domingo, 27 de julho de 2014

As peças estão cá, falta montar o puzzle

O FC Porto tem muita qualidade individual para a época 2014-15, mas isso por si só não faz uma boa equipa. O jogo de apresentação contra o Saint-Étienne (0-0) mostrou que as peças ainda não estão encaixadas, o que é normal para muitos jogadores que jogaram juntos pela primeira vez.

Faltam mais 3 semanas antes de iniciar a época a nível oficial. É importante que o plantel que seguir para estágio em Inglaterra seja já o definitivo, uma vez que os problemas demonstrados no jogo de hoje não foram de ordem física, mas sim técnico-táctica. Não é um problema de qualidade, mas de falta de rotinas

Os assobios, esses, foram lamentáveis. É compreensível que centenas de adeptos, sobretudo emigrantes, não tenham muitas oportunidades de ver o clube do coração ao vivo, por isso esperavam um grande espectáculo hoje. Uma mentalidade desajustada: hoje não era dia para ver o espectáculo, mas sim para mostrar que os jogadores podem contar com o apoio da massa associativa para, quando a bola rolar a sério, então sim darem espectáculo. A exigência terá tempo para subir, quando o plantel estiver completo e as rotinas de jogo já forem assimiladas. Hoje, assistiu-se a uma triste demonstração de adeptos de festas.

Bonés

Rúben Neves (+) - Repetem-se os elogios. Sabe jogar e fazer jogar, e mesmo tendo 17 anos sabe simplificar os processos de jogo com uma maturidade incrível. Com a idade dele, claro que vai ter que ter espaço competitivo nos sub-19 ao longo da época (para a equipa B há Tomás Podstawski), mas mostrou que é digno da confiança de Lopetegui, que já demonstrou que não olha ao BI para decidir se confia nos jogadores.
Ponto forte em evidência

Fabiano (+) - Se o FC Porto não perdeu foi graças a ele, com meia dúzia de defesas decisivas. Merece o destaque, embora só tenha sido solicitado no seu ponto forte: defender remates entre os postes. O problema, segundo a leitura de Lopetegui, é as saídas aos cruzamentos (não há memória de o ter necessitado de fazer durante o jogo) e a participação no início de construção (quando pressionado, raramente consegue jogar simples nos centrais e acaba sempre por recorrer ao balão, além de ter dificuldades a lateralizar).

O aviso necessário (+/-) - Uma importante descida à terra para quem já deitava foguetes: lembremos que o FC Porto ainda não está na Liga dos Campeões (e já há quem lunaticamente já fale em ir longe nela), tem zero pontos e tanto Sporting como Benfica não vão deixar de ter plantéis melhores do que 15 das 18 equipas da primeira liga. Vai ser uma corrida como as outras, em que todos começam da estaca zero... com a diferença que o FC Porto está a reconstruir uma equipa a todos os níveis e vem da sua pior época em 30 anos! Por isso, não é a expectativa que deve ser grande, mas sim a paciência e o apoio!

Machados

Corpos estranhos (-) - Como já foi dito, é impossível que ao primeiro jogo os processos colectivos já estejam assimilados entre os reforços. Mas é claramente um dado urgente a melhorar: o de saber o que fazer à bola e o que fazer sem ela, o saber não só movimentar-se como antecipar as movimentações dos colegas. Colectivamente a equipa não funcionou e muitas vezes viu-se forçada a recorrer ao pontapé longo, sem sucesso. Além disso, a dificuldade em encontrar espaços foi uma constante - e vai ser sempre assim ao longo da época, com autocarros estacionados no Dragão.

Falta poder de fogo
Sem matador e sem disparar (-) - Ao longo de 90 minutos, o FC Porto só conseguiu um momento de finalização na grande área, quando Adrián rematou (mal) para defesa do guarda-redes adversário (além de outro lance de Quintero). Este é um dado preocupante, pois se Lopetegui optar por jogar com um avançado móvel (Adrián não funciona no eixo do 4-3-3 - foi contratado para que função?), então outros jogadores têm que aparecer em zonas de finalização na grande área. O FC Porto não conseguiu fazer isso uma única vez. Jackson Martínez chega amanhã... E que jeito dará ter o seu melhor futebol!

