terça-feira, 24 de junho de 2014

O momento é eterno, o protagonista não

Podia ser um espaço dedicado ao golo do Ademir, ao calcanhar do Madjer, ao aceno fatal do Deco em Gelsenkirchen ou ao voo do Falcao em Dublin. A história do FC Porto é rica em momentos que são eternizados com um único pontapé ou cabeceamento, mas há um que mereceu uma distinção acima de todas as outras: o golo de Kelvin, no célebre minuto 92.

Futuro não passa
pelo FC Porto
O espaço K não representa apenas um momento na história do FC Porto. Representa toda a história de Kelvin no FC Porto. O menino brasileiro virou um campeonato ao contrário com um pontapé. Decisivo, sim, sobretudo por ter sido na penúltima jornada. Mas num campeonato, um ponto na primeira jornada pode ser tão decisivo como um na última para as contas finais. Em 2006/07, o FC Porto foi campeão com um ponto de vantagem. E se Bruno Moraes não tivesse derrubado o Benfica à cabeçada no último minuto?

O momento foi de Kelvin. Mas e se Liedson não tivesse feito a tabela? E se Varela, antes, não tivesse soltado para o lado esquerdo? E se João Moutinho não tivesse recuperado a bola num lançamento de linha lateral para o Benfica? Mais do que um golo de Kelvin, foi um golo do FC Porto. Mais um na sua história.

Depois de ter sido o herói em 2012-13, Kelvin ficou no plantel quase para ser peça de museu. Que sentido faria inaugurar o espaço K com um jogador emprestado ao Guimarães? Foi por isso que Kelvin ficou no plantel. E com isso queimou-se um ano em que Kelvin podia evoluir como necessita. Não foram apenas os adeptos e o jogador a ficar agarrados às memórias do minuto 92: os próprios dirigentes do FC Porto agarraram-se a isso.

A memória é eterna. Kelvin não, por isso está de saída do FC Porto, por não entrar nos planos de Lopetegui. O clube prefere o empréstimo e não faltam interessados na primeira liga, mas o jogador pode entender que está na hora de sair a título definitivo, após 3 anos a tentar ser opção regular na equipa principal (no primeiro ano foi emprestado ao Rio Ave). Resta à SAD encontrar a melhor solução para um jogador que entra e sai do clube sem que nunca a imprensa tivesse conseguido descobrir (ou pelo menos publicar) quem é o seu empresário. É obra.

Pedro Moreira no viveiro de Jorge Mendes

Em janeiro foi apresentado como bandeira para a aposta na formação por parte de Pinto da Costa. A entrevista foi do pior que já foi dado pelo presidente, por isso a promessa acaba por valer tanto como a continuidade de Lucho ou a renovação com Paulo Fonseca. Mas não deixa de surpreender.

Rio Ave cresce
com Mendes
Aos 25 anos, Pedro Moreira nunca fez uma época «decente» de primeira liga e jamais convenceria Lopetegui a incluí-lo no plantel principal. Mas renovar com um jogador para depois emprestá-lo, já depois de terem tido acordo para o transferir para a Académica, é uma decisão em tudo incompreensível. Sobretudo tendo em conta que Pedro Moreira nunca chegará a um nível que lhe permita jogar a alto nível na equipa principal. Além disso, ao contrário do que possam pensar, Pedro Moreira não é um jogador formado no FC Porto face aos regulamentos da UEFA.

Pedro Moreira chega a um clube que tem no seu «diretor-geral» e «(des)investidor» Jorge Mendes, também empenhado na (re)construção do plantel de 2 dos 3 grandes e nas vendas de um terceiro. Mas o clube que hoje tem maior influência de Jorge Mendes é o Rio Ave.

O empresário é detentor dos passes de Marcelo e Felipe Augusto e vai transferi-los para outro clube, com FC Porto e Benfica no raide das possibilidades, pois em Valência e Mónaco há limite para extracomunitários.  Na carteira de Mendes também estão Tiago Pinto, Ederson, Ukra, Diego Lopes, Alberto Rodríguez, Roderick Miranda e Luis Gustavo, além do treinador Espírito Santo, a ser colocado no Valência, e de Fabinho, «emprestado» ao Mónaco. Marcelo e Felipe Augusto são os primeiros peixes graúdos a sair do viveiro. Quem serão os próximos?

