segunda-feira, 14 de julho de 2014

O investimento em Adrián López e o destino do dinheiro de Mangala

Adrián López: genericamente, uma contração aprovada; e naturalmente um negócio cujos números merecem algum nariz torcido. O mais recente reforço do FC Porto é só e apenas a contratação mais cara da história do clube, na perspectiva da avaliação da totalidade do passe com base nos 60% adquiridos por 11 milhões de euros (mesmo que o pagamento, obviamente, seja doseado). Quer à partida dizer que Adrián está avaliado em 18,3 milhões de euros. Ou talvez não.

Pagar o investimento
com golos
Segundo o Mundo Deportivo, o Atlético vendeu os 100% de Adrián, mas um fundo de investimento ficou com 40%. Será que pagou 7,33 milhões de euros por essa parte? É uma situação que, infelizmente, não é nem ficará esclarecida. Se o FC Porto comprasse a totalidade do passe e depois alienasse, os detalhes seriam conhecidos. Assim, se houve a repartição do passe antes da transferência para o FC Porto, é algo que não é do domínio público. Que o jogador é do interesse de Lopetegui, já se sabe. Se interessaria se não houvesse ligação a Jorge Mendes, quem sabe...

Em 2010-11, quando tinha 24 anos e marcou 11 golos na Liga Europa, Adrián López talvez valesse esses 18,3 milhões de euros. Hoje não vale isso, opino, na medida em que fez 7 golos nos últimos 2 anos. As reacções dos adeptos do Atlético têm sido minimamente consensuais: fizeram um grande negócio ao lucrar tanto com Adrián.  Também acho que Adrián não vale os 18,3 milhões de euros, mas também não considerei correcto quando avaliaram um jogador da segunda divisão do Japão em 11 milhões de euros.  Cada caso é um caso e estes nem são comparáveis, mas provou-se que o FC Porto estava certo e oxalá se volte a repetir.

Adrián tem mais valor do que dizem os números das 2 últimas épocas, disso ninguém duvida. Mas vem ocupar o topo da folha salarial do clube e, tendo em conta que tirando Cissokho e Anderson as grandes vendas do FC Porto ficaram sempre pelo menos 2 anos no clube, Adrián em 2016 terá 28 anos e terá que ser vendido por pelo menos 20 milhões de euros para não gerar prejuízo. Ou pelo menos seria assim, se isto fosse uma contratação que encaixasse no modelo compra-valorização-venda. Não é.

Na sequência do que foi dito no último post, trata-se de uma aposta no objectivo e não no modelo. Não me vou focar no custo que Adrián teve financeiramente, mas sim no que vai render desportivamente. De qualquer forma, sendo um jogador excessivamente caro, terá sempre altas expectativas sobre o seu rendimento em campo. O Adrián de 2011-12 tem tudo para ser uma estrela no FC Porto. Oxalá tenha sido esse que o FC Porto comprou. Não gosto do investimento, mas gosto do jogador e há razões para crer que a SAD avaliou devidamente os riscos e os benefícios desta aposta nos 2 campos, desportivo e financeiro. Até porque com Jorge Mendes, há sempre mais cauda para além do rabo.

Dinheiro de Mangala já tem destino

«Vendemos A, B e C por X milhões de euros e depois ficamos com Y para comprar D, E e F.» Quem nunca vestiu a pele de dirigente de bancada e fez estas contas para formar o plantel que gostava de ver no FC Porto? É um exercício habitual, mas muitas vezes o dinheiro que dá entra no clube já tem destino. É o caso de Mangala.

Falta o ok de Manchester
Como já aqui foi explicado, assim que o FC Porto vender Mangala ou Jackson Martínez tem a liquidar um empréstimo de 30 milhões de euros ao BES. Há que fazer a salvaguarda de um eventual acordo no último trimestre, mas desconhece-se e o último relatório e contas explica numa alínea que a liquidação será obrigatória: «Caso a Empresa aliene, ceda ou transfira a propriedade dos direitos económicos dos passes dos jogadores Mangala e Jackson Martinez que detinha à data de abertura do financiamento antes do término da maturidade do mesmo, está obrigada a liquidá-lo imediata e antecipadamente».