Linha defensiva (-) - Lopetegui não mexeu na defesa, excepção feita a quando tirou Reyes para lançar Kelvin no tudo-por-tudo. Mas confirmou-se o receio sobre este modelo: com a linha defensiva muito alta, o FC Porto tem que reagir com rapidez à bola nas costas da defesa. Isso não foi feito e o Saint-Étienne foi sempre forte no contra-ataque. Ah: e não era o posicionamento mais adiantado do guarda-redes que ia mudar isto, mister. Nota positiva para Maicon e um alerta para Alex Sandro: agora vai haver concorrência, não apenas um tapa-buracos para uma titularidade garantida. E isso vale também para quem tem «nome» e foi caro, mas que não mostrou nem metade da atitude (esta não depende da pré-época nem da falta de rotinas, ou se tem ou não se tem) do Ricardito.

PS1: Está confirmada a saída de Silvestre Varela, que pediu formalmente para sair, tal como já tinha feito há um ano. A saída já aqui tinha sido avaliada, no início de junho, por isso resta desejar as melhores felicidades à carreira do jogador, que merece a oportunidade de conseguir um contrato mais vantajoso para a sua carreira e família. Sobre Abdoulaye, Josué, Licás e Ghilas já se tinha falado aqui

22 comentários:

  1. Boas Miguel, a apresentação do Defour quer dizer que fica no plantel?

    ResponderEliminar
  2. Quer dizer o óbvio, que à data de hoje não tem acordo para se transferir para outro clube e que neste momento é jogador do FC Porto.

    ResponderEliminar
  3. Não concordo sobre os assobios, até os percebo. Os preços aplicados no jogo de apresentação é absurdo para o espetaculo que foi, ainda para mais tendo em conta que há 3 dias houve o jogo do Deco, igualmente com bilhetes a preços exorbitantes para um jogo com aquelas carateristicas.

    Quanto ao jogo em si, equipa desgarrada, insistencia no Oliver jogar sempre mais que os outros, Fabiano é sempre o único GR a jogar e os defesas não rodam.

    R. Neves deve ir para os juniores\B , até porque o Tomás está á frente dele e parece-me mais jogador neste momento, já para nao dizer que já tem 20 anos. De qualquer das formas nenhum deles vai ter lugar no FCP A.

    O 11 será muito diferente dos 2 apresentados hoje. Plantel está bom, mas o meio campo ainda vai ter retoques, principalmente saídas. Evandro deve ser inexplicavelmente dispensado, com aquela qualidade é algo de inqualificavel. Defour também deve ser vendido, C. Eduardo deve ficar para compor banco.

    6: Casemiro + outro
    8: Herrera + Oliver + C. Eduardo
    10: Quintero + Brahimi (Oliver)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao contrário do que diz freitas lobo, Brahimi não é 10. Ele é um ala esquerdo. Claro que estando Tello naquela posição ele possa ser usado no meio. Mas é na esquerda que ele partiu tudo em Espanha. Concordo com a questão dos guarda redes. A defesa não tinha muitas alternativas para rodar ainda.

      Eliminar
  4. Continuo sem compreender a dispensa do ghilas. Tinha 1 ano de clube e estava pronto arrebentar. Acho que faz falta. Alem de e melhor que o adaptado sami naquela posição.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A questão não seria Sami vs Ghilas, mas sim Ghilas vs reforço. Quando a sua transferência for publicamente conhecida será devidamente comentada.

      Eliminar
    2. se for para vender compreendo. se for para andar de empréstimo em empréstimo até acabar contrato não percebo...então se for para o "dar" ao braga, para eles depois reforçarem o benfica...

      Eliminar
    3. Ghillas deve ir para o Braga de empréstimo. Péssimo ato de gestão se se confirmar, uma vez que oferecemos mais um jogador a custo 0 ao Braga e abrimos assim hipoteses do SLB ir lá buscar-lhes o Eder, uma vez que o Braga passa a ter um substituto para ele.

