quarta-feira, 30 de julho de 2014

Trio de capitães definido, trio de guarda-redes por resolver (já com Andrés Fernández)

Maicon, Quaresma e Jackson Martínez serão os capitães do FC Porto para a época 2014-15. Os dois primeiros fazem valer o seu estatuto de mobília da casa (o primeiro mais como líder natural, o segundo mais como vedeta da equipa), enquanto o terceiro é uma surpresa que demonstra os grandes planos que Lopetegui tem para Jackson como referência da equipa.
Jackson passa a capitão

A braçadeira não terá sido atribuída com base em votação (prática que de resto não é habitual no FC Porto), mas sim por indicação do treinador, o que atesta uma vez mais a voz de comando no balneário.

Maicon foi totalista contra Genk e Saint-Étienne, e mesmo com Indi sem ainda ter jogado e Marcano sem ter chegado somou pontos na pré-época. A sua continuidade no plantel não era dado adquirido, mas para já começa como líder da defesa.

Quaresma, contrariamente a muitas expectativas, tem merecido a confiança de Lopetegui na pré-época dentro e fora dos relvados. A concorrência nas alas vai ser forte, mas neste momento Quaresma é titular no 11 base e serão os reforços quem terão que o sentar, não o contrário. RQ7 não é o protótipo de capitão à Porto, mas as juras de amor ao clube e o estatuto pesaram.

E agora Jackson Martínez, considerado por Vítor Pereira e Paulo Fonseca o jogador mais profissional do plantel e eleito por Pinto da Costa o Homem do Ano. Os mais importantes membros num clube (presidente e treinador) consideram Jackson um profissional exemplar, mas meia dúzia de iluminados, que devem saber mais do que treinador e presidente e que devem conhecer profundamente toda a novela em torno de transferência/renovação/troca de empresários, ainda falam em «mercenário». Não vamos repetir a defesa ao jogador, mas pode lê-la aqui.

Então e Helton? E eis Andrés Fernández

Não, Helton não foi excluído do lote de capitães. Mas não só continua a recuperar de uma grave lesão (não só como futebolista mas enquanto cidadão comum) como pode estar de saída do plantel, uma vez que é dado como praticamente impossível que o jogador, aos 36 anos, recupere a tempo de resgatar o seu lugar no FC Porto - factor que levou ao tal desabafo que deu que falar, de alguém que merecia mostrar-se a Lopetegui.

Fim de carreira
em perspectiva
Helton dificilmente será inscrito para 2014-15, numa altura em que o FC Porto tem 3 guarda-redes para a equipa A: Ricardo, Fabiano e o reforço confirmado Andrés Fernández. Para a equipa B há Kadú e Caio, este último a permanecer no clube contra algumas expectativas. Para os sub-19, dois dos mais promissores portugueses na baliza, Andorinha e Filipe Ferreira (pode chegar um terceiro aos juniores, uma grande surpresa e que podia dar a Andorinha ou até a FF já espaço competitivo na B, mas é uma possibilidade que não é líquida). Bolat foi emprestado e Stefanovic aguarda colocação.

Ricardo, já se sabe, será útil devido às inscrições na UEFA, mas foi um guarda-redes contratado sem intervenção de Lopetegui e nem sequer foi utilizado nos dois últimos jogos de preparação. Português, portista, experiente, com alguma qualidade (por ser guarda-redes da Académica teve, durante grande parte da época, boa imprensa, sobretudo porque tem sempre que haver implicações com as convocatórias da FPF)... mas aparentemente ainda sem convencer o treinador. O empréstimo a um clube português é condicionado pelo sentido de voto na LPFP (bem como qualquer outro negócio).

De Fabiano recuperamos o que foi dito após o jogo de apresentação: «Se o FC Porto não perdeu foi graças a ele, com meia dúzia de defesas decisivas. Merece o destaque, embora só tenha sido solicitado no seu ponto forte: defender remates entre os postes. O problema, segundo a leitura de Lopetegui, é as saídas aos cruzamentos (não há memória de o ter necessitado de fazer durante o jogo) e a participação no início de construção (quando pressionado, raramente consegue jogar simples nos centrais e acaba sempre por recorrer ao balão, além de ter dificuldades a lateralizar)». Além disso, há o facto de ser um guarda-redes que não encurta o espaço entre a linha defensiva e a grande área. A exibição contra o Saint-Étienne foi vistosa mas não um teste àquelas que Lopetegui considera ser as suas limitações. Alguma imprensa falou do interesse do Valência, algo que se desconhece como sendo verdade. Ter Fabiano como 3º guarda-redes ou deixar sair Ricardo para ficar com 2 estrangeiros é igualmente complicado na perspetiva de inscrições na UEFA...