Se o FC Porto não vendesse Jackson nem Mangala, tinha que pagar 23 milhões de euros agora, em julho, e 7 milhões em outubro. Como Mangala já fez exames médicos em Manchester e aguarda-se apenas a confirmação oficial, o mesmo vai ser liquidado. Expectativa ainda para ver qual será o encaixe líquido com o jogador.

Neste ponto, realçar que o FC Porto acaba por liquidar o seu maior empréstimo ao BES, o maior «financiador» da SAD no que a banca diz respeito. Face ao impasse em torno da sucessão (não vamos divagar e maçar-vos com o tema) no BES, o acesso a financiamento bancário pode complicar-se nos próximos meses, o que implica que os empréstimos obrigacionistas e os fundos de investimento (admito, com alguma relutância) vão assumir uma importância relevante de modo a que o clube continue a cumprir com os seus compromissos e a formar um grande plantel.

No que toca ao BES, ficam por liquidar um empréstimo de 17 milhões de euros (tranche de 5,5 já em setembro), um de 2,1M (até abril de 2015) e um de 1,75M (até janeiro de 2016). Nota ainda para uma CCC, de 10 milhões de euros, que vence em agosto de 2014 e que tem como garantia o valor a receber de Hulk pela venda ao Zenit - acabou de pagar a última tranche, de 10 milhões de euros, no fim de 2013-14.

Fernando valia por dois. E
vai ser rendido por dois
Independentemente do dinheiro de Mangala já ter destino, o clube vai continuar a investir em nomes fortes para atacar o título e a Champions em 2014-15, sendo que ainda vão chegar jogadores para todos os sectores. O prazo de duas semanas de Lopetegui está a esgotar-se, mas ao longo desta semana que agora começa esperam-se muitas novidades no que toca à construção do plantel, já a trabalhar na Holanda.

Jackson continua a ser a grande dúvida e a leitura às contas continua a dizer que é praticamente impossível mantê-lo, mas só a SAD saberá o que pretende fazer. Certo é que mesmo após a chegada de Adrián, está um novo avançado a caminho. E para o lugar de Fernando, ao contrário do inicialmente previsto (até porque Mikel se lesionou), devem chegar 2 jogadores, nomes que passaram pela imprensa. O que quer dizer que o meio-campo vai ter que emagrecer e que há jogadores que vão sair. Pergunta: quem gostariam de ver entrar e quem não se importariam de ver sair?

PS. Como já foi notícia, o FC Porto atribuiu a procuração a Paul Stefani para negociar Defour com o PSV. Mesmo desconhecendo que planos Lopetegui podia ter para o jogador, uma transferência que cobrisse o investimento já seria bom para todas as partes, mas o PSV não é conhecido por ser um clube propriamente gastador - só por uma vez gastou 10 ou mais milhões com um jogador, Kezman, e foi há 13 anos. A saída é a solução que melhor agradará a todos, mas resta saber se a proposta agrada ao FC Porto.

43 comentários:

  1. Talvez exista no PSV algum jogador que interesse a Lopetegui. Uma troca com mais uns milhões à mistura se calhar já agradaria mais.

    Lá estão Adam Maher, Georginio Wijnaldum, Narsingh, Memphis Depay e até Zakaria Bakkali. Tudo jogadores algo interessantes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A venda de Defour interessa para:
      a) abrir vaga no plantel.
      b) render algum dinheiro.

      Logo essa hipótese nem é considerada, tendo em conta que qualquer um desses miúdos vale bem mais do que o Defour.

      Eliminar
    2. Boa tarde Tribunal do Dragão. A imprensa Holandesa fala em Clasie, além do Indi ...
      Rumor bacoco ou alguma possibilidade ?
      Quanto a saídas : Defour (PSV), Varela(?), Josué (Itália),Carlos Eduardo(?), Rolando(Itália)...
      Central alguma ideia ? Redes Navas é hipótese ainda ?