      Se for para contratar um PL em vez do Ghillas deve ser um pinheiro. Fica com um ponta de lança móvel de qualidade mundial, o Jackson, um pinheiro para os jogos fechados e complicados e o Adrian, um falso 9. A confirmar-se esta teoria há que provar em campo que o jogador que vier tem mais valor que o Ghillas, para mim este nunca sairia da equipa.

      Eliminar
    4. Abrir hipótese ao 5LB de ir buscar o Éder seria quase como reforçar o Porto. Muitos desses na Luz, por favor.

      Eliminar
    5. DC, não concordo mesmo nada. Eder tem muita qualidade e potencial, não é por ter sido uma nulidade no Europeu, onde era um corpo estranho naquela equipa e tatica que o faz perder o valor que apresentou antes e que ainda possui. Ponta de lança raro em Portugal, se recuperar os indices fisicos e psicológicos, assim como se evoluir na vertente da finalização será um grande PL, o melhor dos últimos anos portugues, certamente.

      Joel

      Eliminar
    6. Éder tem 26 anos e é uma nulidade ao nível técnico. Com esta idade não evolui de certeza e o que mostrou no europeu é aquilo que vale. É incapaz de fazer uma recepção competente. Que vá para o 5LB que nós até no Paciência ou no André Silva teremos já uma opção bem melhor.

      Eliminar
  5. Gostei do jogo que Porto fez. Acho que o Saint Ettiene foi um teste muito bom. Foram muito competitivos todo o jogo e colocaram grandes dificuldades em todos os sectores. Não foi o jogo ideal para apresentar a um estádio cheio. Gostei do estilo de futebol, embora faltassem oportunidades de golo e faltasse muita profundidade.
    À parte do jogo, este Porto entristece-me por não ter (ainda) um ou dois líderes de balneário e dentro de campo, aqueles jogadores com a mística do Porto, aquela atitude contagiante, aquele carisma e que unem os adeptos ao clube. Não há Luchos, Bruno Alves, Jorge Costas, Moutinhos, Heltons....Talvez Maicon se torne esse jogador. Talvez. O Porto está a montar uma boa equipa, mas parece para já um clube que deixou entrar espanhois estrnahos em sua casa. Talvez esteja errado e tenha sido o jogo de Deco na sexta feira que me tornou nostálgico.

    ResponderEliminar
  6. Recordo-me de um saída do Fabiano, penso que ainda na primeira parte a um canto, que cumpriu na perfeição.

    Relativamente ao nosso jogo e tendo em conta que ainda estamos em pré-época sinto que está a ser muito mastigado, isto é, com pouca definição. Talvez por causa da falta de matador ou de alguém que dê um destino final. Mas, ainda assim e na primeira parte, viu-se um bom jogo tanto individual como no colectivo, com algumas carências naturais da altura em que nos encontramos.

    ResponderEliminar
  7. Não percebo algumas coisas! Na posição de Redes, Ricardo nem calçou!
    Evandro nem conta, não sei porquê!? Não é de todo mau jogador!
    O estágio em Inglaterra permitirá tirar algumas conclusões!
    Não esperava hinos ao futeboo, mas mais fio de jogo!

    ResponderEliminar
  8. O que tens achado do Adrian, TdD? Falta de atitude ou qualidade?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda é um pouco cedo para responder a isso com rigor.

      Eliminar
  9. O Rúben Neves tem de jogar na B, pelo menos. Não pode ficar nos sub-19, principalmente nesta fase, em que os jogos são muitíssimo pouco competitivos nesse escalão. Em 40 e tal jornadas, haverá espaço mais que suficiente para os dois (ele e o Tomás) evoluírem.

    E conto ver o Rúben fazer alguns jogos na A esta época. Acho que será normal se isso acontecer, dada a qualidade que já apresenta e o grande potencial que tem.

    ResponderEliminar
  10. Estou a gostar do facto que esta pre-epoca me faz lembrar da pre-epoca do AVB. Resultados e exibicoes assim-assim porque os jogadores estavam a ser exaustivamente trabalhados e porque nao havia muita preocupacao pelo resultado desses jogos e sim pelo desenvolvimento dos processos.

