sábado, 14 de junho de 2014

Os milhões de Danilo

Danilo é um jogador especial: é provavelmente o único jogador do futebol português que, quando é para referir o custo da sua transferência, se inclui o prémio de assinatura e as comissões no bolo todo. «Danilo custou 17,8 milhões de euros». Quantas vezes já ouvimos isto?

Tecnicamente, é verdade. Para ser mais preciso, Danilo custou 17.839.131 euros. Não se pode é ter dois pesos e duas medidas. Para incluir todos os encargos no custo da transferência, há que fazê-lo com todos os jogadores. Mas a FC Porto SAD não o faz com todos os jogadores e as outras SAD não o fazem com praticamente nenhuns. Se assim fosse feito, se calhar já não seria a contratação mais cara do futebol nacional (Hulk é o jogador mais caro, mas para ser contratado custou menos - o investimento de 13,5 milhões de euros em mais 40% do passe foi feito quando já era jogador do FC Porto). Sai um prémio para quem discriminar os encargos com Salvio.

Danilo recebeu
1,73 milhões para assinar
Assim, pontos nos «iis»:
Custo da transferência: 13.000.000
Prémio de assinatura: 1.739.131
Serviços de intermediação: 3.100.000

Custos muito acima daquilo que devia ser a realidade do clube? Certamente. Não só na transferência como sobretudo nos serviços de intermediação. Sobretudo porque se tratou de uma contratação que não visou, directamente, o reforço do plantel, mas sim a aposta num jogador de grande potencial, um projecto a médio prazo. Danilo não foi contratado para ser lateral-direito (a sua estreia até foi como médio, no lugar de Defour num FC Porto-Guimarães), até porque havia os competentes Sapunaru e Fucile no plantel. 

Teve um grande prémio de assinatura? Teve. João Moutinho, por exemplo, recebeu 600 mil euros para assinar, apesar de no seu caso a verba estar fragmentada num pagamento anual. Já Hulk, por exemplo, recebeu 3.648.221 euros quando renovou contrato em 2011. Verbas acima do que devia ser admissível pagar, mas o jogador é o último culpado.

Danilo deu provas de consciência, numa entrevista a uma rádio brasileira, citada pelo MaisFutebol: «O FC Porto fez um esforço muito grande para me contratar. Para um lateral era um valor inaceitável». Era e sempre será. Mas garante Danilo que lhe transmitiram o interesse de Barcelona, Real Madrid, Arsenal e Manchester United... por parte dos seus assessores. Que assessoria privilegiada é esta?

«Eu estou com a cabeça no FC Porto, pronto a dar o meu máximo, e daqui a um ano talvez eu possa sair. Neste momento é mais complicado», diz Danilo, que, é bom lembrar, tem apenas 22 anos. Dani Alves, o titular do Barcelona e da selecção brasileira, só chegou ao Barça aos 26 anos, apesar de antes já ter feito excelentes épocas no Sevilha.

No entanto, Danilo tem apenas mais dois anos de contrato. É inconcebível que a contratação mais cara da história do FC Porto fique a um ano do final de contrato, por isso, ou será já alinhavada uma saída a ser concluída em maio/junho de 2015 (a SAD irá precisar de um encaixe com mais-valias em 2014-15 ainda superior ao de 2013-14), ou Danilo renovará nos próximos meses.

E o alerta é este: será absolutamente inconcebível que se pratiquem, na renovação, valores idênticos aos da contratação de Danilo, um bom profissional e que certamente dará provas da sua valia em 2014-15. Mas os laterais direitos não dão campeonatos e os grandes investimentos devem estar reservados para os match winner.

8 comentários:

  1. Concordo em absoluto e penso que não é caso único no plantel.
    Parabéns pelo blog, obrigatório leitura diária.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois não, está longe de ser caso único. Por isso, e por muito que tentem maquilhar, é que não podemos olhar para a rica administração da SAD de PdC com a confiança com que olhávamos para o departamento de futebol das direcções de PdC.

      Os da SAD levam xitos de dois cromos como o figueiredo e o balofo pereira. São muito competentes na gestão dos seus investimentos e não querem perder tempo a reunirem com dirigentes que não lhes darão milhões a ganhar pois pertencem a pequenos e modestos clubes.

      Na SAD não se perde tempo com questões menores. investir na formação, espalhar o dragon force pelo pobre e profundo portugal? Nada disso,que o dragon force só vai para onde houver dinheiro para pagar as caras mensalidades.

      Na SAD esquecem constantemente o essencial, as eternas razões da nossa força, e preferem apostar e investir na extravagância forasteira com pronúncias e sotaques milionários.