      Eliminar
    3. Caro Tribunal do Dragão
      Afinal essa hipótese estará a ser considerada segundo a imprensa Holandesa. Hoje falam em Zakaria Bakkali que tem apenas mais um ano de contrato com o PSV. E é por aí que há uma excelente oportunidade de negócio...

      Por exemplo, o Georginio Wijnaldum também só tem mais um ano de contrato...

      Eliminar
  2. Convém nao esquecer as "externalidades positivas", isto é, os benefícios que um grupo retira da intereção entre si mesmo. Neste caso, Adrián vem não so para contribuir para a boa época desportiva da equipa com golos, ainda poderá revelar-se um bom exemplo de aprendizagem para os mais novos na sua posição... Não é por acaso que as várias equipas do FCP sempre se conseguiram afirmar a nivel da champions, devido aos mais novos jogadores receberem esses "ensinamentos" dos mais experientes. Se ele for realmente um jogador à Porto, será entao um bom investimento, não só pelos golos que irá marcar como pela valorização mais rapida que os seus colegas aprenderão com ele..

    ResponderEliminar
  3. Saul Niguez e Nemanja Gudelj : trincos.

    Defour Josué Carlos Eduardo Varela : saidas.

    Novidades para a defesa?

    Abraço. FCP777

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem ideia sobre qual vai ser a dupla titular, o 3º central e o 4º. Rolando baralhou tudo.

      Eliminar
    2. Bom post. Também concordo que a saída do Jackson é quase certa, até pela pouca vontade do jogador de continuar no FCP. Resta saber os valores em cima da mesa. Não sei se o FCP conseguirá mais do que 25\30 milhoes por ele, 30\35 seria óptimo, até tendo em conta o preço pelo que os PL's estão a sair.

      Devem sair: Rolando - 5\8 m. Defour: 6\8 m. Jackson 25\30m. Abdoulaye - 3\4M, Josué não quero acreditar, mas é possivel. 3\5M. Varela igual - 5\8M.
      C. Eduardo, Licá, Kelvin para emprestar\vender.

      Compras consoante as saídas. Sem Rolando deve ficar Indi, Reyes e Maicon. Talvez entre outro central, mas acho que seria melhor apostar num da B para 4º central, até porque dificilmente jogará com regularidade na A.

      Meio campo: Gostava do Danilo Pereira para trinco, mas o Maritimo não negoceia com o FCP, penso eu.

      Ataque: Com Tello e Adrian está quase fechado. A sair o Jackson tem que entrar outro. Se se confirmar o Brahimi é excelente, mas sendo assim fico sem saber o destino do Varela, pois, Quaresma, Tello, Brahimi, Adrian, Ghillas, Varela e outro PL é muita xixa para ficarem todos.

      Gostava de ver mais jogadores portugueses, mas há pouco por escolher neste momento. Danilo Pereira, Horta, Rafa, Antunes, P. Oliveira seriam os mais provaveis, mas todos ou quase todos, inacessiveis, por umas ou outras razoes.

      Eliminar
  4. Mais uma vez excelente post, parabens..
    Na minha opiniao so poderemos avaliar se Adriam foi caro ou barato depois de comecar o campeonato
    E um craque e que fara estragos
    Quanto ao medios q irao entrar, penso que Gudelj sera um deles. Saul na minha opiniao nao, fraco..
    Camacho seria o ideal, visto os nomes que saiem na imprensa, mas a meu ver Clasie seria o nome perfeito
    Nao esquecer que temos um Herrera a chegar com a moral em alta e seria importante dar continuidade..
    Defour e para despachar.. Fala muito e joga pouco
    Como esta o caso Tello?