    TdD - aqui vai a minha critica construtiva a mais um bom texto neste excelente blog:

    Deveria haver um bone para Oliver. Impressionante a tecnica e inteligencia deste "menino" que cria espacos para os colegas, se desembaraca de varios opositores e progride no relvado melhor que ninguem (com apoios).

    Acho o Machado para a Linha Defensiva incorrecto... Pelo contrario, ve-se um grande progresso nesse aspecto. A defesa jogou bem subida, onde deve, e alinhada consistentemente, o que provocou inumeros foras de jogo ou bolas bombeadas que acabaram nas maos de Fabiano. E quando foi preciso, Maicon mostrou bastante velocidade para "ir buscar" o avancado! As oportunidades dos franceses nao foram por causa da linha defensiva... (Estou a ignorar a fase de 3 defesas porque isso nao sera uma situacao normal)

    Por outro lado, um grande Machado deveria ir para a constante necessidade de fintas, passes pelo ar e mudancas de flanco sem necessidade. Eu compreendo que nao ha (ainda) assimilacao de processos colectivos, mas oferecer apoios aos colegas, insistir em passes curtos e jogar a flor da relva deveria ja estar bem indoutrinado na cabeca destes jogadores (especialmente os da segunda parte) - evitaria as constantes perdas de bola e as gritantes inferioridades numericas em que o meio campo estava sempre a cair.

    off-topic - TdD - achas que vendemos parte do Indi a algum fundo? em termos de investimento, preferia de caras ter dinheiro "empatado" no Brahimi do que no Indi. Os fundos parecem que sao os unicos que nao investem nos jogadores da treta... Nao lhes conseguimos vender 50% do Lica, do Bolat, do Sami e outros que tais???

    ResponderEliminar
  11. Jogo normal para esta altura, mais para mostrar jogadores aos adeptos.
    Infelizmente pareceram também pipoqueiros e afins, gente que pouco ou nada percebe de futebol, e vão lá apenas para o "joga bonito" e para a festa. Gente que se preocupa mais com os reforços, com os nomes dos craques e com equipamentos bonitos do que com aquilo que é ser Porto: vencer, contra tudo e contra todos, jogando bem ou mal, mas lutando sempre com garra e convicção.
    Infelizmente "joga bonito" e "festa" poucas vezes combinam; é bom quando assim acontece, mas por vezes temos de nos contentar com a festa. Por vezes é melhor lutar, jogar prático e ganhar, do que bonito e não ganhar.
    Ontem, não perdemos, se fosse uma eliminatória (ou pré eliminatória), apostava que com um golo fora passávamos.
    Do que vi, bem o Fabiano, meio campo defensivo algo intermitente (já na sequência do ano passado), muitos jogadores algo dormentes e outros forma de forma.
    É continuar o bom trabalho e a evoluir para a pré-eliminatória da Champions.

    ResponderEliminar
  12. Olá
    Relativamente ao jogo de apresentação há que ter paciência e acreditar que melhores exibições e melhores resultados virão.
    Relativamente a Varela, pois...se quer sair, se há substituto e se o Porto puder ganhar algum...
    Obrigado Varela e votos de felicidades!
    ___________________________________

    Se Helton está de saída....porquê a sua aprentação?
    Reparei que a sua cara não tinha o habitual sorriso...sintomático de algo?
    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde
    Sinceramente, gostei do jogo de apresentação pelo seguinte motivo: os processos dos jogadores que tiveram longo tempo de trabalho com o treinador estão mais afinados. Na defesa, nem tanto, mas no ataque vi movimentos interessantes, com troca de bola QB.
    A segunda parte foi dar minutos às caras que o adepto queria ver.
    O que ainda falta é movimentação constante e inteligente. Penso que por terras gaulesas vamos estar muito acima!!

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  14. Só para fazer um pequeno reparo em relação ao layout da página: É Tadutor/Translator e não TranslatEr.
    Tudo de melhor para o blog que eu como portista inveterado cada vez mais acompanho e apoio.
    Um abraço.
    A. Torres

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.