21 comentários:

  1. Boas! Filipe Augusto, gosto! Mas o treinador espanhol não conhece e o chiclas, elogiou muito este jogador! Mas Jorge Mendes domina Braga, Rio Ave e que mais clubes?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No PFerr "dominava" o anterior director-desportivo, carlos carneiro, o bebé, costinha e maniche.

      Esta época fez PFonseca voltar à casa de partida e veremos quais os jogadores que manda para lá....

      Eliminar
    2. Filipe Silva Caxineiro26 de junho de 2014 às 22:07

      São dois bons jogadores que fizeram uma grande época no Rio Ave , acredito que seriam bons reforços caso se venha a confirmar as transferências .
      Acho que o Felipe Augusto é o médio certo que Lopetegui procura , é um jovem com uma margem grande de progressão muito completo , sabe defender , atacar e é tecnicamente evoluído.

      Eliminar
  2. Estou com muita curiosidade de saber quem serao os extremos escolhidos... O Kelvin deve ser emprestado ou vendido, talvez o tribunal nos possa dizer quais os jogadores com perfil para o nosso Fcp 2014/2015.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. por mim extremos seriam: quaresma, ricardo, rafa e suso
      ja agora... GR:fabiano, helton, ricardo
      Ld:danilo,opare(faz os dois lado)
      Le:alex sandro, rafa
      Dc: maicon, rolando, reyes, miguel rodrigues
      mdf:ali-ghazal,mikel
      mc:herrera, josue
      mo:quintero,oliver (rafa tambem pode jogar aqui)
      pl:ghillas,raul jimenez, gonçalo paciencia

      kelvin-emprestava
      izmaylov-vendia/rescindia
      defour- vendia 12 milhoes
      mangala-vendia 45 milhoes
      jackson-vendia 35/40 milhoes
      fucille-fim de contrato
      bolat-emprestava
      abou- vendia
      lica- vendia
      varela-vendia
      fernando- vendia 15 milhoes
      djalma- vendia
      sami- emprestava
      nao sei quantos me ficaram a faltar devo ter esquecido de alguns mas um que falta e que tenho duvidas e carlos eduardo se nao seria uma boa soluçao no meio campo podendo jogar a 10 e 8 sendo mais uma opçao, gosto dele, acho que tem talento mas presisa de evoluir, tenho duvidas nele
      mas va isto so sao ideias

      gostava de ver/ler aqui opinioes quanto a minha ideia

      Eliminar
  3. Acha possivél a vinda de Tello ???
    E vendas ? Fernando ,Jackson e Mangala ?? PdC vai deixar saír estes 3 pilares de uma vez só ???
    E quem será o nosso Fernando na próxima epoca ??
    São muitas perguntas...Eu como Portista e sócio não vejo a sad a dar o máximo para fazer um plantel razoavél .

    ResponderEliminar
  4. Quando e quais vão ser os reforços anunciados??? É isso que todos queremos saber!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se isto fosse um espaço de futurologia era capaz de responder à sua questão. Como não é, certamente partilhamos muitas dúvidas.

      Eliminar
    2. Mas pra Voçê ,acha que vamos ter reforços de qualidade ???
      Ou vai ser mais do mesmo ???
      Eu acompanho o seu blog e tenho a certeza que é uma pessoa muito bem informada .

      Eliminar
  5. garay no zenit por 6 milhoes... ok o que andaram os vermelhos a tramar ou a esconder

    ResponderEliminar
  6. Um comentário ao negócio do Garay? Algo parece errado

    ResponderEliminar
  7. Não há absolutamente nada de errado. Simplesmente o Benfica é um clube especial.
    O que é que as SAD têm que fazer quando há transferências? Declarar o valor TOTAL da transferência e só depois, no relatório e contas, é que detalham a distribuição pela(s) terceira(s) parte(s).