    ResponderEliminar
  5. Sinceramente e depois de ler a sua cronica até fiquei preocupado. É difícil entender como tendo estes empréstimos para pagar o clube tenha capacidade de reforçar o plantel com nomes fortes. Mas uma coisa é certa, eles vão chegar... o que me deixa intrigado. Provavelmente através de fundos ou parcerias...
    Quanto ao plantel, acho que continuam a faltar 2 extremos, um central de qualidade para a vaga de Rolando e claro, 1 medio defensivo de qualidade e uma 2ª opção para esta posição e se Jackson sair é importante trazer um novo avançado e desde que não seja Gimenez tudo bem! Quanto a saídas e para termos algum encaixe, Abdoulaye, Rolando, Deffour, Josué, Djalma, Licá, são nomes que não farão falta ao futuro plantel, pelo que seriam boas vendas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O FC Porto é o clube que, apesar das dificuldades, tem sido o mais cumpridor face aos seus compromissos. É possível correr os riscos no presente para formar um grande plantel, mas depois claro que vai ter implicações futuras.

      Quer um exemplo? O rival Benfica fez um grande plantel no último ano, na minha opinião. E em 2014 tinham/têm para pagar ou cobrir isto:

      Se nos focarmos apenas no ano de 2014, têm maturidade este ano as dívidas de 64,3 milhões ao BES (abril), 24,6 milhões pelo Papel Comercial (abril), 315 mil euros ao Afisa (julho) e dois empréstimos obrigacionistas de 35 milhões (outubro) e 50 milhões (dezembro). Por isso, não é surpresa que Matic, André Gomes e Rodrigo só tenham servido para tapar uma cárie.

      Eliminar
  6. Temos 8 médios para 7 vagas e 3 posições (em 4x3x3):
    1 medio defensivo - Mikel;
    3 médios centro - Herrera, Josué e Defour;
    4 médios ofensivos - Quintero, Carlos Eduardo, Oliver Torres e Evandro.
    Como ainda vão entrar 2 médios defensivos, vão ter sair 3.
    O Mikel saiu por lesão e o Defour está autorizado a negociar com o PSV. Falta um que penso eu que seja ou o Josué ou o Carlos Eduardo.
    No ataque temos 12 para 7 ou 8 vagas e 3 posições (em 4x3x3):
    3 pontas de lança - Jackson (enquanto não sair), Ghilas e Gonçalo Paciência;
    9 extremos - Quaresma, Varela, Adrien Lopez, Tello (o pai disse que chegava hoje ou amanhã ao Porto), Kelvin, Ricardo Pereira, Licá, Kayembe e Sami.
    Ainda pode chegar o substituto do Jackson e o Brahimi.
    Sem Brahimi tem de sair 4 destes: Kelvin, Ricardo Pereira, Licá, Kayembe e Sami. Com Brahimi saem os 5! Isto se não sair o Varela.
    A estes temos de juntar Bolat, Stefanovic, Quiñones, Tiago Rodrigues, Ismaylov, Djalma e Mauro Caballero. Kleber em principio vai para o Guimarães.
    São muitos activos / assalariados que temos para vender, emprestar ou rescindir.

    ResponderEliminar
  7. conforme a pergunta... eu respondo
    Guarda redes- Fabiano e ricardo, helton servem nao é presiso mais ninguem o lupetegui pensa que ta sei la onde so quer é esbanjar dinheiro
    Laterais- danilo, alex sandro titulares, opare suplente faz os dois lados vitor garcia e ricardo em caso de necessidade (gosto destes dois ultimos, o cruzamentos do vitor garcia fazem-me lembrar os do alvaro pereira, deliciam-me)
    Centrais-Rolando como ja foi dito baralhou tudo e deixou-me um pouco triste, vendam abdou para fazer uns trocos com ele, gostava de ver um central portugues na equipa quem? agora sem rolando nem eu sei
    medios- ficava herrera, josué, quintero, oliver, evandro... carlos eduardo eu gosto dele mas nao sei se emprestava ou vendia, defour vender, e depois é presiso trincos esbanjar dinheiro de novo (podiam ir buscar o ghazal ao nacional e ja agora o miguel rodrigues para central)
    extremos-ora para começar para mim adrian tem de vir para extremo, nao o acho um PL muito menos o PL que o porto presise ou use logo, adrian, quaresma, ricardo, tello parece que vem... brahimi, nao o acho nada de mais muito menos para valer os ditos 10 milhoes,
    PL-ghillas, gonçalo, vendia jackson, e depois fala-se do raul jimenes que venha ele se bem que apostaria no ghillas