Contrato de 4 anos,
cláusula de 30 milhões
E agora Andrés Fernández. Lopetegui quis Navas, que não se concretizou; o plano B era o espanhol do Osasuna (finalmente, a «equipa sombra» a funcionar), que por ser uma equipa que desceu de divisão há quem considere que Andrés não tem qualidade para o FC Porto. Será esse motivo? Vamos recordar os 10 melhores guarda-redes da história do clube, de onde vieram...

Baía foi formado no clube, ainda que depois tenha passado pelo Barcelona antes de regressar. Helton veio da UD Leiria, hoje enterrada no CNS. Barrigana, Américo e Zé Beto foram todos formados no FC Porto, tal como Rui Teixeira e Acúrcio. João Fonseca e Tibi vieram do Leixões. Sobra Mlynarczyk, o campeão de Viena, que chegou ao FC Porto aos 32 anos, proveniente do Bastia... equipa que desceu de divisão em França nesse ano. O O Bastia é melhor do que o Osasuna?

Os bons guarda-redes do FC Porto foram sempre formados no clube ou contratados a clubes de nível inferior. Logo, não é por vir do Osasuna que Andrés Fernández não serve. Não é o plano A, mas é uma contratação mais barata do que seria Navas, o que significa que o investimento na baliza saiu mais curto do que o esperado (2,5 milhões de euros, sendo que o Osasuna só tem direito a 25% e o dinheiro é encaminhado para fins tributários), o que pode libertar verbas para o reforço de outros sectores - neste momento, falta oficializar Ivan Marcano. O resto é novela mexicana e incógnitas, dependentes sobretudo de saídas - urge começar a libertar vagas no plantel e a reforçar os cofres com vendas, ainda que o empréstimo vá ser solução para grande parte dos excedentários.

Bem vindo, Andrés Fernández (Mister, espero que tenha acertado).

40 comentários:

  1. Penso que Danilo merecia e devia ser um dos capitães!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se o Jackson sair, de certeza. Acho que entendo porquê a capitania a Jackson.. criar raízes no clube. Se ele ficar por cá capitão... quem sabe não poderá até ser a longo prazo?

      Eliminar
  2. Continuo a achar que faz falta um medio centro de inegável categoria! As soluções para o meio campo são boas mas um medio que não seja uma incógnita, é fundamental... Herrera pelo que fez no mundial é uma esperança, mas pelo que vimos no época passada, deixa-me apreensivo, Oliver é um menino, e ao contrário do que se diz não tem na minha opinião estaleca suficiente para se impor já no 11 titular e Casemiro, é um jogador que particularmente não gosto, muito lento e pesado... venha de lá esse medio!!

    ResponderEliminar
  3. O Capitão do Porto deveria ser um exemplo: o Quaresma não é claramente o exemplo que os restantes jogadores e os mais jovens precisam: faz birra quando não joga, perde a cabeça com facilidade, está sempre a protestar, é muito individualista e não sabe quando passar, fintar, rematar,... Poderia continuar mas só espero que seja encostado, vendido, ou outra coisa qualquer que não prejudica a equipa e o balneário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E gosta do clube como poucos, nunca falou mal do clube quando esteve fora e foi público que foi ele que pediu para regressar.
      Querem mística ou não?
      Para mim mística é isto, amor e respeito pelo clube. Dar tudo em campo.
      O Quaresma tem isso.

      Eliminar
  4. Em relação ao Helton, acabará a carreira ou sairá por emprestimo/definitivo para outro clube?

    ResponderEliminar
  5. Os 3 últimos reforços do FCP deviam ser Manolas, Foster e Clasie
    Alex Silva

    ResponderEliminar
  6. A zona central da defesa assusta-me. Temos um grande plantel do meio-campo para a frente (especialmente caso Jackson fique), temos um belo grupo de (finalmente) 4 laterais, mas a coisa pia mais fino em termos de centrais.
    Quqndo se joga com a defesa subida, é necessário ter centrais com altos níveis de concentraçao, inteligencia e rapidez. Ora, esses sao precisamente os pontos fracos do Maicon e do Reyes. Indi pode ser uma boa opçao, mas até hoje apenas vi 4/5 jogos dele, e foram todos numa defesa de 5 elementos no Mundial. Nao sei o que pode render a jogar subido. Marcano é uma incógnita absoluta para mim também.
    Cresci a ver Aloísio, Bicho e Couto a mandar na defesa. Mais tarde Jorge Andrade, R Carvalho, Pepe, B Alves...mete-me confusao ver uma equipa construida "da frente para trás" no meu clube.
    Espero que este seja apenas um receio infundado da minha parte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pena o Rolando não querer ficar. Encaixava muito bem este ano. Algo se passa ou passou nos ultimos tempos para estes jogadores como Rolando, Varela, Lucho não quererem ficar no Porto.

