. No meio de todos os defeitos, foi a principal virtude do FC Porto. Objectivamente, criou mais perigo que Brahimi.

Picar o ponto (+) - Aboubakar, o jogador que mais correu hoje. Desde que Jackson se lesionou, assistiu para a vitória em Braga, marcou na Champions e hoje fez o golo que deu 3 pontos. Lesionou-se o jogador mais influente, então Aboubakar assumiu-se como decisivo. Pareceu-me extremamente arriscado não levar Gonçalo para o banco, mas Aboubakar voltou a dar conta do recado. Vai evoluir muito mais.

Outros destaques (+) - Alex Sandro, outra vez a um grande nível. Hoje deu razão aos elogios à sua condição física. Não tem o jogo interior de Danilo e muitas vezes demora a soltar a bola e perde a oportunidade de tabelas rápidas no flanco, mas vê-mo-lo raçudo, empenhado e em alto rendimento. Helton, seguríssimo e tranquilo. Não parecia que não jogava no campeonato há um ano. O problema não foi a expulsão de Fabiano, foi passar a jogar com 10, pois Helton fará sempre parte da solução. Indi e Herrera cumprem bem mesmo fora das posições de origem. Óliver Torres deu o seu toque de classe e inteligência ao meio-campo, mas naturalmente ainda longe da melhor forma.





CANTOS! CANTOS! CANTOS! (-) - Já não há paciência. Já não bastava o FC Porto estar muito mal no aproveitamento dos pontapés de canto esta época. Agora, um canto a nosso favor consegue terminar na expulsão do nosso guarda-redes. O erro é de Fabiano na saída, mas a equipa está completamente desposicionada e não está preparada para o contra-ataque do Arouca. Inadmissível. Esta é a maior, senão única, crítica ao FC Porto de Lopetegui. A equipa não evoluiu nada nestes lances desde o início da época. Fazemos golos de livres como já não se via desde os tempos de Deco, mas isso não é trabalho colectivo, é fruto da capacidade técnica individual dos jogadores. Nos pontapés de canto estamos mal, mal, mal, e este lance foi o cúmulo. Pior que não criar perigo nos cantos, é esses lances serem ainda mais perigosos contra nós.

Num jogo com estas circunstâncias, pós-Champions, tudo o que termine com a conquista dos três pontos é positivo. Mais um teste superado. Faltam 9 finais, 27 pontos. Temos mais 12 pontos do que o ano passado, onde demos uma péssima imagem na Choupana. Sábado é tempo de a corrigir. E já agora, um bocadinho mais de competência na arbitragem, pois não nos esquecemos que há um ano João Capela validou erradamente um golo ao Nacional e invalidou mal um do FC Porto. E citando uma célebre capa do jornal A Bola, decidiu o que estava decidido. Continuaremos a lutar contra o que querem voltar a decidir e que já estaria decidido não fosse a resistência de Lopetegui e dos jogadores.

24 comentários:

  1. Não esquecemos mesmo! Nem do penálti sobre o Quaresma que resultou em simulação do mesmo e depois dos insultos ao mesmo, que resultou numa enorme campanha contra o próprio e o Futebol Clube do Porto, depois deste perder a cabeça!


    ResponderEliminar
  2. Mais uma excelente arbitragem lol... já nem falo na expulsão, falo no penalti, no lance do Brahimi isolado ou no lance em que o Helton fez uma excelente defesa em que o jogador do Arouca estava 1metro fora de jogo! Não está fácil esta ano, mas não baixamos os braços, vamos seguir na luta todos juntos até ao fim!!

    ResponderEliminar
  3. Se ao lance de fora de jogo aos 29 minutos, se está a referir ao livre marcado pelo "coiso", na sequência daquela devolução de bola ao adversário em que a bola não chegou a sair, pareceu-me intencional o fora de jogo, como forma de concluir a intenção de devolução da bola ao Arouca.

    ResponderEliminar
  4. Se não estiver mal informado, julgo que este jorge tavares, de santa maria da feira, até é do nosso clube.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E então? A preferência clubística de cada árbitro não reduz nem aumenta as suas responsabilidades seja em que jogo for.

      Eliminar
    2. Sim, de acordo. Mas não seja de ser interessante o comportamento dos (poucos) árbitros simpatizantes do nosso clube, ou subserviência a quem manda ou uma exemplar isenção. Bem diferente do comportamento dos paixões, ferreiras, gomes e batistas.

      Eliminar
  5. Hoje vi o jogo num canal espanhol. Um dos jogadores que os comentadores mais elogiaram foi precisamente Quaresma. Outro que também rasgaram elogios foi o "capitano Herrera".... Curiosamente dois dos jogadores mais criticados nos vários blogspot e fóruns de adeptos portistas. Uma nota ainda para Fabiano: próximo jogo não vai puder jogar, teremos ao que tudo indica o capitão de volta, mais um grande jogo na baliza, ainda que diferença para Fábio que Helton leva, em tudo, aprende Fabiano, aprende, porque no próximo ano com colinho ou sem colinho o campeonato é do FCP.

    ResponderEliminar
  6. nao concordo , marcano fez o normal, tambem era melhor, quaresma foi igual a ele proprio, e sempre assim umas vezes melhor outras pior, a saida foi extremporanea mas tera evitado um golo?? nao sabemos, o oliver e passivo no ataque ao adversario no atletico de simeone nao joga de certeza, helton salvou a equipa. Resumindo jogamos mal e voltamos ao antes, certo que com 10 e com uma arbitragem miseravel, alias ja ninguem nos respeita ja la vai o tempo e o presidente so ja nao chega como e evidente. Os cantos realmente nao sao vistos alguem deveria avisar ou perguntar ao treinador o que se passa.