    P.S. eu gosto de ver portugueses no porto, sei que muitos nao querem saber disso, acho que este ano nao vamos ter muitos como ja é habitual, acho que deviamos explorar, alguns na B ruben neves, joao graça, rafa, gonçalo, e talvez outros, para daqui por 1 ou 2 anos irem para a principal, toze foi de emprestimo para o estoril, por 2 anos parece, uma coisa é certa com estes reforços todos e caros ele so daqui por 2 anos quando ja algum ou alguns sairem tera lugar, mas acho que tambem podiamos ja contratar jogadores jovens portugueses empresta-los e empresta-los bem ou seja onde eles possam jogar e se valorizar para daqui por 1, 2 anos virem para o porto para a equipa principla, um exemplo e o mais facil de todos seria o rafa do braga, compra-lo agora e ficar mais um ano no braga emprestado

    ResponderEliminar
  8. Claramente o PSV vem à procura de um bom negócio. Medio experiente, mundialista, com dificuldades de afirmação e sem espaço para mais um ano de oportunidade para despontar. O valor dele não passará, digo eu, na melhor das hipóteses de 5,5 a 6 M euros, e podem até oferecer abaixo, talvez empréstimo. Sair era bom para o jogador e para o clube.
    Diria que o Carlos Eduardo também seria dispensável, mas o seu recuo no terreno, noticiado pelo Jogo, penso que poderá aumentar as suas hipóteses de permanecer no plantel.
    Josué é o jogador com menos probabilidades de permanecer, apesar de ver nele , com a cabeça no lugar, mais valor que ao brasileiro. 2 trincos? Apostava as minhas fichas em 1 do RMadrid, e o Camacho do Málaga, ou o miúdo do Atlético.
    espero que as próximas 2 semanas sejam de definição das restantes entradas e que se comecem a definir saídas.
    E, ansioso que a bola comece a rolar, para um ano em que, superior à expectativa de uma grande equipa e de um plantel com muitos equilíbrios (finalmente), só mesmo o risco elevado, moderado apenas pela qualidade e o talento potencial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O recuo do Carlos Eduardo vai ao encontro do que já tinha sido aqui tema n'O Tribunal do Dragão: Lopetegui não quer um trinco, quer um regista, um pensador de jogo a partir da retaguarda, um volante, se preferirem. De certa forma, vamos aplicar os princípios de duplo pivô no nosso futebol.

      É uma situação temporária, de adaptação. O Kayembe também já jogou a lateral esquerdo na pré-época, por falta de alternativas.

      Eliminar
  9. Em relação aos médios gostava de ver sair Josué e Defour.

    Gostava que viesse um trinco, gosto do Clasie (parece-me que poderia encaixar nas ideias do treinador).

    Acho aliás que essa posição é a posição chave neste momento.

    O tribunal sabe dizer algo para essa posição. Nomes?

    Para avançado parace que vem o Jimenez para o lugar do Jackson e espero mesmo que sim. Craque.

    Espero ainda que a vinda de 2 extremos se confirme. Parece que Tello e Brahimi estão encaminhados.

    Teriam de sair a meu ver Sami (nem percebi porque veio), Licá e Kelvin. Tentar vender o Varela.

    Tenho um feelling que com a chegada do Adrian o Ghilas também pode ser vendido, embora eu goste do jogador.

    ResponderEliminar
  10. Defour pode ir de vela, e digo isto com a maior das antipatias. Era um jogador que apreciava quando cá chegou, mas mostrou não ter cabeça para jogar no Porto. Não evoluiu nada em 3 anos e exige titularidade. Obrigado, mas não obrigado.