      Eliminar
    2. Sim, concordo. Fiquei bastante contente com a noticia da integraçao do Rolando.
      Parecia a lampionagem a festejar o titulo na Madeira ha 2 epocas atras. Too soon.
      Acho que uma dupla Rolando-Indi poderia ser bastante solida.
      Preocupa-me a (falta de) evoluçao do Reyes : ainda mostrou muito pouco para quem custou tanto guito. Diria que esta poderia ser a epoca de afirmaçao (e espero bem que sim) mas os sinais ate agora nao tem sido positivos. Mesmo que a pre-epoca seja por norma enganadora.

      Eliminar
  7. Boa tarde
    Caro tribunal do Dragão quando acha que pereceberemos a cedência de Ghilas?
    Virá mais um médio?
    Adrian será segundo avançado, não me parece ponta de lança! Evandro sem chances? Preferia que rodasse o Carlos Eduardo!
    Daquilo que li, qualquer contratação só quando houverem saídas confirmadas!
    Ghilas não contando, implicará reforço nesse setor?
    O tal trinco francês foi especulação?
    Para terminar, já apagaram Mangala do site do fcp, iminência de concretizar o negócio?
    Continue o bom trabalho, opinião pessoal Vitor Pereira com estes reforços não seria capaz de calar muitas bocas? A minha calou hà muito tempo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No site do FC Porto só estão os jogadores que foram apresentados, não tem nada a ver com um caso isolado no Mangala.

      Vítor Pereira não teria estes jogadores, por isso não faz sentido imaginar o que faria com este plantel.

      Eliminar
  8. Para mim é vergonhosa esta escolha, Quaresma não tem perfil de capitão e Maicon não me parece lider por exemplo...

    Quanto a JM parece ser um doce para o jogador ao qual não posso concordar...

    É a minha opinião critica sobre o assunto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vergonhosa?!??

      Então quem lá está todos os dias nao terá 2 dedos de testa para escolher os capitães??!?!

      Vergonhoso é haver portistas que sem termos iniciado o campeonato colocam toda e qq decisão em causa....

      É tudo uma vergonha... Fdx tenham tento e campa para com mais de 39 anos a virar frangos...

      Nao há pachorra

      Eliminar
  9. Surpresa nos guarda redes dos juniores? Será Pedro Silva do Sporting?

    ResponderEliminar
  10. O empresário do Defour diz que vem mais um médio, quem será? Se o Defour não for para o PSV não ficamos com médios a mais?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Do plantel que começou 2013-14 já saíram Fernando, Lucho, Izmaylov e Josué.

      Para o plantel 2014-15 entraram Casemiro, Evandro, Óliver e Brahimi. Logo, falta um médio, que ocupará o respectivo lugar do Defour, que neste momento é a alternativa natural ao Casemiro (não esquecendo o Rúben, claro), ainda que temporariamente.

      Não percebo onde identificam o excesso de jogadores para o meio-campo. A venda do Defour liberta vaga e fundos, além de que na relação custo/rendimento é uma excelente notícia para a folha salarial.

      Eliminar
    2. Caro TdD, acho que a ideia que se quer passa com o "excesso de jogadores" se prende com a elevada qualidade dos jogadores que agora temos. Se juntarmos Herrera e Quintero a Casemiro, Evandro, Óliver e Brahimi e excluindo Defour e Carlos Eduardo (que para mim deve ser emprestado e não o Evandro). Não acho que a malta ache que temos demasiados jogadores, eles devem é estar-se a preocupar com o numero reduzido de lugares no 11 inicial para tanto talento. Mas isto o pessoal está habituado a reclamar por ter e por não ter... Prefiro ter um plantel com 6 (possivelmente 7) médios do que ter um meio campo com Defour, Fernando, Moutinho e Lucho como tivemos há 2 anos atrás ou um meio campo onde nenhum dos jogadores era indiscutivel (tirando o Fernando e o Lucho se jogasse a 8 e não a 10) como no ano passado...

      Eliminar
  11. (2,5 milhões de euros, sendo que o Osasuna só tem direito a 25% e o dinheiro é encaminhado para fins tributários)

    "De esos 2,5 millones, la Hacienda foral se queda directamente con el 25 por ciento de los traspasos del club pamplonés por la deuda contraída durante los últimos años."

    Foi só uma ligeira troca.
    Parabens pelo blog.

    Santana

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde TDD grande blogue o seu mt elucidativo e coerente gosto muito . Está de parabéns.
    Gostaria de lhe colocar 2 questões se vem alguém para substituir o Ghilas (Raul Jimenez/ Alan Pulido) e fora o Clasie segundo a CS o NGC ainda não desistiu dele significa que Evandro e Carlos Eduardo tem o lugar em risco.
    A segunda questão se me permite e se vem mais algum medio defensivo e se o francês do montepelier tem algum fundamento ou vamos outra vez aos nuestros hermanos.
    Ps. - Zakaria Bakali esta englobado no negocio Defour com o PSV segundo um passarinho me disse tem algum fundamento hoje vi na CS que ia para o AM.
    Obrigado e continue com excelente trabalho.
    Saudações Portistas.