      Na SAD enriquece-se mas na bancada empobrece-se.

      Sim, as alegrias são cada vez menos e o prazer de ver a equipa jogar é emoção em vias de extinção. Ainda assim, sócios e adeptos, continuam a acreditar e cegamente confiam que quem manda deve ser bem melhor do que, ultimamente,parece.

      Eliminar
  2. Concordo com a analise, realmente o caso Danilo tem gerado muita controversia na nacao portista, pelos valores muito elevados porque se trata de um lateral, e depois pelos comissoes que se pagaram.
    O que muita gente nao diz e que nao somos os unicos a pagar estas comissoes.
    Apesar de tudo, Danilo e para mim um excelente profissional, nao levanta ondas, nem e daqueles bebes que choram imenso nas redes sociais, tipo o defour, que para mim e mais dificil de engolir os valores da compra deste verdadeiro flop.
    Tenho quase a certeza que danilo vai sair este ano, uma vez parabens pela lucidez e acima de tudo a forma clara, como sao abordados os artigos de opiniao sobr o nosso Porto, blog qualquer um faz, analise correta, nenhum fazinfelizmente.

    ResponderEliminar
  3. Eu gosto muito do Danilo. Tenho esperança que Lopetegui perceba que ele pode ser um bom 6 e liberte as alas para um Opare. O Danilo tem uma excelente leitura de jogo subido, entra muito bem pelo centro e marca livres excepcionalmente. É um profissional correcto, bem educado e para mim, um bom Portista.

    ResponderEliminar
  4. Os meus Sinceros Parabéns ao autor deste Blog.

    Um espaço de informação e análise, consubstanciada em números, dados e factos que já fazia falta. A análise crítica é sempre saudável, ainda que possamos não concordar ou ter eventualmente uma visão diferente, mas aqui há espaço para pensarmos pela nossa cabeça. Os dados falam por si.

    Um dos aspectos que mais lamento, e dado que sempre fomos muito diferentes de outros Clubes, é verificar um certo aburguesamento dos Adeptos, para além de uma crescente acefalia na forma como, cegamente, se entende que tudo o que o Clube e a SAD fazem é fantástico e fenomenal. Basta visitar alguns Blogs e Fóruns da "praça" para se verificar isso mesmo.

    Enquanto Clube somos Especiais, não tenho dúvidas disso. Sempre o fomos e foi com base nessa diferença que conseguimos ganhar o nosso espaço no contexto Nacional e Internacional. O que temo é que se tenha vindo a desvirtuar esse modelo nos últimos anos, nomeadamente com a contratação de Danilo e de Alex Sandro. Não pelo valor dos Atletas, que não está em causa, mas pela "loucura financeira" que representou as suas contratações.

    Não sou dos que entende que está tudo mal, porque tal não corresponde à verdade. Temos muito de diferente e bom. A nossa diferença e mística ainda estão lá.
    O que critico é o aburguesamento do Clube, via SAD, que se verifica facilmente na forma como se comunica (as poucas vezes que acontece...) para o exterior: a Soberba e a Arrogância estão sempre presentes.

    Saibamos admitir os nossos erros e falhas, porque é com eles que iremos aprender e melhorar. Saibamos perceber onde somos bons e o que temos de corrigir para sermos ainda melhores, porque será aí que demonstraremos a nossa verdadeira diferença: Mística.

    Um Grande Abraço ao Autor do Blog.
    Manuel dos Santos

    ResponderEliminar
  5. É evidente que a contratação de Danilo pelos números em cauda está completamente fora de qualquer gestão desportiva / financeira racional. O seu custo (extra salários) reflete nada mais nada menos do que 13% da totalidade dos custos de todos os jogadores pertencentes ao quadro do Clube. Nunca uma afectação de recursos desta ordem poderia ser dirigida para um lateral. É um valor absurdo. Quando muito, e apenas de forma extraordinária, um custo dessa grandeza apenas poderia ter como destino a posição "9", "10" ou "11". Foi um erro. Independentemente do que poderá eventualmente valer no futuro. Futuro esse que, estes três anos de Danilo no Clube, está longe de ser garantido. A situação agrava-se, pois, caso não se decida pela venda, restam apenas dois anos de contrato. Como tal, torna-se necessária uma prorrogação do seu contrato, logo, o seu custo vai aumentar bem mais devido ao chorudo prémio de assinatura.

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. O porto vende sempre, jogadores a um preco bem elevado, mas e incrivel com da sempre saldo negativo.. sou portista mas alguem anda a roubar ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só quem não vê as contas trimestrais/anuais da SAD pode achar «incrível».

      Eliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.