    Dos outros, tenho pena que saia algum. Josué esteve abaixo do pretendido, como esteve a equipa toda, mas sendo português e formado no clube, daria jeito manter no plantel. Continua algo impulsivo, o que lhe pode potencialmente prejudicar, mas penso que ainda não atingiu todo o seu potencial.
    Carlos Eduardo dava um bom suplente para a posição que deverá ser de Herrera. Mostrou ter valor, não devia ter jogado lesionado para não queimar a sua imagem como o fez no final de época.
    Quintero é obviamente intransferível por esta altura, e o resto são reforços. Portanto, fico a ver.

    Jogadores para a vaga de Fernando:
    Victor Sánchez (Espanhol): Barato, dentro do que o mercado espanhol pode oferecer. Jogador muito no género do Polvo, capacidade defensiva fantástica e algumas deficiências nos movimentos ofensivos. Jogador da cantera do Barça. Faz tanto a posição de trinco como de médio defensivo em duplo pivot. Aos 26 anos, é um jogador feito e para entrar no 11.
    Benjamin Stambouli (Montpelier): 23 anos. Bastante versátil, já o vi jogar a central, já o vi a jogar como 10. A sua praia é a zona intermédia pois é um trinco de origem. O Montpelier varia entre uma táctica com um trinco ou com duplo pivot, e ele desempenha bem as 2 posições. É um jogador já com bastante mercado, fala-se que metade da Premier League está atrás dele, para além do Marselha e do Lyon. Os valores variam entre os 3 e os 7 milhões.

    São 2 jogadores que aprecio tendo em vista o modelo de contratações desta época. Não conheço os que têm sido noticiados na imprensa, prefiro não me expressar sobre eles.


    AA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema do Josué é que tecnicamente não é formado no clube. Segundo os requisitos da UEFA, ele não conta, pois não completou 3 anos no clube entre os 15 e os 21 anos.

      Aliás, um dado a ter em conta: só vamos poder inscrever 21 jogadores na lista A da Champions. Mikel não joga antes de janeiro, e o Kadú e o Gonçalo, por serem de 94, entram na lista B. Isto se ficarem no plantel.

      Por isso, o FC Porto só vai poder ter 21 jogadores na Champions, mais os jovens da lista B. Há um ano ficaram Carlos Eduardo e Kelvin de fora, este ano é provável que fiquem mais... Não esquecendo que é preciso pelo menos 4 portugueses.

      Eliminar
    2. Erro meu, portanto.
      Pensei que Josué contasse como formado pelo clube. Não estou muito a par da carreira dele. Sei que andou no VVV antes de ir para o Paços, mas se perdeu outros anos de formação noutros clubes, então agora é um ponto a menos, e poderá ser decisivo para a sua permanência.

      Ainda assim existe vaga para ele na lista de portugueses se, como diz, o Gonçalo fizer parte da lista B. Ficam Ricardo (GK), Ricardo (extremo), Ricardo (Quaresma) + Josué.


      AA

      Eliminar
  11. Penso em Casemiro,Niguez ou Clasie.
    Gostava que fossem dois desse três.
    Para saír apostava em Kelvin,Sami,Lica,Josué e Varela.

    ResponderEliminar
  12. Sei que é importante criar uma equipa forte para a próxima época. Mas esta tendência em ficar com cada vez menos percentagens de passes não me agrada. Já estou a ver daqui a uns meses, nós a vendermos percentagens a fundos por truta e meia.

    Convinha é que se fechasse a equipa o quanto antes. O playoff da Champions está ao virar da esquina, e com estes investimentos todos cada vez mais é fundamental.

    ResponderEliminar
  13. boa tarde.
    Só uma pergunta.
    O negócio de Mangala foi de 40M€ ou como vi numa noticia do The insider foi de 38,1M £
    Abraço Afonso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «The insider» só conheço o filme do Michael Mann.