    Vão ler os comunicados de André Gomes, Rodrigo, Ramires, Di Maria... O que vão ver é muito simples: vão ver o valor TOTAL da operação. Nos comunicados do FC Porto, desde Iturbe a João Moutinho ou James Rodríguez, vão ver o valor TOTAL da operação. E até no Sporting, se quiserem ver os comunicados de venda de Ilori, Bruma ou Wolfswinkel, vão ver o valor TOTAL da operação.

    À CMVM é sempre declarado o valor TOTAL do negócio. Logo, ao lerem o comunicado sobre o Garay, tirem as vossas próprias conclusões.

    O trânsito entre Lisboa e São Petersburgo ainda não acabou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E no negocio Hulk declaramos o total da transferencia ? e eles no negocio witsel ?

      Eliminar
    2. Não. Hulk é a única excepção de todas as vendas que comunicamos. Foram vendidos por 40ME os 85% do passe que detinhamos e já livres do serviço de intermediação, habitualmente 10%. Em todas as outras vendas (nossas e deles) foi comunicado o valor total. Devendo posteriormente retirar-se a % do passe não detida, serviços de intermediação, mecanismo de solidariedade, etc.



      Eliminar
    3. Rogério, creio que na alienação em 2012-13 foi declarado um valor de 2,3 milhões devido a comissões e prémio de fidelidade. O mecanismo de solidariedade pode ser acordado entre o clube comprador e o vendedor para decidir quem paga, o que foi o caso. E há sempre o outro lado da balança: o Zenit declarou uma despesa de 40M. Além disso, aquando da compra de mais 40% do passe de Hulk e da renovação de contrato (duas operações obrigatórias por o FC Porto ter recusado vender o jogador perante uma proposta concreta que atingia X valor), os serviços de intermediação foram altíssimos e tido em contas para quando a transferência fosse concretizada.

      E a intermediação de 10% tem sido tudo menos habitual, mas isso são outras contas. Gosto em lê-lo, um abraço

      Eliminar
    4. O FCP recebeu líquidos, pelos 85% que detinha, 40,273ME.

      Ou seja: 40 - 2,04 (dedução efeito actualização financeira das contas a receber) + 2,313 (anulação dos prémios de fidelidade que tinha pago antecipadamente para determinadas condições que posteriormente não se verificaram)

      A Mais-valia contabilística é outra situação, pois a esta deduze-se o Valor Contabilístico do atleta aquando da venda.

      É um erro recorrente dos adeptos confundirem Mais-valia contabilística com o dinheiro que efectivamente o clube recebe.

      Valor bruto pago pelo comprador é uma situação;

      Valor Líquido recebido pelo vendedor (dinheiro que entra) é outra situação;

      e Mais-valia Contabilística outra ainda.

      Da mesma forma que por J. Rodríguez recebemos líquidos 35,512ME e por Moutinho 19,976ME. Por Falcao foram 30,799ME



      Eliminar
  8. Lá vai o Gaitan ter de aprender russo ;)

    ResponderEliminar
  9. A Polícia Judiciária está a terminar uma investigação sobre suspeitas de crimes de fraude fiscal e abuso de confiança relacionados com a transferência de Paulo Ferreira e Ricardo Carvalho no verão de 2004 do Futebol Clube do Porto para o Chelsea. O inquérito-crime está a ser conduzido pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ e inclui ainda a venda de Giourkas Seitaridis ao Porto pelo clube grego Panathinaikos em setembro desse ano.

    Comentários a isto? Algo que possa ser explicado? Lavagem de dinheiro? Alguém meteu alguma coisa ao bolso? Isso explicava porque é que o dinheiro desaparece desde que ganhámos a Champions!

    ResponderEliminar
  10. O que queres dizer com o trânsito para a Rússia ? Há mais entulho a ir para lá ?
    Dá-me a entender que Garay é vendido abaixo do valor, para ir para lá... um Gaitan da vida... por um valor superior...
    Esquemas à benfica
    Quanto ao nosso grande clube, ibarbo possível ? Indi próximo, no jornal o treinador do Feyenoord disse que está pertinho... :P

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.