    ResponderEliminar
  13. Tribunal poderá dar uma ideia se esse médio será o clasie, stambouli ou outro espanhol?
    Obrigado e parabéns pelo blog.

    Tiago silva*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para que outro medio se temos o ruben?

      Eliminar
    2. Não sabe ou não quer dizer???

      Eliminar
    3. Qual é a diferença entre saber e não poder partilhar e não saber? Vai ao dar ao mesmo, e assim poupam-se as repetitivas perguntas.

      Em relação ao Rúben Neves, se não fosse o Lopetegui estava a treinar nos sub-19 e 99% dos adeptos nem sequer fariam ideia de quem era o Rúben (tal como qualquer outro jogador dos sub-17), logo se o treinador entender que precisa de outra alternativa ao Casemiro está no seu pleno direito.

      Eliminar
    4. Antes do Ruben está o Tomás que já tem 20 anos e tem tanta ou mais qualidade que o Ruben, até porque é mais velho e precisa de ser lançado antes para não andarmos a queimar jogadores, no entanto, acho que vai vir um jogador para essa posição.

      Eliminar
    5. Para concorrer com o Casemiro falta um jogador, espero que seja o tal jogador francês. Para concorrer com o Herrera ( se houvesse proposta vendia-o, porque não há mundial todos os anos para o valorizar e acho que não se enquadra no estilo de jogo que o treinador pretende ), o Classie era mel mas também não me desagradaria o chileno Aranguiz.

      Eliminar
    6. E o que fazes aos outros medios do plantel?

      Eliminar
    7. Com estes jogadores que mencionei as posições 6 e 8 estavam completas, para a posição mais adiantada do meio-campo ficavam o Oliver, Evandro e o Quintero. Destes só jogarão três, não vale a pena ter mais jogadores quando dificilmente terão oportunidade de jogarem.

      Eliminar
  14. Caro Tribunal, o mister conhece alguma coisa do campeonato Pt? Rafa é possibilidade? Ainda não percebi qual o estilo do mister, não me parece de posse!
    Visto que o clube do Classie perdeu na pré-eliminatoria, quem sabe? Duvido muito!
    Falta ver o destino que terá Evandro, infelizmente....
    Continuo a achar que falta um Dc e um avançado para o lugar do Ghilas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda muitos especulavam entre Fernando Santos e Marco Silva e já Lopetegui via jogos do campeonato, logo é um não assunto. Claro que conhece o campeonato.

      Qualquer negociação entre clubes da liga está condicionada pelo sentido de voto na LFPF.

      Eliminar
    2. Isso significa que cedências do Fcp e compras no campeonato Pt, dependem do apoio ao Seara?
      Os negócios ficarão em banho maria...até definições realizadas.
      A pré eliminatória tem tido algumas surpresas! Espero que o mister tenha um plantel definido o mais breve possível

      Eliminar
    3. O Badocha do Presidente da mesa da Ag, o Carlos Deus Pereira já está a dizer que antes do campeonato coneçar não vai haver eleições!

      Eliminar
  15. Boas, antes de mais adoro o blogue, consulto-o todos os dias. Os meus parabéns.

    Quanto ao nosso querido clube, voltou à baila no últimos dias o nome do Clasie. Há alguma novidade sobre este jogador? Sobre a venda do Defour? . Mais um central, um médio polivalente e um avançado e o plantel ficará fechado ou estará planeada mais alguma surpresa de ultima hora como foi o caso do José Angel?

    Continuação de um bom trabalho com este blog

    ResponderEliminar
  16. Tribunal, é esta a ordem dos capitães?

    Ou seja, Maicon 1º, Q7 segundo e Jackson terceiro?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não necessariamente, até porque na pré-época já puderam ver que o Quaresma foi sempre capitão quando coexistiu com o Maicon em campo.

      Eliminar
  17. Não entregava a bracadeira ao Quaresma nem ao JM.
    Acho que o Danilo tinha perfil para capitão.
    O Andrés não me é familiar, esperar e ver.
    O Clasie se calhar está mais perto depois da derrota do Feyenord na Pré da Champions.

    ResponderEliminar
  18. Na minha opiniao quaresma e capitao pq lopetegui qer que ele se sinta importante pra equipa, mesmo que seja suplente em alguns jogos, o que pra mim ira acontecer..
    Quer dar responsabilidade ao quaresma..
    Pra mim o central ideal seria o manolas.. E o ponta de lanca o Elkeson... Muito potente..
    O que acha dele TdD?

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.