      Eliminar
  14. Desculpa, foi no site Goal.
    Eu sei que não é um site muito objetivo, mas em todo o caso está lá a notícia
    Afonso

    ResponderEliminar
  15. Se vier o Indi (dupla nacionalidade) fala portugues de certeza, vira de certeza outro jogador holandes, o que e normal no NGC, aos pares para ajudar na ambientacao a outro pais e outra lingua.... Depois Jimenez- herrera, reyes, filipe augusto, gudej, ja ca esta o pavloski para ajudar :-) brahimi-ghilas, dois alemaes um guarda redes e um defesa central, finalizando no fundo e um seguimento da logica das contratacoes efectuadas nos ultimos anos, mas e tambem a minha opiniao pessoal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é normal, só aconteceu com Reyes + Herrera nos últimos anos (tirando a injecção espanhola, obviamente), e é uma coincidência, não uma política de integração.

      Eliminar
  16. TdD, fiquei com dúvidas na parte sobre o Adrián. O que será dúbio nesta contratação é o que terá investido o tal fundo por 40% do passe, certo? Em que é que isso nos afeta?
    É num mau sentido, na medida em que por esses 40% podem só ter dado p.ex 2M€ e, assim, o Adrián estar avaliado em 13M€? E, portanto, não só pagamos um valor altíssimo por 60% do passe, sem ajudas, como ainda vemos os restantes 40% do passe a terem outra cotação?
    Ou no sentido em que o fundo, "nos bastidores", ao pagar a sua parcela, pode ter dado um pouco a mais para que nós, na verdade, não tivéssemos de dar mesmo os 11M€? Se bem que essas receitas/encargos teriam sempre de ser comunicadas no R&C, certo?

    Do resto do post, achei curiosa a parte sobre a venda do Mangala. Não que fique propriamente chocado, mas é engraçado ver como o banco estabeleceu uma cláusula tão... "pessoal" para as suas garantias. Em vez de ser, p.ex, "venda de jogador que ultrapasse os 30M€ brutos", referem-se diretamente ao Mangala e Jackson, sabendo-se perfeitamente que são dos melhores ativos que o Porto tem atualmente.


    Quanto à questão do meio-campo, penso que o adepto comum ainda não consegue responder a isso. Talvez nas próximas semanas dê para se ter uma ideia mais segura. É preciso ver logo se o Mister pretende jogar com dois construtores mais recuados e um mais ofensivo à frente (com dinâmicas diferentes das de 13/14...); se a ideia passa por jogar com um 6 diferente, um Regista à Pirlo/Verrati; se assim for, se à frente tem de estar um cão de caça (Herrera) ou se é possível estarem em simultâneo dois criativos (Oliver e Evandro ou Quintero, p.ex); mesmo na questão dos extremos, se se pretende adaptar algum criativo que parta da ala para os terrenos dum 10 (Oliver, Quintero ou Brahimi, p.ex), com outro extremo mais vertical (Adrián, Tello ou Quaresma, p.ex) do outro lado, ou se serão só extremos "clássicos"... É difícil responde-se para já, consoante a opção escolhida, abre-se espaço para uns, perde-se para outros.

    De qualquer forma, os que têm lugar assegurado serão, certamente, o Oliver, Quintero, Evandro e Herrera. Pode ser este o quarteto da frente. Atrás, um 6 vem de certeza para titular, o suplente é uma questão mais dúbia. Os ideais já foram: Castro e Pedro Moreira... ainda assim, pode-se adaptar o que se tem em casa para o 6 que o Lopetegui provavelmente quer: Carlos Eduardo ou Tiago Rodrigues. Agressividade defensiva, intensidade, resistência e posicionamento após a perda de bola não são conceitos difíceis de se introduzir nos jogadores; o resto já eles têm para aquele tipo de 6, sobretudo o CE. De qualquer forma, também vejo um 6 a entrar para o banco. P.ex aquele Saul Niguez, cujo irmão parece que foi para o Rio "Jorge Mendes" Ave... Não ficaria chocado.

    As saídas mais óbvias seriam o Defour e Josué. Dependendo do plano para o 6 suplente, eventualmente também o Carlos Eduardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «O que será dúbio nesta contratação é o que terá investido o tal fundo por 40% do passe, certo?»

      Certamente. Não sabemos se pagou 7,33 milhões pelos 40%. Logo não há como saber se ao pagarmos os 11 milhões pelos 60% se o negócio foi sobreavaliado ou não. Isto é o tipo de coisas que devia ser de domínio público, para bem da transparência no futebol.