    ResponderEliminar
  7. Jogo que se tornou difícil porque não soubemos simplificar.
    Quaresma aos 4 min e pico, se passa ao Vincent que se desmarca lindamente... tinha tudo para ser golo! Gosto do Quaresma, gostei do seu regresso, mas há coisas que a este nível não se pode aceitar! Ter um colega em posição 1000x melhor colocado e não lhe meter a bola...

    Mas sem dúvida que apesar de tudo, foi nele que começaram a maior partes dos lances de perigo...

    ResponderEliminar
  8. Não sentiram falta da formiguinha invisível? Não entendo o desaparecimento do EVANDRO!

    Falar de arbitragens, não vale apena.
    Vejam o silêncio dos nossos dirigentes... só fala o nosso treinador,parece que ontem deu a entender que assim não vale apena continuar a lutar!"Se as decisões fossem mais equilibradas"... Pois Julen, em Portugal é tudo muito limpinho...
    Enfim, os nossos jogadores e equipa técnica, são uns heróis por continuarem a ganhar e a adiar o que parece decidido por decreto.
    Uma abraço muito Portista.

    ResponderEliminar
  9. Infelizmente, é mais um momento mau do Fabiano. Já não é o primeiro nem o segundo, ele demonstra estar algo mal mentalmente e talvez o banco lhe fizesse bem até mesmo para proteger o jogador.

    Arbitragem dentro do normal: 3 erros, 1 de cada árbitro. Todos eles decididos contra o FC Porto. Coincidências...

    Quaresma irrita por vezes, mas nestes jogos em que vai acertando na baliza até não prejudica. Bem pior são as trivelas para a bancada. Ontem esteve seguro, sabendo que tinha pela frente um péssimo lateral. Podia ter assistido uma ou duas vezes mas tentou o remate. Um saiu mal, outro obrigou o redes a uma boa defesa. No geral, penso ter sido o melhor jogador do Porto.
    Um jogo bastante díficil, pós-Champions e em inferioridade durante 80 minutos, salva-se de facto o esforço da equipa.

    Será possível acabar esta época sem ninguém da SAD lançar um ataque feroz ao CA? Ou será preciso a violência contra os árbitros escalar e chegar a esses responsáveis? Cada vez me identifico menos com estes dirigentes mansinhos, submissos e inertes, que parecem ter medo de defender o Futebol Clube do Porto.


    AA

    ResponderEliminar
  10. Penso, ou espero, que Lopetegui aproveite esta oportunidade para trocar o titular da baliza. Helton tem demonstrado com trabalho que a idade e a paragem não o afetaram e transmite uma sensação de segurança para a equipa (e para os adeptos) que Fabiano nunca conseguiu transmitir.

    ResponderEliminar
  11. Helton devia ser uma das opções para MVP...

    ResponderEliminar
  12. Não tenho competência para afirmar se a expulsão foi ou não acertada, é certo o lance faltoso, mas então não é verdade que Ricardo importunava o jogador do Arouca? Não tinha á sua direita um colega a quem poderia passar a bola? Uma coisa tenho a certeza, não ia sozinho para a baliza. O jogo em si foi muito bom, para quem tinha vindo de um outro cuja intensidade de ritmo fez parecer este uma partida entre amadores, pois é muito, muito difícil mudar o " chip " de um encontro de Champions para jogar outro com os Aroucas deste mundo ( com todo o respeito, sincero, pelo Arouca ). Como disse gostei, mesmo com palhaços de apito.

    ResponderEliminar
  13. OFF-TOPIC

    http://www.fpf.pt/Not%C3%ADcias/Not%C3%ADcia/Id/8064/Cat/742/caller/56/Sub-17-Eleitos-para-a-Ronda-de-Elite

    Eis a lista de convocados para a selecção sub17 entre os quais estão alguns jogadores do Porto.

    Afinal, estes jogadores são do Porto ou da FPF?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São do FC Porto. E são portugueses.

      Eliminar
    2. Maravilhoso, são do Porto, então porque estão a brincar na selecção em vez de estarem a treinar no Porto para ver se conseguem chegar à equipa principal? O Ruben Neves conseguiu.

      Eliminar
    3. Pois, sabe como é que Lopetegui conheceu o Rúben Neves? No Europeu de Sub-17. Ele há coisas.

      Eliminar
    4. E daí? Nessa altura ele não era treinador do Porto mas deveria estar ao serviço da Federação Espanhola.

      Agora, os jogadores são do Porto e deveriam estar ao serviço do Porto para tentar atingir a primeira equipa e andam na brincadeira na selecção sub17. Mais tarde ainda jogarão em várias outras selecções nacionais quando deveriam estar ao serviço do Porto, entretanto é o Porto que continua a pagar.

      Trata-se de lógica desportiva e financeira.

      Eliminar
  14. TD, não é possível saber a avaliação de cada arbitro, a cada jogo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só é divulgada no fim da época, a média.

      Eliminar
    2. Hoje, do nada, tive uma conversa. Só uma conversa, mas interessante. Com casas de clubes, equipas não boas, mas fortes e avaliações de árbitros...

      Eliminar
    3. Não dá para concretizar?

      É que assim pouco se fica a saber.

      Eliminar
  15. TdD o Visao de Mercado afirma que o Porto vai tentar o avançado do Rayo Vallecano! Engracado ha dias dei por mima pensar numa de brincadeira kd se realcou os golos deste jogador k o porto ainda ia tentar contratar! Depois fui ver as carateristicas fisicas do jogador a juntar a idade e achei que nao faria gande sentido! K acha d Alberto Bueno?

    Diogo

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.