      Este empréstimo ao BES foi feito em outubro, logo tinham que avançar com os 2 nomes que se esperava serem transferidos: Mangala e Jackson. Entretanto foram feitos encaixes que ninguém esperava (Fernando e Iturbe), mas dificilmente mudará os planos em relação ao Jackson, apesar da intenção do presidente.

      Eliminar
  17. Boa tarde

    poderemos ter o Clasie no nosso grande clube?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem que perguntar a quem avançou com essa possibilidade.

      Eliminar
  18. Tello sera nosso jogador?
    Ele apresentou se hoje no barcelona para exames medicos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Normal que se tenha apresentado, (ainda) tem contrato com o Barcelona. Mas se depois do pai dele ter afirmado que vem para o FC Porto, não sei que mais respostas querem para as sucessivas perguntas sobre ele.

      Eliminar
  19. Boa tarde Tribunal Dragão, daquilo que depreendo, vai haver reforços em todas as posições ? Redes, outro leilão com o SLB por Navas ?Defesa por causa do caso Rolando, Médios (2) devido a lesão de Mikel e saída de Fernando; Avançado, para a mais que provável saída de Jackson... e extremo para uma provável saída ?
    Quanto ao que mencionou falta de referência e líder no plantel, algum regresso possível ?

    ResponderEliminar
  20. AH e mais uma coisa, Jackson no Arsenal ? Parece-me que os seus comentários que indicavam a mais que provável saída do FCP, estão a realizar-se. Bom negócio ? A ver vamos...

    ResponderEliminar
  21. Boa noite
    Gostaria de ler a sua opinião sobre a situação do Varela e da possível aquisição de mais um central ou BA vai ser aposta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já foi dada: http://otribunaldodragao.blogspot.pt/2014/06/silvestre-varela-esta-na-hora.html

      É óbvio que Bruno Alves não vai ser aposta.

      Eliminar
    2. Penso que o Ivo estava-se a referir ao Abdoulaye.
      Sei que tem potencial, mas espero que não seja aposta, uma epoca emprestado deve ser o ideal para o jogador.

      Eliminar
    3. No caso do Ba, saída a título definitivo ou empréstimo em que o clube a que seja emprestado assuma TODOS os encargos é o único cenário admissível.

      Eliminar
  22. Boa tarde,

    Gostaria apenas, de agradecer aos criadores deste espaço , pois sou um simples adepto do FC Porto ,residente em Lisboa , e não me conformo com o facto de por vezes haver quem queira querer que , no nosso clube "não há massa crítica para (aqui acrescento eu-para o que quer que seja!)".

    São sitíos como este, que me fazem acreditar que há. E muita. E boa.

    emilkosta

    PS- Não faço perguntas não que não as tenha (e tantas) , mas habituei-me a tentar o melhor que consigo, a decifrar os "puzzle" que andam por tantos lados. Continuem !

    Viva ao Futebol Clube do Porto

    ResponderEliminar
  23. Boa noite Tribunal do Dragão, gostaria de lhe perguntar se sabe do paradeiro do Silvestre Varela e a razão pela qual este ainda não se apresentou, quando supostamente chegaria ao mesmo tempo que o Daniel Opare. Está mesmo de saída ?

    ResponderEliminar
  24. Obrigado ao Tribunal pelo esclarecimento

    ResponderEliminar
  25. N mais valia ter pago 12 m gastos no Adrian pelo Otello e vir este a definitivo?

    ResponderEliminar
  26. Boa tarde Tribunal do Dragão: Com os recentes rumores de nastasic ( City), Classie ( Feyenoord) e Jimenez.
    Serão para colmatar as saídas mais que prováveis de Defour, Rolando e Jackson ?
    Ouvi uns zuns zuns que os de Carnide querem fazer um leilão por Navas, pequeno à parte Danilo V2.0 ?
    Já agora, como é que é possível até agora não ter reagido à notícia do CM sobre Rolando? Só se... :C

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.